Governo melhora contas públicas com "reforço" de dividendos inesperados do Bndes

Depois da frustração com o resultado das contas públicas em janeiro, o governo federal decidiu reforçar seu caixa com dividendos do BNDES, o banco estatal de desenvolvimento. O Tesouro Nacional autorizou ontem o resgate de R$ 2 bilhões em títulos públicos que estavam com a instituição financeira. A medida é retroativa a fevereiro. Por isso, o dinheiro vai aparecer como receita e engordar o superavit primário do segundo mês do ano, cujo resultado será divulgado no fim de março.

O BNDES foi a instituição que mais pagou dividendos ao Tesouro no ano passado, com o repasse de quase R$ 7 bilhões, mais de 40% do total recebido das estatais. A previsão do governo federal é de uma receita de R$ 24 bilhões em dividendos em 2014, aumento de 40% em relação a 2013, considerando todas as empresas federais.

Essa fonte de recursos garante, sozinha, cerca de um quarto da meta de superávit do setor público do ano.

Os R$ 2 bilhões se referem ao repasse de parte do lucro do BNDES no ano passado. Na primeira versão da portaria que autorizou a operação, publicada nesta quinta-feira, foi informado que se tratava de uma antecipação de dividendos. O Tesouro, no entanto, retificou a informação e disse que se trata de um pagamento normal de dividendo, referente a um lucro já divulgado, e não da distribuição de dinheiro de lucros futuros.

A antecipação de dividendos foi um artifício contábil utilizado pelo governo em 2012 para engordar o superávit primário daquele ano.

- A piora nas contas públicas no governo Dilma Rousseff tem sido apontada pelo mercado como uma das principais fragilidades da economia brasileira. Um superávit maior ajuda a reduzir a dívida pública e contribui para o controle da inflação.

Dilma e o PT transformaram o Palácio da Alvorada em comitê eleitoral

Leia na íntegra:

Diz o artigo 73 da Lei Eleitoral: é proibido aos agentes públicos “ceder ou usar, em benefício de candidato, partido político ou coligação, bens móveis ou imóveis pertencentes à administração direta ou indireta da União, dos Estados, do Distrito Federal, dos Territórios e dos Municípios.”
Certas leis implicam com muita gente. Mas pouca gente implica com certas ilegalidades. Preocupados assegurar ao povo brasileiro a felicidade de mais quatro anos de presidência petista, Dilma, Lula e Cia. converteram o Palácio da Alvorada em comitê reeleitoral.
O Alvorada já sediou pelo menos quatro encontros de campanha.
CLIQUE AQUI para ler tudo.

CPI da CEEE será instalada dia 12

A CPI da CEEE será instalada no dia 12 de março na Assembleia Legislativa, às 11h30min, em cerimônia no Salão Júlio de Castilhos. A data foi definida pelo presidente da Casa, Gilmar Sossela e o presidente da CPI, deputado Lucas Redecker.


INSCREVA-SE AGORA
WORKSHOP "MARKETING POLÍTICO DE OPOSIÇÃO"
Dias 22 e 23 de março, Plaza, Porto Alegre.
9 especialistas contam tudo sobre montagem de comitês, captação de recursos, prestação de contas, estratégias de marketing, rádio, TV, jornal, internet, pesquisas, legislação
Informações: (051) 3061.0741 ou pelo e-mail polibio.braga@uol.com.br
CLIQUE AQUI para examinar toda a programação e saber como se inscrever.

PT repele ultimato do PMDB

Ruy Falcão, presidente nacional do PT, sobre fogo amigo disparado pelo líder do PMDB na Câmara, Eduardo Cunha:

- Não aceito que Cunha faça ultimatos a nós.

FHC, Arias, Lagos e Alejandro Toledo clamam por ajuda internacional aos democratas da Venezuela

Estes são os cúmplices que os quatro ex-presidentes não denunciaram.



Fernando Henrique Cardoso, Oscar Arias Sánchez (Costa Rica), Ricardo Lagos (Chile) e Alejandro Toledo (Peru) resolveram divulgar declaração conjunta nesta quinta-feira, denunciando que existe "criminalização", por parte do governo de Nicolás Maduro, ao "protesto cívico e da oposição democrática" na Venezuela.

. Intitulando-se "amigos da democracia venezuelana", os quatro ex-chefes de governo fazem apelo e clamam à comunidade internacional para que haja investigação contra as denúncias de tortura, o fim das "restrições à imprensa", "fim imediato das perseguições contra os estudantes" e debate promovido pelo governo venezuelano.

. No final de semana, FHC já havia criticado a "timidez de nosso governo" diante da crise.

. A verdade é que o governo brasileiro não está nem um pouco tímido diante da crise, mas assumiu posição ativa ao lado do regime opressor bolivariano, tendo enviado a Caracas, esta semana, o assessor presidencial para assuntos internacionais, o gaúcho Marco Aurélio Garcia, que foi levar a solidariedade de Dilma ao presidente Nicolás Maduro.

. O cerco internacional ao moribundo regime chavista e as jornadas internas de protesto, parecem marcar uma via sem retorno para o atual governo. 

Veja a Declaração Conjunta sobre a Venezuela.

Leia com atenção cada um dos 19 projetos do novo Pacotarso.

O governador Tarso Genro estava tão apressado para arrumar as malas e embarcar para um novo convescote inútil sobre filosofia da periferia global que sequer anexou aos projetos de lei que tramitam na Casa em regime de urgência, conforme o artigo 62 da Constituição Estadual, os respectivos documentos de estimativa de impacto financeiro-orçamentário e de declaração do ordenador de despesa, conforme determina a Lei de Responsabilidade Fiscal.

. Foi preciso que o presidente da Assembléia, Gilmar Sossela, PDT, enviasse ofício ao Piratini, pedindo o cumprimento da lei.

. A sub da Casa Civil prometeu que isto será feito amanhã.

 . Na semana passada, o Executivo protocolou na Casa 19 projetos em regime de urgência (17 no dia 26 de fevereiro e dois no dia 28). As propostas passarão a trancar a pauta do plenário no fim do mês de março.
Pacotarso.

Confira os projetos em regime de urgência que o governador encaminhou na semana passada, todos em regime de urgência. Clique em cima de cada número para conhecer o inteiro teor de cada proposta.
PL 22 2014, dispõe sobre a administração do Porto de Pelotas e revoga dispositivos da Lei nº 13.602, de 3 de janeiro de 2011;
PL 23 2014, introduz alterações na Lei 8.820, de 27 de janeiro de 1989, e alterações, que instituiu o ICMS;
PL 24 2014, institui o Plano de Empregos, Funções e Salários e cria os empregos permanentes e os empregos e funções em comissão da Fundação de Articulação e Desenvolvimento de Políticas Públicas para Pessoas com Deficiência e com Altas Habilidades no Rio Grande do Sul – FADERS;
PL 25 2014,  introduz modificações na Lei nº 13.761, de 15 de julho de 2011, que institui o Cadastro Técnico Estadual de Atividades Potencialmente Poluidoras ou Utilizadoras de Recursos Ambientais, integrante do Sistema Nacional do Meio Ambiente – SISNAMA –, a Taxa de Controle e Fiscalização Ambiental – TCFA-RS –, de acordo com a Lei Federal nº 6.938, de 31 de agosto de 1981 e alterações, e dá outras providências;
PL 26 2014, institui o Plano de Empregos, Funções e Salários e cria os empregos permanentes e os empregos e funções em comissão da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado Rio Grande do Sul;
PL 27 2014, institui o Plano de Empregos, Funções e Salários e cria os empregos permanentes e os empregos e funções em comissão da Fundação Teatro São Pedro;
PL 28 2014, institui o Plano de Empregos, Funções e Salários e cria os empregos permanentes e os empregos e funções em comissão da Fundação Estadual de Planejamento Metropolitano e Regional;
PL 29 2014, institui o Plano de Empregos, Funções e Salários e cria os empregos permanentes e os empregos e funções em comissão da Fundação Escola Técnica Liberato Salzano Vieira da Cunha;
PL 30 2014, institui o Plano de Empregos, Funções e Salários e cria os empregos permanentes e os empregos e funções em comissão da Fundação de Ciência e Tecnologia;
PL 31 2014, reajusta os valores dos vencimentos básicos dos cargos do Quadro de Cargos de Provimento Efetivo do Plano de Cargos e Salários da Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária - FEPAGRO -, instituído pela Lei n.º 11.630, de 15 de maio de 2001, e alterações, reajusta os valores dos vencimentos básicos dos cargos de provimento efetivo do Quadro Especial, em extinção, criado pela Lei nº 9.963, de 7 de outubro de 1993, altera a Lei nº 11.630, de 15 de maio de 2001, e alterações, e dá outras providências;
PL 32 2014, introduz modificações na Lei nº 14.468, de 21 de janeiro de 2014, que institui o Plano de Empregos, Funções e salários e cria os empregos permanentes e os empregos e funções em comissão da Fundação de Proteção Especial do Rio Grande do Sul;
PL 33 2014, altera a Lei n.º 14.431, 8 de janeiro de 2014, que Institui o Plano de Empregos, Funções e Salários e cria os empregos permanentes e os empregos e funções em comissão da Fundação Estadual de Proteção Ambiental Henrique Luiz Roessler – FEPAM;
PL 34 2014, cria funções gratificadas no Quadro dos Cargos em Comissão e Funções Gratificadas, instituído pela Lei nº 4.914, de 31 de dezembro de 1964, e alterações, com lotação exclusiva na Secretaria da Segurança Pública;
PL 35 2014, altera a Lei n.º 14.420, de 06 de janeiro de 2014, que Institui o Plano de Empregos, Funções e Salários e cria os empregos permanentes e empregos e funções em comissão da Fundação Cultural Piratini – Rádio e Televisão;
PL 36 2014, reestrutura o Quadro de Pessoal do Departamento Estadual de Trânsito – DETRAN/RS, de que trata a Lei nº 10.955, de 30 de abril de 1997, e alterações, e altera a Lei nº 13.963, de 30 de março de 2012;
PL 37 2014, cria a Gratificação de Incentivo às Atividades Sociais, Administrativas e Econômicas – GISAE;
PL 38 2014, institui o Quadro de Pessoal da Junta Comercial do Estado do Rio Grande do Sul – JUCERGS;
PL 41 2013, autoriza o Poder Executivo a abrir créditos especiais no Orçamento do Estado;
PLC 40 2014, cria cargos na categoria funcional de Agente Penitenciário, do Quadro Especial de Servidores Penitenciários do Estado do Rio Grande do Sul, de que trata a Lei Complementar nº 13.259, de 20 de outubro de 2009, e alterações, criado pela Lei nº 9.228, de 1º de fevereiro de 1991, e alterações. 

Petistas já pensam na dobradinha Tarso-Rigotto

Já se fala na dobradinha Tarso-Rigotto no âmbito do PT do RS. A idéia é cristianizar a comunista Emília Fernandes, mas também cavalgar no eleitorado do PMDB.

Mercadante virou palavrão na prefeitura de Porto Alegre

Aloísio Mercadante virou palavrão na prefeitura de Porto Alegre. É que o bigodudo chefe da Casa Civil de Dilma dá chá de banco no prefeito José Fortunati, mesmo quando ele fala em nome da Frente Nacional de Prefeitos.

Fepam já atrasou três meses o início das obras da fábrica de caminhões Foton

Sem luz verde da Fepam para começar as obras civis programadas para dezembro do ano passado, a chinesa de caminhões Foton começa a pensar em seguir o caminho da Stemac.

Três horas para aprender tudo sobre ações, ETF's futuros, opções e títulos no mercado global

Foi agendado para 27 de março o curso de 3 horas que a gaúcha Leandro & Stormer e a XP Securities, Estados Unidos, apresentarão on line para quem estiver interessado neste tema:

- Como operar ações e ETF's, futuros, opções e títulos no mercado global.

. A apresentação será feita a partir dos escritórios da XP em Nova Iorque por Leandro Rushel, Tito Gusmão e Adriano Contrera.

. Cada inscrição custa R$ 490,00. Leandro Rushel disse hoje ao editor, em almoço em Porto Alegre, que as inscrições podem ser feitas pelo site http://www.leandrostormer.com.br/curso/2399.


Badesul diz que explicará estado atual das suas contas nesta sexta-feira

O presidente do Badesul, Marcelo Lopes, apresenta nesta sexta-feira os resultados financeiros da instituição no exercício 2013. A coletiva de imprensa será às 10h, na sede do banco.

. Desde o final do ano passado, o Badesul está sem margem para novos repasses de recursos do BNDES, mas ainda assim gasta pesadamente em publicidade institucional e de produtos. 

Ao vivo, aqui, comício-monstro de nova jornada pelo fim do regime opressor da Venezuela

Os quadrinhos ao lado falam sobre a condição atual de Maduro, uma simples marionete nas mãos dos ditadores da dinastia comunista jurássica Castro.



CLIQUE AQUI para acompanhar este novo mega-comício que ocorre em pleno centro de Caracas, capital da Venezuela, protagonizado por líderes da oposição.

. As jornadas de protesto contra a opressão do governo Maduro são cada vez mais consistentes, organizadas e amplas

. Os discursos, embora pregando a paz, reclamam a imediata substituição do regime bolivariano.

. Jornalistas de várias partes do mundo acompanham os acontecimentos, mas nenhum deles é brasileiro. Em Porto Alegre, o jornal Zero Hora, RBS, o mais importante do Estado, chegou ao ponto de mandar enviado especial para a Ucrânia, mas não quis fazer o mesmo com a Venezuela, que tem tudo a ver com o Brasil. 


Sete ativistas do grupo comunista Marighella defendem ditadura venezuelana em plena Esquina Democrática

A esquerda jurássica gaúcha sai da kombi e apóia Maduro. 


Sete ativistas comunistas da organização política Marighella ocuparam a Esquina Democrática, Porto Alegre, no início da tarde desta quinta-feira, para apoiar o governo opressor da Venezuela. 

. João Hermínio Marques, um dos sete do grupo, justificou a violência do governo Maduro desta forma politicamente incorreta:

- Os protestos, em especial na capital Caracas, têm um nível de violência muito alto, o que fez o governo reagir. 

Começou semana de desconto no shopping TOTAL, Porto Alegre

Abriu nesta segunda-feira a 21ª edição do Loucura TOTAL, com uma expectativa de superar as vendas do mesmo período do ano passado. Neste ano o Shopping TOTAL, Poerto Alegre, espera um crescimento de 12% nas vendas. Até a o dia 10 de março, os consumidores encontram milhares de itens com descontos de até 70%.

. Na quinta e no domingo, as lojas funcionarão das 12h às 22h. Já na sexta, sábado e segunda as Lojas do TOTAL funcionarão das 10h às 22h.

. Programação no site (www.shoppingtotal.com.br), na página do Facebook (www.facebook.com/ShoppingTOTAL), Twitter (@Shopping_TOTAL ) e Instragran (Totalshopping). Com a hastag #LoucuraTOTAL é possível acompanhar todas as novidades dos clientes que estão aproveitando as ofertas da campanha e postando nas redes sociais.  


Governo Tarso Genro plagia até pontos e vírgulas do projeto da oposicionista Maria Helena Sartori

O governador Tarso Genro plagiou por completo o projeto de lei 156/2013 protocolado pela deputada Maria Helena Sartori, PMDB.

. Nem vírgulas e pontos escaparam.

. A idéia também foi plagiada.

. Pior ainda: o projeto da deputada foi aprovado pelo plenário.

. O plágio é ato criminoso.

. A prova do crime é o projeto 23/2014, protocolado este mês com o Pacotarso.

. O caso é inédito na história política do RS.

. O leitor poderá comparar os dois projetos, que vão colocados na íntegra aí ao lado.

. Depois da disputa sobre a autoria da proposta que incluiu pai e mãe como dependentes no plano IPE-Saúde, a deputada Maria Helena Sartori (PMDB) também se considera vítima.

. O governador poderia ter falado com a deputada, pedir consentimento para apresentar o projeto e atribuir-lhe a idéia e o texto, mas preferiu partir para a falsificação pura e simples.


. Os dois projetos propõem a cassação da licenças de empresas que forem flagradas em crimes de adulteração do leite.

Veja o comentário do editor: Governo crepuscular já plageia até projetos inteiros da oposição no RS

Tuma Júnior diz que sob o comando de Tarso o governo Lula produziu dossiês para desmoralizar adversários

Ao lado, Tuma Júnior na foto à esquerda. Na outra foto, Tarso e Lula ouvem Paulo Li, chefe da Máfia Chinesa no Brasil, cujas ligações com Tuma Júnior decretaram sua queda. Li chegava a usar cartões de visita com a logomarca do ministério da Justiça. Tuma Júnior denuncia que sob o comando do ministro Tarso Genro, o ministério foi uma fábrica de dossiês e "atiradores de elite" contratados para assassinar reputações, sobretudo no RS.

O editor já produziu centenas e centenas de notas e reportagens nesta página e escreveu um livro, "Cabo de Guerra", para denunciar de que modo o então chefe da Políicia Federal, Tarso Genro, atual governador do RS, usou seus delegados para subjugar o governo Yeda Crusius no RS e também quebrar as pernas dos adversários dos outros Partidos, promovendo a mais devastadora campanha de assassinatos de reputação jamais vista no Estado. A Polícia Federal no RS, operada pelo delegado Ildo Gasparetto, homem de confiança de Tarso, mirou diretamente sobre Yeda Cruius, PSDB, e José Otávio Germano, PP (Operação Rodin), Eliseu Padilha, PMDB. Agora, no seu livro "Assassinato de reputações", matéria de capa da revista Veja desta semana, o delegado Tuma Júnior, ex-secretário nacional de Justiça de Tarso Genro no ministério da Justiça, confirma tudo o que o livro do editor conta e denuncia que, sob o comando de Tarso Genro, hoje governador do Rio Grande do Sul, o governo patrocinava a produção de dossiês contra adversários políticos. Ele usou e abusou da Polícia Federal, inclusive no RS, onde usou até mesmo Partidos alinhados ou laranjas.

. Está tudo no livro. Tuma Júnior avisou que tem provas de tudo. Ele é um policial experimentado. E também é filho do ex-senador Romeu Tuma, chefe da Polícia Federal de SP durante a ditadura militar e carcereiro de Lula. Em relação a Lula, Tuma Júnior faz uma acusação mais grave. Afirma que ele foi "informante da ditadura". "Eu e o Lula vivemos juntos esse momento. Ninguém me contou. Eu vi o Lula dormir na sala do meu pai. Presenciei tudo", diz o delegado.

. Tuma Júnior não só foi secretário de Tarso Genro no ministério, como foi nomeado por ele presidente da Comissão Nacional de Pirataria. No dia 6 de setembro de 2010, quando Tarso era candidato ao governo do RS, ele foi escalado para ajudar seu antigo chefe na campanha, programado para participar do evento sobre o Plano de Governo do PT no Estado, a Quinta Plenária.

.O delegado Tuma Júnior revela na reportagem de Veja que um dos alvos das campanhas de desmoralização (espionagem e formação de dossiês falsos) foi Marconi Perillo, governador de Goiás. "Só porque ele avisou o Lula da existência do mensalão", diz Tuma. Outro alvo, segundo o delegado, teria sido o ex-senador cearense Tasso Jereissati, também adversário do ex-presidente. Tuma Júnior afirma que o pedido partiu do hoje ministro Aloizio Mercadante.

. José Dirceu também é alvo de chumbo grosso. Tuma afirma que caiu do governo não em razão dos supostos vínculos com a máfia chinesa, mas por ter descoberto a "conta do mensalão" no exterior. Ela teria sido criada nas Ilhas Cayman e seria operada pelo ex-ministro da Casa Civil, hoje preso na Papuda. "Mandei cópia para o ministro Tarso Genro apurar isso, e espero resposta até hoje... Será que fui defenestrado por ter chegado à conta caribenha do mensalão?"

. Tuma Júnior afirma ainda que Celso Daniel foi alvo de um assassinato político e que recursos desviados na prefeitura de Santo André alimentavam campanhas do PT. Diz que isso foi dito a ele pelo ministro Gilberto Carvalho.

http://veja.abril.com.br/noticia/brasil/o-livro-bomb para ler o que diz Veja sobre a reportagem.

Tuma Júnior sobre Tarso Genro: "A fábrica de dossiês falsos era dele. Ele azucrinava meu ouvido como grilo falante"

Tarso e Barba comandaram juntos a fábrica de dossiês falsos contra adversários políticos, denuncia Tuma Júnior. No cartaz ao lado, leitores reclamam respostas que não chegam.

Entre 2007 e 2010, o delegado Romeu Tuma Júnior, filho do ex-senador Romeu Tuma, chefe da Polícia Federal no finalzinho da ditadura militar, ex-carcereiro de Lula, foi secretário nacional de Justiça durante a administração do atual governador do RS, Tarso Genro, a quem ajudou a eleger em 2010, fazendo campanha para ele no RS, inclusive na elaboração do Programa de Governo (leia abaixo). O delegado contou para a revista Veja deste final de semana, que foi nomeado porque Lula devia favores a seu pai, Romeu Tuma, já que ele, o pai, foi quem o recrutou para a função de informante do Dops, sob o codinome “Barba”.

. No livro que resolveu escrever, “Assassinato de Reputações”, Tuma Júnior conta que Tarso Genro comandou pessoalmente a fábrica de dossiês montada pelos governos do PT para destruir adversários.

. Quando voltar da China, segunda-feira, Tarso Genro terá que se explicar sobre estas acusações diretas do delegado de São Paulo:
- Desde 2008, o PT queria que eu vazasse os documentos enviados pela Suíça para atingir os tucanos na eleição municipal. O ministro da Justiça, Tarso genro, me pressionava pessoalmente para deixar isso vazar.
- O ministro da Justiça, Tarso Genro, estava me pressionado pessoalmente, vinha à minha orelha como um grilo falante (para vazar informações sobre o cartel dos trens).
- Eu, como secretário nacional de Justiça, investiguei casos engavetados, relacionados ao Opportunity. Mas nesse esforço, recebo um retorno diverso: Daniel Dantas aparecia como denunciante e não como réu. Embora tivesse cargo executivo no governo petista, eu suspeitava da existência de tal conta. E mais: que essa conta era a lavanderia do Mensalão no exterior (...) Mandei cópia para o ministro Tarso Genro apurar isso, e espero a resposta até hoje...
- Quando veio a resposta de Cayman (sobre a conta do Mensalão) os caras pararam tudo. Isso foi para a gaveta da Polícia Federal e do ministro Tarso Genro. Eu publico no livro o documento para dizer isto: o governo não deixou investigar isso em 2007.

. As de núncias e revelações de Romeu Tuma confirmam todas as denúncias e revelações que o editor fez em seu livro “Cabo de Guerra” A fábrica de dossiês montada pelo ministro Tarso Genro, originou perseguições implacáveis aos seus adversários do RS e o ajudaram a se eleger quase sem oposição, devastada por investigações dirigidas, prisões arbitrárias, inclusive com uso abusivo de algemas e exposição dirigida para fotógrafos e cinegrafistas de todos os prisioneiros, vazamentos sistemáticos de meias verdades e uso perverso de Partidos, ONGs e sindicatos aparelhados pelo PT e seus aliados no Estado. 

Morre o deputado federal e ex-presidente do PSDB Sérgio Guerra


O deputado federal Sérgio Guerra (PSDB-PE), ex-presidente nacional do partido, morreu na manhã desta quinta-feira no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo. Ele lutava contra um câncer e faleceu em decorrência de complicações no tratamento. Pelo Twitter, o PSDB lamentou a morte do deputado.


. Aos 66 anos, Sérgio Guerra era presidente do Instituto Teotônio Vilela (ITV), órgão de estudos e formação política ligado ao PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira), com sede em Brasília. Ele estava internado desde o início de fevereiro por conta de uma pneumonia.


Nem o governo sabe o tamanho do impacto financeiro do novo Pacotarso

Como no caso do projeto do IPE saúde (leia as duas notas abaixo), o governo não sabe que tipo de impacto financeiro causará nos cofres públicos o mais recente Pacotarso.

. Quem fez a cândida e irresponsável declaração foi a sub da Casa Civil, Mari Perusso.

. Nem o governo sabe mais o que manda para a Assembléia.

. Enquanto o governo perde o eixo, o governador passa o final de semana em Madrid, para onde foi em busca de palanque para discutir filosofia com filósofos desconhecidos, tudo voltado para um público sem importância alguma.

Altos valores de contribuição poderão inviabilizar inclusão de pais e mães no IPE Saúde

Dois projetos sobre a inclusão de pais e mães no plano IPE Saúde do governo do RS estão prontos para entrar em votação. São eles:

Projeto do deputado Paulo Odone, dia 18
Projeto do governo, dia 29

. O projeto do governo, protocolado no final de fevereiro em regime de urgência, copia os termos da proposta de Odone.

. A diferença entre ambos é quanto aos cálculos atuariais que determinarão os valores que os novos beneficiários terão que pagar:

Odone - A partir de R$ 4,4 mil haverá contrapartida, a partir de cálculo atuarial que não é especificado no projeto
Governo - A contrapartida ocorrerá a partir de qualquer vencimento do titular, mas o cálculo atuarial será feito caso a caso.

. Sem que se diga qual o valor da contribuição dos novos beneficiários, os deputados darão um tiro no escuro, o que quer dizer que poderão quebrar o IPE Saúde, que já apresenta déficit, o que seria irresponsabilidade enorme. O próprio governo, que enviou o projeto, disse hoje que "não sabe se o plano ficará acessível", o que significa que ele mesmo não sabe que tipo de proposta fez aos deputados.

. Os valores de contribuições para pais e mães será bastante salgado, o que talvez inviabilize as propostas. 

. Em planos de saúde privados, como Unimed, a contribuição de dependentes idosos ultrapassa R$ 500,00, no caso do melhor plano. 

Entrevista, Jerônimo Goergen - IPE Saúde: seis anos depois, o PT recua e faz plágio de projeto meu que o Partido recusou

Jerônimo Goergen, deputado Federal do PP do RS

O governador Tarso Genro propôs à Assembléia a aprovação de projeto que amplia para pais e mães a possibilidade de usufruírem o IPE Saúde, o Plano de Saúde do Instituto de Previdência do Estado do RS. O senhor já tinha proposto algo semelhante?
Há seis anos, quando ainda era deputado estadual, propus estender os benefícios para profissionais liberais reconhecidos como detentores de funções públicas, como os advogados. A OAB apoiou tudo na mesma hora. As bancadas do PT e do PCdoB torpedearam o projeto, alegando que o IPE Saúde quebraria. Vejo, agora, que o governo do PT recua e propõe o mesmo, só que para pais e mães de servidores.

Isto não quebra o IPE Saúde?
Ampliar a base de contribuição é algo saudável, porque ajuda a financiar o Plano, sobretudo quando os novos beneficiários não são de idade avançada. Neste caso de pais e mães, não é bem assim. De qualquer forma, num caso ou no outro, o que importa saber é como são feitos os cálculos atuariais, para quantificar o valor da contribuição de cada um.

A oposição alega que o governo não trata disso no seu projeto.
O governo diz que fará cálculo atuarial caso a caso, mas não revela que tipo de equação usará, porque isto é o determinante. A verdade é que o governo não fez cálculo algum.

O deputado Paulo Odone diz que o governo copiou projeto dele, já em tramitação.
Não conheço o projeto do deputado, mas saúdo a iniciativa dele. 

Pedidos de falência cresceram 21,8% em fevereiro

Foram realizados em fevereiro 151 pedidos de falência em todo o país, alta de 21,8% em relação aos 124 requerimentos efetuados em janeiro de 2014. É o que revela o Indicador Serasa Experian de Falências e Recuperações.

. Dos 151 requerimentos de falência efetuados em fevereiro de 2014, 77 foram de micro e pequenas empresas, 31 de médias e 43 de grandes.

. As recuperações judiciais requeridas apresentaram alta de 6,6% em fevereiro de 2014, quando comparadas com o janeiro de 2014

Advocacia-Geral da União dá sinal verde para ADI da OAB que questiona uso dos depósitos judiciais pelo governo do RS

A Advocacia-Geral da União emitiu parecer favorável para a Ação Direta de Inconstitucionalidade 5080, que questiona o uso dos depósitos judiciais pelo Executivo gaúcho. A matéria foi ajuizada no STF pela OAB Nacional, em dezembro de 2013, a pedido do presidente da Ordem gaúcha, Marcelo Bertoluci, após aprovação pelo Conselho Pleno. 

INSCREVA-SE AGORA
WORKSHOP "MARKETING POLÍTICO DE OPOSIÇÃO"
Dias 22 e 23 de março, Plaza, Porto Alegre.
9 especialistas contam tudo sobre montagem de comitês, captação de recursos, prestação de contas, estratégias de marketing, rádio, TV, jornal, internet, pesquisas, legislação
Informações: (051) 3061.0741 ou pelo e-mail polibio.braga@uol.com.br
CLIQUE AQUI para examinar toda a programação e saber como se inscrever.

Presidente do PT do Rio debocha: "O PMDB é o Partido da boquinha"

Washington Quaquá, presidente do PT do Rio, interpretando o que acham todos os líderes do PT, inclusive Lula e Dilma:

- O PMDB é o Partido da boquinha.

. O PT e o próprio governo não levam a sério as diatribes do líder do PMDB, Eduardo Cunha, que ameaça votar contra os projetos mais importantes do governo, e além disto quer revisar a aliança nacional com o PT, porque consideram que é tudo chantagem do Partido, porque na verdade ele estaria apenas procurando mais espaço.

. No RS, a crise PT-PMDB favorece os setores peemedebistas que defendem a candidatura de José Ivo Sartori, que não quer saber de qualquer apoio a Dilma.

INSCREVA-SE AGORA
WORKSHOP "MARKETING POLÍTICO DE OPOSIÇÃO"
Dias 22 e 23 de março, Plaza, Porto Alegre.
9 especialistas contam tudo sobre montagem de comitês, captação de recursos, prestação de contas, estratégias de marketing, rádio, TV, jornal, internet, pesquisas, legislação
Informações: (051) 3061.0741 ou pelo e-mail polibio.braga@uol.com.br
CLIQUE AQUI para examinar toda a programação e saber como se inscrever.

Dilma usa até prédio público para reunião eleitoral

Sem qualquer pudor e até respeito pela coisa pública, Dilma usa prédio público, o Palácio da Alvorada, e interrompe sua agenda de trabalho, tudo para receber Lula e dignitários do PT, transformando a área em comitê eleitoral de campanha. A foto é da reunião com Lula, dirigentes do PT, claramente dirigida a discutir campanha eleitoral,  bancada com o dinheiro dos contribuintes.

. A foto é de Roberto Stuckart, ex-servidor do Palácio, e foi distribuída pelo Instituto Lula.

. O uso eleitoral de prédio público é ilegal. A legislação é claríssima quanto ao uso de dinheiro público por parte do presidente, mesmo em campanha, e entre o que está autorizado nãos e inclui a transformação da biblioteca do Palácio em local de ativismo eleitoral.

. É fácil imaginar o escândalo que uma reunião do gênero produziria em Porto Alegre, caso Tarso fizesse o mesmo no Palácio Piratini.

Será em Porto Alegre, dia 12, o Fórum Internacional de Inteligência Automotiva. Conheça a programação.

O Fórum Internacional de Inteligência Automotiva, FiiA será realizado nos dias 12 e 13 de março no Plaza São Rafael Hotel e Centro de Eventos em Porto Alegre. É um espaço para a convergência de todos aqueles que têm a vida mediada pelo automóvel. Novas tecnologias, regulamentações governamentais, demandas de usuários, enfim, tudo o que se relaciona ao universo automotivo e seu ecossistema e que impactarão no modo de vida de toda a sociedade serão temas do encontro.
O FiiA 2014 debaterá:

- O uso massivo de Identificação por Rádio Frequência (RFID) utilizado no novo Sistema Nacional de Identificação Automática de Veículos (SINIAV), o emplacamento eletrônico de 80 milhões de veículos, que iniciou-se em 2013.
- Mobilidade urbana, com subsídios para gerenciar seus trânsitos e implantar novas tecnologias sobre o tema.
- Apresentação das mais recentes pesquisas sobre as tecnologias por parte das marcas. Soluções inteligentes de informação e entretenimento, telemetria, comunicação, combustíveis alternativos, aplicações móveis e outras, serão debatidos nos dois dias do Fórum.

CLIQUE AQUI para examinar a programação.