Youssef e Costa dizem que mais um diretor da Petrobrás também é ladrão

As duas fotos pequenas são de Costa e Youssef. A terceira é do diretor atual de Abastecimento, Carlos Cosenza.

Ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa e o doleiro Alberto Youssef afirmaram que o atual diretor de Abastecimento da Petrobras José Carlos Cosenza recebeu "comissões" de empreiteiras contratadas pela estatal; Cosenza substituiu Costa na diretoria; ele negou "veementemente" ter recebido comissões

Aparece novo delator do Petrolão, o ex-gerente da Petrobrás, Pedro Barusco. Ele dedou o empreiteiro Salim Schahin, que tem contratos de R$ 12 bi com a estatal.

Salim Shahin é o da direita. 

A Operação Lava Jato tem um novo delator. Trata-se de Pedro Barusco, ex-gerente executivo da Diretoria de Serviços da Petrobras. Ele fechou acordo com a Justiça Federal e irá devolver nada menos que US$ 100 milhões desviados – o equivalente a R$ 252 milhões.

. Trata-se do maior valor já recuperado pela Justiça brasileira em processos de corrupção. Mais, por exemplo, do que será devolvido pelo próprio Paulo Roberto Costa, ex-diretor da área de abastecimento da estatal, que se comprometeu a restituir R$ 70 milhões.

. A delação premiada de Barusco deve lançar holofotes sobre novos personagens da cena empresarial. Um dos empresários que o ex-gerente da Petrobras deve delatar é Salim Schahin, dono da Schahin Engenharia, que fechou contratos de mais de R$ 12 bilhões com a Petrobras nos últimos anos.

Um dos sócios da Schahin, Carlos Eduardo Schahin teve contas bancárias internacionais identificadas em dezenas de países, da Suíça aos Emirados Árabes. Os depósitos somam mais de US$ 400 milhões.

Aécio repele fala de Dilma na Austrália: "Ela sabia de tudo, sim!"

No seu Facebook, ainda há pouco, o senador Aécio Neves postou o recado abaixo, mas também a mensagem ao lado, pedindo que Dilma peça desculpas formais ao País. Leia tudo:

Só agora, após as eleições, confrontada com a gravidade dos fatos, a presidente Dilma Rousseff reconhece publicamente a existência de corrupção na Petrobras.

E surpreende o País ao reagir ao noticiário como se fosse apenas uma espectadora, uma cidadã indignada, como se o seu governo não tivesse nenhuma responsabilidade com o que ocorreu na empresa nos últimos anos. Como se não tivesse sido ela a presidente do Conselho de Administração da Petrobras, responsável pela aprovação de inúmeros negócios, hoje sob investigação.

Durante a campanha eleitoral, a candidata Dilma tentou virar as costas para a realidade das denúncias. Agora, é a presidente Dilma que tenta se afastar da mesma realidade ao agir como se a Petrobras não fizesse parte do seu governo.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

É a hora do povo ir para as ruas mobilizar e pressionar pelo fim imediato da corrupção e da impunidade.

A Justiça, o MPF e a Polícia Federal cumprem o seu papel de defensores e executores da lei e neste sentido precisam ser prestigiados ad nauseam pelo povo na rua, pela mídia e pelos representantes parlamentares que ainda possuem amplo acesso às tribunas das Casas Legislativas.

. As investigações, prisões e processos precisam chegar agora aos agentes políticos, o que inclui os governos Lula e Dilma, chefes incontestes de toda a organização criminosa que saqueou a Petrobrás.

. É sobre isto que o editor fala nos eu comentário de hoje, intitulado: É a hora do povo ir para as ruas mobilizar e pressionar pelo fim imediato da corrupção e da impunidade.

Petrobrás desfecha surpreendente ação civil contra ex-presidente Gabrielli e ex-diretor Cerveró por conta da roubalheira em Pasadena.

Graça Foster, a atual presidente, terá que ajuizar a ação contra seu antecessor, Gabrielli, e o diretor Cerveró. A Petrobrás devora seus presidentes petistas. 

O Conselho de Administração da estatal decidiu encaminhar esta tarde pedido de abertura de ação civil contra o ex-presidente da empresa, José Sérgio Gabrielli, e o ex-diretor da área Internacional Nestor Cerveró; ao todo, 15 funcionários serão alvo da ação, que envolve a polêmica compra da refinaria de Pasadena, no Texas, em 2006

O Conselho de Administração da estatal decidiu encaminhar pedido de abertura de ação civil contra 15 funcionários pelo caso Pasadena. Entre eles estão o ex-presidente da empresa José Sérgio Gabrielli e o ex-diretor da área Internacional Nestor Cerveró. Quem noticia é o colunista do Globo Ancelmo Gois. Leia abaixo sua nota sobre o assunto:

Petrobras pede ação civil contra Gabrielli

O Conselho de Administração da Petrobras decidiu na sexta-feira encaminhar pedido de abertura de ação civil contra 15 funcionários -- incluindo José Sérgio Gabrielli, ex-presidente da estatal, e Nestor Cerveró, o ex-diretor da área Internacional, além de dois estrangeiros.

A decisão é devido à polêmica compra em 2006 da refinaria de Pasadena, no Texas, responsável por um prejuízo de US$ 792,3 milhões.

MST invade, depreda e inviabiliza estações de pesquisa da Fepagro no RS

A Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária, Fepagro, responsável pelos patrimônios genético de animais e plantas do sistema produtivo do RS, vem sofrendo inúmeras invasões e depredações nas áreas de pesquisa e de patrimônio genético do sistema produtivo (mandioca, sorgo, frutíferas, forrageiras, plantas bioenergéticas) e animais (ovinos, bovinos, peixes, caprinos). Os resultados das pesquisa são os norteadores do desenvolvimento tecnológico para os sistemas produtivos de animais e plantas com qualidade desde os cultivos convencional, orgânicos e ecológicos.

. As invasões são predatórias, como áreas urbanas e ribeirinhas e obedecem motivações politicamente, sempre sob o comando do MST. o interesse é a desarticulação da pesquisa, que é um interesse comum, para arranjo específico de interesse individuais.

. A insegurança dos funcionários, pesquisadores e do patrimônio de Estado parece não ter importância para as autoridades atuais do governo do PT, até porque o MST é braço agrário do Partido. 

. As denúncias feitas no campo são reiteradamente ignoradas.

. As estações invadidas até esta tarde são as seguintes:

Fepagro Vale do Taquari, com duas invasões. 
Fepagro Tupanciretã, uma invasão.

Graça Foster fala, fala, mas discurso não comove mercado

A consultoria Empiricus fez uma análise de humor negro ao avaliar esta tarde a teleconferência de resultados da Petrobrás, que começou com o anúncio de um pacote de medidas para melhorar a governança corporativa da empresa, anunciado pela presidente Graça Foster.

. O editor recebeu cópia da análise, que vai a seguir:

Agora falando de desdobramentos práticos, infelizmente o prognóstico é de mais quedas para a ação, apesar da proximidade da mínima de nove anos.

O desmonte de posições por investidores estrangeiros já começou (comentamos na semana passada), a auditoria dos números deve levar muito tempo e o cenário mais provável é de Petrobras ter de revisar uma série de dados passados por conta das investigações.

Talvez a única sinalização favorável para a estatal esteja na manutenção de seus ratings por enquanto. Algo compreensível, tendo em vista que as agências de classificação de risco também estão completamente no escuro.

Ah, houve também a criação da diretoria de Compliance - agora vai...a R$ 12,00.

IBC-Br, índice do tipo que mede PIB, diz que economia brasileira "já" cresceui 0,01% este ano

Segundo os dados do IBC-Br, tido como prévia do PIB (também pelo governo, quando positivo), a economia brasileira saiu da recessão técnica. O indicador apontou avanço de 0,4% da economia brasileira no terceiro trimestre.

. O relatório Focus, por sua vez, que traz semanalmente o ajuste de projeções de mais de 100 agentes econômicos para as principais variáveis econômicas, melhorou sua aposta para a atividade econômica este ano: de crescimento de 0,20% para 0,21%.

. No acumulado do ano, o IBC-Br aponta crescimento de 0,01% para a economia brasileira.

Ex-chanceler Luiz Felipe Lampréia fala sobre o Foro de São Paulo na Globonews

Nesta entrevista ao jornalista William Waak, ontem a noite na Globonews, o ex-chanceler Luiz Felipe Lampréia fala sobre a errática política externa brasileira, mas toca com bastante propriedade no caso do Foro de São Paulo, organização de esquerdas latino-americanas que se colocaram sob dominação neomarxista para implantar regimes ditatoriais no Continente.

CLIQUE AQUI para ver e ouvir.


Ex-diretor de Dilma na Petrobrás, Nestor Cerveró abre ação responsabilizando Dilma pela roubalheira na Refinaria Pasadena

O ex-diretor foi nomeado por Lula e mantido por Dilma, tudo por indicação do PMDB. Ao botá-lo para fora, tentando transformá-lo em bode expiatório, o diretor deu mostras de que não cairia sozinho e tentaria levar Dilma junto.

Depois das prisões de Paulo Roberto Costa e Renato Duque, o próximo diretor da Petrobras a colocar as barbas de molho é o notório Nestor Cerveró, conforme conta esta tarde o jornalista Lauro Jardim, Veja. Leia mais:

Além de ter seu nome citado nas delações premiadas por relacionar-se com o lobista Fernando Baiano, Cerveró terá que se defender no âmbito da CGU. A defesa de Cerveró foi comunicada este mês de uma nova investigação aberta em Brasília. A CGU questiona dois pontos: movimentações financeiras atípicas de Cerveró nos anos de 2005, 2006 e 2011; e a compra de uma casa na Região Serrana por 100 000 reais e a posterior venda por 850 000 reais. A defesa de Cerveró afirma ter argumento para todos os questionamentos.

. A defesa de Cerveró partiu para uma estratégia que, de tão ousada, parece quase impossível de prosperar. Silenciosamente, entrou com uma ação na Comissão de Ética Pública da Presidência transferindo a responsabilidade pela compra da refinaria de Pasadena para Dilma Rousseff.

. Para a defesa de Cerveró, se houve gestão temerária na Petrobras, cabe a Dilma – ex-presidente do Conselho de Administração – responder por ela.

Dilma redescobriu a pólvora ao anunciar corte nos gastos que não são cortes nos gastos, tudo para manter a demanda que não se expande

CLIQUE AQUI para ler, também, "Governo entra no vermelho no ano, e meta será revista". A reportagem é da Folha de S. Paulo.
CLIQUE AQUI e examine entrevista de Delfim Neto: "Governo destruiu a indústria e tem que reconstruí-la".


A fala de Dilma Roussef amtes de sair da Austrália, assemelha-se a de um doidivanas qualquer que anuncia a descoberta de um modo de fazer omelete sem quebrar os ovos. Governo "não pretende fazer nenhuma desoneração"; ou seja, não deve haver alívio tributário ao setor privado ao mesmo tempo em que fará cortes no gasto público. O material é todo da Folha de S. Paulo de hoje. Leia:
  
A presidente Dilma Rousseff anunciou neste domingo que será feito um ajuste na economia para corte de gastos. Este, porém, não cessará a demanda. "Nem todos os ajustes são pelo lado de cortar a demanda. Você tem no Brasil um conjunto de gastos e de despesas que não levam necessariamente à ampliação do investimento nem à ampliação do consumo", disse, em entrevista coletiva em Brisbane, na Austrália, logo após o almoço de trabalho para encerramento para a cúpula do G20.

A presidente considerou que são "importantes" os passos propostos para aumento de crescimento da economia mundial em dois pontos percentuais nos próximos cinco anos. No entanto, Dilma disse que "é preciso atuar do lado da demanda".

A proposta é se voltar ao programa de 2011, o primeiro ano do governo Dilma, em que um ajuste fiscal possibilitou uma política monetária menos apertada. Agora, o governo "não pretende fazer nenhuma desoneração". Isso significa que o governo não dará alívio tributário ao setor privado ao mesmo tempo em que fará cortes no gasto público.

Ainda no evento, a presidente desmentiu que esteja estudando o restabelecimento da Cide. Ela também negou-se a falar da reforma ministerial.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Empresas e empresários são responsabilizados por quebra de jornal diário de Caxias do Sul.

Por decisão unânime da 6ª. Câmara Cível do Tribunal de Justiça do RS, foi confirmada a ação de responsabilidade proposta pela massa falida da Elo Editora e Artes Gráficas, Caxias do Sul, movida contra conhecidos empresários da região, entre eles Ademar de Gasperi, Alexandre Grendene e também as empresas Agrale, Vipal, Univias, Gerdau, Lupatech e Randon.

. Os empresários e as empresas alegaram que não tinham nada a ver com a Elo.

. O juiz aceitou a defesa, mas o Tribunal de Justiça acaba de anulá-la.

. O acórdão do TJE é do dia 30 de outubro, mas só agora o editor conseguiu texto completo. 

. Os desembargadores Ney Wiedemann Neto, Elisa Carpim Corrêa e Luís Augusto Coelho Braga, reformaram a sentença que absolveu a todos eles pelo juiz singular de Caxias.

. O caso tem a ver com a tentativa dos empresários e empresas, no sentido de criar na região um jornal diário capaz de enfrentar o poderio da RBS no RS. 

CLIQUE AQUI para ler o inteiro teor do acórdão.

Artigo, Ricardo Noblat - Desça do palanque, Dilma !

Na Austrália, do outro lado do mundo, sob o efeito do fuso horário, talvez, como se ainda estivesse em cima de um palanque, certamente, a presidente Dilma Rousseff concedeu sua primeira entrevista coletiva sobre o arrastão de donos e executivos de empreiteiras que marcou na semana passada mais uma etapa das investigações sobre a roubalheira na Petrobras. Perdeu uma rara oportunidade de ficar calada.

Dilma foi vítima da síndrome do terceiro turno que não acomete apenas a oposição. Disse um monte de bobagens, invenções e falsas verdades para uma plateia de jornalistas que se deu por feliz em anotar o que ouviu.

E assim procedeu como se ignorasse que o distinto público conhece cada vez melhor os vícios e espertezas dos seus representantes. Vai ver que ela ignora mesmo.

Vamos ao que disse.

Teve o atrevimento de afirmar de cara lavada que “pela primeira vez na História do Brasil” um governo investiga a corrupção. E não satisfeita, culpou governos passados pela corrupção que acontece hoje na Petrobras.

Stop!

O governo dela não investiga coisa alguma. Polícia Federal e Ministério Público investigam. Os dois são órgãos do Estado, não do governo.

Corrupção existe em toda parte e o tempo inteiro. Mas enquanto não se descobrir que houve corrupção na Petrobras em governos anteriores aos do PT, vale o que está sendo escancarado pelas investigações: o PT privatizou, sim, a Petrobras. Apropriou-se, sim, dela.

Corrompeu-a, sim. E usou-a, sim, para corromper. Depois de Lula, Dilma é a figura mais importante da Era PT.

CLIQUE AQUI para ler todo o artigo publicado no jornal "O Globo" de hoje.

Navios procedentes de Países com Ebola precisam praticar quarentena no Brasil

A quarentena vale também para os portos de Rio Grande e Porto Alegre, RS. 

A justiça reconheceu nesta sexta-feira, 14/11, como legítimo, o direito dos práticos (profissionais encarregados de atracar e desatracar navios) de não serem obrigados a embarcar em navios provenientes de países afetados pelo vírus ebola, até que se cumpra a quarentena de segurança que confirme a não existência de tripulantes com a doença.  Em função da decisão da justiça, a tripulação do navio Clipper Alba, proveniente da cidade de Buchanan, na Libéria (África), uma das mais atingidas pelo ebola, terá que aguardar a quarentena (um prazo de 21 dias)  para prosseguir viagem para o Porto de Manaus, no Amazonas. O navio, de bandeira holandesa, permaneceu por quatro dias na cidade liberiana de Buchanan, de onde partiu rumo ao Brasil, no último dia 4, chegando ao País nesta quarta-feira (12). Os práticos estavam sendo ameaçados de punição pelo Capitão dos Portos local porque exigiam o cumprimento da norma internacional que prevê a quarentena. Para o Juiz Jorge Antônio Ramos Vieira, da 13ª Vara do Trabalho de Belém, a medida visa proteger a saúde e a integridade física destes trabalhadores.
       
. Além de proteger os práticos, a ordem judicial é importante para o país na medida em que protege também as populações ribeirinhas da Região Norte que utilizam a água dos rios para sua própria sobrevivência e acabam tendo contato com os tripulantes dos navios durante sua estada nos portos.

Economia interrompe queda no 3º tri, mas cresce zero até setembro, diz BC

A economia brasileira parou de encolher, mas permanecerá estagnada neste ano e no próximo, mostram os novos dados do Banco Central.

De acordo com os cálculos divulgados nesta segunda-feira, a atividade econômica teve expansão de 0,6% no terceiro trimestre, na comparação com os três meses anteriores. Foi a melhor taxa desde o segundo trimestre do ano passado, mas não chegou a compensar a queda de 0,8% medida entre março e junho deste ano. De janeiro a setembro, a variação da atividade foi de, exatamente, 0,01% na comparação com o mesmo período de 2013.

. Chamado de IBC-Br, o índice de atividade do BC se baseia em indicadores da indústria, dos serviços e do comércio. A medida mais completa da evolução da produção e da renda do país é o Produto Interno Bruto, cujo desempenho trimestral será anunciado pelo IBGE no final do mês.

. Na pesquisa semanal feita pelo BC com analistas de bancos e consultorias, a projeção central para o crescimento do PIB neste ano ficou estável, em 0,21%. Para 2015, a estimativa ficou em 0,8%.

Marta Suplicy bate de frente com Dilma. Ela ameaça sair do PT: "Eles não ouvem ningjuém".

Chico Caruso mostra que Gilberto Carvalho (à esquerda) e Marta Cuplicy, são bonecos usados pelo ventríloquo Lula para enquadrar Dilma. A queda de braço entre Dilma e Lula é visível. Dilma tem do seu lado líderes do PT que querem ver Lula e sua turma fora do caminho.

Em entrevista à jornalista Dora Kramer, colunista do Estado de S. Paulo, a ex-ministra Marta Suplicy voltou a disparar contra o governo federal e contra o PT. O barco petista começa a fazer água. 

. A senadora admitiu mudar de partido, para disputar a prefeitura de São Paulo, e citou legendas como PMDB, PR e Rede.  Ela atribui sua saída ao estilo da presidente Dilma Rousseff, do ministro Aloizio Mercadante e do presidente do PT, Rui Falcão. "A maneira estreita e autoritária como Dilma, Mercadante e Rui (Falcão) conduzem o governo e o PT. Eles não ouvem ninguém, não reconhecem os erros e levam o partido ao isolamento."

. Marta disse que ficou muito tempo no partido e explicou suas razões. "Porque sou uma militante que engoliu todos os sapos que me forçaram a engolir mesmo sendo passada para trás", disse. Ela também voltou a defender mudanças na economia. "É como eu disse na carta, se houver mudança, novos compromissos, recuperação de credibilidade, muito bem, mas se ficar tudo do mesmo jeito, não há outro caminho", afirmou. "A militância está vendo o desmando, o partido que era da inclusão interrompeu sua ligação com a classe média, com a juventude e, além disso, não entendeu que o povo brasileiro votou pela manutenção das conquistas sociais e também pela mudança na economia."

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Leia a íntegra da ordem do juiz Sérgio Moro para a prisão dos 23 maiores empreiteiros do Brasil

Ao contrário do que sugere a charge de hoje, nem estrela salva mais ladrão de galinha. 

O editor organizou o link a seguir para disponibilizar à leitura o texto completo da decisão do juiz federal Sérgio Moro, Curitiba, que deu origem à Operação Juizo Final, cujo ponto alto foi a prisão de 23 presidentes e diretores das maiores empreiteiras do Brasil.

. Trata-se de um documento histórico e demonstras a robustez das provas elencadas pelo juiz para desfechar a operação de sexta-feira.

CLIQUE AQUI par ler tudo.

UTC foi quem levou R$ 547 milhões pela ampliação da Refap, RS

A UTC, cujo presidente, o que mais aparece nas fotos, está preso no Paraná, foi quem construiu a ampliação da Refinaria Alberto Pasqualini, RS.

. Ele recebeu R$ 547 milhões pela obra.

. Que custou 34,5% mais do que estava previsto inicialmente.

. Segundo a Operação Lava Jato, a UTC era a líder do Clube do Bilhão, a organização criminosa de empreiteiras que saqueou a Petrobrás para corromper diretores da estatal, partidos e políticos do PT, PP e PMDB.

Envolvidas no Petrolão, Odebrecht, OAS, Queiroz Galvão e UTC doaram R$ 1,6 milhão para 16 deputados eleitos no RS.


16 deputados eleitos pelo RS receberam dinheiro das empreiteiras denunciadas no Petrolão. As doadoras foram OAS, Odebrecht, Queiroz Galvão e UTC. Quem recebeu:

Deputados federais

Afonso Motta, Alceu Moreira, Giovani Cherini, Luiz Carlos Heinze, Márcio Biolchi, Maria do Rosário, Marchezan Júnior, Osmar Terra, Paulo Pimenta e Pompeo de Matos.

Deputados estaduais

Álvaro Boessio, Enio Bacci, Gabriel de Souza, Marlon Santos, Miriam Marroni e Regina Fortunati.

. De toda a relação, apenas Afonso Motta recebeu o dinheiro diretamente (R$ 100 mil). O doador foi a Odebrecht. Em todos os demais casos, os recursos vieram pelas direções nacional ou estadual do Partido, comitês financeiros da candidata Dilma Roussef, PT (Cherini, Biolchi, Pompeo, Bacci e Regina Fortunati).

. Foram R$ 1,6 milhão no Estado para 16 deputados eleitos no RS. 

Empreiteiras organizadas em cartel foram denunciadas na CPI da Segurança e na Operação Solidária

A existência de cartéis de empreiteiras não é recente e nem se restringe ao Petrolão, cuja Operação Lava Jato escandaliza o País.

. No RS, evidências de relações permissivas entre empreiteiras e governos estaduais foram relevantes na CPI da Segurança Pública, governo Olívio Dutra, quando nomes da área foram encontrados nas chamadas Cadernetas do Diógenes (Diógenes Oliveira, então home forte do PT do RS).

. Há seis anos, a Polícia Federal foi mais fundo no RS e desbaratou cartel identificado no âmbito da Operação Solidária. Uma das principais protagonistas foi a Magna Engenharia.

-  A organização de cartéis para a participação em disputas de obras e serviços públicos não é recente no Brasil, tampouco o uso de propinas para políticos, mas a sua utilização para funcionar como uma espécie de mensalão para garantir apoio partidário, parlamentar e político ao governo de plantão, este sim, é invenção do PT.

Debandada do governo Tarso começa pela Fepam

O presidente da Fepam, Nilvo da Silva, entregará o cargo no dia 8 de dezembro. Não esperará pelo fim do governo Tarso. Ele quer ficar com a família, que está na Dinamarca.

Com R$ 1,2 milhão, é certo que você se elege deputado federal no RS. Conheça os gastos de quem foi vitorioso em outubro.

O valor de R$ 1,164 milhão foi a cifra mágica da eleição. Todos os candidatos que gastaram acima desse patamar garantiram presença em Brasília. Relacionando-se o montante investido com a votação obtida, José Otávio Germano (PP) teve o maior custo por voto entre os eleitos (R$ 35,50 desembolsados para cada eleitor conquistado), e Márcio Biolchi (PMDB), o menor, com R$ 0,94 de investimento por voto.

. Os números acima e o inteiro teor da reportagem é de Marcelo Gonzatto, Zero Hora. Vale a pena ler e consultar as tabelas. Leia tudo:

. O número de votos é o fator decisivo para garantir uma vaga na Câmara, mas a prestação de contas dos candidatos a deputado federal pelo Rio Grande do Sul mostra que ter muito dinheiro faz diferença. Em média, cada concorrente eleito gastou 17 vezes mais na sua campanha do que os adversários que perderam a disputa.
Enquanto o desembolso médio dos 31 candidatos vitoriosos ficou em R$ 1.234 milhão para cada um, outros 230 que foram derrotados e apresentaram suas contas ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) disseram ter investido, na média,R$ 72,3 mil. A diferença de orçamento chega a 1.600%. No total, foram investidos R$ 54,9 milhões na campanha para deputado federal no Estado.

CLIQUE AQUI para ler mais. 

Aparece outro bandido do PT no covil de ladrões instalado na Petrobrás. Gerente aceita devolver R$ 252 milhões.

CLIQUE AQUI para saber por que razão Mônica Bérgamo acha que o diretor Renato Duque, homem indicado pelo PT, vai fazer delação premiada. 


Trata-se de Pedro Barusco, que era gerente-executivo de Engenharia da Petrobras. Ele fará a maior devolução de recursos até agora: US$ 97 milhões, que equivalem a R$ 252 milhões.  Se isso for confirmado, será o maior valor a ser devolvido nos pactos de delação já assinados na Lava Jato e também o maior valor já recuperado pelo governo brasileiro em operações contra a corrupção. 

. Pedro Barusco era ligado ao diretor Renato Duque, que foi preso na última sexta-feira, no Rio de Janeiro. Ambos são operadores do PT no esquema de corrupção da Petrobrás. 

. Ele fez delação premiada e aceitou devolver o dinheiro para não ser preso e nem condenado. 

. Além de devolver o dinheiro, Pedro Barusco confirmou todas as denúncias de desvio de dinheiro da Petrobrás para o PT e para os bolsos dos intermediários e políticos beneficiados. 

. O próprio Procurador Geral da República, Rodrigo Janot (leia a seguir) concorda que uma organização criminosa instalou-se dentro da Petrobrás para roubá-la e sustentar interesses pessoais, mas sobretudo beneficar políticos e Partidos, todos da base aliada, com ênfase para PT, PMDB e PP.

Procurador Geral da República diz que empreiteiros vão falar. "Isto é um rastilho de pólvora", avisou.

As prisões temporárias de 17 dos 23 empreiteiros termina amanhã, mas o juiz Sérgio Moro poderá prorrogá-las. Eles começaram a ser ouvidos no Paraná. Os outros cinco cumprem prisão preventiva, cujo prazo de confinamento é muito maior. No final de semana, todos pediram habeas corpus no TRF4, Porto Alegre, que negou tudo, dada a robustez das provas. 

Em longa entrevista que concedeu hoje ao jornal Folha de S. Paulo, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, disse  esperar que a prisão de executivos e presidentes de grandes empreiteiras do país na operação Lava Jato faça com que muitos dos detidos busquem o instituto da delação premiada para tentar reduzir o tamanho de suas penas.

"Isso é um rastilho de pólvora. Quando um começa a falar, o outro diz: Vai sobrar só para mim?'. E aí eles começam a falar mesmo."

. Na entrevista, Rodrigo Janot não quis listar nomes de políticos que foram corrompidos, mas confirmou que esta será a próxima fase. Ele não disse até que escalão irá o caso, mas avisou que depois de tudo, com certeza haverá reforma política e o País sairá melhor da crise. 

. Questionado sobre a possibilidade de haver uma quadrilha operando no desvio de recursos da Petrobras, Janot afirma que "em princípio sim, tudo indica que sim, mas está cedo para falar ainda".


. À Folha, o procurador fez ainda um balanço de sua gestão no comando do Ministério Público e rechaçou críticas de que recomendou o arquivamento de muitos inquéritos no Supremo Tribunal Federal desde que assumiu o cargo, em setembro de 2013.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Saiba onde já estão funcionando os novos pardais no RS

Já começaram a operar novos controladores de velocidade em sete rodovias do RS. Segundo o Daer, são 34 pardais e 14 câmeras de monitoamento.
. Onde eles passaram a funcionar desde a manhã desta segunda-feira:

- ERS-239, entre Novo Hamburgo e Rolante (8 pardais e 2 câmeras)
- ERS-240, entre Vila Scharlau/São Leopoldo e Montenegro (4 pardais e 2 câmeras)
- ERS-030, entre Osório e Tramandaí (2 pardais e 2 câmeras)
- ERS-040, entre Viamão e Balneário Pinhal (2 pardais e 1 câmera)
- ERS-389, entre Osório e Torres (5 pardais e 3 câmeras)
- ERS-122, entre Rincão do Cascalho/Portão e Caxias do Sul (8 pardais e 2 câmeras)

- RSC-453, entre Venâncio Aires e Tainhas/São Francisco de Paula (5 pardais e 2 câmeras)

Marcopolo também dá férias coletivas. Mercado retraído forçou a medida.

A partir do dia 22, a Marcopolo, Caxias do Sul, dará férias coletivas de 20 dias aos seus trabalhadores.

. A demanda por ônibus caiu geometricamente.

. Em Caxias, todo o setor metalmecânico sofre com a crise econômica. 

. Apesar das férias forçadas, a Marcopolo disse que ainda não pensa em demissões.

Rio não é exemplo de segurança pública para ninguém

A insistência de setores do PMDB gaúcho em relação ao nome do atual secretário de Segurança Pública do Rio, José Maria Beltrame, parece desconhecer os péssimos números da área que ele comanda. 

. O Rio encabeça todas as listas de criminalidade e insegurança no País.

Simone Leite é cotada para a sucessão de Russowsky na Federasul

Atualmente uma das vice-presidentes, a ex-candidata ao Senado pelo PP, Simone Leite, já está sendo trabalhada por grupos de associados para disputar o próximo mandato de presidente da Federasul.

. Ricardo Russowsky, o atual presidente, é cotado para voltar à presidência do Banrisul.