Psol pede que o WhatsApp seja proibido no Brasil. Recurso foi protocolado no TSE.

O nanico Psol, Partido comunista de extrema esquerda, autoritário, pediu esta noite que o TSE censure completamente o WhatsApp.

O Psol quer que o WhatsApp seja banido do Brasil.

O Psol nem participa da disputa do segundo turno.

Datafolha, vortos válidos: Bolsonaro, 59%; Haddad, 41%

Os dados revelados esta noite pelo Datafolha, indicam o seguinte resultado da pesquisa sobre intenções de votos:

Bolsonaro, 59%
Haddad, 41%

A diferença de 18 pontos ficou mantida.

Bolsonaro diz que não irá a debate nenhum com Haddad

O candidato Jair Bolsano anunciou esta noite que não irá a debate nenhum com Fernando Haddad.

"Quem debate com poste é bêbado", ironizou Bolsonaro.

22h30min, na Band TV, tem debate entre candidatos a governador

A Band TV transmitirá debates nos Estados onde ocorrem disputas em segundo turno.

Será as 22h30min.

Em Porto Alegre, estarão frente a frente os candidatos Ivo Sartori e Eduardo Leite.

TRF4 inocenta prefeito Marco Alba. São falsas as acusações feitas contra ele na Operação Solidária.

O prefeito vai responsabilizar civil e criminalmente seus acusadores.

O TRF4 absolveu por unanimidade, hoje, o prefeito de Gravataí, Marco Alba, tudo no âmbitode processo movido contra ele com acusações inverídicas de fraude à licitação, corrupção ativa e passiva, além de formação de quadrilha, no período em que foi secretário estadual da Habitação, governo Yeda Crusius.

A ação foi movida pelo MPF, tudo no âmbito da chamada Operação Solidária, movida em 2007 pela Polícia Federal, na época sob comando direto do então ministro Tarso Genro.

Foi tudo fake.

Bolsonaro processará Haddad por "denunciação caluniosa"

A campanha de Jair Bolsonaro anunciou neste final de tarde que processará o lulopetista Fernando Haddad por denunciação caluniosa.

Ele responderá ações no cível e no penal.

Em pleno delírio, PT alega fraude eleitoral e pede anulação das eleições no Brasil

O PT e seus aliados PDT, PCdoB e Psol perderam as eleições e o juízo. Agora, acusam Johny Saad, Band (o primeiro à esquerda) e Editor Macedo. Eles seriam agentes ocultos de Bolsonaro.

A campanha do petista Fernando Haddad acaba de protocolar pedido de anulação das eleições do primeiro turno.

O PT alega fraude eleitoral.

Entre os argumentos, estão as denúncias de que impulsionadores pagos pelas empresas empurram campanha pró-Bolsonaro por WhatsApp.

O PT também atacou as redes Record e Band, acusando-as de favorecer Bolsonaro.

A insanidade lulopetista e da esquerdopatia brasileira já chegou ao ponto de prever uma nova disputa, sem Bolsonaro, apenas entre Haddad e Ciro Gomes.

"Mensalinho do Twitter" atinge diretamente o PT

Empresas ligadas ao deputado federal do PT Miguel Corrêa foram acusadas, em agosto deste ano, por influenciadores digitais de contratar propaganda irregular a favor do Partido dos Trabalhadores no Twitter. O “Mensalinho do Twitter”, como ficou conhecido, teria surgido da promessa do deputado a candidatos do próprio partido e do PR a criar uma estratégia diferente de campanhas usando as redes sociais.

De acordo com alguns contratados pelo PT, eles tinham que escrever tuítes favoráveis sobre os candidatos Gleisi Hoffman (PR), Luiz Marinho (SP) e Wellington Dias (PI). Em nenhum momento as publicações informavam que eram pagas e nem exibiam informações sobre a empresa ou político que contratou o serviço.

A prática não é aceita pela legislação, que permite apenas propagandas eleitorais nas redes sociais no modelo de impulsionamento.

Sul é a região que dá maior vantagem a Bolsonaro, diz pesquisa Real Time Big Data/Record

Sul
Bolsonaro: 63%; Haddad: 28%; Nulo/Branco: 6%; Indecisos: 3%

Sudeste
Bolsonaro: 54%; Haddad: 30%; Nulo/Branco: 10%; Indecisos: 6%

Norte/Centro-Oeste
Bolsonaro: 59%; Haddad: 29%; Nulo/Branco: 7%; Indecisos: 5%

Nordeste
Haddad: 50%; Bolsonaro: 39%; Nulo/Branco: 8%; Indecisos: 3%.

Pesquisa Real Time Big Data para Record; Bolsonaro, 60%; Haddad, 40%.

Pesquisa RealTime Big Data divulgada nesta quinta-feira mostra o deputado federal Jair Bolsonaro, candidato do PSL à Presidência da República, com 60% da preferência do eleitorado considerando os votos válidos. O ex-prefeito de São Paulo e ex-ministro Fernando Haddad (PT) aparece com 40% das intenções de voto. O levantamento foi encomendado pela RecordTV.

O resultado conta apenas as intenções de voto direcionadas para um dos dois candidatos, desconsiderando os eleitores indecisos e as menções de voto em branco e nulo.

Comparando com o último levantamento do instituto, publicado na segunda-feira, a diferença entre os adversários passou de 18 para 20 pontos percentuais.

Considerando os votos totais, o levantamento mostra Bolsonaro com 52% das intenções de voto, ante 35% de Fernando Haddad. Os votos brancos e nulos somam 8% e os eleitores indecisos, 5%.

Discussão sobre Primeira Dama esquenta debate entre Sartori e Leite na Rádio Gaúcha

No debate de hoje da Rádio Gaúcha, Sartori e Eduardo Leite chegaram a se estranhar quase ao final do primeiro bloco, tudo porque o tucano referiu-se ao que considerou alta renda do casal Sartori. Sartori não gostou de ouvir Leite meter sua mulher na discussão.

Na seção de Opinião de Leitores da nota comentada pela jornalista Kelly Matos, o que centrou a questão sobre o assunto foram referências ao cargo de Primeira Dama.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Lasier Martins é candidato à presidência do Senado

O senador gaúcho Lasier Martins, PSD, aliado de Bolsonaro, é candidato à presidência do Senado.

Pagamento do 13º salário vai injetar R$ 211,2 bilhões na economia

Cerca de 84,5 milhões de brasileiros vão receber o rendimento extra 

O pagamento do 13º salário vai injetar R$ 211,2 bilhões na economia brasileira até dezembro. O valor representa cerca de 3% do Produto Interno Bruto (PIB) do país, beneficiando cerca de 84,5 milhões de trabalhadores do mercado formal, inclusive aposentados, pensionistas e empregados domésticos. As estimativas do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) apontam um rendimento adicional de R$ 2.320,00, com fonte na relação anual de Informações Sociais (Rais) e do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho.

Os trabalhadores do mercado formal representam 48,7 milhões, ou 57,6% do total beneficiados pelo pagamento do 13º salário. Os empregados domésticos são 1,8 milhão, ou 2,2 do total. Os aposentados e pensionistas representam 34,8 milhões, ou 41,2% do total. Dos R$ 211,2 bilhões pagos, os empregados do mercado formal ficarão com 66%, ou R$ 139,4 bilhões. Os aposentados e pensionistas receberão R$ 71,8 bilhões, ou 34%.

PSL-DEM formam bloco de 6 deputados estaduais no RS

PSL e DEM resolveram atuar como bloco na próxima legislatura gaúcha.

Os dois Partidos anunciaram, hoje, apoio a Sartori.

Caso o governador se reeleja, os seis deputados do bloco integrarão o governo e a base na Assembleia.

Colunista da Folha pede que WhatsApp limite reenvios para não benefiar Bolsonaro

O lulopetismo corrupto e mau gestor, e seus irmãos da esquerdopatia, perderam a guerra digital e não se conformam.

O colunista da Folha de S. Paulo, Pablo Ortellado, em sintonia com a reportagem fake do seu jornal de hoje, já repercute a conversa mole deles mesmos.

Na sua página do Facebook, agora a tarde, ele faz um apelo ao WhatsApp:

- Pedimos ao WhatsApp que restrinja a capaciasde de transmissão do aplicativo, que limite a 5 o número de reenvios, como já acontece na Índia, e que limite o tamanho de novos grupos.

O problema é que o lulopetismo não tem como suprimir os 50 milhões de eleitores que fazem campanha espontânea por Bolsonaro, usando WhatsApp, Facebook, Twitter e Instagram.

Recomendado - Visite este imóvel novíssimo, incrementado pelo proprietário, Icon, Porto Alegre

Apartamento localizado na Avenida Assis Brasil, Edifício Icon no décimo andar, 3 dormitórios, 75,86 m2 privativos, suíte, living 2 ambientes, churrasqueira, cozinha americana, área de serviço, uma vaga de garagem. 

Melhorias depois da entrega das chaves: 100% pintado com cores diferenciadas, rodapés instalados, piso de porcelanato na sala e cozinha e laminado nos quartos e luminárias em LED

Piscina adulto e infantil, salão de jogos, fitness, playground, quiosques, salão de festas, brinquedoteca, , quadra de esportes, pista de caminhada, cinema. R$ 525.000,00 ou aluguel a R$ 2.000,00 + condomínio.

Fale diretamente com a corretora Clara, POA Imóveis, Porto Alegre,  998465772

PV anuncia apoio a Eduardo Leite

O PV, que não conseguiu eleger nenhum deputado, abriu apoio ao tucano Eduardo Leite.

Site de Zero Hora centra fogo cerrado contra Bolsonaro.

Ao lado, cópias da capa de zerohora.com deste momento, 15h12min.

O site do jornal Zero Hora parece ter aderido por completo à campanha do lulopetista Fernando Haddad, considerando-se ao exagerado número de notas postadas ali para prejudicar o adversário Jair Bolsonaro.

No bloco intitulado "Eleições", das cinco notas em destaque, quatro são hostis ao candidato do PSL ou defendem Haddad:

- É mentira que Haddad defendeu incesto em livro.
- Juristas apoiam Haddad contra Bolsonaro.
- PT cobra do TSE punição de Bolsonaro no caso dos empresários que gastam milhões para impulsionar WhatsApp.
- Haddad diz que Bolsonaro criou organização criminosa no caso WhatsApp

Na mesma página, em outro bloco, o site chega a repetir duas das quatro informações.

Unisinos desrespeita MPE e libera espaço para Psol atacar Bolsonaro. Ativista do Novo interfere no ato e é hostilizado.

Apesar da advertência do MPE para que não o fizesse, a reitoria da Unisinos, RS, liberou espaço para que o Psol realizasse, ontem a tardinha, um ato público de caráter claramente eleitoral e destinado a atacar o candidato Jair Bolsonaro.

No comando, o Psol. Estiveram presentes deputados do partido, como Fernanda Melchiona e Luciana Genro, além da candidata a vice de Boulos, Sonia Guadajara.

O militante do Novo, Douglas Sandri, que é primeiro suplente de deputado estadual, tentou intervir no debate e foi duramente hostilizado. Veja momentos em que uma ativista do Psol chega a agredi-lo fisicamente.

PSL do RS acaba de anunciar apoio a Sartori

O PSL do RS acaba de declarar apoio ao candidato José Ivo Sartori.

O anúncio foi feito pessoalmente por Carmem Flores, candidata ao Senado pelo PSL e presidente do Partido.

Presidente do PROS foge da Polícia

O presidente nacional do PROS, Eurípides Júnior, é fugitivo.

Ele escapa da Polícia Federal, que desde o início da manhã tenta prendê-lo.

Havan tira nota para desmentir reportagem haddadiana da Folha de S. Paulo

Na reunião desta semana, o lulopetismo anunciou que haveria guerra. 

Ao lado, card bem humorado sobre o arsenal lulopetista. 

Eis a nota da Havan sobre a reportagem lulopetista e mentirosa da Folha de S. Paulo:

A Havan Lojas de Departamentos Ltda. e Luciano Hang, por meio da Nichel, Leal & Varasquim Advogados, vem a público esclarecer o que segue.

O jornal Folha de São Paulo traz hoje em sua manchete de capa matéria afirmando que “empresas bancam disparo de mensagens anti-PT nas redes”. O texto também foi reproduzido na internet sob o título “empresários bancam campanha contra o PT pelo WhatsApp”.

Na parte que menciona a Havan e Luciano Hang, a matéria é falsa. Infelizmente, na mesma proporção em que o periódico assume sua posição ideológica, ele se distancia da verdade.

No afã de produzir conteúdo impactante, a Folha simplesmente desconsiderou os princípios que norteiam um jornalismo sério. A matéria não contém nenhum indício ou prova da afirmação, é um simples boato (mentiroso).

Foi esclarecido ao jornal que a afirmação era inverídica tanto pelas empresas que teriam realizado a veiculação no Whatsapp quanto pelo Luciano. No entanto, a Folha simplesmente ignorou os fatos para publicar um rumor, sem se preocupar em buscar a verdade.

Essa conduta irresponsável levou a publicação da notícia falsa (Fake News) com claro viés ideológico, contendo acusações infundadas contra a Havan e Luciano Hang.

Por isso, a Havan e Luciano Hang esclarecem que não existe nenhum contrato ou pagamento para impulsionamento de conteúdo no Whatsapp, tampouco qualquer ato ilegal. Jamais houve doação não declarada.

Esclarece-se, ainda, que a Folha de São Paulo será processada judicialmente em razão da matéria falsa veiculada hoje.

Dono da Havan desmente Folha: "Vou processar esses vagabundos !".

O dono da Havan, Luciano Hang, citado pela Folha, hoje, como sendo um dos que contrataram impulsionadores para puxar as redes sociais em favor de Bolsonaro, tirou nota para dizer o seguinte:

- A Folha mente.

E mais:

- A folha mente e não apresenta provas.

E ainda:

- Vou processar esses mentirosos vagabundos.

Médicos não liberam Bolsonaro para debates

Os médicos que examinaram Jair Bolsonaro, esta manhã, constataram que ele está em melhores condições clínicas, mas não o liberaram para debates, como diz boa parte da mídia amestrada.

Diz a nota dos médicos:

- O candidato a presidência Jair Bolsonaro foi submetido hoje a avaliação médica multiprofissional, de exames de imagem e laboratoriais, que se mostraram estáveis. Apresenta boa evolução clínica e a avaliação nutricional evidenciou melhora da composição corpórea, mas ainda exigindo suporte nutricional e fisioterapia.

Lula já não ouve mais a sua saudação matinal

Hoje, nos arredores da cadeia pública da PF de Curitiba, ninguém gritou "Bom Dia, presidente Lula !"

Ninguém mais saúda Lula.

Ave, Lula: nem os murituri te salutant !

O povo está contra o MPF no caso da ampliação dos caos de uso do "excludente de ilicitude"

A Procuradoria Geral da República (MPF) é contra a a ampliação dos termos do "excludente de ilicitude", porque ele seria uma espécie de salvo conduto para policiais matarem bandidos. A ferramenta já está prevista no art. 23 do Código Penal, mas é restritiva.

O povo está contra o MPF.

E quer a implantação imediata de regras mais amplas de "excludente de ilicitude".

CLIQUE AQUI para saber que a discussão representa grossa mistificação. O "excludente de ilicitude" não é salvo conduto para nada, mas impede que bandidos matem sem que sofram a devida e imediata punição.

O PT usa a farsa da Folha para atingir Bolsonaro

A Folha de S. Paulo voltou a servir de estribo para a campanha eleitoral do lulopetista Fernando Haddad.

Desta vez, o jornal acusa, sem provas, que grandes empresas contrataram impulsionadores de mensagens nas redes sociais, com ênfase no WhatsApp, tudo para apoiar Bolsonaro.

Haddad e o lulopetismo, saíram imediatamente a campo, como se vê ao lado. O petismo acusa o adversário pelo uso de caixa 2 digital.

O que o PT não consegue entender é que 50 milhões de eleitores, mas principalmente eleitoras, trabalham 24h por dia fazendo campanha para o candidato - de graça.

Eles vieram de graça.

Épor isto que o PT atua, também no TSE,  para tentar ganhar no tapetão aquilo que perdem nas urnas.

Plazinha, Porto Alegre, começará a virar residência a partir de hoje. Investimento será de R$ 55 milhões.

Com investimento em torno de R$ 55 milhões e entrega prevista para 36 meses, a CommandInvest Incorporadora realiza nesta quinta, dia 18, o pré-lançamento do AION ABSOLUTO, um empreendimento único e inovador que ocupará um dos pontos mais tradicionais do Centro Histórico da capital gaúcha: o prédio do Hotal Plaza Porto Alegre, conhecido como Plazinha. “O AION associa-se ao movimento de revitalização da área central da cidade, que já conta nesse sentido com as obras do cais do porto, possibilitando ao passado dar lugar ao futuro sem perder sua referência”, explica Márcia Almeida, Diretora-Presidente da CommandInvest.

Segundo ela, no local serão instaladas 204 unidades entre apartamentos, studios e lofts, no primeiro empreendimento desse tipo em Porto Alegre. Com valor da unidade a partir de R$ 350 mil, todos os apartamentos serão entregues mobiliados com móveis inteligentes, sendo 12 deles adaptados para portadores de necessidades especiais. 

Além disso, o AION ABOSLUTO disponibilizará sala de reuniões e videoconferência, restaurante, bar e café, academia de ginástica, concierge, lavanderia sef service e terceirizada, camareira e automação residencial. 

Jairo Jorge abre apoio para Sartori no segundo turno

O candidato do PDT ao governo do RS, que entrou em quarto lugar na disputa e conseguiu 11,08% do total de votos(661 mil votos) resolveu apoiar a candidatura do governador Ivo Sartori.

Jairo Jorge, o líder do PDT, irá esta tarde, 16h, ao encontro do candidato para oferecer seu apoio. Será na rua Riachuelo 1098, zona central da Capital.

O PDT, esta semana, resolveu ficar neutro, mas liberou seus filiados para optarem por quem quiserem.

Outros líderes do PDT, como o prefeito de São Gabriel, Rossano Gonçalves, e o ex-prefeito de Caxias do Sul, Barbosa Velho, também já declararam apoio a Sartori.

Ufrgs conquista desonroso 59a. lugar entre as universidades avaliadas pelos Brics

A Ufrgs conquistou o desonroso 59o lugar no ranking das melhores universidades dos Brics, que são os Países emergentes mais poderosos do mundo - o que quer dizer pouca coisa.

É uma vergonha.

A Ufrgs, como de resto a academia brasileira, troca o ensino pela doutrinação e  pelo ativismo ideológico comunista.

Onde está Dilma Roussef ?

Onde está Dilma Roussef ?

Juremir Machado fustiga as "maiorias ruidosas" que elegeram Bolsonaro

O jornalista Juremir Machado diz no Correio do Povo de hoje que as "maiorias silenciosas" que se tornaram "maiorias ruidosas" ao eleger Bolsonaro, não passam de um mal para a humanidade.

A maioria ruidosa chega ao Poder.

Juremir acha que é a vitória das teses de Nietsche.

O colunista do Correio do Povo, prefere o ideário e a ação das minorias agressivas que privilegiam o social e desprezam o exame e a gestão das contas públicas, tais como as que dominaram o Brasil durante 13 anos de desgovernos corruptos do PT.

Ives Gandra Martins anuncia apoio a Bolsonaro

O jurista Ives Gandra Martins anunciou, hoje, que votará em Bolsonaro.

Lulopetismo usa universidades e sindicatos para fazer campanha eleitoral oblíqua por Haddad

A campanha de Fernando Haddad, PT, resolveu privatizar as universidades públicas e os sindicatos de trabalhadores para fazer campanha eleitoral oblíqua e ilegal.

No RS, Ufrgs e Furg, mas até universidades particulares como Unisinos e Univates, tocam atos de ataque a teses supostamente defendidas por Bolsonaro, como meio de fazer campanha pelo candidato do PT.