O encolhimento da indústria brasileira virou arma comum nas campanhas de Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB) contra a presidente Dilma Rousseff (PT).

Folha de S.Paulo, Bernardo de Mello Franco, escrevem na Folha de S. Paulo que os dois pré-candidatos da oposição ao Planalto passaram a repetir, nas últimas semanas, que o país passa por um processo grave de desindustrialização e "voltou aos anos 50" no setor.Eles dizem que o peso da indústria no PIB (Produto Interno Bruto) recuou ao menor patamar desde o salto iniciado em 1955, quando o presidente Juscelino Kubitschek tomou posse. Leia tudo:

"O Brasil vive um processo grave de desindustrialização. Voltamos a ser aquilo que éramos na década de 1950", disse Aécio em visita à Firjan (federação das indústrias do Rio) no último dia 14.
No dia seguinte, e na mesma cidade, Campos bateu na mesma tecla em visita a uma universidade particular.

. "A indústria brasileira de transformação chegou em 2013 ao mesmo patamar que ela tinha no PIB antes do governo JK, em 1955. Nós não podemos imaginar que o país pode se segurar só no setor primário ou no setor de serviços", afirmou.

. Em palestras a empresários e estudantes, Campos tem exibido um gráfico com os números que mostram a curva da desindustrialização.De acordo com a Confederação Nacional da Indústria, o peso do setor no PIB caiu para 24,9% no ano passado, o pior resultado desde o início da série histórica, em 1947.A fatia da indústria de transformação também bateu recorde negativo de 13%, de acordo com dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

. O Ministério do Desenvolvimento, responsável pela política industrial do governo, não quis comentar as críticas dos pré-candidatos.O ex-ministro Fernando Pimentel (PT), que deixou o cargo para disputar o governo de Minas, disse não haver desindustrialização no país."Só posso atribuir as críticas à disputa eleitoral, já que elas não têm relação com a realidade", disse, em nota.Representantes do setor produtivo pensam o contrário. A CNI se diz preocupada com a queda da participação da indústria na economia.A entidade afirma que houve mudança no perfil da demanda, com o crescimento do setor de serviços, mas reclama de falta de eficiência e perda de competitividade."Vivemos num cenário hostil ao ambiente de negócios. O investimento em infraestrutura e logística cresce em ritmo muito inferior ao necessário", disse o diretor de políticas e estratégia da CNI, José Augusto Fernandes."O governo atual relutou muito em assumir a importância das concessões de rodovias, por exemplo. Queremos que os candidatos se comprometam com a reforma tributária e com uma agenda de competitividade", afirmou.A queda da participação da indústria na economia já foi tema da eleição de 2010, quando José Serra (PSDB) acusava o governo Lula de fazer uma "política de desindustrialização". Ele foi derrotado por Dilma no 2º turno.

Trilogia sobre Vargas, revista e ampliada, será relançada nesta terça em Brasília

O jornalista José Augusto Ribeiro lança, em Brasília, na próxima terça-feira, às 15 horas, no Salão Nobre da Câmara dos Deputados, a segunda edição, revista e ampliada, de sua trilogia “A Era Vargas”, publicada originalmente em 2001, que cobre acontecimentos políticos de mais de 70 anos da vida brasileira – da fundação do Partido Republicano gaúcho, em 1882, à morte de Getúlio no desfecho da crise de agosto de 1954; e a divulgação de sua Carta-Testamento, texto político que Darcy Ribeiro considerava dos mais importantes da História do Brasil.


. O relançamento da trilogia – iniciativa da Fundação Leonel Brizola - Alberto Pasqualini do PDT e da Editora Folha Dirigida – faz parte da programação “60 Anos Sem Getúlio Vargas”, da Câmara dos Deputados

Vereador tucano recolhido na Papuda por ordem do governador do PT, sofre infarto depois de ameaçado de morte na prisão

Sem contar com as mordomias de Zé Dirceu e com as juntas médicas que acudem Zé Genoíno ao primeiro suspiro, o vereador de Salvador, Soldado Prisco (PSDB), preso por ordem do governador do PT da Bahia, Jaques Wagner, por ter liderado greve de policiais militares na Bahia,  pode ter infartado após tentativa frustrada de fuga de internos do presídio da Papuda na noite de sábado.

. Ninguém sabe por que o líder tucano está preso na Papuda e não em Salvador.

. Segundo o advogado Leonardo Mascarenhas, o tucano sentiu fortes dores no peito e está sendo tratado na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) São Sebastião como vítima de infarto.

. Ainda de acordo com o advogado, Prisco se sentiu mal depois de ser ameaçado de morte pelos internos e ser acusado de informante. Ele está preso desde o último dia 18 por ter liderado as greves da Polícia Militar da Bahia em 2012 e 2014. A prisão preventiva é de 90 dias.


. Os agentes federais conseguiram impedir a fuga outros presos passaram a ameaçar Prisco por acreditar que, por ser representante de policiais militares, teria indicado a iniciativa de evasão para os federais. "Temendo ser vítima de violência, o vereador ficou nervoso e passou a sentir fortes dores no peito, sendo encaminhado à UPA São sebastião", disse o advogado Leonardo Mascarenhas.

Aécio sobre Dilma: "Ela é honesta, mas é incompetente"

O senador Aécio Neves (PSDB-MG), pré-candidato à Presidência da República, não quis endossar nesta sexta-feira em Uberaba (MG) as críticas do deputado Paulo Pereira da Silva (SDD-SP), o Paulinho da Força, à presidente Dilma Rousseff, feitas ontem durante a comemoração do 1º de maio da Força Sindical. De acordo com Paulinho, Dilma deveria estar presa no penitenciária da Papuda, em Brasília, onde estão cumprindo pena alguns dos condenados pelo processo do mensalão. “Acho que a presidente da República é uma mulher honesta, é uma mulher de bem. Não faço nenhuma crítica contra sua conduta pessoal. Acho apenas que ela está despreparada para governar um país da complexidade do Brasil”, disse Aécio, que participou ontem, ao lado de Paulinho, em São Paulo, do 1º de maio da central sindical
    
. Dilma esteve neste sábado em Uberaba (MG), para participar da abertura oficial da Expozebu, uma das mais tradicionais feiras pecuárias do país. Eduardo Campos (PSB), é esperado no evento na quinta-feira. Ela foi vaiada por três vezes. 
    
. Aécio chegou à Expozebu na tarde de sexta-feira para uma reunião pecuaristas e lideranças, como o deputado Ronaldo Caiado (DEM-GO), um dos principais líderes da bancada ruralista do Congresso, o governador de Minas, Alberto Pinto Coelho (PP) e o candidato do PSDB ao governo mineiro, Pimenta da Veiga. Leia o que escreveu sobre a visita o jornal Valor:
    
. Repetindo o que já havia dito na semana passada, Aécio Neves disse que é “indiferente” para ele disputar a eleição deste ano contra Dilma ou contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Com a queda de Dilma nas pesquisas, setores políticos e empresariais passaram a reforçar nas últimas semanas a defesa da candidatura de Lula no lugar da presidente.“Para mim é indiferente. Nossa candidatura é contra esse modelo que tem levado desesperanças às pessoas, esse modelo de governança arcaica, do aparelhamento da máquina pública”, disse Aécio . “O candidato, eles que escolheram. O nosso vigor, a nossa determinação é a mesma qualquer que seja o candidato”, disse, ao ser perguntado sobre qual dos dois ele imagina uma disputa mais difícil.
    
. Aécio disse que além dos problemas que o país atravessa, o governo petista deixará “outro dano” que será “o baixíssimo compromisso com a ética e com valores com a vida pública”.
     


Mesmo depois de meio ano de testes, aeromóvel apresenta problemas ao entrar em operação comercial

Mesmo depois de meio ano de testes, o aeromóvel que liga o Salgado Filho à Estação Aeroporto do Trensurb, apresentou vários problemas nos três primeiros dias de operação integral, ou seja, das 5h às 23h20min. A direção da Trensurb foi questionada porcolocar este sistema em operação comercial sem a segurança necessária. Dias 2 e 3 de maio, por várias vezes a circulação foi interrompida por problemas mecânicos, elétricos, pneumático e de automação.

Juiz Federal promete decidir na sentença sobre provas ilícitas da ação penal da Rodin contra João Luiz

O juiz Federal Loraci Flores de Lima, Santa Maria, indeferiu no dia 2 de maio o pedido de trancamento da ação penal movida contra o ex-presidente do TCE, João Luiz Vargas, mas avisou que o mérito de todas as alegações ocorrerá na sentença.  A defesa também pediu o trancamento da  ação penal, inclusive com o cancelamento da audiência de instrução prevista para o próximo dia 6 de maio, ao argumento, em síntese, que a decisão proferida pelo STF, quando do exame acerca da admissibilidade da ação penal promovida em face do Deputado Federal José Otávio Germano, considerou ilícitas as provas produzidas em arrepio à competência daquela Corte.

. Disse o juiz Flores de Lima na sua decisão:

Defende, neste sentido, por obediência ao raciocínio que prevaleceu naquele julgamento, 'o desentranhamento dos autos das escutas telefônicas onde o réu João Luiz Vargas e o Deputado Federal José Otávio Germano foram reconhecidamente pelo Supremo Tribunal Federal ilegalmente gravados' [sic].

(...)

Em se tratando, então, de ação penal iniciada com a presença desses outros elementos de convicção, parece precipitado o acolhimento, nesta fase processual, da tese sustentada pela defesa visando o trancamento da demanda. Evidentemente que, sem prejuízo de tal raciocínio, deverá o julgador, na prolação da sentença, observando, o quanto possível, aquilo que restou decidido no âmbito do C. STF em relação ao outro acusado, também detentor de foro privilegiado, atentar para as circunstâncias destacadas naquele julgamento, de sorte a examinar se a pretensão punitiva deduzida nesta demanda encontra ou não guarida em meios de prova não contaminados pelo entendimento que restou sufragado no âmbito da Corte Suprema. Em outras palavras, a existência de outros meios de prova, que não apenas aqueles colhidos no âmbito da Operação Rodin, serve de justa causa para justificar o andamento da presente ação penal, embora, naturalmente, somente em sentença será possível averiguar se tais elementos são ou não suficientes para tornar legítima a pretensão de condenação do réu nos termos em que postulado pelo Ministério Público Federal nesta demanda.
Forte nesse raciocínio, indefiro o pedido de trancamento da ação penal.









CPIs da Petrobrás começarão terça no Congresso., Empreiteiras serão alvos das investigações.

Serão instaladas nesta terça-feira a CPI do Senado e a CPMI, mista de Senado e Câmara, cujo objetivo é investigar as denúncias de corrupções na Petrobrás.

. A primeira fase de investigações deve atingir grandes empreiteiras, como Odebrecht, Camargo Corrêa, comandada por Vitor Hallack, que teria pago R$ 26 milhões ao doleiro Alberto Yousseff, e a OAS, de Cesar Mata Pires, que também fez doações ao esquema comandado pelo ex-diretor Paulo Souza.


. Esta semana, também a Operação Lava Jato avançará nas apurações comandadas pelo doleiro Youssef. 

Artigo, FHC: "A que ponto chegamos !"

Chegou a hora de andar com uma lanterna e buscar homens honestos, como fez Diógenes em Atenas.



Neste artigo que o ex-presidente FHC publica neste domingo no jornal Gazeta do Povo, Curitiba, fica claro que o líder tucano decidiu amplificar o discursdo contra a onda de corrupção que assola o governo, o PT e seus aliados no Planalto.

. A república precisa restabelecer a moralidade pública, diz FHC nas entrelinhas. Leia tudo:

Eu, como boa parte dos leitores de jornal, nem aguento mais ler as notícias que entremeiam política com corrupção. É um sem-fim de escândalos. Algumas vezes, mesmo sem que haja indícios firmes, os nomes dos políticos aparecem enlameados. Pior, de tantos casos com provas veementes de envolvimento em “malfeitos”, basta citar alguém para que o leitor se convença de imediato de sua culpabilidade. A sociedade já não tem mais dúvidas: se há fumaça, há fogo.
Não escrevo isso para negar responsabilidade de alguém especificamente, nem muito menos para amenizar eventuais culpas dos que se envolveram em escândalos, nem tampouco para desacreditar de antemão as denúncias. Os escândalos jorram em abundância, não dá para tapar o sol com a peneira.

CLIQUE AQUI para ler tudo.