Poupança volta a ficar atraente com juros básicos em 10,75% ao ano

Com a oitava alta seguida nos juros básicos da economia brasileira promovida pelo Banco Central nesta quarta-feira , para 10,75% ao ano, as aplicações em renda fixa, como os Fundos de Investimento, ganham mais atratividade e ganham da poupança na "maioria das situações", segundo estudo divulgado pela Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac). É o que informa G1 desta noite. Leia mais:

Isso ocorre porque o rendimento dos fundos de renda fixa sobe junto com a Selic. Já o rendimento das cadernetas, quando a taxa de juros está acima de 8,5% (o que acontece desde agosto do ano passado), é fixo em 6,17% ao ano mais a variação da TR.

. "Com a elevação da Selic [para 10,75% ao ano], as cadernetas de poupança perdem dos fundos de investimentos na maioria das situações. Os fundos terão um rendimento superior às contas da poupança quando suas taxas de administração forem inferiores a 2% ao ano e terão um rendimento inferior ás cadernetas de poupança quando suas taxa de administração forem superiores a 2% ao ano", informou .

Câmara aprova lei que proibe mascarados em Porto Alegre

Por 21 votos a 10, a Câmara de Vereadores de Porto Alegre aprovou o projeto de lei da vereadora Mônica Leal (PP) que proíbe o uso de máscaras em manifestações públicas. O projeto é da vereadora Mônica Leal, PP. 

Rio Grande do Sul ocupa o último lugar no ranking nacional de investimentos em educação

O site www.zerohora.com.br,em reportagem assinada por Carlos Etchjichjury e Marcelo Gonzatto,  informa que relatório do MEC aponta que a proporção das receitas do Estado destinadas à área está abaixo do determinado em lei. O RS está em último lugar no Brasil. É o Estado na pior situação. As revelações comprometem os discursos otimistas do governo estadual, que revela completo fracasso na área. Leia tudo:

O Rio Grande do Sul é o Estado brasileiro que menos investe em educação no país em comparação ao que arrecada, conforme indica um levantamento do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).
Os gaúchos aplicaram, na média de 2005 a 2010, o menor índice de receitas próprias no sistema de ensino. Enquanto o governo federal determina a aplicação de pelo menos 25% desses recursos para educar a população, descontados gastos com inativos, os rio-grandenses investiram um percentual médio de 18,79% no período.

. O relatório comparativo, elaborado pelo Sistema de Informações Sobre Orçamentos Públicos em Educação (Siope) do FNDE, mostra que a proporção das receitas do Rio Grande do Sul destinadas à educação foi a menor do Brasil em 2007, 2008, 2009 e 2010 – ano em que apenas o Estado e o Rio Grande do Norte ficaram abaixo do patamar de 25%. Em 2005 e 2006, os gaúchos ficaram na penúltima posição, à frente apenas do Distrito Federal, que, posteriormente, quase dobrou o seu índice.

- Outra má notícia da área petista surgiu nesta quarta em Lajeado. A foto ao lado é de Rodrigo Martini. Leia:
A demolição de um dos prédios da Escola Municipal de Ensino Fundamental Dom Pedro I, a maior de Lajeado, no Vale do Taquari, provocou uma série de improvisações, como a utilização de banheiros para a sala de recursos e de orientação. A medida foi aprovada pelos representantes dos pais dos 600 alunos, em fevereiro de 2013

O desmonte da segurança pública no RS já é visível a olho nu.

O governador Tarso Genro e até o comandante da Brigada tratam com tiradas filosóficas e ideológicas o descalabro que tomou conta da área gaúcha da segurança pública.

. Não é o que quer ouvir a população, que prefere mais ação e menos discurso.

. Este é um caso perdido a curto prazo, porque o atual governo está com pouca munição e bate em retirada.
. O que sobra para a população desprotegida é arrancar compromissos formais dos candidatos ao governo do Estado, para que eles digam exatamente o que farão durante seus quatro anos de mandato.

. Uma alternativa necessária é leva-los até instâncias como OAB, Ajuris e MJDH, para que ali alinhem seus programas de governo para a área de segurança pública.

. No momento, estamos todos órfãos no RS, porque o atual governo estadual já deu o que tinha que dar.

. Clique no comentário a seguir, intitulado: O desmonte da segurança pública no RS já é visível a olho nu.

Não é sério o pedido de extradição do bandoleiro petista Pizzolato

A documentação necessária foi entregue ontem pelo Ministério da Justiça ao Itamaraty, que é responsável pelo transporte do pedido, e enviado nesta quarta-feira pelo Ministério das Relações Exteriores à Itália.

. O que se duvida é da falta de seriedade do pedido, que chegará primeiro à embaixada brasileira na Itália e, de lá, será repassada ao Ministério das Relações Exteriores italiano, cumprindo os protocolos diplomáticos. A razão é simples:

- A presidente do Brasil e seu ministro da Justiça são companheiros de Pizzolato no PT e nunca deixaram de se solidarizar com todos os bandidos do Mensalão.


CCJ aprova projeto de Ana Amélia que determina afastamento de presidentes, governadores e prefeitos que disputam reeleição

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) aprovou nesta quarta-feira a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que obriga o chefe do poder Executivo que deseja disputar a reeleição a se afastar do cargo. Hoje, a licença é obrigatória apenas para aqueles que vão concorrer a um cargo diferente do que ocupam. A proposta é da senadora Ana Amélia (PP-RS) e vale para presidente, governadores e prefeitos. 
 A proposta será votada ainda pelo Plenário do Senado antes de seguir para a Câmara dos Deputados.
       
, Na visão de Ana Amélia, a possibilidade de disputar a reeleição, com o candidato ainda ocupando o cargo no Executivo, cria um desequilíbrio danoso ao processo eleitoral. A senadora acrescenta que sua proposta vai diminuir o uso da máquina pública e colaborar com o avanço da democracia, ao exigir o afastamento de prefeitos, governadores e presidente da República que buscam a reeleição. O que ela diz:
      
– É uma forma de garantir mais ética, justiça e equilíbrio no processo eleitoral e o uso indevido e inadequado da máquina pública para fins eleitorais.

Chuva antecede massa de ar frio no RS

Luiz Fernando Nachtigall, da MetSul Meteorologia, alerta, hoje, para o risco de chuva localmente forte a torrencial hoje e amanhã no Rio Grande do Sul. Frente fria atua nesta quarta no Centro, Oeste e no Sul do Estado com chuva a qualquer hora do dia. Nestas áreas, a temperatura cai e estará baixa para esta época do ano ao longo do dia, inclusive com sensação de frio em algumas localidades. Pontos da Serra do Sudeste e Campanha podem ter marcas tão baixas como 15ºC a 17ºC à tarde. No Norte e no Nordeste do Estado, ainda sob influência de ar mais quente, períodos de aberturas ocorrem e a temperatura estará mais alta, mas chove na maioria dos locais da tarde para noite. Há risco de chuva forte localizada.

. Quinta-feira - A quinta deve começar com muitas nuvens e chuva na maioria das regiões, mas no decorrer do dia o tempo deve começar a abrir em várias regiões a partir do Sul e do Oeste. Em pontos do Norte e do Leste do Estado, porém, o tempo ainda terá maior nebulosidade e períodos de chuva. A instabilidade será maior no Nordeste gaúcho, especialmente entra a Serra, Grande Porto Alegre e o Litoral Norte. 

. Fim de semana - Na sexta e no fim de semana, o sol predomina no Rio Grande do Sul com algumas nuvens no céu. Pode ter chuva esparsa e passageira no Leste do Estado entre sexta e sábado, e em setores localizados do interior da tarde para a noite do domingo. Na segunda-feira de Carnaval, a chuva avança do Norte da Argentina para o Oeste do Rio Grande do Sul e no decorrer do dia para a maior parte do Estado.

CLIQUE AQUI para examinar o blog da MetSul.


Itaú prevê Pibinho para 2014. Veja os outros números para o ano.

PIB – 1,4%
Inflação – 6,2%
Dólar – R$ 2,55 (altas entre março e setembro)
Juros básicos – 11%

O PIB está sendo contaminado pelos baixos investimentos na indústria.

PMDB espera pouca gente no lançamento de Sartori, quinta, no Laghetto

Os partidários do ex-prefeito José Ivo Sartori, PMDB, parecem esperar pouca gente no ato de lançamento da candidatura ao Piratini, quinta, 11h, no Hotel Laghetto Viverone, Porto Alegre. É que foi reservada uma sala onde só cabem 40 pessoas sentadas.

. Um grupo de lideranças do partido estará reunido a partir das 11 horas, no Hotel Laghetto Viverone, em Porto Alegre, quando será divulgado um manifesto de apoio ao ex-prefeito de Caxias do Sul. O documento irá acompanhar a inscrição formal da candidatura de Sartori junto ao Diretório Regional já no dia seguinte
Além dos membros do Diretório Regional e delegados, a pré-convenção do próximo dia 15 de março terá ainda a participação de prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e presidentes dos diretórios municipais.

O Hotel Laghetto Viverone fica na Rua Dr. Vale, 579 – Porto Alegre
Site do hotel:

Governo estadual pressiona deputados para votar projeto das renúncias fiscais para ajudar a Copa

O coordenador executivo do Comitê Gestor da Copa 2014 RS (CGCopa), Maurício Nunes Santos, voltou nesta quarta-feira à Assembléia, onde defendeu apoio ao projeto do governo estadual que prevê captação de recursos privados para montar as estruturas complementares para a realização da Copa do Mundo. Serão R$ 25 milhões em renúncias fiscais do ICMS. Farão jus as empresas que toparem as Cartas de Captação. A renúncia fiscal é de 100%. O governo do PT quer a aprovação do projeto na semana que vem, mas as bancadas da oposição não querem dar acordo para a votação do projeto.

. Maurício Santos alinhou estes números sobre os ganhos do comércio gaúcho e o governo, em função da Copa, conforme estudos da FEE:
Retorno do ICMS, diretamente do comércio - R$ 36 milhões, valor quase igual ao das renúncias fiscais.
Retorno geral do ICMS - R$ 100 milhões
Gastos no comércio gaúcho - R$ 360 milhões
Empregos gerados - 12 mil vagas

. A FEE diz que usou números de vendas elaborados pela Fecomércio.


Hoje é o Dia da Vergonha para o STF. Acompanhe a rendição ao vivo.Fux votou contra o recurso.

Os dois novos ministros, Zavascki e Barroso, alinhadíssimos com o governo e o PT, montarão a pizza que a  nova maioria assa no julgamento dos embargos dos bandidos petistas do Mensalão.O primeiro a votar foi o ministro Luiz Fux, que votou contra os recursos. 


Neste momento é possível acompanhar ao vivo o julgamento dos embargos infringentes apresentados pelos bandidos condenados do Mensalão, recurso que se aplica apenas por parte da pena de cada um, o que não tirará ninguém da cadeia neste momento. Começa pelo ministro Luiz Fux votação de recursos das defesas contra condenações por formação de quadrilha. O primeiro voto deve marcar 1 a 0 para a acusação. Antes, advogado de Marcos Valério fará alegações finais. O procurador-geral Rodrigo Janot vai reiterar acusação, mas a tendência no Supremo é pela absolvição num dos crimes, o que está sujeito aos embargos, dos oito condenados que obtiveram quatro votos a seu favor no ano passado; José Dirceu, Delúbio Soares e José Genoíno dentro desses casos. Se embargos infringentes sejam aceitos pela corte, penas serão revistas.

CLIQUE AQUI para ver tudo ao vivo.

Exportadores gaúchos continuam queixando-se das travas argentinas

O problema todo está nas limitações nas importações argentinas que superem o valor de US$ 200 mil. A Argentina está sem reservas em dólar. O governo brasileiro até abriu uma linha para compras na moeda local, mas os argentinos não honraram os acertos quadrimestrais que deveriam fazer. Além das chamadas Declarações Juramentadas (DJAI) autorizativas, o governo argentino exige autorizações do BC quando os valores ultrapassam US$ 200 mil. O governo brasileiro não ajuda muito, porque Fernando Pimentel, ministro do Desenvolvimento até quase o final do ano, saiu do cargo para disputar as eleições em Minas. Seu substituto, Mauro Borges, ainda não domina o cenário. Enquanto isto, as tratativas ficam reduzidas a conversas com o embaixador do Brasil na Argentina. 

 O presidente da Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), Heitor Klein, reafirmou nesta quarta-feira que mais de 800 mil pares de calçados brasileiros estão deixando de entrar na Argentina.

. O problema se arrasta desde o ano passado.

. A Abicalçados registrou prejuízos de US$ 6,2 milhões para os calçadistas brasileiros, tudo por causa do cancelamento da venda de 410 mil pares.

. Alguma coisa tem ingressado na Argentina, mas a conta-gotas.

. O problema não ocorre apenas com o setor calçadista no caso gaúcho, mas também com a indústria de chocolates, que já mira a Páscoa, como igualmente com os ramos de ônibus, máquinas agrícolas e até móveis.

. A Camil, de Erechim, não consegue colocar os 40 ônibus que reservou para os argentinos, porque os compradores não conseguem importar. 


Prejuízos e mudanças de planos assustam os 13 mil empregados do grupo Banrisul

O caso não é igual ao da Eletrocee, a Fundação de Previdência Privada da CEEE, mas a Fundação Banrisul corre o risco de quebrar, caso medidas heroicas não sejam tomadas por seus administradores e bancada pelo banco e seus 13 mil funcionários.

. A Fundação Banrisul acumula déficits anuais milionários. Eles cresceram enormemente no atual governo. Acompanhe os déficits em milhões de reais:
2009 – 43
2010 – 163
2011 – 105,7
2012 – 250

. À medida que aumentaram os déficits, também caíram os lucros do próprio Banrisul.

. Num e noutro caso, as administrações impostas pelo PT a partir de 2010 revelaram-se desastrosas.

. Uma das maneiras que a Fundação encontrou para reduzir o déficit anual é a  reestruturação do plano de previdência complementar. Até abril, por exemplo, os servidores terão que optar pela migração para novos planos de previdência complementar, que resultarão em valores menores para aposentadoria e pensão, exigindo valores maiores de contribuição.

. Os 13 mil funcionários resistem.

. A opção principal é relativa ao plano principal de benefícios, o PB I. O objeto central da s mudanças implicará na desvinculação do reajuste dos aposentados e pensionistas com os funcionários da ativa, prejudicando os inativos.

. Sobre o assunto, fale a pena consultar o site da Fundação Banrisul: www.fbss.org.br

Financial Times pede a cabeça do ministro Mantega

O jornal londrino Financial Times lembrou hoje que o Brasil cresceu a um ritmo de 4% durante o governo de Luiz Inácio Lula da Silva, mas agora, o país está "à beira de uma recessão técnica e ninguém sabe de onde o crescimento pode vir". 

. O jornal pediu a cabeça do ministro Guido Mantega. Ele já tinha feito isto duas vezes. 

.  Entre os problemas da economia brasileira, o texto cita a desaceleração do consumo, baixo investimento, gargalos na infraestrutura e o aumento do déficit externo gerado pela desaceleração dos preços das commodities.


Repetição de tragédias expõe desmonte da área da segurança pública no RS

A foto de Diogo Zanatta, agência RBS, ao lado, demonstra o desmonte da área da segurança pública no RS. Até caminhão-pipa teve que socorrer os bombeiros, que gastaram uma hora só para iniciar o combate ao incêndio.



Porto Alegre, 1,3 milhão de habitantes, possui apenas uma escada Magirus para combater incêndios, dispõe de somente oito caminhões de bombeiros, a metade do que precisa, e até hidrantes não funcionam como deveriam. O caso é uma história já contada várias vezes e explica boa parte da tragédia da boate Kiss, na qual civis corajosos fizeram as vezes dos bombeiros. 

O assassinato do publicitário Lairson Kunzler e o atentado contra dez viaturas da Brigada Militar, tudo esta semana, mais este incêndio na zona Norte de Porto Alegre, são apenas as pontas mais visíveis do desmonte que o atual governo implementa na área da segurança pública do RS.

. Equipes de bombeiros se revezaram na manhã desta quarta-feira no trabalho de rescaldo do incêndio que atingiu duas fábricas no entorno do shopping DC Navegantes, na zona Norte de Porto Alegre, porque o combate, que levou mais de cinco horas, revelou as carências de efetivo e equipamento da corporação. “Temos uma deficiência de material e pessoal histórica, mas temos tentado resolver isso”, disse o comandante do Corpo de Bombeiros do Rio Grande do Sul, coronel Eviltom Pereira Diaz, em entrevista à Rádio Guaíba.Apesar de as viaturas chegarem à zona norte poucos minutos após o chamado, foi preciso esperar uma hora até que uma segunda escada Magirus, por exemplo, fosse levada até o local. Enquanto isso, os bombeiros utilizaram a única escada mecânica disponível na cidade. Os bombeiros precisaram até de caminhão-pipa porque faltou água. 

. Atualmente há 2,6 mil bombeiros no Estado. Ano passado foram contratados 600.

. Para o futuro, um futuro cada vez mais distante, nos próximos governos, deve ocorrer outro concurso público para contratação de mais 400. Também para algum tempo futuro,  31 novos caminhões devem ser adquiridos, três para Porto Alegre. 

. Somente nessa ocorrência de hoje,  foram utilizadas sete das oito viaturas da Capital e 50 combatentes, com apoio de unidades de Canoas, Charqueadas e Eldorado do Sul. 

. Os estabelecimentos não tinham alvará contra incêndio e um deles não possuía Plano de Prevenção Contra Incêndio (PPCI). 

Esta tarde, 18h, diretor da CME, controladora da Bolsa de Chicago, falará em Porto Alegre sobre a maior bolsa de derivativos do mundo

Será esta tarde, 18h, o evento promovido por Leandro & Stormer e XP, intitulado “Conheça a maior Bolsa de Derivativos do Mundo”. Vai falar o diretor de Marketing do CME Group, controlador da Bolsa de Chicago,. David Gibbs.

. A participação é gratuita, mas os convidados devem pedir inscrição pelo e-mail leandro@leandrostormer.com.br

. David Gibbs estará até as 20h no salão de eventos do Edifício FK, sede da Leandro & Stormer, rua Antonio Carlos Berta 645. 


Bandidos petistas do Mensalão promovem até feijoada na cadeia. Diretor cai depois das festas.

As mordomias concedidas aos mensaleiros encarcerados no Complexo Penitenciário da Papuda causaram mais uma baixa: Afonso Emílio Alvares Dourado pediu demissão da diretoria do Centro de Progressão Penitenciária (CPP), unidade que abriga os detentos que cumprem pena no regime semiaberto e já obtiveram direito ao trabalho externo.
A saída de Dourado foi a segunda baixa no CPP em menos de dez dias: o vice-diretor da unidade, Emerson Antonio Bernardes, foi demitido do cargo no dia 19 depois de discordar dos privilégios concedidos ao ex-tesoureiro petista Delúbio Soares.
. Segundo os promotores que investigam o caso, os bandidos mensaleiros promoveram até uma feijoada e outras supostas irregularidades no Centro de Internamento de Reeducação (CIR), onde está preso o ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu, e no Centro de Progressão Penitenciária (CPP), onde o ex-tesoureiro do PT, Delúbio Soares, cumpre pena. 

. O órgão também cobrou da Vara de Execuções Penais do DF que intime o governador do DF, Agnelo Queiroz, a adotar de providências, caso contrário pedirá a transferência de todos eles para outras penitenciárias, o que inclui o Presídio Central de Porto Alegre. 


STF aceitará, esta tarde, embargos apresentados pelos bandidos petistas Zé Dirceu, Zé Genoíno, Delúbio e João Paulo

A canalha petista do Mensalão continuará atrás das grades pelas roubalheiras que cometeu, aconteça o que acontecer na sessão de hoje do STF. 



O Supremo começa a votar hoje a tarde os embargos infringentes. É uma nova votação, não um novo julgamento.  A questão principal diz respeito à formação de quadrilha. 

. Se todos mantiverem seus respectivos votos, o placar começa com 5 a 4 contra Dirceu. A decisão ficará com os dois mais recentes ministros da casa: Teori Zavascki e Roberto Barroso. Zavascki e Barroso votarão pela absolvição. O mais provável, então, é que Dirceu, condenado por 6 a 4 na primeira votação, seja agora absolvido do crime de quadrilha por 6 a 5.

. Delúbio Soares e José Genoino estão em situação idêntica, também pelo crime de quadrilha.

. O caso de João Paulo Cunha começa diferente, mas termina igual. Ele foi condenado por corrupção passiva, peculato e lavagem de dinheiro. Neste último crime, a condenação se deu por 6 a 5.

. O mais provável é que Dirceu, Genoino e Delúbio se livrem do crime de quadrilha, cumprindo pena só por corrupção ativa, e que João Paulo se livre do crime de lavagem de dinheiro, permanecendo preso por peculato e corrupção passiva. Mas todos em regime semiaberto.

. Quem apostou em pizza no julgamento do Mensalão não errou completamente. 

A "nova hipótese" do governo do PT introduziu a ausência da segurança no RS

Os auxiliares do governador Tarso Genro compraram bem a idéia da nova ordem mundial, tudo nascido do pensamento do mais novo guia genial dos povos. 



O adjetivo que o advogado gaúcho Paulo Roberto Ferreira Rodrigues encontrou para o inaceitável artigo assinado pelo comandante da Brigada do RS no dia 21 não podia ser mais perfeito:

- Estarrecedor.

. O artigo foi intitulado “Justiça, razão e força”. O comandante argumenta que se inaugura uma “nova hipótese” na relação de segurança pública do Estado, certamente a "nova ordem" do governo do seu Partido, o PT, e do seu sábio governador, Tarso Genro.

. Ao final e ao cabo, a leitura do artigo conduz à sensação de "deixa como está porque nada será feito”.

. Escreve o advogado Ferreira Rodrigues em Zero Hora de hoje:

- A chamada “nova hipótese” apregoada, que estabelece o diálogo e a razão como fatores de superação da força, não pode ser usada como justificativa para a omissão e o descaso, especificamente na greve no transporte coletivo da Capital. Ficou patente que a ordem foi ferida com a impossibilidade de cerca de 1 milhão de usuários exercerem o direito ao transporte público, enquanto nas garagens uma minoria impedia que dezenas de profissionais pudessem trabalhar.Assim, que ordem, que direito, que incolumidade pessoal ou patrimonial foram preservados ou mantidos pela Brigada Militar?
Ao se referir à doutrina anterior que visava impedir que os trabalhadores se organizassem em piquetes e os obrigassem a trabalhar pela força, afirmou que isso ocorria em infringência à lei, pois é ela assegura aos trabalhadores o direito a piquetes.
Nesse aspecto, demonstrou a quem se destinou o privilégio da superada ideologia, pois o papel da Brigada no episódio quinzenal foi de proteção aos piquetes assegurando que estes poderiam impedir que outros profissionais pudessem trabalhar se o desejassem e deixou milhares de usuários sem transporte coletivo. É assustador, pois o privilégio dado à minoria causou insofismável desordem aos munícipes. E pasmem! Sob atentos olhares da Brigada Militar.

CLIQUE AQUI para ler todo o artigo. 
CLIQUE AQUI para ler, também, editorial da própria Zero Hora, intitulado "Barbárie Diária".


Novo Centrão decidiu apoiar investigação da oposição sobre escândalo da Petrobrás na Holanda

O repórter Eduardo Bresciani, Estadão, informa hoje as principais movimentações do novo bloco formado na Câmara dos Deputados, o Novo Centrão, integrado por oito partidos . Os deputados decidiram nesta terça-feira, 25, apoiar o pedido da oposição de uma comissão externa para acompanhar as investigações na Holanda sobre um esquema de pagamento de subornos a empresas no qual a Petrobrás é mencionada. 

Apesar do tom das propostas, os líderes sustentam que o bloco não pode ser visto como rebelião, mas como uma tentativa de influenciar os rumos do governo. Os deputados querem pressionar o governo para obter mais espaço na reforma ministerial e conseguir liberação de verbas para suas áreas. Eles não dizem isto, mas é isto. 

. O encontro desta terça-feira aconteceu na residência do líder do PMDB, Eduardo Cunha (RJ). Estiveram presentes também representantes de PP, PR, PTB, PDT, PSC, além do oposicionista SDD. 

Investigação na Petrobrás - Na reunião, os parlamentares decidiram apoiar o pedido da oposição para investigar as denúncias sobre a Petrobras por meio de uma comissão externa. Investigação na Holanda apura se a empresa SBM pagou propina a funcionários da estatal brasileira em negócios envolvendo a compra de plataformas. 

Marco Civil da Internet - Os parlamentares discutiram ainda o Marco Civil da Internet. O líder do PMDB comanda a resistência ao eixo central do projeto, a chamada neutralidade da rede, que proíbe as empresas de depreciar conexões de acordo com conteúdo. A intenção dele é explicitar que as empresas poderão vender pacotes de dados e com velocidades diferentes. 

Dinheiro para os consumidores de energia - Os deputados decidiram ainda trabalhar nas próximas semanas pela aprovação de uma proposta que pode levar as distribuidoras de energia a ressarcir os consumidores por um erro na conta de luz entre 2002 e 2009. Leia tudo:

Inadimplência de empresas cresceu 11,1% em janeiro

O Indicador Serasa Experian de Inadimplência das Empresas registrou em janeiro deste ano crescimento de 11,3%, na comparação com dezembro de 2013. Na variação anual – janeiro de 2014 contra o mesmo mês de 2013 – o indicador também apresentou alta de 11,1%.

Busatto ataca de novo a Operação Kilowatt. Oposição poderá pedir CPI na Assembléia.

Foi constrangedor o espetáculo protagonizado pelos secretários Luiz Carlos Busatto e José Clovis Azevedo na reunião de ontem na Comissão de Educação da Assembléia, quando ambos foram convidados a falar sobre a Operação Kilowatt, desencadeada pela Polícia Civil a pedido do secretário Azevedo, visando atacar o seu colega Busatto. Na Assembléia, Busatto manteve a posição de defesa dos seus atos e dos seus auxiliares. Não retrocedeu um milímetro, deixando o governo em situação constrangedora.

. O secretário de Obras, que é do PTB, disse com todas as letras que as”denúncias” que deram origem à Operação Kilowatt foram “levianas”, o que significa que também o inquérito da Polícia Civil foi “leviano”, já que este encampou as denúncias, o governo mandou demitir toda a cúpula da secretaria de Busatto, inclusive seu braço direito, e o governador promoveu verdadeira intervenção branca na área, nomeando um advogado petista de confiança para vigiar as ações do secretário Luiz Carlos Busatto.

. A oposição percebeu todas as contradições.

. Só não tocará nova CPI se não quiser investigar nada.

. Os deputados Jorge Pozzobom e Marcelo Moraes querem ouvir os protagonistas da Operação Kilowatt, inclusive o braço direito do secretário Busatto, a quem o tucano trata como Mr. 10%. 

PP ainda acha que Manuela poderá apoiar Ana Amélia

O PP não descarta o apoio da deputada Manuela D’Ávila à candidatura de Ana Amélia ao Piratini. O PP quer deixar Tarso sem aliados no seu campo ideológico, tornando-se refém do PTB de Sérgio Zambiasi.

PSB gaúcho continua vacilando entre PMDB e PP. Decisão só sairá depois da pré-convenção do PMDB.

A presença do senador Pedro Simon ao seminário realizado sábado em Porto Alegre pelo governador Eduardo Campos foi mais simbólica do que se pensa. É que o PSB aguardará a pré-convenção do dia 15 de março para decidir se fica com o PMDB ou com o PP.

. O PP está em vantagem, porque já tem uma candidatura consolidada ao Piratini – e vitoriosa até este momento.

. Acontece que o PSB tem mais identidade ideológica com o PMDB de Simon, que no entanto encontra dificuldade para emplacar seu candidato, o ex-prefeito José Sartori.

. Nesta quarta-feira, notas vazadas pelos verdes e pelos socialistas, revelam que Marina não quer saber de Ana Amélia e pressiona pela candidatura própria de Beto Albuquerque, porque tem compromissos com Simon para o Senado. Acontece que Beto não é candidato ao Piratini e Simon não é candidato ao Senado.