Manuela é agora a presidente dos comunistas do PCdoB do RS

Ao lado, cenas da convenção do PCdoB em Porto Alegre, que elegeu Manuela para sua presidência.



Deputada federal mais votada da história do Rio Grande do Sul, Manuela D'Ávila (PCdoB-RS) conquistou mais triunfo ao ser eleita como a primeira presidente mulher do seu partido no Estado, foi o que informou neste domingo o site www.brasil247.com.br, de quem são todo o texto a seguir e a montagem das fotos ao lado. Leia mais:

N este sábado, ao jornal O Globo, a comunista anunciou que, após oito anos, não pretende mais concorrer à Câmara, mas sim a uma vaga na Assembleia do RS em 2014. Ela não falou nada sobre as postagens feitas pelo editor na semana passada, revelando que foi a única candidata a prefeito a ter suas contas rejeitadas. Manuela também nada disse sobre novas revelações sobre o uso do dinheiro do governo Tarso para financiar sua fracassada campanha e nem sobre os calotes aplicados em cima de vários colaboradores contratados para servi-la nas eleições de 2012.

. Eleita a deputada federal mais votada da história do Rio Grande do Sul, Manuela D'Ávila (PCdoB-RS) conquistou mais triunfo e se elegeu como a primeira presidente mulher do seu partido no estado. "Hoje é um dia muito importante e de muita emoção para mim. Fui eleita presidente estadual do PCdoB-RS. Um desafio gigantesco", postou a parlamentar em sua página do Facebook. Ao jornal O Globo, a comunista, falou, neste sábado (12), sobre a sua decisão de tentar uma vaga na Assembleia do RS em 2014 e acerca de outros fatos como a eleição do pastor Marco Feliciano (PSC-SP) para presidir a Comissão de Direitos Humanos da Câmara, que, segundo ela, também tem o seu lado positivo.


. Questionada sobre se a sua decisão em a ver com os protestos que vêm ocorrendo nas ruas, Manuela reforçou a necessidade de estar mais próximas dos movimentos sociais

A carona que Gabas deu a Dilma na sua moto vai levá-lo à chefia da Casa Civil

A presidente Dilma Rousseff já parece ter tomado a decisão de levar para a Casa Civil o atual secretário Executivo do ministério da Previdência, Carlos Gabas. É que Gleise Hoffman sairá do governo para disputar o governo do Paraná.

. O mérito de Carlos Gabas é ter dado carona a Dilma na sua moto, numa escapada que a presidente fez no dia 4 de agosto.

. Dilma Rousseff gostou tanto do piloto que irá levá-lo ao Planalto, mas ela também parece ter gostado da moto, porque decidiu que aprenderá a pilotar e resolveu comprar uma Harley.

CLIQUE AQUI para ler a reportagem “Garupa nunca mais”, assinada por Valdo Cruz e Julianna Sofia, na Folha deste domingo.

Brasil: fim de ano do varejo deve ser de vendas fracas

Os fracos números de vendas do varejo desde o início de 2013 devem se repetir neste fim de ano. De acordo com as previsões da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), as compras de Natal devem registrar aumento de apenas 4,8% este ano.

. Se a previsão se confirmar, será o pior resultado do varejo desde 2004, ano que registrou aumento de 4,3% nas vendas. No entanto, os principais setores do varejo devem compensar esse fraco desempenho. Os móveis e eletrodomésticos devem crescer 9,3% e entre os eletroeletrônicos e brinquedos, a alta deve ser de 6,1%.

. As vendas em todas as datas comemorativas deste ano apresentaram uma redução generalizada em relação aos mesmos períodos de 2012, e o Dia das Crianças também deve seguir a tendência. A CNC prevê um aumento de apenas 4,9% nas vendas deste 12 de outubro, contra a notável marca de 8% de elevação nas compras do ano passado.

Servidores do Grupo Hospitalar Conceição farão protesto na terça-feira

A Associação dos Servidores do Grupo Hospitalar Conceição (Aserghc) convocou um ato de protesto para a próxima terça-feira, em frente ao Hospital Conceição, a partir das 14h, contra as condições de trabalho e a falta de diálogo da gestão do GHC com as categorias.

. A Associação, que reúne enfermeiros, farmacêuticos, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, assistentes sociais, técnicos e auxiliares em radiologia, técnicos em segurança, nutricionistas e psicólogos, alega que a direção não cumpriu o acordo firmado há um ano e volta a pedir redução da jornada de trabalho de 180 horas para 150 horas e garantia de folga, entre outros pontos.

. Os servidores não descartam programar uma nova paralisação de suas atividades nos três hospitais pertencentes ao GHC - Conceição, Cristo Redentor e Fêmina, nas 12 unidades básicas de atendimento da instituição e na Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) Moacyr Scliar, na zona Norte da Capital.

Cristina Kirchner recebe alta e inicia repouso por um mês

A presidente da Argentina, Cristina Kirchner, recebeu alta médica neste domingo, cinco dias após uma cirurgia para retirada de um coágulo do cérebro, e deve continuar em recuperação na residência oficial de Olivos. O boletim divulgado pela equipe médica informa que ela fará “repouso estrito” durante 30 dias, e não poderá viajar de avião até fazer novos exames. Os pontos na cabeça serão retirados daqui a cinco dias.

. O coágulo, entre a meninge e o cérebro, apareceu depois que a presidenta sofreu uma batida na cabeça em agosto passado. A tomografia computadorizada, feita na época, não registrou o hematoma, mas o sangue foi se acumulando aos poucos até pressionar o cérebro e provocar os primeiros sintomas: arritmia e formigamento no braço. A presidenta internou-se na segunda-feira (7) e o coágulo foi retirado no dia seguinte.

Em Pernambuco, Eduardo Campos pratica a "velha política"

Depois da aliança com Marina, ocorrida há apenas uma semana, Eduardo Campos mais do que dobrou suas intenções de votos, foi para dois dígitos, ameaça Aécio, que está na segunda posição e tomou conta do noticiário principal das grandes revistas semanais (veja ao lado).

Crítico ao que chama de “política mofada” e das “raposas” do cenário nacional, o governador de Pernambuco e presidenciável Eduardo Campos (PSB) segue em casa a lógica tradicional. Dono de uma coligação de 14 partidos, Campos aloja em sua administração os aliados que o ajudaram na eleição de 2006 e na reeleição em 2010.


. O presidente nacional do PSB, que prega ter chegado “a hora de aposentar um bocado de raposas que já encheram a paciência do povo brasileiro’ governa ao lado de aliados como o deputado federal Inocêncio Oliveira (PR), o ex-presidente da Câmara dos Deputados  Severino Cavalcanti e quadros oriundos do PFL, como o ex-governador Joaquim Francisco, convertido por Campos ao socialismo ao ser indicado suplente de senador pelo estado.

Presidente do PSDB diz que "Aécio pode sair de Minas com 4 milhões de votos"

De volta à política após quase 15 anos afastado, o ex-ministro, ex-deputado federal e ex-prefeito de Belo Horizonte, Pimenta da Veiga (PSDB), assumiu a presidência do Instituto Teotônio Vilela em Minas com a missão de coordenar no Estado a campanha do presidenciável tucano Aécio Neves (MG) à Presidência.

Veja abaixo alguns trechos de sua entrevista para o jornal O Estado de São Paulo deste domingo:

Estadão - O nome do senhor voltou à tona inclusive para disputar o governo, Tem essa disposição?
Pimenta - Minha tarefa fundamental é ajudar a organizar 0 Estado para um grande movimento político que está se iniciando e que, espero, tenha caráter nacional. É importante que comece em Minas, porque muitos dos principais movimentos políticos da história nacional começaram aqui. Estamos marcando reuniões regionais para politizar a vida do Estado de maneira que os mineiros compreendam as oportunidades que se abrem agora.

Estadão - O senhor se refere à provável candidatura do senador Aécio Neves à Presidência?
Pimenta - Sim. Porque há 60 anos houve um movimento igual em torno do Juscelíno Kubitschek e foi fundamental para a eleição dele. Ele se elegeu por causa de Minas. Precisamos repetir isso em tomo de Aécio. Se conseguirmos o que prego, podemos sair daqui com 4 milhões de votos. Isso fará a diferença.

Estadão - O senhor fala isso já dando como certa a candidatura de Aécio. E o ex-governador José Serra?
Pimenta - A data símbolo de 5 de outubro foi muito boa para nós por várias razões. Mas, sobretudo, porque pregavam que o PSDB perderia pedaços e que o ex-governador Serra deixaria o partido. Nada disso ocorreu. Estou certo de que Serra que é uma das melhores figuras do partido, estará inteiramente integrado nesse esforço que esta! Nós começando em Minas.

Recuperação da imagem de Dilma perde força. Ela está congelada.

O índice de aprovação da presidente Dilma Rousseff oscilou dois pontos para cima desde a pesquisa Datafolha de agosto e atinge 38%, mostra o levantamento da última sexta. Sua imagem está congelada.

. Em relação à pesquisa de junho, feita logo após o auge da onda de protestos pelo país, a atual taxa de aprovação está oito pontos percentuais maior. Naquela ocasião, Dilma obteve 30% de aprovação, seu pior índice desde a posse, em janeiro de 2011.


. A aprovação é a soma das avaliações “ótimo” e “bom” na pergunta sobre o desempenho do governo. Os dados mostram que a recuperação da imagem da presidente continua, mas perdeu força no período mais recente.

O novo metrô vai para a boca do lobo (Trensurb/Invepar)

Pouca gente se deu conta que diante da insensatez eleitoreira do anúncio deste sábado, os governos federal, estadual e municipal produziram uma nova versão para o projeto do metrô de Porto Alegre. É que o anúncio da perna curta para a chamada Linha 2 (centro-Fiergs) acenada há 20 anos como a mais sensata, não tomou por base qualquer estudos de viabilidade e projetos técnicos, mas apenas uma coletânea de informações divulgadas em alguns meios de comunicação, em diferentes momentos. 

.  O novo metrô tem agora uma versão encenada, cujo primeiro sinal foi dado na sexta-feira quando o prefeito José Fortunati falou pela primeira vez no novo metrô de papel. O que ele disse:

- O encolhimento do metrô, que antes de sair do papel perdeu um terço da extensão prevista inicialmente, foi motivado pela descoberta de que a área próxima à Fiergs era inadequada para um complexo de manutenção dos trens. 

.  Por isto, a nova configuração prevê um ramal de 1,4 quilômetros da Estação Cairu até uma área da antiga Rede Ferroviária Federal, hoje pertencente à Trensurb, onde será construído o pátio de manutenção. 

LEIA nota a seguir sobre o desconforto da equipe técnica que estuda a obra em Porto Alegre. 

A quem interessa o corte de 1/3 na extensão da primeira linha do metrô de Porto Alegre?

Como não foram capazes de “descobrir”, antes de sábado, que a área próxima à Fiergs era inadequada para a montagem de um complexo de área de manobras e manutenção para o novo metrô de Porto Alegre ?Alás,inadequada para que ou para quem, capando o trecho final dos trilhos ? Afinal de contas, existe uma equipe do Escritório Técnico para implantação do metrô, localizado na Avenida Padre Cacique nº 290, Praia de Belas, compostas por 20 servidores municipais incluindo engenheiros, arquitetos, administradores e advogados, reunindo a Secretaria Municipal de Transportes (SMT), Empresa Pública de Transportes e Circulação (EPTC), Secretaria Municipal de Gestão e Acompanhamento Estratégico (Smgae), Secretaria Municipal de Obras e Viação (Smov) e a Procuradoria-Geral do Município (PGM), mais a participação em termos de cooperação com a Trensurb, a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs) e o governo estadual, justamente montada para ampliar os referenciais técnicos e tecnológicos e qualificar tudo. Eles contam asté com uma parceria com a experiência do Metrô de São Paulo

. É deprimente o uso, com certeza não autorizado, de alguns profissionais e instituições para ‘esquentar’ versões. Como alguns participantes desta equipe devem estar se sentindo, em silêncio, vendo seus históricos e qualificações serem denegridos?

. o editor lembra que Luis Henrique Chagas e Henrique Frozza, diretores do Sindimetrô-RS, também em abril de 2013, fizeram denúncias graves sobre a aliança que Marco Arildo, ex-presidente do Trensurb,  teria estabelecido com a atual diretoria do Trensurb, visando privatizar a estatal federal, juntando-a com o novo metrô, tudo para beneficiar a Invepar (OAS). Leia:

“Toda essa ação começa pelo sucateamento da empresa como um todo (o que já está acontecendo), aumento da passagem, arrocho salarial e demissões dos funcionários de carreira, aumento nos cargos e salários de CCs e FGs. Isto teria como resultado a própria desvalorização da estatal no caso de absorção pela PPP. O metrô POA é um projeto tocado pela prefeitura de Porto Alegre, mas o Trensurb é empresa estatal federal. Caso os dois projetos sejam unificados, seria preciso costurar um bom acordo entre os governos municipal e federal”.

Opinião - Dilma fala falsamente sobre um metrô que já estaria em obras na cidade

OPINIÃO
Dilma fala falsamente sobre um metrô que já estaria em obras na cidade

Em tuitada postado no próprio sábado à noite, Dilma Rousseff refere-se à obra do metrô de Porto Alegre como já sendo executada. Leia o texto:
-  Isso mudou. O Brasil pode e deve fazer metrôs. Como estamos fazendo em POA, Curitiba, BH, Salvador, Fortaleza, Recife, Brasília, Rio e SP.

.  Ahn ? Heim? Pois é.. apesar de que em outro tuíter, logo depois, ela dizer:
- Os brasileiros e os porto-alegrenses merecem e precisam de metrô. Vamos construí-los.

. Ou o tuiteiro ghos writter não domina bem os tempos verbais ou são os neurônios dela atrapalhando o tuiteiro.  Na verdade acho que é a consciência do calote eleitoral cobrando passagem.
Luiz Vicente Cardoso, Porto Alegre.

CLIQUE AQUI para ler as tuitadas de Dilma.

Artigo, Guilherme Fiuza - Dilma dá lição de espionagem a Obama

Neste artigo para a revista Época desta semana, o jornalista Guilherme Fiuza usa de muita ironia ao iniciar o texto com a informação de que Dilma foi à ONU e acabou com Barack Obama. Leia com espírito aberto:

Lendo com fúria o discurso terceiro-mundista que algum Marco Aurélio Garcia ajuntou para ela, deixou os yankees apavorados. Falando sobre espionagem digital, a presidente brasileira deu uma lição de direito e democracia aos americanos, com sua autoridade de aliada de Cuba, Irã, Síria e Venezuela. E Dilma fez mais: cancelou a visita que faria neste mês aos Estados Unidos. A maior potência mundial talvez não resista a esse golpe.

. Obama inventou uma briguinha com o Congresso e fez seu governo parar de funcionar - tudo para ganhar tempo e pensar o que fará sem Dilma. A Casa Branca estaria tentando negociar pelo menos a substituição dela por outra grande líder do Brasil transparente - como Erenice Guerra ou Rosemary Noronha -, mas o Planalto estaria irredutível.

. A ética petista não transige com espiões, não tolera governos que abusam de seu poder para fins de dominação política. Tanto que a espionagem do sigilo bancário do caseiro Francenildo foi feita sem qualquer invasão de privacidade,  a conta era num banco estatal, e as estatais, como se sabe, são deles, e ninguém tem nada com isso. Inclusive, Marcos Valério levava tranquilamente sacos de dinheiro do Banco do Brasil para o PT, tudo em casa. Agora os Estados Unidos aprenderão com Dilma a respeitar o que é dos outros.

CLIQUE AQUI para ler todo o artigo.