Esta enquete dá uma boa visão daquilo que será a disputa eleitoral em Caxias do Sul

- Não se trata de uma pesquisa, mas de uma enquete, mas ainda assim o jornal Ponto Inicial programou seus computadores para aceitar um só voto por IP. A grande surpresa do resultado foi a votação de Antonio Feldmann, secretário de Cultura do prefeito José Sartori. O candidato que provavelmente terá o apoio do prefeito é Alceu Barbosa Velho, PDT. Pepe Vargas, PT, aparece em quarto lugar, mas muito próximo dos outros candidatos. 

JORNAL PONTO INICIAL

Entre os nomes que mais aparecem na mídia como possível candidato a prefeito em 2012, qual aquele que reúne a maior possibilidade de ser concretizado?

Milton Corlatti - DEM (20%, 173 Votes)
Alceu Barbosa Velho - PDT (18%, 154 Votes)
Antônio Feldmann - PMDB (16%, 137 Votes)
Pepe Vargas - PT (14%, 123 Votes)
Édio Elói Frizzo - PSB (7%, 61 Votes)
Luiz Fernando Possamai - PSOL (7%, 59 Votes)
Assis Melo - PCdoB (6%, 48 Votes)
Mauro Pereira - PMDB (4%, 39 Votes)
Marisa Formolo - PT (3%, 29 Votes)
Renato Nunes - PRB (2%, 19 Votes)
Marcos Daneluz - PT (2%, 14 Votes)
Edson Néspolo -PDT (1%, 12 Votes)

Total Votos: 867

Fortunati dá ultimato ao Inter: "Ou desata o nó em 30 dias ou apóio a arena do Grêmio"

- O Prefeito de Porto Alegre, José Fortunati, radicalizou na pressão pública para o fim do impasse nas obras do Beira-Rio. Em entrevista à RBSTV, o político deu um prazo de 30 dias para que o contrato do Inter com a Andrade Gutierrez finalmente seja assinado. Caso contrário, ele poderá defender um novo estádio para a Copa de 2014. E o outro local seria a Arena do Grêmio.

O prazo termina no fim do mês de março. Mais 30 dias depois disso, é realmente desatar o nó e buscarmos outra alternativa”, disse Fortunati.

Um dos principais nomes na preparação do Rio Grande do Sul para a Copa do Mundo de 2014, José Fortunati jamais foi tão longe na exigência de uma posição final da construtora e do colorado.

O possível apoio a um outro estádio em Porto Alegre, que não foi citado, mas por óbvio trata-se da Arena do Grêmio, é novo. Só que não tem tanta força assim. Fortunati pode vir a indicar um novo estádio para o Comitê Organizador Local, mas não tem a palavra final do caso.

Peça-chave de um reforço da pressão política em cima da empreiteira, o presidente do Internacional garante que não foi comunicado de prazo algum da Prefeitura. Giovanni Luigi se encontrou com o vice-governador do RS, Beto Gril, e o deputado estadual Adão Vilaverde, nesta terça.

Não tenho essa comunicação, não me foi passado nada disso. Estranho que eu fique sabendo pela imprensa. O Inter deveria ser comunicado”, disse o dirigente do colorado. “Eu fui convidado para ir ao Palácio Piratini [...] este convite demonstra que o governo está ao lado do clube”, completou Luigi.

* Clipping www.uol.com.br desta terça a noite. 

El cáncer de Chávez se expandió al colon y a la médula, según cable revelado por WikiLeaks

- O texto vai em espanhol, como está no site do link a seguir. O link também inclui reportagem de TV sobre o modo de trabalhar de WikiLeaks, que não tem mais jornal que o represente no Brasil.

WikiLeaks ha divulgado millones de correos electrónicos de Stratfor, una empresa privada estadounidense de seguridad que trabaja con servicios secretos, embajadas y diversas empresas multinacionales.

En uno de los cables se revelan detalles acerca del estado de salud del presidente venezolano Hugo Chávez., este indica que el tumor  comenzó a crecer cerca a la próstata y se expandió al colon, lo que llevó a la confusión de los médicos a la hora de aplicar el tratamiento adecuado.

Además, el cable hace referencia a una fuente en el campo médico que explica que el cáncer del mandatario venezolano se ha expandido de la glándula linfática a la médula ósea.

Según la información conocida este lunes, el grupo de médicos de Chávez, que está integrado por profesionales cubanos y rusos, no ha logrado llegar a un acuerdo en cuanto al diagnóstico: los primeros pronostícan dos años de vida al jefe de Estado, mientras los segundos aseguran que le queda menos de un año.

CLIQUE AQUI para ler a informação completa.

CLIQUE na foto acima, para ver melhor Lula e Chavez, irmãos na bonança  e também na desgraça.

PP denuncia: ‘O governador não cumpre a palavra”

A nota do PP do RS, assinada nesta terça-feira pelo seu presidente, é a mais dura manifestação que qualquer Partido de oposição usou até agora em relação ao governo Tarso Genro, do PT. É assim que se faz oposição ao PT no Estado. A nota trata da decisão do governo de não cumprir a lei que criou o piso nacional do magistério.  Ensina o PP ao Piratini:
- Primeiro, Senhor Governador, quem está reajustando o Piso Nacional do Magistério não é o MEC, mas sim a Lei nº 11.738/2008, que é assinada por Vossa Excelência. Não cumprir a palavra é desrespeito com os eleitores, mas não cumprir a Lei é inaceitável, além de um mau exemplo. Aliás, já sabíamos que o atual Governador é peremptório em não cumprir a palavra.

. O ex-deputado Celso Bernardi ousou desvendar os mais íntimos horrores da mistificação tarsista, usando expressões surpreendentes para classificar o desempenho do governador gaúcho no caso:

- Veemente protesto pela forma enganosa como trata a questão.

- O governador é peremptório em não cumprir a palavra.


- A lei atual (piso nacional do magistério) tem o seu DNA.


CLIQUE acima para ler a íntegra da nota.

Oposição muda de estratégia na Assembleia do RS

Inferiorizada na Assembleia do RS (23 dos 55 deputados) a oposição tem usado a estratégia de criar comissões especiais, audiências públicas e frentes parlamentares para abrir espaços políticos.

APROVEITE SEU CHOPE ARTESANAL
Bier Markt, Castro Alves 452, Porto Alegre -  1º lugar de Veja em 2010 e 2011
Tudo harmonizado com petiscos inspirados na gastronomia alemã. Ar condicionado forte, segurança, estacionamento fácil. WWW.biermarkt.com.br

Será dia 15 de março a apresentação do primeiro shopping center de Gravataí

O evento foi marcado para as 19h30min, no Teatro do Sesc.

. O M.Grupo investe R$ 300 milhões no empreendimento.

Entrevista - Quebra recorde da safra mantém preços dos grãos em alta

Antonio Sartori, Brasoja, RS

Você pode atualizar os dados sobre a quebra da safra de grãos do RS?
Nossos números indicam perda irreversível de 11 milhões de toneladas. Isto quer dizer que em vez dos 29 milhões de toneladas do ano passado, teremos apenas 18 milhões de toneladas.

Em dinheiro, o que dá isto?
Um prejuízo, apenas em soja, milho e arroz, que é o que importa, de US$ 4,5 bilhões.

Isto afetará o PIB deste ano?
Gravemente.

Como andam os preços da soja?
Com quebra na Argentina, Brasil e Paraguai? No porto de Rio Grande, hoje, US$ 505 a tonelada para embarque em abril e maio. É um preço historicamente muito alto. 

Gaúcha Pública cria Núcleo Político para ajudar candidatos a ganhar eleições

A Pública Comunicação começou a operar com seu Núcleo Político, especializado em atuação político eleitoral nas áreas de comunicação e marketing. O Núcleo vai atuar na gestão de projetos políticos e eleitorais e em todas as frentes de comunicação dos candidatos a prefeito e vereador.  O trabalho se estenderá desde o diagnóstico inicial e  pesquisas de opinião até o planejamento da imagem e a execução nas áreas de imprensa, publicidade e marketing.

. A Pública Comunicação já vem atuando nessa área desde 1998, tendo participado de  mais de 50 campanhas eleitorais estaduais e municipais.

Participam do Núcleo Político da Pública os seguintes profissionais: André Arnt, Anna Fonseca, Glauco Fonseca, Isara Marques, José Antonio Vieira da Cunha e José Luiz Monteiro Fuscaldo.

Taxa básica cairá para um dígito em março. Economia cresce aquém do seu potencial.

A Reuters distribuiu esta notícia bastante relevante sobre o cenário econômico brasileiro deste momento, que vai reproduzida depois de copidescada (reescrita em parte) pelo editor:
- O Presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, afirmou nesta terça-feira que a economia está crescendo abaixo do seu potencial e que esse cenário permite o afrouxamento da política monetária. Ele disse ainda que o BC manterá o processo de acumulação de reservas internacionais, indicando que continuará atuando no mercado cambial."Nos últimos três trimestres, incluindo este primeiro trimestre de 2012, o Brasil cresce abaixo do potencial", afirmou Tombini ao participar de audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado e a uma semana da reunião do Comitê de Política Monetária (Copom)."Não é por outra razão que o Banco Central vem ajustando sua taxa de juros nesse período, em função do crescimento da economia abaixo do PIB potencial", complementou.Nos próximos dias 6 e 7, o Copom se reúne novamente para decidir sobre o futuro da Selic que, hoje, está em 10,50% ao ano. O BC já deixou claro que busca levar a taxa a um dígito e, assim, o mercado calcula que outro corte de 0,50 ponto percentual deve vir agora, que seria o quinto seguido nessa magnitude.Ao comentar o ritmo de crescimento do país, o presidente do BC projetou que a economia avançará mais em 2012 em comparação a 2011 e que o dinamismo será maior no segundo semestre do que no primeiro semestre. 

Vendas em alta: comércio de Porto Alegre começa o ano com Liquida e Páscoa

Neste domingo termina a promoção Liquida Porto Alegre. A capital gaúcha tem  1,3 milhão de habitantes (o RS possui 11 milhões de habitantes).

. Ao ser criada a promoção há 16 anos, fevereiro era o pior mês do ano, mas agora é um bom mês.

. A expectativa é de que as vendas deste mês cresçam 9% (nominais) sobre o mesmo mês do ano passado.

. O comércio varejista local, sairá do Liquida Porto Alegre diretamente para outro período de vacas gordas, porque o comércio, e não apenas o varejista, iniciou com grandes expectativas as vendas de Páscoa.

. Nesta terça-feira, o Presidente da Agas (supermercados), Antonio Longo, de posse de ampla pesquisa que mandou fazer, aposta em vendas 6% maiores este ano, calculado sobre o ano passado, o melhor da década. Ele avisou que esta não será uma Páscoa na qual as crianças terão a decisão de compra:
- Teremos uma Páscoa de adultos.

. Os supermercados gaúchos pensam comercializar 8,9 milhões de ovos, faturando R$ 84,8 milhões.

- Este período de vendas pascoalinas, também é de muito emprego temporário. A Associação Brasileira de Empresas de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário, prevê a geração de 43 mil vagas temporárias, 5 mil das quais no RS. A indústria será a maior empregadora. O RS consome 12% dos chocolates vendidos no Brasil, embora sua participação no PIB seja de apenas 7%. 

Assembleia nega quorum para projeto que aparelha Brigada Militar ao PT.

- 200 oficiais fizeram pressão direta na Assembleia. Apesar da defesa feita pelo Comandante Geral da BM, o projeto foi rechaçado pela própria assessoria  do Estado Maior da Brigada Militar em documento SPI que foi entregue aos deputados na manhã desta terça-feira. Ou seja, o comandante foi desautorizado pelo seu próprio Estado Maior.

Apesar da insistência em votar o projeto 448/2011 que tenta aparelhar a Brigada Militar, o Governador Tarso Genro foi obrigado a admitir que sua base aliada recuasse, porque Deputados do PMDB, PSDB, PPS e DEM receberam o reforço de colegas do PTB, PDT, PSB e do próprio PT para não votar nada nesta terça-feira.

. Foi uma derrota para o governo, que não quis negociar.

. As 15h10m, o Presidente Alexandre Postal anunciou que o projeto não poderia ser votado porque não havia quorum. No plenário estavam apenas 25 dos 55 Deputados, três a menos do que o necessário. A oposição (23 deputados) retirou-se em bloco, mas a base aliada (32 Deputados) não quis insistir.

. Houve uma articulação entre a oposição e Deputados da base aliada.

. Agora o projeto será votado na semana que vem. Até lá, a oposição tentarão mexer no projeto para suprimir os artigos que darão prevalência a critérios subjetivos na promoção de oficiais da Brigada Militar.

Brum lista oficiais que que se beneficiarão com o aparelhamento da Brigada

Os Deputados Edson Brum (PMDB) e Jorge Pozzobom (PSDB) fustigaram pesadamente o governo estadual do PT, no caso da tentativa de aparelhamento da Brigada. Nos bastidores, foi decisiva a posição do Deputado Gilberto Capoani na coordenação da Frente Parlamentar da Segurança Pública.

. Edson Brum chegou a listar os nomes de três oficiais ligados ao PT, que passarão  por cima de colegas mais antigos e de maior pontuação de mérito, caso seja aprovado o projeto: major PM Felipetto, o major PM Pinto e o tenente-coronel PM Fábio.

APROVEITE SEU CHOPE ARTESANAL
Bier Markt, Castro Alves 452, Porto Alegre -  1º lugar de Veja em 2010 e 2011
Tudo harmonizado com petiscos inspirados na gastronomia alemã. Ar condicionado forte, segurança, estacionamento fácil. WWW.biermarkt.com.br

PMDB convoca Cesar Busatto para a disputa na Câmara de Vereadores

O PMDB de Porto Alegre tomou uma decisão inédita nesta segunda-feira. É que o Partido resolveu convocar o Secretário Municipal de Governança, Cesar Busatto, para que dispute uma vaga na Câmara de Vereadores.

. Até o ex-Prefeito José Fogaça resolveu assinar a convocação.

Ninguém explica por que razão a Andrade Gutierrez não foi direto ao BNDES

É muito estranho que a Andrade Gutierrez, que fatura R$ 18 bilhões por ano, não tenha ido direto ao BNDES, como fizeram os outros.

. Tomando pelo agente, o Banrisul, vai pagar mais 2% pela intermediação.

A lei do piso do magistério, que Tarso Genro repele, foi assinada pelo próprio Tarso em 2008

A lei federal que criou o piso nacional do magistério, que o governador Tarso Genro diz agora que não vai cumprir, a lei 11.738, foi assinada pelo próprio Tarso Genro no dia 16 de julho de 2008.

. É só ler no link os nomes das autoridades listadas, encabeçada por Lula.

. O então ministro de Lula e do PT, o segundo signatário, queria e conseguiu emparedar governadores como Yeda Crusius, do RS, intrigando-a e incompatibilizando-a com os professores e a opinião pública gaúcha, porque sabia que ela repeliria o presente de urso por total impossibilidade de pagar o novo piso nacional. Esta reação favoreceu-o mas urnas, porque Tarso Genro e o PT soltaram os cães de guerra contra os tucanos. Sua reação de agora, igual a de Yeda na época, demonstra que houve estelionato eleitoral em 2010 no RS. 

CLIQUE AQUI para ler a lei federal e examinar a lista de signatários. Na ilustração, os cães de guerra atacaram o governo do PSDB do RS porque foram soltos e açulados por Tarso e pelo PT.

Estas são as condições degradantes do trabalho nas fábricas de calçados da India. A Vulcabrás acaba de ir para lá.

As informações veiculadas na semana passada no site WWW.polibiobraga.com.br sobre as condições de trabalho nas indústrias de calçados da India jamais saíram a público antes. O editor não quis divulgar o nome da empresa que produziu o dossiê, porque queria preservá-la.

. Alguns clientes, fornecedores e amigos da Shutz, que foi quem produziu o trabalho para uso interno, claro que conheciam o relatório há mais tempo. Tudo acabou sendo publicado no site, porque a circulação do material tornou-se recorrente entre diretores, gerentes e chefias do setor calçadista brasileiro.

. As votos do link são de lojas de Bombaim. Elas apresentam um contraste tremendo com as fotos dos interiores das fábricas de calçados. Nestas, o regime de trabalho é pouco melhor do que o regime de escravidão. Nas bancadas improvisadas, trabalhadores acotovelam-se uns sobre os outros para produzir. 

. O que ocorre é que o editor checou todas as fotos e informações, constatando que o cenário não mudou nada.

- É para esse País de enormes contrastes e sem legislação trabalhista moderna que se dirigem muitos industriais brasileiros do calçado, em busca de mão-de-obra abundante, baratíssima, e também de benefícios fiscais e financeiros inéditos. Em função destas vantagens, o custo de produção de calçados na India chega a ser 60% menores do que no Brasil.

CLIQUE AQUI para examinar  a nota original, o relatório e  as foto (arquivo do MS- Powerpoint).

Luciana Genro concluiu reciclagem no Detran

A nota a seguir é da editoria política do principal jornal gaúcho, Zero Hora:

- A ex-deputada Luciana Genro concluiu o curso de reciclagem para recuperar o direito de dirigir, que havia perdido por excesso de pontos na carteira.

. E?

. A nota só tem importância porque La Genro é a queridinha da editoria de política de Zero Hora.

Yeda retoma contatos políticos no interior do RS

A ex-governadora Yeda Crusius retomou por Camaquã as suas viagens políticas ao interior.

. A líder tucana está interessadíssima nas eleições municipais.

. Em Camaquã, embora não seja do seu Partido, é forte a campanha pela candidatura do seu ex-secretário da Agricultura, o ex-prefeito João Carlos Machado, do PP, com quem ela se encontrou nesta terça-feira.

- Durante seus quatro anos de governo, Yeda, tendo Machado na Agricultura, conseguiu quatro inéditas supersafras de grãos.

 . Confira, em milhões de toneladas, nos últimos dez anos:
- Governo Yeda (2007 a 2010) – 23/ 22,2/ 22,1 e 25.
- Governo Rigotto (2003 a 2006) – 20,7/ 17,7/ 12,8/ 20,4.
- Governo Olívio (2001 e 2002) – 19,5 e 14,6.

A nota da Andrade Gutierrez foi um aviso aos pescadores de águas turvas

A nota de segunda-feira da Andrade Gutierrez foi uma espécie de “não vem que não tem”.

. A empreiteira mineira está acostumada a reagir bem diante do mercado que cria dificuldades para vender facilidades.

- A construção da Arena do Internacional custará R$ 250 milhões. O financiamento pedido ao Banrisul é de R$ 200 milhões, mas o banco não entrará sozinho no negócio.


APROVEITE SEU CHOPE ARTESANAL
Bier Markt, Castro Alves 452, Porto Alegre -  1º lugar de Veja em 2010 e 2011
Tudo harmonizado com petiscos inspirados na gastronomia alemã. Ar condicionado forte, segurança, estacionamento fácil. WWW.biermarkt.com.br

71% dos leitores são contra o aborto

Grosseiramente pode-se dizer que 71% dos leitores do site WWW.polibiobraga.com.br são contra o aborto.

Eis como foi o resultado da enquete publicada pelo site:
Você é a favor ou contra o aborto?
Sou a favor - 79 votos (28%)
Sou contra - 90 votos (32%)


Somente nos casos previstos em lei.  112 (39%)
Votos até o momento: 281

Cesar Maia e Garotinho firmam acordo inédito para disputar prefeitura do Rio

* Clipping de Juliana Castro, O Globo

O Deputado federal Anthony Garotinho, ex-governador, e o ex-prefeito Cesar Maia (foto acima) formalizaram na tarde desta segunda-feira a aliança entre DEM e PR para as eleições municipais no estado.

Os ex-adversários, que já trocaram críticas ferrenhas no passado, trocaram afagos e concentraram a mira no PMDB do prefeito Eduardo Paes.Esta foi a primeira vez que os dois aparecem juntos em um evento público depois que a coligação foi costurada.

O evento, realizado em um centro de convenções no centro do Rio, contou com a presença do pré-candidato à Prefeitura do Rio pelo DEM, deputado federal Rodrigo Maia, e da deputada estadual Clarissa Garotinho, provável vice, que ainda resiste em confirmar sua presença na composição da chapa.

- A eleição municipal é muito maior que as divergências que ocorreram no passado - afirmou Garotinho em entrevista, antes da reunião pública. - se não tivéssemos superado (as trocas de farpas), não estaríamos aqui.

- Não há nenhuma dificuldade de superar visões que não são exatamente iguais - disse Cesar Maia, que já chegou a afirmar, em 2006, que o apoio de Garotinho era "um beijo da morte". 

Veja, aqui, a estarrecedora entrevista de Bruno Daniel, desta segunda, na TV Cultura. Tudo sobre o dedo do PT no assassinato de Celso Daniel.

Se você ainda tinha dúvidas sobre o papel que o PT e sua cúpula nacional, incluídos Zé Dirceu e Gilberto Carvalho, jogaram no caso do assassinato do ex-prefeito Celso Daniel, vale a pena ver esta entrevista que concedeu à Roda Viva, segunda a noite, o professor Bruno Daniel.

. Bruno é irmão de Celso. Ele exilou-se durante o governo Lula, porque foi ameaçado de morte. Acabou voltando apenas agora, no governo Dilma Rousseff, porque recebeu garantias de que não seria assassinado. Sua ex-cunhada, ex-mulher de Celso Daniel, pasmem, é a atual ministra do Planejamento, Miriam Belchior.

. A entrevista, estarrecedora, será reprisada nesta quinta, meia noite e meia.

CLIQUE AQUI para ver.

Entidades empresariais repelem reajuste de 14,75% no valor do piso salarial. E avisam: "O RS perde competitividade a olhos vistos".

Farsul, Federasul, Fecomércio, FCDL e Fiergs bem que poderiam dizer na nota paga que publicaram hoje em todos os jornais:
- O governo estadual do PT que mandou para a Assembleia um projeto elevando em 14,75% o piso salarial regional, é o mesmo que se nega a pagar o piso nacional dos professores, violando a lei.

. Apesar da omissão, a nota das entidades é um duro recado ao Governador Tarso Genro, porque apelou diretamente aos Deputados para que rejeitem a proposta. A nota explicou que apenas cinco Estados mantém a prática do piso regional.

- Por trás da inquietação das entidades está a preocupação com a perda de competitividade gaúcha. Uma das razões é o custo maior da mão-de-obra em relação a Estados de porte idêntico, mas a outra razão também está na nota: "O RS está em 27ª  posição no comparativo nacional em investimento público no País. Ou seja, estamos em último lugar". 

MEC diz que novo piso do magistério é de R$ 1.422. Como Yeda, Tarso diz que não vai pagar.

O governo federal, que é do PT, criou uma dor de cabeça enorme para o governo gaúcho, que é do PT, porque confirmou nesta segunda-feira duas decisões sobre o piso nacional do magistério:
- O novo piso será de R$ 1.451,00, valor que o governo Tarso Genro não quer pagar nem mesmo no último ano do seu governo, 2014.
- O índice de reajuste, 22,2% é o do Fundeb, portanto bem diferente do indicador desejado por Tarso, o INPC.


. Durante a campanha eleitoral e no decorrer de todo o governo Yeda Crusius, o PT do RS e o Cpers bateram o tempo todo nos tucanos porque avisaram que as finanças públicas gaúchas não suportariam o pagamento do piso nacional, o que se deve não propriamente por causa do valor dele, mas ao efeito cascata decorrente do piso, já que todos os salários e vantagens do quadro de pessoal balizam-se pelo valor precedente.

. O PT e o Cpers passaram os quatro anos do governo Yeda, acusando-a de "maldade" contra os professores, porque não pagava o piso porque não queria. Ao prometer pagar o piso nacional, o PT e Tarso conseguiram apoio maciço dos professores.

- O piso do magistério é também um problemão para os municípios. A Confederação nacional de Municípios divulgou estudo que demohnstra que para honrar o novo valor do piso, os municípios brasileiros terão que gastar mais R$ 1,6 bilhão por ano. O valor não leva em conta o cumprimento da lei do limite máximo de 2/3 da jornada para efetivo trabalho com os estudantes, porque neste caso seriam necessárias novas contratações e o custo dos prefeitos subiria mais r$ 3,8 bilhões. Os prefeitos querem complementação da União. 

Até os Partidos da base aliada de Tarso não querem saber de aparelhamento da Brigada

Caso o Governador Tarso Genro insista em colocar em votação o seu projeto-de-lei 448/2011 que altera os critérios de promoção de oficiais na Brigada Militar, poderá recolher a primeira grande derrota do seu governo.

. A oposição tem 23 votos e a base governista conta com a maioria, 32 votos. Com apenas mais 5 votos, portanto com os votos do PDT ou do PDT apenas, o projeto será rejeitado.

. A base aliada está totalmente dividida, porque compreendeu que o projeto estabelece critérios subjetivos prevalentes na promoção de oficiais, ignorando mérito e antiguidade, subvertendo assim os princípios da hierarquia e da disciplina na polícia militar. A tentativa de setores do governo é aparelhar a Brigada.  PDT, PSB e PTB avisaram que querem a retirada do projeto ou da urgência. Os deputados que falaram: Diógenes Bassegio, PDT; Heitor Schuch, PSB; Aloísio Clasmann, PTB. O próprio líder do PT, Daniel Bordignon, opõe restrições ao projeto. Eis o que ele afirmou hoje:
- Temos que ser contra qualquer subjetividade que leve a divagações políticas dentro da Brigada. Não podemos ter uma Brigada do governo. Ela é do Estado.

. Esta manhã, 10h, haverá audiência pública sobre o assunto na reunião da Frente Parlamentar da Segurança Pública, coordenada pelo Deputado Gilberto Capoani. O governo tenta reter os oficiais na caserna, realizando eventos extras imprevistos. À tarde, o plenário votará o projeto.