Jornal Folha de S. Paulo diz que governo do PT promove "farsa na saúde"

O editorial a seguir é da Folha deste sábado. Leia a íntegra:

O governo federal lançou o Mais Médicos para resolver o problema da falta de profissionais em cidades como Anamã, Barbalha, Camaragibe, Canindé, Cascavel, Coari, Jeremoabo, Lábrea, Nova Soure, Santa Bárbara e Sapeaçu. Nos gabinetes refrigerados do Planalto, porém, talvez não se faça muita conta do que realmente se passa nessas localidades do Amazonas, da Bahia, do Ceará e de Pernambuco. Ou em qualquer outro Estado do Brasil. Como mostrou esta Folha, prefeitos das 11 cidades citadas já demitiram ou pretendem demitir profissionais contratados para substituí-los pelos bolsistas do Mais Médicos. O motivo era previsível: quem paga os R$ 10 mil mensais do programa federal é Brasília. Razão irresistível para alcaides oportunistas se livrarem de despesa sem se indisporem com eleitores. O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, afirmou há duas semanas que sua pasta monitoraria as prefeituras para impedir essa manobra, tão deletéria para o programa quanto a hostilidade de associações médicas aos bolsistas. A esse respeito, é incompreensível que um profissional cubano tenha sido vaiado e chamado de "escravo". O programa Mais Médicos é uma iniciativa que enfim busca solução para a inaceitável carência de médicos e tenta pôr para funcionar a atenção básica de saúde onde ela se apresenta mais necessária.
Importar profissionais tem sido recurso usual noutros países, e não haveria por que descartá-lo no Brasil. A rejeição a esse expediente resulta de puro corporativismo --a luta por melhores condições de atendimento não muda com a presença desses médicos.Isso não significa, é claro, que o Planalto esteja conduzindo bem todo o processo. Antes o contrário.Encenou-se em Brasília um primeiro ato de prioridade para profissionais brasileiros --formados aqui ou no exterior-- e para os interessados de Portugal e Espanha. Nos bastidores, descortinou-se no segundo ato, eram 4.000 cubanos que se preparavam para adentrar o proscênio. O terceiro ato se abre agora com as farsas municipais, comprovadas em 11 prefeituras. Decerto são representativas de muitas outras Brasil afora. Falta o público descobrir se o governo federal de fato vai desligar essas e outras cidades do programa, como agora promete em tom dramático. Ou, então, se tolerará esse barateamento da saúde pública para não melindrar possíveis aliados nas eleições de 2014.

CLIQUE AQUI para ler "Médico cubano vê vinda ao Brasil como chance de fazer pé-de-meia", da Folha deste domingo. A reportagem é ilustrada com informações corretas sobre a medicina em Cuba.

Propostas emergenciais - Osmar Terra, Alceu Moreira e Perondi propõem ao PMDB gaúcho prisão perpétua e até eleições revogatórias

Diante de mais de mil militantes que lotaram o auditório Dante Barone, na Assembleia Legislativa do Rio Grande, na Convenção Estadual do PMDB, este sábado, o deputado federal Osmar Terra apresentou um documento feito pela corrente Afirmação Democrática, composta por 15 deputados federais do Partido, dos quais tres do RS - o próprio Terra, Darcisio Perondi e Alceu Moreira. O texto foi apresentado e aprovado pela bancada peemedebista e a executiva nacional.

A corrente Afirmação Democrática propõe à bancada federal do Partido e à sua executiva, os seguintes pontos, inclusive pena de prisão perpétua para crimes violentos e recall (eleições revogatórias:.

As propostas emergenciais do PMDB para o Brasil

1) Novo Pacto Federativo
. Repartição do bolo tributário de 1/3 para cada nível federativo
. Renegociação das atribuições de cada nível federativo.

2) 10% da RTL para a saúde.
. Mais médicos, mais enfermeiras, mais dentistas, mais recursos humanos e mais recursos para a saúde.
. Plano de Carreira, com Concurso Nacional e financiamento federal para equipes de atenção básica, já!

3) 10% da RTL para a Educação, com melhoria dos currículos e do método
Pedagógico baseado em evidencias.

4) aumento do rigor das penas para crimes violentos, com o estabelecimento
de prisão perpétua.

5) reforma política decidida e votada pelo Congresso, sem necessidade de
Plebiscito. Teria referendo popular a posteriori.

6) recall para cargos tanto no legislativo, quanto no executivo e no judiciário.

7) tarifa zero para estudantes e melhoria dos transportes urbanos.

8) renegociação imediata de todas as dividas dos Estados e Municípios com a União, refazendo os cálculos de juros e aumentando o prazo de pagamento.

9) estabelecimento da meritocracia, baseada em resultados concretos, para a
população, em todos os níveis da administração pública.

10) redução em 50% do número de Ministérios e cargos de confiança no
Executivo Federal.

Assessor petista de Gleise e Dilma, acusado de pedofilia e estupro, é transferido preso para Curitiba. "Eu sou inocente", disse o foragido preso.

A foto ao lado é de HenryMilléo, Gazeta. O flagrante é da chegada do fugitivo petista a Curitiba. Sua chefe até semana passada, a ministra Gleise Hoffmann, não intercedeu em favor do assessor. O governo não fala nada, nem mesmo a ministra Maria do Rosário, sempre disposta a acusar pedófilos e estupradores. Gaievski é do mesmo Partido da ministra.



O jornal Gazeta do Povo, Curitiba, informou esta tarde que epois de uma semana foragido, o ex-prefeito de Realeza, cidade do Sudoeste do Paraná, e ex-assessor especial da Casa Civil da Presidência da República, Eduardo Gaievski, foi preso na madrugada deste sábado (31) em Foz do Iguaçu, no Oeste do estado. Gaievski estava no apartamento de parentes e foi surpreendido por policiais civis. Leia mais:

O ex-assessor foi transferido para Curitiba e ao chegar à capital, por volta das 16h15, negou que estivesse tentando fugir para o Paraguai. "Sou inocente e vou me defender", disse antes de ser recolhido à cela do 3.º Distrito Policial, no bairro Mercês. Gaievski disse que "jamais" manteve relações sexuais com menores de idade e negou que tivesse a intenção de fugir para o Paraguai.

. Ao chegar em Curitiba, Eduardo Gaievski disse apenas que era inocente e que não pensava em fugir para o Paraguai.

. O delegado Rafael Vianna, responsável pela prisão, disse que Gaievski não ficará preso no 3.º Distrito Policial, mas não revelou para onde ele será transferido.

CLIQUE AQUI para ler mais.

Ladrões roubam mais carros em Porto Alegre do que em São Paulo e Rio. Insegurança pública atingiu níveis alarmantes no atual governo do PT. Cenário beira ao caos.

O repórter José Luis Costa revela no jornal Zero Hora deste sábado que em relação à frota, os motoristas da capital gaúcha são mais visados por ladrões do que são visados os motoristas de São Paulo e do Rio. É o fracasso completo da área de segurança pública do atual governo do PT do RS. Leia tudo:

A voracidade dos ladrões de carros é maior em Porto Alegre do que nas duas metrópoles mais populosas do país. Números oficiais do primeiro semestre apontam que os furtos e os roubos de veículos na capital do Rio Grande do Sul, proporcionalmente à frota, superam os casos entre paulistanos e cariocas.

. Em Porto Alegre, são 6,75 carros levados a cada mil, enquanto em São Paulo são 6,43 veículos a cada mil. No Rio de Janeiro, 3,32 veículos, menos da metade da taxa registrada na capital gaúcha. O fenômeno causa ainda mais espanto porque Porto Alegre tem apenas 13,8% da frota do Estado e concentra 35% dos furtos e roubos. A capital paulista tem 29,9% da frota e a fluminense, 45,3%.


 Os dados revelam que, sob o aspecto da criminalidade, é mais perigoso dirigir em Porto Alegre do que nas outras duas cidades.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

CARRO À VENDA
HONDA CIVIC A R$ 39.990,00 !!
Honda Civic LXS 1.8 Flex, 2009. 100% quitado.
Bancos de couro, cor prata, placa I de Porto Alegre. Ótimo estado.
Tratar com Maurício, 51-9731.3507

Wagner Canhedo, empresário, ex-dono da Vasp, é preso por sonegação em Brasília

O empresário Wagner Canhedo foi preso na manhã deste sábado, em Brasília, acusado de crime tributário e sonegação fiscal. O mandado de prisão foi expedido pela Segunda Vara Criminal de Florianópolis, em Santa Catarina. A decisão da Justiça prevê prisão de quatro anos, cinco meses e dez dias em regime semiaberto, além do pagamento de multa. Dessa forma, ele poderá trabalhar durante o dia e se recolher ao presídio no período da noite.

. Ex-presidente da companhia aérea Vasp, Canhedo foi preso às 6h30 da manhã quando deixava de carro a sua residência no Lago Sul, região nobre de Brasília. Na ocasião, estava sozinho. A operação contou com a participação de seis agentes da Delegacia de Capturas e Polícia Interestadual (DCPI). "Ele se demonstrou surpreso, mas não ofereceu resistência e por isso não precisou ser algemado", disse o delegado Sérgio Moraes, responsável pela prisão do empresário. Canhedo foi encaminhado para uma cela no Departamento de Polícia Especializada (DPE). Segundo o delegado, por ter residência em Brasília, a princípio, ele não precisará ser transferido para Santa Catarina.

Assessor de Gleise no Palácio do Planalto, acusado de estupro e pedofilia, é preso em Foz ao tentar fugir do Brasil

A foto é recentíssima. O petista foi levado ao Planalto por Gleise. Na foto, ele abraça suas "madrinhas". O PT do Paraná e o Palácio sofreram novo abalo com as denúncias, a demissão, a fuga e a prisão de Gaievski. 



O ex-assessor da Casa Civil da Presidência da República, Eduardo Gaievski, acusado de estupro de vulnerável e que estava foragido desde o dia 23 de agosto após a decretação de prisão preventiva, foi preso às 7h deste sábado em Foz do Iguaçu, a 636 quilômetros de Curitiba (PR). Gaievski estava abrigado na casa de parentes e se preparava para deixar o País. De acordo com fontes da polícia, ele pretendia se esconder em uma propriedade que um tio dele possui no Paraguai.


. A prisão foi realizada por um grupo especial da Polícia Civil do Paraná. O ex-assessor está sendo levado para Curitiba neste momento e deverá ser apresentado às 15h na capital paranaense.

"Nossa medicina é quase de curandeirismo", diz doutor cubano que desertou de missão na Bolívia

Ao lado, montagem que sublinha de que modo a família Castro, suserana da ilha de Cuba, retém 80% dos salários dos médicos que arrenda para outros Países. 



Nesta entrevista a Veja, o médico Gilberto Velazco Serrano, de 32 anos, conta por que, em 2006, desertou de uma missão de seu país na Bolívia - na qual os médicos eram vigiados por paramilitares. O material é de Arethja Yaraki. Leia tudo:

O cubano Gilberto Velazco Serrano, de 32 anos, é médico. Na ilha dos irmãos Castro ele aprendeu seu ofício em meio a livros desatualizados e à falta crônica de medicamentos e de equipamentos. Os sonhos de ajudar os desamparados bateu de frente, ainda durante sua formação universitária, com a dura realidade de seu país: falta de infraestrutura, doutrinação política e arbitrariedade por parte do governo. "É triste, mas eu diria que o que se pratica em Cuba é uma medicina quase de curandeirismo”, diz  Velazco.

. Ao ser enviado à Bolívia em 2006, para o que seria uma ação humanitária, o médico se viu em meio a uma manobra política, que visava pregar a ideologia comunista. “A brigada tinha cerca de 10 paramilitares, que estavam ali para nos dizer o que fazer”. Velazco não suportou a servidão forçada e fugiu. Sua primeira parada foi pedir abrigo político no Brasil, que permitiu sua estada apenas de maneira provisória. Hoje, ele mora com a família em Miami, nos Estados Unidos, onde tem asilo político e estuda para revalidar seu diploma. De lá, ele concedeu a seguinte entrevista ao site de VEJA:

Como os médicos são selecionados para as missões?

Eles são obrigados a participar. Em Cuba, se é obrigado a tudo, o governo diz até o que você deve comer e o que estudar.

CLIQUE AQUI para ler toda a entrevista. 

Saiba por que o governo Dilma Roussef poderá ter 3º pior PIB de todo o período da República

O professor da Ufrj, Reinaldo Gonçalves, autor do livro "Desenvolvimento às Avessas", escreve neste sábado para o jornal Folha de S. Paulo, tentando colocar um pouco de racionalidade na repentina euforia com que o governo e boa parte da mídia resolveram conceder ao avanço modestíssimo do PIB do terceiro trimestre. Ele avisa como será o que argumentará:

- Fatos, nada além de fatos.

Leia tudo:

 A taxa média anual de crescimento do PIB é 4,5% na era republicana. Nesse período somente dois presidentes são responsáveis por taxas de crescimento do PIB menores do que 2,0%, como média anual do mandato.

Os governos que atingiram a apoteose da mediocridade são: Fernando Collor (-1,3%) e Floriano Peixoto (-7,5%). Neste último o desempenho econômico pode ser explicado, em grande medida, pela ruptura institucional e pela crise política. Já a crise política no governo Collor é explicada, principalmente, pelo desempenho econômico medíocre.

No período 2011-14, as taxas de crescimento do PIB são: 2011 = 2,7% e 2012 = 0,9%. Previsões apontam para crescimento da ordem de 2,0% em 2013 e 2014.

Portanto, a taxa média anual deve oscilar em torno de 2,0%.


O fato é: o governo Dilma pode ter o terceiro pior desempenho da história republicana, com 30 presidentes.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

HONDA CIVIC A R$ 39.990,00 !!
Honda Civic LXS 1.8 Flex, 2009. 100% quitado.
Bancos de couro, cor prata, placa I de Porto Alegre. Ótimo estado.
Tratar com Maurício, 51-9731.3507

Marchezan Jr e o líder Imbassahy filmaram voto pela cassação de Natan Donadon

O deputado Marchezan Júnior, ao lado, RS, não só votou pela cassação do deputado Natan Donadon, como fotografou seu voto e disponibilizou-o no Twitter. Mais longe foi o líder da minoria no Congresso, deputado Antônio Imbassahy, do PSDB, chegou ao extremo na sessão plenária da Câmara na última quarta-feira (28), na qual foi votado o processo de perda do mandato do deputado Natan Donadon, preso no complexo da Papuda, em Brasília, há dois meses.


Na tentativa de 'responder às ruas', os tucanos Marchezan Júnior e Imbassahy podem ter infringido o regimento interno da Câmara ao filmar e publicar o ato do seu voto a favor da cassação do colega de parlamento. O pernambucano Bruno Araújo (PSDB), também filmou e publicou seu voto no Youtube.

CLIQUE AQUI para examinar o voto de Imbassahy.

Veja diz que o gabinete 595 do Congresso Nacional fica agora no Presídio da Papuda

A reportagem de Veja deste sábado retoma o noticiário desta semana para dizer que a Câmara dos Deputados enxovalhou as instituições ao preservar o mandato de Natan Donadon, corrupto condenado pelo Supremo Tribunal Federal, que cumpre pena de prisão há dois meses. A decisão criou o primeiro híbrido de parlamentar presidiário na história do Brasil – mas o pior é que pode ser apenas o prelúdio na formação de uma Bancada da Papuda.

. A reportagem de capa que vai aí ao lado, deixa claro que o mais novo gabinete da Câmara, o 595, fica no Presídio da Papuda.

HONDA CIVIC A R$ 39.990,00 !!
Honda Civic LXS 1.8 Flex, 2009. 100% quitado.
Bancos de couro, cor prata, placa I de Porto Alegre. Ótimo estado.
Tratar com Maurício, 51-9731.3507

Artigo, André Forastieri: Mais Médicos, muito mais marketing: uma polêmica de proveta

Ao lado, capa de Época de hoje. Sobre a reportagem de capa, LEIA AQUI, também, "Escravos de Cuba",
do jornalista Alcyr Carrasco, revista Época de hoje.

No artigo que publicou nesta sexta-feira sobre a discussão a respeito da importação de médicos-escravos de Cuba, o jornalista André Forastieri resolveu fazer uma pequena comparação entre Havana e Damasco, para demonstrar o absurdo do acordo fechado pelo governo do PT. Leia tudo:

O Brasil vai importar 700 médicos da Síria. Eles vão trabalhar em cidades pequenas que hoje não tem médico. Antes, aprenderão português e passarão por testes para provar sua qualificação. Mas em vez do governo federal brasileiro pagar diretamente os médicos, vai enviar R$ 511 milhões para o ditador da Síria, Bashar al-Assad. Ele pagará os médicos, mas não sabemos quanto, e ficará com o restante do dinheiro para financiar seu regime, que proíbe a liberdade de expressão e imprensa, e reprime violentamente os dissidentes.

. Se você achou a comparação de Cuba com Síria e Assad com Fidel bem natural, o programa Mais Médicos já atingiu seu objetivo. Se você achou um absurdo reacionário, também.

CLIQUE AQUI para ler tudo

Daqui a pouco, PMDB gaúcho reunirá convenção estadual na Assembléia

Desde esta manhã, no Teatro Dante Barone, Assembléia do RS, o congresso estadual do PMDB do RS. O Partido ainda não lançará seus candidatos ao governo e ao Senado. O nome mais forte para o Piratini é o do ex-prefeito de Caxias, José Ivo Sartori.

. O presidente do Partido, Edson Brum, espera 4 mil participantes.

. De manhã, a presença de dirigentes e militantes do PMDB é enorme na Assembléia.

. Existe muita pressão para que o Partido lance imediatamente seu candidato ao Piratini, mas os dirigentes querem esperar mais um pouco para fechar alianças.

Esta manhã, Eduardo Campos encontrará com Ana Amélia na Expointer

O governador Eduardo Campos, PSB, agendou visita, esta manhã, com a senadora Ana Amélia, PP, na Casa do Legislativo, Expointer, em Esteio. Os dois candidatos terão a companhia de dirigentes dos seus Partidos.

. Eduardo Campos quer o apoio de Ana Amélia e do PP do RS para sua candidatura a presidente e o PP está disposto a fazer isto, caso o PSB ofereça reciprocidade no Estado.

. Esta semana correu a informação de que Campos poderia convidar Ana Amélia para vice da sua chapa, inclusive com o apoio do PMDB gaúcho, que neste caso teria o apoio do PP e do PSB para a disputa ao Piratini.