Justiça Federal quebra sigilo de contratos entre Petrobrás e Camargo Corrêa

 or determinação da Justiça Federal do Paraná, foi quebrado o sigilo bancário da Petrobrás. A estatal terá que abrir ao Ministério Público toda a movimentação financeira em torno da construção da refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco.

. Também foi quebrado o sigilo bancário da empreiteira Camargo Corrêa, uma das maiores financiadoras de políticos do PT.

. O juiz federal do caaso determinou igualmente a quebra do sigilo bancário do grupo Sanko-Sider, que em nota ao editor, esta noite, informou que nada tem a ver com o caso.

. A idéia é investigar roubalheiras na Abreu Lima.

. O advogado Márcio Thomaz Bastos, ex-ministro da Justiça, defende a empreiteira e já avisou seu cliente sobre a possibilidade de prisões e buscas na sede de São Paulo. 

. O ex-diretor Paulo Roberto Costa, preso pela Polícia Federal, suas duas filhas, os respectivos maridos e mais duas empresas ligadas a eles também sofrerão devassa oficial em suas contas bancárias;

. A decisão agita véspera da instalação da CPI da Petrobras, em Brasília. As ações da companhia cairam 3% na Bolsa de Valores.

PMDB e PSB selam coligação no RS. Vice será do PSD. Senado resultará de consenso.

PMDB e PSB selaram a aliança que consagra de imediato as candidaturas de José Ivo Sartori, PMDB, para governador, e Eduardo Campos, PSB, para presidente.

. O PMDB não se alinhará com Dilma Roussef, o que contraria a direção nacional.

. Na reunião de hoje dos dois Partidos, também foram tratadas as questões da vice, senado e proporcionais.

. O que ficou decidido:
1) O vice será do PSD, provavelmente José Cairolli.
2) O candidato ao senado resultará de consenso entre PMDB e PSB, o que significa que veto de qualquer dos dois lados inviabiliza o nome apresentado.
3) Nas proporcionais, PMDB correrá sozinho, mas PSB, PSD e outros pequenos Partidos terão coligação. 


. Não há prazo, ainda, para o acerto final. 

PTB quer protagonismo para indicar vice de Tarso

Depois de seis horas de reunião, o PTB do RS tirou a seguinte posição a respeito da sucessão no RS:

1) Reafirmar apoio incondicional à candidatura do governador Tarso Genro.
2) Definir o nome do candidato a vice somente depois de esclarecidas as atribuições que ele terá e também o papel que caberá ao Partido no novo governo do PT.

. O PTB não quer um vice sem atribuições e também não aceitará cargos no governo sem que possa ser tão protagonista quanto os demais auxiliares indicados pelo PT. Amanhã mesmo os trabalhistas pedirão reunião com Carlos Pestana para que ele ou o próprio Tarso forneçam as respostas. Se forem positivas, o PTB imporá a candidatura do deputado Luís Lara como vice da coligação. 

Fortunati tenta extrair Procempa da crise e nomeia novo presidente

O prefeito José Fortunati confirmou nestas quinta-feira  o nome do novo diretor-presidente da Companhia de Processamento de Dados do Município de Porto Alegre (Procempa). Técnico de informática, Mário Teza foi vice-presidente da Procergs, gerente regional da Dataprev-RS e diretor geral da Campus Party, durante 4 anos. Também foi membro do comitê gestor internet Brasil. 

. Uma CPI devastou a Procempa, depois de ter desnudado grossos casos de corrupção. 

. A nomeação de agora tenta extrair a estatal da crise. 

BC reitera esforço para trazer inflação sob teto da meta

A própria presidente Dilma Roussef admitiu que a inflação não está no nível que ela gostaria, o que reforça esta reportagem trabalhada pela repórter Aline Oyamada, jonal Valor de hoje, que ouviu em São Paulo o diretor de assuntos internacionais do Banco Central (BC), Luiz Awazu Pereira da Silva. Ele reafirmou nesta quinta-feira a necessidade de manter a inflação sob controle. “Iniciamos o ciclo de aperto [monetário] no ano passado e vamos continuar trabalhando. Estamos aparelhados para agir e assegurar a estabilidade monetária e trazer a inflação para baixo do teto da meta”, discursou durante evento da Câmara de Comércio França-Brasil, em São Paulo. Leia o material de Aline:

Awazu citou que os “colchões” construídos no Brasil têm ajudado a remover o pessimismo que se abateu também sobre outros emergentes.

. “Continuamos 200% alerta, 25 horas por dia e 8 dias por semana. Muitas políticas já estão em fase de implementação, certamente com ‘lags’, mas podemos pensar em perspectivas de médio prazo que são mais favoráveis que as de curto prazo.”

. Segundo ele, o país se preparou para o momento de transição na economia global usando instrumentos formados no período de bonança, como as reservas internacionais mais robustas. “Não estamos atrás da curva. Agimos preventivamente de uma forma bem tradicional”, discursou.

“Mantivemos os fundamentos sólidos, nunca fomos ingenuamente otimistas em relação à exuberância do período anterior, mesmo quando éramos queridinhos do mercado. Sempre soubemos que haveria uma reversão.”

CLIQUE AQUI para ler o contraponto, no caso artigo do economista Alexandre Schwartsman pra a Folha, intitulado "Saudades de 2014".

Black Blocs metem fogo no Rio. Cenário é de caos urbano. 325 ônibus foram queimados.

Pelo Facebook, páginas convocam manifestantes profissionais para atuar em garagens de ônibus e em protestos nesta quinta-feira. Uma cobradora foi ferida a pedrada. Sindicato das empresas de ônibus relata 325 veículos depredados. 

. Estas informações são do site www.veja.com.br, de quem é também a foto ao lado e o texto a seguir:

. A paralisação dos rodoviários iniciada à meia-noite desta quinta-feira no Rio de Janeiro tem tudo para extrapolar o direito de greve e de manifestação e avançar em direção às ações abusivas, que invariavelmente põem a população contra uma categoria. A contagem do sindicato Rio Ônibus indicava, até as 10h20 desta quinta, 325 ônibus depredados – 50 deles completamente destruídos –, uma cobradora ferida e um número incontável de trabalhadores sem chegar ao trabalho. No fim da manhã, houve tiros e bombas lançadas na Lapa, no Centro, um ponto de conexão de várias linhas que ligam a Zona Norte ao Centro. Como fizeram na greve dos professores, na ocupação do terreno da Oi e em todos os movimentos recentes, os manifestantes profissionais estão de carona na greve. A página do grupo Anonymous informou, pouco depois da meia-noite, locais de garagens de empresas onde deveriam ocorrer protestos – e lugares onde, efetivamente, ônibus foram destruídos. Os mascarados do Black Bloc convocaram “a população” para apoiar a greve e programam uma manifestação no Centro, nesta quinta ou sexta-feira.

. De acordo com a Rio Ônibus, cerca de 30% dos ônibus estão circulando. Só da Viação Jabour foram quebrados 60 coletivos. 

. Black blocs - Além de se infiltrarem na greve dos rodoviários, integrantes dos grupos Black Bloc e Anonymous devem participar ainda da paralisação dos professores, marcada para começar na próxima segunda-feira. Quando a categoria cruzou os braços por mais de 70 dias, no ano passado, a união não só foi bem recebida como os manifestantes aprovaram até os atos de vandalismo e violência. Na tarde desta quinta, os mascarados devem se reunir também com o movimento Não Vai ter Copa.

Dica - O editor recomenda esta série especial sobre os Brics, na GloboNews

Dica - O editor recomenda esta série especial .

A partir do próximo domingo, dia 11, a GloboNews exibe uma série especial sobre os BRICs. Com quatro episódios, a série aborda cada um dos quatro países que integram o chamado clube dos grandes emergentes, junto com o Brasil. A proposta é trazer a tempo presente, um olhar novo sobre o tema. O Brasil não tem um programa próprio, mas aparece em todos os episódios, nos registros e depoimentos colhidos pela equipe do ‘GloboNews Especial’ nas viagens à Rússia, Índia, China e África do Sul. 

Preço de imóvel subiu mais que a renda no Brasil

Em reportagem destas quarta-feira para o jornal O Estado de S. Paulo, a jornalista Circe Bonatelli, de revelou que o  preço dos imóveis residenciais subiu tanto, que nem o crescimento da renda dos brasileiros e a melhora nas taxas e nos prazos do financiamento nos últimos anos foram suficientes para evitar a deterioração do poder de compra dos consumidores. Leia mais sobre o assunto, com informações precisas sobre o caso:

. Na prática, comprar um imóvel ficou mais difícil, como mostra pesquisa da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli/USP) elaborada a pedido do ‘Broadcast’, serviço em tempo real da ‘Agência Estado’.

. O estudo compara a evolução do preço das moradias nas maiores capitais brasileiras com a renda da população, as taxas de juros e os prazos do financiamento imobiliário entre os anos de 2006, quando teve início o boom do setor, e 2013. A conclusão é que de houve uma perda em torno de 21% no poder de compra, o que tornou o imóvel caro para boa parte dos consumidores e exigiu revisão da estratégia de venda das incorporadoras (mais informações nesta página). Em 2013, os preços começaram a desacelerar, com altas menores que a inflação. Em 2014, a alta dos imóveis perde para a inflação.

. Em uma simulação, a pesquisa observa as condições para compra de uma unidade de 82 metros quadrados avaliada em R$ 200 mil em 2006, valores médios de referência da época. A unidade subiu 229%, chegando a R$ 658 mil em 2013. Uma família interessada em financiar a compra em 2006 precisava apresentar renda mensal de pelo menos R$ 7,7 mil para ter o empréstimo bancário aprovado. Já em 2013, após a disparada nos preços, a renda exigida pulou para R$ 17,6 mil.

. O problema é que a renda da população não acompanhou a subida dos preços. A família que ganhava R$ 7,7 mil por mês em 2006 passou, em média, para R$ 13,9 mil no fim de 2013. Com esse dinheiro, comprar o imóvel de 82 m² ficou inviável. No máximo, caberia no bolso outro de 64,6 m², uma queda de 21,2% no poder de compra.

. A perda no poder de consumo ocorreu mesmo com a melhora nas condições do financiamento. 


Canal abrirá amanhã no BarraShoppingSul

Abrirão nesta sexta-feira as portas da mais nova loja do BarraShoppingSul, a Canal, que apresentará sua coleção de inverno.

Entenda melhor o caso das CPIs sobre a Petrobrás

Teresa Cardoso, da Agência Senado - Termina à meia-noite desta quinta-feira o prazo para o PSDB e o Democratas apresentarem os nomes que faltam para o Senado instalar uma CPI exclusiva da Casa com o objetivo de investigar a compra da refinaria de Pasadena e outros fatos relacionados com a gestão da Petrobras. Se até meia-noite os dois principais partidos da oposição não fizerem suas indicações, o presidente do Senado, Renan Calheiros, terá de fazê-las por iniciativa própria, no período máximo de três sessões do Plenário.

. Contando as sessões plenárias desta sexta (09) e as de segunda (12) e terça (13), na próxima quarta-feira (14) o presidente do Senado poderia indicar os nomes e anunciar as providências que antecedem a instalação de uma CPI. Ele reconhecerá em Plenário a existência de assinaturas em número suficiente para propor a realização da investigação, assim como a existência de fato a ser investigado. Determinará então que o mais idoso dos senadores a integrar a comissão se encarregue da reunião de instalação, destinada a eleger o presidente e escolher um relator para a CPI.


. Conforme decisão tomada na sessão do Congresso desta quarta-feira (8), paralelamente à CPI do Senado, funcionará uma comissão de deputados e senadores para investigar possíveis irregularidades ocorridas na Petrobras. Se as duas comissões forem instaladas, a expectativa dos senadores é que uma delas concentre os trabalhos de investigação, ficando a outra aberta apenas formalmente.

MST invade e picha sede da Odebrecht em SP.

Nas fotos, a pichação, o desastre no Corinthians e Marcelo Odebrecht. 



A sede da Odebrecht, que no RS controla a Braskem, portanto o Pólo Petroquímico de Triunfo, foi invadida esta manhã em São Paulo.

. "Odebrecht ganha bilhões em cima do sangue de operários e do dinheiro de todos nós", dizia faixa empunhada por militantes do MST que promoveram a invasão na manhã desta quinta-feira, por cerca de 15 minutos. Os manifestantes fazem parte da ocupação Copa do Povo, em Itaquera. A Odebrecht é a responsável pela construção do estádio do Corinthians, o Itaquerão, no qual três operários morreram durante as obras; prenúncio de como pode ser na Copa? 60

. A companhia inaugurou seu novo prédio há poucos meses. Suas paredes foram pichadas   

Bogo é o nome mais forte para vaga de candidato ao senado na chapa de Ana Amélia

Vicente Bogo, ex-vice-governador e ex-deputado do PSDB, é o nome mais em evidência para ocupar a vaga de candidato ao senado na chapa de Ana Amélia, PP.


. Além da vaga na chapa majoritária,  o PSDB terá conquistado apoio ao seu candidato presidencial, Aécio Neves, e além disto herdará a vaga da senadora, caso ela se eleja, já que seu primeiro suplente é o ex-prefeito de Santa Cruz, José Wenzel. 

- PSDB, PP e Solidariedade também se coligarão nas proporcionais. 

Governo Tarso e PT impedem investigação sobre R$ 1,3 bilhão tungados dos cofres da CEEE

O governo Tarso Genro e sua bancada petista na Assembléia, obstruem todas as tentativas da oposição em relação a investigações sobre a CEEE. Isto não se limita à CPI, que não tem conseguido quórum para deliberar sobre convocações, ações de busca e apreensão em juízo e até simples oitivas. A CPI só continua funcionando porque a primeira reunião registrou quórum, já que um deputado do PT rebelou-se e permaneceu ali, sendo substituído por outro deputado a partir daí.

. Os dois casos mais recentes de obstruções,  ocorreram em duas comissões permanentes:

Comissão de Constituição e Justiça - Nela, há quatro semanas a bancada do PT e sua aliada do PDT, impedem que o deputado Giovani Feltes aprove relatório sobre a legalidade da escolha do relator da CPI da CEEE.

Comissão de Serviço Público - Nesta comissão permanente, uma convocação do presidente da CEEE não consegue os 7 votos necessários. Esta manhã, o resultado foi 6 x 2. Os dois votos foram dos deputados Raul Pont e Daniel Bordignon, dois dos falcões mais enfezados do PT, políticos que infernizaram as administrações Rigotto e Yeda, inclusive nas CPIs criadas contra Yeda.

. O deputado Frederico Antunes, esta manhã, cobrou coerência de Pont e Bordignon:

- Queremos saber se os R$ 1,3 bilhões tungados da CEEE pelo governador Tarso Genro foram ou não depositados em contas especificas, mas vocês obstruem nosso pedido, o que passa a ideia de que o governo e o PT não estão cumprindo a lei e gastaram o dinheiro onde não deviam.

Formadores de opinião para Fortunati: "Abra a cabeça, trabalhe mais, pare de blá-blá-blá !"

Estes são os recados para o prefeito José Fortunati, foto ao lado:
Abra a cabeça, faça acontecer, modernize, corra, trabalhe mais, seja simples e eficiente, fique esperto, pare de blá-blá e faça, trabalhe, profissionalize a área de turismo, faça menos politicagem.

Na pesquisa que fez com 106 formadores de opinião,70% dos quais de Porto Alegre, intitulada “Retrato de Porto Alegre”,  a Qualidata constatou que apenas “qualidade de vida” e “cidade hospitaleira”, de um total de 10 itens, lograram resultados positivos para a Capital do RS, sede de uma das séries de jogos da Copa do Mundo.

. Isto significa que o nível de desaprovação foi de 80%.

. Eis os itens rejeitados:
- Não há estímulo a passeios e circulação pelas vias públicas.
- Não sabe se divulgar nos outros Estados
- Promoção no exterior não existe
- Inexiste prática de gestão eficiente para os habitantes.
- Idem para os turistas e visitantes
- Porto Alegre não tem visão de futuro.
- Os políticos não se preocupam com o turismo.
- Não existe preparação e meios para receber bem a Copa ou qualquer evento internacional.

. Quando a Qualidata pede aos entrevistados para listar o que acham que a cidade precisa, são encontrados itens como limpeza, infraestrutura, sinalização de ruas , aeroporto, estação rodoviária, segurança, ciclovias, hotelaria, mobilidade urbana.

- Na comparação com outras cidades, Porto Alegre também fica muito mal, e isto que a visão é majoritariamente de portoalegrenses. Os fatores urbanos são quase todos desmerecidos, como transporte público, aeroporto, calçadas, orla, segurança pública, postos de informação, guias de turismo, parques temáticos, placas de ruas, sinalização, trânsito e estação ferroviária.

 CLIQUE AQUI para ler toda a pesquisa.

Ineficiência aprendiz e loquaz: 6ª antilei petista

Possível candidato a vice na chapa de Aécio Neves, José Serra fustiga com fogo forte a presidente Dilma Roussef,alinhando uma série do que ele chama de antileis petistas. Leia o artigo de hoje, publicado no Estadão:

Já se disse que a política requer duas habilidades. A primeira: é preciso prever o que vai acontecer amanhã, na semana que vem e no ano seguinte. A segunda: é preciso explicar depois por que as previsões não se cumpriram. Nisso, todos os países e partidos são iguais, mas o Brasil da era petista tem sido mais igual que os outros. Há um abismo angustiante entre o que o atual governo prevê e a capacidade de explicar por que as coisas não acontecem.

Entre as previsões megalômanas e os resultados pífios, há o reino das antileis petistas, cultivadas cuidadosamente pela presidente Dilma e sua equipe. A primeira delas, uma espécie de cláusula pétrea do petismo, prescreve a necessidade de utilizar o máximo de palavras para expressar um mínimo de pensamento. Querem um exemplo magnífico? 

CLIQUE AQUI para ler mais. 

Valor diz que renegociação das dívidas dos Estados foi uma vitória de Pirro dos governadores

O jornal Valor de hoje refere-se a artigo publicado no dia 11 de maio de 2012, intitulado "Não existe almoço grátis", para voltar a lembrar sobre os custos envolvidos nas alterações dos acordos de refinanciamento de dívidas firmado entre os Estados e a União. Embora passados dois anos, aquelas observações continuam válidas e podem ser assim sintetizadas: "Haverá uma elevada concentração de benefícios nas unidades mais ricas da Federação, que se beneficiaram com a implantação de infraestrutura econômica decorrente das dívidas refinanciadas".

CLIQUE AQUI para ler toda a reportagem.
CLIQUE AQUI para ler, também, reportagem do Estadão sobre os ganhos dos Estados com a renegociação. Até 2040, o RS, por exemplo, deixará de pagar à União alguma coisa como R$ 16,3 bilhões. 

CEEE refuta Aneel e diz que obras da Copa garantirão energia farta para a Arena do Inter

O governo federal avisou ontem a noitinha que a Copa não terá problemas com o fornecimento de energia elétrica, mesmo com os atrasos em obras das distribuidoras em metade das cidades-sede. Em nota divulgada ontem, o Ministério de Minas e Energia (MME) garantiu que o sistema está seguro e preparado, inclusive para emergências

. Em Porto Alegre, o diretor-presidente da Companhia Estadual de Energia Elétrica do Rio Grande do Sul (CEEE), Gerson Carion de Oliveira, afirmou que a obra de subestação que atende o estádio Beira Rio, em Porto Alegre, será inaugurada na última semana de maio. O editor informou ontem a noite que a Aneel divulgou nota técnica duvidando das obras da subestação Menino Deus, que abastecerá a Arena do Inter. Gerson Carrion criticou a Aneel por tratar "sem isonomia" as empresas na nota técnica. Ele garantiu que, no que depender da empresa, o estado terá "uma Copa com muita energia", inclusive no entorno do Beira Rio.

. O mais recente levantamento da CEEE sobre a subestação do Beira Rio mostra que 95% da execução da obra civil está pronta (a Aneel indicava 85% em abril) e 99% da montagem, concluída (contra 42% da agência). Além disso, 95% dos testes da obra foram realizados. A empresa afirmou ainda que as obras entregues garantem o reforço necessário para o fornecimento de energia "com confiabilidade, sem prejuízos ao atendimento dos eventos da Copa do Mundo".

Conab revisa para cima safra de grãos. Estimativa nacional atual é de 191,2 milhões de toneladas.

A produção de grãos no Brasil, medida pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e divulgada nesta quinta-feira, chegará a 191,2 milhões de toneladas. A estimativa é do 8º Levantamento de Grãos da Safra 2013/2014 e representa um aumento de 1,4% ou o equivalente a 2,6 milhões de toneladas acima da safra passada que foi de 188,7 milhões de toneladas.
     
. O trigo, cultura passível de sofrer mais os efeitos das mudanças do clima e por se encontrar no início do plantio, pode alterar este resultado. A cultura deste grão, em termos percentuais, é destaque também neste levantamento, apresentando um incremento de 24,5% (mais de 1,35 milhão t), atingindo 6,9 milhões de toneladas. A seguir vem a soja que continua com bom desempenho. O crescimento foi de 6,2% ou 5,1 milhões de toneladas, atingindo 86,6 milhões de toneladas. O arroz também contribuiu, com um aumento de 6,9% (812,6 mil t), elevando-se a mais de 12,6 milhões de t nesta safra. O feijão total cresceu 26,8% (752,6 mil t), chegando a 3,6 milhões de toneladas. Já o milho total (primeira e segunda safras) sofreu redução de 7,7% (6,3 milhões de t), devendo ser colhidas 75,2 milhões de toneladas. No ano passado, a produção foi de 81,5 milhões de toneladas. A primeira safra reduziu 9%, totalizando 31,5 milhões de toneladas e a segunda, 6,8%, alcançando 43,8 milhões de toneladas.

Área – O total destinado ao plantio de grãos deve chegar a 56,3 milhões de hectares, com uma alta de 5,1% se comparado à área de 53,6 milhões de hectares da última safra. 

Ninguém dos escolhidos por Tarso quer ser vice na chapa do PT

 O deputado Luís Lara é o segundo líder do PTB que rejeita a vaga de candidato a vice-governador na chapa do governador Tarso Genro. O primeiro foi o comunicador da RBS, Sérgio Zambiasi.

. A decisão de Lara foi tomada ontem a noite em Porto Alegre.

. Luís Lara teme ficar sem mandato e o PTB  não quer ficar sem seu puxador de votos. 


. O PTB manterá a aliança e indicará outro nome, mas foi desanimado para a coligação com PT e PCdoB, o que poderia mudar caso a proposta dos trabalhistas de coligação na proporcional com o PCdoB seja aceita. O Partido quer pegar carona no caminhão de votos que Manuela pretende fazer pasra a Assembléia e André Machado pretende fazer para a Câmara. 

PP faz costura final da chapa de Ana Amélia ao Piratini

A senadora Ana Amélia Lemos passará o final de semana no RS amarrando a aliança já sacramentada entre PP, PSDB e Solidariedade. Ela quer chegar à pré-convenção do dia 24 com a chapa fechada.

. A posição de vice irá mesmo para o deputado Cassiá Carpes, Solidariedade, porque o PP quer o representante de um Partido ligado aos trabalhadores, neste caso à Força Sindical.

. O PSDB, que terá o apoio de Ana Amélia para seu candidato a presidente, Aécio Neves, também queria a posição, mas decidiu não criar problema.

. Resta a condição de candidato à única vaga para o Senado, mas no PSDB não existe ninguém disposto a assumi-la.