Artigo, Onyx Lorenzoni - Chega de criminalizar a polícia e de transformar bandido em herói

Homenagem a Luís Carlos Gomes da Silva Filho. 29 anos.

Soldado da valorosa Brigada Militar do Rio Grande do Sul, Luís Carlos estava  no exercício de sua função e abordou um veículo suspeito, que agora se sabe que era roubado e estava com as placas clonadas. 
Agindo com precaução porque estava em frente a uma creche, o soldado Luís Carlos, mesmo afrontado pelo marginal, pode ter pensado que se fosse mais enérgico, o mundo desabaria sobre ele e sobre a instituição Brigada Militar.
Luís Carlos foi covardemente executado com três tiros no rosto, disparados por um dos marginais abordados. Talvez tenha passado pela cabeça do soldado  todas as criticas que a Brigada Militar recebeu quando reagiu ao ataque de bandidos em frente a um hospital de Porto Alegre, no último mês de abril. Porque no Brasil virou moda atacar a policia e defender bandido.
Precisamos parar com essa hipocrisia de uma vez por todas e acabar com a cultura de que bandido é vítima da sociedade. Esse é mais um dos estragos feitos pela inversão de valores que domina o país nos últimos anos.  Qualquer estudo criminológico sério mostra que ser bandido é uma escolha individual.
Todas as vezes que um policial mata um bandido, logo aparecem os defensores da bandidagem falando em abuso.
É claro que existem abusos, como em qualquer setor da sociedade.  Mas o que não pode mais acontecer neste país, é, de acordo com interesses, aparecerem defensores de vagabundos misturando tudo e, quando um policial, que é mal remunerado, que coloca a sua vida em risco,  é cruelmente assassinado por um marginal, que não é vítima da sociedade coisa nenhuma, essas pessoas se escondem ou repetem teses furadas e dissociadas da realidade.
Quem tem que ter medo de polícia é bandido e não o contrário.

Minha solidariedade à família e minha homenagem ao soldado Luís Carlos Gomes da Silva Filho. Vítima da cultura de que o bandido é vítima da sociedade.  Vítima da inversão de valores.

Porto Alegre, Paraíso dos Ladrões

O maior posto de combustíveis de Porto Alegre, que já foi assaltado 16 vezes, foi roubado nesta sexta-feira.

E no sábado.

E também no domingo.

E tudo isto porque o governador Ivo Sartori retirou das ruas o policiamento ostensivo da Brigada Militar.

Até seus policiais são abatidos como gado em plena luz do dia e na frente de todo mundo.

Uma demonstração exemplar de que nada funciona no policiamento ostensivo da cidade.

A segurança pública é mais do que terrible no RS, como diria o prefeito do Rio, Eduardo Paes, caso fosse prefeito de Porto Alegre.

Olimpicamente alheio ao que acontece na sua cidade, o prefeito José Fortunati não acha nada terrible o que acontece com a vida e o patrimônio dos seus cidadãos.

Giovani Cherini será o presidente do PR no RS

O deputado gaúcho Giovani Cherini, ex-PDT, acaba de se filiar ao PR, o Partido da República. Ele será o presidente da direção estadual e no dia 22 oficializará tudo num ato público com dirigentes nacionais, agendado para o CTG35, Porto Alegre.

O PR tem 43 deputados federais e o ministro dos Transportes, Maurício Quintela Lessa.

"Eu queria autonomia e liberdade, coisa que o PR ofereceu-me", disse o deputado ao editor.

O PR é um Partido pequeno no RS, tem apenas 16 vereadores e seções em 40 municípios, Mas Giovani Cherini quer transformá-lo numa das cinco maiores forças partidárias do Estado até 2018.

Sindicato dos Engenheiros impugna niome indicado por Sartori para a Fundação CEEE

 Os diretores do SENGE entregaram ao procurador-geral Da Camino relatório que demonstra a má gestão do indicado à presidência da Fundação CEEE, se colocando a disposição para colaborar com o MP de Contas no que for necessário.

O presidente do SENGE, Alexandre Wollmann, e o vice-presidente Luiz Alberto Schreiner estiveram reunidos com o procurador-geral do Ministério Público de Contas, Geraldo Da Camino, com o objetivo de externar sua preocupação em relação à gestão da Fundação CEEE.

A entidade é classificada atualmente como o maior fundo de pensão do Estado e um dos maiores do Brasil, com patrimônio superior a R$ 5 bilhões, gerindo os planos de previdência e recursos aportados por diversos empregados de empresas púbicas, entre os quais estão profissionais representados pelo Sindicato, e também é a entidade responsável pelo plano SENGE Previdência.

Causou estranheza a forma como esta indicação foi conduzida pelo presidente da estatal, Paulo de Tarso Machado, que determinou em março passado a substituição imediata da gestão, o que deveria ocorrer apenas em julho. Causou ainda mais preocupação a indicação de Moacir José Grippa para a presidência da Fundação, cargo que já ocupou na década de 90 e cujos relatórios compravam graves danos por parte da sua gestão ao patrimônio financeiro da instituição.

Artigo, Enio Meneghetti - O samba de Paulo Ferreira

Pela segunda vez teve prisão preventiva decretada  o ex deputado federal (PT) gaúcho Paulo Ferreira. Entre 14/03/2012 a 17/03/2014, assumiu como suplente. Condição que mantém na atual legislatura, porém sem assumir.

Paulo Ferreira foi um dos alvos de prisão da Operação Abismo, deflagrada nesta segunda feira, 04 de julho, na 31ª fase da Lava Jato. Ferreira já estava preso, já que foi um dos alvos da Operação Custo Brasil, aquela que prendeu o ex-ministro de Lula e Dilma, Paulo Bernardo, marido da senadora (PT) Gleisi Hoffman.


O ex-tesoureiro do PT foi delatado pelo ex vereador petista Alexandre Correa de Oliveira Romano, o  Chambinho.  O delator  entregou documentos que comprovam as transferências bancárias e pagamentos que efetuou a pedido de Paulo Ferreira, detalhando ainda o vínculo entre os beneficiários das remessas e o ex-tesoureiro.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Site www.polibiobraga.com.br ultrapassa a marca dos 30 milhões de visualizações

O editor acaba de comemorar a marca de 30 milhões de visualizações deste site, pelo menos desde que ele passou a ser alojado na plataforma Google, portanto há 6 anos. Este serviço de conteúdo informativo foi criado pela Multimidia Luzes há cravados 20 anos, sendo que durante 14 anos permaneceu alojado em plataformas de fortes provedores locais, todos eles invadidos sistematicamente por hackers cruéis, criminosos, implacáveis e perniciosos, nem sempre identificados e punidos com o rigor da lei. 

Este é o relatório do Google Analytics das 17h28min


Visualizações de página de hoje
31.799
Visualizações de página de ontem
42.524
Visualizações de página do mês passado
1.046.570
Histórico de todas as visualizações de página
30.001.789
Seguidores
56

Gerenciar o rastreamento das suas exibições de página

Ana Amélia avisa: "A perícia confirma os crimes e consolida minha posição pelo impeachment de Dilma Roussef"

Na reunião da Comissão Especial do Senado, nesta terça-feira (5), na qual foram ouvidos técnicos responsáveis pela perícia em relação ao processo, a senadora Ana Amélia (PP-RS) reafirmou sua posição a favor do impeachment da presidente afastada, Dilma Rousseff. A parlamentar disse que os crimes praticados pelo governo anterior colocaram o país na atual situação, na mais profunda e aguda crise social, econômica, política e ética. Disse a senadora, esta tarde:

— A perícia, com muita precisão, identificou os crimes cometidos e nós iremos julgar a causa desses delitos. Nesse julgamento é que nós iremos encontrar as razões pelas quais o país chegou à situação que está hoje.

Ao falar sobre a crise, Ana Amélia ressaltou que a corrupção e os crimes praticados pelo governo da presidente afastada resultaram na destruição do setor energético, em mais de 11 milhões de desempregados, em inflação alta, juros estratosféricos e nenhuma previsão de crescimento:

— O governo propôs fazer do Brasil uma Pátria Educadora, mas a educação hoje está pagando um preço amargo, com a queda de todos os programas importantes para a juventude brasileira .

O relatório do senador Antonio Anastasia (PSDB-MG) deverá ser votado na comissão no dia 4 de agosto.

Tribunal de Justiça suspende cassação do deputado Mário Jardel

A presidente da Assembléia tirou nota para informar que recorrerá. O plenário ia cassar o deputado na sessão desta tarde.

Leia a nota de Silvana Covatti:

Por força de medida liminar concedida pela desembargadora Catarina Rita Krieger Martins, recebida no início da tarde desta terça-feira (5) nesta Casa Legislativa, suspendemos a apreciação na sessão plenária de hoje do Projeto de Resolução (PR) 16 2016, que trata da perda de mandato do deputado Mário Jardel (PSD).
Reafirmando a crença de que foram atendidas as regras constitucionais nesta Assembleia Legislativa, informamos que o Parlamento recorrerá da decisão liminar.
Deputada Silvana Covatti

Presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul

Prefeitura acaba com contracheques impressos e economizará com isto a quantia de R$ 500 mil por ano

Paulo é filho do ex-vereador, ex-secretário e ex-presidente do PTB, Eloi Guimarães. 


O mais novo secretário da administração municipal de Porto Alegre, Paulo Guimarães, que é advogado, conseguiu implementar um novo sistema de emissão de contracheques para os servidores e com isto a prefeitura economizará meio milhão de reais por ano.

. É que a partir do mês de julho os contrachquees estarão disponívesi somente pelo portal RH 24 Horas Mobile.

Não serão mais distribuídos na versão impressa.

A medida valerá para ativos e inativos.

Projeto da dívida dos Estados vai a votação esta noite na Câmara

O projeto 257 que trata da repactuação das dívidas dos Estados será votado nesta terça-feira pela Câmara.

Depois irá para o Senado.

A decisão foi tomada esta manhã no Planalto.

O projeto não terá nova emenda para beneficiar os municípios.

Opinião do editor - Olívio Dutra e a gênese lulopetista do PT

Nas redes sociais e no Google, eis o que surge quando é digitada a palavra "quadrilha".


Eis de que modo a editoria de Política de Zero Hora conclui seu comentário de abertura na edição de hoje do jornal:
- Um partido (o PT) que fecha os ouvidos para líderes honestos e dá relevância a alguém como Ferreira, com uma reiterada postura de negar ou atribuir a conspirações os erros cometidos pelos colegas, dificlmente chegarioa a outro lugar que não fosse o buraco em que se encontra.
O PT não tem saída a não ser pela proscrição.
O jornalista Juliano Rodrigues, interino, fez seu comentário em cima das falcatruas atribuídas ao ex-deputado e carnavalesco gaúcho Paulo Ferreira, marido da ex-ministra do Desenvolvimento Social de Dilma Roussef, Tereza Campelo.
Ele lembra que Olívio Dutra sempre esteve em campo oposto ao de Paulo Ferreira, mas que não foi ouvido quando exigiu providências sobre os casos de petistas envolvidos no Mensalão. O ex-deputado disse que Olívio não deveria falar "à margem da instâncias partidárias", lembra Rosane Oliveira, que conclui:
- Olívio, um político com história suficiente para expressar as suas opiniões sem pedir autorização a alguém, acabou sendo uma vez solitária naquele momento.
O que acontece é que o jornalista Juliano Rodrigues erra ao fazer duas considerações sobre o episódio:
1) Aquilo que ele intitula "erros cometidos pelos colegas", foram na verdade "crimes horrorossos cometidos pelos colegas", membros da mais alta nomenklatura do PT, portanto líderes do Partido.
2) A voz isolada de Olívio Dutra, que é verdadeira, porque ninguém mais do PT do RS o acompanhou nas críticas, ganha contornos cada vez maiores de voz de um inocente útil, na melhor das hipóteses, porém mais de um colaboracionista que tudo viu e ouviu de modo reiterado, sem ter pedido as contas e ido embora,  por absoluta impossibilidade fática de mudar a gênese lulopetista da quadrilha.

A isto ficou reduzida a UNE

Brasília, via WhatsApp

O deputado Mendonça Filho, DEM, ministro da Educação, participou esta tarde da sessão conjunta das Comissões de Educação e Finanças da Câmara.

Ele foi recebido por dois grupos de manifetantes.

O grupo da foto é da UNE.

É tudo que a UNE consegue reunir depois da conivência dos seus dirigentes com os escândalos do Mensalão e do Petrolão.

Um grupo maior, também portando cartazes, apoiou o ministro.

Artigo, Bolívar Lamounier - Dois pra lá, dois pra cá

O editor destacou o trecho a seguir, mas recomenda a leitura completa do artigo. O artigo é do Estadão.

Em nosso sistema, as autoridades realmente governam sob uma contínua e eficaz fiscalização? As restrições aqui consideradas são, desde logo, as insculpidas na Constituição e nas leis, cuja titularidade cabe em primeiro lugar ao Judiciário e à Procuradoria-Geral da República. Em que pese a atuação altiva e enérgica do juiz Sergio Moro, não há dúvida de que o Brasil é ainda regido por duas Justiças, uma para os poderosos e outra para os batedores de carteira. A diferença entre ambas é que a segunda funciona. Essa realidade é de tempos em tempos reconhecida até por ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). E esse ponto, de permanente importância, precisa ser complementado por outro de natureza conjuntural. Oito dos 11 ministros ora em atividade no STF foram nomeados por Lula e Dilma Rousseff. Só os muito crédulos atribuem pouca importância a esse fato.
O enunciado “governar sob restrições incessantes e eficazes” traz evidentemente à baila a questão da transparência e de seu correlato, a accountability, ou seja, a possibilidade de responsabilizar autoridades que eventualmente atuem em desacordo com suas atribuições. Mas o BNDES, por exemplo, só agora, sob a presidência da doutora Maria Silvia Bastos, está cumprindo sua inequívoca obrigação de facultar o acesso da Justiça aos registros de suas operações. Como é público e notório, tais informações foram sonegadas durante um longo período.

CLIQUE AQUI para ler mais.

Artigo, Luís Milman - Os petistas, os gângsteres e os psicopatas

Para além da revolta e do nojo provocados pelo PT em grande parte do povo brasileiro, é preciso considerar, sempre, a dimensão histórica do desastre petista e de seus demais parceiros do Foro de São Paulo, na América Latina. Nada poderia ser mais política, ideológica e economicamente  devastador para o confessionalismo esquedista do planeta do que os 13 anos de governo de Lula e Dilma Roussef, que eram tidos, faz menos do que dois anos, como uma consagração de políticas comunopopulistas no mundo. A esquerda global, não esqueçamos, celebrava o petismo e o operário que transformara o Brasil. No entanto, o país, que era pobre antes deles, ficou mais pobre e teve as entranhas invadidas por padrões de corrupção e inépcia administrativa insuperáveis na história durante a era petista. Os níveis de violência tornaram-se obscenos. Os serviços públicos, como a educação e a saúde, desastrosos. Os estados da federação ficaram arruinados e a economia tornou-se depressiva. Os teóricos esquerdistas intervencionistas, que defendiam - alguns autistas ainda defendem - políticas salvacionistas anticíclicas, que aumentam o déficit público e oferecem crédito para setores de produção e consumo, foram desmoralizados pela quebradeira de empresas e pela dimensão do desemprego.

As vozes dos petistas e de seus consorciados que se fazem ouvir no Congresso são as de aberrações políticas, cuja maior qualidade é o cinismo e a ausência de pudor.

CLIQUE AQUI para ler mais.

Ministro das Cidades, tucano Bruno Araújo, pega férias de uma semana

O presidente Michel Temer oficializou nesta terça-feira férias de uma semana ao ministro das Cidades, o tucano Bruno Araújo. Publicado na edição de hoje do Diário Oficial da União, o despacho de Temer não detalha os motivos para os dias de recesso, que começaram ontem e vão até a sexta-feira. A assessoria de Araújo informa, no entanto, que ele está no exterior para tratar de problemas particulares.

Entrevista, Darcisio Perondi - Equipe técnica listará os pontos da reforma da previdência onde já há consenso

ENTREVISTA
Darcísio Perondi, deputado PMDB, vice-líder do governo Temer

O presidente Temer dá sinais de que a reforma da previdência ficará para depois da votação do impeachment.
E vai sair. Há pouco, participei do grupo que trata da reforma e acho que avançamos nos procedimentos.

Como ?
Por propota do Dieese, via centrais sindicais dos trabalhadores, será montado imediatamente um grupo técnico de alto nível, indicado pelos membros da nossa comissão, encarregado de listar os pontos sobre os quais há consenso.

E os outros ?
Vamos começar pelo que nos une. Isto parece lógico. É como dá para avançar. Uma coisa puxa a outra.

Dá para avançar rápido ?
Creia nisto. Saiba que muitas medidas pode ser adotadas administrativamente. A comissão e o governo lista tudo e vai implementá-las. Em dois anos, apenas por aí, R$ 150 bilhões engordarão os cofres da Previdência, seja por cortes ou seja por novas receitas.

Empreiteiras da Lava Jato ajudaram Paulo Ferreira e Adão Villaverde

Eis como as empreiteiras "ajudaram" Paulo Ferreira, PT, nas eleições de 2014 (65% dos recursos):

- Odebrecht, R$ 30 mil
- Carioca, R$ 266 mil
- Andrade Gutierrez, R$ 95 mil

O ex-tesoureiro do PT repassou R$ 18 mil da Andrarde Gutierrez e R$ 14 mil da Carioca para Adão Villaverde, atual deputado na Assembléia do RS.

Juiz da Operação Custo Brasil bloqueia R$ 102 milhões do PT

O juiz federal Paulo Bueno de Azevedo, responsável pela Operação Custo Brasil, decretou o bloqueio de R$ 102 milhões do PT.

É dinheiro sujo que saiu dos empréstimos consignados concedidos a servidores federais durante os governos Lula e Dilma. 


O PT terá que fazer uma operação de crowfunding para pagar suas contas.

Ninguém sabe o que falta para que o PT seja proscrito por causa da sua configuração de organização criminosa. 

Osmar Terra quer investigar irregularidades em 1,5 milhão de Bolsas Família

O Bolsa Família gasta R$ 27 bilhões por ano.

O ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, montou um grupo de trabalho antigfraude, que investiga 1,5 milhão de matrícolas do Bolsa Família que podem ser irregulasres.

Isto é o que revela hoje o jornalsita Tulio Milman, que assina a página Informe Especial de Zero Hora.

Quem recebe, não deveria receber.

E 500 mil esperam pelo benefício.

O ministro disse para o jornalista que o governo Temer trabalha para que os bolsistas migrem para formas superiores e progridam. Faz isto de três formas:

1 - Programa de prêmios para prefeituras que reduzierem o número de cadfastrados.
2 - Implementa o Programa primeira Infância, que Osmar Terra introduziu no governo do RS.
3 - Trabalha contra as fraudes.

Artigo, Mário Sergio Conti - Ah, os olhos, ah os olhos

No terreno da pesquisa, o grupo capitaneado pelo professor Pablo Ortellato aplicou questionários nos protestos pró e anti-impeachment. Fez o mesmo em marchas de secundaristas e pela legalização da maconha. E chegou a descobertas contraintuitivas.

Nas duas últimas passeatas, por exemplo, os participantes eram mais jovens, tinham renda menor e repudiavam com maior vigor a política do que os das duas primeiras. Como os pró-impeachment, eles acham que o PT é corrupto. Mas, à semelhança dos manifestantes favoráveis a Dilma, pensam que os ganhos sociais na era petista foram significativos.

Há lacunas na compilação. Só Michel Löwy trata da situação internacional. Apenas Leda Paulani se demora na economia. Existe certa tendência, entre os 30 articulistas, a minimizar o papel da corrupção na derrocada da presidente.

Ou então se reclama que a caça aos corruptos se concentra no PT –o que pode ser incorreto, caso Cunha, Renan, Sarney, Aécio e intermináveis eteceteras venham de fato a ser incriminados.

Não é feita uma investigação profunda da política de Dilma depois da reeleição. Há talvez pudor em responsabilizá-la agora, quando, meio fantasmagórica, ela aguarda o veredito do Senado. No segundo livro, "A Resistência ao Golpe de 2016" (Canal 6 Editora, 425 págs.), a disposição contemporizadora fica caricata.

Na maioria dos 103 artigos, tudo é resolvido de antemão: o imperialismo americano usou os reacionários locais para golpear mulheres, negros e gays, e assim impediu que o Florão da América desabrochasse.

CLIQUE AQUI para ler mais.

Assembléia do RS cassará esta tarde o mandato do deputado Mário Jardel, PSD

A Assembléia do RS votará esta tarde a proposta de cassação do deputado Mário Jardel, PSD. O leitor poderá entender melhor se clicar aqui para examinar o texto do relatório preparado pelo relator da Comissão de Ética, deputado Elton Webber, PSB.

Senador Paim, PT, apaga fotos que o ligam à Escola de Samba Imperadores do Samba

CLIQUE AQUI para saber como era o relacionamento entre Paim e a Imperadores do Samba.

O senador Paulo Paim, PT, companheiro e amigo do ex-tesoureiro nacional do PT, Paulo Ferreira, preso pela segunda vez por ordem do juiz Sérgio Moro, não fez comentário algum sobre o que acontece em São Paulo e Curitiba, mas tomou uma providência radical sobre o caso:

- Mandou sacar todas as fotos que o davam como "amigo entre amigos" da Escola de Samba Imperadores do Samba.

As fotos e frases laudatórias ao senador de Canoas constavam até há pouco dos site, blog e Facebooks, mas diante do escândalo envolvendo Paulo Ferreira e a Escola de Samba da Restinga, ele resolveu agir.

CLIQUE AQUI para examinar a página nesta terça-feira.
CLIQUE AQUI para ver como era antes.

Receita flagrou aluguéis pagos por Gabas por mansão de filha de ex-presidente da Previ e ex-nora do senador Raimundo Lira

Documento produzido pela Receita Federal no âmbito da Operação Custo Brasil – que apura desvios de mais de R$ 100 milhões nos empréstimos consignados de servidores federais – revela que o ex-ministro da Previdência Carlos Gabas pagou R$ 46,8 mil para a filha do ex-presidente da Previ (fundo de pensão dos servidores do Banco do Brasil), Vanessa Bilacchi, ex-nora do senador Raimundo Lira, o presidente da Comissão Especial do Impeachment,  pelo aluguel da mansão em que ele mora, em Brasília.

Carlos Gabas é dono da Harley que dava caronas a Dilma nos seus passeios por Brasília. Na semana passada, ele prestou depoimento na PF sob condução coercitiva.

A reportagem é de Fausto Macedo, Ricardo Brandt e Júlia Affonso, Estadão de hoje. Leia tudo:

Com mais de 450 metros quadrados de área construída, num amplo terreno no Lago Norte da capital federal, Gabas mora no imóvel desde 2006, segundo documento da Receita. São quatro suítes e duas dependências de empregados, piscina, minicampo e canil.

“Foi declarado pagamento de aluguel de imóvel no valor de R$ 36,8 mil para Rodolfo Figueiredo Lira, filho do senador Rodolfo (sic) Lira e ex-marido de Vanessa Bilacchi”, informa relatório documento da Receita. O pai de Rodolfo Figueiredo Lira é o senador Raimundo Lira, do PMDB da Paraíba, presidente da Comissão de Impeachment da presidente Dilma. “Vanessa é filha de Jair Bilacchi, ex-presidente do fundo de pensão Previ.”

O documento da Receita anexado nos autos da Custo Brasil aponta ainda que, no ano-calendário 2013 (base 2012), Gabas declarou ter pago aluguéis para “Vanessa e para Rodolfo no valor de R$ 44 mil e, no ano seguinte, outros R$ 46,8 mil somente para Vanessa”.

Conhecido por ter levado a presidente afastada Dilma Rousseff para um passeio na garupa de sua moto Harley Davidson, em 2013, Gabas foi alvo da Operação Custo Brasil. Ele era um dos beneficiários da propina de 70% cobrada da empresa Consist Software, para que ela operasse o sistema via internet de créditos consignados dos servidores federais. Uma esquema que entre 2010 e 2015 desvio mais de R$ 100 milhões, em especial, para o PT e membros do partido.
Além de Gabas, os alvos principais são o ex-ministro do Planejamento e Comunicações Paulo Bernardo, sua mulher a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) – que será investigada outro procedimento – os ex-tesoureiros do PT João Vaccari Neto e Paulo Ferreira e o ex-secretário de Gestão da Prefeitura de São Paulo, na gestão Fernando Haddad (PT), Valter Correia da Silva.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Dilma já esvazia o Alvorada

O Estadão revela hoje que a ex-presidente Dilma Roussef aproveita suas últimas viagens gratuitas pela FAB para levar bagagens de volta para Porto Alegre.

Bolsas asiáticas e européias andam na gangorra nesta terça-feira

Londres, via WhatsApp

As Bolsas da Ásia já encerraram suas operações:
Xangai, +0,60%; Tóquio, -0,67%; Hong Kong, -1,46%.

Na Europa, ainda não foram encerrados os pregões:
Londres, +0,32%; Paris, -1,69%; Frankfurt, -1,90%

Nova Iorque, iniciando há pouco, com +025%.

Preço do petróleo continua despencando. As 11h13min, US$ 48,75 em Londres

Londres, via WhatsApp

Londres está ensolarada neste momento, 11h12min no Brasil, 24 graus.
Os preços do petróleo continuam despencando.
Neste momento, baixa de 2,7%, US$ 48,75 o barril do tipo Brent, Mar do Norte

Editorial, Estadão - Lava Jato sob ameaça

CLIQUE AQUI para ler, também, "Entregando os anéis", Folha.

A Operação Lava Jato e o que ela simboliza, o combate implacável à corrupção, estão ameaçados. As investigações que se intensificaram nos últimos dois anos e pouco, e resultaram na condenação de políticos, funcionários de estatais, dirigentes de empresas privadas e operadores financeiros, agora começam a expor importantes figurões da política, personagens que até pouco tempo atrás eram considerados intocáveis. Como a toda ação corresponde uma reação oposta da mesma intensidade, na medida em que as investigações os atingiram em cheio os políticos sob suspeição tornaram-se os principais adversários da Lava Jato. Sua reação está em pleno curso. Com a circunstância agravante de que são eles que têm poder para impor restrições legais à atuação da Lava Jato.

Até como consequência da crescente abrangência de suas investigações, a Lava Jato está cada vez mais sujeita a controvérsias resultantes de procedimentos passíveis de contestação e eventuais falhas operacionais cometidas por seus agentes: policiais, procuradores e juízes federais. Essas controvérsias se concentram em duas questões principais: o instituto da delação premiada e as denúncias de abuso de autoridade. É a partir daí que surgem os pretextos para acabar com a “sangria” nos negócios políticos que provocam a indignação do notório senador Romero Jucá (PMDB-RR). Muitos políticos defendem também a revisão, pelo STF, da decisão que determinou a obrigatoriedade do cumprimento das penas de prisão a partir de sentença de segunda instância.

Tanto a delação premiada, responsável em grande parte pelo sucesso da Lava Jato em suas investigações, quanto o abuso de poder por juízes, procuradores e policiais são questões que precisam ser levadas a sério e corrigidas sempre que for o caso.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Audiência pública gigante sobre Uber sairá esta noite em Porto Alegre

Foi confirmada para esta noite, 19h, no Gigantinho, a audi~encia pública sobre o projeto que regulamenta os serviços do Uber em Porto Alegre.

O público será dividido entre os que apóiam e os que não apóiam o Uber.

Serão 5 mil lugares.

Os taxistas prometem presença forte para combater o Uber.

No evento, falarão 20 pessoas, sendo 10 a favor e 10 contrárias ao projeto.

Bradesco abre seus caixas eletrônicos para clientes do HSBC

A partir de hoje os clientes do HSBC poderão usar os caixas eletrônicos do Bradesco para fazer saques e pagamentos de contas.

Briga de bombachudos no Sul

O deputado Giovani Cherini, ex-PDT, voltou a dizer que seu colega Pompeo de Matos, PDT, deve honrar as bombachas que usa.

É que Cherini acusa o trabalhista de trama no caso da sua expulsão.

Wambert Di Lorenzo define candidatura em Porto Alegre com a direção nacional do PROS

Em plena disputa pela prefeitura de Porto Alegre, Wambert Di Lorenzo conversará hoje com a direção nacional do PROS.

Ele quer saber se terá apoio financeiro para a campanha.

Sem isto, Di Lorenzo dificilmente irá para a disputa.

FipeZap: preços de imóveis residenciais ficaram estáveis em junho

Os preços de imóveis residenciais no País ficaram estáveis entre maio e junho, conforme divulgado ontem pela Fipe, em parceria com a empresa de busca eletrônica Zap, em pesquisa realizada em 20 municípios brasileiros. Com isso, o preço médio do metro quadrado atingiu o valor de R$ 7.635,00 no último mês. Destaque para a queda nominal dos preços em junho em São Paulo (-0,04%), Rio de Janeiro (-0,30%), Distrito Federal (-0,10%), Recife (-0,22%), Porto Alegre (-0,02%), Florianópolis (-0,09%), Niterói (-0,07%) e Goiânia (-0,78%). 

Nos últimos doze meses, a variação dos preços em nível nacional ficou negativa em 0,02%, em termos nominais – o que implica uma queda mais forte se  for descon tada a inflação do período. Esse comportamento reflete o enfraquecimento do mercado imobiliário em grande parte das cidades pesquisadas. Para o restante do ano, os preços de imóveis residenciais manterão tendência de queda em termos reais, como reflexo dos ajustes dos estoques.

Governo Temer quer aumentar impostos. Receita pensa em PIS/Cofins de 9,5% para todos.

Governo diz quer morder mais e adotar valor único de 9,25%, tudo sob o falso argumento da simplificação. A Receita Federal admitiu que estuda a mudança.

O governo federal quer mudar a cobrança do PIS e da Cofins. O setor de serviços já se manifestou contra. Os tributos servem para pagar benefícios sociais para os trabalhadores. Atualmente o governo cobra de acordo com o tamanho da empresa e o tipo de contabilidade, de 3,65% a 9,25% do faturamento do negócio. Agora o governo diz que quer simplificar e adotar um valor único de 9,25%. Em contrapartida, as empresas poderiam descontar o imposto pago pelos fornecedores de matéria-prima.

A mudança na fórmula de pagamento representaria aumento de contas de celular, plano de saúde, condomínio, passagens e até da prestação da casa própria. Nas escolas e universidades particulares, por exemplo, as mensalidades poderiam subir até 6,17%.

A mudança trará aumento de preços, desemprego e fechamento de empresas.

 Representantes de entidades de classe ligadas ao setor de serviços da economia, como educação, transportes, limpeza, comércio de uma maneira geral, essas são as consequências da mudança na cobrança do PIS e Cofins. Um aumento de impostos para mais de 1,5 milhão de empresas que empregam mais de 20 milhões de trabalhadores.

De cada dez postos de trabalho, os empresários estimam  que dois trabalhadores perderão os empregos, caso aprovada a proposta conforme o governo quer.

Vendas de veículos recuaram de novo em junho. Desta vez, queda foi de 4,4%.

No semestre, comprado com igual período do ano passado, a queda foi de 25,4%.

Os emplacamentos de veículos, exceto máquinas agrícolas e implementos rodoviários, somaram 252.747 unidades em junho, segundo os dados divulgados ontem pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). O resultado corresponde a uma queda de 4,4% na margem, excetuados os efeitos sazonais, sucedendo retração de 2,9% em maio e avanço de 1,4% em abril. A maior contração foi impulsionada pelos fortes declínios de 7,7% e 7,8% dos emplacamentos de ônibus e caminhões, respectivamente. Já comerciais leves e automóveis apresentaram menores quedas, de 0,5% e 2,0%, nessa ordem. Na comparação interanual, os emplacamentos totais (também descontados os implementos rodoviários e as máquinas agrícolas) registraram variação negativa de 19,4%, de menor magnitude que a média de recuo de 21,1% dos três meses anteriores. 

Esta manhã, a equipe de economistas do Bradesco informou na sua newsletter diária que as vendas de veículos mostrarão variações interanuais cada vez menos intensas nos meses à frente, em virtude do início da estabilização da atividade nos últimos meses.

Marilena Chauí, professora petista da USP, diz que Moro foi treinado pelo FBI para fazer a Lava Jato

Chauí, armada até os dentes para defender a organização criminosa lulopetista.


CLIQUE AQUI para ver e ouvir o vídeo. Ele foi postado no blog do escritor petista Fernando Morais.

Em vídeo publicado neste domingo, a filosofa Marilena Chauí, 74 anos, afirma que o juiz federal Sergio Moro, da Operação Lava Jato, foi treinado pelo FBI —o equivalente à Polícia Federal nos EUA— para conduzir o caso. Segundo ela, o objetivo da Lava Jato seria retirar do Brasil a soberania sobre o pré-sal. "Por que isso ficou claro para mim? Por que Sergio Moro foi treinado, nos Estados Unidos, pelo FBI":

- Ele recebeu um treinamento que é característico do que o FBI fez no Macarthismo [política de perseguição anticomunista adotada pelos EUA nos anos 1950] e fez depois do 11 de setembro que é a intimidação e a delação.

Segundo ela, os Estados Unidos teriam o objetivo de desestabilizar o Brasil. "A Operação Lava Jato é, vamos dizer, o prelúdio da grande sinfonia de destruição da soberania brasileira para o século 21 e 22."

Não é a primeira vez que Chauí, notória intelectual de esquerda e defensora da presidente afastada, Dilma Rousseff, afirma que o objetivo da Lava Jato é entregar o pré-sal brasileiro a empresas norte-americanas. 

Comissão do Impeachment entra na reta final. Dilma foi convocada para interrogatório.

Placar do impeachment no Senado, segundo Estadão
A favor, 38 (para decretar o impeachment são necessários 54 dos 81 votos)
Contra 18
Não quiseram responder, 19
Indecisos, 6

A Comissão Especial do Impeachment reúne-se nesta terça-feira para ouvir os peritos que examinaram os documentos acostados ao processo.

Amanhã, Dilma Roussef deveria ser interrogada, mas ela avisou que não irá ao Senado. A oposição não quer que seja substituída por seu advogado, Luiz Eduardo Cardoso.

O impeachment entra agora na sua fase final.

Cpers chama assembléia para acabar greve de professores estaduais no RS

O Cpers chamou assembléia geral para quinta-feira, quando poderá dar fim a 54 dias de greve naquele dia.

Veranico de julho termina e recomeça o frio no RS

Uma frente fria avança pelo Rio Grande do Sul nesta terça-feira de manhã, dia em que Porto Alegre amanheceu com temperatura amena, céu azul, poucas nuvens e pouco sol.  No Sul e no Oeste, a instabilidade foi percebida desde o início do dia com nebulosidade e chuva. Na área de Uruguaiana, fronteira com a Argentina, já faz frio. 

Entre a tarde e a noite, a instabilidade toma conta da Metade Oeste e do Centro. Há risco de chuva localmente forte nestas áreas e mesmo o risco de temporais isolados não é afastado. Em Porto Alegre, há possibilidade de chuva no final do dia, ou no começo da quarta.