Mais Médicos é fruto da falta de planejamento estratégico, diz Eduardo Campos

Provável candidato à Presidência pelo PSB, governador de Pernambuco criticou o governo federal no 51º Congresso Brasileiro de Educação Médica.

O governador de Pernambuco e provável candidato à Presidência de República pelo PSB, Eduardo Campos, disse neste domingo que, "se o Brasil hoje importa médicos, é porque ontem não viu a necessidade de organizar um planejamento estratégico na formação de recursos humanos para assistir os brasileiros do Sertão, Pantanal, da Amazônia e das fronteiras com o Uruguai". A crítica do pernambucano foi ouvida por cerca de 2 mil professores e estudantes de Medicina, de todo o país, durante a abertura oficial do 51º Congresso Brasileiro de Educação Médica (Cobem), no Centro de Convenções de Pernambuco, no Recife.

- Nós precisamos reconhecer publicamente que o Brasil falhou no planejamento da formação de pessoas para uma área essencial à expressão da cidadania brasileira - emendou Campos.

. Segundo ele, é preciso que se adote no país um planejamento estratégico para "vencer os gargalos e consolidar, efetivamente, no Brasil o Sistema Único de Saúde (SUS) como um direito da cidadania brasileira".

Pepe Vargas é o campeão no uso de jatinhos da FAB, Ele voa a cada dois dias. E é o campeão em vôos privé.

O gaúcho Pepe Vargas é o campeão no uso de jatinhos. Ele viaja um dia sim e outro não, boa parte das vezes para sua cidade, Caxias do Sul.



Praticamente dia sim, dia não eles estão voando:

Pepe Vargas (Desenvolvimento Agrário),
José Eduardo Cardozo (Justiça),
Ideli Salvatti (Relações Institucionais) e
Marco Antonio Raupp (Ciência e Tecnologia)

. Eles foram os campões de viagens em jatinhos da Força Aérea Brasileira (FAB) nos últimos três meses – de 12 de julho a 12 de outubro.

. Em 93 dias, Vargas usou as aeronaves 43 vezes - quase um voo a cada dois dias.

. O site de VEJA, de quem são estas informações e a abnálise, examinou os dados de registro de voos de autoridades disponíveis no site da FAB. A Aeronáutica passou a divulgar parte das informações sobre os voos pela primeira vez em meados de julho, após a descoberta da chamada farra dos jatinhos.

Vôos em 93 dias

Primeiro colocado no ranking de voos, Pepe Vargas afirmou que viaja muito porque é responsável por entregar máquinas do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e pelo lançamento dos planos safra da Agricultura Familiar e do Semiárido. Na maioria das vezes, Vargas costuma levar diretores e assessores do ministério e do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). Mas ele também é o campeão, ao lado do ministro Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral da Presidência), de voos privê.  Entre julho e outubro, Vargas e Carvalho voaram sozinhos em aviões da FAB seis vezes cadaVargas, porém, sempre esteve a caminho de Caxias do Sul (RS), onde mora com a esposa e filhas, em três de suas viagens solo. O titular do Desenvolvimento Agrário diz cumprir “rigorosamente” as normas em vigor. Ele afirma voltar para casa sozinho, em jatos da FAB, quando “não tem agenda oficial” e “o ritmo de trabalho ou o horário do deslocamento fogem dos horários de voos comerciais”. Vargas também diz que opta por voos convencionais “quando os compromissos do ministério permitem que ele se ausente durante o período de deslocamento”.

Pazzianoto conta quais são "Os 10 trabalhos sujos de Hércules (PT)"

O texto a seguir é do ex-ministro do Trabalho e ex-ministro do TST, também o advogado que primeiro acompanhou Lula, a CUT e o PT ainda durante a vigência da ditadura militar. Ele se desencantou com todos depois da redemocratização. Neste artigo, Almir Pazzianoto Pinto desconstrói os desavergonhados 12 anos de governo do PT e analise 2014. Leia tudo. Saiu no Estadão. O artigo também poderia ter como título esta paródia sobre "Os 12 trabalhos de Hércules", no caso  "Os dez trabalhos sujos de Hércules (PT)". 

Na campanha pela reeleição da presidente Dilma Rousseff em 2014, o Partido dos Trabalhadores (PT) gozará de autoridade para reivindicar a paternidade de dez obras, em 12 anos de governo. São elas: mensalão, rompimento dos princípios da ética e da moralidade, insegurança jurídica, desprestígio da diplomacia, compra e venda de legendas, declínio das atividades industriais, exportação de empregos para China e Índia, criação de ministérios inúteis, construção e financiamento de estádios de futebol e oficialização da palavra “presidenta”.
Amigos propuseram-me a inclusão da falência do ensino e da assistência pública à saúde, do endividamento, da alta dos preços, da inflação, do registro de milhares de sindicatos pelegos, da violência, da expansão do tráfico de drogas. Para alguns, o maior feito levado a cabo desde o governo Lula seria a reforma ortográfica, com obscuras regras sobre o uso do hífen e a eliminação do trema.
A relação não observa ordem de importância, mas o primeiro lugar foi destinado ao mensalão.

(...)

A Nação anseia pela restauração da moralidade, abatida em sucessivos escândalos. As manifestações de rua são o termômetro da revolta popular. Reivindicam o respeito à ética e o combate à corrupção. Quem tiver ouvidos para o clamor do povo, e ganhar a confiança das pessoas de bem, será o próximo presidente.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Exército já está nas ruas para garantir leilão que privatiza petróleo de Libra

- O ministro Guido Mantega quer o dinheiro do leilão para fechar as contas do ano.  Os chineses, depois da Petrobrás, poderão ser os grandes vencedores do leilão de Libra. Eles agem estrategicamente para garantir-se de petróleo. Nas negociações com o governo, propuseram sociedade nas novas refinarias da Petrobrás em Recife e Fortaleza.
CLIQUE AQUI para ler "A nova geopolítica energética mundial", Estadão deste domingo.

As tropas do Exército já estão posicionadas em frente ao Hotel Windsor Barra, no Posto 4 da Avenida Lúcio Costa, na Barra da Tijuca, zona oeste da cidade, onde nesta segunda-feira, a partir das 14h, ocorrerá o primeiro leilão de Libra, do pré-sal da Bacia de Santos, atendendo às novas regras do modelo de partilha.
Os militares ocupam a entrada do hotel desde a meia-noite deste domingo, equipados com escudos e armas não letais. Além da segurança no local, desde quarta-feira os petroleiros estão em greve e paralisaram todas as refinarias mais importantes e as 40 plataformas de exploração de petróleo. Eles prometem só voltar depois do leilão. 

. Os black blocs, grupos que se vestem de negro e usam máscaras contra gás, presentes em todas as manifestações, estão convocando pelas redes sociais para um ato unificado amanhã, a partir das 10h, na praia da Barra da Tijuca, entre a Ponte Lúcio Costa e a Praça do Ó.

. O leilão de Libras poderá contar com a participação de apenas um consórcio, que é o único disposto a pagar os R$ 15 bilhões de bônus de assinatura do prospecto. Libra poderá dobrar as reservas do País. Das 40 empresas com capacidade para a disputa, apenas 11 inscreveram-se. Gigantes americanas como Exxon, Chevron e BP ficaram de fora porque não tiveram confiança na disputa.

. Participarão duas chinesas (CNPC e CNOOc, a gigante Total e uma quinta empresa desconhecida. A Petrobrás entrará com parcela que lhe garantirá 30% do petróleo que for encontrado.

CLIQUE AQUI para ler reportagem deste sábado do Estadão: "Petrobrás é a empresa mais endividada do mundo".

Desordem e corrupção provocam rombo de R$ 500 milhões no Sul por má gestão dos governos Lula e Dilma Roussef

Ao lado, tabela com o preço da corrupção no Brasil. Saúde é apenas um dos ítens.



Os jornalistas Natália Cancian, enviada especial ao Maranhão, e André Caramante, denunciam na edição deste domingo da Folha de S. Paulo que o SUS paga 201 consultas no mesmo dia para paciente. Leia toda a reportagem:

Em um único dia, um paciente "conseguiu ser atendido" 201 vezes em uma clínica de Água Branca, no Piauí. A proeza não parou por aí -o valor das duas centenas de consultas foi cobrado do SUS. O mesmo local cobrou tratamentos em nome de mortos.

. Casos assim explicam como, em cinco anos, cerca de R$ 502 milhões de recursos públicos do SUS foram aplicados irregularmente por prefeituras, governos e instituições públicas e particulares.
Efeitos dos desvios atingem a população

. Esse meio bilhão, agora cobrado de volta pelo Ministério da Saúde, refere-se a irregularidades identificadas em 1.339 auditorias feitas de 2008 a 2012 por equipes do Denasus (departamento nacional de auditorias do SUS) e analisadas uma a uma pela Folha.

CIQUE AQUI para ler tudo.