Leonardo Barreto e Beth Cataldo, Abrasce - Variáveis de um eventual governo Bolsonaro

A uma semana do segundo turno da eleição presidencial, as pesquisas mostram um quadro consolidado em favor do candidato Jair Bolsonaro (PSL). Com pequenas variações entre os institutos, o deputado federal tem 60% contra 40% das intenções de voto de Fernando Haddad (PT).  Não há sinais de que o cenário possa mudar. Segundo dados da pesquisa FSB/BTG, divulgados nesta segunda-feira (22), para 94% dos eleitores de Bolsonaro, a decisão já tomada é irreversível. O indicador de consolidação de Haddad é de 90%. A rejeição de Bolsonaro é de 38% e a de Haddad de 52%. A alta probabilidade de vitória de Bolsonaro já faz com que stakeholders importantes virem a página e passem a discutir cenários do próximo governo. Nessa dinâmica, movimentos de personagens do entorno de Bolsonaro já passam a ter consequências sobre o equilíbrio político do próximo governo.

Há seis pontos de atenção na agenda.

(i) Os nomes que comporão o primeiro ministério. (ii) A relação com o Congresso Nacional e o Judiciário. (iii) A qualidade da transição entre o governo atual e o futuro. (iv) A receptividade de Bolsonaro às demandas dos setores da economia. (v) A relação com a imprensa. (vi) A relação com o exterior.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

7 comentários:

Anônimo disse...

Chega de atraso!

Vamos para frente por que temos um país inteiro para reconstruir.

Anônimo disse...

V. essa relação tem de ser a de uma enorme e amarela banana

VI. essa relação será finalmente com os países que importam, com as verdadeiras democracias e um desprezo total e irrestrito com as proto-ditaduras, ditaduras e todos os fascistas bolivarianos.

o resto o presidente tira de letra...

principalmente na relação com o Congresso...

o primeiro canalha que se atraver a sugerir troca de votos por emendas parlamentares tem de ser rapidamente exposto e denunciado não so pelo presidente como pela nova geração de parlamentares que obteve uma quantidade expressiva de votos na urnas para MUDAR O SISTEMA VIGENTE...

Anônimo disse...

DEPOIS do golpista Getúlio Vargas, Gen. Eurico Garpar Dutra foi eleito pela população em 1945, assumiu em 31/01/1946. Para o meu avô, foi o melhor presidente que o Brasil teve.

ORA, nada indica Bolsonaro, mesmo com seu temperamento forte, PIOR do que DILMA/LULA, populistas tal como Getúlio foi.

Anônimo disse...

Grandes "ANALISTAS"!!!! Faltou dizer o PRINCIPAL, sem o qual nem precisa fazer
o restante que fica tudo como está!!!!! O PRINCIPAL é a MUDANÇA DE LEIS protetoras da bandidagem que, se mudadas, muda o restante do DIA PARA A NOITE!

Anônimo disse...

LULA É LADRÃO, BOLSONARO É CAPITÃO. NA CELA DO RATÃO TEM ESTEIRA E MUITO PÃO. A DIREITA DO MOURÃO VAI BOTAR NO seu cérebro, Lulinha, que é feio roubar!!!! VÊ SE APRENDE, VIU!!!
Bolsonaro 17. Um Capitão salvando a Nação!!

Anônimo disse...

Não se preocupe, povo brasileiro. Tudo neste mundo é movido a dinheiro. Depois da chamada "redemocratização", este será o primeiro Governo de Direita eleito no Brasil! Tudo que se viu até hoje de baderna, nas ruas e dentro do parlamento brasileiro, foi decorrente da ideologia de plantão acastelada no Palácio do Planalto e de muito dinheiro público injetado nessas ONGs. A fonte secou! Mesmo que venha muita grana de fora, não haverá clima para isso. Não se esqueça que os militares estão fora do poder desde 1985. Não entrarão, agora, para ficarem na mão desta esquerdalha idiota que transformou o país num caldeirão de imbecis!!! A mensagem que foi passada para o povão de 1985 para cá é: crescei e multiplicai-vos que o Estado Brasileiro lhes garante de um tudo! E não é bem assim... O Estado não pode ser integralmente responsável pelos cinco filhos que você colocou no mundo sem poder. O povo tem que ter em mente que o Estado lhes dará segurança, boas escolas, bons hospitais, facilitará a vida do empresariado para geração de empregos mas, você terá que trabalhar para sustentar os filhos que você fez/pariu! Simples assim!

Anônimo disse...

Não se preocupe, povo brasileiro. Tudo neste mundo é movido a dinheiro. Depois da chamada "redemocratização", este será o primeiro Governo de Direita eleito no Brasil! Tudo que se viu até hoje de baderna, nas ruas e dentro do parlamento brasileiro, foi decorrente da ideologia de plantão acastelada no Palácio do Planalto e de muito dinheiro público injetado nessas ONGs. A fonte secou! Mesmo que venha muita grana de fora, não haverá clima para isso. Não se esqueça que os militares estão fora do poder desde 1985. Não entrarão, agora, para ficarem na mão desta esquerdalha idiota que transformou o país num caldeirão de imbecis!!! A mensagem que foi passada para o povão de 1985 para cá é: crescei e multiplicai-vos que o Estado Brasileiro lhes garante de um tudo! E não é bem assim... O Estado não pode ser integralmente responsável pelos cinco filhos que você colocou no mundo sem poder. O povo tem que ter em mente que o Estado lhes dará segurança, boas escolas, bons hospitais, facilitará a vida do empresariado para geração de empregos mas, você terá que trabalhar para sustentar os filhos que você fez/pariu! Simples assim!