Ministro Gilberto Carvalho reage a Aécio: "Nós não somos ladrões; somos apenas uma quadrilha"

Na cerimônia de transmissão do cargo, o ex-ministro da Secretaria-Geral da Presidência Gilberto Carvalho disse nesta sexta que ele e os que a oposição chama de "quadrilha" não são "ladrões":

Não somos ladrões, não somos ladrões. 

. Ele não citou o senador Aécio Neves, que disse ter perdido a eleição para uma "organização criminosa", mas deixou implícita sua resposta ao tucano; aplaudido, carvalho disse que, para a oposição, os pobres são uma "quadrilha". E completou:

- Com muito orgulho, eu quero dizer: eu pertenço a essa quadrilha.

Procuradora bate forte na foto do ministério de Dilma: "Coisa horrorosa e ridícula. Até parece foto de formatura!"

Novo governo entra desmoralizado, desrespeitado, mergulhado no ridículo e no descrédito. 



Conhecida por sua postura anti-PT desde a corrida pré-eleitoral, a subprocuradora-geral da República, Sandra Cureau, bateu duro na reforma ministerial da presidente Dilma Rousseff com post no Facebook; 

- A foto oficial mais horrorosa de todos os tempos! Horrorosa e ridícula! Parece foto de formatura com essa quantidade de gente!

. A promotora já retirou a postagem de sua página; Cureau teve notoriedade nas eleições deste ano, como subprocuradora-geral eleitoral, por sua atuação implacável contra Dilma e entendimento mais maleável com seus adversários.

. O jornalista Fernando Rodrigues, também no Face, também criticou o enorme ministério de Dilma, um dos maiores do mundo, superando até todos os países da África, o continente mais atrasado do planeta. 

Copelmi investe R$ 400 milhões em novas minas de carvão no RS

Maior mineradora privada de carvão do país, a gaúcha Copelmi prepara-se para iniciar um forte ciclo de expansão a partir da reinserção do combustível nos leilões de energia promovidos pelo governo federal e do desenvolvimento de um projeto de gaseificação do material em parceria com a coreana Posco. A estimativa da empresa, fundada em 1945 com a fusão de pequenas companhias do setor no Rio Grande do Sul, é de um potencial de faturamento em torno de R$ 1 bilhão em 2020, o equivalente a quatro vezes a receita bruta prevista para este ano.

. A informação é do jornal Valor de hoje. Leia tudo:


Até lá, a Copelmi investirá cerca de R$ 400 milhões na abertura de mais duas minas a céu aberto, com profundidades entre 15 e 90 metros, para abastecer os novos empreendimentos, explica o diretor de desenvolvimento de novos negócios Roberto Faria.

CLIQUE AQUI para ler mais. 

Vestido que imita capa de crochê para botijão de gás de Dilma é ridicularizado nas redes sociais

Ao lado, variações para o modelito usado por Dilma na posse, todas inspiradas em capas de crochê para botijões de gás. 



A presidente teve seu vestido comparado a uma capa de botijão de gás em montagem compartilhada em redes sociais nesta sexta-feira.

A posse do segundo mandato da presidente Dilma Rousseff foi um dos assuntos mais comentados nas redes sociais nesta sexta-feira, Tanto os fãs da petista quanto os críticos não perderam tempo e criaram diversos memes que se espalham na web. A roupa de Dilma  parece não ter agradado muito os internautas e chegou a ser comparada a um botijão de gás com capa de crochê. Além disso, outras montagens foram feitas como a presidente tocando como DJ e em cima do palco de Beyoncé.
Celso Kamura contou que dá expediente no Palácio do Planato, em Brasília fez o cabelo, que também atraiu a atenção. O motivo é o cabelo da presidente Dilma Rousseff. "Atendo uma vez por mês em Brasília para cortar e colorir e, em ocasiões especiais, como pronunciamentos ou quando alguma foto será feita. No dia a dia, é ela quem se arruma", diz Kamura: "Passo um loiro escuro no fundo, faço umas luzes na parte superior do cabelo, atualizo o corte e faço uma hidratação, porque ela não tem paciência".

. O hairstylist e maquiador atende a presidente desde o começo da primeira campanha, em 2010. "Quando a conheci, o primeiro passo foi trocar tudo que ela tinha. Ela usava produtos que não resolviam os problemas, como um corretivo muito leve, que não corrigia as olheiras e as manchas, por exemplo. Fui trocando tudo. Depois, ensinei o básico de como se maquiar, para ela conseguir fazer sozinha no dia a dia", conta ele.

Merval Pereira diz que discurso de Dilma demonstra que ela vive num mundo de faz de conta

CLIQUE AQUI para ler, também, análise de Miriam Leitão, intitulado País Cenográfico.

Em seu artigo para O Globo de hoje, o jornalista Merval Pereira diz que a presidente Dilma Rousseff, que tomou posse ontem para um segundo mandatom continua vivendo no mundo de “faz de conta” que o marqueteiro João Santana criou para a campanha eleitoral, e trouxe de lá mais um lema que se choca com a realidade que a presidente insiste em negar.

. Leia mais:

Quando afirma que o projeto de Nação que representa prevaleceu nas urnas, ela entra em contradição com a admissão de que o país exige mudanças, que se propõe a realizar mesmo que afirme sempre que tudo vai às mil maravilhas. E deleta da memória que “fez o diabo” para se reeleger, utilizando ferramentas nada democráticas que nada têm a ver com um projeto de nação, mas com um projeto de poder.

“Brasil, Pátria Educadora” seria um bom mote para um governo renovador, se não fosse apenas um achado propagandístico, e refletisse um verdadeiro objetivo prioritário, desmentido logo de cara com a escolha do ex-governador Cid Gomes para o ministério da Educação, sem o menor contato com a área e sem projeto educacional digno de nome.

O improviso da escolha do ministro, que chegou a recusar o cargo, indicando o quanto lhe importa a “pátria educadora”, mostra bem que o projeto que a presidente Dilma anunciou ontem é oco de conteúdo.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Sai calote oficial do governo gaúcho sobre valores devidos a fornecedores. Decreto de Sartori também impõe arrocho sobre diárias e nomeações. Concursos estão suspensos.

Ao lado, foto de Sartori com seu núcleo duro.

O governador José Ivo Sartori assinou esta tarde, 15h, o decreto que institui o calote oficial em cima das das dívidas incluídas nos restos a pagar herdados da gestão de Tarso Genro. Durante 180 dias o dinheiro não sairá do caixa do Tesouro. No período, Sartori deixará em aberto o pagamento devidos a fornecedores e prestadores de serviço, valor que chegou a ser estimado pelo governo em R$ 700 milhões.

. Esse dinheiro será mantido em caixa para ajudar a manter em dia a folha de pagamento. O decreto também determina restrições nos gastos com diárias, passagens de avião, alugueis, consultorias e compras futuras em geral, além do congelamento de nomeações e abertura de concursos públicos. Também, neste caso, o objetivo é reduzir custos.

Viagens - Gastos com viagens dentro do Estado  ficam limitados a 75% do valor empenhado no mesmo período do exercício anterior.
Contratações de consultorias, terceirizados e convênios -  Tudo proibido, inclusive novos contratos de aluguel de imóveis ou equipamentos e a aquisição de materiais com valores superiores a R$ 3 mil.
Pessoal - A medida veda, pelo mesmo prazo, a realização de concursos públicos, assim como a criação de cargos, a nomeação de servidores efetivos e a contratação de pessoal. Também proíbe a reestruturação do quadro de pessoal, a realização de promoções e a concessão de novas gratificações.

Vem aí aumentos do PIS/Cofins e recriação da Cide

O último documento do Ministério da Fazenda sobre perspectivas para o futuro da economia brasileira publicado em 2014 faz um balanço da gestão de Guido Mantega à frente da pasta nos últimos oito anos. A edição especial da publicação Economia Brasileira em Perspectiva aponta que a proposta de reforma dos regimes do PIS e da Cofins está com “estudos prontos”. Em relação à reforma dos dois tributos, o documento diz que há “estudos avançados para colocar em prática uma ampla simplificação tributária”.

. Neste novo mandato, Dilma também pretende recriar a Cide.

CLIQUE AQUI para ler mais. A notícia é do Jornal do Comércio, Porto Alegre.

Eliseu Padilha tomará posse dia 6 no ministério da Aviação Civil

Será terça-feira, 11h, a posse do novo ministro da Aviação Civil, o gaúcho Euliseu Padilha.

Projeto autoritário petista de Poder passa de novo por manietar a liberdade de imprensa

Na sequência, o medíocre ex-bancário Berzoini, a sede da entidade portuguesa de regulação da mídia e o renegado jornalista Franklin Martins.



Em novo artigo que publica hoje no site www.brasil247.com.br, a jornalista Tereza Cruvinel, que até há pouco serviu ao governo federal do PT e com o quaol mantém relações de itimidade, informa que a inspiração para o projeto de regulação dos meios de comunicação, no Brasil, poderá vir da Entidade Reguladora para Comunicação Social, de Portugal, agência que, em 2010, participou de um seminário sobre o tema organizado pelo ex-ministro Franklin Martins.

. Antes disso, porém, o ministro Ricardo Berzoini deve começar esta batalha pela regulamentação dos artigos da Constituição (220 a 223) que tratam de comunicação. O que escreveu Cruvinel:

- No conjunto, os artigos da Constituição  proíbem monopólios e oligopólios, obrigam a produção de conteúdos regionais (hoje no Brasil concentrados no eixo Rio-SP), garantem a liberdade de expressão e os direitos do cidadão. 

. A regulação da mídia é velha aspiração petista, que quer aproveitar a deixa para amordaçar a imprensa e manietar a liberdade de imprensa no Brasil, já que este é um dos vetores do seu projeto autoritário de Poder. 

Sartori prorroga contratos do IPE com prefeituras

A Casa Civil prometeu estender a negociação de reajuste em contratos de 40 municípios gaúchos

Os planos de saúde de servidores de 40 prefeituras gaúchas não serão mais suspensos a partir desta sexta-feira (02/01/15). Isso porque a primeira ação do novo governo estadual junto à Famurs foi assegurar à manutenção das negociações com os municípios e a prorrogação do prazo para a assinatura de reajuste nos convênios. 

. A garantia foi dada pelo chefe da Casa Civil, secretário Márcio Biolchi, nesta quinta-feira (01/01/15), ao presidente da Famurs, Seger Menegaz.  A Federação ainda aguarda a oficialização do novo prazo, que deve acontecer na próxima semana.

Artigo, Milton Pires - Depois do Mais Médicos, Dilma volta a atacar com Mais Especialistas

Neste artigo intitulado "Obrigado, Dilma, obrigado PT", o médico gaúcho Milton Pires sublinha que ontem, durante um discurso que mais parecia ser de campanha do que de posse, a presidente Dilma fez questão de mencionar que, no governo que se inicia, o programa “Mais Especialistas” será a marca da sua gestão na área da saúde.

. Leia a crítica:

Talvez isso possa explicar o que está se vendo nas redes sociais por parte dos médicos brasileiros: cada vez mais profissionais pensando e se preparando para sair do Brasil. Ninguém aguenta tanta humilhação e, a cada domingo, o Fantástico, o programa mais imundo da Rede Globo, prepara uma nova denúncia contra a classe escolhida como saco de pancadas do Partido Religião.

Nenhuma campanha, nenhuma reação do Conselho Federal de Medicina, tem capacidade suficiente para superar uma imprensa que come na mão do PT.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

2015 será ainda pior para investimentos e aplicações no mercado financeiro. Saiba por que razão.

Na avaliação que fez esta tarde sobre os investimentos e aplicações feitos em 2014, a consultoria Empiricus informou ao editor que o real perdeu muito valor para o dólar, a Bolsa fechou o ano no vermelho, e até os títulos do Tesouro Nacional enfrentaram dias seguidos de paralisação nas negociações por conta da volatilidade extrema. a

. Foram raros os que ganharam.

. Leia mais:

Não está fácil ganhar dinheiro de verdade em um ambiente como o atual, em rápida mutação.
E, infelizmente, 2015 não será um ano melhor neste sentido. Muito pelo contrário.
Além do agravamento da crise internacional, temos preços das commodities derretendo, contas públicas fora de ordem, retirada de incentivos por aqui, e o início do ajuste fiscal.
Será um ano ainda mais difícil, de crescimento nulo (se não retração) e inflação elevada, desafiando o teto da meta.
O que você está fazendo para estancar o impacto iminente disso sobre o seu patrimônio individual e o nível de poupança de sua família?

Medidas imediatas são necessárias. Temos recomendado aos clientes muito cuidado nas aplicações.

Tarso demite Horn do BRDE antes de sair do Piratini

Antes de sair do governo, o ex-governador Tarso Genro demitiu um dos dois diretores gaúchos do BRDE, no caso Carlos Henrique Horn. O outro diretor, José Hermeto Hoffmann, aguardará sua substituição.

. PR, SC e RS possuem dois diretores cada um.

. Sartori poderá nomear o substituto de Horn e Hoffmann imediatamente, mas os dois nomes terão que ser submetidos ao Banco Central e à Assembléia.

Saiba a verdade sobre as despesas dos governos gaúchos com educação, saúde e segurança pública

Ao lado, aplicações em segurança pública. Em nenhum dos seus quatro anos, Tarso aplicou mais do que Yeda no seu último ano de governo. 



Os maiores gastos com saúde, educação e segurança, sempre são apresentados como vantagem dos governos petistas de Olívio e Tarso, quando chamados a explicar por que razão promoveram verdadeiras farras de gastanças públicas, mesmo sem receita própria para suportar as despesas.

. É tudo meia-verdade e ainda que fosse totalmente verdeiro, nada justifica quebrar o Estdo, como quebraram os governos do PT.

. O material abaixo faz as comparações e apresenta a verdade. São números que podem ser encontrados na contabilidade pública do governo do Estado. A maior parte deles está publicada no livro “O Rio Grande tem saída ?”, do economista Darcy F.C. dos Santos. Acompanhe:

Despesas com saúde
O Tribunal de Contas concedeu uma certidão de  bons antecedentes neste ítem para o Tarso, que em 2013 teria aplicado 12,39% da Receita Corrente Líquida. Acontece que para chegar a este número, o governo usou critrérios de contabilidade criativa, incluindo as despesas com os inativos da saúde, algo que Sartori não poderá mais fazer. Também foram incluídas as transferência para assistência dos servidores, o que também é vedado pela 141/2012, que regulamentou a matéria. Tarso usou até despesas administrativas no cálculo. A cúpula do Tribunal de Contas possui forte viés político e costuma agradar os governos, o que explica suas posições quando o caso inclui o governador. Os técnicos, no entanto, estão fora dessa servidão e  são ótimos.
O Ministério Público de Contas encontrou  9% em termos redondos, assim como Darcy no seu livro “O Rio Grande tem saída ?”, p.129. Para o Conselho Estadual de Saúde, o percentual correto é 8,5%. 
Em 2014 os dados do ano não existem ainda. Com os critérios não aceitos pela nova lei, o índice situava-se na casa dos 13,44% até outubro.

Despesas com saúde pública, 2001-2013,        
atendendo ao que dispõe a Constituição Federal (Emenda 29/2000)
Em valores constantes de 2013 pelo IPCA.      
                                                 
Ano                     Segundo Governo do Estado    Segundo TCE LC 141/2012
                        R$ 1.000,00 Relativo    RLIT-%      RLIT - %    RLIT-%
2001                         1.113.055        100,0              8,58       6,47 
2002                         1.122.214        100,8              8,97       6,47 
2003                         1.126.017        101,2              8,12       5,78 
2004                         1.133.958        101,9              8,23       6,10 
2005                         1.138.985        102,3              7,45       5,70 
2006                         1.146.723        103,0              7,45       6,72 
2007                         1.047.309          94,1              6,76       6,76 
2008                         1.318.659        118,5              7,45       7,46 
2009                         1.254.996        112,8              7,24       7,23 
2010                         1.576.221        141,6              7,92       7,92 
2011                         1.602.934        144,0              8,07       8,07 
2012                         1.958.381        175,9              9,66       9,66 
Fonte: Balanços do Estado e TCE (Inclui IPE e inativos da saúde), 2001 a 2012. 
(*) 2013 - RREO 6º bim. Simplificado. Valor inflado. Calculamos o percentual que entendemos
correto, de acordo com dados do site da Secretaria da Fazenda (8,96%).

Educação
Foi aplicado em média 29,8% na média 2011-2013. O total previsto pela Constituição estadual  é 35%. O índice vem crescendo: em 2013 foi 31,18%. Em outubro estava em 33,28%. Como os maiores reajustes dos professores vigoram a partir de novembro/2014 e como a receita caiu, em 2015 vai para 36% ou mais, mas quem pagará  é Sartori, que não terá mais caixa único, depósitos judiciais e margem para endividamento.

Segurança
No seu livro "O Rio Grande tem saída?", p.281 e 282, escreve o economisgta Darcy F.C. dos Santos:

Os investimentos em segurança pública no período 2000-2013 ficaram numa média de R$ 75,2 milhões,  em valores constantes, em torno de 0,33% da RCL, correspondendo a uma vigésima parte dos investimentos totais do Estado que no período foram cerca de 6%¨da mesma RCL. Para uma função que representa em torno de 13% da RCL a parcela destinada aos investimentos é insignificante, o que explica por que os presídios se encontram em tão deprimentes condições.  
Em apenas dois anos, nos quatorze da série de que trata a Tabela 8.1, os investimentos corresponderam a mais de  0,5% da RCL, sendo 2010, com 0,70%  e 2013, como 0,54%. Em 2010 foram investidos R$ 183 milhões, o maior valor da série, tanto em termos absolutos, como em relação  à RCL.
Deve ser destacado que em 2013, embora empenhados R$ 153 milhões,  foram liquidados R$ 97 milhões e pagos R$ 75 milhões, o que deixa em pouco mais de 60% a execução  efetiva das obras envolvidas.


Deve ser destacado que o valor dos investimentos em 2012 segundo o balanço do Estado foi de R$ 92,724 milhões. No entanto, nesse valor estão contidos R$ 23,794 milhões, que foram devolvidos à União, segundo informa o Parecer Prévio do TCE, à página 137. Descontando essa importância, restam R$ 68,9 milhões em valores da época. Não sabemos a causa dessa devolução, mas é de se lastimar, quando há tanta carência de recursos, principalmente, nesta área.

Ministro Mercadante mentiu ao anunciar arrocho sobre pensões das viúvas

O ministro Chefe da Casa Civil –Aloisio Mercadante-, ao apresentar as mudanças que o governo vai realizar no seguro desemprego e nas Pensões, projetou quadros para justificar as decisões.  Entre estes, mostrou que o gasto previdenciário com Pensões vinha crescendo muito nos últimos anos. 

. A análise é do ex-secretário da Fazenda do Rio e ex-presidente do Banerj, Cesar Maia. Leia tudo:
            
. A tabela em gráfico de barras apresentada pelo ministro, mostra o crescimento ano a ano. Por ser em valores nominais, isso acentua o crescimento das Pensões pelo efeito inflacionário. Mas –digamos- há um erro muito mais grave, numa simples conta de divisão. Segundo a tabela apresentada pelo Ministro, em 2013 a Previdência Social teve uma Despesa Bruta com Pensões, de 86,5 bilhões de reais.  A Despesa Líquida é o que Pensionistas recebem: a diferença são receitas do governo. Mas deixemos isso de lado. O número de pensionistas alcança 7,2 milhões. Com isso, a Pensão Bruta Média é de menos que 1,2 salários mínimos.
            
. O ministro denunciou uma “fraude”, que são casamentos fictícios entre pessoas muito idosas e muito jovens. Com isso, justificou as mudanças de critérios de idade. Mas não informou quanto essas “fraudes” representam hoje das despesas totais. Elas são recentes ou sempre se usou este recurso?
            
. No quadro de Mercadante são apresentados os valores de Despesas com Pensões em vários Países e no Brasil. Pela tabela, o Brasil seria o líder, com 3,2% do PIB, na frente dos demais países, como Bélgica 2,8%, Itália 2,6%, Portugal 1,6%, França 1,5%, que vêm a seguir.
            
. O PIB do Brasil em 2013 alcançou 4 trilhões e 840 bilhões de reais. Sendo assim, as despesas com Pensões em relação ao PIB seriam 86,5 / 4,84 trilhões ou 1,78% do PIB. Portanto, mentiu o ministro. Mas se usarmos o PIB pelo Poder de Compra –PPC-, que o governo gosta tanto de usar para comparar a situação dos brasileiros com a população de outros países, teríamos: Pensões R$ 86,5 bilhões. PIB PPC R$ 6 trilhões e 630 bilhões. Nesse caso, as despesas com Pensões sobre o PIB alcançariam 1,3% do PIB.
      
. Números como esses não justificam uma redução das Pensões futuras em 50%. Se há abusos, que sejam cortados. Mas abuso maior é esse corte de 50% nas Pensões futuras. O argumento do ministro é macabro: essa medida só atinge as futuras Pensões. Mas as futuras pensões em relação à expectativa de vida dessas pessoas mostram que, em poucos anos, alcançarão quase todas as pensões.  Seria bom o ministro informar a taxa de mortalidade das Pensionistas.

Zacchia, Afonso Motta e Marroni assumem na Câmara dos Deputados

Desde ontem o ex-secretário Luiz Fernando Zacchia, PMDB,  é deputado Federal. Ele assumiu junto com
Afonso Motta (PDT) e Fernando Marroni (PT).

. Eles assumiram nas vagas de Eliseu Padilha, Vieira da Cunha e Pepe Vargas.

Jair, Olívio e Britto não compareceram à posse e transmissão de cargo de Tarso para Sartori

Yeda Crusius foi à posse de José Ivo Sartori na Assembléia. Ela sentou na primeira fila do gargarejo junto ao lado de Alceu Collares, Rigotto e Pedro Simon, mas não quis comparecer à solenidade de transmissão de cargo no Palácio Piratini, porque desprezou ver novamente a carranca contrariada do algoz do seu governo tucano, Tarso Genro, que saiu amuado do governo.


. A nenhuma das cerimônias compareceram os ex-governadores Jair Soares, Olívio Dutra e Antonio Britto. 

Oposição reage e diz que predadores são os corruptos nomeados por Dilma para a Petrobrás

Dilma, ontem, ladeada por dois citados pelo delator Paulo Costa como políticos corruptos que levaram propina. Ela parece desacorsoada, mas faz parte da trama.



A oposição reagiu especialmente à parte do discurso da presidente Dilma Rousseff, em que ela atribui a crise da Petrobras a ataques de “predadores internos e inimigos externos”. Segundo o líder e presidente do Democratas, senador José Agripino Maia (RN), que falou para O Globo,  essa “pérola” tira a credibilidade de todo o resto do discurso.

— A completa insinceridade da presidente Dilma, quando fala da Petrobras, tira toda a credibilidade de sua fala. Se tem predador interno na Petrobras são os corruptos nomeados pelo PT para destruir a empresa. E se tem inimigos externos, isso se dá pela fragilidade dos gestores do PT em perceber isso.

. Ele diz que, como a Nação não leva mais a sério o que a presidente diz, ela aproveitou a oportunidade para fazer um discurso para agradar o PT e sua base.

CLIQUE AQUI para ler mais. 

Artigo, Ricardo Noblat - Dilma não desceu do palanque

Eis o nó da questão: Dilma 2 tentará compatibilizar o ambicioso ajuste fiscal concebido por sua nova equipe econômica com  a preservação das conquistas sociais alcançadas por Lula 1 e 2 e Dilma 1.
A certa altura do seu discurso de posse, ontem, no Congresso, disse a presidente reeleita:
- Mais que ninguém eu sei que o Brasil precisa voltar a crescer. Os primeiros passos desta caminhada passam por um ajuste nas contas públicas, um aumento na poupança interna, a ampliação do investimento e a elevação da produtividade da economia. [...] Faremos isso com o menor sacrifício possível para a população, em especial para os mais necessitados. Reafirmo meu profundo compromisso com a manutenção de todos os direitos trabalhistas e previdenciários.

Palavras ao vento...

CLIQUE AQUI para ler tudo. 


Ministério Público aperta o cerco sobre direções de Santas Casas no interior do RS

É alarmante o apedido do conselho diretor da Santa Casa de Rio Grande, criticando a campanha que o Ministério Público Estadual  está fazendo contra o atual presidente do hospital. A estratégia é a mesma que ocorreu em outros municípios da região sul governados pelo PT, onde promotores se aliaram aos governos municipais para derrubar direções de hospitais.

. Isso ocorreu em Canguçu, Jaguarão e São Lourenço do Sul, mas neste último caso não deu certo.

. Além do cerco político e judicial, as ações incluem a suspensão da transferência de recursos do SUS, levando os hospitais a apresentar problemas de atendimento, atrasos nos pagamentos de pessoal e má gestão. Em Canguçu, a Brigada Militar chegou a ser acionada para apoderamento do hospital.

- Muitas dificuldades financeiras dos hospitais são causadas pelo não repasse de verbas do governo federal ao estado, que deixa de repassar verbas aos hospitais. Dilma e Tarso dão o calote e o MP só vê culpa nos administradores dos hospitais, poupando os dois governantes caloteiros.

Frederico Antunes diz que Sebrae ajudará na solução do imbroglio do Imposto de Fronteira

Com a concordância do governo e das entidades do comércio, caberá ao Sebrae apresentar em 30 dias uma alternativa para acabar com o Imposto de Fronteira.

. O deputado Frederico Antunes disse ao editor que poderá haver escalonamento na extinção e até medidas compensatórias, mas náo admite a hipótese de manter o imposto, extinto por decisão da Assembléia.

Governo gaúcho poderá anunciar hoje primeiras medidas de contenção de despesas. Nomeações do segundo escalão começam.

Suspender por meio ano os pagamentos de contas devidas, sem qualquer escalonamento, pagamento de correção e garantia de quitação em dia das dívidas correntes, é condenar os mais pequenos empreendedores a dias de treva e horror.Grandes construtoras possuem gordura e alternativas para buscar recursos no mercado.  Esta é a segunda vez que o governo estadual pratica este tipo de calote abominável em apenas 8 anos (governos Yeda e Sartori), tudo para corrigir administrações financeiras perdulárias e incompetentes anteriores. E o Rio Grande não aprende.

O ex-prefeito de Rio Grande, Janir Branco, um dos atuais superintendentes da Famurs, foi anunciado ontem como novo adjunto da cherfia da Casa Civil do Piratini. O titular é o deputado Márcio Biolchi. Biolchi forma como Carlos Búrico, secretário Geral, e Giovani Feltes, secretário da Fazenda, o núcleo duro do novo governo, sobretudo os dois primeiros, que trabalham mais diretamente ligados ao governador. Ambos receberão, hoje, pelo menos os secretários Vieira da Cunha e Fábio Branco, iniciando a temporada de conversações sobre cortes e nomeações do segundo escalão. Márcio Biolchi confirmou, ontem, a próxima nomeação de Flávio Presser, atual diretor Geral do Dmae, para a presidência da Corsan.

. Ainda hoje o governo estadual poderá suspender os pagamentos de valores vencidos e devidos a fornecedores, pelo menos até junho. O cálculo é de que tudo some R$  700 milhões. O governo ainda não disse se abrirá exceções,  mas terá que fazer isto em áreas como saúde, porque ali alguns fornecedores já não recebem desde outubro. Além disto, suspender pagamentos devidos e a vencer, sem qualquer escalonamento desde já, poderá provocar interrupção de fornecimentos e até quebra de pequenas empresas.

. O governo também suspenderá todos os concursos de pessoal e contratações novas, mas não disse se cancelará as contratações feitas por Tarso no apagar das luzes.

. Cortes de CCs, cujo número cresceu geometricamente no governo do PT, de diárias e também de viagens, estão na lista.

. Os secretários terão que indicar que outros gêneros de economia poderão fazer.

.  O secretário Giovani Feltes terá a última palavra nos casos excepcionais.


Dilma vê inimigos externos e internos agindo contra a Petrobrás, mas ignora corruptos alimentados pelos seus governos do PT

Jornais de expressão nacional como Globo e Estado destacam o ponto mais importante do discurso de posse da presidente Dilma Rousseff, que trata da Petrobras, que segundo ela é atacada por'predadores internos e inimigos externos', sem mencionar do que está falando.

. Para ironizar a fala presidencial, que tenta isentar seu governo e o de Lula pela corrupção desvairada na estatal, Dilma tenta vender a tese dos inimigos internos e externos, como se houvesse uma campanha de caráter internacional.

. Dilma Roussef não se referiu uma só vez à Operação Lava Jato, que já derrubou ministros, enlameou suas gestões como presidente do Conselho de Administração da Petrobrás, indiciou dezenas de empreiteiros e diretores nomeados com a concordância dela e envergonha o Brasil.

. A Petrobrás está contaminada também por dentro, já que todos os envolvidos nas bandalheiras são funcionários da Petrobrás. Nenhum grupo interno de empregados toma a defesa da estatal contra a metástese em curso na sua emprfesa. Está correto o Globo, dos irmãos Marinho, o primeiro veículo a explicitar que a Lava Jato acabaria com a Petrobrás.


. Os jornais de Porto Alegre não deram destaque algum a esta fala de Dilma. 

Hoje é último dia para pagar IPTU de Porto Alegre e IPVA do RS com descontos fortes

Quem pretende aproveitar os descontos máximos do IPVA e do IPTU precisará pagar os impostos até esta sexta-feira. Os contribuintes que cumprirem o prazo podem obter até 27,27% de desconto no valor do IPVA e 12% na tarifa do IPTU, no caso de moradores de Porto Alegre.