Em qualquer juizado brasileiro, o ministro Dias Toffoli já teria se considerado impedido. É a força da lei e não só um problema moral ou ético.

No decorrer desta segunda-feira, finalmente foi protocolado formalmente o pedido para que o ministro Dias Toffoli seja considerado impedido de julgar o caso do Mensalão. O ministro foi advogado do PT a vida toda, inclusive de Zé Dirceu, e sua mulher é advogada de mensaleiro. Petistas não saem da casa do casal.

. Ele está totalmente impedido. Se insistir em julgar, os atos do STF poderão ser anulados, caso o voto dele seja decisivo em algum momento.

. Veja o que diz sobre isto o Código de Processo Civil.

Art. 134 – É defeso ao juiz exercer as suas funções no processo contencioso ou voluntário:
I – de que for parte;
II – em que interveio como mandatário da parte, oficiou como perito, funcionou como órgão do Ministério Público, ou prestou depoimento como testemunha;
III – que conheceu em primeiro grau de jurisdição, tendo-lhe proferido sentença ou decisão;
IV – quando nele estiver postulando, como advogado da parte, o seu cônjuge ou qualquer parente seu, consanguíneo ou afim, em linha reta; ou na linha colateral até o segundo grau;
V – quando cônjuge, parente, consanguíneo ou afim, de alguma das partes, em linha reta ou, na colateral, até o terceiro grau;

. O ministro é marido de Roberta Rangel, desde quando o escritório em que ela ainda atua pegou a causa de três dos mensaleiros julgados.

. O ex-procurador-geral Antonio Fernando de Souza concedeu uma entrevista ao Globo e tratou do assunto:

O senhor acha que o ministro Dias Toffoli deveria participar do julgamento, por conta da amizade com José Dirceu e por já ter sido chefiado por ele na Casa Civil?
São coisas diferentes. Em tese, o julgador pode estar diante de uma relação de amizade, que pode interferir no julgamento isento dele. Chamam isso de suspeição. Isso faculta a ele se declarar suspeito e se afastar do processo. Ou uma parte interessada pode questionar essa situação. O impedimento, não. Os casos de impedimento, devidamente arrolados na lei, proíbem que o magistrado julgue. Estou falando em termos gerais. Por exemplo, o marido não pode decidir causas em que a esposa é advogada ou parte.

Se a mulher foi advogada em algum momento no processo…
No processo, qualquer juiz estaria impedido.

A companheira de Toffoli fez sustentação oral no julgamento da denúncia, em 2007.
Sim, eu me lembro. A lei fala em cônjuge, mas a lei é antiga. Nessa expressão estaria compreendida a situação do companheiro, da união estável, porque ela é abrangente nesse sentido. Não sei a situação do ministro. Estou dizendo em tese. Essa situação é de impedimento, não depende da vontade do julgador.

E se o ministro não se declarar impedido?
Pode ser objeto de uma alegação. Alguém pode (levantar essa questão).

Sem vergonha

* O trecho a seguir é de artigo do jurista, ex-deputado, ex-senador e ex-ministro Paulo Brossard. Foi publicado no jornal Zero Hora desta segunda-feira. O texto integral está no link. 

 Em reunião do seu partido, desnecessário dizer tratava-se do PT, realizada em Sapiranga/RS, referiu-se à Justiça Eleitoral em termos simplesmente inacreditáveis, como o seriam se não tivessem sido gravados e reproduzidos pela radiodifusão, sem qualquer ressalva, e, ao contrário, confirmado pelo próprio protagonista; as palavras são poucas, mas nem precisavam ser mais numerosas para estarrecer a gregos e troianos. Com estas palavras o presidente do mencionado Partido se referiu aos juízes da Corte Eleitoral - "Nós não controlamos esse bando de sem-vergonha que compõe o Tribunal Eleitoral". Procurado por jornalistas acusou-os de estar "praticando um jornalismo marrom e vagabundo" e, no dia seguinte, adiantou que "a gravação não tinha sido autorizada"... desse modo confirmou a declaração insultuosa, afinal o "bando de sem vergonha" eram os juízes do TRE do Rio Grande do Sul! Esta a linguagem do parlamentar e presidente de um Partido de inexcedível agressividade frontalmente endereçada a um Tribunal, cujas decisões podem ser objeto de recursos legais e de críticas explícitas à sua sabedoria, mas jamais como "um bando de sem-vergonha que compõe o Tribunal Eleitoral".

Nunca imaginei que seria juiz do TSE e até seu presidente, ao tempo em que advoguei da primeira à derradeira instância da Justiça Eleitoral, mas posso dizer que nunca, jamais, nem quando advogado, nem quando presidente vi coisa igual nem parecida como essa agressão covarde, que causou tristeza e mal estar a quantos se esforçaram por ver praticada e respeitada a maior reforma política já realizada no Brasil, com a adoção da Justiça Eleitoral e do voto secreto, que lhe deu sentido.

Aliás, embora desnecessário, mas apenas a título ilustrativo, lembro que ideias estapafúrdias surgem aqui e ali quando se trata de reformas institucionais, mas nunca alguma que extinguisse a justiça eleitoral ou alterasse sua estrutura.

CLIQUE AQUI para ler a íntegra do artigo.
CLIQUE na foto acima para ver melhor. Trata-se do deputado Raul Pont, presidente do PT do RS, personagem central do artigo de Brossard. 

Governo Dilma sentou em cima e não agiliza metrô para Porto Alegre

O projeto do metrô de Porto Alegre não vai adiante porque o paquidérmico governo federal não consegue editar MP que permita desembolsos de dinheiro público à medida que caminhe a obra.

. Há meio ano tudo depende de míseras linhas assinadas por dona Dilma Rousseff.

Entidades contratam estudo sobre logística para tornar o Sul competitivo

O documento “Sul Competitivo” nem começou a ser redigido, mas a promessa é que ele estará pronto em três meses. Fiep, Fiesc e Fiergs já começaram a realizar uma radiografia da situação da logística na região Sul, levantando os principais gargalos e trazendo soluções para o transporte de produtos. O Projeto Sul Competitivo pretende dos mais abrangentes estudos sobre modais logísticos – portos, aeroportos, ferrovias, hidrovias, dutovias e rodovias – que tem como foco o transporte entre os Estados do Sul do Brasil e entre os países vizinhos do Cone-sul (Argentina, Chile, Paraguai e Uruguai). A integração técnica desses modais pode gerar redução de custos e dar rapidez a todo o sistema de circulação de mercadorias, gerando maior competitividade da região.

. Durante a primeira fase do Sul Competitivo, uma equipe de 12 profissionais realiza um amplo diagnóstico das condições da infraestrutura de transportes na região sul e no Mercosul, bem como estudará as 19 principais cadeias produtivas produzidas, exportadas e/ou importadas pela região Sul do país – o que representa cerca de 70 produtos agrícolas, minerais, florestais e industriais -, levantando os gargalos logísticos e respectivas soluções.

. A Macrologística está à frente do desenvolvimento do estudo, incluindo diagnóstico e propostas de soluções. A empresa Macologística também foi a responsável pelo Projeto Norte Competitivo, um conjunto de soluções logísticas para os nove estados que integram a Amazônia Legal, entregue ao governo federal em março de 2011.“No estudo que culminou no Norte Competitivo, foram identificados 42 eixos Integrados de transporte. Desses, foram priorizados nove eixos capazes de gerar economia de R$ 3,8 bilhões anuais nos custos logísticos da região. Nesse novo estudo, que envolve os estados que servem de porta principal para o comércio com os países do Cone Sul, o setor privado novamente toma a iniciativa buscando redução semelhante, a fim de também tornar a região Sul do país mais competitiva”, afirma Girard.

. As visitas técnicas começaram em 11 de julho e, em três meses, os primeiros diagnósticos dos gargalos logísticos da região devem ser apresentados.

Visita luxuosa de Dilma a Londres custou R$ 900 mil por quatro dias

* Clipping www.veja.com.br

A estadia da comitiva da presidente Dilma Rousseff em Londres para acompanhar a abertura dos Jogos Olímpicos custou aos cofres públicos 900,1 mil reais, informa levantamento da ONG Contas Abertas. A delegação presidencial chegou à capital inglesa na última terça-feira e ficou hospedada no The Ritz London Hotel, um dos mais luxuosos da Europa, até sábado, dia seguinte à abertura oficial da Olimpíada.
Além da presidente, a comitiva foi composta por outras oito autoridades: o presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia (PT-RS); os ministros Antonio Patriota (Relações Exteriores), Aloizio Mercadante (Educação), Marco Antonio Raupp (Ciência, Tecnologia e Inovação), Aldo Rebelo (Esporte), Gastão Vieira (Turismo) e Helena Chagas (Comunicação Social); e o embaixador do Brasil em Londres, Roberto Jaguaribe. Também integra o grupo o intérprete Paulo Ângelo Liégio Matão.
O valor inclui também a hospedagem do chamado escalão avançado. Responsável pela preparação das viagens oficiais, o grupo viaja antes para garantir a segurança e preparar o terreno para a chegada de Dilma. Os maiores gastos foram com hospedagem: de 783.600 reais. O Ritz London Hotel recebeu a maior quantia: 588.300 reais. Os demais 195.300 reais foram gastos no aluguel de quartos de hotel para o escalão avançado, no Millennium Hotel London Mayfair

Mensalão: o acerto de contas com as forças do atraso começará nesta quinta-feira

Ainda tem muita gente que por ignorância ou má fé, insiste em defender a tese indefensável de que nunca existiu o Mensalão.

. O mais notável nem é isto, mas é a existência de intelectuais, jornalistas e políticos que acham que o julgamento que começará nesta quinta-feira não terá consequência alguma sobre os resultados eleitorais de outubro.

. Ora, basta examinar as pesquisas de intenções de votos em São Paulo, Rio, Belo Horizonte, Curitiba, Florianópolis e Porto Alegre, para entender o tamanho dos desastres que já cercam os candidatos do PT.

. Ficará tudo muito pior  partir desta quinta-feira, quando 500 jornalistas transmitirão por TV, rádio, jornal e Internet, os detalhes do que fez cada um dos 38 delinquentes políticos da organização criminosa do Mensalão, quadrilha liderada pelo ex-presidente nacional do PT, o ex-ministro José Dirceu.

. A ignorância – os que não sabem e não querem saber – pode ser perdoável, mas os que agem por má fé são tão responsáveis quanto os bandidos do Mensalão.

. O Brasil será outro a partir do julgamento no STF, mesmo que um dos seus ministros, o jovem Dias Toffoli, traindo seu juramento quando se graduou advogado em São Paulo, não se considere impedido, enxovalhando com isto toda a categoria de profissionais de direito do Brasil.

. O País precisava passar por esta provação para se modernizar social e politicamente.

. Este era um acerto de contas há muito tempo esperado com as forças do atraso.

CLIQUE AQUI para entender como é que o PTforjou a tese de que não houve a compra de parlamentares e Partidos com dinheiro público, mas apenas caixa 2 para uso em campanhas políticos

Arezzo concentra num só local seus serviços compartilhados e desenvolvimento de produtos

Abriu nesta segunda o centro de serviços compartilhados e desenvolvimento de produtos, a nova sede do grupo,  de 14 mil m² da Arezzo em Campo Bom, RS. Na área, totalmente reformada, operava a Schmidt & Irmãos. A fabricação continuará terceirizada, envolvendo os calçados e bolsas das marcas Arezzo, Shutz, Alexandre Birman e Anacapri. Cortaram a fita o dono da Arezzo, Anderson Birman, e o governador Tarso Genro.

. A Arezzo tem 338 lojas próprias e 292 franquias. No ano passado, fabricou oito milhões de pares de calçados e artigos de couro, tem 2 mil empregados e faturou R$ 678,9 milhões.


NESTA SEGUNDA-FEIRA SAIBA ONDE BEBER BEM
Bier Markt Vom Fass
Vá conhecer na Barão do Santo Ângelo 497, ao lado do Leopoldina.
Agora, 24 torneiras de chope artesanal de várias partes do mundo, com barris alojados em câmera fria, servidos diretamente nos copos, sem serpentina. Cardápio diferenciado.
- Vá também no Bier Markt da Castro Alves 452, três vezes seguidas "A Melhor Carta de Cervejas", segundo Veja (2010, 2011 e 2012).
CLIQUE AQUI para saber tudo sobre o Vom Fass.

Operação Cartola: 4ª Câmara Criminal rejeita quebra de sigilos dos prefeitos e cobra denúncia

Apesar do alarido que o delegado e o promotor do caso da Operação Cartola produziram no dia 6 de julho, até agora não foi oferecida qualquer denúncia contra os oito prefeitos investigados pela Polícia Civil do RS.

. O desembargador Gaspar Marques Batista, relator do caso na 4ª. Câmara Criminal, parece ter se surpreendido com o pedido extemporâneo de prisão do prefeito de Alvorada e da quebra de sigilos bancário e fiscal dele e dos demais sete prefeitos, que acaba de cobrar do promotor o imediato envio da denúncia. Antes disto ele não decidirá nada sobre os pedidos. No mesmo despacho, a 4ª. Câmara Criminal mandou levantar quantias apreendidas e  devolver os documentos e bens apreendidos, exceto um automóvel.

- A 4ª Câmara Criminal aguarda a entrega da denúncia para decidir se quebra os sigilos fiscal e bancário dos prefeitos de Alvorada, Canela, Tramandaí, Parobé, Osório, Viamão, Caí e Cachoeirinha.

Presos maltratados: Ajuris confirma representação contra o governo do RS na OEA

Vai ficar muito mal para o governador Tarso Genro a decisão da Ajuris de mandar mesmo para a Comissão de Direitos Humanos da OEA a representação contra a violação dos direitos humanos dos presos recolhidos ao Presídio Central de Porto Alegre.

. A Ajuris avisou que não comunicará nada oficialmente aos governos federal e estadual.

. A ideia é fazer com que a OEA exija intervenção no caso, liberando dinheiro para resolver o caso, o que equivale a uma verdadeira intervenção federal no governo do Estado.

CLIQUE AQUI para ver e ouvir o que disse sobre isto, com mais detalhes, nesta segunda-feira ao meio dia, o jornalista Lasier Martins, na RBS TV.

Às vésperas das eleições, notícias inconsistentes rondam a Operação Cartola

A Operação Cartola segue no velho estilo de operações que o governador Tarso Genro, ao tempo em que era ministro da Justiça, costumava tocar para constranger e emparedar o governo Yeda Crusius.

. Não é por acaso que a carga principal da ofensiva atual ocorra para cima do prefeito de Alvorada, João Carlos Brum, desafeto político da secretária da Administração de Tarso, Stela Farias.

. O mais surpreendente é que ao contrário do que vinha dizendo a própria Polícia Civil do governo do PT, prosseguem as investigações também contra os prefeitos de Osório, Romildo Bolzan Júnior, PDT; Viamão, Alex Boscaini, PT, e Cachoeirinha, Luiz Pires, PSB. A Polícia Civil pediu a quebra dos sigilos fiscal e bancário de todos, mas o dedsembargador Gaspar Batista acaba de negar ambas as coisas.

CLIQUE AQUI para entender o interesse eleitoral por trás das denúncias da Operação Cartola.

Intimada pelo governo estadual, Porto Cais Mauá do Brasil fecha-se em copas

Ninguém mais fala pelo Porto Cais Mauá do Brasil, a não ser os sócios, Gis World Trade Barcelona, Solo Real, pro Activa e Spin.

. Não abre a boca sequer o sócio brasileiro que toca o empreendimento, o grupo Bertin.

. Sem dinheiro, a Porto Cais Mauá do Brasil está sendo cobrada pelo governo estadual para que faça a sua parte.

Expoagas quer faturar recorde de R$ 280 milhões em vendas no seu evento de agosto

Irá de 21 a 23 de agosto a mais nova versão da Expoagas,que abrigará na Fiergs um total de 340 expositores, atrirá 38 mil empresários e visitantes dos 27 Estados e oito Países, podendo faturar R$ 280 milhões em vendas.

. O evento – feira e congresso – é empreendimento da Associação Gaúcha de Supermercados, a Agas.
Clique em WWW.agas.com.br  para saber como participar. Informes também via expoagas@agas.com.br

STF já credenciou 500 jornalistas para a cobertura do julgamento do Mensalão

Até esta segunda-feira, o STF credenciou 500 jornalistas para a cobertura do julgamento do Mensalão, que começará nesta quinta-feira em Brasília.

. Na sala de audiências cabem apenas 57 jornalistas e ainda assim nenhum deles pode usar celular, microfones, câmeras ou gravadores.


CLIQUE AQUI para ouvir este boletim desta tarde da Rádio Guaíba, Porto Alegre, que informa mais sobre o assunto.

Rede hoteleira gaúcha Intercity já acertou a abertura de 13 novos hotéis

A rede hoteleira gaúcha Intercity fechou o primeiro semestre com contratos de R$ 400 milhões, todos eles destinados a implementar as operações de 13 novos hotéis no Brasil.

. A rede foi criada há 13 anos e já conta com 19 hotéis próprios e administrados, mas quer chegar a 50 unidades até 2015.

. Intercity já é uma das dez maiores redes de hotéis do Brasil. Sua primeira incursão no estrangeiro,  ocorreu este ano, com a inauguração de um hotel em Montevidéu.
 
. Este asno, a rede quer faturar R$ 130 milhões.


NESTA SEGUNDA-FEIRA SAIBA ONDE BEBER BEM
Bier Markt Vom Fass
Vá conhecer na Barão do Santo Ângelo 497, ao lado do Leopoldina.
Agora, 24 torneiras de chope artesanal de várias partes do mundo, com barris alojados em câmera fria, servidos diretamente nos copos, sem serpentina. Cardápio diferenciado.
- Vá também no Bier Markt da Castro Alves 452, três vezes seguidas "A Melhor Carta de Cervejas", segundo Veja (2010, 2011 e 2012).
CLIQUE AQUI para saber tudo sobre o Vom Fass.

PMDB digeriu mal a ida de Anilson Costa para a campanha do PCdoB

A ida do jornalista Anilson Costa para a campanha do PCdoB não foi bem digerida pelo PMDB e pelo ex-prefeito José Fogaça, a quem ele serviu durante seis anos como secretário de Comunicação na prefeitura de Porto Alegre.

. O jornalista, que é profissional em plena atividade,  não foi aproveitado na campanha da aliança da campanha do prefeito José Fortunati e acabou contratado para a área de jornalismo da campanha de Manuela D’Ávila.

. Ele coordenará a programação de rádio das chapas majoritária e proporcional da aliança comandada pelo PCdoB.

Campanha negativa já começou em Porto Alegre

Já começou aquilo que os marqueteiros políticos chamam de “campanha negativa”, mas ela é apenas esporádica e voluntariosa em Porto Alegre.

. Por enquanto.

Roberto Jefferson não auxiliará Barbosa na defesa junto ao STF

Caberá unicamente ao advogado gaúcho Luiz Francisco Corrêa Barbosa a sustentação oral da defesa do ex-deputado Roberto Jefferson.

. Ele falará durante uma hora.
 
- O advogado defende também o editor em dois processos movidos contra ele pelo Fórum Social Mundial, um dos quais, criminal, de total absolvição, já transitou em julgado. 

O editor encontra Cesare Battisti, que o interpela: "O senhor é o jornalista de ética própria ?!"

O ex-terrorista e assassino italiano Cesare Battisti, condenado à prisão perpétua na Itália e refugiado no Brasil por iniciativa do atual governador Tarso Genro (Tarso era ministro da Justiça quando concedeu abrigo a um dos homens mais procurados pela Interpol), passou por Porto Alegre neste sábado e dirigiu-se imediatamente para Caxias do Sul, onde manteve reunião com escasso grupo de ativistas e simpatizantes da esquerda gaúcha, a pretexto de autografar um dos seus livros.Cesare Battisti era dirigente do movimento Proletários Armados pelo Comunismo, o PAC. Ele assassinou quatro pessoas que nem  militância política tinham.

. A Livraria Arco da Velha, onde sairia a sessão de autógrafos deste sábado, suspendeu o evento na sexta-feira, depois de ter recebido ameaças, mas os promotores da viagem buscaram outro local e não fizeram divulgação pública. Em Caxias, pouca gente sabe da visita.

. O editor saía do carro no bairro Santa Cecília, Porto Alegre, quando encontrou o carro Honda, prata,  que conduzia Battisti, estacionado num supermercado, em companhia de dois homens e uma mulher, a motorista. Ele saiu do veículo, dirigiu-se ao editor e teve início uma áspera troca de palavras:
- Então, você é que é o jornalista que tem sua ética própria para tratar de política?

. Achei surpreendente a decisão de Battisti de me interpelar e querer discutir ética comigo:
- A minha ética não é a sua ética (a ética do bandido), conforme já ficou provado nas suas sentenças de condenação.

. O italiano é frio, calculista e impassível. Ele não se alterou uma única vez e nem demonstrou nervosismo, não elevou a voz e nem fez gestos bruscos. Foi tudo na medida. A conversa foi muito curta, áspera, mas sem troca de insultos, tudo quanto permite um encontro inesperado deste tipo.  Foi  toda ela presenciada também pelo jornalista Olides Canton, que fotografou o encontro, e vigiada de perto por seguranças que protegiam o italiano.

- Cesare Battisti, cujo benfeitor brasileiro é o governador do RS, Tarso Genro, tem feito viagens frequentes ao Estado, sempre mantendo atividades políticas, sob a falsa alegação de "atividade cultural". Battisti é ex-terrorista e assassino, foi condenado à prisão perpétua na Itália e encontrou refúgio no Brasil. Se sair daqui, será preso e deportado para Roma.

CLIQUE AQUI para saber melhor a história de Battisti. O material é da Wikipédia.
CLIQUE na foto ao lado para ver melhor. O fotógrafo é o jornalista Olides Canton, que tem acompanhado Battisti nas suas viagens ao interior do RS. 

Artigo, Paulo Skaf e Paulo Tixeira - É preciso desonerar os alimentos

* Clipping. Artigo Paulo Skaf, presidente da Fiesp, e Paulo Teixeira. Publicado
na Folha de S. Paulo deste domingo. 

Estudos da Fiesp demonstram que o projeto de lei 3.154/2012, que propõe a redução de impostos dos alimentos, reduzindo seu preço, pode contribuir muito para o crescimento econômico e para a inclusão social, com reflexos positivos na saúde e na qualidade da vida.

Sua aprovação seria uma atitude lúcida do Congresso, pois a proposta responde ao mais significativo desafio da humanidade: tornar viável o desenvolvimento socialmente justo e economicamente viável.

Embora ainda tenha cerca de 16 milhões de habitantes na pobreza, o Brasil é um dos países nos quais os alimentos são mais tributados.

As consequências são perversas, pois atingem a camada mais pobre da população. Dados oficiais indicam que, em média, 72% das famílias brasileiras têm rendimento mensal inferior a dois salários mínimos. Nas regiões Norte e Nordeste, o índice chega a 80%.

Essas pessoas gastam 30% do que ganham com comida. Na outra ponta, em lares cuja renda mensal supera 25 salários mínimos, o dispêndio com alimentos é de 13% da renda.

Tais números demonstram que os menos favorecidos pagam, proporcionalmente, mais impostos do que os mais ricos para satisfazer a necessidade vital de se alimentar.

Com base em comparações internacionais, percebemos margem para mudar. O peso dos tributos sobre o preço final dos alimentos no Brasil chega a 16,9%. Nos dez maiores países da Europa, corresponde, em média, a 5,1%; nos EUA, só 0,7%.

Na condição de grande produtor de alimentos, o país não pode aceitar que a maior parte da população seja apenada por uma carga de impostos desproporcional sobre produtos essenciais. 


CLIQUE AQUI para ler a íntegra.

Saiba como o PT inventou a história do Caixa 2 para escapar do Mensalão

* Clipping Folha de S. Paulo. A reportagem é de Fernando Rodrigues.

O mês de agosto será marcado por uma guerra de versões entre os 38 réus durante o julgamento do mensalão.
Essas divergências se acentuaram ao longo dos anos, mas, quando o escândalo eclodiu, em 2005, muitos dos envolvidos formularam uma tese unificada sobre o dinheiro do esquema.

Tudo virou "caixa dois". É o jargão usado para o uso de dinheiro não declarado pelas campanhas.
Veja como será o julgamento em videográfico

A história é longa. Remonta ao início de 2003, primeiro ano de Lula na Presidência. Na época, o empresário Marcos Valério Fernandes de Souza frequentava as sedes do PT. Loquaz, dizia aos dirigentes da sigla: "O PT me deve uns R$ 120 milhões".

Em meados de 2004 o então ministro da Casa Civil, José Dirceu, foi procurado por Silvio Pereira, secretário-geral do PT, que relatou o que ouvira. Dirceu retrucou: "Mas não eram só R$ 40 milhões?".
Dirceu nega a existência do diálogo.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Em 2005, usando rede de TV, disse Lula sobre o Mensalão: "Peço desculpas (pelo Mensalão). Levei uma facada nas costas (do PT)"

* Clipping coluna Melchíades Filho - Folha de SP, 30

Em agosto de 2005, Lula entrou em rede nacional de TV e disse que o governo e o PT tinham de "pedir desculpas": "Eu me sinto traído por práticas inaceitáveis, das quais não tive conhecimento". Em entrevista na virada daquele ano, o presidente reiterou que havia levado uma "facada nas costas". O partido cometera "um erro de gravidade incomensurável" e precisaria "sangrar muito para poder se colocar diante da sociedade outra vez com credibilidade".

CLIQUE na foto para ver melhor. Trata-se de Lula, depois do pedido de desculpas ele esqueceu do Mensalão, deu adeus ao assunto e passou a divertir-se. Neste momento, véspera do julgamento da organização criminosa que liderou e ajudou a montar, resolveu calar, como sempre fez em momentos de crise. 


Bier Markt Vom Fass
Vá conhecer na Barão do Santo Ângelo 497, ao lado do Leopoldina.
Agora, 24 torneiras de chope artesanal de várias partes do mundo, com barris alojados em câmera fria, servidos diretamente nos copos, sem serpentina. Cardápio diferenciado.
- Vá também no Bier Markt da Castro Alves 452, três vezes seguidas "A Melhor Carta de Cervejas", segundo Veja (2010, 2011 e 2012).