Tarso acabará com o pedágio de Farroupilha para manter o pedágio de Farroupilha

Há uma cretina mudança de discurso em relação às promessas de campanha feitas pelo governador Tarso Genro sobre a eliminação da praça de pedágio de Farroupilha, instalada no Pólo de Caxias do Sul.

. É que a deputada Marisa Formolo, PT de Caxias, porta-voz de Tarso para os assuntos da região da Serra, avisou o seguinte:
- Vamos fazer um festão para acabar com o pedágio privado de Farroupilha. Ele, agora, será da comunidade.

. Ou seja: o pedágio continuará sendo pago.
 
. Não foi o que prometeram Tarso, Marisa e o PT.

- Tarso Genro fez algo parecido em relação ao piso nacional do magistério, ao reunir o Cpers, aparelho do PT na época, para anunciar: "Vou pagar o piso. E retirarei a Adin ajuizada pela Yeda para não pagar o piso". Ele retirou a Adin, os professores aplaudiram, mas quando foi confrontado a pagar o piso, reapresentou a Adin de Yeda e não pagou nada.  Detran do RS aumenta tarifas em 45% As tarifas cobradas pelo Detran, inclusive Carteiras Nacionais de Habilitação, aumentaram 45% na virada do ano.

Gabeira presidente

Nesta quinta-feira a noite, no programa nacional do PV, Fernando Gabeira deixará claro que disputará as eleições presidenciais de 32014. Procuradoria Regional Eleitoral quer cassar o mandato do prefeito eleito de Candiota, RS Está desde o dia 26 de dezembro no TRE para decisão, o recurso do Ministério Público de Candiota, RS, que se insurgiu contra a sentença do juiz eleitoral Ricardo Pereira de Pereira, que não aceitou cassar o mandado do prefeito eleito, Luiz Carlos Folador. A Procuradoria Regional Eleitoral acha que ele deve ser afastado do cargo.

. O curioso na sentença do juiz Pereira de Pereira, é que ele não cassou Folador, mas condenou-o a pagar R$ 53 mil de multa por ter publicado a revista "Para Candiota Continuar Avançando", usando fotos do site da prefeitura. Na época, campanha eleitoral, o juiz autorizou até mesmo busca e apreensão do material.

- Luiz Carlos Folador fez 71% dos votos. Candiota tem 6.958 eleitores. 

Osmar Terra mantém campanha para líder do PMDB na Câmara

O deputado gaúcho Osmar Terra não retirou sua candidatura para a liderança do PMDB na Câmara dos Deputados.  Nomeação de novo chefe de gabinete foi prato pronto servido ao ministro Brizola Neto por Cherini e Araújo. O ministro Carlos Daudt Brizola, mais conhecido como Brizola Neto, recebeu o prato pronto ao nomear o gaúcho Enilton José dos Santos para a chefia do seu gabinete. Enilton foi indicado por Giovani Cherini, de quem foi chefe de gabinete na Assembléia. Ele também ocupou uma das subchefias da Casa Civil de Yeda Crusius no primeiro ano de governo.

. O que circula na Câmara dos Deputados é a informação de que o ministro nem conhecia Enilton, que é competentíssimo.

.  Embora a indicação do deputado Giovani Cherini tivesse força, foi a palavra final do ex-deputado Carlos Araújo que decidiu a nomeação. Araújo trabalha com afinco para destronar Carlos Lupi e eleger Brizola Neto Ex-marido de Dilma, o ex-deputado Carlos Araújo continua mais interessado do que nunca em fazer o seu golden boy, o ministro Brizola Neto, presidente do PDT em março.

O MELHOR DO RS, SEGUNDO VEJABier Markt
Vá conhecer na Barão do Santo Ângelo 497, ao lado do Leopoldina.
Agora, 24 torneiras de chope artesanal de várias partes do mundo, com barris alojados em câmera fria, servidos diretamente nos copos, sem serpentina. Cardápio diferenciado.
- Vá também na Castro Alves 452, três vezes seguidas
"A Melhor Carta de Cervejas", segundo Veja (2010, 2011 e 2012).

Obras de mobilidade urbana para a Copa estão travadas

* Clipping www.veja.com.br

Levantamento da ONG Contas Abertas mostra que, dos R$ 2,8 bi disponíveis em 2012, só R$ 271 mi foram utilizados. Resultado: as obras não saíram do lugar

No ano em que o Brasil sediará a Copa das Confederações – e a um ano e meio da Copa do Mundo – o país segue sem sanar um dos grandes entraves para a realização de grandes eventos: os problemas de infraestrutura. Levantamento divulgado nesta quinta-feira pela ONG Contas Abertas mostra que as obras de mobilidade urbana e de expansão dos sistemas de transportes públicos, essenciais para a realização da Copa de 2014 e também da Olimpíada de 2016, não saíram do lugar.

O programa “Mobilidade Urbana e Trânsito”, coordenado pelo Ministério das Cidades, tem o objetivo de requalificar, implantar e expandir sistemas de transportes públicos coletivos. Em 2012, contudo, o governo desembolsou apenas 271 milhões de reais com a rubrica – menos de 10% do total de 2,8 bilhões de reais previstos no Orçamento. O baixo valor empenhado também chama atenção. Do total previsto, apenas 46,6% - o equivalente a 1,3 bilhão de reais – foram reservados em orçamento para uso posterior. Ou seja, 1,5 bilhão de reais não terão sequer a possibilidade de serem utilizados como restos a pagar nos próximos anos. O Contas Abertas ressalta que o orçamento de 2012 ainda não foi definitivamente encerrado no Sistema de Administração Financeira do Ministério da Fazenda (Siafi) e, portanto, podem ocorrer pequenas alterações.

No ano passado, 46% dos recursos autorizados para o programa foram destinados a projetos de priorização do transporte público em cidades de médio e grande porte. Apesar do alto valor autorizado (1,28 bilhão de reais), apenas 1,6 milhão de reais foram efetivamente gasto.

CLIQUE AQUI para saber mais.

Deputado homossexual do PSOL ataca: "Maioria dos deputados usa prostituta. E não reagem aos corruptos Alves e Renan"

- Homossexual assumido e defensor de gays, travestis, prostitutas e todo o gênero de ativistas sexuais, o deputado Jean Willys, PSOL do Rio, mandou a nota a seguir para o editor. Ele se defende de declarações que fez sobre o uso de prostitutas por parte de 60% dos seus colegas deputados. Na nota, Willys aproveita para exigir "reações também histéricas contra os corruptos novos presidentes da Câmara e do Senado".

“Está claro – até porque usei o verbo no futuro do pretérito (“diria que 60%…”), tempo verbal que torna relativa e incerta qualquer afirmação – está claro que eu não me referi a estatísticas precisas, levantadas por institutos de pesquisas. Considerando que jornalistas fossem capazes de levar em conta essa nuanças da Língua, espantou-me a maneira literal como parte da imprensa interpretou essa frase.
Na verdade, eu sei que essa parte da imprensa, até por estar em jogo os direitos de uma minoria difamada (as prostitutas), investiu na cobertura sensacionalista que sempre gera audiência, mas também histeria. É óbvio que a referência a 60% queria dizer “a maioria”; e que essa percepção de que boa parte dos homens já recorreu a serviços de prostitutas não é só minha nem é mentira, por mais indignados que os autoproclamados paladinos da “moral” e dos “bons costumes” tenham se mostrado indignados com ela.
Essa percepção é fruto da realidade que vemos todos os dias, das conversas que ouvimos, da literatura que lemos e dos filmes a que assistimos: sim, as prostitutas existem e a maioria dos homens recorre aos seus serviços! De mais a mais, o fato de que parlamentares recorrem a serviços de prostitutas já foi divulgado diferentes vezes por diferentes veículos de comunicação. É só procurar por essas matérias.
Por fim, gostaria de ver os deputados que se inflamaram com a estatística imprecisa indignados com o que realmente importa: por exemplo, com o fato de os prováveis novos presidentes da Câmara e do Senado estarem envolvidos em denúncias de corrupção e com o fato de muitos dos parlamentares terem vendido seus votos em matérias importantes”
Jean Wyllys – Deputado Federal pelo Rio de Janeiro – PSOL.

Magadan está fora da Ventos do Sul

Telmo Magadan não é mais presidente da Ventos do Sul, cujo parque eólico, o maior do RS, implantou em Osório para o grupo espanhol Enerfin.

. Mas ele continua na área.

Fundos Imobiliários: são surpreendentemente altos os ganhos dos investidores

Foi uma enorme surpresa para muitos leitores a revelação feita por Leandro Rushel, diretor da gaúcha Leandro & Stormer, segundo a qual foi de 25% o rendimento médio dos investidores em quotas de Fundos Imobiliários no ano de 2012. A Bolsa de SP negocia diariamente R$ 100 milhões em quotas. O jornal Valor chega a falar em 40,21% de rendimento médio em 2011. A Bolsa negocia quotas de 93 Fundos Imobiliários, mas 176 deles operam no mercado.

. O fato é que esse tipo de mercado está mesmo muito aquecido. As ofertas de Fundos Imobiliários somam R$ 4,3 bilhões este ano, e isto apenas de ofertas em análise na Comissão de Valores Mobiliários. Este valor corresponde a 30% de tudo o que foi levantado durante todo o ano passado. Um crescimento de 100,6% sobre o mesmo período de 2011. Só a Caixa tem R$ 1 bilhão em Fundos em estruturação e quer lançar quatro carteiras novas. A XP, que no RS é parceira da Leandro & Stormer, além do Fundo XP Gaia, trabalha em outras carteiras.

Site: www.leandrostormer.com.br

O MELHOR DO RS, SEGUNDO VEJABier Markt
Vá conhecer na Barão do Santo Ângelo 497, ao lado do Leopoldina.
Agora, 24 torneiras de chope artesanal de várias partes do mundo, com barris alojados em câmera fria, servidos diretamente nos copos, sem serpentina. Cardápio diferenciado.
- Vá também na Castro Alves 452, três vezes seguidas
"A Melhor Carta de Cervejas", segundo Veja (2010, 2011 e 2012).

Investir em energia eólica é para qualquer um e pode dar muito dinheiro ? Sim, é isto mesmo.

Foi o que descobriu o editor, depois de conversar com empresários e investidores da área.

. É, sim, possível, fazer R$ 1 milhão virar R$ 5 milhões em apenas dois anos, com total segurança.

. “É um investimento do tipo que se faz em Fundos Imobiliários ou na Bolsa”, disse ao editor o dono da Forza Energia, Roberto Jardim, que entre outros empreendimentos fez o projeto, vendeu a energia e implantou a atual usina eólica do grupo alemão Innovent, em Tramandaí. No momento, a Forza Energia toca 24 projetos diferentes um do outro.

. Os leitores sabem que falta energia. O que esclarece Roberto Jardim:

- O Brasil produz 1% do que pode em energia eólica. São 7 Gigawatts. Dá para crescer 200 vezes.

. A energia eólica tem custo parecido com o da usina hidroelétrica, muito abaixo da energia térmica. Além disto, uma usina eólica pode ser implantada em menos de dois anos, muito menos do que os cinco anos necessários para uma usina hidroelétrica.

. E como ganhar dinheiro ? O que explica o diretor da Forza Energia:

- Vou só exemplificar: o investidor coloca R$ 350 mil de imediato, liberando mais R$ 750 mil até que o projeto fique pronto, as torres e os demais equipamentos de medição do vento entrem em operação, o terreno para os cataventos sejam arrendados e a energia colocada no mercado. Isto dura dois anos. Concluída esta fase, o projeto é colocado no mercado por R$ 4 milhões e até R$ 5 milhões. O comprador é quem implantará a usina.

- Como em qualquer investimento ou aplicação, é preciso levar em conta os quesitos de segurança, rentabilidade e segurança. Esta é uma função irrenunciável de quem tem dinheiro.
Site: www.forzaenergias.com.br


Cardeal é o homem forte de Dilma em Belo Monte

Valter Cardeal, o homem forte da presidente Dilma Roussef na Eletrobrás, onde está desde o governo Lula, é o gerentão da usina Belo Monte.

Júlio Ribeiro lança sua mais nova edição de Press/Advertising

Júlio Ribeiro já está com sua nova Press/Advertising nas bancas. As entrevistas de capa são com a jornalista Tânia Carvalho e o publicitário Miguel de Luca.

Há quase um ano o governo gaúcho não paga nem as RPVs

Foram de 24 de março do ano passado as últimas RPVs pagas pelo governo do RS. De lá para cá, mais nada.

. As Requisições de Pequeno Valor contra o governo do RS, na verdade precatórios de pequeno valor,  devem ser pagas em até 180 dias depois da ordem do juiz, sob pena de prisão do secretário da Fazenda.

. O calote está caracterizado.

. E o secretário não é preso.

. Há quase um ano as RPVs vencidas não são pagas.

. É a desordem nas finanças públicas do RS.

. Apesar disto, o governo do PT faz pose de bom pagador, anuncia mirabolantes investimentos e chega a reptar o secretariado para que trate de gastar.

- Quem tiver dúvidas sobre a informação, pode ligar para  32145145, telefone da Secretaria da Fazenda e pergunte qual data da ultima RPV vencida que foi paga.

Governo mexe no preço e na mistura da gasolina

Sobre gasolina:

1) Está mesmo decidido o aumento de preço, que crescerá 7%. A partir de fevereiro.
2) A ANP já confirmou a autorização para que a mistura de álcool na gasolina passe de 20% para 25%. A partir de abril.

O MELHOR DO RS, SEGUNDO VEJABier Markt
Vá conhecer na Barão do Santo Ângelo 497, ao lado do Leopoldina.
Agora, 24 torneiras de chope artesanal de várias partes do mundo, com barris alojados em câmera fria, servidos diretamente nos copos, sem serpentina. Cardápio diferenciado.
- Vá também na Castro Alves 452, três vezes seguidas
"A Melhor Carta de Cervejas", segundo Veja (2010, 2011 e 2012).

Procuradoria Regional Eleitoral quer cassar o mandato do prefeito eleito de Candiota, RS

Está desde o dia 26 de dezembro no TRE para decisão, o recurso do Ministério Público de Candiota, RS, que se insurgiu contra a sentença do juiz eleitoral Ricardo Pereira de Pereira, que não aceitou cassar o mandado do prefeito eleito, Luiz Carlos Folador. A Procuradoria Regional Eleitoral acha que ele deve ser afastado do cargo.

. O curioso na sentença do juiz Pereira de Pereira, é que ele não cassou Folador, mas condenou-o a pagar R$ 53 mil de multa por ter publicado a revista “Para Candiota Continuar Avançando”, usando fotos do site da prefeitura. Na época, campanha eleitoral, o juiz autorizou até mesmo busca e apreensão do material.

- Luiz Carlos Folador fez 71% dos votos. Candiota tem 6.958 eleitores. 

Nomeação de novo chefe de gabinete foi prato pronto servido ao ministro Brizola Neto por Cherini e Araújo

O ministro Carlos Daudt Brizola, mais conhecido como Brizola Neto, recebeu o prato pronto ao nomear o gaúcho Enilton José dos Santos para a chefia do seu gabinete. Enilton foi indicado por Giovani Cherini, de quem foi chefe de gabinete na Assembléia. Ele também ocupou uma das subchefias da Casa Civil de Yeda Crusius no primeiro ano de governo.

. O que circula na Câmara dos Deputados é a informação de que o ministro nem conhecia Enilton, que é competentíssimo.

.  Embora a indicação do deputado Giovani Cherini tivesse força, foi a palavra final do ex-deputado Carlos Araújo que decidiu a nomeação.

Araújo trabalha com afinco para destronar Carlos Lupi e eleger Brizola Neto

Ex-marido de Dilma, o ex-deputado Carlos Araújo continua mais interessado do que nunca em fazer o seu golden boy, o ministro Brizola Neto, presidente do PDT em março.

Fernando Gabeira, PV, quer disputar contra Lula ou Dilma

O ex-deputado Fernando Gabeira será o grande destaque do programa eleitoral do PV nesta quinta-feira e se colocará como presidenciável. O Partido Verde teme que a criação de um novo Partido por Marina Silva dilapide o patrimônio do partido


O MELHOR DO RS, SEGUNDO VEJABier Markt
Vá conhecer na Barão do Santo Ângelo 497, ao lado do Leopoldina.
Agora, 24 torneiras de chope artesanal de várias partes do mundo, com barris alojados em câmera fria, servidos diretamente nos copos, sem serpentina. Cardápio diferenciado.
- Vá também na Castro Alves 452, três vezes seguidas
"A Melhor Carta de Cervejas", segundo Veja (2010, 2011 e 2012).

Sardenberg, O Globo, diz que Dilma rouba nas contas e mente por nada

* Clipping Carlos Alberto Sardenberg, O Globo

Dupla distorção
Governo Dilma rouba nas contas para anunciar um resultado que todos sabem ser falso. Mentiu por nada, disse um aliado

Tem pessoas assim: dizem uma coisa, fazem outra. Mentirosas — é a interpretação que ocorre imediatamente. E, se solicitados exemplos, quase todo mundo dirá: governantes, políticos, deputados e senadores em especial etc. Mas isso é senso comum. Podemos complicar a história. E quando as pessoas acreditam mesmo que fazem o que dizem, embora haja notória diferença entre discurso e atos?
Por exemplo: a pessoa jura que está fazendo regime, mas só engorda. A tendência imediata é desqualificá-la: quem pensa que está enganando?

Pois pode acontecer diferente: a pessoa acredita genuinamente que faz regime e que só não emagrece por algum outro fator, criado na sua imaginação: “Dieta não funciona comigo.”

CLIQUE AQUI para ler todo o artigo.

Fortunati paga a conta, mas Abong não quer que ele se adone do Fórum Social Mundial

* Clipping www.zerohora,com.br, by Juliana Bublitz

A nove dias da abertura, o Fórum Social Temático de Porto Alegre vive uma crise nos bastidores, marcada por uma divisão sindical e partidária.Descontentes com a perda de espaço na organização, entidades como CUT, Marcha Mundial das Mulheres e Associação Brasileira de ONGs (Abong) decidiram abandonar o evento, previsto ocorrer na última semana do mês. Os dissidentes não aceitam que grupos ligados à maçonaria e a setores empresariais participem das discussões. Além disso, questionam a influência da Força Sindical e a apropriação do Fórum pela administração municipal. Em novembro, o prefeito José Fortunati (PDT) sancionou uma lei transformando a iniciativa em data fixa no calendário da cidade.

— Quando sentamos para conversar, percebemos que o evento já estava completamente descaracterizado, então optamos por sair. Essa institucionalização não tem nada a ver. O Fórum não é uma articulação de governo — afirma Mauri Cruz, dirigente nacional da Abong.

Historicamente vinculada ao Fórum e ao PT, a CUT seguiu o mesmo caminho ao se dar conta de que perdia terreno para a Força Sindical. A Força, presidida no RS pelo vereador Cláudio Janta, do mesmo partido de Fortunati, era minoritária e agora é uma das líderes.

— Estranhamos a atitude da CUT. Eles fizeram parte de todas as reuniões e concordaram com tudo. Agora, aos 45 minutos do segundo tempo, resolvem tirar o time de campo. Não dá para entender — diz Janta.

No Paço, a ruptura é atribuída a diferenças partidárias.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Copom mantém a taxa básica de juros em 7,25% ao ano

* Clipping Gabriela Valente, O Globo


Após ser criticado por manter os juros básicos no menor patamar da história, apesar do aumento da inflação, o Banco Central (BC) reafirmou nesta quarta-feira sua estratégia. O Comitê de Política Monetária (Copom) decidiu, por unanimidade, manter a Selic em 7,25% ao ano.
O colegiado admitiu que houve uma piora no balanço de riscos para a alta de preços a curto prazo, que a recuperação da economia está mais lenta que o esperado e que o ambiente internacional é incerto. Dado esse quadro, o Copom garantiu que a estabilidade dos juros por um “período suficientemente prolongado” é a estratégia mais adequada para controlar a inflação.
Por outro lado, sumiu da nota do Banco Central a informação de que a inflação convergiria para seu objetivo de forma não linear, o que motivou ataques dos economistas. Para janeiro, os analistas do mercado já preveem que a inflação vá ficar em 0,78%.


Saiba como o governo maquia a inflação

- O artigo a seguir é do jornal O Estado de S. Paulo. Antes mesmo do Estadão, o jornal inglês Financial Times (leia abaixo) fustigou o que chama de “jeitinho” do governo Dilma Rousseff para acomodar as contas públicas ao seu desejo de demonstrar superávit e controle da inflação. Como revelou o FT e o Estadão, o governo promove um embuste, uma farsa. Leia e preste atenção aos acontecimentos.

O governo federal continua mais empenhado em controlar o índice de inflação do que em criar as condições necessárias à estabilidade de preços. Continua, portanto, mais preocupado com a aparência do que com a realidade da inflação. O novo grande truque de maquiagem para 2013 deve ser a redução da conta de energia elétrica, promessa formulada há alguns meses pela presidente Dilma Rousseff e reafirmada várias vezes por ministros e funcionários de alto nível. O abatimento médio para a indústria e os demais consumidores deve ser de 20,2%, disse na sexta-feira o secretário executivo e ministro interino da Fazenda, Nelson Barbosa, reforçando o discurso apresentado nos dias anteriores pelo ministro de Minas e Energia, Edison Lobão. Diante do discurso-padrão ouvido em Brasília há algum tempo, fica difícil imaginar se o controle monetário e a disciplina fiscal ainda terão, do ponto de vista do governo, alguma relevância para a política anti-inflacionária.Sem o corte de impostos sobre automóveis e outros bens duráveis, a inflação medida pelo IPCA teria superado os 5,84% anunciados na quinta-feira. Esse efeito foi reconhecido pelo ministro interino da Fazenda. Ele poderia ter mencionado também a contenção de preços dos combustíveis. Os aumentos concedidos foram inferiores aos pretendidos pelos dirigentes da Petrobrás e indicados no plano de negócios da companhia. O consumidor foi poupado, mas a cúpula da empresa continua reclamando um ajuste realista.

Ministros, dirigentes do BC e outros funcionários federais continuam falando, no entanto, como se expedientes como esses compusessem de fato uma política de combate à inflação. O ministro interino da Fazenda chegou a indicar, na sexta-feira, o possível impacto da redução das tarifas de energia elétrica na formação do IPCA. Conversas desse tipo são um tanto estranhas e preocupantes quando envolvem uma autoridade especializada em análise econômica.

CLIQUE AQUI para ler tudo.