Mantega falará na quinta com oito governadores para ampliar seus limites de endividamento. RS está no pacote.

O governador Tarso Genro será um dos oito governadores com os quais o ministro Guido Mantega reunir-se-á nesta quinta-feira em São Paulo, com o objetivo de discutir  a ampliação dos limites de endividamento de cada um.

. O secretário do Tesouro Nacional falou nesta segunda-feira com o secretário gaúcho da Fazenda,Odir Tonollier, que propôs negociar a ampliação do limite de endividamento do Estado. O governo do RS acha que possui um espaço fiscal de R$ 385 milhões, mesmo que se considere os R$ 785 milhões destinados ao governo gaúcho pelo BNDES, considerando-se na conta, também, os US$ 400 milhões aprovado pelo Banco Mundial em maio.

Projeto que cria free shops será votado dia 28

 Ainda não foi desta vez que o Senado aprovou o projeto que cria 31 free shops no Brasil, oito dos quais no RS.

. A senadora Ana Amélia relatou o caso na Comissão de Assuntos Econômicos, mas quando o projeto ia para votação, o líder governista Eduardo Braga pediu vistas. Ele prometeu devolver tudo no dia 28, para votação. Aprovado na CAE, estará encerrada a tramitação, sem ida ao plenário.

LEIA entrevista a seguir com o deputado Frederico Antunes.

CLIQUE AQUI para ler todo o relatório elaborado pela senadora Ana Amélia.

Advogado de Marcos Valério exibe cheques “doados” ao PT do RS

Na defesa que fez do publicitário Marcos Valério no STF, o advogado exibiu dois cheques e um recibo assinados em favor do PT do RS, por ocasião do Mensalão.

. O advogado, no entanto, disse que foi apenas Caixa 2.

Tarso exigiu isenção ao compor a Comissão Estadual da Verdade

A Comissão Estadual da Verdade é tão isenta quanto queria o governador Tarso Genro quando a nomeou.

. Ela será auxiliada por uma consultoria, segundo informou o jornal Zero Hora. Um dos consultores seria o ex-deputado Marcos Rolim.

. Será tudo muito divertido.

Erechim, RS, está em pé de guerra política e eleitoral, em função do inquérito policial 2008.71.17.0011190-5.

 O inquérito da Polícia Federal foi recebido e virou denúncia do Ministério Público Federal.

. O caso está com o desembargador Élcio Pinheiro de Castro, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, que tem sede em Porto Alegre.

. Os crimes que envolvem 11 réus são de peculato, estelionato e crimes contra o sistema financeiro nacional.

Vão começar pedidos de exclusão na ação cível do Natal Luz

A juíza Aline Eckert recebeu a denúncia do MPE na ação cível contra os réus do caso Natal Luz de Gramado, RS.

. O ato permite o início dos pedidos de exclusão do processo, como já acontece no crime.

Bordignon avisa: “Não desisto”.

Em Gravataí, RS, o candidato do PT a prefeito, Daniel Bordignon, impugnado pela Justiça Eleitoral, passou a distribuir o seguinte cartão na cidade:
- Não desisto. Quero ser julgado nas urnas.

. As urnas não julgam ninguém. Não é assim que terminam os devidos processos legais no estado democrático de direito.

. O deputado petista reapareceu nesta terça na Assembleia.

NESTA QUARTA-FEIRA SAIBA ONDE BEBER BEM
Bier Markt Vom Fass
Vá conhecer na Barão do Santo Ângelo 497, ao lado do Leopoldina.
Agora, 24 torneiras de chope artesanal de várias partes do mundo, com barris alojados em câmera fria, servidos diretamente nos copos, sem serpentina. Cardápio diferenciado.
- Vá também no Bier Markt da Castro Alves 452, três vezes seguidas "A Melhor Carta de Cervejas", segundo Veja (2010, 2011 e 2012).

Tribunal manda excluir outro réu da ação criminal do Natal Luz

O desembargador Aristides Pedroso acaba de mandar excluir do processo do Natal Luz o 10º réu incluído na ação penal movida pelos promotores Max Guazzelli e Antonio Képez em Gramado.

. Desta vez, a 4ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do RS, reconhecida por sua rudeza, decidiu que a denúncia dos promotores é imprestável também no caso de Marlene Prawer Peccin, defendida pelo advogado Amadeu Weinmann.

PT quis censurar jornal diário de Gravataí, mas juiz negou o pedido

O PT de Gravataí, RS, pediu busca e apreensão do Jornal de Gravataí, que noticiou a invasão do comitê central do candidato Marco Alba, PMDB.

. Não levou.

Entrevista - Votação de free shops sairá no dia 28

Frederico Antunes, deputado estadual, PP do RS, coordenador da Frente Nacional pelos Free Shops

O senhor esperava que a CAE, Comissão de Assuntos Econômicos, aprovasse hoje o projeto que cria free-shops nas cidades-gêmeas de fronteira?
Esperava. A senadora Ana Amélia produziu consistente relatório, mas o líder do Governo, Eduardo Braga, pediu vistas.

E agora?
Ele disse que só fará ajustes. O projeto do deputado Marco Maia, com emenda do deputado Jerônimo Gorgen, será votado dia 28.

Qual é o entrave?

A Receita Federal tem algumas restrições, entre as quais a criação da Tax Free.

Quantas cidades gaúchas poderão abrir free shops?
8. No Brasil, serão 23.

Corsetti deve R$ 20 milhões, não consegue pagar e pede concordata

Já está com o juiz da 1ª. Vara Civel de Caxias do Sul, RS, o pedido de recuperação judicial (concordata) da Corsetti Indústria e Comércio.

. Caso o juiz não acate o pedido, a solução será a falência.

. A empresa, que tem 133 anos, deve e não consegue pagar R$ 20 milhões.

Artigo, Osmar Terra - A droga dos rótulos (tréplica a Marcos Rolim)

No artigo a seguir, o deputado Osmar Terra, médico, por duas vezes secretário da Saúde do RS, faz tréplica a um artigo oportunista do ex-deputado Marcos Rolim, advogado e jornalista, que defende com ferocidade a descriminalização das drogas. O título da análise do ex-secretário poderia ter sido mais direto. Algo como “A droga dos rótulos de Marcos Rolim”. Osmar Terra faz uso de relatórios científicos e gráficos que demonstram que a solução passa pelo endurecimento das políicas públicos e não pela liberaçã. O trecho a seguir compreende os últimos parágrafos. Leia todo o trabalho de análise no link a seguir.
(...)
Aliás, Rolim (o ex-deputado Marcos Rolim, do RS) abusa de rótulos e termos como “políticos de direita”, proibicionistas, conservadores, etc..., para classificar os que discordam de sua posição. Mas como fazer essa classificação num mundo onde os ultraliberais, ditos de ultra-direita nos EUA, propõem a liberação de todas as drogas e os regimes esquerdistas, como Cuba, China, Vietnam, etc., reprimem duramente o uso e o tráfico de drogas ilícitas?!

 Acredito que esse debate vai nos ajudar a entender melhor os caminhos de enfrentamento às drogas lícitas e ilícitas. Creio, também, que tal debate não precisa ser feito desqualificando o trabalho de quem discordamos, com uma profusão de adjetivos pejorativos, estes sim, sem qualquer evidência científica.

 O embate político mais forte em torno desse tema acontecerá em curto prazo, na aprovação de uma nova lei sobre drogas no Congresso Nacional. Penso que devamos rumar para uma posição muito mais próxima do que é feito na Suécia e não ao que é feito em Portugal. O respaldo político do Manifesto aponta nessa direção. E ele reflete a opinião da imensa maioria da população, principalmente daqueles que, cada vez em maior número, vivem o drama das drogas na própria família.

 Não acredito num mundo livre de  drogas, porque está na natureza da sobrevivência humana a busca do prazer. Muitas vezes de forma artificial e a qualquer preço. Mas cabe a todos nós, e principalmente ao Estado, controlar essa epidemia e impedir que ela se transforme num fator de desagregação social e familiar, e, principalmente, que uma enorme quantidade de vidas seja destroçada por isso.
Como nas epidemias virais, ou nas endemias de qualquer origem, nos cabe fazer a eterna vigilância e as ações pontuais para reduzir o problema, de forma constante, permanente!

CLIQUE AQUI para ler tudo e examinar os gráficos e tabelas.

CLIQUE na foto acima, para ver melhor. Trata-se de uma mãe de drogado. Seu filho assassinou-a a facadas. Na mesma hora, esfaqueou e matou também a mulher e o pai. Isto tudo ocorreu no final de semana em São Paulo. Estes casos são recorrentes. 

Pedidos de falência aumentaram 22,2% em julho

Aumentaram muito os pedidos de falência este ano em todo o Brasil, segundo informou nesta terça-feira ao editor o pessoal da Boa Vista Serviços. Os números registrados são alarmantes:
- Primeiro semestre/2012 com primeiro semestre/2011 – 17,4%

No mês, foi tudo pior ainda:
- Julho/2012 sobre julho/2011 – 22,2%

Falências Decretadas
As falências decretadas, por sua vez, recuaram 10,2% em julho e acumulam crescimento de 0,8% no ano, ante o mesmo período de 2011. Sobre julho de 2011. o número de falências decretadas caiu 25,4%. 

Recuperação Judicial
Os pedidos de recuperação judicial e o deferimento dos pedidos de recuperação também cresceram em julho e continuam com forte tendência de alta no acumulado do ano, na comparação com o mesmo período de 2011. A tabela 1 resume os dados.

Saiba por que o PT do RS e Tarso não gostam de falar no julgamento do Mensalão

E eis que o governador Tarso Genro começou a falar sobre o julgamento do Mensalão. A entrevista a seguir é da Rádio Gaúcha, do programa Atualidade, desta terça-feira de manhã.

. O governador do RS n ao foi questionado uma única vez sobre o Mensalinho, ou seja, sobre o dinheiro sujo que o PT do RS pegou com Marcos Valério para ajudar a pagar suas campanhas no Estado. Neste caso, os jornalistas pegam leve com ele. Aliás, o episódio resultou na primeira punição do Mensalão, já que o então presidente do PT, Davi Stival, que tinha ameaçado cortar o pescoço fora caso comprovassem o ingresso de dinheiro mineiro no Partido, fez acordo em juízo e cumpriu pena na forma de cestas básicas. A revista Veja, na época, chegou a denunciar que dinheiro do Mensalão foi usado para pagar despesas de campanha de Tarso. A revista foi processada e absolvida.

. Sobre o Mensalão, o governador apenas disse o que não disse que disse.

- A entrevista de Tarso Genro também foi sobre suas entrevistas com ministros, as dívidas dos Estados com a União, investimentos em saúde e divulgação de salários.

- O Advogado Jorge Garcia, que ficou famoso ao protagonizar a libertação de Marcos Trindade, o "mula" usado pelo Valerioduto, preso em São Paulo com R$ 150 mil na cueca, que trazia para o PT do RS, foi nomeado por Tarso, ano passado, para a Corte Militar do Estado. Os R$ 150 mil eram dinheiro sujo, parte de R$ 1 milhão que o mensaleiro Marcos Valério mandou para pagar as contas da campanha eleitoral do Partido no RS. Em 2002, Tarso Genro perdeu para Germano Rigotto. Em 2006, em Porto Alegre, como consequência das malfeitorias do Mensalão, foram punidos na Justiça o presidente do PT, Davi Stival, mais o tesoureiro, Marcelino Pies, e o "mula", Trindade. Foram as únicas condenações ocorridas no âmbito do Mensalão. Davi Stival, que tinha prometido cortar o próprio pescoço, caso fosse comprovado o uso do dinheiro sujo, continha com suas vértrebas intactas.

CLIQUE AQUI para ouvir tudo.

CLIQUE AQUI para ler a reportagem “O crime compensa”, de Veja. A matéria conta como o PT do RS pegou dinheiro do Valerioduto e usou para pagar campanhas eleitorais no RS, inclusive de Tarso Genro.

Mensalão continua esta tarde com mais quatro advogados de defesa. Principal ré é diretora do Banco Rural.

O STF entra hoje no 4° dia de julgamento do Mensalão e continua a fase de defesa dos réus. Hoje vão ser ouvidos os advogados de 4 réus do chamado Núcleo Operacional: Cristiano Paz, Rogério Torentino, Simone Vascancellos e Geiza Dias; e uma do Núcleo Financeiro, Cátia Rabello, que na época do escândalo era Presidente do Banco Rural.

. Durante toda esta semana o STF está ouvindo as defesas dos réus acusados pelo Procurador Geral da República. Essa fase de sustentação oral vai até o dia 15/08. A partir daí, os Ministros começam a votar.

AO VIVO - Aí ao lado, acima, à direita nesta páginas, acompanhe ao vivo a sessão do STF. É transmissão da TV Justiça.

Na foto acima, à esquerda, Cátia Rabello, diretora do Banco Rural, uma das acusadas no Mensalão. 


NESTA TERÇA-FEIRA SAIBA ONDE BEBER BEM
Bier Markt Vom Fass
Vá conhecer na Barão do Santo Ângelo 497, ao lado do Leopoldina.
Agora, 24 torneiras de chope artesanal de várias partes do mundo, com barris alojados em câmera fria, servidos diretamente nos copos, sem serpentina. Cardápio diferenciado.
- Vá também no Bier Markt da Castro Alves 452, três vezes seguidas "A Melhor Carta de Cervejas", segundo Veja (2010, 2011 e 2012).

Competence faz acordo com a Sequeeze e passa a atender a Cassol no Sul

A agência gaúcha de publicidade Competence acaba de firmar acordo operacional com a sua congênere catarinense, a Squeeze Comunicação, o que a habilita a atender a conta da Cassol nos três Estados do Sul.

Governo Dilma lança pela terceira vez o mesmo Plano Nacional contra Desastres

Em tempos de Olimpíadas, o governo federal é ouro e tricampeão em lorota. Vai anunciar nesta terça-feira, pela terceira vez, um plano nacional contra desastres. O primeiro foi em Janeiro de 2011, quando a presidente Dilma escalou a Casa Civil para cuidar da liberação de verbas, via FGTS e emendas parlamentares. Pouco foi feito. Em abril deste ano, editou a MP 566 para liberar R$ 706,4 milhões para obras, mas só 4,3% executados, como revelou a coluna. Agora, anuncia verba para 290 municípios.

* Clipping Leandro Mazzini

Não há negócio fechado entre Gazit e shopping TOTAL

Não é verdade que o grupo israelense Gazit, também dono do shopping San Pelegrino, de Caxias do Sul, tenha comprado por R$ 160milhões o shopping TOTAL,  Porto Alegre.

. Os israelenses usam o BTG Pactual em suas compras de ativos, mas no caso do TOTAl eles são apenas um dos interessados no negócio.

Produção da indústria gaúcha despencou em junho. Ela recuou 5.5%.

Na comparação com junho de 2011, a atividade da indústria brasileira recuou 5,5% em junho deste ano, conforme informação desta terça-feira do IBGE.

. No RS, o recuo foi de 7%, um dos piores do Brasil. Nessa base de comparação, as perdas mais intensas, acima da média nacional, de - 5,5%, foram verificadas no Rio de Janeiro (-8,6%), Espírito Santo (-8,5%), Paraná (-7,5%), São Paulo (-7,2%) e Rio Grande do Sul (-7,0%). Os demais resultados negativos foram registrados por Amazonas (-5,3%), Goiás (-5,2%), Pernambuco (-3,9%), Santa Catarina (-3,4%), Ceará (-3,0%), Bahia (-2,6%), Região Nordeste (-1,9%) e Minas Gerais (-1,4%).

. Dos 14 Estados pesquisados, salvou-se apenas o Pará, com mais 0,9%.

. Comparativamente ao mês anterior, maio, a produção industrial avançou 0,2%, melhor do que os 0,9% negativos de maio.

. Os números, mesmo comparados com maio, demonstram desempenho insatisfatório e não configuram indício firme de que o setor esteja deixando para trás a fase de retração.

- A agroindústria é a que mais puxa os indicadores para baixo. A agroindústria brasileira recuou 3,9% no primeiro semestre de 2012 ante o mesmo período de 2011.

Demóstentes Torres reaparece em Brasília, vai ao restaurante da moda e canta "Let me try again"

- Este caso narrado pelo jornalista Lauro Jardim demonstra que os idiotas de Brasília perderam definitivamente a modéstia. Está tudo em www.veja.com.br

Depois de ser desmascarado em praça pública e cassado pelos pares esperava-se queDemóstenes Torres sumisse do mapa por muito tempo. Mas não.

Como se nada tivesse acontecido nos últimos meses, Demóstenes reapareceu ontem em Brasília na noite do Piantella, restaurante quartel-general dos políticos.

Lá pelas tantas, postou-se ao lado do pianista, pegou o microfone e transmutou-se numa espécie de Frank Sinatra candango e  soltou a voz:
- Let me try again, let me try agaaaaaaain.

Depois do inacreditável pocket-show, acredite, foi aplaudido. Mas isso diz mais sobre a plateia do que sobre o próprio Sinatra goiano.

CLIQUE AQUI para ver e ouvir o clipe oficial, Skank.

Procurador gaúcho (Manoel Pastana) avisa: "Mensalão foi pior do que se imaginava, mas denúncia livra a cara de Lula e de Zé Dirceu"

 - O procurador da República, Manoel Pastana, que trabalha em Porto Alegre, o mesmo que pediu oficialmente a inclusão de Lula no processo do Mensalão e reptou publicamente o ex-ministro Thomaz Bastos no caso Cachoeira, faz a seguir uma análise detalhada da denúncia produzida pelo Procurador Geral da República. Quem lê o texto, percebe que Pastana cobra a inclusão de Lula como acusado principal da ação, revela que a PGR protegeu Marcos Valério, ,lembra que Roberto Jefferson não deveria constar como réu e sim como testemunha de acusação, e prevê que os líderes, inclusive José Dirceu, sairão livres, leves e soltos do STF. As razões do procurador são todas de caráter técnico. Os trechos a seguir foram editados, mas no link final está a íntegra do longo e consistente texto.

Mesmo sem a delação, sobraram provas apontando a participação do ex-presidente Lula no esquema criminoso, mas Antonio Fernando não o incluiu na acusação. O que deveria ser atribuído a Lula, Antonio Fernando atribuiu exclusivamente a José Dirceu. Ocorre que este não praticou atos materiais, sequer assinou um bilhete. Quem os praticou foi Lula, que assinou atos normativos, efetivamente utilizados no esquema criminoso. Todavia, como Lula não foi denunciado, não há como alcançar José Dirceu, que não praticou ato material (tudo indica que este foi autor intelectual).
(...)
É uma pena, contudo, que o empenho dos ministros do STF e de integrantes da Polícia Federal não deva resultar em grande coisa, isso porque o titular da ação penal, o procurador-geral da República, deixou de fazer a sua parte, como ordena a lei. Devido à grande quantidade de crimes praticados e ao gigantesco quadro probatório, provavelmente haverá algumas condenações, mas para os integrantes braçais do mega esquema criminoso.
Os líderes sairão ilesos. Isso eu já antecipo no meu livro e agora ratifico neste artigo, após tomar conhecimento das alegações finais.22. A análise que faço é técnica. O STF teria que mudar toda a sua jurisprudência, acolher a responsabilidade penal objetiva, e mesmo assim fazer grande esforço para condenar os líderes.
Caso a investigação e a acusação fossem realizadas conforme determina a lei, o Tribunal não teria trabalho para condenar os acusados a longos anos de prisão, pois fatos criminosos e provas não faltaram no cenário da prática delitiva. Certamente seria o mais duro golpe contra a corrupção e este país não estaria atolado na epidemia de corrupção que se encontra.23.
Apenas a título exemplificativo, já que o espaço aqui é limitado, mostrarei como são extremamente frágeis as “provas” apresentadas no processo contra José Dirceu, apontado como o líder da quadrilha. Embora muito se fale contra ele, tanto na denúncia como nas alegações finais, e com a minha experiência acredito que ele fez ainda mais do que é dito, os fatos, todavia, a ele imputados têm como “provas” meras conjecturas e ilações. Assim é fácil se defender.24.
A “acusação” é tão ridícula que nas alegações finais, por diversas vezes, o procurador-geral usa como “prova” contra José Dirceu os vários depoimentos prestados pelo ex-deputado Roberto Jefferson. Ora, este é réu na ação e qualquer acadêmico de direito sabe que o depoimento de um acusado não tem valor probatório (é quase nulo) contra outro acusado. Quisesse, de verdade, a acusação produzir provas contra os líderes, teria utilizado Roberto Jefferson como testemunha de acusação (oferecendo-lhe a delação premiada), e não como acusado. Na condição de acusado, o seu depoimento perde credibilidade.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Metalúrgicos de Gravataí temem demissões da GM no RS e reclamam definição de política industrial para o Brasil

O Sindicato dos Metalúrgicos de Gravataí interpretou como uma medida paliativa a decisão tomada na unidade da GM de São José dos Campos (SP) para preservação dos empregos. O acerto incluiu a suspensão de contrato de 940 funcionários por cem dias. Nesse período eles receberão bolsa do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) e apenas parte do salário será pago pela montadora.

. O debate sobre o futuro das vagas na montadora em São Paulo se tornou estratégico na decisão do governo de prorrogar ou não a redução no Impostos sobre Produtos Industrializados (IPI). No Rio Grande do Sul, não há até o momento informações de possíveis demissões em massa.

. O diretor do Sindicato dos Metalúrgicos de Gravataí, Valcir Ascari, o “quebra-molas”, analisa desta forma o que deve ser feito:

- Tem que haver uma política industrial para as montadoras e para o país. Na hora do aperto, "choram as pitangas" para o poder publico. Mas quando está bem, é difícil dividir o fruto dessa riqueza com os trabalhadores.  O governo Federal tem que pensar novas regras junto com o Movimento Sindical. As empresas precisam de políticas de longo prazo. Medidas paliativas não irão resolver. Qualquer crise que acontece sempre espirra no trabalhador que acaba pagando a conta.

NESTA TERÇA-FEIRA SAIBA ONDE BEBER BEM
Bier Markt Vom Fass
Vá conhecer na Barão do Santo Ângelo 497, ao lado do Leopoldina.
Agora, 24 torneiras de chope artesanal de várias partes do mundo, com barris alojados em câmera fria, servidos diretamente nos copos, sem serpentina. Cardápio diferenciado.
- Vá também no Bier Markt da Castro Alves 452, três vezes seguidas "A Melhor Carta de Cervejas", segundo Veja (2010, 2011 e 2012).

Canoas: pesquisa do Correio do Povo aponta folgada vitória do prefeito Jairo Jorge

O atual prefeito Jairo Jorge, PT,  é o franco favorito nas eleições de Canoas, o maior município da Grande Porto Alegre, porque registrou 69,0% das intenções de votos para as eleições de outubro, conforme pesquisa feita pelo Instituto Methodus para o jornal Correio do Povo. O prefeito tem índice de aprovação igual a 70,4%. Seu índice de rejeição, o segundo maior de Canoas, é de 17,5%.

. A segunda posição é do ex-deputado Coffy Rodrigues, PSDB, com 8,%, seguido de Gisele uequed, PTB,com 4,7%.

. No caso de segundo turno, Jairo Jorge venceria com 72,7% dos votos, contra apenas 15,7% de Coffy Rodrigues.

- A pesquisa também avaliou a percepção da população sobre segurança na cidade. Apesar de todos os factóides produzidos pelo ex-ministro da Justiça, Tarso Genro, e do próprio prefeito, 49,2% da população sente-se insegura, contra 25% que pensam o contrário. 

CLIQUE na foto para ver melhor. Trata-se do prefeito Jairo Jorge.