Juiz federal manda ex-diretor da Petrobrás e diretores de três empreiteiras para prisões preventivas

Juiz Sérgio Moro transformou em preventiva a prisão temporária do ex-diretor da Petrobrás, Renato Duque, além dos presidentes e  executivos de 3 empreiteiras.

Ministério Público pede prisão sem prazo para diretor Duque e 10 executivos e donos de empreiteiras.

O Ministério Público Federal pediu a conversão das prisões temporárias de 11 dos 24 presos da operação Lava Jato para prisões preventivas, que não têm prazo de validade específico. Entre os 11 citados pelo MPF estão executivos de empreiteiras e o ex-diretor de Serviços da Petrobras, Renato Duque.

Governador de SC é internado no Sirio-Libanês

O governador de Santa Cattarina, Raimundo Colombo, 55 anos, que acaba de ser reeleito, foi internado hoje no Hospital Sirio-Libanês, São Paulo.

. Ele foi fazer check up e ficou. Terá que colocar um stent no coração. stent é uma pequena prótese em formato de tubo que é colocada no interior de uma artéria para evitar uma possível obstrução total dos vasos.

Petrobrás rescinde contrato e dá golpe de morte na Iesa. Sonho do Pólo Naval do Jacuí cai por terra.

A indústria,cujo presidente foi preso no âmbito do Petrolão, construiu uma fábrica em Charqueadas para produzir módulos de plataformas de petróleo. Ela teve apoio forte do governador Tarso Genro. Sob suas ordens, o Badesul emprestou R$ 43 milhões. Garantias reais do banco não valem 5% do que a indústria deve.

. A Petrobras só não rompeu antes o contrato para não prejudicar a campanha eleitoral de Tarso Genro, PT, mas esta tarde rescindiu o contrato com a empresa Iesa Óleo e Gás, investigada na Operação Lava-Jato. A indústria construiu uma fábrica em Charqueadas para produzir módulos de plataformas de petróleo, em um negócio de US$ 800 milhões.

. A notificação sobre o fim do contrato teria sido efetuada na segunda-feira. O presidente da Iesa, Valdir Carreira, e o diretor Otto Sparenberg chegaram a ser presos na Operação Lava-Jato.

O governo e o PT perderam o controle da CPMI da Petrobrás.

A reunião desta terça-feira da CPMI da Petrobrás forneceu sinais claros de que as prisões e notícias do final e do início da semana intimidaram o governo e também as forças parlamentares que o apoiam no Congresso.

. Convocações e investigações que jamais foram aprovadas antes, saíram a toque de caixa, inclusive quebra de sigilos bancário e fiscal, como foi o caso do tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, que já deveria estar na cadeia há bastante tempo.

. É sobre isto que trata o comentário do editor, intitulado O governo e o PT perderam o controle da CPMI da Petrobrás.

Pânico no PMDB: Fernando Baiano entrega-se à Polícia Federal no Paraná

O lobista Fernando Soares, conhecido como Fernando Baiano, se entregou na tarde desta terça-feira 18 à Superintendência da Polícia Federal em Curitiba. Ele é apontado por delatores da Operação Lava Jato como 'operador' do PMDB na Petrobras. Com sua entrega à PF, o pânico atinge a cúpula do partido, que pode ser prejudicado com o que ele contar do esquema de corrupção à polícia.

Fernando Baiano era procurado pela polícia desde sexta-feira 14, quando foi deflagrada a sétima etapa da Operação Lava Jato. Desde então, foram presas mais de 20 envolvidos no esquema de propina e corrupção em contratos da estatal. No domingo 16, o advogado do lobista, Mario de Oliveira Filho, havia dito que seu cliente não se entregaria à política e que o mandado de prisão contra ele era "absolutamente ilegal" (leia aqui).

O lobista também fazia contatos para a construtora Andrade Gutierrez (leia mais), uma das poucas construtoras que não foi alvo de prisões da Lava Jato. Segundo o doleiro Alberto Youssef, no entanto, principal operador do esquema, a companhia também fazia parte do esquema. Os acordos era costuradores entre Fernando Baiano e o presidente do conselho da empreiteira, Otávio Azevedo.

Ex-ministro Márcio Thomaz Bastos é internado no Sírio com câncer e fibrose nos pulmões

Informa hoje o jornalista Lauro Jardim (Veja) que não é pneumonia o motivo da internação, na quinta-feira passada, de Márcio Thomaz Bastos no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. O diagnóstico correto é câncer pulmonar e fibrose nos pulmões. Leia tudo:

. Em 2007, Thomaz Bastos submeteu-se a 16 sessões de quimioterapia por causa de um câncer no pulmão.

. Um dos maiores criminalistas do Brasil e um dos ministros mais influentes de Lula, Thomaz Bastos estava até a semana passada se dedicando de corpo e alma a defender a Camargo Corrêa e a Odebrecht no caso da Lava-Jato.

. Mais do que isso, Thomaz Bastos atuava como uma espécie de advogado dos advogados, coordenando a defesa dos suspeitos.

Bacci dá voto decisivo para quebra dos sigilos bancário e fiscal do tesoureiro do PT, João Vaccari Neto

Por 12 votos a 11, a CPMI da Petrobrás acaba de quebrar os sigilos fiscal e bancário do tesoureiro nacional do PT, João Vaccari Neto.

. Vaccari Neto está enfiado até o pescoço no escândalo do Petrolão e poderá ser preso a qualquer momento.

. O voto decisivo para a quebra dos sigilos foi do deputado gaúcho Enio Bacci, que teoricamente deveria votar com a base governista.

Acompanha ao vivo a sessão da CPMI da Petrobrás. Vale a pena.

Pela primeira vez desde que começou a funcionar, o governo e o PT apanham muito na CPMI da Petrobrás (leia notas abaixo).

CLIQUE AQUI a sessão, para acompanhar ao vivo, agora.

Onyx quer deputados e senadores na Holanda para investigar propinas pagas pela SBM a diretores da Petrobrás

O deputado Onyx Lorenzoni, DEM do RS, que conseguiu emplacar a convocação do ex-diretor da Petrobrás, Renato Duque, preso no Paraná, acaba de propor a viagem de deputados e senadores da CPMI da Petrobrás até a Holanda. A idéia é visitar a sede da SBM, mas sobretudo o Ministério Público e o Judiciário em Haia, visando a obtenção dos autos dos inquéritos que resultaram nas sanções aplicadas contra o grupo holandês por suas ações criminosas (propinas) na Petrobrás.

. A SBM foi investigada internamente pela Petrobrás em março, mas nada foi constatado.

. Somente nesta segunda-feira a estatal admitiu que foi foi assaltada.

Veja o video do comentário mais visualizada do editor até hoje. Já foram 221.999 visitas.

Os comentários diários que o editor disponibiliza no You Tube e apresenta aqui, tem alcançado níveis estrastosféricos de visualizações.

. O campeão de todos eles é a análise que vai  no link a seguir, examinando a capa da revista Veja da véspera das eleições, na qual Lula e Dilma foram apresentados como os verdadeiros pais do Petrolão.

. Foram 221.999 visualizações até as 15h51min desta terça-feira.

CLIQUE AQUI para ver, ouvir e examinar a contagem ao pé do video, obra do You Tube.

PT perde o controle da CPMI da Petrobrás: Renato Duque é convocado; Cerveró e Paulo Costa vão para acareação.

A reunião da CPMI (CPi mista, Senado e Câmara) está mais produtiva do que nunca nesta tarde de terça-feira, porque diante do escândalo produzido pela prisão dos maiores empreiteiros do País, a base governista rachou e ficou sem condições políticas de continuar boicotando os trabalhos.

. O editor falou agora com o deputado Enio Bacci, que representa o PDT na CPMI:

Como está o clima político ?
CPMI cheia e muito movimentada.

Anda alguma coisa ?
Há pouco, aprovaram meu pedido de acareação entre os ex-diretores da Petrobrás, Paulo Costa e Nestor Cerveró. Vamos ver qual dos dois está mentindo.

Mais propostas serão votadas ?
Hoje passa tudo. Agora mesmo foi aprovada a convocação do ex-diretor da Petrobrás, Renato Duque, que está preso no Paraná. Este pedido é do deputado Onyx Lorenzoni, do RS.

E os deputados do PT ?
Eles não podem mais nada e são obrigados a navegar com a onda.

Eletrolão pode respingar nos interesses da Tractebel no RS

Ao lado, Dilma e Lula numa festa da Tractebel. Logo abaixo, o barão belga, financiador do PT. 

Cartéis tão perturbadores ou ainda mais perturbador do que o do Clube do Bilhão, que assaltou a Petrobrás, atuam também na área de energia elétrica no Brasil, abiscoitando contratos bilionários com a Eletrobrás ou através de concessões obtidas em leilões da Aneel.

. O senador Álvaro Dias já fala num Eletrolão.

. Caso este escândalo venha a público algum dia, ele interessará muito de perto os interesses do RS.

. É que no Estado opera um gigante da área, cujas relações com o PT, os governos Lula e Dilma, são mais do que permissivas.

. Trata-se da belga Tractebel, que pertence ao megaempresário global Albert Frére, dono da Astra, a empresa que comprou a sucateada refinaria Pasadena por US$ 42 milhões em 2005 e vendeu-a dois anos depois para a Petrobrás pelo valor de US#$ 1,1 bilhão.

. Lula e Dilma conhecem bem Albert Frére e sua Astra. Lula levou R$ 300 mil do belga para sua campanha de 2006. Aliás, a Astra ajudou a financiar o filme "Lula, filho do Brasil". Dilma levou R$ 900 mil em 2010.

. No RS, a Astra controla a Tractebel, dona da UTE Pampa Sul, que ao custo de R$ 1,8 bilhão tenta há alguns anos implantar sua usina a cargão de 680 MW em Candiota. Ela já foi dona de Jacuí I, que nunca funcionou.

. A Astra participa também da poderosa multinacional GDF Suez, que possui interesses enormes em várias usinas localizadas na divisa com Santa Catarina, como Machadinho e Itá.

Feira do Livro de Porto Alegre vendeu 4,8% menos no evento deste ano

A 60a. Feira do Livro de Porto Alegre, encerrada no domingo, registrou a presença de 1,4 milhão de pessoas, praticamente a população da Capital. Foram vendidos 400 mil livros, 4,8% menos do que o total apurado no ano passado.

Comentário do leitor:

Políbio corrija-me se estou errado;
400.000 livros dividido por 16 dias = 25.000 livros por dia
25.000 livros por dia divididos por 11.30 horas= 2.100 livros por hora ou seja 35 livros por minuto???
Estão incluidos revistas e revsitas infantis de colorir ou seguir a linha??
Estão incluidos livros/revistas vendidos pelas editoras as livrarias?
Joel

Ameaçada pelo "pistoleiro" das empreiteiras, a secretária de Youssef reage: "Vão todos tomar no c... !"

Abaixo o áudio contendo a conversa entre a contadora e o enviado das empreiteiras. O áudio foi vital para a decretação das prisões dos empreiteiros, que estavam coagindo e ameaçando testemunhas.



O título desta reportagem do site www.veja.com.br de hoje é "A ameaça do clube do bilhão". Ela conta como foi a decisão do juiz Sérgio Moro de mandar prender todo mundo. Ele levou em conta a tentativa de intimidação contra a ex-contadora do doleiro Alberto Youssef foi um dos elementos que levaram executivos à cadeia. Ameaças tinham o objetivo de fazer com que Meire Poza fosse “controlada pela organização criminosa", registra o pedido de prisão. Leia tudo:

. A sétima etapa da Operação Lava Jato, que levou à prisão alguns dos maiores empreiteiros do país, confirma a existência de um lado ainda mais obscuro da quadrilha que atuava na Petrobras. Além de subornar políticos e corromper funcionários públicos para desviar bilhões da estatal, o cartel de empreiteiras, denunciado pelo ex-diretor Paulo Roberto Costa e pelo doleiro Alberto Youssef, estava ameaçando testemunhas do caso em uma tentativa flagrante de atrapalhar as investigações da polícia. Foi esse, aliás, um dos motivos que levaram o juiz Sérgio Moro a decretar a prisão dos empresários na sexta-feira passada.

. Em setembro, VEJA revelou que a contadora Meire Poza, uma das principais colaboradoras da investigação policial, havia sofrido ameaças diretas de emissários das empreiteiras. A ação, típica das organizações mafiosas, está registrada no despacho assinado por Moro.

Num encontro ocorrido em julho deste ano na praça de alimentação de um shopping em São Paulo, um homem identificado como Edson tentou convencer Meire Poza a aceitar os serviços de um escritório de advocacia contratado pelas empreiteiras envolvidas no escândalo de desvio de dinheiro de obras da Petrobras. A gravação da conversa não deixa dúvidas sobre as más intenções do grupo, claramente incomodado com o avanço das investigações da polícia, e muito preocupado com a colaboração de Meire. A intenção era intimidá-la. 

Edson, um suposto advogado, se dizia representante das empreiteiras Camargo Corrêa, OAS, UTC e Constran, justamente os alvos principais das prisões realizadas pela PF na sexta-feira passada. A conversa começa descontraída, amigável, e vai evoluindo para a ameaça. Prestativo, ele se põe à disposição para ajudar, dar apoio jurídico, mas a oferta é recusada. Em um tom de voz linear, o emissário passa a revelar os verdadeiros propósitos do encontro: "Sabemos que tem uma filha, que são somente vocês duas", diz. 

No mesmo tom linear, lembra que Meire pertence a um "grupo fechado" e que, como pessoa de confiança de Alberto Youssef, não pode sair desse grupo ou recusar a ajuda de seus clientes. E vai ao ponto central do problema: "Dona Meire, o importante é não falar demais! De repente, uma palavra mal colocada pode ser perigoso, pode ser prejudicial". Meire tenta se esquivar das ameaças, diz que está começando a não gostar do rumo da conversa, mas o advogado é ainda mais direto: "A senhora pode, sem querer, ir contra grandes empresas, políticos, construtoras. As maiores do país, a senhora entendeu?". 

Meire finalmente reage. Afirma que se sente ameaçada, que não quer ajuda das empreiteiras e encerra a conversa com um recado: "O senhor provavelmente vai estar lá com os seus clientes, com a Camargo (Corrêa), com a UTC, com a Constran, com a OAS... Manda todo mundo ir tomar...".

Entre os alvos do “juízo final”, como a ação foi batizada, está o advogado Carlos Alberto da Costa e Silva, que foi preso temporariamente e ainda teve seu escritório vasculhado pelos agentes. Meire Poza disse aos policiais que conheceu o porta-voz das ameaças no escritório de advogado Costa Silva, segundo ela o responsável por coordenar uma equipe de advogados contratados pelas empreiteiras. 

40% dos leitores dão nota zero para a segurança pública das suas cidades

Numa escala de zero a 10, 40% dos leitores desta página consideram que há total insegurança na cidade onde moram.

. A pergunta da enquete disponibilizada até o início desta tarde fazia a seguinte pergunta:

- Numa escala de zero as 10, que nota você dá para seu nível de segurança ?

. 34% dos leitores dão nogta 3 e 22% ficam com a nota 5.

. A nova enquete está disponibilizada aí ao lado e pergunta se você acha que Dilma deve ou não sofrer impeachment.

Melo, Marchezan, Manuela e Luciana serão os grandes nomes da disputa pela prefeitura de Porto Alegre

Há menos de dois anos das eleições para prefeito de Porto Alegre, os Partidos passam a se movimentar para situar seus nomes nas rodas da disputa:

Sebastião Melo
PMDB-PDT-PSB. O PSB só fará coligação se Beto Albuquerque não for candidato.

Manuela D'Ávila
PCdoB-PT-PTB: a coligação que desta vez promete incomodar para valer.

Luciana Genro
PSOL-PSTU: a filha do governador Tarso Genro, inflada pela disputa presidencial, virá para dividir o eleitorado de esquerda.

Marchezan Júnior
PSDB-DEM: desta vez o deputado será nome certo da oposição.

Einstein definiu há muito tempo o tipo de burrice que comanda a política econômica de Dilma

Dilma nunca leu Einstein.

A propósito da decisão da presidente Dilma Roussef de manter a mesma política econômica heterodoxa, desenvolvimentista e com foco na demanda, que acabou resultando na atual depressão, Einstein diria o seguinte:

. Burrice é fazer a mesma coisa e esperar um resultado diferente. 

. A atual política econômica do governo do PT deu o que tinha que dar, mergulhndo o País na beira da recessão e sem oferecer alternativa alguma para curto, médio e longo prazos. 

Mesmo com atuações do BC, dólar renova máxima desde 2005

Esta reportagem da "Folha de S. Paulo" informa que na manhã desta segunda, o BC realizou operações de swap cambial, usadas para conter a alta do dólar e oferecer proteção (hedge) às empresas e bancos. Leia tudo:

Mesmo o Banco Central tendo reforçado suas atuações no mercado de câmbio nesta segunda-feira (17), o dólar voltou a subir em relação ao real e renovou sua maior cotação em nove anos, com investidores cautelosos enquanto aguardam os nomes da equipe econômica no segundo mandato da presidente Dilma Rousseff (PT).

O dólar à vista, referência no mercado financeiro, teve ligeira alta de 0,2%, para R$ 2,604 na venda. Com isso, renovou seu maior valor desde 18 de abril de 2005, quando valia R$ 2,619. Já o dólar comercial, usado no comércio exterior, fechou praticamente estável, com leve avanço de 0,11%, para R$ 2,603 - também maior cotação desde 18 de abril de 2005, quando estava em R$ 2,608.

Conforme anunciou na sexta-feira (14), o BC reforçou as intervenções no mercado de câmbio a partir desta segunda (17). A instituição aumentou de 9.000 para 14.000 a oferta diária de contratos de swap cambial nas operações de rolagem dos papéis que vencem em 1º de dezembro de 2014.

Esses leilões têm sobre o mercado de câmbio efeito similar ao da venda de dólares. Ou seja, ajudam a segurar as cotações.

CLIQUE AQUI para ler e saber mais. 

Feira do Livro de Porto Alegre encerra com menos visitantes e venda de livros

A 60ª Feira do Livro de Porto Alegre divulgou, na manhã desta terça-feira, o balanço final com os números do evento:

- 1,4 milhões de visitantes nos 16 dias de feira (1,45 milhões em 2013)
- 400 mil livros vendidos (4,85% menos que em 2013)
- Mais de 700 sessões de autógrafos

. A direção da Câmara Rio-Grandense do Livro informou que o desempenho nas vendas inferior à edição de 2013, quando foram comercializados 420 mil exemplares, reflete um panorama nacional no mercado editorial. Em 2013 houve no Brasil um acréscimo de vendas de 9,6%. Já em 2014, aconteceu um decréscimo de 3,31% nas vendas.

Zero Hora cobra prestação de contas "clara e cabal" de Dilma. "Chega de corrupção, chega de impunidade", clama o jornal da RBS.

A RBS parece ter se convencido de que o escândalo da Petrobras é um dos maiores, senão o maior, da história do país _ e compromete inquestionavelmente dezenas de dirigentes e executivos de empreiteiras, servidores e diretores da estatal, políticos de diversos partidos e governantes no desvio de recursos bilionários. 

. É o que ela escreve no editorial publicado hoje pelo jornal Zero Hora.

. A RBS é a única mídia gaúcha que mandou repórter para acompanhar tudo de perto em Curitiba e passou a conceder espaços generosos para a cobertura do escândalo que envolve a Petrobrás, o governo Dilma e o PT.

. Num título (Chega de Corrupção, Chega de Impunidade) que lembra brados como os do Correio da Manhã em 1964, a RBS cobra uma prestação de contas cabal por parte da presidente Dilma. Na verdade, a RBS deveria cobrar o imediato impeachment da presidente Dilma, enfiada até as orelhas neste novo escândalo, como ex-presidente do Conselho de Administração da Petrobrás, ministra da área (Minas e Energia), chefe da Casa Civil e presidente da República durante todo o episódio. 

. Leia:

O que já se pode antecipar, enquanto avançam as operações da Polícia Federal, é que será um teste de fogo para as instituições democráticas do país. Aos brasileiros _ estarrecidos diante dos desdobramentos do que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, chamou de “rastilho de pólvora” das delações premiadas _, resta torcer para essa operação marcar de fato o fim da impunidade. Mas é importante ficar atento também ao descaso reiterado de autoridades, que permitiram os desmandos por tantos anos, a começar pela presidência da República. Esse tipo de comportamento tolerante, característico também da gestão anterior, do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ajuda a explicar a resistência da corrupção.

Diante da inevitável indignação popular provocada pelo caso, não basta a presidente Dilma Rousseff alegar que a investigação vai mudar o país para sempre, pelo fato de se estender também aos corruptores. A presidente da República está devendo à nação uma prestação de contas mais clara e mais convincente sobre os desmandos na estatal. Acima de tudo, deve resposta a uma pergunta que os brasileiros preocupados com seu país e com o futuro de sua maior empresa não têm como evitar: por que o Planalto não fiscalizou seus subordinados a tempo de evitar os danos continuados?

A falta do empenho necessário na luta contra esse mal acaba se disseminando a outras áreas. Só agora, a presidente da Petrobras, Graça Foster, anuncia a intenção de criar uma diretoria com o objetivo de aumentar o controle sobre os acordos fechados pela estatal.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Tarso fez apenas bravata quando disse que seria veloz nas respostas a Sartori

Foi pura bravata a queixa que o governador Tarso Genro fez sobre a baixa velocidade de trabalho da equipe de transição de Sartori.

. "É o tempo deles, mas estamos 24 plugados para responder tudo de imediato", avisou Tarso Genro, repetindo mantras igualmente falsos que usou durante sua fracassada tentativa de reeleição.

. Acontece que diante de 15 questões corriqueiras entregues sexta-feira à equipe de transição do Palácio Piratini, o governo embaralhou-se todo e prometeu que entregará as respostas neste final de semana.

. Se entregar.

. Existem questões que Tarso Genro jamais responderá.

Badesul corre risco de tomar calote de R$ 43,7 milhões no caso de quebra da Iesa.

A prisão do presidente da Iesa parece ter sepultado de vez o mais reluzente projeto industrial promovido para a região carbonífeira do RS peloo governo Tarso Genro, no caso o Pólo Naval do Jacuí.

. Quem tem dinheiro a receber da Iesa, a empresa-mãe do Pólo, teme sofrer calote devastador.

. É o caso do Badesul, que no entanto garantiu que tem como receber os R$ 43,7 milhões que emprestou para a Iesa, surfando no sonho do governador Tarso Genro. É que ela diz que tem garantias reais para receber, mas no caso é a própria planta industrial. O problema é que a própria controladora da Iesa está em regime de recuperação judicla e pode quebrar.

. O Badesul pode sofrer um calote de dimensões oceânicas, caso a Iesa quebre de verdade, porque teria que aguardar pelo destino da massa falida. 

. As tentativas da Petrobrás e do governo Tarso de salvar a empresa não deram certo, até porque a própria Petrobrás está em situação de grave risco. 

. O canteiro de obras de Charqueadas está paralisado, os 700 empregados foram colocados em licença e os fornecedores da empresa não conseguem receber seu dinheiro.Uma delas, a R&R Estruturas Mwetálicas, de Alvgorada, forneceu peças e amarga em calote de R$ 1 milhão. Valor igual tenta receber a Capaz Inspeções, de Canoas. O mesmo ocorre até mesmo com fornecedores de refeições e empresas de transprote de trabalhadores. 

Problemas da OAS no Petrolão respingam no RS

As operações da OAS no RS são investigadas no âmbito da Operação Lava Jato (Petrolão). A OAS notabilizou-se pelo negócio que fez no empreendimento Arena, Grêmio.

. Na Assembléia do RS, OAS virou sinônimo de palavrão. 

Leia, aqui, as 240 páginas do recurso de apelação de José Fernandes ao Tribunal Regional Federal.

Já está protocolado TRF4, o Tribunal Regional Federal da 4ª. Região, que tem sede em Porto Alegre, o recurso de apelação assinado pelo advogado Bruno Seligman de Menezes em favor do professor José Fernandes, principal personagem atacado no âmbito da chamada Operação Rodin. José Fernandesfoto) e seus filhos Fernando e Ferdinando foram condenados a penas e multas elevadíssimas em Santa Maria.

. A apelação conta em sete capítulos e 240 páginas todo o imbroglio ocorrido durante o governo Yeda Crusius. Foi resultado de uma das quatro operações gigantes desfechadas sob o patrocínio do então ministro da Justiça, Tarso Genro, que com isto pavimentou seu caminho para o governo estadual do RS.

. O recurso é uma peça extraordinariamente consistente.

. O editor recomenda arquivar o material, depois de ler e estudar tudo atentamente.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Empreendedores contarão nesta quinta como será o novíssimo Passo Fundo Shopping Center.

Será nesta quinta a coletiva de imprensa que vai revelar aos detalhes do projeto do Passo Fundo Shopping.  Na ocasião, os investidores do Passo Fundo Shopping, Antônio Roso, sócio da AR Participações, Valmir Maran, sócio da Paysage Empreendimentos e Sérgio Maia, sócio da Trust & CO,  irão apresentar oficialmente à imprensa todas as informações sobre o projeto, como o investimento, a previsão de início e as etapas das obras, os diferenciais do empreendimento e   as perspectivas de desenvolvimento com a geração de empregos e com o potencial de consumo local e regional.

. O Passo Fundo Shopping será construído a partir de 2015 na Avenida Presidente Vargas, 1.610, no coração do Bairro São Cristóvão. A projeção é que ele seja inaugurado ainda em 2016. 

Exclusivo - Este relatório de 60 páginas do JP Morgan mostra o estado da economia neste quatro trimestre

O editor teve acesso, ontem, a este estudo feito pelo JP Morgan para clientes selecionados, intitulado "Guide to the Markets - Brasil" referente ao 4º trimestre de 2014. Este relatório é uma publicação trimestral que apresenta grande diversidade de informações e análises do cenário econômico brasileiro, dentro do ambiente global de investimentos. É um livro compacto com mais de 60 páginas de gráficos, abrangendo:

- Economia Brasileira.
- Economia Global.
- Renda Fixa.
- Renda Variável.
- Outros Ativos e Comportamento do Investidor.

O objetivo com o Guide to the Markets - Brasil é prover informação sobre o mercado financeiro de forma clara, permitindo aos investidores identificarem as oportunidades e os riscos que existem no cenário atual de investimentos. 

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Jânio e Boechat perdem a vergonha e defendem os ladrões do dinheiro público.

O governo e o PT ainda conseguem mobilizar suas tropas na mídia para defendê-lo das acusações de roubalheira na Petrobrás. Os dois personagens mais ativos do momento são os jornalistas Jânio de Freitas, Folha de S. Paulo, e Ricardo Boechat, Band TV.

. Jânio vai direto ao ponto, sem vergonha, enquanto que Boechat prefere o embate oblíquo.

. Cada um dos dois faz o serviço sujo por razões diferentes.

. Os leitores sabem o que move os dois. 

. As demais ratazanas da mídia são velhas conhecidas dos cofres públicos. 

Sem expurgo de toda a diretoria, devassa e intervenção imediata, a Petrobrás não terá salvação.

As três informações a seguir possuem conexão direta com o escândalo do Petrolão, demonstrando a urgência de troca de toda a diretoria da Petrobrás, porque já que parte ou toda ela está envolvida na organização criminosa ou não possui mais condições de tocar a estatal. O caso parece ser o de intervenção pura e simples por parte do Tribunal de Contas da União. Leia:

Diretor da Galvão diz que
pagava propina ou não tinha negócio
O diretor de Óleo e Gás da Galvão, Erton Medeiros, disse ontem na Polícia Federasl que foi extorquido pelo ex-diretor Paulo Roberto Costa e foi obrigado a pagar propina ao PP, tudo porque de outro modo não teria acesso a qualquer contrato da Petrobrás.
CLIQUE AQUI para ler toda a notícia da Folha de hoje.

Polícia Federal avisa que roubalheira
prossegue dentro da Petrobrás
A Polícia Federal já apurou (leia nota abaixo) de que as propinas continuam sendo cobradas na Petrobrás, envolvendo novos diretores. O dinheiro ia para os bolsos de diretores, gerentes, além de dirigentes e parlamentares do PT, PMDB e PP.
CLIQUE AQUI para ler tudo.

Gerente dos US$ 100 milhões
é agora do BTG Pactual
Executivo Pedro Barusco, que aceitou devolver nada menos que US$ 100 milhões à Justiça, no maior acordo de recuperação de ativos da história do Poder Judiciário no Brasil, vinha atuando como diretor de Operações da Sete Brasil, empresa que tem o BTG Pactual, de André Esteves, como seu maior cotista; Barusco já aceitou fazer delação premiada e começou a entregar tubarões, como a construtora Schahin; recentemente, o BTG também foi acusado de ser favorecido em negócios internacionais da Petrobras, com a compra de ativos na África por 50% do preço.