Prisão de segurança máxima, sim, já, para Zé Dirceu e os bandoleiros do PT.

O mais espantoso neste caso das mordomias e privilégios desfrutados pelos bandidos petistas do Mensalão – Delúbio, Zé Dirceu, João Paulo e Zé Genoíno – não é a revelação detalhada do que acontece com cada um, mas as tentativas desesperadas que ocorrem publicamente para atacar quem as revela.

. No caso da foto de capa da revista Veja desta semana, o governador de Brasília, Agnelo Queiroz, do mesmo PT de Zé Dirceu, mostrou indignação contra o fotógrafo amador que flagrou o mensaleiro na biblioteca da Papuda, mas não disse uma só palavra contra as mordomias e privilégios do seu hóspede, que até podólogo tem a disposição, sem contar o cardápio próprio com que é agraciado.

. A revista também informou que o bandoleiro Zé Genoíno chegou a cortar medicamentos para ficar mais doente e forçar prisão domiciliar.

. Esta semana, o Ministério Público Federal, em função das denúncias, pediu ao juiz da Vara de Execuções Penais que enfie todos eles em presídios de segurança máxima.

. É o que a sociedade espera, porque o hospedeiro dos bandidos do PT, o governador Agnelo Queiroz, também do PT, só vai continuar dando moleza para seus companheiros.

CLIQUE a seguir para examinar o comentário do editor, intitulado Prisão de segurança máxima, sim, já, para Zé Dirceu e os bandoleiros do PT.

Dólar sobe a R$ 2,34 após Fed cortar estímulos à economia em US$ 10 bilhões

O dólar inverteu a tendência registrada nos últimos dias e passou a subir frente ao real, após o anúncio de que o banco central americano cortou em mais US$ 10 bilhões o programa de estímulos à economia (de US$ 65 bilhões para US$ 55 bilhões mensais). Às 15h52, a divisa americana se valorizava 0,21%, cotada a R$ 2,345 na compra e R$ 2,347 na venda (valorização de 0,21%), a máxima cotação do dia.

. A alta é até surpreendente, porque o mercado já esperava os cortes. 

. Além de mais um corte de US$ 10 bilhões, o mercado já esperava que o Fed também mantivesse os juros entre zero e 0,25% ao ano.

Tarso, otimista, acha que merece nota 7

O governador Tarso Genro falou nesta quarta-feira ao meio dia no Tá na Mesa, Federasul, Porto Alegre. Provocado, ele deu nota 7 para seu governo. O distinto público que fez silêncio obsequioso quando ouviu sua avaliação, concedeu-lhe nota inferior a 5, o que equivale reprovação garantida. 

Governo finalmente admite que acendeu sinal amarelo na área de energia

O secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia, Márcio Zimmermann,citou nesta quarta-feira, o relatório da última reunião do Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE), realizada na semana passada, que alterou de "baixíssima" para "baixa" a probabilidade de risco de para o abastecimento de energia, e admitiu que a mudança no termo ocorreu devido a um mês de fevereiro ruim em chuvas.

— Mas a não ser que ocorra uma seca pior do que se planejou, o sistema será atendido adequadamente — ressaltou.

. Márcio  Zimmermann, disse que o governo acendeu o"sinal amarelo" a respeito do nível dos reservatórios.

. O secretário executivo tentou minimizar as avaliações de que a grande necessidade atual de despacho de usinas térmicas no país seja uma crise. Em apresentação na Câmara dos Deputados, ele disse que o uso dessa eletricidade mais cara no Brasil ainda está muito abaixo do verificado em outros países.

A geração térmica muitas vezes é colocada como problema de crise, mas 68% da energia do mundo é térmica. No Brasil, quando se estão gerando muitas térmicas isso é só 20% da nossa energia — afirmou, em audiência pública na Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio.

. Ele informou que, dos quase 16 mil megawatts (MW) médios de térmicas disponíveis no país, cerca de 10 mil MW são usinas a gás natural. O secretário voltou a dizer que o Brasil está hoje em equilíbrio estrutural, dentro do planejamento cujo critério de risco tolera um déficit de 5%. Ou seja, segundo ele, não há risco de racionamento.

Mas hoje temos sobra de 6 mil MW médios, e muitos projetos de usinas à frente — completou.

Ainda assim, Zimmermann relatou que em janeiro e fevereiro a pior seca do Nordeste coincidiu com secas de Sudeste e Sul. De acordo com ele, ainda que em março as chuvas não estejam sendo fortes, as primeiras precipitações já começaram a ajudar o Sudeste, onde estão os principais reservatórios do país.

Novo ministro da Agricultura é gaúcho de Selbach

Embora tendo por base o Mato Grosso, Lucas do Rio Verde, onde produz milho e soja, o novo ministro da Agricultura, Neri Geller, é gaúcho de Selbach, RS. 

Governo terá 5 e oposição terá 3 representantes na Comissão Externa da Câmara que investigará malfeitorias na Petrobrás

A comissão externa da Câmara dos Deputados que vai investigar o suposto pagamento de propina a funcionários da Petrobras terá cinco integrantes de partidos da base aliada ao governo e três da oposição, além de um parlamentar indicado pela mesa diretora para mediar as decisões, o deputado federal Maurício Quintella (PR-AL).

. A divisão foi definida nesta terça-feira, 18, pelos líderes partidários em acordo com o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN). O PT terá direito a apenas uma das vagas.

. Pelo governo também terão espaço na comissão o PMDB, com um indicado, e o PP, com outro. Os partidos da base aliada ainda vão discutir quais legendas vão ocupar as outras duas cadeiras da comissão. A oposição deve decidir suas vagas em reunião na quarta, 19.

Aécio quer Comissão Externa da Câmara para investigar compra malcheirosa de refinaria, tudo autorizado por Dilma

O senador tucano Aécio Neves (PSDB-MG), na tarde desta quarta-feira, decidiu colocar a Petrobrás no centro da disputa eleitoral, porque ele decidiu ir à tribuna do Senado para atacar diretamente a presidente Dilma Rousseff pela compra da refinaria de Pasadena, no Texas, por US$ 1,1 bilhão, produzindo prejuízo bilionário para a estatal (leia notas logo abaixo). 

. A boataria sobre o prejuízo e até sobre propinas que teriam rolado no negócio, há muito tempo circula, mas só hoje o caso ganhou consistência diante de revelações espantosas feitas pelo jornal O Estado de S. Paulo. 

. Hoje, em nota publicada pelo jornal Estado de S. Paulo, o Palácio do Planalto argumenta que a compra foi ancorada num parecer falho, apresentado pela diretoria..Como integrante do conselho de administração da companhia, Dilma votou a favor da aquisição

. O editor cobrou explicações de outro membro do Conselho de Administração da Petrobrás, o industrial gaúcho Jorge Gerdau (leia nota abaixo). 

Aécio pedirá que o caso seja investigado por uma comissão externa da Câmara dos Deputados. O senador também pretende apresentar dados sobre a queda das ações da companhia nos últimos anos.

- O PPS, por sua vez, protocolou um pedido para que seja ouvido Nestor Ceveró, ex-diretor da área internacional da companhia

Tuma Júnior autografará "Assassinato de Reputações" as 19h, Livraria Cultura, Porto Alegre

Está confirmado para as 19h, Livraria Cultura, Porto Alegre, a sessão de autógrafos do livro “Assassinato de Reputações”, de Romeu Tuma Júnior. Ele desembarcou no Estado agora há pouco.

. A Livraria Cultura localiza-se no Bourbon Country.

. Ontem a noite, Tuma Júnior lançou seu livro em Curitiba. Segundo registro que ele fez no seu próprio Facebook, estiveram presentes 400 pessoas. 

Oficiais de justiça não conseguem encontrar Manuela D'Ávila

Os credores que tomaram calote do PCdoB e da deputada Manuela D'Ávila nas eleições de 2010 em Porto Alegre, não conseguem convencer os oficiais de justiça a empreenderem sortidas heterodoxas para localizá-los e citá-los nas ações de cobrança.

. As ações de execução prosseguem ativas, mas dormem nos escaninhos das Varas Cíveis de Porto Alegre, enquanto profissionais das áreas de jornalismo, rádio e TV prosseguem sem receber os valores contratados. 

Saiba quem serão os novos secretários do governo Tarso Genro

Será esta quinta-feira a posse dos secretários estaduais gaúchos que substituirão colegas seus que disputarão as eleições de outubro:

Turismo: Abgail Pereira deixa o cargo para o seu adjunto, Márcio Cabral
Obras: Luiz Carlos Busato deixa o cargo para o engenheiro Eduardo Medeiros, que atuava na Companhia Riograndense de Mineração
Justiça e Direitos Humanos: Fabiano Pereira deixa o cargo para Juçara Dutra Vieira, que estava na Coordenação da Assessoria Superior
Assessoria Superior: Mari Perusso, atual chefe da Casa Civil adjunta, assume a coordenação
Trabalho: Luis Augusto Lara deixa o cargo para o adjunto Edson Borba
Economia Solidária: Maurício Dziedricki deixa o cargo para Carlos Rohr, ex-prefeito de Nova Candelária
Desenvolvimento Rural: Ivar Pavan deixa o cargo para o seu chefe de gabinete, Élton Scapini

Agricultura: Luiz Fernando Mainardi deixa o cargo para o seu adjunto, Cláudio Fioreze

Monique Oltramari é a nova gerente geral da área de shoppings do grupo Isdra

Monique Oltramari é a nova gerente Geral da área de shopping centers do grupo Isdra, que inclui o Rua da Praia Shopping, Porto Alegre. O CEO prossegue sendo o executivo Eduardo Isdra Zacchia.

Video do editor - O PT perdeu a guerra cibernética e não adianta espernear

O comentário postado ontem a tarde pelo editor a respeito da recorrente vitória dos democratas brasileiros na guerra cibernética que confrontam com ativistas petistas e seus aliados, registrou até este momento (14h41min) 4.250 visualizações únicas, um recorde para os vídeos que são gravados diariamente para o site www.polibiobraga.com.br, que não costumam contar com mais de 300 a 400 clicagens por dia.

. A reação dos leitores também é muito forte neste caso, já que o ponto central do comentário é uma análise demorada sobre o caráter de rede que adquiriu o combate diário aos desvios ideológicos que ocorrem no Brasil e o risco que isto significa para o estado democrático de direito e a economia de mercado.

CLIQUE AQUI para examinar o vídeo.

Ministério Público quer prisão de segurança máxima, já, para Zé Dirceu e Delúbio

O governador do PT, Brasília, quer investigar quem bateu para Veja a foto ao lado, mas não apura as regalias do bandido do Mensalão, que passa os dias na biblioteca da Papuda e tem até podólogo. 


O PT e o governo Dilma Roussef festejaram a revisão do julgamento relativo ao quesito “formação de quadrilha”, que acabou beneficiando os principais líderes petistas do Mensalão, embora não tenha livrado nenhum deles do cumprimento das penas impostas nas demais condenações, todas decorrentes de crimes comuns.

. Foi uma vitória de Pirro, escreve hoje o ex-prefeito do Rio, Cesar Maia, no seu blog.

. É ele quem explica

- O regime semiaberto a que estão submetidos bandidos como Zé Dirceu e Delúbio, nomes mais emblemáticos, enseja um acompanhamento rigoroso e detalhado da imprensa: O que fazem? É para valer? Quanto ganham? Onde estão? Em que horários?

. E não só por parte da imprensa, mas também do Ministério Público e do juiz da Vara de Execuções Penais.

. Nos últimos dias, a imprensa reverberou com força a fiscalização feita em cima dos privilégios claríssimos com que contam elementos perigosos como Zé Dirceu, Delúbio e Zé Genoíno, todos ex-dirigentes do PT.

. O mais surpreendente é que petistas de carteirinha, alguns jornalistas coroados (Jânio Freitas é um deles) e até governantes (o governador de Brasília, Agenlo Queiroz), além de advogados, demonstrem verdadeiro escândalo diante da exibição dos privilégios com que contam Zé Dirceu e Delúbio Soares, mas não se escandalizam com os privilégios.

. A violação da Lei de Execuções Penais é tão flagrante que o Ministério Público Federal já pediu por duas vezes à Justiça que esses maus elementos do PT sejam enfiados numa cadeia federal de segurança máxima, já que no presídio da Papuda, administrado pelo governo estadual do PT, não existem mais condições para que os apenados cumpram suas penas de acordo com o que manda a lei. 

CLIQUE AQUI para saber como Delúbio tomou, esta semana, advertências sobre mordominas que tem na prisão. O juiz da Vara de Execuções Penais já executa punição por violação á lei, proibindo-o de continuar trabalhando na aparelhada CUT de Brasília. 

Raul Padilla é o novo CEO da Bunge no Brasil

A Bunge Limited, empresa global de alimentos e agronegócio, anuncia hoje a seguinte nomeação, que será efetivada a partir de 1º de maio:

- Raul Padilla, atualmente Diretor Global de Agronegócio e CEO da Bunge Product Lines, será o CEO da Bunge Brasil, em São Paulo. 

Jorge Gerdau, conselheiro da Petrobrás, também aprovou negócio malcheiroso da refinaria Pasadena

Até o meio dia desta quarta-feira, o empresário gaúcho Jorge Gerdau Johannpeter ainda não tinha se manifestado sobre as revelações feitas pelo jornal "O Estado de S. Paulo" de hoje, segundo as quais a presidente Dilma Roussef confirmou que na qualidade de presidente do Conselho de Administração da Petrobrás, aprovou a compra total da refinaria Pasadena, Texas, EUA, embora soubesse que as "informações" que recebeu sobre o negócio eram "falhas". Ou seja, Dilma tenta passar a percepção de que "não sabia o que estava fazendo", embora o contrato leonino em favor do outro sócio do negócio deixava claro que a Petrobrás acabaria sofrendo um prejuízo bilionário.

. Acontece que Jorge Gerdau, na qualidade de conselheiro da Petrobrás, também aprovou a malcheirosa recompra, que será agora investigada pela Câmara dos Deputados.

. A Petrobrás comprou 50% da Pasadena por US$ 360 milhões, mas na ocasião comprometeu-se a comprar os outros 50% do seu sócio no negócio, a belga Astra Oil, que fez valer as cláusulas contratuais (Put Option) e faturou US$ 1,2 builhão pela sua metade. Um negócio que nem pai faz para filho. 

. O editor tem a convicção de que o dono do grupo Gerdau demitiria qualquer conselheiro que fizesse negócio tão desastroso.

CLIQUE AQUI para ler a reportagem do Estadão.

Presidente da Coréia do Sul, Park Geun-hye, virá ao RS para a inauguração da fábrica de elevadores da Hyundai

Virão ao Rio Grande do Sul para a inauguração da fábrica de elevadores da Hyundai, São Leopoldo, a presidente da Coreia do Sul, Park Geun-hye, e da presidente global do Grupo Hyundai, Hyun, Jeong-Eun. 

. O complexo fabril terá uma área útil de 19,09 mil metros quadrados, sendo 13,23 mil metros quadrados de área construída no Distrito da Zona Norte, no bairro Arroio da Manteiga. 

. Inicialmente, a Hyundai Elevadores terá a capacidade de produzir 3 mil elevadores por ano. Atualmente, a produção é concentrada em duas fábricas, uma na cidade sul-coreana Icheon e outra na China, que distribuem os elevadores para todos os continentes. Com a nova planta industrial, os produtos fabricados em São Leopoldo – tanto elevadores como escadas rolantes – serão destinados ao abastecimento do Brasil e da América do Sul.

. Os investimentos iniciais ultrapassarão os US$ 30 milhões

Simon diz para Taline Oppitz que não é candidato. PMDB terá que escolher entre Rigotto e Fogaça.

Na sua coluna de hoje, a jornalista Taline Oppitz, Correio do Povo, informa uma declaração e um gesto praticados nesta terça-feira pelo senador Pedro Simon, que reabilitam a boa imagem política que ele sempre teve entre aliados e adversários:
1) Ele pediu desculpas públicas à senadora Ana Amélia, a quem acusou de colaboração com a ditadura militar.
2) O senador também avisou que decididamente não é candidato à reeleição, abrindo caminho para que Rigotto e Fogaça entrem no páreo, conforme é desejo de cada um dos dois e da maior parte do PMDB do RS.

Leia a nota de Taline:
No centro do impasse a respeito da candidatura do PMDB ao Senado, Pedro Simon falou sobre o tema da forma mais clara até agora, em entrevista ao 'Esfera Pública', da Rádio Guaíba. Simon afirmou que não quer concorrer à reeleição e que o partido deve fazer o que avaliar como melhor alternativa na tentativa de manter a cadeira hoje ocupada por ele no Senado. Entre os nomes citados como capazes de sucedê-lo na eleição, estão Paulo Ziulkoski, Germano Rigotto e José Fogaça. Durante a entrevista, mais uma vez, Simon destacou que está à disposição do PMDB, caso seja necessário, para concorrer à reeleição, mas destacou que a definição cabe ao partido e que não partirá dele a negativa em participar da disputa. 'Tenho 84 anos e já dei minha contribuição. Não quero ser candidato, mas não vou assumir a responsabilidade do PMDB. Se fizesse isto, no caso de derrota para o candidato considerado favorito, a culpa pelo fracasso seria do Simon', disse, referindo-se a eventual vitória de Lasier Martins, do PDT. Na prática, o PMDB está à espera de Simon, que, por sua vez, passou a bola definitivamente para os dirigentes do partido.

DEM, PSDB e Solidariedade disputarão juntos as vagas para Câmara e Assembléia no RS

DEM, PSDB e Solidariedade reuniram-se ontem em Brasília e acertaram que disputarão em coligação as cadeiras de deputados estaduais e federais.

. Numa só coligação, somarão votos Yeda Crusius, Onyx Lorenzoni e Nelson Marchezan Júnior. A coligação, atualmente possui apenas dois deputados e ninguém imagina que poderá ampliar o número.

. A decisão não soma apenas votos, mas sobretudo tempo de rádio e TV (5 minutos a cada programação, que são duas no dia).

. O deputado Adilson Troca, PSDB, que continua em Brasília, conversará hoje com Vieira da Cunha, candidato do PDT ao Piratini. Caso Vieira apóie Aécio, o PSDB poderá fechar com ele.

Tarso sofre derrota na Assembléia. Nova Lei garante um só pagamento para quem passa mais de uma vez ao dia nas praças de pedágios.

Ao perder a maioria na Assembléia, resultado da sua falta de habilidade política, Tarso começa a enfrentar derrotas aplastantes. 

O governador Tarso Genro tem 48 horas para se manifestar, mas ele já decidiu não promulgar o projeto de lei 48/2011, aprovado pela Assembléia. A promulgação dependia do exame do veto do governador à emenda de autoria do deputado Carlos Gomes (PRB), que institui a cobrança única para veículos que passarem mais de uma vez no mesmo dia pela mesma praça de pedágio. Caso a decisão dos deputados prevaleça, os pedágios nas estradas estaduais terão agora de volta a modalidade da cobrança em único sentido para veículos que se utilizarem do trecho mais de um vez dentro de 24 horas.
. A lei será promulgada pelo presidente da Assembléia, mas Tarso promete contestá-la via Adin.

. O veto foi derrubado por 29 votos contra 19. Era uma das matérias que trancavam a pauta de votações no Legislativo desde o retorno do recesso parlamentar. Os votos de deputados do PSB e do PDT, partidas que eram da base governista há alguns meses, foram decisivos para o resultado.

- A jornalista Rosane Oliveira, editora de Política de Zero Hora, que possui informações privilegiadas no governo, assumiu como sua a constatação de que sem a cobrança a EGR quebrará. A EGR é um elefante branco criado por Tarso para administrar estradas pedagiadas que estavam sob concessão privada, mas dentro de outro conceito, o dos pólos, englobando alguns trechos federais, que agora foram devolvidos ao Dnit por ordem do Piratini. Sem eles, com tarifas reduzidas e administração caótica e sem dinheiro, a EGR é um monstrengo empresarial sem sentido. A empresa não consegue manter ambulâncias e serviço de guincho, como acontecia antes, e sequer faz manutenção das estradas, não prevendo igualmente qualquer novo investimento. 

Eli Gaspari denuncia que a Política de preços da energia quebra as empresas elétricas e a Petrobrás

O artigo do jornalista Elio Gaspari, "O comissariado destruidor", foi  publicado hoje em jornais como o Correio do Povo, Porto Alegre. Ele denuncia que o truque do preço da energia custou um Bill Gates mais um Jorge Paulo Lemann, e ainda sobram alguns bilhões. Leia:

Quando a doutora Dilma assumiu a Presidência, uma ação da Petrobras valia R$ 29. Hoje ela vale R$ 12,60. Somando-se a perda de valor de mercado da Petrobras à da Eletrobras, chega-se a cerca de US$ 100 bilhões. Isso significa que a gestão da doutora comeu um ervanário equivalente à fortuna do homem mais rico do mundo (Bill Gates, com US$ 76 bilhões), mais a do homem mais rico do Brasil (Jorge Paulo Lemann, com US$ 19,7 bilhões). Noutra conta, a perda do valor de mercado das duas empresas de energia equivale à fortuna dos dez maiores bilionários brasileiros.

. Se o governo da doutora Dilma deve ser avaliado pela sua capacidade executiva, o comissariado petista contrapõe ao conceito de "destruição criadora" do capitalismo a novidade da destruição destruidora. No caso do preço dos combustíveis, de quebra, aleijou o mercado de produção de álcool.

CLIQUE AQUI para saber mais. 

Liderado pelo PMDB, blocão obriga governo a recuar no Marco Civil da Internet

CLIQUE AQUI e examine análise do editor, demonstrando que o PT e o governo Dilma Roussef perdem a disputa política nas redes sociais. 



Os partidos organizados no "blocão", liderados pelo PMDB,  pressionam o governo a flexibilizar trechos do texto. A intenção é retirar a exigência de as empresas armazenarem os dados no Brasil e acabar com a neutralidade da rede.

CLIQUE AQUI para saber o que está em votação.

Dilma apoiou compra de refinaria bichada de Pasadena, EUA, em 2006; agora culpa 'documentos falhos'

Nas redes sociais, há mais tempo Dilma, Gabrielli e Foster são acusados pelo mau negócio, que agora poderá ser investigado. 



Andreza Matais e Fábio Fabrini, "O Estado de S. Paulo", informam nesta quarta-feira que documentos até agora inéditos revelam que a presidente Dilma Rousseff votou em 2006 favoravelmente à compra de 50% da polêmica refinaria de Pasadena, no Texas (EUA). A Câmara dos Deputados, Ministério Público Federal e Polícia Federal decidiram investigar o caso, depois de insistentes reportagens e após a briga entre o PMDB e o governo. A petista era ministra da Casa Civil e comandava o Conselho de Administração da Petrobrás. Leia tudo:

Ontem, ao justificar a decisão ao Estado, ela disse que só apoiou a medida porque recebeu "informações incompletas" de um parecer "técnica e juridicamente falho". Foi sua primeira manifestação pública sobre o tema.

. O conselho da Petrobrás autorizou, com apoio de Dilma, a compra de 50% da refinaria por US$ 360 milhões. Posteriormente, por causa de cláusulas do contrato, a estatal foi obrigada a ficar com 100% da unidade, antes compartilhada com uma empresa belga. Acabou desembolsando US$ 1,18 bilhão - cerca R$ 2,76 bilhões.

. A presidente diz que o material que embasou sua decisão em 2006 não trazia justamente a cláusula que obrigaria a Petrobrás a ficar com toda a refinaria. Trata-se da cláusula Put Option, que manda uma das partes da sociedade a comprar a outra em caso de desacordo entre os sócios. A Petrobrás se desentendeu sobre investimentos com a belga Astra Oil, sua sócia. Por isso, acabou ficando com toda a refinaria.

. Dilma disse ainda, por meio da nota, que também não teve acesso à cláusula Marlim, que garantia à sócia da Petrobrás um lucro de 6,9% ao ano mesmo que as condições de mercado fossem adversas. Essas cláusulas "seguramente não seriam aprovadas pelo conselho" se fossem conhecidas, informou a nota da Presidência.

. Ainda segundo a nota oficial, após tomar conhecimento das cláusulas, em 2008, o conselho passou a questionar o grupo Astra Oil para apurar prejuízos e responsabilidades. Mas a Petrobrás perdeu o litígio em 2012 e foi obrigada a cumprir o contrato - o caso foi revelado naquele ano pelo Broadcast, serviço em tempo real da Agência Estado.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Ex-ministra da Corte Suprema da Venezuela fala neste momento no auditório do TCE, Porto Alegre

A foto ao lado foi tomada pelo iPhone do editor.



Desde as 9h, a ex-ministra da Suprema Corte da Venezuela, Dra. Branca Rosa Mármol de Leon, fala em Porto Alegre sobre o que acontece neste momento no País de Nicolás Maduro. A conversa foi agendada para o auditório do Tribunal de Contas do Estado. A dra. Branca foi convidada a se aposentar, depois que libertou das masmorras alguns dos líderes políticos mais importantes da oposição, mandados para a cadeia pelo presidente Hugo Chavez, como foram os casos de Henrique Capriles e Leopoldo López.
A seguir, informação desta manhã, da Venezuela, do jornal El Universal:

La violencia en Venezuela por parte del Gobierno y sus grupos paramilitares atenta contra la libre expresión y la libertad de prensa,ante la mirada complaciente de sus cómplices en Unasur.
La dinámica de los gobiernos autoritarios no cambia. Conforme avanza la represión contra los venezolanos que protestan contra la represión, la escasez de productos, el aumento de la criminalidad, el Gobierno aumenta la embestida contra los pocos medios independientes que quedan en el país. Ahora, el presidente de la Asamblea Nacional, Diosdado Cabello, ha lanzado una feroz ofensiva contra Teodoro Petkoff, un columnista externo llamado Carlos Genatios y los socios, dueños, junto con Petkoff, del diario Tal Cual.
Los acusa de difamación agravada porque en una columna Genatios, exministro de Ciencias en uno de los gabinetes de Hugo Chávez, hizo una cita de un comentario que apareció en las redes sociales en el que Cabello respondía a quienes se quejaban del aumento de la criminalidad: “Si no les gusta la inseguridad, váyanse”. Una frase que, posteriormente a su divulgación, Cabello desmintió. Una jueza de Caracas ha admitido la demanda penal que, de ser encontrados culpables, podría condenar a los acusados a cuatro años de prisión y al pago de multas millonarias.
Nunca, en la accidentada historia del periodismo venezolano, se ha hecho responsable a un diario por la opinión de un articulista externo. Yo soy también colaborador externo de Tal Cual y ahora dudo de si debo pedirle a mi editor que publique esta columna. No temo que emprendan una acción legal contra mí, un colaborador externo que reside en el extranjero, pero ¿meteré en más problemas al diario para el cual escribo desde hace siete años? ¿Será mi columna un nuevo pretexto para perseguir a mi amigo Teodoro? ¿Debo intentar ser imparcial ante un conflicto en el que la gente pierde la vida cada día que se manifiesta en las calles porque el Presidente siente que se disminuye su autoridad real y moral? ¿Debo confiar en que se puede tener un diálogo sensato con un Estado que es el principal violador del Estado de derecho?

CLIQUE AQUI para ler tudo.