Romário está todo enrolado no caso da conta bancária da Suíça

O senador que havia desmentido a revista Veja, em julho, negando ter conta na Suíça, agora se contradiz e poderá acabar no Conselho de Ética por cometer o mesmo crime atribuído ao deputado Eduardo Cunha:

- Quando jogava na Europa, tive conta no BSI, só não sei o ano.

Ele afirmou tudo isto, citando o banco cujo dono é o BTG Pactual, de André Esteves, preso nesta semana. 

Há dois dias, o parlamentar publicou no Facebook uma mensagem em que diz ter "pareceres dos dois ministérios públicos (Suíça e Brasil) que não tenho conta na Suíça. Nenhum dos dois órgãos, porém, emitiu documento sobre o assunto.

A história não é muito diferente da do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que pode ser cassado por mentir sobre contas na Suíça.

Governo anuncia depósito de R$ 1,2 bilhão para garantir salários em dia do funcionalismo

O governo estadual confirmou ainda há pouco que começou os depósitos dos salários integrais do funcionalismo público estadual.

São R$ 1,2 bilhão.

Como não dispõe de todo o valor para honrar contas também vencidas, a secretaria da Fazenda optou por atrasar o pagamento da prestação mensal de R$ 270 milhões da dívida com a União e resolveu atrasar repasses para hospitais e prefeituras.

O que falta para que Sartori intervenha na área da segurança pública ?

Saiba quais são as agências que disputam a administração das verbas publicitárias do Banrisul

As oito agências que disputam as verbas de publicidade do Banrisul são as seguintes:

Moove, Martins e Andrade, Centro, Yopsilon, Matriz, Escala, Globalcom e Dez

Delas, três serão escolhidas na segunda-feira.

A verba publicitária do banco para o ano que vem é de R$ 46 milhões, uma das mais baixas dos últimos anos e incompatível com o tamanho do banco.

Delcidio já teria concordado em fazer delação premiada, mas PF e MPF querem que ele "atire para cima"

A jornalista Rachel Sheherazade acaba de postar no seu Facebook a nota aí ao lado. Segundo ela, o
senador Delcídio Amaral aguentou pouco mais de 24 horas e já decidiu aceitar um acordo de delação premiada.

Ele teria ficado estupefato com a nota do PT, os xingamentos de Lula e a falta de apoio no Senado, percebendo que foi lançado às feras.

Os policiais e procuradores federais avisaram que toparão o acordo, mas querem mais do que Cerveró.

Eles querem Lula e Dilma.

Delcídio interrompe depoimento ao saber dos xingamentos de Lula contra ele.

Os sites, blogs e noticiários desta tarde das principais emissoras de rádio e TV, já repercutem trechos do depoimento do senador Delcídio Amaral na Polícia Federal.

O senador interrompeu o interrogatório quando foi confrontado com trechos da fala de Lula sobre ele, criticando-o com palavrões e chamando-o de "imbecil" e "burro".

O G1 diz que naquele momento, Delcídio perdeu o controle, o que fez com que seus advogados pedissem a interrupção do depoimento.

Antes disto, ele fez duas intervenções surpreendentes:

1) A armação para a fuga de Cerveró foi realizada por "razões humanitárias".

2) O vice Michel Temer tem contas a acertar, porque tinha "relações permissivas" com o ex-diretor da Petrobrás, Jorge Zelada, também preso em Curitiba.

O vice de Dilma tirou nota negando "intimidade" com Zelada, mas reconhecendo que sua indicação para a diretoria da estatal passou pelo PMDB.

Artigo, Darcy F.C. dos Santos - A frase do governador.

Vai a seguir o artigo que acabou de postar o economista gaúcho Darcy F.C. dos Santos. A versão integral está no link. O editor compartilha do mesmo ponto de vista e também da análise.

Leia:

O governador Sartori, num desabafo de quem dirige um Estado quebrado, disse que “os servidores devem dar graças a Deus que têm estabilidade”. Isso foi dito num contexto em que os empregados da iniciativa privada estão estrando no regime de “layoff” (redução temporária dos salários) ou, simplesmente, perdendo o emprego.

 Isso, no entanto, não significa negar o direito à estabilidade, que é uma disposição constitucional e que, apesar dos problemas que causa em muitos casos, sua não existência poderia ser pior. Sem ele, o serviço público poderia não ter a continuidade necessária, porque os servidores ficariam à mercê dos desígnios políticos do governante da ocasião.
    
Essa afirmação do governador não passou de uma constatação, mas mesmo assim, causou grande descontentamento entre servidores e líderes sindicais, que pronunciaram impropérios, desconhecendo a realidade, como se o Estado do RS fosse uma ilha cercada de dinheiro por todos os lados.
    
Aldous Huxley, autor do livro “Admirável Mundo Novo” dizia que “fatos não deixam de existir porque são ignorados”.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Artigo, Astor Warchow - Neoluditas (e o Uber)

Historicamente há uma dificuldade de aceitação “do novo”, principalmente quando ameaçador às razões de nossa zona de conforto (alimento, domicílio, trabalho e renda). São comuns as reações. Boicotes, greves, quebra-quebras e formalização de leis restritivas e imputação de tributos.

Novidades não faltam. Nas indústrias, a adoção de processos seriados, mecânicos e robóticos. Nos serviços e no consumo, o autoatendimento e o código de barras. No comércio e conhecimento mundial, a plenitude do mercantilismo e a globalização.

E nas relações de emprego e trabalho, as novas formas de contratação como terceirizações e quarteirizações. Ou seja, a ideia de “ter um emprego” dá lugar a ideia de “vender trabalho”.

Entremeando as novidades, a supremacia das novas tecnologias de conhecimento e comunicação. Por exemplo, o “WhatsApp e o Netflix” você já conhece. Assim como o aplicativo “Uber”, o serviço de táxi que faz sucesso mundial por oferecer agilidade, bom serviço e preço. E “Spotify” (músicas), “Booking Online” (turismo), “Airbnb” (hotéis) e “Amazon” (livros), você conhece?

 O “WhatsApp” está tirando o sono (e o dinheiro) das operadoras de telefonia celular. A mesma choradeira dos tradicionais canais de TV que perdem audiência para o “Netflix”.

CLIQUE AQUI para ler o artigo.

Black friday começa forte. Lojistas vendem com prejuízos às vésperas do Natal.

Este primeiro dia de black friday começou forte em Porto Alegre, como em todo o RS e em todo o Brasil.

Os descontos de até 40% são reais. Muito diferente dos black fraudes anteriores.

A promoção revela que os lojistas estão vendendo com prejuízos.

Às vésperas do Natal, a promoção coloca-se na fronteira do suicídio coletivo.

Oito agências disputam verba de R$ 46 milhões do Banrisul

Apenas oito agências de publicidade participam da disputa pela verba publicitária do Banrisul para 2015.

Serão R$ 46 milhões.

Os resultados poderão sair no dia 1o de dezembro.

Artigo, Carlos Chagas - À espera dos outros.

CLIQUE AQUI para ler, também, este trabalho especial feito pela Folha de S. Paulo sobre a Operação lava Jato.

A charge é de Vinicius, hoje, capturada do blog do Noblat. 

A pergunta que não quer calar: qual será o  próximo?  Ou quais serão os próximos parlamentares que encontrarão  a Polícia Federal batendo  às suas portas de manhã bem  cedo? Há muitos, agora que foi rompido o princípio da inviolabilidade. Deputados e senadores já podem ser presos no exercício de seus mandatos, caso o Supremo Tribunal Federal aceite provas  irrefutáveis de sua culpa nos escândalos de corrupção. O primeiro   foi Delcídio do Amaral.  Outros não demoram.

A manifestação unanime dos cinco ministros da Segunda Turma do STF pela prisão do líder do governo no Senado não deixa dúvidas.  Por certo que depois da decisão da mais alta corte nacional de justiça torna-se necessária a licença da respectiva casa do Congresso, mas foi definitiva  a votação dos senadores, na noite de quarta-feira. Bem que quase toda a bancada do PT tentou  salvar o companheiro, mas prevaleceu aquela máxima de que não há força capaz de  contrariar  a natureza das coisas.  Ainda mais diante do reconhecimento pelos dirigentes do partido, em nota oficial, que Delcídio do Amaral não tinha salvação.

Fica a indagação sobre quem liberou a gravação da conversa entre o senador, o ex-diretor da Petrobrás, Nestor Cerveró,  e auxiliares, peça fundamental para a prisão do líder do governo. Seu filho, Bernardo Cerveró, foi responsável por  entregar a gravação  ao Procurador Geral da  República, que a despachou para o ministro-relator. Teori  Zavaski dividiu sua iniciativa com os quatro colegas da Segunda Turma, seguindo-se a mobilização da Polícia Federal para as prisões.  Em algum momento rompeu-se a cadeia do sigilo, fator essencial para sensibilizar o Senado e a opinião pública. Melhor assim, em nome do combate à corrupção.

Em  suma, o 25 de  novembro  passa a constituir-se num marco institucional de vulto, nas relações entre os poderes da União.  Deputados e senadores já podem ser presos no exercício de seus mandatos, além dos casos de flagrante delito.  Obstruir investigações também dá cadeia, claro que  preliminar, seguindo-se o processo pautado pelo livre direito de defesa.

LUGAR DE LADRÃO...

Célebre professor de Direito Penal  da USP era conhecido por seu linguajar castiço e empolado, mas sempre demonstrando a seus alunos  que a   variedade de expressões pode  significar os mesmos conceitos. Pediu que vertessem para o  vernáculo o vulgar e muito em moda comentário utilizado pela juventude, de que “pouco me importa que a mula manque,  pois  eu quero é  rosetar”.   Ninguém conseguiu, até que o mestre traduziu: “pouco se me dá que  o  corcel  claudique, pois  apraz-me acicatá-lo”...

Assim podem  ser interpretadas as  variadas e vetustas  considerações dos ministros a  respeito da corrupção: “lugar de ladrão é na cadeia”...

Universidades públicas gaúchas treinam ativistas do MST e da Via Campesina em São Lourenço do Sul

O dinheiro é público, mas estes cursos que acontecem hoje e amanhã em São Lourenço do Sul, RS, promovidos pela Furg, Universidade de Rio Grande, em aliança com diversas outras universidades públicas, visam formar "uma construção coletiva e solidária" para "contribuir na melhoria da formação dos professores da edução básica, fortalecendo os espaços de questionamentos, análise de conjuntura política e social e de proposições teóricas metodológicas que visem a instrumentalizar esses sujeitos (os participantes do evento) para uma reflexão crítica capa de propor sempre novos projetos que atendam as diferentes necessidades dos povos do campo".

A linguagem usada na publicidade do III Seminário de Educação do Campo da região Sul do RS é tipicamente comunisa, típica dos setores mais à esquerda do PT, PCdoB, PSTU e PSOL.

A idéia verdadeira é formar e reforçar o ideário extremista dos ativistas que militam fora e dentro do MST e Via Campesina, que integram a lista de promotores. 

O dinheiro público recolhido dos contribuintes será usado para agredir os próprios contribuintes.

É notável que prefeituras como a de Pelotas, que é do PSDB, ajudem a pagar hospedagem, pernoites, festas e aulas. 

O III Seminário de Educação do Campo da Região Sul do Rio Grande do Sul precederá o Seminário Internacional e Fórum de Educação do Campo (SIFEDOC) a ser realizado no Estado do Rio Grande do Sul, em 2016. Portanto, a realização do evento proposto aqui é fundamental para o processo de continuidade e fortalecimento das discussões e debates sobre o tema na região.


A metodologia de trabalho será composta por espaços de diálogo e participação, dentre eles: painéis, apresentação de trabalhos (nas modalidades trabalho completo, relato de experiência e pôster), atividades místicas e culturais, oficinas (à noite), feira de economia solidária.

CLIQUE AQUI para saber mais. 

Sartori cutuca funcionalismo: "Vocês devem dar graças a Deus que têm estabilidade"

O governador José Ivo Sartori voltou a irritar as corporações dos servidores públicos estaduais ao não garantir o pagamento integral dos seus salários, previsto para segunda-feira, e até por ter feito críticas inesperadas ao funcionalismo. 

José Ivo Sartori disse nesta quinta-feira que os servidores “devem dar graças a Deus que têm estabilidade”.

A declaração ocorreu durante solenidade no Palácio Piratini para assinatura de contratos de financiamento de energia renovável junto ao BRDE.

Disse o governador:

— Ainda hoje numa reunião com os servidores eu disse: "vocês às vezes reclamam porque têm penalização, às vezes parcelou salário, às vezes não receberam em dia. Deem graças a Deus que vocês têm estabilidade, que têm garantia no trabalho. Agora os outros que estão perdendo o emprego e não têm oportunidade, o que nós estamos fazendo aqui? É tentar movimentar a economia, dar oportunidade de ter mais trabalho e mais renda porque, afinal, o poder público também tem que se mudar.

Marchezan Júnior manda PSDB romper com Fortunati

O interventor federal no PSDB do RS decidiu romper com o governo José Fortunati. O único vereador tucano, Mário Manfro, e o movimento que se opõe à intervenção, o PSDB Democrático, avisaram que continuarão dando apoio ao governo. 

Sartori já conseguiu cortar R$ 1 bilhão da própria carne em 2015

O governador José Ivo Sartori fez esta semana um balanço do que o governo já conseguiu reduzir de gatos públicos este ano. O que ele contou:

- Foi R$ 1 bilhão até agora.

O resultado foi divulgado nesta quinta-feira (26), durante o Fórum de Finanças Públicas do RS, promovido pela Secretaria da Fazenda. 

De acordo com o subsecretário do Tesouro, Leonardo Busatto, a redução de gastos "não foi uma escolha, mas sim de uma necessidade", diante da situação encontrada em janeiro, quando o rombo financeiro estava projetado em R$ 5,4 bilhões. O governo  já trabalha com uma perspectiva de fechar o ano com um déficit ao redor de R$ 3,6 bilhões.Mais de R$ 2 bilhões em contas (13º salário, parcela da dívida de dezembro com a União e repasses) ficarão para o próximo ano, somando-se a um saldo negativo entre receita e despesas já previsto de R$ 4,6 bilhões.

As dificuldades foram maiores para atender as determinações do governador de reduzir, em média, 20% as despesas, por conta da retração da economia no país. 

O  Estado já se socorreu de R$ 2,1 bilhões do caixa único para fazer frente aos compromissos com a folha salarial e repasses para prefeituras, hospitais e fornecedores, com quem o governo tem um atraso médio de 40 dias. O custo fixo do Estado é maior que a arrecadação.

Diárias têm redução de 68%

Para alcançar a redução de R$ 1 bilhão entre janeiro e outubro deste ano, o que representa 51% a menos do registrado no mesmo período de 2014, um dos principais focos sob controle da Secretaria da Fazenda está no pagamento de diárias (para fora e dentro do Estado) e passagens aéreas que, juntas, tiveram queda ao redor de 47% neste período: dos R$ 129 milhões em 2014, o gasto baixou para R$ 68 milhões nos 10 primeiros meses de 2015.

Apenas nas diárias para fora do Estado, a queda foi de 68% (de 2,8 milhões, ficou agora em R$ 912 mil). O gasto com contratos de consultorias teve igualmente redução expressiva: passou de R$ 43 milhões para R$ 18,4 milhões nesses 10 meses do ano, uma queda superior a 57%. Já as despesas com horas-extras diminuíram 22%.

As áreas mais afetadas pelos cortes, no entanto, foram a compra de equipamentos e material permanente, que desde janeiro sofreram redução de 78,3% em relação ao mesmo período de 2014: de R$ 802 milhões ficaram em R$ 173 milhões. Outro reflexo direto da crise nas finanças está nos valores empenhados para obras: de R$ 497 milhões no ano passado (recursos de empréstimos) para R$ 230 milhões, uma redução de 53,7%.

O esperto Lulla continua fora da cadeia

Da mesma forma que reagiu quando seus companheiros petistas agiram - sendo presos em flagrante - para comprar dossiês destinados a prejudicar o senador José Serra nas eleioes contra Aloísio Mercadante em São Paulo, chamando-os de aloprados, Lula insultou Delcídio Amaral por se deixar pegar.

Ele não condenou os atos criminosos ocorridos com os Aloprados, como ele classificou a turma do PT que foi flagrada ao tentar comprar dossiês, como também não se opôs à conspirada de agora.

Lula manifestou sua irritação durante almoço na sede da CUT nesta quinta-feira (26). Nas conversas, Lula demonstrou perplexidade diante do novo flagrante:

- Que loucura! Que idiota.

Mais esperto, Lula continua fora da cadeia. 

Saiba como ministros do STF também podem sofrer impeachment.

Qualquer cidadão pode pedir o impeachment de ministros do STF. A discussão tomou corpo ontem a noite nas redes sociais, no momento em que se soube que o banqueiro André Esteves foi preso por ter sido citado nas conversas entre Delcídio Amaral e Bernardo Cerveró, mas nada foi providenciado em relação aos ministros Dias Toffoli, Fachin, Teori e Gilmar mendes, também citados como possíveis interlocutores do senador do PT em situações que poderiam favorecer seus interesses. Delcídio Amaral é líder do governo Dilma.

A lista de crimes de responsabilidade de um presidente da República ou de um ministro de Estado é enorme, mas os de um ministro do STF é bem menor. Diz o art. 39 da Lei 1.079/50, diz que são crimes de responsabilidade dos ministros do STF:

- Alterar, por qualquer forma, exceto por via de recurso, a decisão ou voto já proferido em sessão do Tribunal;

- Proferir julgamento, quando, por lei, seja suspeito na causa;

- Ser patentemente desidioso no cumprimento dos deveres do cargo:

- Proceder de modo incompatível com a honra dignidade e decoro de suas funções.

CLIQUE AQUI para se aprofundar neste assunto. 

Jornalista diz que PF teria gravações de Delcídio falando com ministros do STF

O jornalista Tales Faria, do site Fato On Line, ex-Folha e ex-JB,  revela hoje que a Polícia Federal teria em seu poder alguns áudios nos quais o senador Delcídio Amaral revela conteúdos de conversas que teve com ministros do STF.

Como se sabe, o banqueiro André Esteves foi preso por ter sido citado nos diálogos gravados de Delcídio com Bernardo Cerveró (Esteves não estava presente), mas ninguém se preocupou em verficiar o que aconteceria com ministros do STF também citados na conversa, entre eles Fachin, Teori, Gilmar e Dias Toffoli, tidos como "amigos". Na gravação, Delcídio diz claramente que "Fachim faz de tudo por nós".

Há muito tempo, sobretudo nas redes sociais, dirculam versões segundo as quais os ministros nomeados por Dilma e Lula poderiam "melar" a Lava Jato.

Leia a corrosiva nota de Tales Faria:

Além da gravação da reunião de Delcídio com Bernardo Cerveró mencionando encontros com ministros do Supremo, a Polícia Federal também tem escutas telefônicas do senador, um material que permanece secreto. Nesses telefonemas, Delcídio estaria de fato conversando com os ministros do Supremo Tribunal Federal. Ironicamente, o teor dessas conversas foi obtido por escuta autorizada pelo próprio STF, que investigava Delcídio.

CLIQUE AQUI para conhecer o site de Tales Faria.

Artigo, Marco Aurélio Canônico - "Foi Suiça, é ?"

Como se escolher um candidato que bate em mulher já não fosse problema suficiente, Eduardo Paes (PMDB) viu surgir nesta quarta (25), de modo absolutamente inesperado, mais um complicador para seus planos de fazer seu sucessor na Prefeitura do Rio.

Paes vinha negociando com o senador Romário (PSB-RJ) seu apoio para o secretário-executivo da prefeitura, Pedro Paulo, na eleição municipal de 2016.

Os termos desta negociação são desconhecidos, mas a recém-revelada conversa entre o senador Delcídio do Amaral (PT-MS), o filho e o advogado de Nestor Cerveró sugere que o acordo pode ter passado pela Suíça.

Ao justificar seu atraso para a reunião com os representantes de Cerveró, Delcídio culpou um inesperado encontro com Paes e Romário, no qual foi informado de que a dupla havia fechado o apoio do ex-jogador a Pedro Paulo.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Conheça as razões de Paulo Paim para aprovar a prisão de Delcídio Amaral

O repórter Felipe Amorim, UOL de hoje, conta que o senador gaúcho Paulo Paim (PT-RS) é um dos dois únicos senadores do PT, de uma bancada de 13, que votaram pela manutenção da prisão do senador Delcídio do Amaral (PT-MS). O outro foi seu colega de legenda Walter Pinheiro (BA). Para ambos, não foi uma decisão fácil.

A seguir, texto com a entrevista de Paim, justificando seu voto:

Mas, segundo Paim, o Senado não poderia atrapalhar as investigações do STF (Supremo Tribunal Federal) num momento de crise "ética e moral", nas palavras do senador.

"Nós achamos que o Senado, nesse momento da história, em que o país passa uma crise política, social, econômica, ética e moral, o Senado tinha que contribuir para as investigações", disse Paim, em entrevista ao UOL.

E é por isso que a votação foi tão grande. Foi uma visão suprapartidária, e ali não estava em xeque quem é de oposição e quem não é de oposição. Foi uma visão olhando para a Casa [o Senado]. Os homens e as mulheres passam, a instituição fica

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Advogado de Cerveró é preso ao desembarcar no Rio

O advogado Edson Ribeiro, acusado com o senador Delcídio Amaral pelo crime de obstrução da Justiça, foi preso ao desembarcar esta manhã no Rio.

Ele defende Nestor Cerveró, mas foi denunciado pelo próprio cliente.

Havia ordem internacional de captura do advogado.

Preços médios de aluguéis residenciais em Porto Alegre aumentaram 20% em outubro.

O aumento médio do preço do metro quadrado  de imóveis residenciais para alugar subiu 19,5% no mês de outubro, comparado com o mesmo mês do ano passado, em Porto Alegre, segundo pesquisa que acaba de ser divulgada pelo Secovi RS.

O m2 passou a valer R$ 24,50.

O bairro que mais perdeu valor foi a Independência, cujo m2 recuou para R$ 21,20, enquanto que o bairro mais valorizado passou a ser Três Figueiras, R$ 45,13 o m2.

Os preços médios em Porto Alegre:

Apartamentos - um quarto, R$ 908,20; 2 quartos, R$ 1.294,14; três quartos, R$ 2.140,28.
Casas - um quarto, R$ 642,89; dois quartos, R$ 1.288,68; três quartos, R$ 3.046,71

Lay-off na GM de Gravataí poderá durar todo o ano de 2016

Se até abril as vendas de seus carros não tiverem reagido, outra leva de trabalhadores da GM de Gravataí será colocada em lay-off, com o retorno dos 825 empregados do terceiro turno que ficarão fora até lá.

A previsão do PIB para 2016 é de nova recessão econômica.

Durante o período de afastamento, os trabalhadores terão que cumprir 300 horas de aperfeiçoamento nas escolas do Senai.

CLIQUE AQUI para saber o que é lay-off.

Sartori ainda não definiu regras dos empréstimos do Banrisul para o 13o

O governo Sartori ainda não decidiu de que modo os servidores estaduais receberão seu 13o salário via empréstimos no Banrisul.

Luís Adams já está com um pé fora do governo Dilma

O advogado gaúcho Luís Adams está com um pé foa da Advoacia Geral da União.

Editor leva o Prêmio Press 2015.

CLIQUE AQUI para saber os nomes de todos os premiados e suas categorias. O editor é o segundo da direita para a esquerda.

O editor recebeu ontem a noite o Prêmio Press de Jornalismo Web 2015 em ato festivo realizado no Teatro Dante Barone, Assembléia do RS.

No seu curto discurso de agradecimento, disse o editor:

- Aproveito este ato para homenagear os bravos companheiros jornalistas que lutam pela liberdade na Venezuela, submetida à tirânica ditadura bolivariana de Nicolás Maduro.

Foram entregues 27 prêmios.

O evento foi comandado pelo publisher da revista Press, Júlio Ribeiro. O prêmio é o mais importante do RS na área. Votaram 20 mil internautas e depois dois júris, 60 membros, promoveram a seleção final.

A cada três dias uma mulher é assassinada na Grande Porto Alegre

CLIQUE AQUI para ler a reportagem completa do Diário Gaúcho.

Já somam 105 os assassinatos de mulheres, este ano, na região metropolitana de Porto Alegre, somando-se as execuções a tiros de Lisiane Borges Rodrigues, ontem a noite, e de June Cartier na terça-feira, também à noite, ambas no bairro Petrópolis.

É assassinada uma mulher a cada três dias na região. 

Lisiane e June foram abatidas a tiros por ladrões.

Os bandidos estão desaparecidos.

O levantamento sobre mulheres assassinadas este ano na Grande Porto Alegre foi realizado por repórteres do Diário Gaúcho, Zero Hora.

Os números superam as marcas dos últimos cinco anos.

A violência cresce a cada dia, tudo em função do completo despoliciamento das cidades gaúchas, porque os brigadianos, encarregados do policiamento ostensivo, sumiram das ruas.

O governo Sartori perdeu o controle e o comando da área da segurança pública. 

Taxistas agridem selvagemente motorista de Uber em Porto Alegre

O prefeito de Porto Alegre, José Fortunati, que ontem à noite foi à festa de entrega do Prêmio Press aos melhores do jornalismo do RS em 2015, protestou contra o selvagem espancamento de um motorista do Uber no estacionamento do Carrefour:

- Eu repudio todo o ato de agressão, principalmente este de tamanha covardia.

O motorista Braulio Pelegrini foi atraído par uma armadilha no início da noite e espancado violentamente por 10 taxistas. Só não morreu porque foi salvo por cinco mulheres que intervieram. 

O prefeito mandou a EPTC abrir sindicância para punir a empresa que administra os serviços do Uber, impedida legalmente de operar em Porto Alegre, e também os taxistas que agrediram o motorista. A Polícia já abriu inquérito para identificar e denunciar os taxistas agressores. 

Sexta-feira será nublada e com possibilidade de chuvas no RS

O céu está encoberto em todo o RS, inclusive Porto Alegre, neste momento (8h12min), prenúncio de que vai chover no decorrer do dia. É o que prevê o Weather Chanel do iPhone do editor.

Agora, 8h14min, 21 graus na Capital e 19 graus em Gramado.

Existe alerta para chuva forte com altos volumes, o que pode trazer transtornos. Há ainda risco de temporais com a possibilidade de vento forte e granizo em setores isolados. 

As mínimas rondarão os 14°C em São José dos Ausentes e os 16°C em Vacaria. As máximas, por sua vez, podem chegar a 28°C na Região Metropolitana. Em Porto Alegre, os termômetros variam entre 19°C e 28°C.