Campanha de Dilma sob suspeita. "3% eram para o PT", diz Paulo Costa.

Delator da Petrobras diz que a campanha de Dilma em 2010 foi beneficiada por dinheiro desviado. É a constatação de reportagem de capa da revista Istoé de hoje. Leia tudo:

O ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa e o doleiro Alberto Youssef afirmam que o PT foi o partido mais contemplado pela propina. As revelações estarrecedoras escancaram a falência moral do Estado nos últimos anos

Josie Jerônimo (josie@istoe.com.br)


Na quarta-feira 8, vieram à tona áudios de depoimentos feitos em regime de delação premiada na Justiça Federal em Curitiba por Paulo Roberto Costa, ex-diretor da Petrobras, e pelo doleiro Alberto Youssef – considerados hoje dois dos maiores arquivos vivos da República e detentores dos segredos mais explosivos da maior estatal do País. As declarações dos delatores descrevem uma gigantesca rede de corrupção formada por dirigentes da Petrobras, empreiteiras e partidos políticos integrantes da base de sustentação do governo Dilma Rousseff.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Contrário ao apoio a Aécio, Amaral perde presidência do PSB

Contrário à aliança do PSB com o candidato tucano à Presidência, Aécio Neves, Roberto Amaral foi substituído nesta segunda-feira da presidência do partido. Em seu lugar assume Carlos Siqueira, hoje secretário-geral da legenda e presidente da Fundação João Mangabeira (foto). Siqueira era braço-direito de Eduardo Campos e coordenava a campanha do socialista, morto há dois meses, mas se afastou do posto após se desentender com Marina Silva.  

. Historicamente alinhado ao ex-presidente Lula e defensor da reeleição de Dilma Rousseff, Amaral chegou a escrever uma carta de apoio a Dilma.


.m Ele assumiu o comando do PSB provisoriamente após a morte de Campos. Ex-ministro de Lula e ainda ligado ao petismo, o socialista foi uma das principais vozes contrárias ao desembarque de seu partido do governo da presidente Dilma, em setembro do ano passado, quando Campos iniciava o projeto de concorrer à Presidência da República. A relação, no entanto, ficou ainda mais desgastada na última quarta-feira, quando a maioria do partido decidiu apoiar o PSDB no segundo turno. 

Enio Bacci ao editor: "Meu voto por Aécio é contra a corrupção"

O PDT definiu que nenhum filiado poderá subir palanque, mas o voto de Enio Bacci irá para José Ivo Sartori, segundo ele disse ao editor.

. Cerca de 80% das lideranças do Partido estão com Sartori.

. O que disse o deputado:

- Nacionalmente entendo que hoje a política não se divide mais entre esquerda e direita, mas entre corruptos e honestos. Não voto naqueles que aceitam e convivem com a corrupção . Tolerância zero para os corruptos.

CLIQUE AQUI para ler "O partido dos grotões", do Estadão. 

Artigo - Brasil de Dilma cresce menos que seus vizinhos da AL


CLIQUE AQUI para ler, também , "A crônica de um fracasso", de Afonso Celso Pastore, Estadão. 



Artigo de Rodrigo Constantino - 13/10/2014
Tanto a presidente Dilma como seu ministro Guido Mantega têm repetido insistentemente que o problema do nosso baixo crescimento se deve à “crise internacional”. É preciso bater nessa tecla de forma cansativa, pois a alternativa seria reconhecer o gritante fracasso da “nova matriz macroeconômica” adotada por seu governo. Mas há respaldo na realidade tal afirmação?
Não, não há. O Brasil de Dilma é simplesmente o lanterninha no crescimento, mesmo se considerarmos somente os vizinhos latino-americanos (incluir os asiáticos na comparação seria muita covardia). O crescimento acumulado de nosso PIB em dólares durante os três primeiros anos do governo Dilma foi praticamente nulo! Vejam no quadro acima.

Saiba mais sobre os sete debates que farão Sartori e Tarso até as eleições do dia 26

14 – Rádio Gaúcha, 10:00
        Pampa, 18:20
16 – Band TV, 11:00
17 – SBT, 18:15
19 – Record, 18:00
22 -  Rádio Guaíba, 13:00
23 – RBS TV, 22:30

No comentário a seguir, o editor considera que os debates entre Sartori e Tarso serão mais interessantes do que aqueles que protagonizarão Aécio e Dilma, porque no caso gaúcho o duelo ocorrerá entre dois experimentados políticos, os melhores da oposição e da situação. O título do comentário é o seguinte: Duelos prometem ser os melhores momentos da campanha deste ano lá e cá.

Saiba a quanto irá o dólar com vitória de Dilma e de Aécio

Previsão sem compromisso que faz sobre a cotação do dólar o empresário Antonio Sartori, diretor da Brasoja Agro:

- Com a vitória de Aécio, R$ 2,20.
- Com a vitória de Dilma, R$ 3,00.

. Façam as apostas.

Nesta segunda-feira a noite:
100 rótulos diferentes de cervejas e chopes artesanais.
O melhor do gênero segundo Veja.
Cartas, cardápios, serviços:
www.biermarkt.com.br

Tropa de choque de Lindbergh Farias baixa em Porto Alegre para encorpar o marketing de Tarso Genro

O que faz na campanha do governador Tarso Genro a tropa de choque da campanha do senador Lindbergh Farias, Rio, acusado de ter pedido dinheiro sujo ao ex-diretor da Petrobrás, Paulo Costa ?

. No segundo turno de TV, a propaganda do PT está mais rasteira.

. Fausto Trindade, o assessor que melhor acercou-se de Lindbergh, veio para a campanha de Tarso com companhia. Ele é CC do Senado, onde recebe salário de R$ 14.124,90 por mês.

CLIQUE AQUI para ler reportagem da Folha de S. Paulo, "Ex-dioretor da Petrobnrás atuou para candidato do PT no Rio".

Nesta segunda-feira a noite:
100 rótulos diferentes de cervejas e chopes artesanais.
O melhor do gênero segundo Veja.
Cartas, cardápios, serviços:
www.biermarkt.com.br

Entrevista, Osmar Terra - É preciso socorrer imediatamente a indústria de máquinas agrícolas do RS

ENTREVISTA
Osmar Terra, deputado Federal, PMDB do RS

A John Deere demitiu 170 trabalhadores. Este é um caso apenas da John Deere ?
Foram 350 nos últimos anos. Também AGCO, Case-New Holaland reduzem. Os entraves argentinos a partir de 2012 e a retração do mercado consumidor, agravarão e agravarão ainda mais o ramo de máquinas e implementos agrícolas do RS, que responde por 80% da produção do Brasil. 

Por que a ênfase na Argentina ?
Era nosso principal comprador. A indústria investiu para atender esse mercado, mas em 2012 o governo Kirchner botou a faca no pescoço e exigiu que as indústrias produzissem lá as suas máquinas. É o que ocorre. Isto reduz o tamanho delas aqui. 

Vai piorar ?
A redução da produção e as demissões em massa ameaçam o RS, especialmente a bacia do Rio Uruguai, 230 municípios do RS e 130 de SC. Nosso Nooeste é a região que mais perdeu população. Se algo não for feito imediatamente, a crise será pior.

O que fazer ?
É preciso uma reação rápida. O governo Dilma socorreu a indústria automobilística, mas não faz o mesmo com a indústria de máquinas e implementos agrícolas. Tem que ser agora. Daqui a alguns meses, será tarde demais.

Socorrendo a indústria ?
Por que não ? Mas devemos ir mais longe, criando um fundo constitucional para ajudar de fato a economia regional a superar sua estagnação.

Relação carnal com a corrupção era tão grande que a Petrobrás chegou a ser sócia do doleiro Youssef

Até cláusula de confidencialidade existia nos negócios da sociedade entre a Petrobrás e o doleiro. O Feirão da Petrobrás valia para tudo.



Nos computadores de Alberto Youssef, alvo da Operação Lava Jato, a Polícia Federal encontrou um "acordo de confidencialidade" entre a Petrobras Distribuidora e a CSA Project Finance Ltda., controlada pelo ex-deputado do PP José Janene (que morreu em 2010) e pelo doleiro e usada para lavar R$ 1,15 milhão do mensalão. Para os investigadores, a minuta do acordo indicaria que Youssef e Janene, envolvidos no esquema acusado de desviar recursos da obra da Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco, também atuaram no leilão para erguer e operar a Usina Termelétrica Suape II, em terreno ao lado da área onde, em 2008, começaria a construção da unidade petrolífera.

O arquivo no computador do doleiro também coloca sob suspeita a versão da estatal, uma subsidiária da Petrobras, de que desconhecia a ligação de duas de suas sócias no empreendimento da usina com a CSA. O documento tem data de janeiro de 2007 e o leilão da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) ocorreu em outubro daquele ano. Movida a óleo combustível e com capacidade total de fornecer 350 MW para a refinaria, Supae II previa investimento de R$ 590 milhões.

O consórcio vencedor foi formado pela MPE Montagens e Projetos Especiais, BR Distribuidora, Ellobras Infra-Estrutura e Participações, Genrent Participação Ltda. e Genpower Energy Participações.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Nesta segunda-feira a noite:
100 rótulos diferentes de cervejas e chopes artesanais.
O melhor do gênero segundo Veja.
Cartas, cardápios, serviços:
www.biermarkt.com.br

TSE manda Correios tirarem do ar notícia de que processarão Aécio

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou que os Correios retirem de sua página na internet notícia de que a empresa vai processar o candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves. Na última semana, os Correios haviam dito que acionariam Aécio na Justiça em razão de acusações do tucano de que a estatal teria beneficiado a campanha da presidenciável do PT, Dilma Rousseff.

. O PSDB acusa os Correios de terem deixado de entregar correspondências da campanha tucana em municípios mineiros. No início do mês, o presidente dos Correios, Wagner Pinheiro, negou o uso político da empresa em favor da petista. Segundo ele, as denúncias são "descabidas" e "inverídicas" e denegriam a imagem da estatal.

. Após a fala do presidente, os Correios divulgaram no site que processariam o candidato tucano. O ministro Tarcisio Vieira de Carvalho Neto, do TSE, entendeu que não há "suporte legal" para que a notícia fique no ar neste "período crítico" e concedeu liminar (decisão provisória) pela retirada da reportagem da página dos Correios.

Frente Parlamentar ouvirá delegado da PF sobre Operação Lava Jato

A Frente Parlamentar da Segurança Pública vai ouvir nesta terça-feira o presidente da Associação Nacional de Delegados da Polícia Federal (ADPF), Marcos Leôncio Ribeiro, que falará sobre as dificuldades que a PF vem enfrentando nas investigações da Operação Lava Jato. A iniciativa da audiência é do presidente da frente, deputado Fernando Francischini (SD-PR).

. “O governo vem a público, no período eleitoral, dizendo que dá autonomia à Polícia Federal, mas, na prática, não faz isso. O presidente da ADPF é a pessoa mais indicada para falar se a estrutura da PF está sendo deficitária e se está havendo jogo nos bastidores para evitar que essa operação siga em frente”, destacou Francischini.


. Deflagrada em 17 de março pela PF, a Operação Lava Jato desmontou um esquema de lavagem de dinheiro e evasão de divisas que movimentou cerca de R$ 10 bilhões. Entre os presos na operação estão o doleiro Alberto Youssef e o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa. Ambos estão sendo investigados pela CPMI da Petrobras.

Pedro Simon diz que Aécio não é mais candidato do PSDB mas do Brasil

Em conversa telefônica com Aécio Neves e Marina Silva, no fim de semana, antes do desfecho da articulação que levou a ex-senadora a apoiar, formalmente, a candidatura de oposição no segundo turno das eleições presidenciais, o senador Pedro Simon fez uma avaliação sobre a necessidade e as circunstâncias da aliança: 

- Disse ao Aécio que ele agora não é candidato de um partido apenas. Ele representa um movimento nacional pela mudança e, nessa condição, não deve olhar para trás. Tem que se apresentar ao povo como aquele que vai mudar o Brasil e construir um novo futuro, deixando para trás as práticas degradadas do fisiologismo, do ‘toma-lá-dá-cá’ que caracterizam a política brasileira atualmente. 

. Com referência as Marina Silva, o senador gaúcho argumentou que o papel da candidata do PSB na política brasileira hoje é de extrema responsabilidade. 

Irresistível ascensão de Aécio empolga Bolsa nesta segunda-feira. Alta já é de 3%.

Ibovespa abriu o pregão desta segunda-feira com alta de mais de 3%, comemorando pesquisa que apontou o candidato tucano com 17,6 pontos de vantagem em relação à presidente Dilma Rousseff e os apoios de Marina Silva e da família Campos a Aécio Neves no fim de semana.

. A Petrobras dispara 6% e Banco do Brasil e Itaú sobem mais de 3%.

Fedrizzi diz que não tem nada a ver com atual campanha eleitoral de Tarso

O publicitário Alfredo Fedrizzi, diretor da Escala, agência que detém as mais polpudas contas publicitárias do governo estadual, postou mensagem no Twitter para dizer que não tem nada a ver com a campanha eleitoral de Tarso Genro.

. Fedrizzi queixa-se de perfis fakes no Facebook.

Gente de Lindbergh Farias, o candidato que foi ajudado pelo delator do Petrolão, veio ao RS para ajudar Tarso Genro

Homens do senador Lindbergh Farias foram enviados para ajudar Tarso Genro na sua campanha. É gente dura, provada na luta armada e membro do Occupy Cabral.

. É o que explica a mudança de rumo dos programas de rádio e de TV do PT no RS, agora mais próximos da baixa política eleitoral.

. O marqueteiro João Ferrer e seus amigos da áreda publicitária local parecem ter sido atropelado no segundo turno.

. Como se sabe, Lindbergh Farias foi derrotado ao governo do Rio. Ele acaba de ser acusado pelo delator Paulo Roberto Costa como o candidato que pegou dinheiro sujo do Petrolão (leia nota abaixo).

. Tem mais para Fausto Trindade e sua equipe de marqueteiros aloprados que Lindebergh Farias retirou do Occupy Cabral para ajudar Tarso Genro.

Ouça, aqui, o áudio completo do interrogatório do delator Paulo Roberto Costa na Justiça Federal

Áudio completo do depoimento de Paulo Roberto Costa:

Conheça o calendário dos cinco debates que farão Aécio e Dilma

14/10 (terça-feira, amanhã): Band; 22h
16/10 (quinta-feiras): SBT, UOL, Folha de S. Paulo e rádio Jovem Pan; 18h
19/10 (domingo): Record. Horário a definir
23 ou 24/10 (quinta ou sexta): Globo;
21 e 22/10 (terça e quarta): sabatina no Jornal Nacional (Rede Globo).

Mercado vê economia despencando e inflação mais alta. Números ruins são assustadores.

Depois de 19 quedas seguidas, a projeção de instituições financeiras para o crescimento da economia, desta vez, foi levemente ajustada para cima. A estimativa para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB), soma de todos os bens e serviços produzidos no país, subiu de 0,24% para 0,28%. Para 2015, permanece a estimativa de crescimento de 1%.

Essas projeções fazem parte da pesquisa semanal do BC a instituições financeiras, sobre os principais indicadores econômicos.

Inflação - A projeção para a inflação ainda está longe do centro da meta (4,5%) e um pouco abaixo do limite superior (6,5%)

Produçãso industrial - A estimativa para a retração da produção industrial passou de 2,14% para 2,16%, em 2014. No próximo ano, deve haver recuperação do setor, com crescimento de 1,3%, ante a previsão da semana passada de 1,4%.

Dólar - A projeção para a cotação do dólar permanece em R$ 2,40, este ano, e em R$ 2,50, em 2015.
Para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), a estimativa do mercado financeiro passou de 6,32% para 6,45%, este ano. Para 2015, segue em 6,3%.
.
A taxa básica de juros, a Selic – Usada pelo BC para influenciar a economia e consequentemente, a inflação – deve fechar 2014 sem alterações, de acordo com as expectativas das instituições financeiras. Atualmente a Selic está em 11% ao ano.

Agas debaterá, amanhã, interferência das redes sociais no varejo

Os impactos das postagens de consumidores e de redes varejistas em meios como o Facebook, o Instagram e o Twitter, bem como a responsabilidade dos internautas e das empresas ao compartilharem conteúdos na web, são o centro de um painel a ser promovido pela Associação Gaúcha de Supermercados (Agas) no dia 14 de outubro, às 14 horas, no Hotel Deville (Av. dos Estados, 1909), em Porto Alegre. O evento “O impacto da interação digital e exposição na mídia” será aberto, com inscrições limitadas à capacidade da sala.

. O debate contará com Daniel Bittencourt, coordenador do curso de bacharelado em Comunicação Digital da Unisinos; Flávia do Canto Pereira, diretora do Procon Porto Alegre; Gérson Borges, advogado; e Ney Wiedemann Neto, desembargador do Tribunal de Justiça do RS, 

. O encontro está com inscrições gratuitas abertas pelo telefone (51) 2118-5200 ou através do e-mail eventos@agas.com.br.

"Os milagres econômicos da incompetência", por Rolf Kuntz

Neste artigo para o jornal "O Estado de São Paulo", o jornalista Rolf Kuntz diz que é  preciso acreditar em milagres, porque só uma incompetência milagrosa poderia produzir estragos tão prodigiosos na indústria brasileira, no comércio exterior e nos fundamentos econômicos do País em tão pouco tempo, tanto quanto produziu o governo Dilma Roussef.

. Leia:

A soma de exportações e importações ficou em US$ 347,96 bilhões entre janeiro e setembro, valor 2% menor que o de um ano antes, pela média dos dias úteis. Diminuíram tanto as vendas quanto as compras internacionais e mais uma vez o Brasil mostrou ao mundo uma perversa originalidade. Recessão, em outros países, tem normalmente um efeito corretivo. No país da presidente Dilma Rousseff, a inflação anual continua acima de 6%. A balança de mercadorias acumula um déficit de US$ 690 milhões em nove meses. O governo central, segundo os números do Tesouro, só conseguiu de janeiro a agosto um superávit primário de R$ 4,67 bilhões, 87,8% menor que o de igual período de 2013. Para atingir a meta, R$ 80,8 bilhões, a administração central terá de obter em quatro meses um saldo superior a R$ 76 bilhões, 16 vezes o alcançado no dobro desse tempo.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Campanha de Dilma quer impor mordaça no juiz Sérgio Moro

Da esquerda para a direita: Janot, Teori, Sérgio Moro, Paulo Costa e Youssef. Dilma e o PT querem calar todo mundo e jogar a sujeira debaixo do tapete.

A campanha da presidente Dilma Rousseff avalia que a divulgação dos áudios das delações premiadas de Paulo Roberto Costa e Alberto Youssef, no início do segundo turno, teve finalidade eleitoral: 

- Em toda campanha há denúncias que depois não se comprovam e após a eleição ninguém se responsabiliza por elas.

. O  comitê do PT vai recorrer ao ministro Teori Zavascki e ao Procurador Geral Eleitoral, Rodrigo Janot, para conter o juiz Sergio Moro, que liberou oficialmente os arquivos da operação Lava Jato.

Líder do PMDB diz que Partido apoiará quem vencer as eleições, seja Dilma ou seja Aécio.

“Não vejo dificuldade nenhuma de se posicionar em apoio a um futuro governo Aécio”, afirmou neste domingo o líder do partido na Câmara, Eduardo Cunha (RJ), reeleito no último dia 5 de outubro; ele é cotado como um dos favoritos para presidir a Casa.

. O deputado do PMDB disse ao jornal "O Estado de S. Paulo" que o Partido não sairá da base de Dilma Roussef, caso a petista seja reeleita.

. Ganhe quem ganhar, o PMDB ficará com o novo governo. 

Flávio Tavares volta ao RS

O jornalista Flávio Tavares está voltando ao RS. 

Rossi ainda não sabe o que fará nas áreas do Americano e do IPA

Não foi divulgado o valor pago pela Rossi ao terreno de 40 mil m2 que a Rossi comprou do Instituto Metodista, incluindo as áreas onde funcionam IPA e Colégio Americano.

. A Rossi ainda não decidiu o que fará na área, além de edifícios residenciais e comerciais.

Eleição trancada na CNA poderá ser levantada no dia 21

Só no dia 21 a Justiça do Paraná reexaminará sua decisão de suspender a eleição do novo presidente da Confederação Nacional da Agricultura, que ia novamente para as mãos da senadora Kátia Abreu.

. A eleição foi considerada viciada.

Osmar Terra acha que demissões na John Deere são apenas a ponta do iceberg

Neste final de semana o deputado Osmar Terra voltou a dizer ao editor que as 167 demissões de trabalhadores na fábrica de colheitadeiras e plantadeiras da John Deere sãso apenas a ponta do iceberg do processo de desindustrialização.

. “Há falta de uma política econômica que resgate a produção industrial”, disse o deputado.

. A demissão na John Deere foi suspensa por decisão da Justiça do Trabalho, mas isto poderá ser revisto esta semana em Horizontinas.

Vieira da Cunha não abre voto e voltará em janeiro ao MPE

O deputado Vieira da Cunha, PDT, não abrirá o voto antes, durante e depois das eleições. A partir de janeiro, sem mandato, ele voltará ao Ministério Público Estadual.

Programas de Sartori ganharão "conteudo" a partir de hoje

A partir desta segunda-feira os programas de José Ivo Sartori trarão propostas. Faltavam-lhes “conteúdos”, como dizia o dr. Brizola. As pesquisas mostravam que muitos eleitores gaúchos ainda não conheciam bem o candidato vencedor do primeiro turno.

Darciso Perondi no MEC ?

Eleito senador por São Paulo, homem forte do PSDB, o tucano José Serra esteve com o deputado Darciso Perondi no seu gabinete de Brasília.

. E deixou no ar a impressão de que levou recado de que o próximo governo poderá chamar o parlamentar gaúcho para o Ministério da Educação.

Beto Albuquerque é o homem forte do PSB junto a Aécio

O deputado gaúcho Beto Albuquerque ganhou expressão nacional ao ocupar a vice na chapa de Marina Silva e por isto poderá disputar a presidência do PSB nesta segunda-feira.

. Ele também é o único nome capaz de manter a Rede no PSB.

. Beto Albuquerque é nome certo para o primeiro escalão de Aécio, com quem esteve sábado no Recife.

. O PSB vai rachado para a eleição, porque o presidente interino, Roberto Amaral, resolveu desrespeitar a decisão da maioria e ofereceu apoio a Dilma, ato que é considerada simples traição em qualquer organização partidária.

Datafolha e Ibope apresentarão suas pesquisas nesta quarta-feira

Depois de amanhã, quarta-feira, serão divulgadas mais duas pesquisas presidenciais no Jornal Nacional, uma do Ibope e uma do Datafolha.

PF abriu 140 inquéritos para investigar roubalheiras nas concessões federais na área de infraestrutura

A Polícia Federal já começou a fazer devassa em conratos de concessões públicas em áreas estratégicas como saneamento, energia, aeroportos e rodovias. As investigações são cirúrgicas, porque baseiam-se em anotações feitas pelo ex-diretor da Petrobrás, Paulo Costa.

. Na semana passada,  delator do Mensalão disse que a roubalheira é generalizada no governo (leia nota abaixo).

. Foram abertos mais 140 inquéritos.

. O jornal O Sul de domingo, revela em  manchete que só com o que foi revelado até agora, poderão ser cassados 25 deputados e seis senadores. Lula e Dilma poderão ser atingidos.

. As investigações atingem empreiteiras, gestors de órgãos públicos e políticos beneficiados com propinas.

. Já vazaram os nomes das empreiteiras OHS (espanhola),m UTC, Fundo Constantinopla.

. A CVM foi acionada pela PF para colaborar.

Paulo Roberto Costa diz que roubalheira é institucionalizada e atinge outros órgãos do governo

Numa análise que fez de um dos trechos da fala dos dois principais protagonistas do Petrolão n a Justiça Federal, quarta-feira, em Curitiba, o jornalista Reinaldo Azevedo diz que tudo o que Paulo Roberto Costa e Alberto Youssef revelam é apenas a… ponta do iceberg. Leia mais:

Até agora, a imprensa não deu o devido peso a um trecho do depoimento de Paulo Roberto, que remete a uma questão de que tenho tratado com frequência aqui no blog. Os descalabros que estão sendo revelados na maior estatal e na maior empresa brasileira são sintomas de uma doença profunda do país, que está na origem de boa parte da nossa desgraça, dos nossos desastres, das carências do povo brasileiro, de seu atraso, de sua miséria, de sua falta de esperanças, de sua falta de perspectivas: o tamanho do Estado.
Não se trata de firmar aqui uma posição meramente ideológica — mais ou menos Estado na economia — ou uma escolha de princípio. Estamos lidando é com matéria de fato. Num dado momento, do depoimento, o juiz Sérgio Moro pergunta a Paulo Roberto se as empresas que se encarregavam do pagamento da propina sempre cumpriam com a sua parte. E Costa diz o seguinte, leiam com atenção:
- Essas empresas, excelência, elas tinham interesses não só dentro da Petrobras, mas em vários outros órgãos de governo, não é?, vários órgãos de governo, a nível de ministérios, a nível de secretarias etc, compostas por elementos dos partidos. Então, vamos dizer: se elas deixassem de contribuir com determinado partido naquele momento, isso ia refletir em outras obras a nível de governo, que os partidos não iam olhar isso com muito bons olhos. Então, seria um interesse mútuo dos partidos, dos políticos e das empresas, porque não visava só a Petrobras, visava hidrovias, ferrovias, rodovias, hidrelétricas etc.”

CLIQUE AQUI para ler tudo.