Petrobrás privatizará todas as suas usinas térmicas. A Sepé Tiaraju, Canoas, está na lista.

* Clipping www.uol.com.br

Oitava maior produtora de energia elétrica do país, a Petrobras quer reduzir sua participação na geração térmica, segundo apurou a Folha, para se concentrar no seu negócio principal: a produção de petróleo e gás natural.

A empresa não comenta oficialmente o assunto. Segundo duas pessoas próximas ao tema, a Petrobras incluiu algumas de suas usinas termelétricas no seu sigiloso Programa de Desinvestimentos (Prodesin), que prevê obter US$ 9,9 bilhões para os cofres da estatal neste ano.

Os recursos vão ajudar a concretizar o Plano de Negócios 2013-2017, divulgado na semana passada, no valor de US$ 236,7 bilhões.

Anteontem, a presidente da estatal, Graça Foster, disse que aumentou o escopo do Prodesin, mas não revelou quais seriam os ativos disponíveis.

Ela só informou que a refinaria de Pasadena (EUA), investigada pelo TCU (Tribunal de Contas da União), saiu da lista de venda.

CLIQUE AQUI para ler tudo e examinar a lista de vendas.

Gorgen leva parlamentares até Raposa do Sol para ver com os próprios olhos o desastre da ocupação indígena

De olho nos 130 mil hectares que as comunidades indígenas gaúchas querem tomar de produtores agropecuários, o deputado Jerônimo Gorgen conseguiu agendar uma visita de parlamentares federais à Reserva Raposa do Sol, Rondônia, dia 15 de abril.

. Ele quer que os parlamentares vejam a calamidade que os índios causaram nas terras produtivas que arrancaram das mãos da produção.

. A ideia é evitar que isto se repita no RS.

PP acha que Tarso poderá nem ser candidato á reeleição

O PP do RS já começou a trabalhar com a hipótese de que o governador Tarso Genro não dispute a reeleição.

. O governo gaúcho do PT nem parece ter existência física. Trata-se de um flagelo político inédito.

Chapa de Collares tinha até nomes falsos

Além de não ter conseguido o número mínimo para registrar a chapa, os seguidores do ex-governador Alceu Collares impuseram-lhe outro constrangimento inédito.

. É que nomes de trabalhistas históricos foram incluídos falsamente.

. A denúncia, por escrito, é do PDT de Minas. O presidente Hélio Rabelo mandou carta para a direção nacional, denunciando a inclusão não autorizada dos nomes mineiros.

. A convenção nacional do PDT foi agendada para esta sexta-feira. Carlos Lupi será reeleito.

Prefeitura ignora TCE do RS e aumenta preços das passagens em 6,51%. Empresas queriam 15,8%.

A prefeitura de Porto Alegre ignorou as últimas decisões do TCE do RS e por 17 votos a um, o Conselho Municipal de Transporte Urbano (Comtu) definiu que o valor das passagens de ônibus de Porto Alegre sofrerá reajuste de 6,51%, o que faria passar para R$ 3,06.

. A decisão foi tomada em reunião na manhã desta quinta-feira e será agora analisada pelo Executivo municipal, que pode arredondar o preço ou rejeitá-lo. O índice fica abaixo dos 15,8% (R$ 3,30) pedidos pelo Sindicato das Empresas de Ônibus (Seopa).


CERVEJA É COMO VINHO. TEM QUE TER MUITA QUALIDADE.
Bier Markt Vom Fass – Barão de Santo Ângelo
Bier Markt – Castro Alves
No Bier Markt, 3 anos o Melhor de Veja, 130 rótulos de cervejas artesanais de vários Países, mais 12 torneiras de chopes artesanais
Chope de barris gelados + Copos customizados + Cardápio harmonizado com o tipo de bebida solicitado
WWW.BIERMARKT.COM.BR  

Chipre e Argentina aquece câmbio no Brasil. Dólar já passou dos R$ 2,00 de novo.

Por volta das 15h50 (horário de Brasília), o dólar registrava alta de 0,70%, cotado a R$ 2,00441. A última vez que a moeda fechou acima de R$ 2 foi no dia 27 de janeiro, quando encerrou o pregão cotada a R$ 2,0014.

. "O que motivou esse movimento foi a piora do cenário", afirmou à Reuters o operador de câmbio da Intercam Corretora Jaime Ferreira. "Ontem não aceitaram o plano B lá do Chipre, o que desencadeou essa alta". Na Argentina, o dólar paralelo já ultrapassou todos os limites e se fala abertamente em desvalorização do peso.

, As 16h39min o dólar estava a R$ 2,011.

TED, agora, vale a partir de R$ 1 mil

Os clientes de bancos poderão fazer transferências de dinheiro mais rapidamente a partir desta sexta-feira (22). Depósitos a partir de R$ 1.000 serão transferidos no mesmo dia. Antes, era preciso depositar pelo menos R$ 2.000. O valor mínimo para TEDs caiu. DOCs continuam levando 48 horas.

. A TED é mais rápida e faz com que o crédito entre na conta do destinatário no mesmo dia em que a transferência é solicitada

Oposição faz escândalo com prefeito de Alvorada, PT, dançando Harlem Shake

A oposição está bombando pela Internet o vídeo que tem como protagonista o prefeito de Alvorada, Sérgio Maciel Bertoldi, o Professor Serginho, do PT. É que ele entrou na brincadeira do Harlem Shake, um dos virais mais bombantes da internet. O caso virou um escândalo político na cidade da Grande Porto Alegre. No último domingo, depois de atividades promovidas pela Secretaria Municipal de Juventude e Esportes, Serginho (de camisa vermelha no vídeo) conversava com duas pessoas na praça em frente à prefeitura quando um grupo de jovens começou a executar a coreografia ao redor do prefeito. Ao final do vídeo, postado no YouTube com o título Harlem Shake Alvorada, pode-se ver que Serginho entrou na brincadeira e balançou os braços para acompanhar a dança. Ele declarou:

— Eu no começo não entendi o que era, mas depois associei ao Harlem Shake e entendi. No fim eu tentei participar, mas não tenho muito jeito.

CLIQUE AQUI para ver.

Chineses plantam notícias, mas só o Brasil poderá satisfazê-los com soja farta

- Fotos do entorno do porto de Santos, hoje. Desde a virada do século, a produção brasileira de grãos pulou de 100 milhões de t para 180 milhões, mas não saíram novas rodovias, novas ferrovias, novos portos e novas hidrovias. O resultado é esse caos que você vê ao lado.

Grupo Sunrise, maior trading chinesa de soja, cancelou compra de 10 carregamentos do Brasil que haviam sido contratados para serem entregues em janeiro e fevereiro; outras 23 cargas esperadas para abril e junho podem ser rechaçadas, Besta quinta-feira 21, excesso de caminhões que formam fila para chegar ao porto de Santos mostra nó nacional na infraestrutura; chineses começam a comprar de grãos na Argentina.

. A notícia acima é a que vem circulando deste sexta-feira no Brasil e nos principais mundiais de soja.

. “Os chineses são estrategistas e estão disseminando informações como essas”, disse ao editor o diretor da Brasoja, Antonio Sartori. O editor falou com Sartori no final da tarde de quinta-feira.

. Por que é tudo mentira?

. Por que os chineses precisam comprar 63 milhões de toneladas de soja e não podem fazer isto nos EUA, que quebrou a safra no ano passado e não tem grãos, e não podem comprar da Argentina, porque os produtores locais estão retendo a produção, esperando desvalorização do peso.

. Sobra apenas o Brasil.

. O Brasil colhe 82 milhões de toneladas e deve exportar 40 milhões de grãos,

. É verdade que as rodovias, ferrovias, hidrovias e portos estão atravancados, porque não há investimento em infraestrutura há muitos e muitos anos, mas neste momento, sem alternativa, os chineses terão que aguardar. Eles são mestres da paciência.

- Nesta quinta, demonstrando que o mercado não acredita nas notícias, a cotação da soja subiu 29 pontos em Chicago, batendo em US$ 14,49 o bushel.

Ardila anuncia início do terceiro turno (2.450 novos empregos), segunda, na GM de Gravataí

Partiu do próprio presidente da GM América do Sul e do Brasil, Jaime Ardila, o anúncio de que começará na segunda-feira o terceiro turno na GM de Gravataí, RS. O terceiro turno dará suporte à produção do novo Prisma. Nos últimos tres anos, a montadora investiu R$ 1,4 bilhão em Gravataí.

. Serão 2.450 novos empregos.

O amigo de Lula na Cotrimaio era outro

Na edição desta quarta-feira, o editor informou que Na Antonio Wunch é presidente da Cotrimaio, quando na verdade ele foi presidente, é o vice atual, mas é quen manda de fato. Quem é amigo pessoal de Lula e se vangloria disso é o vice,  inclusive dizendo-se compadre do chefe do Mensalão.

. No RS, Cotrimaio e Cotrijuí, duas das maiores cooperativas agrícolas do RS, abriram o ano em situação pré-falimentar.

Problema das cooperativas em crise só tem um nome: gestão temerária.

Má gestão provoca a nova crise no cooperativismo agrícola do RS.

Sobre a nova crise do cooperativismo agrícola do RS, o auditor independente Antonio Carlos Nasi passou a seguinte análise para o editor:

Estou na área de auditoria independente há 45 anos, dos quais 43 nossa empresa realiza  trabalhos em cooperativas agropecuárias, de crédito, de serviços, Vivenciamos todo o drama cooperatista pela quebra da CENTRALSUL aqui no RGS e depois  COCAP, no Paraná, ambas poderosas centrais agropecuárias. Junto quebraram algumas dezenas de cooperativas.Muitas pessoas ligadas ao cooperativismo e mesmo banqueiros, fornecedores e associados me perguntam: por que umas cooperativas quebram e outras vão muito bem e são um sucesso?  O mercado é o mesmo, os produtos são os mesmos, os produtores são do mesmo perfil, os fornecedores de insumos são os mesmos, os grandes clientes são os mesmos, os bancos que financiam são quase sempre os mesmos.  Onde está a diferença? Está resumida em uma só palavra: gestão.  O resto tudo é conversa fiada.


CERVEJA É COMO VINHO. TEM QUE TER MUITA QUALIDADE.
Bier Markt Vom Fass – Barão de Santo Ângelo
Bier Markt – Castro Alves
No Bier Markt, 3 anos o Melhor de Veja, 130 rótulos de cervejas artesanais de vários Países, mais 12 torneiras de chopes artesanais
Chope de barris gelados + Copos customizados + Cardápio harmonizado com o tipo de bebida solicitado
WWW.BIERMARKT.COM.BR   

Nomenklatura do Trensurb premia companheirinhos com reajuste nas FGs

Os ocupantes das FGs que variam de R$ 8 mil a R$ 15 mil no Trensurb, o trem metropolitano da Grande Porto Alegre, acabam de receber reajuste salarial de 5,28%. As FGs do Trensurb estão todas em mãos do PT e seus aliados do governo Dilma Rousseff.

. Foi uma ação cirúrgica.

. O reajuste dos metroviários está programado para maio.

74% dos leitores acham que trânsito de Porto Alegre está muito ruim

Somando apenas notas zero e três, percebe-se que o trânsito congestionado de Porto Alegre foi reprovado por 74% dos leitores do site www.polibiobraga.com.br

. A enquete só não foi pior porque 17% dos leitores cravaram nota 5, que corresponde ao conceito regular.

. 4% preferiram nota 8 e apenas 3% fincaram o xis na nota 10.

- A nova enquete que foi postada no site trata da questão dos precatórios.

Invepar (Odebrecht) aperta o cerco sobre Trensurb-Metrô de Porto Alegre

A Invepar, controlada pela Odebrecht, pressiona o quanto pode para que o Trensurb seja privatizado no bolo do negócio do metrô de Porto Alegre.

. Na prática, só a Invepar habilitou-se a formatar o projeto da linha 2 da Capital do RS. Seu único concorrente, a espanhola CAF, não tem bala na agulha.

CNI adiantou pesquisa do Ibope para encorpar fala de Dilma na TV

Não é novidade que boa parte das entidades empresariais transformem-se em espécies de longa manus (aparelhos) dos governos.

. Não é diferente com a CNI.

. Foi com seu consentimento que o Ibope adiantou a pesquisa que avalia o governo Dilma Roussef, para coincidir com a ida da presidente para a TV, onde anunciou a desoneração da cesta básica.

. Acompanhe as datas de pesquisas idênticas, de 2011 para cá:
De 20 a 23 de março de 2011 / De 16 a 19 de março de 2012 / De 08 a 11 de março de 2013.

Entrevista, Jerônimo Gorgen - Tem que liberar as antenas de celulares

Deputado Jerônimo Gorgen, PP do RS

O senhor propôs transferir para a União a competência de legislar sobre a instalação de antenas de telefonia celular. A Câmara examina neste momento o projeto 5013/2013, a já chamada lei Geral das Antenas.
Isto mesmo. Temos que oferecer a tecnologia 4G e isto depende de antenas. O prazo esgota. Faltam 6 mil antenas no Brasil.

Como são dadas as autorizações?
Cada município impõe as regras que bem entende. E o serviço é o mesmo em qualquer parte do mundo. Não pode estar sujeito a restrições locais de toda ordem. Tem que desburocratizar isto. Só não podemos confundir pressa com improviso, que é o que se está propondo com a liberação de postes para a colocação de antenas de celulares.

Mas existem críticas tremendas contra os serviços das teles?
As empresas precisam assumir suas responsabilidades. Não há dúvida de que o serviço é de péssima qualidade, tanto é que o setor lidera o ranking de reclamações nos Procons. Não fizeram os investimentos necessários, o que ficou claro e evidente com a proibição da Anatel para a venda de novos chips. Agora, tem uma parte legal que emperra o processo, exatamente essa colcha de retalhos de leis municipais. A regra tem que ser unificada para permitir que o setor privado possa fazer a sua parte. Agora queremos explicações do governo para essa desoneração de R$ 6 bilhões para o setor. Ou seja, as empresas não promoveram os investimentos e estão sendo beneficiadas com dinheiro do cidadão.

E as CPIs estaduais?
São oito CPIs, cuja instalação deve ocorrer no início de maio, simultaneamente nas assembleias estaduais. A Câmara tem um pedido de CPI que depende da decisão do presidente da Casa, Henrique Eduardo Alves. Vamos promover uma audiência pública na Comissão da Integração Nacional para ouvir as teles, a Anatel e os presidentes das CPIs. Acredito que essa pressão, articulada junto com a Unale, presidida pelo Juarez Ponticelli, possa levar a instalação de uma CPI nacional. 

O caso do Enem: que governo é este que é capaz de produzir tanta baixaria ?

- Na Internet, já se fala jocosamente de um possível patrocínio do Enem. O principal cliente seria as massas Nissin Miojo. Nesta quinta-feira, o presidente do Inep avisou que no próximo Enem não será admitido deboche. CLIQUE AQUI para ler o novo festival de besteiras que assola o País.

O caso é de demissão imediata do ministro da Educação, Aloísio Mercadante, que acumula trapalhadas cada vez maiores na má administração do Enem. Nada foi pior do que os incidentes deste ano, revelados de modo necessariamente escandaloso pelos jornais, rádios, TVs, blogs e sites de Internet. O caso chegou ao fundo do poço. A entrevista a seguir, publicada nesta quinta-feira pelo jornal Zero Hora, demonstra de que modo intencional o governo produziu casos como o do estudante que incluiu uma receita de preparo da massa Nissin Miojo no meio de uma redação, sendo aprovado. Leia um trecho editado e depois vá ao link para examinar tudo.

Avaliadora – Recebemos uma formação, fizemos exercícios pelos quais fomos avaliadas, tudo via online. Isso partiu da Universidade de Brasília. Foram seis, sete semanas de atividades, para os 8 mil avaliadores. No dia 14 de novembro, tivemos uma reunião em que foram repassadas as verdadeiras orientações. Fomos orientados a esquecer tudo o que se sabe, tudo o que se aprendeu, tudo o que se fez na formação. Deveríamos considerar a ideia de que é para aprovar o maior número de pessoas. A grosso modo, a orientação era essa: não anulem, só em último caso. A forma como fazem a seleção dos professores também é questionável. É tudo indicação. Ninguém te pede diploma.
ZH – Não se exige comprovação de formação dos professores?
Avaliadora – Não. Não existe.
ZH – Se alguém fingir que é professor pode ser avaliador?
Avaliadora – Pode. Se ninguém pede documentação... A inclusão parte de convites. Acho que funciona por ligações políticas. Essas pessoas são convidadas a ocupar esses cargos mais elevados e vão convidando pessoas que conhecem. Quem me convidou sabe que sou formada em Letras e faço correção há mais de 10 anos... mas será que isso ocorre no Brasil inteiro?

CLIQUE AQUI para ler mais.
CLIQUE AQUI para ler a análise completa do Caso Enem, um crime continuado, e para entender melhor o incidente com Nissin Miojo. O artigo é de Reinaldo Azevedo, Veja.

Inimigos de José Serra enxergam maldade na sociedade de R$ 100 milhões entre Lemann e Verônica na sorveteria Diletto

- Ao lado, Jorge Pedro Lemann e Verônica Serra. Lemann é o homem mais rico do Brasil. 

Começou a ganhar corpo a revelação dos dados do  negócio fechado por Jorge Pedro Lemann, dono do BTG Pactual e também, dono da AmBew, Budweiser e Heinz,  e Verônica Serra, sócia do fundo Innova, na compra de 20% da minúscula sorveteria Diletto, de Cotia (SP), por R$ 100 milhões. A empresa, que tem dois anos de vida e fatura R$ 30 milhões por ano, foi avaliada em R$ 500 milhões. Ou seja: 17 vezes o faturamento.

. Algumas publicações ligadas ao PT levantam dúvidas sobre o negócio e acham que há lavagem de dinheiro metida no meio. 

. O negócio do filho de Lula na Gamecorp é apresentado como algo semelhante.

. Verônica, como se sabe, é filha de José Serra.  Depois de uma bolsa de estudos em Harvard, concedida pelo próprio Jorge Paulo Lemann, ela se tornou gestora de fundos de investimento, ao lado do marido Alexandre Bourgeois. Lemann, por sua vez, foi diretamente beneficiado no governo FHC, pela decisão mais importante de sua trajetória empresarial: a aprovação, pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica, o Cade, da fusão entre Brahma e Antarctica, ocorrida em 1999, que lhe deu 70% do mercado brasileiro e musculatura monopolista para crescer em outros países.


CERVEJA É COMO VINHO. TEM QUE TER MUITA QUALIDADE.
Bier Markt Vom Fass – Barão de Santo Ângelo
Bier Markt – Castro Alves
No Bier Markt, 3 anos o Melhor de Veja, 130 rótulos de cervejas artesanais de vários Países, mais 12 torneiras de chopes artesanais
Chope de barris gelados + Copos customizados + Cardápio harmonizado com o tipo de bebida solicitado
WWW.BIERMARKT.COM.BR   

Luiz Fernando pede punição no caso dos colaboracionistas do regime militar. Sobre isto, saiba o que denunciou Juremir Machado em relação a Érico Veríssimo.

- Ao lado, Érico e o então promissor publicitário, jornalista e escritor Luiz Fernando, seu filho. 

O escritor gaúcho Luiz Fernando Veríssimo defende a revelação dos nomes de todos que foram coniventes com a ditadura militar e com isto repercute a denúncia do ex-deputado Carlos Araújo em relação à Fiesp. Escreve o gaúcho: "Não há comparação entre o empresário que goza vendo tortura ou julga estar salvando a pátria com sua cumplicidade na repressão selvagem e o empresário que quer apenas fazer bons negócios e se submete ao esquema de corrupção vigente". Quando trata dos coniventes, Luiz Fernando pisa em ovos, porque da mesma forma que no regime colaboracionista de Vichy, na França, a maior parte da população esteve lado a lado dos nazistas. Aliás, outro escritor e jornalista gaúcho, Juremir Machado, do Correio do Povo, quando ainda trabalhava no jornal Zero Hora, acusou sem meias palavras o próprio pai de Luiz Fernando, Érico Veríssimo, de ter colaborado com o regime militar, o que foi uma evidente injúria e difamação. O episódio custou o emprego de Juremir. Leia:

O ex-deputado estadual e ex-marido da Dilma, Carlos Araújo (foto abaixo), não é um ex-ativista politico, pois recentemente voltou à militância partidária no PDT, apesar de limitado pela saúde. Quando militava na resistência à ditadura foi preso, junto com a Dilma, e os dois foram torturados.
Depondo diante da Comissão Nacional da Verdade, esta semana, sobre sua experiência, Araújo lembrou a participação de empresários na repressão, muitas vezes assistindo à ou incentivando a tortura.
Que eu saiba, foi a primeira vez que um depoente tocou no assunto nebuloso da cumplicidade do empresariado, através da famigerada Operação Bandeirantes, em São Paulo, ou da iniciativa individual, no terrorismo de estado.

O assunto é nebuloso porque desapareceu no mesmo silêncio conveniente que se seguiu à queda do Collor e à revelação do esquema montado pelo P. C. Farias para canalizar todos os negócios com o governo através da sua firma, à qual alguns dos maiores empresários do país recorreram sem fazer muitas perguntas.
A analogia só é falha porque não há comparação entre o empresário que goza vendo tortura ou julga estar salvando a pátria com sua cumplicidade na repressão selvagem e o empresário que quer apenas fazer bons negócios e se submete ao esquema de corrupção vigente.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Serra x Aécio: saiba o que ocorre de verdade no PSDB

Na foto ao lado, Aécio. 

O editor leu atentamente esta reportagem. Ela parece ser o melhor desenho do atual cenário conjuntural do PSDB. As informações são precisas - fatos, datas, personagens, conteúdos - e por isto o editor recomenda vivamente a leitura. 

* Clipping Valor, Aécio conquista apoio de PSDB paulista. Por Cristian Klein, Raquel Ulhôa e Marcos de Moura e Souza | De São Paulo, Brasília e Belo Horizonte
Valor Econômico - 20/03/2013

Depois dos momentos mais tensos de negociação - em que o ex-governador de São Paulo, José Serra, teria ameaçado sair do partido -, a resistência da seção paulista do PSDB em se engajar na pré-candidatura do senador mineiro Aécio Neves à Presidência da República parece ter se dissipado ou ao menos foi abrandada. Numa frente, Aécio conversou com Serra, na segunda-feira, em São Paulo, e iniciaram um acordo em torno da eleição que definirá a nova executiva nacional do partido, em maio.

. Na outra frente, o senador mineiro recebeu o sinal verde do governador Geraldo Alckmin - com quem viajou de avião na manhã de ontem, para Brasília - para se aproximar da base do PSDB em São Paulo.
Aécio fará incursões pelo interior do Estado para travar os primeiros contatos com os militantes e dirigentes paulistas e, na segunda-feira, às 19h, dará uma palestra no Congresso Estadual do partido."Não o convidamos sem o consenso do governador. Essa história de que o Geraldo seria contra é só papo. Ele é um homem de partido. Vamos levar o Aécio a quatro, cinco regiões, para conhecer prefeitos, vereadores, deputados, todo mundo. Ele [Aécio] é que pediu, mas queremos também", disse ao Valor o deputado estadual Pedro Tobias, presidente do PSDB paulista.

. Tobias diz que, no dia da palestra, Aécio Neves, depois de várias reuniões à tarde com o ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso - maior incentivador de sua candidatura ao Planalto -, se encontrará com Alckmin no Palácio dos Bandeirantes, de onde sairão juntos para o diretório estadual do partido, numa demonstração de unidade. A palestra terá um tom nacional e Aécio falará como candidato, com críticas ao governo federal. Pela primeira vez, Aécio falará de São Paulo para o país, o que para os tucanos será um ato carregado de simbolismo.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

MultiArmazéns investirá R$ 10 mi para construir maior plataforma logística do RS

A empresa de logística brasileira MultiArmazéns vai investir entre R$ 10 milhões e R$ 12 milhões na construção da maior plataforma logística do Estado, que ficará localizada em Novo Hamburgo, onde a empresa já tem a concessão do porto seco.

. A obra deve começar ainda em 2013 e ser concluída até o fim de 2014.

Prefeitos das capitais querem novo Pacto Federativo. Governo federal acaba com municípios e Estados. É o fim da Federação.

* Clipping Correio do Povo.

Os prefeitos das principais capitais do país apresentaram nesta quarta-feira ao Congresso Nacional uma carta com uma série de reivindicações para serem discutidas dentro do novo pacto federativo. Entre as principais propostas estão a redução do custo da dívida dos municípios, com a mudança de indexador; criação de programas de ajuste fiscal, para possibilitar operações de crédito; a modernização da Lei de Licitações e atualização das normas que tratam do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS).

Em encontro com os presidentes do Congresso, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), e da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), além dos líderes partidários, os prefeitos elencaram, principalmente, as dificuldades para conciliar o pagamento da dívida com a manutenção dos investimentos.

Nós precisamos de apoio. Então, vimos aqui, não só com o pires na mão, mas com uma bandeja de pedidos ao Congresso Nacional, ressaltou o prefeito de Salvador, Antonio Carlos Magalhães Neto (DEM).

CLIQUE AQUI para ler mais.

Serra e Eduardo Campos tiveram encontro secreto em SP. Serra poderá ser vice de Campos ?


- Nas fotos ao lado, pela ordem: Eliane, Serra e o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, do PSB.

O mau humor que o ex-governador José Serra demonstra diante do seu Partido, o PSDB, incomodado com  o avanço da candidatura de Aécio Neves às presidências do PSDB e da República, parece ter chegado ao limite. Ele passou a trabalhar fortemente em duas frentes: 1) destronar Aécio da presidência do PSDB num primeiro momento. 2) migrar para o PPS e lá sair candidato a presidente ou a vice na chapa de Eduardo Campos. Esta última alternativa, vice de Campos, é contada com todas as letras por Eliane Cantanhêde. Serra e Campos tiveram encontro secreto em São Paulo. 

" Clipping, Eliane Cantanhêde
Título original: Campos e Serra

BRASÍLIA - Um dado relevante da pesquisa CNI-Ibope sobre a popularidade da presidente é o período de campo (minado para a oposição): os eleitores foram ouvidos de 8 a 11 de março, ou seja, exatamente em cima do Dia da Mulher e do pronunciamento em que Dilma anunciou, em tom de campanha, pela TV, o fim de impostos da cesta básica. Deve ter sido coincidência. E um resultado muitíssimo relevante é que a popularidade dela subiu fora da margem de erro e bateu em 85% no Nordeste, região muito populosa, que rendeu votações decisivas para Lula e Dilma e é fundamental para a candidatura Eduardo Campos. Com 85% de Dilma, ele tem pouca margem para trabalhar. E, sem o Nordeste, pode ir tirando o cavalinho da chuva.

. Enquanto Campos tenta se viabilizar e Aécio debate tecnicamente o esfarelamento da Petrobras, a agenda de Dilma é concreta e simbólica, ao mesmo tempo: foto e sorrisos com Francisco, o papa "dos pobres"; redução na conta de luz e no preço do prato que vai à mesa dos brasileiros todo santo dia; pesquisas que demonstram força e sossegam aliados afoitos; ministérios para os partidos; muitas viagens ao Nordeste.
Essa estratégia, aliada à imagem de mulher firme, mantém a presidente como favorita. Não evita, porém, a ameaça do segundo turno, que é sempre uma pedreira -e custa caro.

. A ameaça é bastante real, com Aécio prometendo grande votação em Minas, Campos abrindo uma cunha no Nordeste, Marina acolhendo os "sonháticos" e Gabeira embalando o voto "cult", sem falar que Chico Alencar (PSOL) pode criar uma opção para o que resta da esquerda pura.

- Ah! Por falar nisso, José Serra e Eduardo Campos se encontraram sigilosamente em São Paulo. E não foi para falar de flores. Já tem gente até sonhando com uma chapa geográfica e sinuosa: Campos e Serra.Em política, nada é impossível.