Sossela, ex-presidente da Assembléia do RS, poderá ser cassado nesta quinta-feira pelo TRE

O deputado estadual e ex-presidente da Assembleia Gilmar Sossella (PDT) irá a julgamento mais uma vez às 17h desta quinta-feira, no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RS). Os magistrados vão examinar o recurso de embargos de declaração da defesa do pedetista em relação à decisão do dia 24 de fevereiro que determinou a sua cassação. 


Caso os embargos sejam negados pela Corte, Sossella perderá o mandato até que consiga um efeito suspensivo no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). No seu lugar, assumiria o segundo suplente da bancada do PDT, Vinicius Ribeiro, hoje presidente da Corag.

Perondi quer convocar Cid Gomes para a CPI da Petrobrás

O deputado Darcisio Perondi disse esta noite ao editor que na reunião de amnhã da CPI da Petrobrás, vai pedir a convocação do ex-ministro Cid Gomes.

Perondi informou que a revista ISTOÉ apurou com procuradores e fontes ligadas à investigação que, além dos políticos já citados, também foram delatados por Paulo Roberto Costa outros nomes, inclusive  o governador do Ceará, Cid Gomes

Entrevista, Darcísio Perondi - Amanhã o PMDB decide se fica independente na Câmara

ENTREVISTA
Darcisio Perondi, PMDB do RS

Que consequências terá o destempêro do ministro Cid Gomes na Câmara e seu posterior pedido de demissão ?
Se ele não caísse fora, o governo estaria sem base de apoio, hoje mesmo.

E com a demissão ?
Ontem, o colégio de vice-líderes pediu e o líder concordou com reunião que faremos amanhã de manhã para discutir o que fazer diante das gigantescas manifestações de domingo e que grau de liberdade precisamos ter em relação ao governo.

Como ?
Nos últimos dois anos do primeiro governo de Dilma, o líder Eduardo Cunha não participou das reuniões de líderes da base aliada. Queremos que isto volte a acontecer. Isto garantirá indcependência ao PMDB.

Os incidentes desta tarde com o ministro azedaram o ambiente entre o Congresso e o Planalto ?
Azedaram a ponto de ebulição.

A atitude do ministro foi algo individual, próprio da sua natureza destemperada, ou foi provocação do Planalto e do PT para tentar desmoralizar o Congresso ?
Ele não bate bem.

Cid Gomes já não é mais ministro de Dilma

O ministro das Educação, Cid Gomes, acaba de pedir demissão. Ele não sobreviveu à sabatina que enfrentou hoje a tarde na Câmara dos Deputados.

Depois de ser chamado de palhaço, ministro da Educação abandona o plenário da Câmara

O ministro da Educação, Cid Gomes, depois de confirmar suas denúncias sobre a existência de 300 achacadores na Câmara, foi confrontado duramente pelos deputados ao final da sua fala e neste momento abandonou o plenário e foi embora sem pedir licença.

Cid Gomes não gostou quando um deputado do governo gritou do fundo da sala:

-Você é um palhaço.

Os deputados aprovaram moção pedindo a imediata demissão do ministro.

Leia a íntegra das explosivas denúncias do vice da Engevix contra o PT, Renato Duque, Vaccari Neto e Paulo Ferreira

O editor transcreveu a reportagem desta terça-feira a noite no Jornal Nacional, porque ela apresenta depoimento devastador de Gerson Almada que era vice presidente da Engevix e esta preso desde novembro.

CLIQUE AQUI para examinar áudio e video.

E.e pediu para ser ouvido pela justiça, disse que tinha contribuições a dar a investigação e prestou depoimento revelador. 

Vale a pena ver e ouvir o modo cínico e sereno com que ele conta como o PT rouba dinheiro público, achaca empreiteiras e corrompe políticos, tudo pela boca de uma das empreiteiras achacadas, a Engevix.

Leia a transcrição feita pelo editor:

Gerson Alm ada disse que realmente havia um acerto entre as empresas que faziam  a obra para Petrobras, o chamado cartel, e era, tudo decidido em reuniões com executivos das empreiteiras.
Almada citou várias obras em que pagou propina como a da Refinaria Artur Bernardes em Cubatão-São Paulo e disse que para os Diretores da Petrobrás não importava quem iria ganhar a licitação, afinal o vencedor teria que pagar propina.

A seguir, trechos do depoimento:

Gerson Almada - Eles estariam tranquilos que qualquer um que ganhasse teria que estar acertado pedágio para andar na rodovia ne? A gente entrava numa rodovia chamada Petrobras, que tinha os pedágios. Você está trafegando, você teria que estar pagando pedágio.
Gerson Almada relatou pagamento de propina em obra de duas diretorias : a de Abastecimento e a de Serviços da Petrobras.
O contato era Milton Pascowitch,investigado na Operaçao Lava Jato por suspeita de de ser um dos operadores do esquema.
O Miltom veio falar: “ Olha Gerson acho que você precisa manter um relacionamento com o partido, você precisa manter um relacionamento com o cliente e eu me proponho a fazer isso. Eu tenho condições de fazer.
-Òtimo! Seja bem –vindo.
-Sérgio Moro
-Qual partido que o Sr está falando?
-Partido dos trabalhadores.
Gerson Almada disse que a propina variava entre meio e 1% do valor dos contratos com a Diretoria de Serviços.
-Mas esses valores seriam repassados para quem?
Para o Milton Pascowitch, para a Jump.
Gerson Almada disse também que a pedido de Milton repassou dinheiro para campanhas eleitorais do PT e citou o nome do tesoureiro do partido João Vaccari Neto.
Como ele tinha um relacionamento com PT e na Diretoria de Serviços também ele trazia pedidos não vinculados as obras, mas vinculados a doações para o partido nas épocas das eleições ou em dificuldades de caixa do partido então nos fizemos, teve um ano que eu doei e que não era m ano eleitoral, foram feitas duas doações para o PT.
E essa doação era ajustada com alguém especificamente  ou só com Milton Pascowitch no âmbito do partido ou o senhor ajustava essas doações com alguém?
-Sim.
-Com quem?
João Vaccari, e antes com Paulo Pereira.

Logo depois do depoimento os advogados de Gerson Almada apresentaram um pedido de liberdade para ele que está preso na Superintendencia da Polícia Federal. Segundo a defesa do executivo Almada contribuiu para descoberta da verdade e por isso deverá ser solto.

Perondi volta a exigir a renúncia de Dilma Roussef

Em pronunciamento no plenário da Câmara, o vice-líder do PMDB, deputado Darcísio Perondi (RS), voltou a pedir que a presidente Dilma Rousseff, diante do quadro de falta de credibilidade, de impopularidade e de incompetência, renuncie à Presidência da República.

 “Tenho certeza que nosso vice-Presidente, Michel Temer, que nunca é ouvido ou consultado pela senhora, tem todas as condições de tirar o país da crise e do caos político admitido pelo próprio governo”, defendeu.

Segundo Perondi, o País vive uma crise econômica, fiscal e moral sem precedentes. A popularidade da Presidente está cada vez mais baixa e só sua renúncia traria de volta a confiança, a paz e a esperança de todos os brasileiros. Michel Temer, assumindo a presidência, faria um governo de coalizão. Chamaria todos os partidos para conversar, pacificando as relações entre Executivo e Legislativo. “Só Michel Temer pode restabelecer a confiança dos brasileiros, especialmente daqueles que produzem”, disse.

Na avaliação do parlamentar gaúcho, o brasileiro não confia mais na Presidente da República. Para a população, o governo petista está atolado num mar de lama, no maior escândalo de corrupção da história e que tende a crescer ainda mais nos próximos meses. Dilma não tem capacidade de corrigir os erros da economia, de estancar a roubalheira na Petrobrás e outras estatais e nem manter sua base de sustentação política no Congresso Nacional. Além disso, a população já consegue visualizar que a campanha eleitoral de reeleição de Dilma foi pautada na mentira. Dilma perdeu a credibilidade.
Perondi citou análise interna feita pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, que admite a existência de um “caos político” e que “não será fácil virar o jogo”. O documento lista erros na estratégia do governo após a reeleição de Dilma Rousseff, principalmente na comunicação. O documento diz que “não adianta falar que a inflação está sob controle quando o eleitor vê o preço da gasolina subir 20% de novembro para cá ou sua conta de luz saltar em 33%”.
Essa tendência fica clara na última pesquisa Datafolha. Do começo de fevereiro até agora, o percentual de brasileiros que considera o governo "ruim ou péssimo" subiu 18 pontos. Quem considera o governo "ótimo ou bom" caiu de 23% no mês passado para 13%. É a primeira pesquisa divulgada após as manifestações populares de domingo, 15 de março.

Corra e veja, agora, o ministro da Educação, Cid Gomes, ofendendo gravemente 300 "achadores" que estão no plenário da Câmara

CLIQUE AQUI para acompanhar tudo, ao vivo.

Vale a pena ir até o canal 147, Sky, TV Câmara, e 40, Globonews, para acompanharao vivo a histórica reunião da Câmara dos Deputados, na qual o ministro da Educação, Cid Gomes, confirma que no plenário estão 300 achacadores.

Dedo em riste, Cid Gomes apontou para o presidente da sessão e disparou:

- A começar por você, Eduardo Cunha.

O ministro da Educação, Cid Gomes (Pros), apontou nesta quarta-feira o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), como um "acusado de achaque" e defendeu que governistas oportunistas "larguem o osso". A fala, em pronunciamento no plenário da Casa, provocou a reação de deputados, que passaram a defender a demissão do ministro.

Nunca, antes, na história deste País, alguém ousou ir tão longe.

O governo e o PT tentam visivelmente transferir a crise da corrupção do Palácio do Planalto para o Congresso.

Veja video com Youssef contando como propina foi parar nas contas dos deputados do PP do RS

A gravação do depoimento do doleiro e delator Youssef, que você poderá acompanhar no link a seguir do site da Rádio Gaúcha, revela de que modo suas denúncias acabaram incriminando toda a bancada federal gaúcha do PP.

O áudio e o video foram liberados pelo ministro do STF, Teori Zavascki, incomodado com as falas dos deputados gaúchos contra ele e contra o MPF.

CLIQUE AQUI para entrar no site da Rádio Gaúcha, clicar no video e ouvir tudo.



Denúncia do Jornal da Band mostra a escabrosa orquestração de malfeitos do Mais Médicos

A reportagem que você verá no link é do Jornal da Band desta terça-feira à noite. É um material mais do que consistente, inclusive com gravações de representantes do governo Dilma e da Organização Panamericana da Saúde.

São diálogos terrivelmente comprometedores, demonstrando a orquestração de manobras arriscadas para justificar o programa Mais Médicos.

Os protagonistas flagrados em gravações, todos do governo e da OPAS, revelam combinações escabrosas para enganar autoridades brasileiras e principalmente os congressistas e a população.

CLIQUE AQUI para ver e ouvir tudo. Vale a pena. E passe adiante. Ninguém publicou coisa alguma na mídia diária desta quarta-feira no Brasil, apesar do caráter explosivo da reportagem.






Cunha suspende decisão anterior da Câmara e garante ida de Renato Duque à CPI da Petrobrás, quinta, com TV ao vivo

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), suspendeu nesta quarta-feira (18) os efeitos do ato da Mesa de 2006 que impedia que presos prestassem depoimento nas dependências da Casa. Com isso, o ex-diretor da Petrobras Renato Duque deve falar à CPI da estatal nesta quinta-feira (19) na própria Câmara, e não mais na Polícia Federal, como estava previsto.


Renato Duque foi preso nesta segunda-feira (16) e está na carceragem da Polícia Federal em Curitiba. Ele é acusado pelo Ministério Público Federal de receber propinas de empreiteiras que formaram um cartel para obter contratos da Petrobras.

Grupo gaúcho Maciel, um dos Top 10 das empresas de auditoria do Brasil, resolveu abrir braço jurídico em Porto Alegre

A partir do ano que vem o grupo gaúcho Maciel, que já atua nas áreas de auditoria, consultoria, perícia e assessoria, abrirá um braço na área jurídica. Maciel já é uma das 10 maiores empresas brasileiras de auditoria e opera com escritórios em Porto Alegre, São Paulo, Rio e Brasília, embora seus 80 clientes ativos localizem-se em quase todos os Estados. São 70 empregados fixos, mas em tarefas como as da auditoria das últimas eleições, a este número podem incorporar-se até mais 100 profissionais. Entre os clientes mais conhecidos estão casos como do TSE, Telebrás e Linha Amarela de São Paulo.

90% dos clientes são do setor públicos, todos conseguidos via disputas em licitações.

O editor almoçou com o fundador e diretor da Maciel,Roger Maciel de Oliveira,  no Le Bistrot.

O fundador tem apenas 38 anos, graduou-se em Ciências Contábeis e atualmente concluir o curso de Direito. São seus sócios: André Henrique, Rosângela Peixoto, Erenita Rosa e Daniel Livio.

A empresa principal nasceu em 2009.

Os profissionais da Maciel são majoritariamente constituídos por contadores, gente de TI, advogados, administradores e empresas e economistas.


Site: www.macielauditores.com.br

Sartori avisa na Federasul que salários dos servidores poderão mesmo atrasar em março

Ao falar ainda há pouco no Tá na Mesa da Federasul, o governador José Ivo Sartori reafirmou que só saberá se o pagamento será efetuado integralmente no dia 20, “dependendo do caixa do dia”.

A cada mês, faltam R$ 400 milhões nos cofres do governo do Estado

Ele disse que é um direito dos trabalhadores irem à Justiça para garantir o pagamento integral. Na semana passada, 17 sindicatos entraram na Justiça para receber os salários inteiros.


Na quinta-feira, o governador apresentará à imprensa a real situação financeira do Estado, quais medidas serão tomadas e as diretrizes de ajuste. Ele garantiu que serão priorizadas áreas essenciais e os 12% do orçamento destinado à saúde, mas não explicitou quais serão as medidas de contenção de despesas.

Pozzobom disputará o comando tucano no RS

O deputado Jorge Pozzobom vai disputar a sucessão do deputado Adilson Troca no comando do PSDB do RS.

As eleições foram adiadas para junho.

Entenda cada ponto do pacote anticorrupção lançado ao meio dia pela presidente Dilma Roussef

Desta vez com traje azul, fundo azul como cenário, bem ao contrário das cores vermelhas do PT (azul é a cor dos tucanos) e optando por falar ao meio dia, quando as panelas estão no fogão e não podem ser usadas como tambor, a presidente Dilma Roussef anunciou, ao meio dia, em nova cerimônia no Palácio do Planalto, o pacote de medidas anticorrupção.  

O conjunto de propostas inclui a criação de um grupo de trabalho com integrantes do Judiciário, da sociedade civil e do setor privado para a discussão de medidas sobre o tema para agilizar os processos judiciais. 

A OAB, CNMP e CNJ prestam-se à nova farsa. 

Em seu discurso, Dilma destacou duas palavras: "prevenir e combater". Ela também cutucou o governo FHC:

- Tenho certeza que todos os brasileiros sabem que a corrupção no Brasil não foi inventada recentemente. O que diferencia um país do outro e um governo do outro é o fato de que alguns criam condições para que a corrupção seja combatida, enquanto outros silenciam. Nós agimos. O Brasil de hoje combate a corrupção.

Em uma nova provocação ao governo do PSDB, de Fernando Henrique Cardoso, ela disse ainda que "as notícias sobre casos de corrupção aumentam, mas justamente porque eles não são mais varridos para baixo do tapete. E aí a luz do sol ilumina, deixa claro e evidencia a existência tanto dos chamados mal feitos quanto dos processos e atos de corrupção".

Os casos de corrupção do Mensalão e do Petrolão envolvem diretamente os governos Dilma e Lula. Ministros e membros de proa do PT foram julgados e presos no primeiro caso, sendo que no segundo caso estão sob investigação, alguns sob denúncia e todos serão condenados e presos.

Confira as propostas anunciadas pelo Palácio do Planalto:

Tipificação do caixa 2 (Projeto Lei)
- Criminalização do Caixa 2: tornar crime o ato de fraudar a fiscalização eleitoral, inserindo elementos falsos ou omitindo informações, com o fim de ocultar a origem, o destino, ou a aplicação de bens, valores ou serviços da prestação de contas de partido político ou de campanha eleitoral. Pena: 3 a 6 anos.
- Criminalização da "Lavagem Eleitoral": criminalizar a ocultação ou dissimulação, para fins eleitorais, da natureza, origem, localização, disposição, movimentação ou propriedade de bens, direitos ou valores provenientes, direta ou indiretamente, de fontes de recursos vedadas pela legislação eleitoral. Pena: 3 a 10 anos.
- Extensão da punição aos doadores, inclusive responsáveis por doações de pessoas jurídicas, e aos partidos. Multa de 5 a 10 vezes sobre o valor doado e não declarado, proporcional aos crimes praticados por pessoa física, jurídica ou Partido que se aproveitar das condutas ilícitas.
Ação de Extinção de Domínio ou perda de propriedade ou posse de bens (PEC e Projeto de Lei)
- apresentação de Proposta de Emenda Constitucional: viabiliza o confisco dos bens que sejam fruto ou proveito de atividade criminosa, improbidade e enriquecimento ilícito. 
Legitimidade ativa: Ministério Público, AGU e Procuradorias.
- apresentação de Projeto de Lei que permita Ação Civil Pública de Extinção de Domínio (ou perda civil de bens):
Que preveja extinção de posse e propriedade dos bens, direitos, valores ou patrimônios que procedam de atividade criminosa e improbidade administrativa; sejam utilizados como instrumentos de ilícitos procedam de negócios com esses bens; sejam incompatíveis com a renda ou evolução do patrimônio;
Que estabeleça procedimento para a alienação dos bens;
Que declare a perda civil independe da aferição de responsabilidade civil ou criminal, bem como do desfecho das respectivas ações civil e penais.
Alienação antecipada de bens apreendidos (PL 2.902/2011 – pedido de urgência):
PL 2.902/2011:
Cautelar que visa à preservação do valor dos bens;
Alcança bens sobre os quais haja provas ou indícios suficientes de ser produto ou proveito de crime; 
Indisponibilidade pode ser decretada para:
Garantir o perdimento de bens;
Reparação de danos decorrentes do crime;
Pagamento de prestação pecuniária, multas e custas.
Indisponibilidade pode ser levantada nos casos de:
Absolvição, suspensão do processo ou extinção de punibilidade;
Prestação de caução;
Embargos julgados procedentes;
Pode ser objeto de cooperação jurídica internacional em matéria penal.
Ficha Limpa para Servidores (Projeto de Lei):
- Exige ficha limpa para todos os servidores do Poder Executivo, Legislativo e Judiciário.
Tipificação do Enriquecimento Ilícito (PL 5.586/2005):
- PL 5.586/2005 (Poder Executivo): possuir, adquirir ou fazer uso de bens incompatíveis com renda ou evolução patrimonial: pena de 3 a 8 anos.
Regulamentação da Lei Anticorrupção (Decreto):
- Incentiva a adoção de Programas de Integridade (compliance) por empresas privadas: códigos de ética e de conduta, políticas e diretrizes para detectar desvios e irregularidades contra a administração pública.
Estabelece e disciplina o rito do Processo Administrativo de Responsabilização (PAR): processo único para violações da Lei Anticorrupção, Lei de Licitações, RDC, Pregão, etc.
- Disciplina o acordo de leniência: competência exclusiva da CGU no Executivo federal.
- Sanções: multa + publicação extraordinária da decisão administrativa + proibição da contratação.
- Regula a multa por prática de atos contra a administração pública:
Valor: 0,1 a 20%
Cálculo da multa: resultado da soma e subtração de percentuais incidentes sobre o faturamento bruto.
Atenuantes: Não consumação da infração, ressarcimento dos danos, grau de colaboração, comunicação espontânea, Programa de Integridade e estrutura interna de Compliance.
Agravantes: continuidade no tempo, tolerância da direção da empresa, interrupção de obra ou serviço público, situação econômica positiva, reincidência.
Não sendo possível utilizar faturamento, valor entre R$ 6 mil e R$ 60 milhões.
Grupo de Trabalho (Acordo de Cooperação):

Avaliação de propostas para agilização de processos judiciais, procedimentos administrativos e demais procedimentos apuratórios relacionados à prática de ilícitos contra o patrimônio público. Participantes: MJ (coordena), CNJ, CNMP, CGU, AGU e OAB, com possibilidade de convidar entidades ou pessoas do setor público e privado relacionadas aos objetivos.

Petrobrás quer privatizar ativos que tem no RS

A Petrobrás confirma que vai se desfazer de IS$ 13,7 bilhões em ativos, mas não confirma que entre eles estão suas posições  na Refap, Sulgás, usina a gás Sepé Tiaraju, Refinaria Ipiranga e Pólo Petroquímico.

Paulo Paim está com um pé no PDT

O senador Paulo Paim está com um pé no PDT.

Ministério da Fazenda pede informações a advogado gaúcho sobre a dívida bilionária do setor rural

O advogado de Porto Alegre Marco Antônio Floriano Bittencourt recebeu hoje telefonema de um assessor do ministro da Fazenda Joaquim Levy, atrás de informações a respeito do Projeto de Lei 354/2014, de sua autoria, que está em tramitação no Senado e que trata da dívida bilionária dos produtores rurais brasileiros.

Em contato com o editor, Floriano Bittencourt disse acreditar, com base nas perguntas feitas pelo assessor de Levy, que o governo está buscando subsídios para estabelecer novas regras com vistas a evitar que se amplie o passivo do setor, que chega a R$ 100 bilhões.

Há quase uma década, o advogado vem colecionando vitórias em causas contra instituições financeiras, conseguindo reduzir a um terço o valor devido por seus clientes, a partir da aplicação correta das regras do Sistema Nacional de Crédito Rural, que os bancos fingem desconhecer.

TCU poderá abrir as portas do inferno para Dilma, Gerdau e os demais membros do Conselho da Petrobrás

Nas entrevistas que costuma conceder, diz Gerdau sobre Dilma: "A presidenta tem um feeling muito bom para perceber a importância da melhoria da eficiência".



O Tribunal de Contas da União (TCU) está na iminência de abrir todas as informações sobre os oito anos de mandato de Dilma Roussef como presidente do Conselho de Administração da Petrobrás, período durante o qual foram praticados inúmeros malfeitos, entre os quais a venda da Refinaria Pasadena.

O auditor e ministro-substituto André Luís de Carvalho foi quem levou ao plenário do TCU a proposta de investigar o conselho da Petrobras.

Além de Dilma Roussef, integravam o Conselho o industrial gaúcho Jorge Gerdau e Fábio Barbosa, ex-presidente da Abril.

Estão todos calados. 

O plenário deve aprofundar a investigação do papel do conselho de administração no escândalo de corrupção da Petrobras. Todas as decisões, inclusive as que alimentaram o “petrolão”, tiveram sua assinatura, configurando “ato de ofício” que pode incriminá-la.
  
A devassa do TCU se baseará na reação da própria Dilma, ao atribuir a compra superfaturada da refinaria de Pasadena a informações falsas.Dilma disse que o então diretor Nestor Cerveró, hoje preso, enviou ao conselho de administração da Petrobras dados falsos sobre Pasadena.


Ao que se sabe, Nestor Cerveró, preso em Curitiba, já teria acertado delação premiada para contar tudo o que sabe, inclusive sore os atos de Dilma e do Conselho. 

Dólar segue em alta e é vendido a R$ 3,240; Bovespa em queda

O dólar opera em alta nesta quarta-feira, à espera da divulgação do comunicado do Federal Reserve (Fed, o Banco Central dos Estados Unidos) sobre a nova taxa de juros norte-americana.

Por volta das 11h25, o dólar era vendido a R$ 3,2403, em alta de 0,288%. Na terça-feira, o dólar fechou em queda de 0,42%, a R$ 3,231, depois de passar a maior parte do dia operando em alta.

Já a Bovespa opera em queda nesta quarta-feira. Às 10h19, o principal índice da bolsa recuava 0,47%, a 50.047 pontos.

Na véspera, a bolsa fechou em alta perto de 3%.






Dilma e Temer não se bicam mais

Apesar de toda crise do governo e das tentativas de Lula de aproximação, a presidente Dilma e seu vice, Michele Temer, não se bicam mais.

Segundo o jornalista Lauro Jardim, da Veja, Temer não foi chamado para a reunião de Dilma com vários ministros, após as manifestações de domingo e continua jogado de lado na estrutura do governo.

Thomas Traumann “sai de férias” após vazar texto sobre caos político e falhas na comunicação do governo

O ministro-chefe da Comunicação Social da Presidência da República, Thomas Traumann, vai tirar seis dias de férias a partir desta quarta-feira. Ele ficará fora do trabalho até a próxima segunda-feira.

O afastamento ocorre após o vazamento de documento reservado com críticas à comunicação "errática" do governo desde a reeleição da presidente Dilma Rousseff.

Há informações, ainda não confirmadas, de que Traumann teria ficado ainda mais estressado após ouvir insultos de Dilma, após o vazamento do documento, que elaborado por sua secretaria. O texto não assinado circulou entre ministros, dirigentes do PT e assessores do ex-presidente Lula.

CLIQUE aqui para ler matéria do jornal O Globo sobre o vazamento de informações internas do Planalto sobre a comunicação do governo Dilma.

Pepe Legal está por um fio no ministério de Dilma

Pepe Vargas está por um fio no cargo de ministro de Relações Institucionais. É que ninguém mais quer falar com ele.

Deputados e senadores de todos os Partidos ridicularizam Pepe Legal.

A vaga irá para o ex-governador Jaques Wagner.

Tarso usou dinheiro de investimentos para pagar salários

A secretaria do Planejamento apurou que o governador Tarso Genro usou para pagar salários boa parte do dinheiro (R$ 3,2 bilhões) de empréstimos tomados para investimentos.

O saldo de R$ 1,2 bilhões só sairá dos bancos se o governo atual comprovar que R$ 700 milhões que os petistas estirilizaram no caixa único, visando mascarar o uso em gastos de custeio.


O governador Sartori terá que pagar toda a conta da contabilidade criativa deo governo do PT.

Dilma não vai a Expodireto mas irá em assentamento do MST na sexta-feira

A presidente Dilma Rousseff virá ao Rio Grande do Sul nesta sexta-feira para atender a um pedido do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). Segundo o presidente estadual do Partido dos Trabalhadores (PT), Ary Vanazzi, Dilma participará da colheita de arroz orgânico produzido por "um assentamento" de Eldorado do Sul.

Para uma das mais importantes feiras do agronegócio, a Expodireto, que foi realizada na semana passada, a presidente não compareceu.

Tribunal de Justiça decide piso gaúcho na segunda

Será dia 23 a decisão do Tribunal de Justiça sobre a legalidade do aumento de 16% no valor do piso estadual.

O Ministério Público Estadual já se manifestou pela legalidade.

Liminar concedida às entidades empresariais cancelou o aumento.

David Coimbra e o raciocínio criminoso dos petistas

Artigo do jornalista David Coimbra na Zero Hora desta quarta-feira

"O raciocínio petista"

Duvido que Dilma tenha participado dessa roubalheira. Mas duvido que não soubesse dela. É impossível que uma mulher experiente na administração pública, tendo sido presidente do Conselho de Administração da Petrobras, ministra das Minas e Energia e da Casa Civil, sendo "mãe do PAC" no governo Lula e duas vezes presidente da República, é impossível que ela não soubesse do que ocorria. Da mesma forma, é impensável crer que Lula, o principal líder do PT, não soubesse de nada.

Ainda não é possível provar que eles sabiam, mas centenas de milhões de dólares sujos estão aparecendo por toda parte, as investigações estão se agudizando e o cerco vem se fechando a cada dia. Em pouco tempo, talvez não haja mais sofisma que sustente a defesa deste governo.

CLIQUE AQUI para ler todo texto.

Decretada estado de emergência no presídio estadual do Alegrete

A prefeitura do Alegrete decretou estado de emergência e de calamidade pública por conta da degradação do presídio estadual localizado na cidade.

Há superlotação, falta de agentes e comprometimento da saúde pública.

Webjet é condenada por sonegar informações sobre vôos com saída de Porto Alegre

A Webjet acaba de ser condenada a pagar R$ 50 mil por dano moral, tudo por sonegar informações relevantes para vôos com saída de Porto Alegre.

A sentença assinada pelo juiz Roberto Fraga também condena a companhia ao dever de fazer, ou seja, de prestar claramente todas as informações básicas sobre suas viagens.

PDT chama Lupi para botar água fria na crise provocada pela saída de Fortunati

O anúncio público de “licença” do PDT transformou o prefeito José Fortunati no protagonista de uma crise política de grandes proporções no Partido.

O presidente nacional do Partido, Carlos Lupi, virá nesta quinta a Porto Alegre para falar com o prefeito, que está irritadíssimo com boa parte da sua bancada na Câmara de Vereadores. Na segunda-feira, vereadores da oposição e do PDT comemoraram juntos a derrubada de vetos apostos pelo prefeito.

Na sexta-feira, Lupi  e as direções estadual e metropolitana discutirão o que fazer.
Aparentemente o PDT não parece levar muito a sério a decisão de JoséFortunati. O Partido acha que ele e sua mulher, Regina Becker, deputada estadual, têm mais a perder do que a ganhar com o caso, alegando que José Fortunati tem dialogado pouco com sua base parlamentar e partidária.

Saída de Fortunati prejudicará apoio do PDT ao PMDB em 2016

Caso o prefeito mantenha sua posição e saia do PDT, fica comprometido o apoio do Partido ao vice Sebastião Mello em 2016.

Marcel e Manuela começam a bater de frente na Assembléia do RS

Os deputados Marcel Van Hatten, PP, e Manuela D’Ávila, PCdoB, começaram a bater de frente na Assembléia do RS.

Dilma virá nesta sexta ao RS

A presidente Dilma Roussef confirmou sua vinda ao RS nesta sexta. Ela participará da abertura da colheita de arroz orgânico em Eldorado do Sul, 11h.

Herança Maldita de Tarso poderá paralisar Samu no RS

Há ameaça real sobre os serviços do Samu no RS. É que o governo Tarso Genro não pagou o que devia nos meses de outubro, novembro e dezembro.

Sartori pagou janeiro, mas não garantiu prazo para quitar a herança maldita.

A fatura de fevereiro será paga dia 25 de março.

Bohn Gass, PT, é o mais novo membro da Comissão de Agricultura da Câmara

O mais novo membro da Comissão de Agricultura da Câmara é o deputado gaúcho Elvino Bohn Gass.

O deputado chegou a ser investigado pela Polícia Federal no âmbito do inquérito sobre desvios de dinheiro do Pronaf para o PT, mas o ministro Teori Zavascki resolveu poupá-lo, alegando imunidade parlamentar.

Artigo, Percival Puggina - Emendar-se, o governo não vai

Nada seria mais danoso às carreiras ligadas ao Direito e à Justiça do que a unanimidade das opiniões jurídicas. Vale o mesmo para a imprensa. Nas sociedades livres, a divergência integra o ser social. Não existe ponto sem contraponto. E é por aí que muitos trabalham. As sociedades submetidas ao totalitarismo funcionam ao contrário: dissentir, pensar diferente do rebanho ou de seus pastores, gera consequências que vão dos adjetivos pejorativos às sentenças de morte. Por isso, a afirmação de que o impeachment da presidente Dilma constitui demanda ridícula, golpista, sem fundamento jurídico, não é uma sentença final, irrefutável. É apenas uma das posições possíveis perante o assunto.

Com apenas 7% da opinião pública a seu favor, a permanência de Dilma no poder nada tem a ver com democracia, mas com Estado de Direito. É este que a sustenta contra aquela. Para resolver tais casos, a Constituição disponibiliza o processo de impeachment. Que tem lei própria. Que é um instituto de natureza eminentemente política, nem surdo nem mudo, com motivações éticas e regras claras. Golpe, só não percebe quem não quer, foi dado ao país antes, durante e depois da eleição. Antes, com governança irresponsável, com franquias à corrupção, com esbanjamento dos recursos públicos para fins eleitorais, com negligência no controle dos gastos, com a ruína da aritmética. Durante, com repetição de despudoradas mistificações, com ocultação da realidade nacional, com a estratégia serial killer de reputações e a imputação aos adversários das maldades que o governo viria a cometer. Depois, no agir como se o dia 27 de outubro nada tivesse a ver com o dia 26. E transcorresse noutro país, sob outra realidade, perante outro povo. Mas o que é isso, companheira?

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Povo quer Dilma e o PT fora do governo em todas as regiões e em todas as faixas de renda

Se o leitor clicar nos gráficos e ilustrações aí ao lado, todas da Folha de S. Paulo de hoje, perceberá que em todas as regiões e em todas as faixas de renda a avaliação ruim e péssima do governo Dilma abriu uma boca de tubarão.

O Centro-Oeste é a região onde a presidente recolhe as piores notas.

Só Collor, às vésperas do impeachment, foi tão mal avaliado, conforme se pode verificar na ilustração bem abaixo.

Também as classes sociais oferecem quadro horrível para o prestígio de Dilma. As notas de ruikm e péssimo que ela recolheu em todas as camadas de renda, muito ruins, demonstram que a tese de que é a elite branca e rica quem comanda os protestos contra o governo é apenas escapismo do governo, porque não resiste ao que mostram os números.

A única saída política para a crise é a saída de Dilma, o desmonte do governo petista, a colocação do PT na ilegalidade e a prisão de todos os envolvidos nos atos de corrupção que assombram o País, inclusive Lula e Dilma.

Já.

Sem passar o País a limpo, depois da eleição de um novo goverrno, será impossível devolver a governabilidade e a decência ao País. 

Avaliação ruim do Congresso é quase tão desfavorável quanto a de Dilma

Quase pior que a popularidade de Dilma (veja abaixo) é a avaliação que a população faz do trabalho do Congresso. A pesquisa mostra que só 9% consideram ótimo ou bom o desempenho dos deputados e senadores.

Para metade da população (50%), a atuação dos congressistas é ruim ou péssima. A taxa só é comparável com as do fim de 1993, período em que a reprovação aos parlamentares oscilou em torno de 56%.


Duas dezenas de parlamentares e os presidentes da Câmara e do Senado, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e Renan Calheiros (PMDB-AL), estão entre os investigados da Operação Lava Jato

Datafolha aponta recorde na desaprovação a Dilma. 62% dos brasileiros acham ruim e péssimo o seu governo.

A presidente Dilma Rousseff atingiu a maior taxa de reprovação desde setembro de 1992, véspera do impeachment do então presidente Fernando Collor de Mello, segundo dados do Datafolha.

Em pesquisa realizada entre segunda e terça-feira, após as manifestações do dia 15 de março, 62% dos brasileiros classificam sua gestão como ruim ou péssima. A reprovação de Dilma subiu 18 pontos desde fevereiro e a taxa de aprovação chegou ao ponto mais baixo desde o início de seu primeiro mandato: 13%.

A insatisfação cresceu em todos os segmentos sociais analisados pelo instituto. Segundo o diretor do Datafolha, Mauro Paulino, pela primeira vez, a maioria dos que têm menor renda e menor escolaridade classifica sua gestão como ruim ou péssima. O mesmo ocorre no Norte e no Nordeste.


Quanto à economia, para 60%, situação vai piorar - pessimismo é o maior registrado desde dezembro de 97.