Metade do 13o precisa ser pago até esta sexta-feira

As empresas brasileiras têm até o dia 30 de novembro para pagar a primeira parcela referente ao 13° salário (como a data limite cai do domingo, as empresas devem fazer o pagamento na sexta-feira, 28). Já o prazo para a segunda parcela termina em 20 de dezembro

Cai outro corruptor do Petrolão. Este é irmão de um ex-ministro de Dilma, Mário Negromonte.

Cai outra torre no Petrolão. A foto é de Vagner Rosário, Futura Press, Estadão.



O último foragido da sétima fase da Operação Lava-Jato, Adarico Negromonte Filho, irmão do ex-ministro de Dilma, Mário Negromonte,k se entregou na manhã desta segunda-feira em Curitiba (PR). Irmão do ex-ministro das Cidades Mário Negromonte, ele chegou à sede da Superintendência da Polícia Federal de táxi, acompanhado da advogada Joyce Roysen. Adarico é suspeito de ter transportado malas de dinheiro a pedido do doleiro Alberto Youssef, delator do suposto esquema de desvio de recursos da Petrobras. Sem barba e com o semblante abatido, ele saiu do carro e caminhou cerca de 50 metros até a entrada do prédio. Durante o trajeto, não escondeu o rosto, como fizeram outros detidos, nem falou com a imprensa.

. Conforme a assessoria da PF, Adarico foi recebido por um dos delegados responsáveis pela investigação e deve passar por exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal de Curitiba até o fim do dia. Ainda não está definido quando ele prestará depoimento.

Cartel da ATP peita novamente Fortunati e decreta fracasso da licitação de ônibus

Sem interessados outra vez,  a prefeitura da Capital diz que vai apostar em licitação por linhas de ônibus.

. Esta é a terceira tentativa de licitação, boicotada sempre pelo cartel das empresas que exploram o serviço de ônibus em Porto Alegre.

 Daqui a seis meses, o novo edital deverá estar pronto, e o prefeito José Fortunati espera contar com as novas empresas em operação no segundo semestre de 2015

Calote leva produtores da região voltam a bloquear portões da LBR (Bom Gosto) em Tapejara

Os produtores reivindicam o cumprimento do acordo firmado, há duas semanas atrás (Foto: Arquivo Rádio Tapejara)



Um grupo de produtores de leite, associados da Camol de São José do Ouro e região fecharam novamente os portões da empresa LBR, em Tapejara na manhã desta segunda feira(24), segundo informou hoje a Rádio Poatã, conforme boletim em poder do editor. Eles reivindicam o cumprimento do acordo firmado, há duas semanas atrás, entre os produtores e a empresa, para pagamento de produto já entregue. Segundo informou o presidente da Camol, Idelson Machado, outros produtores de Tapejara, Ibirubá e Santa Catarina participam da mobilização, além de transportadores de leite. Na manhã de hoje eles foram recebidos pela empresa que sugeriu um novo parcelamento das dívidas. Os produtores não aceitaram e devem permanecer no local até que a empresa pague todo o saldo.

 . Representantes de Sindicatos da participam da mobilização. Eles estão convocando os produtores para que apoiem a mobilização. A Expectativa é de que à tarde uma nova rodada de negociações ocorra.

Terroristas do MST destroem alimentos em fazenda gaúcha contra nomeação de Kátia Abreu.

Destruindo alimentos para impedir nomeação de Kátia Abreu.

Pelo menos dois mil delçinquentes do MST, invadiram e vandalizaram no último sábad a Fazenda Pompilho, no Rio Grande do Sul, e destruíram parte da plantação de milho do local.

. O ato terrorista aconteceu em protesto contra a indicação da senadora Kátia Abreu (PMDB-TO) para o ministério da Agricultura, que como afirma a organização criminosa "representa o agronegócio".

Presidente global da Foton veio ao RS para acompanhar construção da fábrica de caminhões de Guaíba

O presidente internacional da chinesa Foton, Wang Xiangyin, foi recebido nesta terça-feira pelo governador Tarso Genro, no Palácio Piratini. O executivo chinês veio ao Rio Grande do Sul para conhecer a área de Guaíba onde será instalada a primeira fábrica da montadora de caminhões na América Latina. Xiangyin também aproveitará a viagem para retribuir a visita feita pelo governador à sede da empresa, na China, em 2013. 

. Também serão tratadas questões relativas ao projeto.

. O empreendedor brasileiro da Foton é o ex-ministro Luiz Carlos Mendonça de Barros, que na recente campanha eleitoral apareceu nas propagandas de TV para apoiar Tarso Genro. 

Contas externas do país têm o pior resultado da história


* Déficit em transações correntes somou US$ 8,13 bi no mês passado. Em 12 meses, saldo negativo é de U$ 84 bi

* A conta de transações correntes abrange a importação e a exportação de bens e serviços e as transações unilaterais do Brasil com o exterior

O resultado das transações correntes seguiu negativo no mês de outubro ao registrar um déficit de 8,13 bilhões de dólares, o pior resultado para mês desde o início da série histórica, em 1980, de acordo com informações do Banco Central (BC), divulgadas nesta segunda-feira. 

. O desempenho foi provocado pelo mal desempenho comercial e por elevadas remessas de lucros e dividendos ao exterior. Em setembro, houve déficit de 7,9 bilhões de dólares. Já no acumulado em doze meses encerrados no mês passado, o déficit foi de 84,42 bilhões de dólares, o equivalente a 3,73% do Produto Interno Bruto (PIB).

. Contribuíram para o saldo negativo no mês o déficit de 1,17 bilhão na balança comercial, pior resultado para outubro desde 1998, e as remessas de lucros e dividendos, que somaram 1,63 bilhão de dólares em outubro, frente a 1,34 bilhão em igual mês de 2013.

Vá esta noite com seus amigos, colegas e conhecidos.
Leve sua mulher ou namorada.
Leve seu marido ou seu namorado.
O melhor no gênero, segundo Veja.
Mais de 100 tótulos de cervejas e chopes artesanais.
www.biermarkt.com.br

Sem reajuste na tabela, IR Pessoa Física subirá em 2015

Medida Provisória que corrigia o valor das faixas em 4,5% no próximo ano caducou no fim de agosto e, apesar das promessas, o governo ainda não enviou ao Congresso um novo texto


O contribuinte poderá pagar mais Imposto de Renda (IR) em 2015 caso a tabela progressiva não seja reajustada. A Medida Provisória que corrigia o valor das faixas em 4,5% no próximo ano caducou no fim de agosto e, apesar das promessas, o governo ainda não enviou ao Congresso um novo texto propondo a atualização. O temor é que a mordida do Fisco fique maior e chegue ao bolso de mais brasileiros.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Números demonstram situação gravíssima das finanças públicas do RS

Os técnicos que foram reunidos pelo governador eleito José Sartori ficaram impressionados com a crueza dos números que receberam sobre a situação financeira do governo do RS.

. A primeira tranche de 15 questões encaminhadas pelo novo governo foi respondida sexta-feira dentro dos parâmetros desejados.

. A conjuntura das finanças públicas é considerada gravíssima.

- CLIQUE AQUI para ler a íntegra do artigo publicado hoje no Jornal do Comércio, no qual o economista Darcy Francisco Carvalho dos Santos rebate os números alinhavados pelo atual governo do PT, segundo os quais o déficit deste ano iria a algo parecido com R$ 1,5 bilhão.

A partir de hoje aceleram-se articulações para a formação do secretariado gaúcho

Embora sem prazo final para apresentar seu secretariado, pode-se estimar que o governador José Sartori fará isto entre 15 e 31 de dezembro, porque no dia 15 as duas equipes de transição concluirão seus trabalhos de troca de informações.

. As articulações para a escolha de nome aceleram-se a partir de hoje.

Vá esta noite com seus amigos, colegas e conhecidos.
Leve sua mulher ou namorada.
Leve seu marido ou seu namorado.
O melhor no gênero, segundo Veja.
Mais de 100 tótulos de cervejas e chopes artesanais.
www.biermarkt.com.br

Porto Alegre, a capital do atraso, exige 245 dias para abrir um negócio. É a pior de 14 capitais avaliadas por Exame.

Depois de compasrar a capacidade que 14 principais capitais brasileiras possuem para gerar e atrair empresas consideradas de alto potencial, que são as que crescem mais de 20% ao ano em número de funcionários (são 35 mil no Brasil), a Endeavor apresentou seus resultados para a revista Exame, que publica tudo na sua edição de hoje.

. Florianópolis lidera a lista das capitais onde vale a pena empreender.

. Foram avaliados ítens relacionados com capital humano, infraestrutura, qualidade de vida, mercado, acesso a capitais, ambiente regulatório, inovação e cultura empreendedora. Florianópolis é a primeira do ranking, seguida de SP e Vitória.

. Porto Alegre está em 7o lugar, depois das três primeiras, de Curitiba, Brasília e Belo Horizonte.

. O primeiro raio x feito pela Endeavor é o do tempo que o empreendedor leva para abrir um negócio. Neste ítem, Porto Alegre fica em último lugar. O primeiro da lista é Goiânia, com 32 dias. Em penútimo está o Rio, com 100 dias, mas o campeão do atraso é Porto Alegre, com 245 dias.

Espanhola Desigual chega amanhã ao Iguatemi de Porto Alegre

A marca espanhola Desigual desembarca nesta terça-feira, 25 de novembro, no shopping Iguatemi, em Porto Alegre. Depois de São Paulo e Rio de Janeiro, a capital do Rio Grande do Sul recebe a primeira franquia da marca que conquistou o mundo com seu estilo único, traduzido em irreverentes imagens de moda.

. Em 2013, os empresários Edgar Abreu, Pedro Kuhn e Sérgio Sporlador trouxeram a marca para a capital gaúcha, por meio de uma multimarcas. Agora, o trio comanda a abertura da loja própria na cidade, com foco em moda feminina e acessórios - incluindo peças assinadas pelo famoso estilista Christian Lacroix.

Sobre a Desigual
Aos 20 anos, o suíço Thomas Meyer sentiu a necessidade de criar algo novo para vestir. Com a intenção de transmitir inspiração e alegria através do vestuário, em 1983, Thomas desenvolveu sua primeira peça - uma jaqueta de retalhos de calças jeans usadas. No ano seguinte, a peça já era um sucesso. A partir da máxima "La vida es chula" ("A vida é divertida"), nasceu a Desigual, com a proposta de promover uma moda diferente, marcante e colorida.A primeira loja da marca catalã foi inaugurada em 1986, em Ibiza, expandindo, posteriormente, para a França e Portugal, de 1993 a 1995. 

Sebrae terá chapa única com Carlos Sperotto para a presidência

Apenas uma chapa será inscrita hoje para a disputa da presidência do Sebrae do RS. Ela será liderada por Carlos Sperotto, presidente da Farsul.

Cairolli faz exames médicos de rotina

O vice-governador eleito do RS, José Cairolli, faz exames médicos de rotina nesta segunda-feira.

Polícia Federal retomará investigação no caso do Pronaf, quinta, em Sinimbu

A Polícia Federal retomou as investigações do escândalo do Pronaf no RS. Ainda não é o caso que envolveu inicialmente o deputado Elvino Bohn Gass, interrompido pelo STF e remetido sem o parlamentar para o TRF-4, Porto Alegre (o STF truncou as investigações, alegando que Bohn Gass possui foro privilegiado e não podia estar sendo grampeado).

. Nesta quinta, a PF ouvirá depoimentos de testemunhas dentro do mesmo escândalo, mas em investigação separada para o caso do município de Sinimbu, também no Vale do Rio Pardo.

- O editor falou esta manhã com Sinimbu.

Dono da Galvão inclui novo achacador na Petrobrás. O personagem do dia é Shinko Nakandakari.

Outro vampiro da Petrobrás
Nakandakari, à esquerda, era "sócio" do gerente da estatal que vai devolver US$ 97 milhões. 

O presidente da Galvão Engenharia, Erton Fonseca, incluiu um novo personagem na Operação Lava Jato durante seu depoimento na Polícia Federal em Curitiba.  Trata-se do empresário Shinko Nakandakari, que atuaria em parceria com Pedro Barusco, o gerente que se comprometeu a devolver US$ 97 milhões desviados da Petrobrás. 

. Segundo Erton Fonseca, Nakandakari recolheu propina de R$ 5 milhões.

. A Galvão Engenharia diz ter sido vítima de extorsão: ou pagava suborno ou não obtinha novos contratos com a estatal. "Erton Fonseca contou que teve uma uma reunião com a presença de Barusco para tratar da propina. A empresa foi orientada a pagar um percentual que variava de 0,5% a 1% sobre o valor dos contratos", diz a reportagem do jornal Folha de S. Paulo de hoje. 

. Como a Galvão fechou o contratos de R$ 4,1 bilhões com a Petrobrás, o valor chegaria a R$ 41 milhões.

Saiba por que a Odebrecht está fora da Lava Jato

Ao lado, Marcelo Odebrecht e Paulo Costa.

A Odebrecht, maior empreiteira do País, dona no RS da Braskem, proprietária do Pólo Petroquímico de Triunfo, presidida por Marcelo Odebrecht e com receita de R$ 97 bilhões, não está aparecendo na Operação lava Jato porque é alvo de um inquérito separado da Polícia Federal.

. Em sua delação premiada, Paulo Roberto Costa, ex-diretor da Petrobras, confessou ter recebido uma propina de US$ 23 milhões da empreiteira e se propôs a devolver os recursos – o que lhe deu direito a diversos benefícios, como a saída da prisão e o uso de uma tornezeleira eletrônica. Embora tenha pago a maior propina, a empresa de Marcelo Odebrecht tem uma vantagem em relação a seus concorrentes. Segundo reportagem de Aguirre Talento, Gabriel Mascarenhas e Rubens Valente, todos da Folha de São Paulo,  seu caso foi desmembrado e não está nas mãos do juiz Sergio Moro, no Paraná.

. A própria empresa afirma que o inquérito surgiu "a partir de notícias da imprensa e de uma ação que já tramita no Rio de Janeiro, que é o juízo competente para o caso".

. Outras empresas questionaram a jurisdição do caso, mas apenas a Odebrecht saiu da Justiça Federal do Paraná. A empreiteira, embora tenha pago a maior propina descoberta na Operação Lava Jato, não foi incluída no rol das empresas "inidôneas" por um procurador junto ao Tribunal de Contas da União.

. O executivo citado por Paulo Roberto Costa como seu contato na Odebrecht seria Marcio Faria, que teria repassado ao ex-diretor "recursos ilícitos".

CLIQUE AQUI para ler a reportagem de hoje da Folha.

Escala e Morya movem-se para manter contas publicitárias no governo do PMDB do RS

O grupo Morya (Nizan Guanaes) já se movimenta junto ao PMDB do RS para manter a contas que possui no governo Tarso Genro.

. A Escala destacou seu diretor Alfredo Fedrizzi para os contatos. Fedrizzi fez as duas campanhas de Tarso pelo PT, mas tem ligações históricas com o PMDB.

. A outra agência de Nizan, Morya, atende há menos tempo o Piratini, tarefa que cabe ao seu diretor Fábio Bernardi.

ATP boicota nova licitação do transporte coletivo de Porto Alegre

Está confirmado para as 14h o ato de abertura dos envelopes dos candidatos a explorar o transporte coletivo em Porto Alegre.

. As 12 empresas privadas reunidas na ATP e atualmente em atuação, avisaram que não participarão.

. Nas duas últimas tentativas de licitação, ninguém se habilitou.

. Nenhuma empresa poderá operar mais do que três bacias. A Carris prosseguirá com suas linhas atuais, sem licitação.

Com cidade parada, Fortunati tenta mexer .... no secretariado

Sem saber o que fazer com as obras paradas através da cidade, o prefeito José Fortunati busca emplacar o ano novo com secretariado diferente.

. Será apenas um remendo.

Padilha está cotado para ministério das Cidades

O deputado gaúcho Eliseu Padilha, PMDB, é cotado para o ministério das Cidades.Padilha comandou a dissidência gaúcha que ficou com Dilma nas eleições.

Petrobrás não pagará indenizações trabalhistas pela Iesa

A Petrobrás não vai pagar pela Iesa os R$ 20 milhões de indenizações que terão que receber os 20 mil empregados que a empresa quer demitir a partir desta segunda-feira em Charqueadas.

. Os problemas da Iesa não se limitam ás rescisões trabalhistas.

. Ela deve dinheiro a dezenas de fornecedores, inclusive pequenos supridores de alimentação e transporte de empregados.

. Os casos de maior expressão ainda não começaram a surgir, mas o editor já repetiu aqui que será inevitável o calote de R$ 43 milhões sobre o Badesul, que emprestou dinheiro para viabilizar o Pólo Naval do Jacuí e possui garantias frouxas que se esfumaçaram com as prisões dos diretores e o fim das operações da Iesa no RS.

- A Assembléia do RS, do mesmo modo que no escândalo do Pronaf no Vale do Rio Pardo, nada faz para intervir na solução dos problemas que acontecem em Charqueadas, mas amanhã encontrará tempo para votar o plano de aposentadoria dos deputados estaduais.

Rede vai tirar seu pessoal do PSB. Nova coleta de apoios começará hoje.

Reunida no final de semana em Brasília, a Direção Executiva da Rede Sustentabilidade decidiu que iniciará imediatamente a busca pelas 32 mil assinaturas que faltam para registrar o Partido.

. No RS, a coleta começará hoje.

. Quem se filiou ao PSB, sairá quando a Rede estiver legalizada.

PT não faz autocrítica e critica os "outros" pela derrota nas urnas no RS

A charge é do paraense Waldez.
Ela mostra o indivíduo que só vê a si mesmo. Só ele cabe no seu selfie. 



O PT do RS reuniu sua direção estadual neste final de semana e decidiu que fará oposição ao novo governo de José Ivo Sartori, PMDB.

. Sem qualquer autocrítica às gestões incompetentes e voluntaristas dos seus governos, como também ao pouco compromisso demonstrado em relação ao estado democrático de direito e à economia do mercado, o PT preferiu atribuir seu pior desempenho  ao “processo de crimnalização que sofre há 12 anos”, tudo por conta de decisões do Judiciário e respaldo da grande mídia.

. O diretório fez crítica ao novo governo estadual, que teria sido eleito sem projeto.

Dilma enfrenta resistências e vacila no anúncio da nova equipe econômica

A charge ao lado é do capixaba Amarildo.



A semana abre com tensão no mercado financeiro, porque a presidente Dilma Roussef não conseguiu até agora anunciar a chamada equipe econômica.

. Os nomes de Nelson Barbosa (Planejamento), Tombini (Banco Central) e Armando Monteiro (Desenvolvimento) passam sem turbulências dentro e fora do PT, mas Joaquim Levy (Fazenda) e Kátia Abreu (Agricultura) enfrentam resistências enormes por parte das alas mais à esquerda do PT, inclusive seus aparelhos em sindicatos e ONGs.

. No final de semana, vazou a informação de que Dilma condicionou o anúncio à aprova~ção, no Congresso, da LDO, o que não parece razoável, já que a presidente estaria usando as nomeações como moeda de troca e não como decisão sua.

. A presidente, de qualquer modo, teria estabelecido a data de quinta-feira para fazer seu anúncio.

. O principal problema seria Joaquim Levy, diretor do Bradesco (da asset do banco) que tem perfil liberal e é contra a política de valorização extra do salário mínimo. Um dos principais adversários de Levy no governo Lula foi justamente Guido Mantega, então presidente do BNDES e hoje titular demissionário da Fazenda.

CLIQUE AQUI para conhecer melhor Joaquim Levy. O material é da Folha de hoje.