Zero Hora critica Dilma por não admitir avisos sobre descontrole da inflação e raquitez da economia

Nesta sexta-feira, no Paraná, Dilma voltou a criticar aqueles que ela chama de pessimistas, que na verdade são os realistas, assombrados com os rumos desatinados que a presidente, seu governo e seu Partido, o PT, imprimem ao sistema econômico sob sua guarda, fiscalização, vigilância e apoio. O jornal Zero Hora, da mesma forma que os demais grandes jornais brasileiros - Folha e Estadão - criticam a maneira vesga com que Dilma encara os alertas sobre o descontrole inflacionário e a conquista de pibinhos cada vez menores. O pior cego é o que não quer ver. Vale a pena ler (a referência ao Velho de Restelo é alusão ao discurso de Dilma em Portugal, esta semana, quando apelou a uma personagem sombria de Lusíadas, de Camões, que fez previsões azíagas sobre a trajetória das primeiras caravelas que singraram o Tejo em direção a terras de além-mar):

O título original é "O Velho do Restelo". Vá adiante:

Combater o pessimismo é uma atitude correta da presidente. Só não dá para mudar a realidade da ameaça inflacionária e do PIB insignificante.

 Sinônimo de pessimismo e conservadorismo, o personagem de Luís de Camões conhecido como Velho do Restelo foi evocado pela presidente Dilma Rousseff na última quarta-feira para assegurar que a turbulência econômica pela qual passa o país está sob controle _ embora, na sua visão, alguns negativistas estejam agourando o pior. "Hoje o Velho do Restelo não pode, não deve e, eu asseguro, não terá a última palavra no Brasil."
De acordo com a história, o velho citado no poema de Camões ficava azarando a vida dos navegadores antes da largada para a primeira expedição à Índia. Dizia que, em vez de fama e fortuna, eles iriam encontrar desgraças e provavelmente a morte no mar. Se suas advertências tivessem sido ouvidas, concluem os historiadores, o Brasil não teria sido descoberto pelos portugueses nem os lusos teriam se afirmado como protagonistas das navegações no distante século 15.

Combater o pessimismo é uma atitude correta da presidente. Só não dá para mudar a realidade, nem mesmo com a pertinente citação de um personagem histórico e emblemático. E o desafio dos comandantes do navio chamado Brasil não é encontrar um caminho para as Índias, mas, sim, atravessar a tormenta inflacionária, recuperar mercados perdidos para a concorrência internacional, melhorar o PIB insignificante e controlar os gastos públicos que fragilizam a capacidade de investimento do Estado, especialmente na infraestrutura necessária para o desenvolvimento do país.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Petrobrás em crise, informa que não existe risco de desabastecimento

A Petrobras informou no início da tarde desta sexta-feira que trabalha para recuperar sua certidão negativa de débitos "num breve espaço de tempo". Segundo a estatal, não há risco de interrupção das operações e nem de desabastecimento de petróleo e derivados no país.

. Nesta quinta-feira, o Superior Tribunal de Justiça negou o pedido da estatal para suspender uma cobrança fiscal de R$ 7,4 bilhões. Por conta da dívida com a Receita, a companhia perdeu sua certidão de débitos, documento necessário para operações de importação e exportação.

- Leia mais sobre o assunto, em nota abaixo.

Marcha da Inconformidade será em Mostarda, RS, segunda, 19h15min

A Marcha da Inconformidade, que está sendo organizada em todo país por líderes, parlamentares e militantes do PSDC, tem como próximo destino Mostardas (RS). A concentração será segunda-feira,  às 15h, à Rua Pe. Simão, 1030.

. A Inconformidade passou a ser palavra de ordem do PSDC - Partido Social Democrata Cristão -, que assim como a maioria dos brasileiros, inconforma-se com a atual situação do Brasil, com a corrupção, com as precárias condições da saúde, segurança e educação públicas, com o retorno da inflação, a política externa, a violência, entre tantas outras coisas que clamam por mudanças.

- Este movimento nacional do PSDC, que teve início no dia 24 de maio, às 19h15, na Praça Plácido de Castro, em Rio Branco (AC), cobra do Governo Federal uma atitude face aos graves problemas brasileiros e conclama as forças políticas e lideranças civis para participarem dessa luta para a transformação do Brasil.

Pesquisa de hoje em Brasília: Dilma, 33%; Marina, 27,9%; Aécio, 17%;Campos, 4,3%

A pesquisa é desta sexta-feira e é do instituto O&P:

Dilma Roussef, PT - 33%
Marina Silva - 27,9%
Aécio Neves, PSDB - 17%
Eduardo Campos, 4,3%

. A aprovação do governo Dilma, entre os moradores do Distrito Federal, despencou 9,7 pontos percentuais, caindo de 53,3% para 43,6%, enquanto a desaprovação cresceu 13,3 pontos, passando de 20,1% em março para 33,4% em junho deste ano. É o que aponta pesquisa do instituto O&P Brasil, que entrevistou mil eleitores entre os dias 6 e 10 deste mês. A margem de erro é de 3,1% e o grau de confiança, 95%.

Petrobrás deve R$ 7,3 bilhões, é executada, está sem certidões e avisa que pode até quebrar

- A desordem administrativa do governo federal já assumiu características catastróficas.

O editor recebeu esta manhã comunicado da Petrobrás, denunciando que impedida de importar e exportar petróleo há uma semana em razão de uma dívida de R$ 7,3 bilhões, a Petrobras pode "quebrar" e gerar "caos" no mercado de ações caso pague o débito "estratosférico". É o que também pensa o Ministério Público Federal no Rio de Janeiro. A dívida impede Petrobras de importar, exportar e participar das rodadas do pré-sal.

. A Folha de S. Paulo teve acesso ao parecer da procuradoria no processo que tramitou no TRF-2 (Tribunal Regional Federal da Segunda Região). Se você clicar no link a seguir para ler o que escreve hoje o jornal, poderá acompanhar também a íntegra do parecer, que vai em link.

. O fato é que a Petrobrás deve muito dinheiro para a Receita Federal, discutiu, perdeu em juízo e foi executada. Como todo mundo, terá que pagar o que deve.

. Na quinta-feira (13), a estatal tentou, sem sucesso, levar o caso ao STJ (Superior Tribunal de Justiça) para suspender a exigência dessa certidão de débito.

CLIQUE AQUI para saber mais.
CLIQUE AQUI para ler a nota da Petrobrás.

No exterior, começou a campanha contra a Copa: "Dont go to Brazil !"

O cartaz aí ao lado circula em Londres. Foi de onde o editor recebeu a cópia ao lado.  É provável que somente navegue pela Internet. A ideia é promover um boicote geral, global, em sintonia com os brasileiros que protestam dentro do Brasil (leia nota a seguir).

. O caso do cartaz é o da violência, que é real, porque mesmo em cidades como Porto Alegre, já é impossível sair à rua sem receio. As pessoas protegem-se atrás de grades, muros, cercas elétricas, cães ferozes, câmeras, alarmes, refletores presenciais, guardas armados. 

. O que está escrito em inglês:

NÃO VÁ AO BRASIL
Lá o crime é livre e tem total suporte do governo
Os menores de 16 tem passe livre para todo tipo de crime. A justiça do país não tem lei para os crimes cruéis de morte e estupro em transporte público.

Vanguarda do atraso faz até ato contra a Copa, hoje, Porto Alegre, 18h

Agora tem passeata até contra a Copa.

Esta programado para às 18h desta sexta-feira um ato contra a Copa do Mundo em Porto Alegre. A manifestação que reclama dos custos de organização do evento foi agendada pelo Facebook com o título "Copa para quem?? - Tribuna Popular da Copa: Julgando o AI-6".

. Mais de 500 pessoas já haviam confirmado presença na manifestação até o meio-dia de hoje. A concentração ocorre no Largo Glênio Peres, no Centro da Capital.

Entrevista - Instituto de Nutracêutica da Tecnosinos será referência na América Latina

Suzana Kakuta, diretora Executiva Tecnosinos, Unisinos, São Leopoldo, RS

Qual o objetivo do Instituto de Tecnologia Nutracêutica, que vocês inaugurarão em outubro?
Basicamente, em linguagem simples, vamos tratar dos alimentos como elementos de melhoria da saúde e de prevenção de doenças. O instituto tratará de elementos tratados por farmácias e alimentos.

Dê um exemplo de produto da área?
Nosso, aqui do RS: o iogurte Essence, da Piá. E até uma barra de cereal.

Qual é o investimento?
A União entrou com R$ 12 milhões e a Unisinos acertou uma contrapartida.

O Brasil já possui muitos institutos do gênero?
O nosso será referência na América Latina. Nós trabalharemos com pesquisa aplicada, inovação tecnológica para empresas e análise e testes de produtos finais.

E-mail: smkakuta@gmail.com

NESTA SEXTA-FEIRA À NOITE: O MELHOR DE VEJA EM CHOPE E CERVEJA. PORTO ALEGRE. 
Bier Markt e Bier Markt Vom Fass - 1° lugar de Veja
As trinta torneiras do Vom Fass e também as do Bier Markt, servem chopes de várias partes do mundo, todos à base exclusiva de lúpulo, cevada, malte e água. Nada de serpentinas. Barris são refrigerados na câmara fria que fica por trás do painel. De lá, vão para copos harmonizados, através de injeção de oxigênio e nitrogênio. Também cervejas artesanais de várias partes do mundo. Não há nada igual no Brasil.
Na Barão do Santo Ângelo 497 e na Castro Alves, 452, Porto Alegre
WWW.BIERMARKT.COM.BR

Elas querem estar novamente juntas em 2014, duela a quem duela.

A senadora Ana Amélia, PP, e a deputada Manuela D’Ávila, PCdoB, passarão o final de semana em Harvard, EUA, participando do curso Brasil do Século XXI. Na primeira etapa do curso, que avança agora, Ana e Manuela soldaram a aliança eleitoral entre ambas para a disputa de Porto Alegre.

. O PP não gostou da posição da sua senadora, mas ela acabou se licenciando e insistiu no apoio. O resultado eleitoral para Manuela foi desastroso.

. Neste novo fim de semana nos EUA, é possível que as duas parlamentares troquem juras de amor para as eleições do ano que vem no RS. 

Pesquisa do Ibope em plena era de protestos: quanto isso afetará a popularidade de Dilma?

O jornalista Lauro Jardim, que assina a coluna Radar para Veja, escreve hoje que a pesquisa nacional que o Ibope está fazendo para a CNI está em pleno curso e as entrevistas continuam até domingo. Leia mais:

Isso significa que a coleta de dados flagrou um momento de turbulência nas grandes capitais brasileiras, São Paulo e Rio de Janeiro à frente.

. A pesquisa CNI/Ibope, portanto, está sendo feita em temporada de fogo alto.

. A soma das manifestações que estão parando os centros das duas cidades com o  pessimismo na economia afetará em quanto a aprovação tradicionalmente alta de Dilma Rousseff?

. A resposta se tornará pública na semana que vem, com a divulgação dos resultados?

Jornalistas investigativos protestam contra ataques da PM a repórteres de SP

Os jornalistas investigativos não parecem estar investigando tão bem como devem as origens dos diversos grupelhos que tentam assombrar os brasileiros com suas consignas espertas (Passe Livre significa tarifa zero ou estatização total do setor, como transição para a estatização de tudo), o uso massivo de idiotas renegados como o da foto ao lado e a violência física como forma de ação. 

De qualquer modo, é procedente a nota a seguir é da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) e vai publicada na íntegra:

A Abraji condena veementemente os ataques deliberados da Polícia Militar à imprensa. Pelo menos quinze jornalistas foram feridos pela Polícia Militar durante a manifestação de ontem em São Paulo. Outros dois repórteres foram detidos. A Abraji cobra dos responsáveis que os agentes envolvidos nas agressões físicas contra repórteres e manifestantes sejam identificados e punidos. A Abraji também espera uma explicação oficial da Secretaria de Segurança Pública para a prisão de todos os jornalistas detidos. Impedir o repórter de realizar seu trabalho é violentar toda a sociedade; é atentar contra a democracia.

Advogados de Busnello vão ao STJ e acusam relator do TJE por se comportar como defensor de Ruas, Luciana Genro e PSOL

Depois de condenados pela juíza Zaffari Lacerda no ano passado (leia o caso, aqui), o vereador Pedro Ruas, a ex-deputada Luciana Genro, mais o presidente do PSOL, Roberto Robaiana, e o próprio PSOL, acabaram tendo seus casos novamente julgados no Tribunal de Justiça do Estado.

- Pedro Ruas e Luciana Genro, depois de condenados pela juíza Zaffari Lacerda, lograram absolvição ainda no primeiro grau, depois da interposição de recurso. Contra a decisão, o empresário Humberto Busnello, autor da ação contra todos eles, apelou ao Tribunal de Justiça, protocolou pelo menos dois agravos e mais embargos declaratório e infringente, mas não logrou êxito. Finalmente, ajuizou recurso especial que se encontra no Superior Tribunal de Justiça. É sobre isto que tratará esta informação.  Roberto Robaina e PSOL, sem a vantagem de Ruas e Genro, também apelaram ao Tribunal de Justiça, conseguindo sucesso. 

. O recurso especial protocolado pelos advogados de Humberto Busnello no dia 7 de fevereiro deste ano, é uma peça de valor histórico, porque desnuda o inacreditável voto do desembargador Tasso Caubi Soares Delabary, que absolveu Ruas, Genro, Robaiana e PSOL, usando "argumentos abstratos" e até buscando provas fora dos autos, portanto em desacordo com o devido processo legal, em total oposição à prova dos autos e atropelando o contraditório. Ele, o juiz, produziu prova contrária ao pedido do agravante, como se fosse advogado dos réus, o que é absolutamente inédito e ilegal. "Sabe-se lá os motivos, mas a Deputada e o Vereador, em vista de alta agressão que praticaram, foram defendidos em juízo pelo Juiz da Causa", acusaram os advogados do escritório Variani Giuliano Advogados Associados.

. Ora, em todo o processo, nenhum dos acusados do PSOL e nem suas testemunhas, em momento algum conseguiram comprovar - até pelo contrário - as acusações que Ruas, Genro, Robaiana e PSOL fizeram, segundo a qual Humberto Busnello teria entregue R$ 100 mil ao caixa dois da campanha de Yeda Crusius, o que seria possível comprovar através de vídeos. Os vídeos nunca foram mostrados, os réus demonstraram insegurança em relação ao que teriam visto, e todas as testemunhas, entre eles o ex-vice-governador Paulo Feijó, justamente o pretenso detentor do vídeo, desmentiram que estivessem com eles, confirmaram que viram cena parecidas montadas pelo delator do caso,  e desmentiram peremptoriamente a presença em cena do empresário Busnello. Está tudo comprovado nos dois últimos links a seguir.

. Apesar de tudo isto, o desembargador Tasso Caubi não viu crime algum e absolveu todo mundo, tendo seu voto sido acompanhado pelos demais desembargadores da 9a. Câmara Cível.

CLIQUE AQUI para ler o estranhíssimo voto do relator Tasso Caubi.
CLIQUE AQUI para examinar o recurso especial de Variani Giuliano Advogados Associados, um verdadeiro libelo acusatório contra o relator do caso no Tribunal de Justiça.
CLIQUE AQUI para ler as denúncias feitas em coletiva.
CLIQUE AQUI par ler o depoimento patético de Luciana Genro.
CLIQUE AQUI para ler o depoimento de Paulo Feijó, que como as demais testemunhas apresentadas pelos próprios réus, desmentiu tudo o que eles disseram. 

Luciana monta base em SP, percorre o País e prepara candidatura à presidência pelo PSOL

Sem condições legais de disputar qualquer eleição no RS, já que seu pai é o atual governador, a ex-deputada Luciana Genro mudou de mala e cuia para São Paulo, embora conserve a residência e seus interesses empreendedores em Porto Alegre.

. Ela percorre os Estados, ajudando a organizar o PSOL e tentando emplacar sua candidatura a presidente da República.

. É o que informam na sede gaúcha do PSOL.

Opinião do leitor - Protestos em série: golpe ou revolução?

OPINIÃO DO LEITOR
Protestos em série: golpe ou revolução?

São tantos protestos orquestrados em vários locais do País, todos marcados pela baderna ,destruição e violência, que fico pensando que isso pode ser uma provocação programada, para instigar uma possível reação por parte do Exército no intuito dele restaurar a ordem , o que por si só já seria considerado , tanto pelo governo como pela mídia, como um golpe de estado. Daí estaria justificado um contragolpe do PT em defesa da democracia, ajudado pelos homens da Força Nacional, pelo conjunto dos Sem-Terra, Sem-Teto, Sem-Civismo , bolsistas, cotistas , sindicalistas , intelectuais, estudantes profissionais e baderneiros de plantão, que colocariam este país em polvorosa . E depois, o PT instauraria , sossegadamente, o governo de seus sonhos...nos moldes dos de Fidel Hugo Maduro Chavez. A intervenção do Exército seria um desgaste tão grande para a instituição que não creio que ele ouse interferir neste momento, apesar de tudo...O mais interessante é que em plena Av. Paulista, ontem, foi ouvido um grito de guerra: "Dilma, a culpa é sua, por sua causa o povo está na rua" ... Será que eles acabaram perdendo o controle total do movimento...a coisa cresceu além do esperado, e eles vão acabar dando um tiro no próprio pé? Daí seria o caso da própria Dilma pedir ajuda do Exército para garantir seu governo? Daí, então, tudo bem?
Mara Montezuma, São Paulo.

GM e Mercedes Benz resolveram chamar séries diferentes de veículos para recall. Saiba mais:

General Motors - A empresa informa que o recall,  com início em 14 de junho de 2013, abrange 11.521 veículos, com numeração de chassi, não sequencial, compreendida entre os intervalos DG260034 a DG334810, para veículos Ônix e Prisma, e DB323045 a DB335478 e EB104832 a EB111963, para veículos Cobalt e Spin. Será realizada inspeção e eventual substituição do pedal de freio dos veículos Chevrolet Onix e Prisma modelo 2013, e Cobalt e Spin modelos 2013 e 2014, equipados com transmissão manual, fabricados entre 20 de maio e 8 de junho de 2013.

 Mercedes-Benz Axor – A empresa convocará 10 (dez) veículos, com numeração de chassi, não seqüencial, compreendida entre os intervalos 9BM958264DB901542 a 9BM958451DB901940, par substituição de parafusos de fixação dos braços de direção e ligação do eixo dianteiro dos caminhões Axor modelos 2831/48, 2536S/36, 2544/36, 2644S/33 e 2644/36, fabricados em março e abril de 2013.

Detalhes sobre as campanhas de recall:
Ministério da Justiça – www.mj.gov.br/recall 
General Motors  -  0800 702 4200 ou pelo site www.chevrolet.com.br.
Mercedes-Benz - 0800 907 9090 ou pelo site www.mercedes-benz.com.br. 

NESTA SEXTA-FEIRA À NOITE: O MELHOR DE VEJA EM CHOPE E CERVEJA. PORTO ALEGRE. 
Bier Markt e Bier Markt Vom Fass - 1° lugar de Veja
As trinta torneiras do Vom Fass e também as do Bier Markt, servem chopes de várias partes do mundo, todos à base exclusiva de lúpulo, cevada, malte e água. Nada de serpentinas. Barris são refrigerados na câmara fria que fica por trás do painel. De lá, vão para copos harmonizados, através de injeção de oxigênio e nitrogênio. Também cervejas artesanais de várias partes do mundo. Não há nada igual no Brasil.
Na Barão do Santo Ângelo 497 e na Castro Alves, 452, Porto Alegre
WWW.BIERMARKT.COM.BR

Ao constranger o PSB, Tarso e o PT miram no apoio do PDT para 2014

O PSB do RS aguarda apenas a confirmação da candidatura do governador Eduardo Campos, Pernambuco, para desembarcar dos governos Dilma Roussef e Tarso Genro.

. Tarso Genro sabe disto. Ele e o PT têm criado situações constrangedoras para o Partido, exigindo publicamente definições que os socialistas não querem fazer agora.

. Também saem provocações.

. Nos últimos meses, o PSB perdeu pelo menos sete posições de mando na administração estadual.

. Convencidos de que o PSB sairá mesmo do governo, PT e Tarso Genro afivelam articulações para fechar o cerco em torno do PDT, Partido que gostariam de ver na vice. Neste sentido, precisam das posições ocupadas atualmente pelo PSB para entregar ao PDT. 

- Tarso Genro corre o risco de repetir Adão Villaverde, que acabou ficando sem aliados de peso em Porto Alegre. PSB e PCdoB serão os primeiros a desembarcar. Existem fundadas dúvidas sobre o PDT, porque no caso da candidatura do ex-prefeito José Sartori, Caxias, o Partido ficará esnucado. Sobraria o PTB, cujas ambições nunca são claramente explicitadas, mas são sempre de tamanho oceânico.

Entrevista: Suzana Kakuta, diretora da Tecnosinos.

Inflação do IGP-10 piorou em junho. O índice subiu 0,63%, diz FGV.

O Índice Geral de Preços–10 (IGP-10) subiu 0,63% em junho, após registrar deflação de 0,09% em maio, puxado principalmente pela alta dos produtos agropecuários. De acordo com a Fundação Getulio Vargas (FGV), responsável pela pesquisa, em junho de 2012, o indicador teve alta de 0,73%. 

. No acumulado do primeiro semestre, a inflação medida pelo índice é de 1,66% e, em 12 meses, de 6,17%.

Prévia do PIB (Banco Central) registra avanço de 4,85% no mês de abril (sobre abril de 2012)

O IBC -BR, Índice de Atividade Econômica do Banco Central, criado pela autoridade monetária para antecipar a tendência do Produto Interno Bruto (PIB), aponta que a economia do país cresceu 0,84% em abril na comparação com o mês anterior, já descontados fatores sazonais. Na comparação de abril com o mesmo mes do ano passado, com ajuste sazonal, o índice subiu 4,85%.

. A alta foi mais acentuada do que a média das apostas das 13 consultorias e instituições financeiras ouvidas pelo jornal Valor Data. O jornal fez a análise do material na sua edição de hoje. As projeções variaram entre queda de 0,3% e avanço de 1,2% e a média das previsões ficou em avanço de 0,6%. Sem ajuste sazonal, o IBC-Br teve alta de 2,7% em abril ante março, informou o BC na manhã desta sexta-feira.
Em março sobre fevereiro, o indicador subiu 1,07%, na série com ajuste, uma revisão do dado divulgado no mês passado - que foi de alta de 0,72%.

. Já o IBC-Br médio de 12 meses acumulados em abril aumentou 1,57% quando comparados os períodos terminados em março deste ano e em março de 2012.

- O indicador do BC leva em conta a trajetória das variáveis consideradas como bons indicadores para o desempenho dos setores da economia (agropecuária, indústria e serviços). A estimativa do IBC-Br incorpora a produção estimada para os três setores acrescida dos impostos sobre produtos.
O PIB, por usa vez, é a soma de todos os bens e serviços produzidos no país durante certo período.

Entrevista - O governo quer entregar 1/4 das terras produtivas do Brasil para quem não produz

Alceu Moreira, deputado Federal, PMDB do RS

Este movimento patrocinado pelo governo do PT para tomar terras dos proprietários e entregar tudo para quilombomas e indígenas, tem algum caráter de justiça?
É ideológico. O governo quer 25% das terras produtivas do Brasil, entregam para o que eles chamam de quilombolas e indígenas, depois inviabilizam a produção, como fizeram nos assentamentos do MST, e mais tarde socializam tudo, entregando as propriedades para a companheirada.

Onde o senhor está?
Em Morro Alto, perto de Torres. Trancamos as rodovias. O protesto ocorre em 16 Estados. Nós só vamos sair mortos dessa empreitada, porque ninguém vai entregar suas propriedades ao Incra e a Funai, que forjaram laudos falsos para tomar as terras de grandes, médios e pequenos proprietários.

Onde o senhor se encontra, de que tamanho são os proprietários?
São pequenos. Gente que tem meio a um hectare, dois.

Mas existem quilombolas na região?
O que existem são remanescentes negros. Nunca existiram quilombos por aqui. Isto é fraude. O Incra pediu os laudos à universidade, e ela só ouviu um lado. O governo e seus aliados vão estipendiados por ONGS internacionais que querem ver o circo pegar fogo.

E a defesa?
90 dias para se defender depois de notificado a sair das terras, perante o mesmo carrasco. Assim não dá.

Por que o governo patrocina isso tudo?
É um governo ladrão. Já estivemos com o ministro da Injustiça, no STF, na AGU, com tudo mundo, 21 vezes. Nada foi resolvido.

ATOS

NoRS, os atos foram programados para Getúlio Vargas, Mato Castelhano, Sananduva, Pontão, Nonoai e Osório.

Preços do prato feito subiram 60% em um ano em Porto Alegre

O prato feito, popular em todo o Brasil, subiu selvagemente de preço em Porto Alegre. Os dados são da Fundação Getulio Vargas (FGV):

-  Os preços subiram 60% nos últimos 12 meses. 

. O aumento foi quase 10 vezes a inflação do período (6,22%). No acumulado de janeiro a maio, o valor foi reajustado em 24%.

- Esta evidência sobre o descontrole dos preços dos produtos mais básicos assusta os brasileiros mais pobres em todo o Brasil.

Saiba quem está por trás do vandalismo político em curso no Brasil

O editor acompanhou atentamente todo o desenrolar das manifestações de rua ocorridas em São Paulo e em Porto Alegre nesta quinta-feira a noite. O que acontece em São Paulo é muito mais grave, mas ontem a noite a Polícia Militar inviabilizou a violência através de movimentos táticos impressionantes, afastando todos os grupos do grande palco que procuravam, a avenida Paulista.

. Em São Paulo, as ações dos grupos agressivos da violência política possuem cobertura política que começa a ser bem identificada, porque o objeto das manifestações é claramente o de emparedar o governador tucano Geraldo Alckmin, livrando a cara do prefeito do PT, Fernando Haddad, que é a autoridade que decretou o aumento das passagens de ônibus. Em Porto Alegre há inversão de mão: aqui, o objeto é o prefeito do PDT, José Fortunati, e o governador Tarso Genro, PT, é poupado até mesmo quando lança a Brigada no encalço dos manifestantes mais criminosos.

. As ações de violência física que ocorreram em Porto Alegre e depois Fortaleza e Recife, mas agora também no Rio e São Paulo, começaram em Florianópolis durante o verão. A mídia localiza em Porto Alegre o início de tudo, mas isto é falso.Sai tudo sob o manto protetor da marca "Movimento Passe Livre". O dono do negócio é um petista conhecido em Santa Catarina, que trabalha sob grossa irrigação de dinheiro público federal, portanto do governo do PT. Conheça o movimento via seu site: www.mpl.org.br” O registro “Passe Livre” pertence a uma entidade chamada Alquimídia e tem um responsável: Thiago Skárnio, que começou tudo em Florianópolis. A Alquimídia é financiada pelo governo Dilma: tem patrocínio do Ministério da Cultura, da Petrobras e pode captar recursos da Lei Rouanet. No seu blog diário, o jornalista Reinaldo Azevedo informa hoje que Skárnio pertence a grupos que querem “o controle social da mídia”. Ou por outra: ele quer dinheiro da Petrobras, do Ministério da Cultura e da Lei Rouanet e quer também controlar o que os outros podem ou não noticiar.

Artigo, Marco Antonio Villa - Passe livre, oportunismo político e fascismo desbragado

Marco Antonio Villa, transcrito hoje por Augusto Nunes, coloca o dedo na ferida, ao trabalhar 16 pontos sobre o chamado Movimento Passe Livre. A análise vale para São Paulo ou Rio, e para Porto Alegre. Vale a pena ler:

Sobre o tal “Movimento Passe Livre”, vale destacar dezesseis pontos:

1. não é o que pode ser chamado de movimento social, sociologicamente falando;
2. é um ajuntamento de pequenos grupos ultra-esquerdistas sem qualquer importância política;
3. tem uma prática típica de grupos fascistas, são eleitoralmente inexpressivos;
4. como a eterna crítica ao capitalismo – que vive uma “crise terminal”, falam isso desde o final do século XIX – não se materializa na “revolução”, necessitam construir um móvel de luta para não perder o apoio das “suas bases”;
 5. o desemprego e a crise econômica – presentes na Europa – aqui são irrelevantes, portanto a “mobilização” tem de buscar outro móvel de luta;
 6. a passagem de ônibus virou um eficaz instrumento para as lideranças desses grupelhos dar satisfação às suas inquietas “bases”, cansadas de ouvir discursos revolucionários, negadores da democracia (chamada depreciativamente de “burguesa”), sem que tivessem o que chamam de prática revolucionária;
 7. para estes grupelhos, o vandalismo é um excelente instrumento de propaganda. Eles se alimentam do saque, da violência e da destruição do patrimônio público e privado;
 8. o poder público não sabe agir dentro da lei para conter os fascistas. Ou se omite, ou age como eles (ou da forma como eles querem);
 9. agir com energia, dentro dos limites legais, é a forma correta de conter os fascistas.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

NESTA SEXTA-FEIRA À NOITE: O MELHOR DE VEJA EM CHOPE E CERVEJA. PORTO ALEGRE. 
Bier Markt e Bier Markt Vom Fass - 1° lugar de Veja
As trinta torneiras do Vom Fass e também as do Bier Markt, servem chopes de várias partes do mundo, todos à base exclusiva de lúpulo, cevada, malte e água. Nada de serpentinas. Barris são refrigerados na câmara fria que fica por trás do painel. De lá, vão para copos harmonizados, através de injeção de oxigênio e nitrogênio. Também cervejas artesanais de várias partes do mundo. Não há nada igual no Brasil.
Na Barão do Santo Ângelo 497 e na Castro Alves, 452, Porto Alegre
WWW.BIERMARKT.COM.BR

Bases do PMDB forçam comando estadual para indicação imediata de nome para a disputa do Piratini

O PMDB de Porto Alegre começou a pressionar o comando estadual para que defina rapidamente o nome do candidato ao governo do Estado. "Ainda para este ano", disse ao editor o presidente municipal, vereador Valter Nagelstein. Valter tem interesse muito grande numa rápida definição, porque acha que PT e PP já possuem dois fortes candidatos em plena campanha.

. A rápida escolha do candidato influenciará a própria campanha do Partido para a Câmara dos Deputados, Assembleia e Senado.

. O próprio Valter Nagelstein é candidato a deputado estadual.

. Edson Brum, deputado estadual, que conduz a definição do assunto, trabalha também para eleger novas e fortes bancadas. Ele disse ontem a noite que o PMDB fez 1,1 milhão de votos para vereador e quer repetir o número:

- Se conseguirmos isto, elegeremos 14 deputados estaduais e 6 deputados federais, muito mais do que temos agora. 

Nathália, 22 anos, estudante da Ufrgs, PSOL, líder inconteste dos protestos em Porto Alegre

Esta moça aí ao lado, Nathália Bittencourt, 22 anos, depois da experiência que adquiriu nas manifestações violentas de rua em Porto Alegre, resolveu cumprir missão do PSOL, Partido de corte comunista ao qual pertence, para ajudar seus companheiros de São Paulo. Ela viajou antes dos atos de ontem.  Ela é  estudante de jornalismo da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Nathalia participou das manifestações que, há dois meses, ajudaram a suspender o aumento da passagem de ônibus na capital gaúcha (de R$ 2,85 para R$ 3,05).

.A jovem  está hospedada na casa de uma amiga que estuda na USP e que fica em São Paulo esta sexta-feira.

. Em Porto Alegre, ela sempre está à frente dos atos de rua e até mesmo nas negociações com autoridades locais.

Polícia civil concluiu inquérito que acusa grupos organizados de renegados pelos ataques à ATP

Nos idos de abril, os grupos organizados e desorganizados de renegados sociais e partidários do comunismo, promoveram atos inauditos de violência em Porto Alegre. Na foto, o secretário Cesar Busato, atingido por tinta vermelha diante da prefeitura.



Foi encerrado esta semana o inquérito que a polícia civil gaúcha abriu para apurar o crime de dano praticado contra a sede da ATP, no dia 11 de abril, e que causou um prejuízo de R$ 50 mil. Foi tudo gravado pelas câmeras de vigilância.

. O inquérito concluiu que os ataque à ATP inscreveram-se no mesmo âmbito dos atos de protestos, violência e vandalismo protagonizado por Partidos e grupos de renegados sociais do mesmo gênero dos que promovem sucessivas manifestações em São Paulo. São minorias agressivas,  ideologicamente comprometidas com o comunismo, inocentes úteis e renegados sociais, dispostos a usar a violência física para submeter a maioria da população a teses políticas para as quais não conseguem apoio por vias institucionais e legais. Em Porto Alegre, foram depredados prédios e instalações públicas e privadas, com agressões físicas até mesmo a autoridades, como foi o caso do secretário municipal Cesar Busatto. 

. E foi atípico.

. O crime, organizado e premeditado, aconteceu numa região da cidade que se coloca completamente distante do vértice de manifestações públicas de Porto Alegre - e foi dirigido.

. É que o inquérito deixa claro que a polícia militar não interveio nem mesmo quando foi atacado o imóvel, embora isto fosse de sua competência. A polícia civil não apurou de onde veio a ordem para que os brigadianos acompanhassem as ações dos manifestantes, mas em intervir, mesmo diante da violência. É possível que o Ministério Público Estadual faça isto.