PSDB vai contratar peritos estrangeiros para auditar resultado da eleição

- O serviço do PSDB só será sério se contratar uma das quatro grandes firmas globais de auditoria: KPMG, Price, EY ou Delloite, conforme o editor já informou aqui várias vezes.

O jornalista Leandro Mazzini informou esta noite no seu blog que a Executiva Nacional do PSDB negocia a contratação de pelo menos cinco peritos para auditar o resultado da eleição presidencial de 2014. O partido terá acesso aos dados disponibilizados pelo Tribunal Superior Eleitoral.

.O deputado Carlos Sampaio (PSDB-S), diretor jurídico do comitê de Aécio Neves e responsável pela condução do processo, avalia currículos de peritos indicados pela USP e Unicamp.

E. mbora não revela oficialmente, o partido estuda contratar também dois especialistas estrangeiros que já foram contatados: um americano e um israelense.


. No último dia 30 de outubro, o partido anunciou que pediria oficialmente a auditoria da apuração do TSE. No dia 4 de novembro, o tribunal aprovou por unanimidade o “pleno acesso aos sistemas de votação, apuração e totalização dos votos das eleições de 2014″.

Petrobrás diz que não sabe de investigações no âmbito da americana SEC

CLIQUE AQUI para ler, também, matéria do Estadão,
revelando avisos que Paulo Costa recebeu
sobre envolvimento de Dilma e Lula no escândalo do Petrolão. 

A Petrobrás disse esta noite ao editor sobre as notícias veiculadas na imprensa, que desconhece qualquer investigação que esteja sendo feita no âmbito do Departamento de Justiça dos Estados Unidos (DoJ) ou da Securities and Exchange Comission (SEC).  Leia a nota:

A companhia não recebeu notificação de nenhum dos dois órgãos acerca de abertura de investigações para identificar eventual violação à legislação americana, tendo em vista as denúncias efetuadas no âmbito da "Operação Lava Jato".

A Petrobras, através do escritório americano contratado para conduzir as investigações independentes, Gibson, Dunn & Crutcher LLP, já fez contato com os referidos órgãos americanos, informando sobre o início dos trabalhos para apurar tais denúncias na companhia.

Bovespa sobe com safra de balanços e especulações sobre Meirelles no ministério da Fazenda

A bolsa brasileira teve um pregão de recuperação nesta quarta-feira, após dois dias em baixa. O volume financeiro continuou abaixo da média dos últimos meses, mas a volatilidade aumentou diante de novas especulações sobre a equipe econômica que irá compor o segundo governo de Dilma Rousseff. O Ibovespa fechou em alta de 0,96%, aos 52.978 pontos, com volume de R$ 5,907 bilhões. Entre as principais ações do índice, Petrobras PN subiu 0,78%, para R$ 14,11, seguida por Itaú PN (0,74%, a R$ 36,30), Bradesco PN (0,27%, a R$ 36,61) e Ambev ON (2,31%, a R$ 16,37). Já Vale PNA fechou estável, a R$ 19,44.

. Segundo operadores, depois de uma abertura negativa, o mercado reagiu, na hora do almoço, a boatos de que o ex-presidente do Banco Central Henrique Meirelles deve ser escolhido pela presidente para assumir o ministério da Fazenda. A tarde, o boato perdeu força com a informação do Valor PRO, serviço de notícias em tempo real do Valor, de que o atual presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, e o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, também estariam no páreo, além do ex-secretário executivo do ministério Nelson Barbosa.

Braskem critica decisão do Cade que a impede de comprar a Solvay

A nota a seguir é da Braskem, que repele a decisão do Cade de rejeitar sua oferta de aquisição da Solvay:

NOTA À IMPRENSA

A Braskem informa que recebeu a decisão do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) que rejeitou a operação de aquisição da Solvay Indupa. A partir experiência adquirida na sua atuação no mercado de PVC ao longo dos últimos 35 anos, a Braskem discorda da decisão do CADE e a considera prejudicial à indústria brasileira.Conforme comprovam mais de uma dezena de análises, estudos e pareceres dos mais conceituados economistas, juristas, consultorias técnicas e econômicas, o mercado relevante de PVC é internacional, inclusive como reconhecido na própria jurisprudência do CADE consolidada há mais de uma década.Além disso, com objetivo de concluir positivamente a transação, a Braskem apresentou soluções que entende serem eficazes aos questionamentos realizados pelo CADE e lamenta não terem sido aceitas.

Essa decisão enfraquece a indústria petroquímica nacional, afetando sua capacidade de obter eficiências de escala que a permitam competir no mercado internacional, em particular no atual momento de redução de rentabilidade da indústria mundial de PVC e clara tendência de consolidação global de ativos.


A partir da publicação do resultado do julgamento do CADE, a Companhia vai avaliar as medidas cabíveis em relação a essa decisão. 

Cuba, o “Estado-cafetão", segundo o escritor Carlos Alberto Montaner

O jornalista José Fucs conta neste artigo qwue o “aluguel” de mão de obra cubana, como os médicos importados pelo Brasil, rende à ilha dos irmãos Castro cerca de R$ 7,5 bilhões ao ano

Prostitutas no bairro de Malecon, em Havana, Cuba (Foto: Antonio RIBEIRO/Gamma-Rapho/Getty Images).

Leia tudo:

Trombei hoje no Facebook com um artigo sobre Cuba escrito pelo escritor e jornalista cubano Carlos Alberto Montaner, que vive entre a Espanha e os Estados Unidos. O artigo, como muita coisa que circula nas redes sociais, foi publicado no jornal Miami Herald há alguns meses. Apesar disso, decidi reproduzi-lo no blog porque, além de ser esclarecedor e muito bem escrito, como costuma acontecer com tudo o que vem de Montaner, continua mais atual que nunca.

No artigo, Montaner chama Cuba de “Estado cafetão”, por “alugar” seus cidadãos para trabalhar em outros países, como o Brasil e Angola, e ficar com uma parte do rendimento pago em moeda forte pelos serviços prestados fora de Cuba. “É uma prática conhecida pelos traficantes de escravos cubanos desde o século XIX”, diz Montaner. “O aspecto mais lucrativo do negócio eram as meninas pobres que os senhores de escravos entregavam aos bordéis. “Eles cobravam pelos serviços que as meninas prestavam. Eram cafetões-negociantes. Não estamos lidando com o Estado-cafetão.”

Ele afirma, com base em dados da consultora Maria Werlau, que o “aluguel” de médicos renda a Cuba cerca de US$ 7,5 bilhões ao ano, uma parte significativa dos quais vem do Brasil. “

CLIQUE AQUI para ler mais, inclusive o artigo de Montaner. 

SBM, a corruptora do Petrolão na Holanda, é multada em US$ 240 milhões pelo governo de Haia

Nos EUA, SEC e Departamento de Justiça já investigam a corrupção na Petrobrás, mas em outros Países, como Holanda, o caso já resulta em punição. Leia o que sobre isto escreve hoje o jornalista Reinaldo Azevedo, Veja, que aponta para o caso da SBM, apontada como uma das corruptoras do Petrolão. No Brasil, Lula e Dilma continuam negando que sabiam da coisa, as CPIs chapas-brancas tentam amorcegar tudo no Congresso, MPF e STF tentasm amorcegar a PF e o juiz do caso, Sérgio Moro, é ameaçado de morte no caso de prosseguir o processo. Leia:

A corrupção está comprovada. Os corruptores confessaram ter pagado a propina a larápios brasileiros e de outros países. A SBM foi multada em US$ 240 milhões, segundo anúncio do Ministério Público da Holanda! Só que isso aconteceu na Holanda. No Brasil, nenhum vagabundo foi punido ainda. Os corruptos estão todos por aí, torrando a grana recebida ilegalmente. Segundo as investigações do Ministério Público holandês, a empresa pagou US$ 200 milhões em propinas para obter contratos em vários países — a brasileiros, repassou US$ 139 milhões.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Mudança da meta de superavit é "jeitinho brasileiro", diz presidente do TCU

O projeto enviado ao Congresso pelo governo federal para flexibilizar a meta do superavit primário (economia para pagar juros da dívida) deste ano é uma "improvisação" que não deveria ocorrer, disse nesta quarta-feira o presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), Augusto Nardes. "É uma improvisação que nós gostaríamos que não acontecesse no país", disse Nardes a jornalistas, ao ser questionado sobre o projeto enviado pelo Planalto na terça-feira.

. Em visita ao Congresso, o presidente do TCU afirmou que irá propor a governadores e ao governo federal um "pacto pela boa governança", na expectativa de que isso "minimize a questão da improvisação", o chamado "jeitinho brasileiro".

. "Não queremos mais essa questão de atropelo, de liberar recursos 30 dias, nos últimos 60 dias, para o governo fazer caixa e acertar suas contas. O Brasil tem que acabar com essa improvisação, com esse jeitinho de acertar as contas. Temos que ter um planejamento adequado."

Projeto de Tarso é ilegal porque Lei do Piso Salarial impede proposta de reajuste em ano eleitoral

A simples leitura da Lei Complementar 103, assinada pelo ex-presidente FHC, ano 2000, deixa claro que o governador Tarso Genro não poderia ter encaminhado à Assembléia do RS o projeto que eleva em 16% o valor atual do piso salarial estadual. "O projeto é ilegal e terá que ser rejeitado pela Comissão de Constituição e Justiça", disse ao editor o deputado Frederico Antunes, depois que sua equipe jurídica examinou o texto da lei. 

. É só ler.

. O presidente da Assembléia, deputado Gilmar Sossela, não terá outra alternativa além daquela que faz o guardião da Constituição: atravessar a Praça da Matriz e devolver o pega-ratão de Tarso. 

. Leia: 

Presidência da República
Casa Civil
Subchefia para Assuntos Jurídicos
LEI COMPLEMENTAR Nº 103, DE 14 DE JULHO DE 2000.

Autoriza os Estados e o Distrito Federal a instituir o piso salarial a que se refere o inciso V do art. 7o da Constituição Federal, por aplicação do disposto no parágrafo único do seu art. 22.
    O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei Complementar:
    Art. 1o Os Estados e o Distrito Federal ficam autorizados a instituir, mediante lei de iniciativa do Poder Executivo, o piso salarial de que trata o inciso V do art. 7o da Constituição Federal para os empregados que não tenham piso salarial definido em lei federal, convenção ou acordo coletivo de trabalho.
    § 1o A autorização de que trata este artigo não poderá ser exercida:
    I – no segundo semestre do ano em que se verificar eleição para os cargos de Governador dos Estados e do Distrito Federal e de Deputados Estaduais e Distritais;
    II – em relação à remuneração de servidores públicos municipais.
    § 2o O piso salarial a que se refere o caput poderá ser estendido aos empregados domésticos.
    Art. 2o Esta Lei Complementar entra em vigor na data de sua publicação.
    Brasília, 14 de julho de 2000; 179o da Independência e 112o da República.
FERNANDO HENRIQUE CARDOSO
Pedro Malan
Francisco Dornelles
Waldeck Ornelas
Martus Tavares
Este texto não substitui o publicado no DOU de 17.7.2000

Clique a seguir para examinar a análise da proposta de aumento do piso salarial estadual do RS, que tem por título: O projeto de 16% a mais para o piso salarial é um pega-ratão de Tarso.

Global Logistic Properties começa a locar primeiro parque logístico de alto padrão da Região Metropolitana de Porto Alegre.

A GLP é líder no mercado de parques logísticos na China, Japão e no Brasil Já foi entregue a primeira fase do GLP Gravataí. Esta etapa contempla dois galpões, um de 22.000 m² e outro de 14.600 m², prontos para ocupação imediata. Ainda serão construídos mais três galpões num total de 110 mil m².  GLP tem outro parque logístico no Rio Grande do Sul, que está locado para uma única empresa, em Eldorado do Sul

A Global Logistic Properties já começou a locar espaços no enorme centro de logística que está concluindo no município de Gravataí, RS, 23 kms de Porto Alegre, a Capital.

. A metade de toda a área construída  já está concluída ao lado da decisiva RS-118.

. O investimento total vai a R$ 60 milhões.

. O editor conversou esta tarde com o prefeito Marco Alba e com seu secretário de governo, Luís Zafalon, que deixaram claro que a prefeitura fez tudo o que estava ao seu alcance para atrair o empreendimento para Gravataí, o que incluiu total isenção do IPTU.

. Site: www.glpprop.com.br

Localização e acesso: RS118, km 11 - Gravataí – RS. O GLP Gravataí está localizado na Rodovia RS 118, a 11km do trevo da BR-116. Gravataí está a 23 km ao norte da Capital do RS e faz parte da Região Metropolitana de Porto Alegre.

Área total do terreno: 250.000 m².
Foco: indústrias leves, operadores logísticos, empresas de transporte, e-commerce, atacadistas e varejistas.

Entrevista, Frederico Antunes - Que tal uma demissão em massa do Conselhão para marcar oposição decidida aos 16% do piso regional ?

ENTREVISTA: Deputado Frederico Antunes, PP do RS

As entidades empresariais – Fiergs, Fecomércio, Federasul, CDL – tiraram nota protestando contra a proposta de reajuste de 16% no piso regional do RS, mas também começaram a pressionar os deputados estaduais.

Queremos mais ações e menos notas.

O que o senhor quer dizer com isto ?

As entidades que integram o Conselhão do Tarso não foram consultadas, o que quer dizer que foram ignoradas. Isto vai ficar assim mesmo ?

O que elas podem fazer ?

Porque não fazem como o dr. Carlos Biedermann, que não quis  exercer apenas papel homologatório ? Isto, sim, seria um ato concreto, capaz de emparedar o governo e convencer os deputados estaduais a também se movimentar. Agora, querer de nós o que não conseguiram dentro do Conselhão com o governador, não parece o mais correto. 

Próxima vaga para o TCE irá para o deputado Adolfo Britto

Caso aconteça mesmo a abertura de vaga no Tribunal de Contas do Estado em abril, irá para ela o deputado Adolfo Britto. O único complicador seria o deputado Pedro Westphalen, que no entanto é cogitado par a a secretaria da Saúde de Sartori.

. A próxima vaga seria do PP.

. Isto tudo significa que o mais tardar em abril o suplente Marcel Van Hatten será deputado estadual.

Vilson Covatti poderá ser ministro do TCU

Se o que foi combinado com o governo Dilma Roussef prevalecer, o deputado Vilson Covatti, PP, será indicado ministro do Tribunal de Contas da União. 

Emprego na indústria volta a cair em setembro

Segundo IBGE, na comparação com agosto a queda foi de 0,7%, mas, em relação a setembro de 2013, o recuo foi de 3,9%

O emprego na indústria caiu 0,7% na passagem de agosto para setembro, a sexta taxa negativa consecutiva. O dado faz parte da série livre de influências sazonais e foi informado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quarta-feira.
Na comparação anual, com setembro de 2013, o emprego industrial apontou uma queda ainda maior, de 3,9%, dessa vez o 36º resultado negativo consecutivo e o mais intenso desde outubro de 2009, quando caiu 5,4%.  

No acumulado de 2014, os postos de trabalho na indústria recuaram 2,8%. Em doze meses, houve queda de 2,6% no emprego na indústria.

Sartori não foi consultado por Tarso sobre novo piso regional.

O governador José Sartori não foi consultado por Tarso Genro e por isto não vai se envolver na discussão sobre a proposta do governo que reajusta em 16% o piso regional salarial, até porque isto seria uma intromissão eticamente condenável do ponto de vista político, já que a decisão do Piratini foi imperial. 

. O líder do PT criou um fato consumado.

. Tarso Genro não consegue conter a sua Síndrome do Escorpião.

.  A informação veiculada pelo jornal Zero Hora de que ele aceitou a decisão de Tarso é falsa. O editor que produziu o título permitiu-se uma licença sobre o que não disse o governador eleito.

. O novo governo quer que as partes interessadas discutam o caso com o governo que se encontra no efetivo exercício legitimo do cargo e também junto aos deputados que examinarão o projeto. Os deputados que estão com Sartori possuem legitimidade para apoiar ou desaprovar o projeto, sem que para isto recebam orientação explícita do novo governador, cuja posição sobre o assunto é mais do que conhecida, já que sempre administrou com racionalidade econômica e não com oportunismo político.

. Quem pariu Matheus, que o embale. 

Black friday já começou nas lojas virtuais

A Black Friday, data em que varejistas do comércio eletrônico oferecem grandes descontos aos consumidores, acontece no dia 28 de novembro, última sexta-feira do mês. Mas as empresas já estão começando a se preparar para o dia de promoções.

. Segundo o Busca Descontos, que trouxe a data para o Brasil pela primeira vez, em 2011, mais de cem lojas virtuais já aderiram à ação, incluindo grandes varejistas como Americanas.com, Submarino e MercadoLivre.

. A expectativa é que o valor médio de gasto dos consumidores no Black Friday, que no ano passado foi de R$ 437, seja ampliado.

Câmara ouve Rosseto sobre escândalos do Pronaf e da BSBios

Perto das 13h, Rosseto não quis responder se conhecia ou não o vereador Wilson Rabuske, PT de Santa Cruz, que com o deputado Elvino Bohn Gass, vem surgindo como principal protagonista político da fraude do Pronaf. Bohn Gass, presente à reunião, fez silêncio obsequioso. 

Começou as 11h a reunião da Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados. O ministro Miguel Rosseto pediu para falar sobre o escândalo do Pronaf e a venda de unidades de biodiesel da BSBios para a Petrobrás biocombustível, na época em que ele presidia a estatal. Este episódio é chamado de Mini-Pasadena.

. Os deputados gaúchos Luiz Carlos Heinze, PP e Onyx Lorenzoni, DEM, prepararam intervenções vigorosas sobre os dois casos, sobretudo em relação ao escândalo do Pronaf, porque o programa é administrado pelo ministério do Desenvolvimento Agrário, liderado por Rosseto. 6.300 pequenos agricultores do Vale do Rio Pardo, RS, foram fraudados em empréstimos frios obtidos junto ao BB, tudo no âmbito do Pronaf. A Polícia Federal desfechou operação que aponta a necessidade de investigar líderes do PT do RS, já que dinheiro dos empréstimos foi parar nas contas de alguns deles e em campanhas eleitorais de candidatos do Partido. O deputado Bohn Gass é um dos citados na Operação Colono. Ele compareceu à reunião de hoje na Câmara.


. Na região de Santa Cruz, alguns pequenos produtores enganados por entidades ligadas ao PT chegaram a se suicidar quando descobriram que deviam dinheiro que deviam para o BB.

PF ouve presidente da Câmara de Florianópolis no caso Kopp

A Polícia Federal  conduziu coercitivamente para depoimento, o presidente da Câmara Municipal de Florianópolis, César Faria (PSD), na manhã desta quarta-feira, durante a operação Ave de Rapina, que apura crimes contra a administração pública da capital de Santa Catarina. O vereador Badeko (PSD), com mandado de prisão, é considerado foragido.

. Cerca de 200 agentes da corporação aprenderam documentos e buscam prender pessoas ligadas a um suposto esquema de corrupção na Câmara de Vereadores e nos órgãos municipais Instituto de Planejamento Urbano e  Fundação Cultural Franklin Cascaes. O presidente da fundação também foi preso. Foram apreendidos cerca de R$ 100 mil durante a operação.

. As investigações estão sendo realizadas ao mesmo tempo nas cidades de Joaçaba (SC) e em Porto Alegre, Flores da Cunha, Santa Cruz e Vera Cruz, estas no Rio Grande do Sul.

Prisão preventiva do presidente da Kopp não foi confirmada pela Polícia Federal

Não foram confirmadas até agora as informações desta manhã, segundo as quais o presidente da Kopp, Eliseu Kopp, foi preso esta manhã pela Polícia Federal (leia notícia abaixo).

. Em 2011 já havia sido apurado indício de direcionamento de editais envolvendo oito empresas, entre elas a Kopp.

. Em julho de 2013, baseado em ação civil pública de 2001, o proprietário da Kopp, Eliseu Kopp, e políticos ligados à prefeitura de Sapucaia do Sul foram condenados por improbidade administrativa por direcionamento de licitação.

Banrisul fechou terceiro trimestre com lucro de R$ 215,3 milhões

O Banrisul alcançou lucro líquido de R$ 215,3 milhões no terceiro trimestre de 2014, aumento de 17,7% sobre o resultado apurado no terceiro trimestre de 2013 e redução de 3,3% sobre o resultado recorrente do segundo trimestre de 2014. A margem financeira apurada no período somou R$ 979,3 milhões, expansão de 6,1% em relação à performance registrada no terceiro trimestre de 2013 e um incremento de 3,9% na comparação com o segundo trimestre de 2014. A melhoria da margem financeira é resultado do maior ritmo de crescimento do crédito, especialmente nos dois últimos trimestres, e da recomposição de spreads.
       
. A carteira de crédito do Banrisul totalizou R$ 29,9 bilhões em setembro de 2014, saldo 15,1% acima do alcançado no mesmo mês de 2013 e de 6,7% superior ao registrado em junho de 2014. O desempenho positivo foi motivado, especialmente, pelo crescimento do crédito consignado, com expansão de 16,4%, e do crédito especializado.  Em 12 meses, o crédito rural cresceu 39,1%, agregando R$ 770 milhões à carteira, o crédito imobiliário apresentou aumento de 20%, o que representa um acréscimo de R$ 519,9 milhões, e os financiamentos de longo prazo apresentaram expansão de 28,5%, mais R$ 470,3 milhões.
        
. As receitas de serviços e tarifas bancárias contribuíram positivamente na formação do resultado, atingindo o total de R$ 308,4 milhões no terceiro trimestre de 2014, 18,0% acima do registrado no mesmo período do ano anterior e 7,7% acima do segundo trimestre de 2014. Contribuiu destacadamente para este desempenho a empresa Banrisul Cartões, integrante do grupo Banrisul, que opera a rede de adquirência Vero e os cartões vouchers - cartões de benefícios e empresariais. Estes negócios proporcionaram uma receita de R$ 91,0 milhões no terceiro trimestre de 2014, com um crescimento de 28,9% em relação ao mesmo período de 2013 e de 10,4% comparativamente ao segundo trimestre de 2014. Outro destaque foram as receitas de seguros, previdência privada e capitalização, que alcançaram R$ 31,9 milhões no terceiro trimestre de 2014, incremento de 29,7% em relação ao mesmo período de 2013 e de 20,4% comparativamente ao segundo trimestre de 2014.
            
. Ao final de setembro de 2014, os ativos totais do Banrisul alcançaram saldo de R$ 59,1 bilhões, com expansão de 10,5% em relação a setembro de 2013. Os recursos captados e administrados pelo Banco totalizaram saldo de R$ 46,4 bilhões ao final de setembro de 2014, volume 14,0% acima do montante registrado no mesmo mês do ano anterior. Já o patrimônio líquido da instituição atingiu R$ 5,4 bilhões, 8,2% superior a setembro de 2013. O índice da Basiléia encerrou o terceiro trimestre de 2014 em 17,2%, bem acima do mínimo requerido pelo Banco Central, de 11%.
  
- Para informações mais detalhadas das demonstrações financeiras, acesse www.banrisul.com.br/ri

Corrupção na Petrobras é "maior escândalo da história do TCU", diz ministro

O superfaturamento em obras da Petrobras pode chegar a R$ 3 bilhões, segundo o presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), ministro João Augusto Nardes. O valor inclui o prejuízo apurado na compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos, e perdas em empreendimentos, como o Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj) e as refinarias Abreu e Lima, em Pernambuco; Duque de Caxias (Reduc), no Rio de Janeiro; e Presidente Getulio Vargas (Repar), no Paraná.

. Segundo Nardes, o caso Petrobras é “o maior escândalo da história do TCU” devido aos altos valores envolvidos. No entanto, as auditorias em obras da estatal estão travadas devido a 19 liminares concedidas à empresa pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Há 15 dias, Nardes se reuniu com o presidente do STF, ministro Ricardo Lewandowski, para tratar do assunto. Nesta semana, ele pretende entregar a cada integrante do Supremo documento em que pede agilidade no julgamento desses casos. Ontem, ele esteve com o ministro Gilmar Mendes, que se disse favorável ao rápido exame dos processos.

. O ponto central da discussão é o Decreto n° 2.745, de 1998, que permite à Petrobras adquirir produtos e contratar serviços mediante procedimentos simplificados — “de uma forma mais flexível”, salientou o presidente do TCU. No entendimento da Corte de Contas, a forma como as contratações são feitas é inconstitucional, já que não obedece ao que dispõe o artigo 173 da Carta Magna e à Lei n° 8.666, que regulamenta as licitações no setor público.

PF suspeita de elo entre tráfico de drogas na roubalheira da Petrobras

Investigações apontam que contas de posto de gasolina controlado por aliado do doleiro Alberto Youssef fazia pagamento a traficantes bolivianos de entorpecentes, diz o site iG de hoje.

A Polícia Federal (PF) e o Ministério Público Federal (MPF) investigam a possibilidade de que contas utilizadas para lavar dinheiro do tráfico de drogas, descobertas na Operação Lava-Jato, também eram usadas para abastecer pagamentos a políticos envolvidos no esquema de desvio de recursos da Petrobras.

. Em depoimento, Alberto Youssef disse que repassava valores por meio de envolvido com tráfico

Em depoimento prestado nesta semana, o doleiro Alberto Youssef, acusado de ser o comandante do esquema de lavagem de dinheiro da Lava-Jato, afirmou aos investigadores que repassava valores a “agentes públicos” por meio do Carlos Habib Chater – também indiciado na operação –, a pedido do ex-presidente do PP José Janene. Parte do dinheiro entregue a políticos por Chater vinha de empreiteiras que tinham contratos com a administração pública federal.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Polícia Federal prende políticos de SC em investigação que envolve a Kopp, Santa Cruz do Sul, RS

A Polícia Federal fez uma operação na manhã desta quarta-feira para desarticular um grupo que praticava crimes contra a administração pública em Santa Catarina. A 'empresa' gaúcha Kopp Tecnologias que está instalada na cidade gaúcha de Vera Cruz e fabrica controladores de velocidade, é investigada por participação na fraude. A Kopp atua fortemente no DAER.  Foram  cumpridos 38 mandados de busca, de prisão e de condução para depoimentos em delegacias. 12 pessoas já foram presas, 3 no Rio Grande do Sul - 2 no aeroporto Salgado Filho e um em Santa Cruz do Sul (cidade vizinha de Vera Cruz). Foram apreendidos mais de R$ 200 mil, sendo que R$ 35 mil na casa de um dos investigados no Estado. A Polícia Federal disse que existem  robustos indícios de editais direcionados em licitações vencidas por empresas na prefeitura de Florianópolis. A suspeita é de oferecimento de propina mensal a servidores em troca de contratos fraudulentos.

 . A operação "Ave de rapina" ocorre nas cidades catarinenses de Florianópolis e Joaçaba, em também em Porto Alegre, Vera Cruz, Santa Cruz do Sul e Flores da Cunha.

. Na sua edição de hoje, o site Imprensa Livre, de Frederico Gaeversen, foi fundo na avaliação da operação

. Em Santa Catarina foram presos ou chamados a depor o presidente da Fundação Cultural Franklin Cascaes, João Valle Pereira, além do presidente da Câmara, Cesar Faria, PSD.  Também foi preso hoje (12/11) o ex-comandante da Guarda Municipal de Florianópolis, Jean Carlos Cardoso. Ele esteve no Edifício Glicério Alves que fica em frente da Assembleia Legislativa do RS, e que foi lá que buscou os quase R$ 100 mil. O escritório da Kopp em Porto Alegre fica no Edifício Glicério Alves... Ficamos sabendo que muitos prefeitos visitam aquele local.

Companhias áreas brasileiras poderão ser controladas pelo capital estrangeiro

As companhias aéreas do país poderão ser controladas por estrangeiros, caso seja mantido artigo incluído na Medida Provisória (MP) 652, que oferece subsídios para o desenvolvimento da aviação regional.

. O texto aprovado nessa terça-feira em uma comissão especial prevê a revogação do dispositivo do Código Brasileiro de Aeronáutica (CBA) que determina que pelo menos 80% do capital votante das concessionárias estejam em mãos de investidores brasileiros.

. A MP ainda precisa ser aprovada pelos plenários da Câmara e do Senado, antes de ir à sanção da presidente Dilma Rousseff. A nova redação, elaborada pelo senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA), surpreendeu parlamentares do governo e da oposição.

Fiergs e Federasul condenam proposta do novo mínimo de Tarso

A decisão do governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro (PT), de acatar o pedido das centrais sindicais de 16% de aumento para o salário mínimo regional em 2015 não foi bem recebida pelo setor empresarial. Duas entidades que representam os segmentos de indústria e comércio divulgaram nota condenando a atitude e alegando que a medida causará problemas à economia estadual, que já está enfraquecida pelos efeitos do cenário macroeconômico nacional e internacional. Mais de 1 milhão de gaúchos têm seus ganhos definidos pelo mínimo regional.

. Em comunicado o presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (Fiergs), Heitor José Müller, afirmou que a alta do mínimo regional não teve contrapartida no crescimento econômico e na criação de empregos formais para o total da economia gaúcha nos últimos anos. Segundo ele, no acumulado de janeiro a setembro, a geração média de postos de trabalho ao ano, entre 2007 e 2010, foi de 83,8 mil, enquanto no período de 2011 a 2014 este número caiu para 76,2 mil. "O reajuste proposto coloca em risco a já debilitada economia gaúcha", disse.

. Já a Federação das Associações Comerciais e de Serviços do Rio Grande do Sul (Federasul) pediu o "fim da intervenção do governo na economia", ao entender que não cabe ao Executivo estadual apresentar índices de reajuste neste patamar, sob o risco de provocar desemprego e uma "reação em cadeia", já que o aumento, se aprovado, servirá de parâmetro para os dissídios das categorias. De acordo com a presidente em exercício da Federasul, Simone Leite, o empresariado não terá outra alternativa senão intensificar as demissões, já que não poderá repassar os 16% para seus produtos devido à queda nas vendas e à pressão inflacionária.

IBGE: Emprego na indústria volta a cair

O emprego na indústria caiu 0,7% na passagem de agosto para setembro, a sexta taxa negativa consecutiva, informou nesta quarta-feira o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Como resultado, o emprego acumula perda nesse período de 3,5%.

. Na comparação com setembro de 2013, o emprego industrial apontou uma queda de 3,9%, o 36º resultado negativo consecutivo e o mais intenso desde outubro de 2009 (-5,4%). No acumulado de 2014, os postos de trabalho na indústria recuaram 2,8%. Em 12 meses, houve queda de 2,6% no emprego na indústria.


. O valor da folha de pagamento real dos trabalhadores da indústria recuou 1,3% na passagem de agosto para setembro. Segundo o IBGE, houve influência negativa da indústria de transformação, cuja folha caiu 1,5%. Já o setor extrativo registrou avanço de 3,2%. No ano, o valor da folha de pagamento real acumula ligeira redução de 0,1%. No acumulado em 12 meses, a queda de 0,5% em setembro foi o primeiro resultado negativo desde junho de 2010 (-0,1%).

Política populista de piso regional do governo Tarso reduziu geração de empregos no RS

A Fiergs divulgou números de estudo que sua equipe econômica produziu, comprovando os prejuízos impostos aos próprios trabalhadores pela política aventureira perseguida pelo governo Tarso Genro no caso do piso regional.

. Não se trata de melhoria da renda, mas de manutenção dos empregos.

. Eis os números sobre contratações:

2007 – 2010, governo Yeda – 83,8 mil novos empregos.
2011 – 2014 – governo Tarso - 76,2 mil empregos


. A Fiergs avisa que elevar os custos das empresas gaúchas em níveis superiores aos dos demais Estados, diminui a competitividade da economia gaúcha e com isto reduz renda e emprego, conforme comprovam os números. 

. Eis como se comportou a evolução do PIB nos três últimos governos:

RIGOTTO
- 2003: 1,6
- 2004: 3,3
- 2005: -2,8
- 2006: 4,7
Média, 3,1%

YEDA
- 2007: 6,5
- 2008: 2,7
- 2009: -0,8
- 2010: 7,8
Média, 4,05%

TARSO
- 2011 – 5,7
- 2012 - -1,80 (É MENOS 1,80)
- 2013 – 6,.37
- 2014 – 1,95 (projeção da Farsul)
Média, 3,05%

Engavetador da CPI da Petrobrás será premiado com vaga no TCU

O senador Vital do Rêgo, prsidente da CPMI da Petrobrás, será indicado pelo PMB para a próxima vaga no Tribunal de Contas da União. A notícia foi confirmada hoje, mas ontem o deputado Ênio Bacci, PDT do RS, já sabia disto e falou ao editor. Bacci estava revoltado com Rêgo, que interrompeu a sessão da CPMI depois que ele, Bacci, forneceu quorum, tudo para ajudar o governo e inviabilizar a convocação do ministro Paulo Bernardo, da senadora Gleise Hoffmann e de José Camargo, o empresário delator da japonesa Toyo.

ZH falseia ao dizer que Sartori homologou mínimo de Tarso. O novo piso é um golpesinho político barato de governo perdedor.

 - A manchete do jornal Zero Hora de hoje sobre o piso regional dá a entender que Tarso negociou com Sartori e que este aprovou a sua proposta. O próprio texto interno não diz nada sobre isto, revelando que no encontro de ontem os dois não trataram do tema. É até provável que Sartori não fale e não interfira, porque afinal de contas este é um problema que empresários, acadêmicos, trablhadores, devem resolver com Tarso, que foi quem pariu Mateus. Sartori não tem por que cair nesse tipo de golpesinho barato de perdedor. O fato é que os 16% representa proposta insana, demagógica, populista, aventureira, não mantendo qualquer compatibilidade com o ambiente econômico, já que sequer mantém subordinação a equações até próprias de economias em crescimento pleno (inflação+produtividade). Ao elevar estupidamente o piso (muito acima da inflação de 6,5% + PIB de menos de 1% no Estado), cai a competitividade local diante dos outros Estados que não possuem custos parecidos. 

Não é verdade que o aumento de 16% concedido pelo governo Tarso Genro ao piso salarial regional seja uma vingança contra os empresários.

. O governador não discutiu a proposta nem mesmo com seu aparelhado Conselhão, integrado pelo mais estrelado conjunto de empresários do RS.

. O novo piso regional irá para R$ 1.006,88 na primeira das cinco faixas em que é dividido.

. Este tipo de mínimo só vale para trabalhadores que não são contemplados pelo salário mínimo nacional, 1,5 milhão de trabalhadores, quase todos da construção civil, empregados domésticos e técnicos de nível médio. O novo valor supera em 28% o teto do mínimo nacional.

. O projeto está na Assembléia, onde Tarso não tem mais maioria.

. O novo governador, José Sartori, não fará nada para impedir a aventura tarsista, deixando que o atual governo faça a interlocução com trabalhadores, empresários e deputados.

Rosseto vai à Câmara, esta manhã, para se explicar sobre Pronaf e Mini-Pasadena

Será as 10h o depoimento do ministro do Desenvolvimento Agrário, Miguel Rosseto, na Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados.

. Ele dará explicações sobre o papel que o MDA jogou no escândalo do Pronaf em Santa Cruz do Sul.

. E também dirá o que sabe sobre a compra de unidades da BSBios (mini-Pasadena) à época em que foi presidente da Petrobrás Biocombustíveis.

. O primeiro caso está sob investigação da PF e do MPF, enquanto que o segundo foi examinado e condenado pelo TCU.

Assembléia do RS continua omissa no Escândalo Pronaf. Senado e Câmara fazem audiências públicas.

A Assembléia Legislativa do RS continua omitindo-se no caso do Escândalo do Pronaf, objeto de investigações da Operação Colono, PF e MPF, que prejudicou 6.300 pequenos agricultores, causando-lhes prejuízos estimados em R$ 72 milhões.

. Câmara (hoje) e Senado (amanhã), além da Câmara de Santa Cruz do Sul, abriram audiências públicas, mas os deputados estaduais ignoram o caso.

-  Ontem, a Assembléia ocupou o dia com assunto mais urgente, no caso as obras de reforma do prédio onde está instalada e a construção de mais dois edifícios de 11 andares cada um, tudo ao custo de R$ 46,3 milhões.

Gaúcha Maria Helena Mallman é nova ministra do TST

É gaúcha a nova ministra do Tribunal Superior do Trabalho. Ontem, Maria Helena Mallman teve o nome aprovado pelo Senado.

Presidente do TCU diz que escândalo da Petrobrás é o maior da história. Ele avisou Gleise Hoffmann. Roubalheira vai a R$ 3 bilhões.

O gaúcho Augusto Nardes, presidente do Tribunal de Contas da União, falou para a jornalista Dimmi Amora em Brasília e disse que as apurações de irregularidades na Petrobras são "o maior escândalo da história do TCU". Leia tudo:

Nardes afirmou em entrevista coletiva que os desvios apurados pelo órgão já passam do R$ 3 bilhões em diversos contratos assinados pela companhia petrolífera estatal para a aquisição de empresas, bens ou a construção de novas unidades. Segundo Nardes, que está deixando a presidência do órgão em dezembro, ele pessoalmente avisou ao governo sobre os desvios apurados pelo órgão há alguns anos, mas os alertas do órgão no foram ouvidos. Segundo Nardes, ele informou os problemas à ex-ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann. Além disso, as conclusões dos relatórios de auditoria também foram mandadas para outros órgãos de controle.

. Desde 2010 o TCU está alertando o governo sobre contratos problemáticos na estatal, mas os alertas foram ignorados.

CIQUE AQUI para saber mais.

Assembléia emudece diante do pavoroso Escândalo do Pronaf no RS

A Assembléia Legislativa do RS continua omitindo-se no caso do Escândalo do Pronaf, objeto de investigações da Operação Colono, PF e MPF, que prejudicou 6.300 pequenos agricultores, causando-lhes prejuízos estimados em R$ 72 milhões, tudo liderado por aparelhos e líderes ligados ao PT do RS. 

. Câmara e Senado, além da Câmara de Santa Cruz do Sul, abriram audiências públicas, mas os deputados estaduais ignoram o caso.

A única reforma de que trata a Assembléia do RS neste final de ano é a reforma do seu prédio

Ontem, a Assembléia ocupou o dia com assunto mais urgente, no caso as obras de reforma do prédio onde está instalada e a construção de mais dois edifícios de 11 andares cada um, tudo ao custo de R$ 46,3 milhões.