Bandidos petistas do Mensalão promovem até feijoada na cadeia. Diretor cai depois das festas.

As mordomias concedidas aos mensaleiros encarcerados no Complexo Penitenciário da Papuda causaram mais uma baixa: Afonso Emílio Alvares Dourado pediu demissão da diretoria do Centro de Progressão Penitenciária (CPP), unidade que abriga os detentos que cumprem pena no regime semiaberto e já obtiveram direito ao trabalho externo.
A saída de Dourado foi a segunda baixa no CPP em menos de dez dias: o vice-diretor da unidade, Emerson Antonio Bernardes, foi demitido do cargo no dia 19 depois de discordar dos privilégios concedidos ao ex-tesoureiro petista Delúbio Soares.
. Segundo os promotores que investigam o caso, os bandidos mensaleiros promoveram até uma feijoada e outras supostas irregularidades no Centro de Internamento de Reeducação (CIR), onde está preso o ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu, e no Centro de Progressão Penitenciária (CPP), onde o ex-tesoureiro do PT, Delúbio Soares, cumpre pena. 

. O órgão também cobrou da Vara de Execuções Penais do DF que intime o governador do DF, Agnelo Queiroz, a adotar de providências, caso contrário pedirá a transferência de todos eles para outras penitenciárias, o que inclui o Presídio Central de Porto Alegre. 


16 comentários:

Anônimo disse...

O Sgarbi sumiu, deve estar lá lavando as cuecas do Dirceu!!!

Anônimo disse...

Se for assim, finalmente o Tarso vai dar um jeito no PC. Vai virar presidio de primeiro mundo, só para receber os amiguinhos...

Unknown disse...

Olha, a avacalhação no sistema prisional brasileiro é tão grande que isso não surpreende quem, por razões profissionais, atua no meio.

Quem tem grana, prestígio ou as duas coisas junto não fica mal. Já presenciei fazendeiro preso na cadeia pública de Anápolis/GO fazendo churrasco, regado a cerveja e Whisky e belas acompanhantes, em confraternização com outros presos e a guarda do presídio. E foi só um dos casos que conheço.

Então imagina o que não fazem esses aí ...

Unknown disse...

Olha, a avacalhação no sistema prisional brasileiro é tão grande que isso não surpreende quem, por razões profissionais, atua no meio.

Quem tem grana, prestígio ou as duas coisas junto não fica mal. Já presenciei fazendeiro preso na cadeia pública de Anápolis/GO fazendo churrasco, regado a cerveja e Whisky e belas acompanhantes, em confraternização com outros presos e a guarda do presídio. E foi só um dos casos que conheço.

Então imagina o que não fazem esses aí ...

Anônimo disse...

Políbio,

Presídio Central seria a cereja no bolo do Mensalão!!

Tarsinho, oferece o Central "prus cumpanhero"!!

JulioK

Anônimo disse...

O PRÓXIMO PASSO SERÃO BACANAIS E SURUBAS COM A JEAN MARY CORNER...

Anônimo disse...

Carlos Sgarbi foi o cozinheiro, não acredito que ele possa ser o tempero.


Cosip disse...

Com a palavra o Ministério Público... Opa... melhor não!!!

Cosip disse...

Com a palavra o Ministério Público... Opa... melhor não!!!

Anônimo disse...

É, por isso, que eu acho melhor o MENSALEIRO Pizzolato cumprir pena na Itália, porque se for enviado para o Brasil vai deitar e rolar na cara dos brasileiros.Além do mais, ninguém fala na possibilidade de os bandidos Petistas devolverem o dinheiro público que desviaram.

Anônimo disse...

Corrompem até o presídio!

Anônimo disse...

APERTA DE UM LADO SAI DO OUTRO,, INFELISMENTE,, O HOMEM ,, ESTA DANDO UMA BALAIADA NO DEMONIO,,,SO COISA RUIM !!!!

Cap Caverna disse...

E porque voces acham que os presidios viraram SPA? Eles a PaTifaria (des)governante, sabe que terão de tirar umas temporadas recolhidos, então deixam a coisa correr solta com os outros colegas de bandidagem deles, para poderem usufruir dos beneficios!

Anônimo disse...

São uma organização criminosa perfeita, corrompem até os presídios.

Anônimo disse...

Esses pilantras do PT deveriam é comer capim...pela raiz!

Anônimo disse...

Perguntar não ofende: Editor pergunta para o Dr Paiani em que pé a denuncia que ele fez contra o Governo Yeda, onde consta que um Sgt fez mais de 10 mil pesquisas no sistema integrado da Secretaria de Segurança Pública contra politicos e pessoas inimigas do sistema, digo, do governo.