Acórdão sobre denúncia dos promotores do Natal Luz: “São deduções e elocubrações”

Vale a pena ler o inteiro teor do Acórdão da 4ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do RS, que vai no link a seguir. Ele determinou o trancamento da ação penal contra o cidadão de Gramado, RS, Irineu Sartori, enfiado de maneira inepta e ilegal nas ações dos promotores Antonio Képes e Max Guazelli no caso do Natal Luz.

. Como existe similaridade nos termos da denúncia em relação a cada um dos 34 denunciados pelos promotores e considerando que existe similaridade nos casos das oito pessoas que já foram excluídas da ação (25%), o que depreendem os advogados Amadeu Weinmann e Claudio Candiota Filho é que os processos serão fulminados antes mesmo de serem aceitos.

. Eis o que disse o relator do Acórdão, Aristides Pedroso:
- Nenhuma dessas condutas constitui fato típico criminal. No que toca ao paciente, há deduções, ilações, elocubrações, vertidas de imprecisos trechos de conversas de terceiros obtidos por interceptações telefônicas. 

. Isto vale para todos os 34 denunciados.

CLIQUE AQUI para ler o inteiro teor do Acórdão.

Comissões da Verdade apenas investigam e revelam

Jair Krishke, presidente Movimento Justiça e Direitos Humanos do RS

Foi instalada a Comissão da Verdade.
Os sete membros são respeitáveis e competentes. Eles contarão com 14 auxiliares. 

É pouca gente?
Demais. E o pior é que ninguém mais poderá ser convocado para ajudar.

E o prazo?
Dois anos. Quero ver fazer tudo para investigar as violações entre 1946 e 1988.

A Comissão poderá convocar sob vara, prender, processar?
Nada disto.

E?
Comissões da Verdade investigam e revelam. 

Vem aí o Praça Cavalhada Shopping Center

Além do novo shopping de Alvorada, RS, que anunciará oficialmente nesta quinta-feira, o grupo 5R poderá tocar um shopping Center novo em Porto Alegre.

. Vem aí o Praça Cavalhada Shopping Center.

RECOMENDAÇÃO DO EDITOR
Filé Betrunkel (filé em iscas, flambado em cerveja escura, molho bechamel e Gruyére ralado e gratinado), R$ 35,00. Cerveja Weinhenstephan, R$ 20,00.
Bier Markt, Barão do Santo Angelo, esquina com Marquês do Herval. Também amplo cardápio e 24 torneiras de chope artesanal de várias partes do mundo. CLIQUE AQUI para conhecer o novo Bier Markt Vom Fass. - Vá também no Bier Markt da Castro Alves 452, três vezes seguidas "A Melhor Carta de Cervejas", segundo Veja (2010, 2011 e 2012).

Federações ausentam-se dos debates nacionais e estadual

Fiergs, Federasul, Fecomércio e Farsul estão alarmantemente afastadas dos grandes debates nacionais e estaduais.

Governo apresenta LDO que descreve quebradeira ao final de 2013

A nova LDO (Lei de Diretrizes Orçamentária) para 2013, é o verdadeiro samba do crioulo doido.

. As colunas de receita e despesa estão recheadas de números alarmantemente disparatados. Se ocorrer o que está ali descrito, o Estado quebrará dentro de 18 meses. 

Vanazzi não é candidatura unânime para presidência da Famurs

Não é pacífica a eleição do prefeito de São Leopoldo, Ary Vanazzi, PT, para a presidência da Famurs, dia 30.

O inchaço da máquina pública e o desperdício dos cabos de rede

O inchaço de pessoal promovido pelo atual governo do PT do RS, com ênfase para centenas de novos CCs (Cargos em Comissão, de confiança do Partido), começou a inflar o estacionamento do Centro Administrativo do Estado, o que faz com que motoristas desesperados tentem encontrar lugar onde ele existir, inclusive nas áreas proibidas.

. O caso se repete nos demais órgãos públicos estaduais.

. A própria LDO (Lei de Diretrizes Orçamentária) entregue esta semana na Assembléia, registra o impacto do inchaço da máquina pública estadual, já que ela prevê aumento real de 4,5% na arrecadação do ano que vem, mas avanço de 8,5%, quase o dobro, nos gastos de pessoal.

. As fotos aí do lado são da tarde desta quarta-feira. Elas materializam o conteúdo desta nota. O curioso é que não foram usadas fitas ou cavaletes para bloquear a passagem dos carros, mas cabos de rede de computadores em perfeito estado, inclusive com plugs. Não se trata de inchaço de cabos de rede na área, apesar das proximidades da sede central da Procergs.

Randon confirma novos investimentos de R$ 2,5 bilhões

A Randon confirmou nesta quarta-feira a informação passada pela jornalista Maria Isabel Hammes, de Zero Hora, segundo a qual será nesta quinta o anúncio de investimentos de R$ 2,5 bilhões por parte do grupo de Caxias do Sul.

. O valor é seis vezes maior do que o projetado em janeiro.

. O plano é qüinqüenal. Em cinco anos, o grupo quer dobrar seu faturamento atual de R$ 6,4 bilhões. Os investimentos sairão nas nove empresas do grupo.

. Até mesmo o fundador, Raul Anselmo Randon, virá ao Palácio Piratini para o anúncio. O governo ofereceu polpudas renúncias fiscais para garantir o investimento.

Piratini também decide o destino dos R$ 100 milhões anuais da verba do Marketing do Banrisul

Nem de longe as verbas de publicidade manejadas pelo Palácio Piratini resumem-se aos R$ 18,2 milhões gastos pela administração direta nos quatro primeiros meses do ano, valor administrado pela Escala (61,99%), Martins (10,16%), Centro (7,76%) e Matriz (20,09%), agências que o governador Tarso Genro herdou do governo Yeda Crusius.

. É que o valor não inclui os R$ 100 milhões que este ano estão na rubrica do Banrisul, cuja fatia maior coube  até agora justamente à Escala.

- A Escala fez a campanha eleitoral do governador Tarso Genro.

CLIQUE no vídeo ao lado para ver e ouvir o comentário do editor na Twitcam, que analisa e explica melhor o caso.

Marca “Banrisul” já vale R$ 383 milhões

A revista Dinheiro desta semana avaliou em R$ 383 milhões a marca Banrisul. Um avanço de 11% sobre a cotação de 2011.

. É uma das 50 marcas mais valiosas do Brasil.

Tarso Genro, como o Rei Sol, atropela de novo sem o Legislativo

Não é só no caso do pagamento do completivo do piso nacional do magistério que o governador Tarso Genro procedeu como o Rei Sol, ignorando a Assembleia.

. Ele fez isto também no caso da indicação do novo conselheiro do TCE, Pedro Poli, nomeado pelo governador sem audiência prévia à Assembleia do RS.

. Nos dois casos, a lei manda submeter as decisões ao crivo dos deputados.

RECOMENDAÇÃO DO EDITOR
Filé Betrunkel (filé em iscas, flambado em cerveja escura, molho bechamel e Gruyére ralado e gratinado), R$ 35,00. Cerveja Weinhenstephan, R$ 20,00.
Bier Markt, Barão do Santo Angelo, esquina com Marquês do Herval. Também amplo cardápio e 24 torneiras de chope artesanal de várias partes do mundo. CLIQUE AQUI para conhecer o novo Bier Markt Vom Fass. - Vá também no Bier Markt da Castro Alves 452, três vezes seguidas "A Melhor Carta de Cervejas", segundo Veja (2010, 2011 e 2012).

Noer presidirá nova entidade estadual do varejo do RS, a AG

Vitor Koch, presidente do Sebrae e também da Federação de CDLs do RS, terá que enfrentar alguém mais do que José Cairolli pela frente.

. É que no dia 17 será apresentada oficialmente a Associação Gaúcha para o Desenvolvimento do Varejo, presidida nada menos do que por um adversário de peso de Koch, o ex-presidente da CDL, Vilson Noer.

. A AGV reúne 107 entidades que representam 124 municípios, 22 mil empresas e 150mil pessoas. Juntas, representam 89,7% das informações sobre crédito do RS.

- Vilson Noer apresentará a entidade no dia 17, 10h, no Hotel Master, Porto Alegre.

Cade pune Bertim, Franco Fabril e Mataboi por manipular preços do boi vivo

Vale a pena ler a nota mandada publicar nos jornais pelo Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica, denunciando uma das empresas  do grupo Bertin:
- Os frigoríficos Bertin, Franco Fabril e Mataboi, acertaram em conjunto uma série de deságios para a compra de gado bovino abaixo de 16 arrobas.

. Ou seja, os três frigoríficos organizaram-se em cartel para manipular os preços do gado bovino no mercado interno.

. A prática desleal de comércio foi proibida.

- Todos tomaram multa equivalente a 5% dos seus faturamentos brutos. 

Derrotado nas urnas por Vitor Koch, Cairolli volta ao Sebrae do RS como membro do Conselho presidido por Vitor Koch

É surpreendente a indicação de José Cairolli, ex-presidente da Federasul, para a posição de representante do Sebrae nacional no Conselho do Sebrae do RS.

. Afinal de contas, nas últimas eleições, o ex-presidente foi derrotado nas urnas pelo atual presidente, Vitor Koch.

Reprovação do Ensino Médio é recorde no RS

Dados divulgados nesta quarta-feira pelo Inep (Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais) apontam que o Rio Grande do Sul é, pelo segundo ano consecutivo, o campeão nacional em reprovação no Ensino Médio, com 20,7% dos alunos repetentes - 22,2% na rede pública e 8,1% na privada.

. No ano passado, o índice foi de 19,9%. É o mais alto percentual do Estado desde o ano de 1999, quando o instituto passou a disponibilizar os números.

. Pelos dados do Censo Escolar, 29,1% das repetências do ano passado ocorreram no 1º ano do Ensino Médio - e também a maior taxa de abandono (13,2%, contra 9,6% no país). No Ensino Fundamental, a reprovação foi de 13,1%, enquanto a média nacional foi de 9,6%. A rede pública lidera as estatísticas: 14,1% contra 8,1% das escolas privadas.

Industriais de Novo Hamburgo querem mudança da política econômica. Entenda as propostas.

Sem que a Grande Muda, a Fiergs, reflita com precisão e coragem as demandas do setor industrial do RS, entidades filiadas a ela procuram cada vez mais suprir a lacuna e bater diretamente na porta da casa do bispo.

. É como o editor interpreta o consistente documento de sete laudas que o presidente da ACI de Novo Hamburgo, Marcelo Clarck Alves, entregou num café da manhã, nesta quarta-feira, em Brasília, ao ministro do Desenvolvimento, Fernando Pimentel.

. Recheado de gráficos e tabelas, o material analisa o Plano Brasil Maior, demonstrando que as medidas previstas ali são de pequeno impacto e  apenas temporárias:
- Equivalem a 0,1% do PIB.

. A ACI de Novo Hamburgo propõe mudanças na política econômica do governo para melhorar as condições de competição da indústria:
- A questão central a ser enfrentada diz respeito à capacidade da nova política econômica de assegurar um caminho de crescimento sustentável dentro de uma estabilidade econômica para os próximos anos.

Dica de livro - "Participação dos Empregados nos Lucros e Resultados da Empresa”

DICA DE LIVRO

Participação dos Empregados nos Lucros e Resultados da Empresa
Marcelo Mascaro Nascimento
Saraiva , 285 páginas, R$ 65

Não vá na conversa do Feirão de Imóveis da Caixa

De acordo com o professor da Escola de Economia da Fundação Getulio Vargas de São Paulo, Samy Dana, as quedas das taxas de crédito foram baixas. “Na prática, a queda foi de 2,1 pontos percentuais (caiu de 10% para 7,9%) para clientes da Caixa que pretendem financiar imóveis com valor inferior a R$ 500 mil e de 1,8 ponto percentual para os que pretendem financiar imóveis com valor superior a R$ 500 mil (caiu de 11% para 9,2%)”.

Além disso, o consumidor precisa calcular outras taxas. “Cadastro, seguro de vida (normalmente oferecido pelo banco ou por alguma seguradora parceira). Atenção ao preço desse seguro, pois este também encarece o financiamento, uma vez que, os bancos se aproveitam da demanda por financiamentos para vender esses seguros por um preço que em alguns casos ultrapassa 10 vezes o valor de mercado dos mesmos, caso fossem vendidos separadamente”, explica Dana.

Segue abaixo um exemplo:
Uma pessoa tem R$ 50 mil para a entrada e pretende financiar um imóvel de R$ 350 mil em 15 anos ou em 30 anos. Confira qual será o valor aproximado das parcelas e quanto o consumidor irá pagar no final dos financiamentos. A parcela será de R$ 2.849,66 para financiamentos de 180 meses (15 anos) com uma taxa de 7.9%, ou seja, no final, a pessoa pagará R$ 512.938,80. A parcela será de R$ 2.180,42 para financiamentos de 360 meses (30 anos) com uma taxa de 7.9%. No final, o consumidor pagará R$ 784.951,20.

. Vale ressaltar que em ambos os casos, a TR foi considerada 0% e não foi incluído nenhum seguro, taxa ou imposto adicional.

RECOMENDAÇÃO DO EDITOR

Filé Betrunkel (filé em iscas, flambado em cerveja escura, molho bechamel e Gruyére ralado e gratinado), R$ 35,00. Cerveja Weinhenstephan, R$ 20,00.
Bier Markt, Barão do Santo Angelo, esquina com Marquês do Herval. Também amplo cardápio e 24 torneiras de chope artesanal de várias partes do mundo. CLIQUE AQUI para conhecer o novo Bier Markt Vom Fass. - Vá também no Bier Markt da Castro Alves 452, três vezes seguidas "A Melhor Carta de Cervejas", segundo Veja (2010, 2011 e 2012).

Travas argentinas voltam a prejudicar gravemente exportações gaúchas de calçados. Brasil começou a retaliar.

Uma nova disputa entre industriais argentinos e brasileiros arruinou no início da semana a rodada de negócios que abriu em São Paulo.

. A Abicalçados aproveitou a reunião para firmar uma forte reclamação contra o governo de Cristina Kirchner, que freia o ingresso de 3,5 milhões de pares de calçados, provocando perdas de US$ 50 milhões. Os calçados estão estocados nas indústrias, sem poder seguir adiante por falta de licença.

. O governo argentino desrespeita totalmente um acordo trienal, pelo qual podem ingressar 15 milhões de pares por ano na Argentina.

. Nem metade do acordo está sendo cumprido.

. O governo brasileiro reage muito timidamente,  mas desde o dia 8 de maio, segundo disse ao editor o deputado Osmar Terra, o Brasil começou a retaliar a Argentina aplicando o licenciamento não automático para entrada de produtos importados por empresas brasileiras do país vizinho. Não passam pela fronteira produtos como maçã, farinha de trigo, uva passa, batata e vinho. A ideia é bloquear produtos perecíveis como forma de fazer os argentinos reverem as ações protecionistas adotadas contra o Brasil – atualmente, estão trancados na aduana colheitadeiras, tratores, calçados, carne suína e de aves.

. Os industriais gaúchos de calçados são os que mais reclamam.

. A política de restrições seguida pelos argentinos está de acordo com a meta de fechar o semestre com superavit comercial de US$ 8 bilhões com o resto do mundo.

. Já há um controle “personalizado das importações”. A ordem é da própria presidente Cristina Kichner, que tem repetido para os empresários locais o seguinte:
- Não é que nós partimos para cima do mundo com nossos produtos, mas é o fato de que o mundo caiu em cima de nós com os seus produtos.

CLIQUE no gráfico do jornal La Nación desta terça-feira, dia 15, que demonstra a brutal queda no ingresso de calçados na Argentina. 

CPI de Gramado convocará administrador judicial para apresentar contas do 26° Natal Luz

A CPI do Natal Luz, instalada pela Câmara de Vereadores de Gramado, RS, quer conhecer as contas do evento encerrado em março. O administrador judicial indicado pelos promotores Antonio Képes e Max Guazelli nega-se a mostrá-las. Ele anunciou a existência de pequeno lucro, bem diferente dos R$ 4,5 milhões projetados em dezembro (a previsão custou a cabeça do contador judicial), mas há controvérsia sobre os números.

. O administrador Judicial, Rubens Oliveira, o Rubinho, negou-se a fazer isto para os vereadores, protocolando as demonstrações apenas na Justiça.

. Acontece que a CPI tem poderes para convocar o dr. Rubinho, que será chamado para explicar com que recursos ele e a Procuradora do Município, viajaram ao Rio para desfrutar o Carnaval.

CLIQUE nas fotos ao lado para ver o dr. Rubinho e a Procuradora em plena pajelança carioca. As fotos foram disponibilizadas no Facebook do próprio Rubinho. O editor fez print screen da página e ficou com a cópia. Seguidores da rede fizeram comentários sobre o que viram.  

PSDB escolherá entre Marchezan Júnior e De Lorenzo no dia 24 de junho

Será no dia 24 de junho, a convenção estadual que escolherá entre Marchezan Júnior e Wambert De Lorenzo o candidato do PSDB a prefeito de Porto Alegre.

Inadimplência do consumidor tem maior alta em 10 anos

O endividamento dos consumidores brasileiros impactou a inadimplência registrada em abril. O indicador registrou a maior alta em dez anos.

Março é tradicionalmente um dos meses mais críticos do ano para os consumidores, com impacto de gastos com material escolar e impostos como IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) e IPVA (Imposto sobre a Propriedades de Veículos Automores).

. O repique da inadimplência em março, um dos meses mais críticos do ano para os consumidores, com impacto de gastos com material escolar e impostos como IPTU e IPVA costuma ser atenuado com uma redução no indicador do mês seguinte. Neste ano, contudo, o nível de inadimplência não cedeu em abril. O avanço foi de 4,8% na comparação mensal, o mais alto desde 2002.

. A alta é ainda maior em relação ao mesmo período de 2011, com avanço de 23,7%. Os resultados de março e abril pressionaram o nível acumulado no quadrimestre. No período, o índice foi 19,6% superior ao ano anterior.

Bovespa opera em alta de 1,66%; dólar é vendido a R$ 1,996

A Bovespa operava em alta nesta quarta-feira. Por volta das 10h55, o Ibovespa (principal índice da Bovespa) subia 1,66%, aos 57.170,74 pontos (siga no UOL Economia gráfico da Bovespa com atualização constante).

. Já a cotação do dólar comercial tinha baixa de 0,28%, a R$ 1,996 na venda. O euro tinha desvalorização de 0,29%, a R$ 2,543.

Militares reagem à declaração de que investigação não tem dois lados

O foco de trabalho da Comissão da Verdade e as declarações dadas ontem ao jornal O Estado de S.Paulo pelo diplomata Paulo Sérgio Pinheiro, um dos sete integrantes do grupo, desencadearam ontem reações no meio militar.

. O general da reserva Marco Antônio Felício da Silva defendeu que “nenhum militar” se apresente para prestar depoimento à Comissão da Verdade, mesmo se convocado. Felício foi o autor do manifesto assinado contra a criação da comissão que foi endossado por 1.568 militares da reserva, sendo 130 generais, além de 1.382 civis.

. Segundo o general Felício, a comissão “buscará de forma unilateral e sem a devida isenção, como prioridade primeira, o que chamam de verdade”.

TSE reduz em R$ 880 mil multa aplicada a Lula

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) decidiu ontem, por 4 votos a 3, reduzir de R$ 900 mil para R$ 20 mil multa aplicada em 2006 ao ex-presidente Lula por propaganda eleitoral antecipada durante o pleito em que ele se reelegeu.

. O tribunal finalizou o julgamento de recurso da defesa de Lula, cuja análise havia começado ainda em 2006, que questionava o alto valor estabelecido. O TSE entendeu que a quantia feria o “princípio da proporcionalidade”. Lula foi condenado pela publicação do jornal “Brasil, Um País de Todos”, editado pela Casa Civil, com 1 milhão de exemplares.


RECOMENDAÇÃO DO EDITOR

Filé Betrunkel (filé em iscas, flambado em cerveja escura, molho bechamel e Gruyére ralado e gratinado), R$ 35,00. Cerveja Weinhenstephan, R$ 20,00.
Bier Markt, Barão do Santo Angelo, esquina com Marquês do Herval. Também amplo cardápio e 24 torneiras de chope artesanal de várias partes do mundo. CLIQUE AQUI para conhecer o novo Bier Markt Vom Fass. - Vá também no Bier Markt da Castro Alves 452, três vezes seguidas "A Melhor Carta de Cervejas", segundo Veja (2010, 2011 e 2012).

Temendo risco no mensalão, PT desiste de ouvir procurador

O PT recuou da investida contra o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, e a CPI do Cachoeira desistiu ontem de convocá-lo. Agora, enviará a ele apenas perguntas por escrito.Gurgel era acusado por integrantes da comissão, incluindo petistas, de ter sido moroso na investigação contra o senador Demóstenes Torres (ex-DEM-GO), suspeito de ser um dos principais braços políticos do empresário Carlinhos Cachoeira.

. Segundo matéria do jornal Folha de S.Paulo, a ala do PT mais ligada ao ex-presidente Lula entendeu, porém, que o acirramento da disputa entre a CPI e Gurgel poderia resultar em danos no julgamento dos 36 réus do mensalão, vários deles do PT e de partidos aliados.

. A previsão é a de que o julgamento ocorra neste ano, e a acusação será comandada justamente por Gurgel, chefe do Ministério Público federal.

Cachoeira é reconvocado para depor na CPI

A CPMI que apura as relações de Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, com o poder político e empresarial aprovou ontem a reconvocação do bicheiro para que preste depoimento na próxima terça-feira. Os parlamentares também decidiram que, para cumprir decisão do ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), que anteontem concedeu habeas corpus impedindo o bicheiro de comparecer, autorizará à defesa do acusado o acesso às investigações.

. Os advogados de Cachoeira terão, porém, que seguir as mesmas normas impostas aos senadores e deputados – não podem tirar cópia do material, terão um tempo limitado e serão vigiados. Com a autorização, o STF não terá mais que julgar o mérito do habeas corpus que os advogados tinham proposto. Celso de Mello garantiu que a comissão poderá mesmo reconvocar Cachoeira.

Dilma enfrenta prefeitos e defende estados produtores de petróleo

Após 35 minutos ouvindo queixas e cobranças sobre mais encargos repassados às prefeituras, a presidente Dilma enfrentou prefeitos ontem na abertura da Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios. Ela recebeu uma vaia porque eles não gostaram de sua resposta sobre a política para a distribuição dos royalties do petróleo no país. Antes, ela foi aplaudida ao prometer ajuda federal na compra de equipamentos para obras em pequenos municípios.

. Do alto de uma popularidade que se aproxima de 80%, Dilma encerrou o discurso com o dedo em riste ao presidente da CNM, Paulo Zulkosky, passando uma descompostura pública nos prefeitos, que querem dividir os recursos já levantados no passado da exploração do petróleo de forma igual entre todos os estados e municípios, independentemente de serem produtores ou não.

Comissão da Verdade começa a atuar hoje

A Comissão da Verdade toma posse nesta quarta-feira no Planalto num grande evento organizado pelo governo. Foram convidados militantes de direitos humanos, familiares de desaparecidos políticos, ex-presos e perseguidos pela ditadura.

. Os sete integrantes da comissão devem realizar a primeira reunião do grupo hoje e irão discutir um plano de trabalho para os dois anos de duração das investigações para esclarecer violações de direitos humanos e apontar responsáveis por esses atos.

. Estarão presentes na solenidade os ex-presidentes da República Sarney (PMDB), Collor (PTB), FHC (PSDB) e Lula (PT).

Eixo do Mal, liderado pelo PT, mira agora a RBS - História da RBS revela como nascem e crescem monopólios da mídia

- O presidente nacional do PT, deputado Rui Falcão, está nesta quarta-feira em Porto Alegre para a reunião do comando nacional do PT, que examinará aqui as estratégias que o Partido usará nas eleições deste ano. O PT faz fiasco com candidatos em Porto Alegre e São Paulo, não tem candidatos em Curitiba, Rio e Belo Horizonte, e portanto poderá ser riscado do mapa eleitoral nas eleições municipais deste ano, nas principais Capitais. Apesar de tudo isto e das trapalhadas feitas até agora, com ênfase para o Mensalão, o presidente do PT lidera a mando de Lula uma campanha contra a mídia, que quer colocar sob controle do Partido. A reportagem a seguir, mira a RBS. A bola da vez é a RBS, como foi antes Veja, e será em seguida a Folha e o Estadão. Além de ser uma grande rede nacional da mídia, a RBS tem se mostrado mais crítica em relação ao governo Tarso Genro no RS.  Trata-se de uma campanha inútil, sórdida, autoritária e anti-democrática, cujo objetivo final não é atacar a RBS ou Veja, mas destruir as liberdades individuais e públicas no Brasil. O material a seguir foi distribuído pela newsletter diária de Luiz Nassif, que replicou material mais antigo do site Carta Maior. No RS, ativistas do PT distribuem o material através das redes sociais, desde esta terça-feira. Leia:

Em quase meio século de existência, o grupo RBS, afiliada da Rede Globo no Rio Grande do Sul, exorbitou em muito os limites da concentração dos meios de comunicação no Brasil, segundo mostram os números da própria empresa. Desejo de expansão não se restringe à mídia, conforme mostra estudo que analisa a participação do grupo no processo de privatização da telefonia no país.Em quase meio século de existência, o grupo RBS, afiliada da Rede Globo no Rio Grande do Sul, exorbitou em muito os limites da concentração dos meios de comunicação no Brasil. A observação foi feita pelo site AcessoCom (www.acessocom.com.br), organização coordenada pelo jornalista Daniel Herz que monitora as atividades de mídia no Brasil. AcessoCom publica boletins diários, pela internet, analisando as principais notícias sobre os meios de comunicação.

. Em seu boletim de 2 de setembro, comenta os números divulgados pela própria RBS no jornal Zero Hora sobre a expansão do grupo que detém o monopólio das comunicações no RS.Segundo matéria de duas páginas publicada em Zero Hora, o grupo RBS chega aos 45 anos de existência reunindo 24 emissoras de rádio (AM e FM), 21 canais de TV, um portal de internet, uma empresa de marketing e um projeto na área rural, tendo participação na NET Serviços de Comunicação, maior operadora de TV a cabo do Brasil, e mantendo uma fundação social "dedicada à construção da cidadania". O boletim do AcessoCom lembra que, de acordo com o artigo 12 do Decreto 236 (28/2 de 1967), uma mesma entidade só poderá ter "concessão ou permissão para executar serviço de radiodifusão, em todo o País" no limite de 4 rádios AM e 6 FM por localidade, 3 AM de alcance regional e cinco emissoras de TV em VHF em todo o País, obedecendo o limite de duas por Estado. Os números publicados por Zero Hora ultrapassam de longe esse limite.

O nascimento de um império regional

O RBS começou a surgir em julho de 1957, quando Maurício Sirotsky Sobrinho comprou a Rádio Gaúcha, em sociedade com Arnaldo Ballvé, Frederico Arnaldo Ballvé e Nestor Rizzo. Em 1962, foi inaugurada a TV Gaúcha. Oito anos depois, em 1970, começou a operar na mídia impressa com o jornal Zero Hora. Segundo a matéria da própria ZH, a expansão da empresa se consolidou em 1970, quando foi criada a sigla RBS, de Rede Brasil Sul, "inspirada nas três letras das gigantes estrangeiras de comunicação CBS, NBC e ABC". A partir das boas relações estabelecidas com os governos da ditadura militar e da ação articulada com a Rede Globo, a RBS foi conseguindo novas concessões e diversificando seus negócios.O grupo participou ativamente do processo de privatização da telefonia no Brasil. Segundo pesquisa realizada por Suzy dos Santos (do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Culturas Contemporâneas da Faculdade de Comunicação da UFBa e Sérgio Capparelli (do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Informação da Fabico/UFRGS), a RBS esteve presente em praticamente todos os momentos do processo de privatização das telecomunicações no país.

CLIQUE AQUI para ler toda a reportagem.

A ilustração é de um dos blogs do Eixo do Mal. A rede ligada ao PIG (Partido da Imprensa Governista) entrou em campo nesta terça-feira para atacar a RBS.