Saiba onde comprar "Cabo de Guerra". Entrega é feita em todo o País.

A partir deste final de semana, também as cinco lojas das Livrarias Roma, Porto Alegre, passarão a vender o livro “Cabo de Guerra”, lançado pelo editor há 20 dias. 

. Nas cinco livrarias também estarão á venda “Herança Maldita – os 16 anos do PT em Porto Alegre”.
.  Em Porto Alegre, as vendas ocorrem há mais tempo na Livraria Londres. O livro também está disponível na Livraria do Maneco, Caxias do Sul. Em Estrela, RS, a livraria é a Armazém. 
. E só. 
- As livrarias que se interessarem por Cabo de Guerra podem encaminhar pedidos para polibio.braga@uol.com.br ou para a distribuidora Isasul, Porto Alegre. Pedidos são aceitos para todo o País, sem custo adicional de entrega. O livro custa R$ 75,00. Em Porto Alegre, as entregas são por motoboy e correm no próprio dia da encomenda, inclusive durante todo o feriadão. 

Relator do Mensalão proporá imediata prisão de todos os condenados

O relator do mensalão, ministro Joaquim Barbosa, vai submeter aos colegas da Corte, no final do julgamento, o pedido do Ministério Público Federal para que os réus condenados sejam imediatamente presos. Isso ocorrerá na fase da dosimetria das penas. Há expectativa de que Joaquim Barbosa endosse o pedido do procurador-geral Roberto Gurgel. A proposta é inédita no Supremo Tribunal Federal (STF) e deve provocar nova polêmica.

. Ao menos um dos ministros, Marco Aurélio Mello, já se posicionou, e contrariamente, ao pedido de Ministério Público

Varejo: leia este discurso de Tarso Genro, de trás para frente. Dá no mesmo.

Caso você resolva ler de trás para diante este trecho do discurso do governador Tarso Genro na reunião de quarta do Conselhão, realizado no âmbito da 43ª. Convenção Estadual Lojista, nada perderá, porque a frase nada significa:
- Temos que inverter radicalmente a visão do desenvolvimento econômico, social, industrial e agrícola do Estado.

- De que modo? O governador explica seu discurso vazio:

- Esse desenvolvimento tem que ser de baixo para cima.Devemos criar renda e agregar valor de baixo para cima, para ter sistemas de incentivo tributário e de indução de políticas públicas que façam a economia enraizada crescer.

. E? Nem Tarso deve entender o que leu. 

. O governador precisa ler mais sobre economia, aconselhar-se mais com auxiliares como Mauro Knijnik ou Coester e parar de ler o que os xiitas da DS enfiam-lhe sobre a mesa. 

RS vive forte recessão em 2012

A economia gaúcha enfrenta grossa recessão este ano. O PIB de 2012 será o pior da década.

Pimentel participa de conversações na CNI sobre comércio com EUA

O ministro Fernando Pimentel participará da plenária do Conselho Empresarial Brasil-Estados Unidos, segunda-feira, na CNI, Brasília.

. A agenda é aberta para a discussão sobre comércio bilateral.

. Os EUA são fortes parceiros comerciais do RS.

Guerra fiscal: governo gaúcho equaliza ICMS para indústria têxtil local

O governo do Rio Grande do Sul assinou nesta quinta-feira decreto que reduz a carga tributária do pequeno setor têxtil,  por meio de crédito presumido de ICMS nas vendas para outros.

. O RS era vítima de uma guerra fiscal desleal.

Estados. I peso deste ICMS ficará restrito a 3% do faturamento da empresa, o que deve equiparar o tributo gaúcho ao cobrado nos "principais Estados das regiões Sul e Sudeste. Até 30 de setembro, as vendas para outros Estados eram tributadas em 7%.

. Nas operações em território gaúcho, houve prorrogação do beneficio atual, que mantém a tributação das vendas em 7%.

Entrevista - Com US$ 2 bi, Refinaria Ipiranga poderia triplicar produção de nafta

José Marcos Olioni, presidente do Sindicato dos Petroleiros de Rio Grande

A Braskem diz que não existe nafta suficiente no mercado interno e que tem que importar até da Rússia. É fato?
Só o Pólo Petroquímico de Triunfo consome 500 milhões de litros de nafta por mês. A Refap não vende nada e a Refinaria Ipiranga vende para lá os 15 milhões de litros que produz mensalmente, algo como 5%.

Então há falta?
Sim, mas a Petrobrás, Ultra e Braskem, que controlam a Refinaria Ipiranga, poderiam triplicar facilmente a produção, investindo aqui R$ 2 bilhões.

Não é muito dinheiro?
Só de ICMS os produtos da Refinaria Ipiranga geram R$ 2 bilhões por ano. 

PT e PDT foram os Partidos que fizeram mais votos para prefeitos no RS

Como os dados publicados até aqui pelos Partidos e pela mídia englobam apenas número de prefeituras conquistadas, o editor decidiu fazer por conta própria o  levantamento do desempenho dos Partidos na votação para prefeito no RS, bem como a comparação com o ano de 2008.

. Quanto ao mapa de desempenho em 2012, há uma aplicação bem interessante do Google:http://www.google.com.br/elections/ed/br/results

. Clicando no mapa do RS, dá para verificar com precisão quais os municípios e regiões em que cada partido conquistou a prefeitura.

. Número de prefeituras e até votação total de cada Partido nas eleições para Partidos, ainda não permitem calcular com precisão a importância de cada legenda. Dado mais próximo disto é a tabulação dos votos dos vereadores, mas pelo menos 7 mil candidatos disputaram vagas no RS. Apesar disto, o editor trabalha na mineração dos números para nova apresentação.

. Os cindo Partidos que mais fizeram votos para prefeito no RS, em milhões: PT, 1,6/ PDT, 1,3/ PP, 1,1/ PP, 1,0/ PSDB, 0,5.

. Sobre as eleições de 2008, apenas PSDB e PDT cresceram: PDT, 99%/ PSDB, 62,7%. As prdas: PMDB, 37,45%/ PP, 2,37%/ PT, 0,31%.

. Os números não podem ser tomados ao pé da letra, porque sob cada legenda postaram-se Partidos até muito fortes, como foi o caso do PMDB em Porto Alegre, que influenciaram pesadamente nos resultados.

Happy Hour é na Bier Markt!
Na Barão do Santo Ângelo 497 e na Castro Alves, 452.
São 24 torneiras de chope artesanal de várias partes do mundo, com barris alojados em câmera fria, servidos diretamente nos copos, sem serpentina e cardápio diferenciado.

CLIQUE AQUI para conhecer o novo Bier Markt Vom Fass.

Braskem impõe novo aumento abusivo de 8% para seus clientes de resinas

Chega a ser abusivo o novo aumento de preços comunicado pela Braskem aos seus clientes cativos, reajustando as tabelas das suas resinas de polietileno em 8% em relação a junho.

. A alegação da petroquímica é que apenas repassa altas ocorridas no mercado mundial.

. Estes aumentos abusivos refletem-se por efeito dominó para quem usa os insumos da petroquímica. No caso da indústria farmacêutica, por exemplo, os custos das embalagens podem custar até 40% do preço do produto final vendido na farmácia, conforme o editor conferiu com fontes do setor que não querem se identificar por medo de retaliação.

. A Braskem já tinha comunicado ao editor nesta quarta-feira que buscará nafta até na Rússia, já que a produção brasileira não atende a demanda.A empresa  fechou contrato com a OAO Novatek, segunda maior produtora de gás da Rússia, para comprar um milhão de toneladas de nafta produzidas no recém inaugurado complexo petrolífero de ust-Luga.

. No RS, Refap e Refinaria Ipiranga não produzem nafta suficiente para atender a demanda do mercado, que no Estado resume-se ao Polo de Triunfo.

A Abipllast  já reclamou do monopólio brasileiro de resinas plásticas sustentado pela Braskem, o que lhe permite impor os preços que bem entende. Isto ocorre através de três ações diferentes:
1) domínio quase completo da oferta local.
2) proteção sobre importações.
3) contratos com cláusulas de exclusividade no caso dos importadores que sobram.

. Isto tudo tornou a resina brasileira a mais cara do mundo

Crescem protestos de credores da campanha da comunista Manuela D’Ávila

É sepulcral o silêncio da comunista Manuela D’Ávila em relação aos colaboradores da sua campanha que não conseguiram receber o dinheiro.

. Já foram protocolados nos 3º e 4º Juizados Especiais Cíveise na 11ª. Vara Cível, os processos de cobrança que levam os números  001/1.12.0234642-2 001/3.12.0043097-8 001/3.12.0037962-0. Os autores são Theodomiro Castilhos, Marcelo Ritter e Mirele Braz.

. Manuela D’Ávila é ré em todos. 

. Tem mais. 

. Aos que a criticaram nas redes sociais pelas dívidas, a deputada do PCdoB preferiu responder com acusações aos adversários:
- Eles não souberam vencer. 

Pelotas, único com segundo turno no RS, recomeçará campanha pela TV neste sábado

Pelotas, o único município que terá segundo turno nesta eleição (Porto Alegre, Canoas e Caxias faturaram tudo no primeiro turno) abrirá oficialmente a campanha eleitoral neste sábado, com a transmissão dos primeiros programas de TV.

. Serão 10 minutos para cada candidato, ao meio dia e à noite, inclusive sábados e domingos.

. Os dois lados reforçaram suas equipes de marketing e até de TV, que se tornaram muito mais poderosas. O jornalista José Fuscaldo, da Publica, continua em Pelotas, mas trouxe para junto de si alguns profissionais que tiveram participação relevante na campanha do primeiro turno de Porto Alegre, como o jornalista Anilson Costa e o produtor Cado Bottega.

- A busca pelos candidatos que fizeram boa votação no primeiro turno ainda não resultou em nada para Eduardo Leite, PSDB, ou Fernando Marroni, PT. Pelotas tem 250.790 eleitores. Os mais votados: Eduardo leite, PSDB, 39,8%; Fernando Marroni, 28,5%; Jurandir Silva, PSOL, 13,09%; Catarina Paladini, PSDB, 10,3%; Matteo Chiarelli, DEM, 8,18%. 

Na foto à esquerda o jovem candidato de 27 anos, Eduardo Leite. O senhor da outra foto é o deputado Fernando Marroni, do PT.

Mensalinho gaúcho: o PT não deixa seus filhos enjeitados na rua da amargura

Os principais personagens do Mensalinho Gaúcho – Marcelo Pies, o tesoureiro; Davi Stival, o presidente; e Marcos Trindade, o “mula” – foram todos realocados:
- Marcos Trindade, na secretaria da Habitação de Tarso Genro

- Marcelo Pies, na chefia de gabinete do vice-prefeito do prefeito Gilson Dipp, do PDT de Passo Fundo.

. O advogado que tirou o “mula” da prisão, mas não recuperou os R$ 150mil que ele enfiou na cueca depois de ter recebido o dinheiro de Marcos Valério, virou conselheiro do Tribunal Militar do RS, nomeado por Tarso Genro.

- Davi Stival, o presidente do PT que prometeu cortar o pescoço se alguém provasse seu envolvimento no Mensalinho, sumiu de cena e das listas de CCs.

Saiba por que Paulo Santana erra quando diz que Tarso não deve se preocupar com o Mensalão

É fora de eixo a crônica do festejado jornalista Paulo Santana no jornal Zero Hora desta quinta-feira, ao avisar que o governador Tarso Genro que ele não tem o que temer do julgamento do Mensalão.

. Razões? As que nem a oposição coloca com precisão:

1) Líder de qualquer Partido é atingido pelas patifarias do seu Partido.
2) Tarso Genro nunca explicou direito como foi o Mensalinho Gaúcho de R$ 1,2 milhão, que resultou na primeira “condenação” do Mensalão, atingindo até o ex-presidente estadual do PT, Davi Stival.

Ao trazer para o debate o caso do Mensalão, Azevedo desempatou e venceu as eleições em Passo Fundo

Em Passo Fundo, RS, ao levantar a discussão sobre o Mensalão no debate final da RBSTV, dia 4 de outubro, o deputado Luciano Azevedo, PPS, encurralou seu adversário do PT,  Renê Feconello, que não soube o que responder quando foi cobrado para explicar a presença de Marcelino Pies como seu chefe de Gabinete na vice-prefeitura de Passo Fundo. O que respondeu Feconello, reverberando as explicações furadas de Lula e dos mensaleiros:
- Isto foi há seis anos. Não houve Mensalão. Só aconteceu caixa 2.

. Nos dias seguintes não se falou noutra coisa em Passo Fundo. Mesmo com Lula e Dilma na TV, ainda que com o apoio de rua do bem avaliado prefeito Airton Dipp e do próprio governador Tarso Genro, o candidato do PT sucumbiu nas urnas.

- Em 2006, em Porto Alegre, como consequência das malfeitorias do Mensalão, foram punidos na Justiça o presidente do PT, Davi Stival, mais o tesoureiro, Marcelino Pies, e o "mula", Trindade, preso em SP com R$ 150 mil na cueca, parte dos R$ 1,2 milhão que o PT do RS pegou de Marcos Valério.O dinheiro serviu para pagar contas de campanha do Partido, inclusive de Tarso Genro contra Rigotto. Foram as primeiras condenações ocorridas no âmbito do Mensalão. Davi Stival, que tinha prometido cortar o próprio pescoço, caso fosse comprovado o uso do dinheiro sujo, continha com suas vértebras intactas.

Na foto, o deputado Luciano Azevedo.

STF julgará, esta tarde, mais dirigentes corruptos do PT

O relator do processo do Mensalão no Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Joaquim Barbosa, retoma nesta quinta-feira a leitura de seu voto sobre ex-parlamentares petistas acusados de receber dinheiro do esquema do publicitário Marcos Valério de Souza.

. Joaquim Barbosa já deixou claro que pedirá a condenação de João Magno (MG) e Paulo Rocha (PA).

. Agora, ele vai julgar a conduta de Professor Luizinho (SP), que obteve 20 000 reais do esquema.

. O ex-ministro dos Transportes Anderson Adauto (PTB) também é réu neste item do processo. Todos respondem por lavagem de dinheiro.

Happy Hour é na Bier Markt!
Na Barão do Santo Ângelo 497 e na Castro Alves, 452.
São 24 torneiras de chope artesanal de várias partes do mundo, com barris alojados em câmera fria, servidos diretamente nos copos, sem serpentina e cardápio diferenciado.

CLIQUE AQUI para conhecer o novo Bier Markt Vom Fass.

Resposta de uma brasileira à Miruna Genoíno

- A carta a que se refere Maria Helena (abaixo) é de Miruna Genoíno, a filha do mensaleiro do PT que foi condenado à prisão por corrupção pelo STF. A carta de Miruna fez o cabotino senador Eduardo Suplicy chorar no Senado. As manifestações da filha do mensaleiro demonstra que não é apenas o pai quem perdeu o eixo e o pudor. Essa gente estranha, que passou a vida toda trabalhando com a lógica de que os fins justificam os meios, desde que a causa seja nobre, não percebeu que a corrupção é incompatível com as práticas políticas dentro de uma sociedade democrática. Miruna precisa compreender esta lição, que não lhe foi ensinada pelo pai, e recolher-se dignamente à posição de familiar recatado diante da desgraça familiar inevitável. Seu pai não é herói de nada, porque não passa de um reles bandido político condenado.

CLIQUE AQUI para ler a carta.

Embora solidária com seu sofrimento, como uma das cidadãs a quem sua carta é dirigida, não posso me furtar a respondê-la com muita franqueza.
Estranho seria se você, que teve um pai amoroso e que vê esse pai ser um avô dedicado e apaixonado por seus netos, não o defendesse.
Mas pare e pense: você acredita mesmo que nossa Imprensa odeia o governo Lula apenas porque esse cidadão era um operário? Você realmente acha que todos os membros da Imprensa nacional são aristocratas que odeiam a plebe? Será que você não se lembra da força e da torcida da maior parte da Imprensa pela anistia e do prazer com que ela relatou a volta dos exilados?
É à Imprensa, aos seus jornalistas e repórteres, que devemos, em grande parte, a maior parte, aliás, a queda da Ditadura. Se nossos jornalistas não encampassem a luta contra os militares, nós ainda estaríamos sob seu jugo.
Ainda há alucinados que gritam Selva! Mas veja você que a grande Imprensa não lhes dá guarida.
Seu pai cometeu um grave erro: seguir cegamente uma ideologia e acreditar que o PT seria o partido certo para implantar essa ideologia. E não perceber que estava seguindo dois homens que tinham um interesse apenas: o poder pessoal. A qualquer preço.
Você já se perguntou para que eles queriam esse poder? Convive com eles? São homens probos tal qual seu pai? Vivem vida simples e regrada como seu pai e sua família? Eles se dispuseram a inocentar seu pai, confessando, em juízo, que ele foi vítima de um esquema tenebroso?
Não lhe passa pela cabeça que seu pai foi muito ingênuo?
Sinto muito pelo seu sofrimento. Mas penso que sua carta deveria ser destinada ao Lula e ao José Dirceu.
Atenciosamente,

Maria Helena Rubinato Rodrigues de Sousa