Veja diz que OAS mantinha conta clandestina para irrigar os bolsos de Lula

Homens escolados como o Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, e o ministro do STF, Gilmar Mendes, parecem não aprender nunca os ensinamentos que grandes publicações costumam oferecer aos magotes quando fazem denúncias que não se esgotam na própria reportagem, porque deveriam saber que isto é sempre o começo de algo ainda maior.

É o que a reportagem de capa da revista Veja ensina mais uma vez.

A revista tinha muita munição quando divulgou um dos anexos da pré-delação do empreiteiro Leo Pinheiro, dono da OAS, o mesmo que assumiu o prédio da Bancoop no Guarujá, reservou ali o triplex de Lula, reformou-o luxuosamente para o ex-presidente, e ainda reformou o sítio de Atibaia e pagou as despesas dos armazéns onde foram guardados os bens que o ex-presidente trouxe de Brasília.

Quando Rodrigo Janot cancelou a delação, jogou no lixo tudo isso, mas também coisas bem mais importantes, como mostra Veja esta semana, que bota pá de cal na biografia de Lula e abala as biografias de gente graúda como Aécio e José Serra.

Sartori despertou e tomou decisões certas na área da segurança pública.

Ana Amélia quer que todos os recursos da emenda orçamentária da bancada gaúcha sejam alocados para a área da segurança pública do RS

A senadora Ana Amélia informou há pouco ao editor, que acaba de pedir ao coordenador da bancada gaúcha no Congresso, Giovani Cherini, que a próxima emenda conjunta à proposta orçamentária, anualmente feita  pelos deputados e senadores, contemple recursos exclusivos para a área de segurança pública do RS.

Os recursos poderão ser usados para estruturação, reaparelhamento, modernização e ações correlatas para fortalecimento da atividade policial.

Artigo, Eugênio Paes Amorim, promotor - Esta é a parte de culpa que cabe ao Judiciário

Eu tenho dito aqui há muito tempo que o Judiciário tem que assumir sua culpa e cortar na carne, sem corporativismo...
Pois bem.
Fabrício Farias, o cidadão preso por matar a mulher ontem no latrocínio em Porto Alegre, foi preso em 26 de novembro de 2015 e solto em 12 de abril de 2016 sob alegação de excesso de prazo de prisão cautelar (meros 5 meses). O Ministério Público não concordou com a soltura, mas a Juíza Vanessa Gastal de Magalhães colocou o criminoso nas ruas (Processo 2.15.0094971-8).
Nas ruas, foi preso por outro assalto em 15 de julho de 2016 e, mesmo estando respondendo a outro processo por roubo, e no novo roubo com reconhecimento pelas vítimas já no registro de ocorrência, foi solto no dia seguinte, 16 de julho de 2016, provavelmente na festejada audiência de custódia, pela Juíza Plantonista Andrea Nebenzhal, também contra a vontade do Ministério Público, que recorreu da soltura, recurso até agora não julgado (Processo 2.16.0056569-5).
40 dias depois destrói uma vida e uma família, solto, armado e fazendo o que sabe fazer: roubar.

A pergunta que faço é: sem as mentiras de que foi apenas cumprida a lei (nenhuma lei autoriza soltar no dia seguinte assaltante reconhecido que responde a outro processo por roubo), e sem terceirizar a culpa, o que o Poder Judiciário tem a dizer à população e que medidas efetivas tomará além de culpar os políticos de costas largas?

A ruína da pátria educadora

A reportagem da revista Istoé é da jornalista Mel Bleil Gallo. Vale a pena ler:

Cantado em verso e prosa pelo marketing petista como a solução para todos os problemas na Educação, uma das áreas primordiais para o futuro do País, o Pátria Educadora virou o símbolo de um desastre administrativo. Não bastassem os sucessivos cortes no setor, anunciados por Dilma, e as falhas no programa de financiamento estudantil, destinado a jovens, agora se sabe que a política pública lançada para ser o carro-chefe do segundo mandato da presidente afastada fracassou naquilo que deveria ser a matéria-prima do seu trabalho. Um levantamento realizado pelo Ministério da Educação mostra um alarmante aumento no índice de analfabetismo entre jovens de 15 a 29 anos em seis Estados brasileiros, desde 2013. Foi o primeiro registro dessa natureza em décadas. Nas palavras da secretária-executiva do MEC, Maria Helena Guimarães, os integrantes desse grupo são uma “geração perdida”. Parte dela, inclusive, concentra mães e chefes de família beneficiadas pelo Bolsa Família.

Diante desse quadro, a pasta tem se debruçado, nas últimas semanas, na elaboração de um programa voltado para a alfabetização. O processo foi iniciado a partir de um diálogo com o senador, ex-ministro da Educação de Lula e ex-reitor da Universidade de Brasília (UnB) Cristovam Buarque (PPS). O MEC está estudando a melhor forma de reverter esse cenário que, segundo o ministro Mendonça Filho (DEM-PE), virou prioridade de sua gestão.


Os dados foram analisados com base na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD) entre os anos de 2013 e 2014. No Estado que registra maior crescimento, o Mato Grosso do Sul, o aumento de analfabetos entre 15 e 29 anos foi de 39%.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Artigo, Aquillino Dalla Santa Neto, Zero Hora - O fracasso anunciado de Dilma

Dilma Rousseff tomou posse no governo em 2011, herdando uma taxa de 7,5% de crescimento, e acabou seu primeiro mandato em 2014 com 0,1%, sendo o pior resultado desde Collor. Segundo ela, o fracasso econômico de seu governo foi devido à crise internacional, e não à ausência de valores éticos e morais na política brasileira.


De fato, existiram nos últimos anos fatores que apontaram um esgotamento na economia mundial, atingindo vários países. Mas tal desaceleração já era prevista muito antes, com o anúncio do estouro da bolha cambial que afetou mais de 200 empresas brasileiras, e nada foi feito para amortizar tal impacto.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Artigo, Aod Cunha - Saiba como SP reduziu a criminalidade

Este texto a seguir foi disponibilizado hoje no Facebook do ex-secretário gaúcho da Fazenda, Aod Cunha, que mora em São Paulo e não sai de Porto Alegre. 

Crimes violentos em Porto Alegre e São Paulo – Será que podemos olhar objetivamente para o que funcionou relativamente melhor no Brasil?
A compreensível revolta da população gaúcha e de Porto Alegre com mais um episódio bárbaro de violência tem que nos fazer sair da indignação para a ação. E uma ação com um mínimo de inteligência e não só passionalidade.
Eu gostaria de morar num país como a Suécia, Islândia ou Japão, onde o nível de desenvolvimento e a cultura de paz e coesão social são suficientes para explicar baixíssimos níveis de violência. Voltando para a nossa realidade, primeiro precisamos parar de sermos mortos como insetos na rua.
SP não é a Suécia ou o Japão, mas reduziu acentuadamente os índices de crime violentos, especialmente homicídios e latrocínios por 100.000 habitantes, desde o inicio dos anos 2000. A taxa de homicídio por 1000.000 habitantes é muito menor do que a média nacional sob qualquer critério que se use (indo de 8,5 por 1000.000 a 10,5 dependendo do critério).
Ora, a legislação penal aqui em SP é a mesma do Brasil. O que é diferente, além de mais policiais na rua? Oferta de vagas em presídios. Há muito mais presídios aqui desde 2000 (26 mil novas vagas desde 2010 e 18 novos presídios em construção).  A taxa de encarceramento em SP é de 500 por 100.000 habitantes de acordo com o editorial do Estado de SP dessa semana, contra uma média nacional de 306.
E como disse o delegado em entrevista pela RBS, ontem: “80% dos que estão assaltando e matando nós já prendemos e estão na rua de novo".

Nós temos que fazer muitas coisas a curto e a longo prazo para mudar essa epidemia de violência no Brasil. Mas objetivamente não me parece que adiantará só colocar mais policiais na rua se não conseguirmos manter presos os criminosos violentos.

Renan Calheiros publica nota para reafirmar que tirou Gleisi e seu marido das garras da PF

Nota distribuída pela assessoria de Renan Calheiros diz que as menções feitas pelo parlamentar tratam de "manifestação pública e institucional".

"Trata-se de manifestação pública e institucional decorrente da operação de busca e apreensão realizada no imóvel funcional ocupado pelo senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) e do indiciamento da senadora pela Polícia Federal", diz um trecho da nota.

A nota detalha as intervenções feitas pelo Senado Federal a favor de Gleisi Hoffmann. "A reclamação 24.473 versa sobre a preservação da imunidade parlamentar na operação de busca de apreensão em imóvel do Senado Federal. Já na reclamação 23.585, que trata do indiciamento da senadora pelo delegado da Polícia Federal, o Senado Federal tentou desfazer ao indiciamento pela Polícia Federal", diz o documento.

Parte da operação da PF que prendeu Paulo Bernardo envolveu um apartamento funcional de propriedade do Senado, ocupado por Gleisi. No local, os policiais prenderam Bernardo e também realizaram mandado de busca e apreensão de alguns documentos e de pelo menos um computador. Os parlamentares consideram o espaço como uma extensão da Casa. À época, Renan acionou a Advocacia-Geral do Senado, argumentando que apenas o Supremo tem competência para autorizar medidas coercitivas desse tipo dentro de imóveis de propriedade do Senado, mesmo que elas envolvam investigados sem foro privilegiado, como no caso de Bernardo.

A nota oficial de Renan diz ainda que, além de impessoais, as intervenções do Senado em favor de Gleisi foram "transparentes e ditadas pelo dever funcional

Badesul ajusta herança maldita, mas no semestre ainda fechou balanço com prejuízo de R$ 21,6 milhões

Suzana Kakuta, a presidente.


O balanço semestral do Badesul que foi publicado hoje em Porto Alegre, demonstra que apesar de todos os esforços da nova direção resultou impossível apurar novo prejuízo.

Desta vez foram R$ 21,6 milhões.

O valor, ainda assim, foi 31,6% inferior ao do mesmo período ado ano anterior.

A direção do banco herdou um cenário catastrófico do governo anterior, sobretudo inadimplências milionárias que precisaram ser lançadas em pagamentos duvidosos.

O Badesul encerrou o primeiro semestre com saldo de operações ativas de R$ 3,4 bilhões. O banco tem apenas 188 empregados, número que ainda é considerado alto, o que motivará novo plano de demissões voluntárias para o segundo semestre.

Salários dos servidores gaúchos sairão de novo em parcelas

O governo gaúcho já decidiu que os salários de agosto também serão quitados em prestações. O primeiro valor poderá superar a casa dos R$ 1 mil.


Examine video da prisão de um dos assassinos de Cristine Fonseca Fagundes.

A Polícia Civil prendeu cinco suspeitos de participar do roubo seguido da morte de Cristine Fonseca Fagundes, 44 anos. Quatro deles foram soltos, mas um ficou preso porque não houve dúvidas sobre sua participação. A representante comercial foi abordada na Rua Eduardo Chartier, no bairro Higienópolis, zona norte de Porto Alegre, por volta das 18h desta quinta-feira (25). Segundo o delegado Alexandre Vieira, os assaltantes cometeram uma sequência de crimes durante a tarde de hoje. 

"Imediatamente saímos em busca [dos criminosos] e rapidamente prendemos cinco suspeitos, sendo que um deles tinha o celular de uma das vítimas. Eles foram reconhecidos, um deles já está preso e vamos indiciar por latrocínio. Outros dois nós temos informações que, logo após o fato, já saíram da vila onde estavam", disse. A Polícia Civil já faz diligências atrás desses dois suspeitos.

PF indicia Lula por corrupção, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica no caso do triplex do Guarujá.

CLIQUE AQUI para ler "Moro x Lula", revista Istoé.

Caberá ao MPF fazer a denúncia. Depois o juiz Sérgio Moro poderá aceitá-la, julgar, absolver ou meter Lula na cadeia.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a esposa de Marisa Leticia e  mais três pessoas foram indiciados nesta sexta-feira por corrupção ativa, passiva e lavagem de dinheiro por suspeita de irregularidades na aquisição e reforma do tríplex em Guarujá, litoral de São Paulo, e no depósito de bens do ex-presidente.

De acordo com a PF, foi possível apurar que Lula e Marisa Letícia foram beneficiários de vantagens ilícitas, por parte da empreiteira OAS, em valores que alcançam R$ 2,4 milhões referentes a obras de reforma no apartamento do Edifício Solaris, em Guarujá, no litoral de São Paulo, bem como no custeio de armazenamento de bens do casal. 

Os outros três denunciados pela PF são José Adelmario Pinheiro Filho, ex-presidente da OAS, o arquiteto Paulo Gordilho, e o presidente do Instituto Lula Paulo Okamoto.

Acordo porá fim aos distúrbios de plenário no julgamento de Dilma Roussef

Os líderes do PSDB, Cássio Cunha Lima, e do PT, Jorge Viana, chegaram há pouco ao seguinte acordo para devolver serenidade e celeridade ao julgamento de Dilma Roussef:

- Nenhum senador continuará pedindo questão de ordem ou a palavra pela ordem, limitando-se a ouvir as testemunhas.

O presidente Ricardo Lewandowsky já foi comunicado sobre o acordo. Em instantes, ele reabrirá o julgamento para ouvir a primeira testemunha.

Renan delata Gleise, fora do microfone: "Eu te livrei da cadeia. Agradeça a mim !"

Esta informação do senador Renan Calheiros, no calor dos debates desta manhã, não pode passar em brancas nuvens, porque ninguém sabia disso. Leia:

- Uma senadora que, há 30 dias, o presidente do Senado Federal conseguiu no Supremo Tribunal Federal desfazer o seu indiciamento e do seu esposo, que havia sido feito pela Polícia Federal.

Fora do microfone, depois de ser chamado de "mentiroso" e "canalha" por Gleise, Renan foi ainda mais fundo:

- Era pra você estar presa. Agradeça a mim por estar livre.

Livrou cadeia e do indiciamento ?

Quem, como, quando, onde ?

OAB tira nota para dizer que gestão da segurança gaúcha é "temerária, inerte, ineficaz e equivocada"

A OAB do RS tirou nota oficial, esta manhã, classificando como caótica a área da segurança pública do RS e criticando duramente o governo estadual, que segundo a Ordem  faz uma "gestão temerária, inerte, ineficaz e equivocada".

Diz mais a nota:

- O experimentalismo, o método de tentativa e erro, as ações meramente cosméticas e previsivelmente inócuas, resultam em novas e sucessivas mortes e outros crimes violentos, praticados por quem, no nosso Estado,não precisa temer a lei e não tem nada a perder. Em vez de reagir, o governo manda o cidadão entregar tudo aos bandidos.

A nota conclui por exigir o cumprimento da Constituição Federal.

Homens da Força Nacional de Segurança começam a desembarcar neste final de semana no RS

Em apenas três meses, o governador foi recebido três vezes por Temer.


O governador Ivo Sartori acertou com o ministro da Justiça, Alexandre Moraes, o imediato desembarque de 200 homens da Força Nacional de Segurança.

Eles chegarão neste final de semana ao RS.

No encontro desta manhã, o presidente determinou o deslocamento dos homens da Força Nacional que estão no Rio para proteger os jogos paralímpicos.

Sartori pediu também recursos financeiros para a área da segurança pública.

PT passa informação falsa. Pont é obrigado a recuar e pedir desculpas ao PDT.

O PT pode ter sepultado de vez qualquer possibilidade de acerto com o PDT, caso seu candidato a prefeito Raul Pont passe para o segundo turno, isto se o vice-prefeito Sebastião Melo não emplacar no primeiro turno.

É que o pessoal de Pont e do PT passou informação falsa para a mídia gaúcha de que o petista e o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, tinham acertado um comitê suprapartidário para o segundo turno.

Lupi e o presidente estadual do PDT, Pompeo de Matos, desmentiram Pont, que se viu obrigado a recuar e pedir desculpas. O petista disse que não sabia e que a culpa era da sua assessoria, mas não nominou e nem puniu ninguém.

Sessão é suspensa de novo no Senado. Renan ataca Gleise. Sessão só reiniciará as 13h.

Eles não se amam mais.

Foi suspensa de novo, pela terceira vez seguida, 11h20min, a sessão do Senado, depois de serem reabertos os trabalhos da sessão de julgamento de Dilma Roussef. O senador Renan Calheiros desceu da Mesa e foi para o plenário pedir serenidade e respeito pelo presidente Ricardo Lewandowsky. Desta vez a suspensão não durará apenas 5 minutos, mas duas horas. Ele disse:

- Isto aqui está se transformando num hospício.

Logo em seguida, Renan atacou duramente a senador a Gleise Hoffmann:

- Logo ela, vem dizer que o Senado não tem moral para julgar ! Há um mês, atendendo seu apelo, -livrei-a e a seu marido das garras da polícia.

Cercado pelos petistas, Renan chegou a empurrar o senador Lindenbergh Farias.

O tumulto voltou a tomar conta da sessão e Lewandowsky teve que suspender de novo a sessão.

O Senado, que criticou duramente a sessão de julgamento de Dilma pela Câmara, tudo por causa das baixarias ocorridas no plenário, comporta-se agora de modo ainda mais deprimente, tudo por conta da incontinência fascista da tropa de choque lulopetista.

Lewandowsky suspende sessão depois de tumulto causado pela tropa de choque lulopetista

O presidente Ricardo Lewandowsky  suspendeu novamente a sessão de julgamento da presidente afastada Dilma Roussef, logo depois que o senador Lindbergh Farias ofendeu gravemente seu colega Ronaldo Caiado:

- O senador Caiado é um sujeito desclassificado.

Da sua poltrona, dedo em riste, de pé, Caiado reagiu:

- Quero exame antidoping sobre Lindenbergh.

A insinuação é de que o senador cheira pó.

Incontinenti instalou-se tumulto no plenário e o presidente Lewandowsky chamou duramente a atenção do senador petista, sem que sucesso.

Em função do tumulto, a sessão foi suspensa.

Desde o início da manhã, a tropa de choque lulopetista procrastina, tumultua e faz provocações para que o julgamento seja suspenso.

Ana Amélia vai levar Gleise ao Conselho de Ética do Senado

A senadora Ana Amélia Lemos anunciou ainda há pouco que vai levar a senadora Gleise Hoffmann ao Conselho de Ética, para que ela nomine quais os senadores que não possuem moral para julgar Dilma Roussef.

Ana Amélia avisou que a polícia nunca invadiu sua casa e nem ela foi ou é investigada, fazendo clara referência ao caso da senadora do PT.

A parlamentar gaúcha lembrou que os senadores petistas usam e abusam da técnica nazista de repetir mentiras para impor verdades que não existem.

Dilmistas abrem mão de testemunha depois de acusações de aliciamento

Fustigada por denúncias de que a testemunha de Dilma, Esther Dweck, ex-secretária de Orçamento Federal do governo, teria sido aliciada pela senadora Gleise Hoffman, que a contratou para CC do Senado, a defesa da presidente sob julgamento foi obrigada a abrir mão da oitiva.

Trata-se de uma derrota sem precedentes de Dilma no atual julgamento.

O presidente Ricardo Lewandowsky, também esta manhã, advertiu os defensores de Dilma Roussef para que assumam responsabilidade pelas constantes procrastinações:

- As testemunhas serão todas ouvidas nesta sessão, nem que tenhamos que varar a madrugada.

Segundo dia do julgamento de Dilma Roussef já começou no Senado.

O segundo dia do julgamento final da presidente afastada Dilma Roussef começou começou com atraso, pouco antes das 10h. Hoje serão apresentados pela defesa de Dilma as seguintes testemunhas:

- Luiz Gonzaga Belluzzo, economista;
- Geraldo Prado, professor de direito da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ);
- Nelson Barbosa, ex-ministro da Fazenda;
- Esther Dweck, ex-secretária de Orçamento Federal do governo;
- Luiz Cláudio Costa, ex-secretário-executivo do Ministério da Educação;
- Ricardo Lodi Ribeiro, professor de direito da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ).

A presidência continua com Ricardo Lewandowsky, do STF.

TV Senado, Globonews e Bandnews transmitem toda a discussão sobre os crimes cometidos por Dilma no governo. Na terça-feira de madrugada ela será cassada, será mandada embora para casa e perderá seus direitos políticos.

Acompanhe o julgamento, conforme transmissão abaixo.

550 mil pessoas visitarão a Expointer a partir deste sábado.

A partir deste sábado, dia 27, até 4 de setembro, pelo menos 550 mil pessoas visitarão a 39a. Expointer, Parque de Exposições Assis Brasil, Esteio, RS.

Todos precisam pagar ingressos.

CLIQUE no endereço a seguir para examinar toda a programação e também os serviços, inclusivbe informações sobre as melhores rotas e modos de chegar ao parque. http://www.expointer.rs.gov.br/inicial

Laudo diz que depoimento de Lula contradiz texto em celular de ex-OAS

Ao lado, fac simile da minuta de contrato da compra do sitio de Atibaia. O documento foi encontrado pela PF no apartamento de Lula.


À PF, Lula disse que não conhecia o ex-executivo da OAS Paulo Gordilho. Mas no celular, Gordilho escreve que iria a 'churrasco na fazenda de Lula'. Um laudo de peritos da Operação Lava Jato apontou contradições entre o depoimento do ex-presidente Lula à Polícia Federal e as provas que foram encontradas no celular de um ex-executivo da empreiteira OAS.

A reportagem é do Jornal Nacional de ontem a noite. Leia tudo:

Duas fotos mostram o ex-presidente Lula com o ex-executivo da OAS Paulo Gordilho. Para os peritos, as fotos demonstram haver relação de proximidade entre os dois.
Em março, quando Lula foi obrigado a depor na 24ª fase da Operação Lava Jato, ele disse que não conhecia Gordilho.

Gordilho foi um dos responsáveis por reformas no sítio de Atibaia e no triplex em Guarujá. Lula afirma que os imóveis não são dele.
Os peritos dizem que mensagens encontradas no celular de Paulo Gordillo mostram que ele esteve com Lula e tratou de assuntos ligados às obras do sítio de Atibaia.
Numa delas, Gordilho escreveu à filha:

“Sigilo absoluto, hein. Amanhã vou em um churrasco em Atibaia com o Léo. É na fazenda de Lula”.
Léo seria Léo Pinheiro, um dos donos da OAS, condenado a 16 de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro no esquema da Petrobras.

CLIQUE AQUI para saber mais.

Crivella, PRB, lidera folgado (25%) no Rio, segundo Datafolha

1o turno

Marcelo Crivella, PRB - 25%
Marcelo Freixo, Psol - 11%
Flávio Bolsonaro, PSC - 9%
Jandira Feghali, PCdoB - 7%
Pedro Paulo, PMDB - 5%
Indio da Costa, PSD - 4%
Carlos Osório, PSDB - 3%

Alessandro Molon, Rede - 2%

Datafolha diz que Russomano vence qualquer candidato em SP.

Primeiro turno:

Celso Russomano, PRB - 31%
Marta Suplicy, PMDB - 16%
Erundina, Psol - 10%
Fernando Haddad, PT - 8%
João Dória, PSDB - 5%

Segundo turno:

No segundo turno, Russomano venceria qualquer adversário. Ele continuaria a vencer todos os seus adversários no segundo turno. Ainda que na margem de erro, ampliou a vantagem: 63% a 16% contra o tucano (há um mês, 58% a 18%), 60% a 21% contra Haddad (antes, 58% a 19%), 56% a 29% contra Erundina (anteriormente, 54% a 29%) e 51% a 32% contra Marta (em julho, 48% a 31%). Exceção feita ao candidato do PRB, é Marta quem bate todos os competidores: 50% a 25% contra Doria; 47% a 24% contra Haddad; 41% a 33% contra Erundina.

Polícia libera quatro dos cinco presos do caso Cristine Fagundes

A polícia liberou quatro dos cinco homens que prendeu ontem a noite sob suspeita de participação no assassinato de Cristine Fagundes Fonseca, Porto Alegre.

O único que ficou preso é com certeza um dos assassinos.

A polícia disse que identificou os demais bandidos.

Começou a propaganda eleitoral no rádio e na TV

Começou nesta sexta-feira, 7h, a propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão destinada aos candidatos a prefeito e vereador. Este ano, em razão das alterações introduzidas pela lei 13.165/15, da Reforma Eleitoral, a propaganda será mais curta. O período foi reduzido de 45 para 35 dias, terminando no dia 29 de setembro.

Também não haverá mais propaganda em bloco para os candidatos aos cargos de vereador, que terão direito somente a inserções de 30 ou 60 segundos. A propaganda eleitoral no rádio e na TV restringe-se ao horário gratuito, sendo proibida a veiculação de qualquer propaganda paga.

A propaganda para os candidatos a prefeito será veiculada, de segunda a sábado, em dois blocos de dez minutos cada – das 7h às 7h10min e das 12h às 12h10min nas emissoras de rádio; e das 13h às 13h10min e 20h30min às 20h40min na TV. Já as inserções serão veiculadas em tempos de 30 e 60 segundos para prefeito e vereador, todos os dias da semana, em um total de 70 minutos diários, distribuídos ao longo da programação, das 5h à meia-noite. O tempo da propaganda eleitoral gratuita é dividido entre os cargos, sendo 60% para prefeito e 40% para vereador. 

Sol predomina no Rio Grande do Sul nesta sexta-feira

A manhã é de céu azul sem nuvens, sol claro e temperatura amena no RS. 

As temperaturas máximas em muitas cidades devem ficar ao redor ou pouco acima dos 30ºC. Da tarde para a noite, por conta do forte aquecimento, não se pode descartar chuva muito isolada no Estado como se fosse chuva de verão.

As temperaturas mínimas rondaram os 2°C em São José dos Ausentes e os 6°C em Vacaria. As máximas, por sua vez, podem chegar a 34°C em Santa Rosa. Em Porto Alegre, os termômetros variam entre 12°C e 31°C.

Neste sábado, o dia será de sol e nuvens em grande parte do Estado com calor de 32ºC a 34ºC à tarde em algumas cidades, inclusive na Capital e área metropolitana.  No domingo, o sol aparecerá com nuvens do Centro para o Norte do Estado, porém o Sul e o Oeste terão chuva, localmente forte com altos acumulados em alguns locais, e temporais devido a uma frente semi-estacionária. 

Opinião do editor - Sartori mostra decisão e começa a agir na direção certa

As manchetes dos jornais desta manhã refletem a dramaticidade da crise.

Ontem a noite, ainda na esteira da forte comoção causada pela série de assassinatos ocorridos nos últimos dias, tudo em circunstâncias de crueldades explícitas, sobretudo no caso de Cristine Fagundes Fonseca, o governador Ivo Sartori finalmente recorreu a medidas imediatas de forte intervenção pessoal na área da segurança pública.
Isto começou pela demissão do lento secretário da Segurança Pública, Wantuir Jacini, cujo prazo de validade já tinha expirado. O editor vinha pedindo a cabeça do secretário há bastante tempo.
Além da saída do secretário, o governador criou um Gabinete de Crise, passando a coordenação dele para seu vice, José Cairoli, e decidiu viajar a Brasília para encontrar o presidente Michel Temer e pedir a intervenção da Força Nacional de Segurança.
Eram reclamações unânimes.
Além das corretas decisões, Sartori precisará implementar de imediato outra medida que tomou ontem, que foi reunir uma força-tarefa para conter imediatamente a escalada de violência e passar para a população a percepção de urgência nas ações de sua proteção.
Será vital a colaboração do Judiciário para que todo este esforço dê certo.
Está correto tudo aquilo que o governo anunciou ontem a noite e nesta madrugada, mas as providências urgem e devem ser imediatas, sobretudo na organização e funcionamento da força-tarefa, que deverá reunir polícia civil, brigadianos, promotores e procuradores do MPE, policiais rodoviários, guardas municipais e forças armadas.

Cairoli coordenará reunião desta manhã dos órgãos de segurança

Em função da inesperada viagem do governador Ivo Sartori a Brasília, esta manhã (leia a seguir), a reunião prevista para esta manhã, 8h, no Piratini, será coordenada pelo vice-governador José Paulo Cairoli.

Sartori já foi a Temer para pedir intervenção da Força Nacional de Segurança

Em função da viagem, Sartori reuniu-se nesta madrugada com o comando da segurança pública e secretários estaduais, determinando novas ações para intensificar ações de policiamento na região metropolitana. 

O governador José Ivo Sartori viajou para Brasília esta manhã e terá encontro com o presidente Michel Temer e o ministro da Justiça, Alexandre Moraes, tudo para solicitar apoio a ações de segurança pública no RS. A reunião de Brasília foi acertada ontem a noite com o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha.

Ele pedirá a presença da Força Nacional de Segurança para exercer a guarda externa de presídios, liberando brigadianos para o policiamento ostensivo nas ruas.

O governador também pedirá a Temer e Morais a liberação imediata de recursos financeiros para investimentos emergenciais no sistema prisional, aquisição de equipamentos e viaturas policiais.