Dois nanicos traem Fortunati na undécima hora e "migram" para Adão Villaverde, candidato dos governos Tarso e dilma

A candidatura de José Fortunati (PDT) para a Prefeitura de Porto Alegre perdeu duas siglas. Em convenções neste final de semana, o PRTB e o PT do B resolveram migrar para a coligação de Adão Villaverde (PT).

. Com isso, 11seg dos quais Fortunati contava para sua propaganda eleitoral (7seg do PT do B e 4seg do PRTB) foram transferidos para o adversário.

Artigo, Adão Paiani - Abordagens, abusos e polícia cidadã

Por Adão Paiani

Chegando a Porto Alegre na noite de sexta-feira (29/06), e me deslocando do aeroporto para casa, tive meu veículo abordado por volta das 20h15, na Avenida Sertório, zona norte da capital gaúcha, por uma blitz da Brigada Militar, onde os policiais, todos portando armamento pesado, procederam a uma habitual revista pessoal e do veículo.

(...)

No episódio que refiro, constatei dois erros graves na abordagem da qual fui alvo: primeiro, o grupo, realizando revista pessoal, não dispunha de uma PM feminina para o caso de necessidade de revista em mulheres.
Questionei o policial que aparentemente estava no comando da operação sobre a irregularidade, ao que ele me respondeu que a presença de uma PM FEM não era obrigatória e, se necessário, sob o poder discricionário dos policiais, o revista feminina poderia ser feita por homens, o que, no mínimo, é uma falta de preparo brutal.

O Código de Processo Penal, que estabelece regramento quanto à busca pessoal, em seu artigo 249, diz taxativamente que a busca em mulher será feita por outra mulher, desde que isso não importe em retardamento ou prejuízo da diligência. Ou seja, a revista de homens em mulheres deverá ser sempre a excepcionalidade, o que coloca a gestão operacional de ações desse tipo no compromisso de estabelecer como regra a presença de policiais femininas.

(...)

O segundo erro que testemunhei é que nenhum dos brigadianos, incluindo aí quem supostamente respondia pela operação, portava qualquer identificação no uniforme, nem o nome e sequer a patente, o que me faz apenas deduzir que o referido fosse um oficial. A prática desrespeitou meu direito de saber a identificação do policial que me abordava, tendo o agente ignorado seu dever de identificar-se.

. Da condução equivocada de uma operação para o abuso de autoridade é um passo. O episódio demonstrou um despreparo e uma arbitrariedade incompatíveis com o procedimento de uma polícia cidadã, termo, aliás, muito usado pelo Ministério da Justiça durante a gestão do então Ministro e hoje Governador e Comandante-em-Chefe da Brigada Militar, Tarso Genro.

Felizmente ocorreu com um ex-Ouvidor de Polícia que tem a experiência e o discernimento necessário para questionar, repudiar e dar o necessário encaminhamento a esse tipo de situação. E os demais cidadãos?


CLIQUE AQUI para ler o artigo completo.

PSDB escolhe Jorge Pozzobom para disputar contra Shirmer a prefeitura de Santa Maria

Por 38 x 15, o deputado Jorge Pozzobom esmagou, sábado a tarde,  seu adversário na disputa interna pela indicação do PSDB para a candidatura do Partido à prefeitura de Santa Maria. O derrotado é o médido psiquiatra Gilmar Seixas. O candidato a vice também é tucano, Alexandre Lima. Pozzobom terá o apoio do PSD, PPS, PHS e PRP.

. Santa Maria tem 196 mil eleitores.

. O prefeito atual é Cesar Shirmer, do PMDB, que disputará a reeleição. A convenção do Partido ocorreu no sábado.

. A pesquisa eleitoral mais recente é do Instituto Methodus, que atrbuiu 39,5% das intenções de voto ao deputado Jorge Pozzobom e 34% a Shirmer. Shirmer registrou 36% de rejeição, contra 16% de Pozzobom.

Lula encontra outro conhecido no Hospital Sirio-Libanês, desta vez o dono da Veja, Roberto Civita, também em tratamento de câncer. A notícia diz que foi tudo amor à primeira visita.

- O jornalista Luiz Nassif postou neste domingo a informação a seguir, que não foi confirmada por mais ninguém, mas repercutiu amplamente nas redes sociais. O texto pegajoso revela enorme má vontade com o dono da Abril e atribui a Lula um tipo de elaboração mental que ele não consegue alcançar, mas vale pela notícia.

No Sirio, em tratamento, Lula soube que seu arquiinimigo, Roberto Civita, também estava internado, câncer na próstata, só que em situação bem mais grave. Assim que foi informado, decidiu visitá-lo, apesar da resistência de dona Marisa.

Desceram ao apartamento de Roberto Civita acompanhado do oncologista de Lula, Roberto Kalil. Civita se emocionou com a visita e pediu desculpas pelos ataques a Lula e ao filho. Lula lhe disse para não se emocionar muito para não atrapalhar o tratamento.

Kalil viu sinais de ironia no alerta de Lula. Quem o conhece, viu a solidariedade para com o próximo.
A visita foi para a pessoa de Roberto Civita. Mas em nada mudou o julgamento de Lula sobre o publisher Roberto Civita.

Presidente da Câmara de Porto Alegre ajuda a resgatar seis filhotes e a cadela preta. Assunto domina a pauta do Legislativo há uma semana.

O presidente da Câmara Municipal de Porto Alegre, Vereador Mauro Zacher, PDT, briu uma brecha na sua congestionada agenda deste domingo e participou do resgate de seis filhotes de cães de rua foram recolhidos pela Secretaria dos Direitos Animais (SEDA).

. O assunto dominou a pauta das discussões dos vereadores e da mídia durante a semana.

. Com os seis filhotes, foi também recolhida a cadela Preta.

Varejo terá que entregar nova nota fiscal gaúcha a partir de agosto

* Clipping Jornal do Comércio, Porto Alegre, segundo reportagem de Rafael Vigna

Programa estadual previsto para agosto pretende aumentar a arrecadação com redução da informalidade
Aprovada na Assembleia Legislativa, em conjunto com as alterações nas alíquotas de contribuição para a previdência estadual, no dia 12 de junho, uma nova lei institui a partir de agosto a Nota Fiscal Gaúcha (NFG). O modelo, pensado para diminuir a informalidade no varejo e aumentar a arrecadação de ICMS no Rio Grande do Sul, depende do apoio de consumidores e proprietários para atingir os objetivos. Para isso, o instrumento conta com a realização de sorteios e premiações de R$ 18 milhões por ano, além da possibilidade de destinação de uma parcela dos tributos arrecadados às instituições assistenciais. Na outra ponta do balcão, uma campanha publicitária estimulará a participação dos comerciantes para criar uma espécie de diferencial competitivo, com a adesão ao programa, e disseminar a proposta entre os clientes.

Entretanto, ao repassar parte da responsabilidade aos contribuintes, que deverão exigir a nota fiscal para, em seguida, realizarem o cadastramento em um ambiente virtual, o programa deixa uma brecha para as comparações com o padrão adotado em São Paulo, em 2007. A diferença é que naquele estado uma fração dos 30% recolhidos junto aos estabelecimentos retorna diretamente para os consumidores, ou em créditos utilizados para descontos em impostos, como o IPVA, e até mesmo em depósitos bancários dos valores em conta corrente. 

O coordenador do Programa Nota Fiscal Paulista, Valdir Saviolli, revela que o governo prepara a atualização dos dados referentes ao ano passado, mas em 2010, apenas este mecanismo, foi responsável por um incremento de aproximadamente R$ 2 bilhões na arrecadação. Além disso, até hoje, foram concedidos R$ 5,1 bilhões em créditos aos contribuintes com 13 milhões de CPFs cadastrados, o equivalente a toda a população da Capital, e mais de 720 mil estabelecimentos participantes.

CLIQUE AQUI para ler toda a reportagem.

Artigo, Alberto Carlos Almeida - Greve remunerada não pode funciona

* Clipping Valor Econômico, sábado.

Você, contribuinte, está pagando os salários de professores universitários, a maioria deles com doutorado, que não estão trabalhando, que não estão dando aula. Desde o dia 17 de maio, várias universidades federais que congregam milhares de professores estão em greve. Na primeira semana de junho, os professores grevistas tiveram seus salários pagos integralmente, apesar de não terem trabalhando praticamente metade do mês anterior. Agora, na primeira semana de julho, eles vão receber o salário integral relativo ao mês (não trabalhado) de junho. Trata-se, provavelmente, da maior greve remunerada de que se tem notícia, em prejuízo, obviamente de todos os pagadores de impostos brasileiros.Não faço ideia de por que o governo não corta o ponto. O fato real é que Lula, o maior líder sindical e o presidente que mais teve sucesso político desde o retorno da democracia no Brasil, nunca conheceu greves remuneradas. Além disso, Lula não tem doutorado. É normal, em qualquer greve, que o patrão corte o ponto dos dias não trabalhados. Os dias descontados entram na pauta de negociação do pós-greve. Lula viveu isso na pele inúmeras vezes. Lula enfrentou dificuldades de fato, enfrentou e as venceu, e por isso teve sucesso. Nossos professores doutores, funcionários públicos e grevistas remunerados, não enfrentam essa dificuldade. Recebem um salário muito maior do que a média da população brasileira, o que os faz pertencer à classe A, e são doutores, o que os qualifica para obter recursos para a universidade que não venham do Tesouro. Mesmo assim, fazem greves remuneradas.

. Há vários pontos importantes sobre a educação superior pública no Brasil:

(1) O gasto na educação é um gerador explícito de desigualdade.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Produção estagnada há três anos leva Petrobrás a criar plano de emergência

* Clipping Estadão, domingo, em reportagem de Sergio Torres e Sabrina Valle

RIO - A produção nacional de petróleo está estagnada há três anos e desde 2003 a Petrobrás fracassa em atingir as suas metas de extração de petróleo e gás. A origem do problema está na queda de eficiência operacional da Bacia de Campos, a principal do País, responsável pela produção de até 85% do petróleo consumido internamente. O nível de eficiência na bacia caiu de 90% para 70% em três anos, de acordo com diagnóstico reservado da própria Petrobrás.

A constatação levou a nova direção da estatal a montar um plano emergencial na tentativa de recuperar os níveis perdidos. Além da queda de eficiência na capacidade de processamento e produção, grandes áreas produtoras da Bacia de Campos, como o Campo de Marlim, passaram a produzir uma quantidade maior de água. É normal, na produção de petróleo, serem extraídos água, óleo e gás. Mas o ideal é uma proporção menor de água. Os técnicos da Petrobrás estão avaliando o que está ocorrendo em Campos.

A produção de petróleo na bacia, que se estende por cerca de 100 mil quilômetros quadrados, do litoral sul do Espírito Santo ao norte do Estado do Rio, estancou em 2009, quando atingiu 1,69 milhão de barris diários, contra 1,54 milhão no ano anterior. Desde então, esse recorde não foi superado.

A derrocada produtiva em Campos pode ser apontada como uma das causas da crise que atinge a Petrobrás.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Bloco de apoio a Fetter Júnior esfacela-se e divide-se em quatro. PMDB apóia PT em Pelotas.

Dividiu-se em quatro, o bloco da situação que apóia o prefeito Fetter Júnior no município de Pelotas, conforme as convenções que foram realizadas neste final de semana:

PMDB - Apoiará o candidato do PT, da oposição, o deputado Fernando Marroni, que já foi prefeito.
PTB-PP - Lançaram o vice-prefeito Fabrício Tavares, PTB, e Claudia Leite, PP. O PDT, na oposição, apoiará a chapa.
PSDB-PPS - Os candidatos serão Eduardo Leite, PSDB, e Paula Mascarenhas, PPS
DEM- PV - Matteo Chiasrelli, DEM, e Daniela Duarte, PV.,

. Pelotas tem mais de 200 mil eleitores e poderá ter segundo turno.

Frentão de nove Partidos, inclusive do vice-Governador Beto Grill, enfrenta PT em São Lourenço do Sul

Finalmente foi definido ontem o frentão para disputar a Prefeitura de São Lourenço do Sul, município controlado politicamente pelo PT e  onde haverá apenas dois candidatos

 -  Frentão - O candidato a prefeito é Rudinei Harter (PDT), vereador, advogado e comerciante.
O vice é João Pedro Grill (PSB), administrador de empresas e filho do vice-governador Beto Grill. Os demais partidos coligados são: PMDB, PTB, PP, PSDB, PSC, PSOL e DEM.

-  PT - Pela situação, a chapa do PT tem como candidato a prefeito José Daniel Raupp, advogado trabalhista e atual vice-prefeito, tendo como vice Gilmar Ludtke, ex-vereador e atual secretário de Desenvolvimento Rural.