ENTREVISTA - Randon aposta em ligeira recuperação interna e em aceso mercado externo

Astor Schmitt, diretor da Randon

É verdade que a Randon reduziu sua jornada em função da desaceleração da indústria?
Não fizemos isto. O cenário, no entanto, nos preocupa, embora tenhamos notado sinais de leve melhora no mercado interno.

Há ociosidade?
Sim, em algumas das fábricas. Como sabes, temos 10 empresas e nem todas trabalham no mesmo ritmo. Algumas delas, como a Fras-Le, operam em ritmo fortíssimo, porque as encomendas são excelentes.

O que vocês acham do cenário?
Está melhorando e vai melhorar mais. Quero dizer que este ano a nossa produção será muito puxada pelo mercado externo, que melhorou enormemente para nós. Eu até me animaria a dizer que apostamos em repetir 2011. Se fizermos isto, seremos premiados, porque 2011 foi nosso melhor ano. 

Seca já mostra seu lado perverso na arrecadação estadual do RS

Como o editor já vinha advertindo desde as primeiras notícias sobre a seca devastadora que cortou pela metade a safra de grãos deste verão, os maus efeitos sobre a economia gaúcha começam mesmo a aparecer nos números sobre a arrecadação estadual.

. O problema foi agravado com a desaceleração da indústria, que por si só já resultou em perdas de arrecadação em Estados como São Paulo, Minas e Santa Catarina.

. No primeiro trimestre, a receita do ICMS do RS foi a R$ 7,2 bilhões, crescimento nominal de 9,9% sobre o mesmo período do ano passado, mas 2,2% aquém das projeções do governo.

. O governo gaúcho parece não perceber o que está acontecendo, porque prossegue administrando como se estivesse com o caixa cheio de dinheiro, sem anunciar um só programa de austeridade fiscal.

. Até pelo contrário.

. Com menos receitas e mais gastos, o governo avança cada vez mais sobre os recursos do caixa único e aposta no aporte de dinheiro do governo federal, o que já aconteceu no caso da CEEE.
 
- Enfadado com os cálculos que fazem seus técnicos, o governador Tarso Genro enfrenta neste momento nova viagem de 10 dias pelo exterior, cumprindo uma agenda dominada por compromissos políticos que nada têm a ver com a administração estadual.



APROVEITE SEU CHOPE ARTESANAL
Bier Markt, Castro Alves 452, Porto Alegre -  1º lugar de Veja em 2010 e 2011 
- Tudo harmonizado com petiscos inspirados na gastronomia alemã. Ar condicionado forte, segurança, estacionamento fácil. WWW.biermarkt.com.br  

Randon vê lenta recuperação interna e aposta em exportações muito maiores em 2012

A desaceleração industrial vem sendo anotada há bastante tempo pela Fiergs, mas nos últimos dias cresceram as informações sobre ruídos estranhos no ramo metal-mecânico de Caxias do Sul, o mais importante do RS.

. O editor falou nesta sexta-feira com um dos principais diretores do grupo Randon (10 empresas), Astor Schmidt, que negou qualquer redução de jornada.:“No acordo coletivo que temos com o sindicato, isto e possível (a redução de um dia por semana), mas antes disto teríamos outras alternativas”.

. A Randon fará uma apresentação dos números do primeiro trimestre no dia 9. Astor Schmitt não quis dar números, mas reconheceu que o primeiro trimestre andou devagar.

- O grupo de Caxias do Sul está muito animado com as perspectivas de exportações, diante da inesperada reação do mercado dos EUA para seus produtos, sobretudo caminhões, semi-reboques e lonas para freios. A Randon também aposta em recuperação das vendas internas, porque já percebe movimentações melhores na sua carteira de pedidos. 

Agco avisa que terá fábrica também na Argentina. Ele enxerga problemas mais adiante no RS

Sem perspectiva de que os argentinos voltem aos tempos de licenças automáticas, a Agco avisou que suas quatro fábricas gaúchas poderão ter problemas. Elas respondem por 60% da produção latinoamericana de tratores, colheitadeiras e plantadeiras do grupo.

. A Agco resolveu fabricar tratores Massey e Valtra na Argentina, para atender o mercado local.

PSDB briga com PSDB na Assembleia do RS

Jamais, antes, neste Estado, uma bancada inteira de deputados, desautorizou publicamente uma decisão também pública do presidente do seu Partido.

. Foi o que o PSDB fez com o deputado Marchezan Júnior.

. Isto tudo decorreu da representação feita pelo presidente do PSDB contra o deputado Alexandre Lindenmeyer, do PT. Ele quer que a Comissão de Ética da Assembléia diga se o petista foi aético ao votar contra o piso nacional do magistério e ao mesmo tempo buscar clientes para seu escritório de advocacia, justamente para buscar judicialmente o piso.

- O episódio permite duas constatações: 
1) Marchezan Júnior não protocolou a representação em nome da bancada, mas do Partido, o que é garantido pelas prerrogativas que possui. 
2) A atitude da bancada passou a impressão de que não quer confusão com o deputado Alexandre Lindenmeyer.

PP de Porto Alegre promete surpreender Ana Amélia no dia 9

Os progressistas que apóiam o prefeito José Fortunati prometem uma surpresa para os adeptos da comunista Manuela D’Ávila na reunião do diretório municipal, agendada para o dia 9.

PV decide na segunda se sai da prefeitura de Gravataí

O PV de Gravataí decidirá  na segunda-feira se deixará o governo municipal de coalizão. Nesta sexta-feira, o prefeito Acimar Silva demitiu o secretário de Captação, Claudio Ávila, porque se considerou destratado pelo auxiliar, que lhe enviou uma mensagem desrespeitosa. 

. "Não é nada contra o PV, até pelo contrário, porque são nossos parceiros de primeira e queremos conservá-los na administração municipal" disse ao editor o prefeito Acimar Silva.

Neste discurso, Garotinho desconstrói toda a imagem pública e privada do governador Sérgio Cabral.

O discurso que você poderá ver e ouvir no link, é do deputado Anthony Garotinho, do PR do Rio. Ele já foi governador. Sua mulher, Rosinha, também foi governadora do Rio.

. O deputado e o governador Sérgio Cabral são inimigos mortais.

. Este ano, na cidade do Rio de Janeiro, a filha de Garotinho, que é deputada, disputa a vice-prefeitura na chapa de Rodrigo Maia, também deputado e filho de Cesar Maia.

. O discurso que você verá e ouvirá, foi pronunciado na sessão de quarta-feira da Câmara dos Deputados. Anthony Garotinho já vinha atacando selvagemente o governador do Rio, revelando suas relações carnais com o empreiteiro Fernando Cavendish, sócio oculto do bicheiro Carlinhos Cachoeira. Neste discurso, no entanto, o deputado se supera e bate como gente grande em Sérgio Cabral, fazendo revelações de arrepiar os cabelos da República. Não deixe de ver e ouvir.

CLIQUE AQUI para ver.

Ida do PV para o governo Tarso deixa indignados Bordignon e a DS

É de revolta e consternação o clima no PT de Gravataí, uma das seções mais fortes do Partido no RS, porque os líderes locais do PV conduziram todo o processo que resultou no  apoio dos verdes à candidatura do deputado Adão Villaverde em Porto Alegre, recebendo em troca cargos no governo estadual. 

. Há menos de um ano, o PV de Gravataí foi o principal verdugo do PT, ao conduzir o processo de cassação da prefeita Rita Sanco, acabando com 16 anos de domínio do PT. A cassação reduziu a chance de eleição do deputado Daniel Bordignon, líder do Partido na Assembleia. O deputado é também líder proeminente da DS, a fração neotrotskista liderada no Estado pelo deputado Raul Pont.

- A boataria em Gravataí, nesta sexta-feira, é de que ao ir para o governo Tarso Genro, o PV obteve respaldo na sua luta contra Bordignon. 


APROVEITE SEU CHOPE ARTESANAL
Bier Markt, Castro Alves 452, Porto Alegre -  1º lugar de Veja em 2010 e 2011
- Tudo harmonizado com petiscos inspirados na gastronomia alemã. Ar condicionado forte, segurança, estacionamento fácil. WWW.biermarkt.com.br  

PMDB reúne diretório e por 43 x 0 decide apoio unânime á reeleição de Fortunati

Foi por unanimidade (43 a zero) o apoio do diretório metropolitano do PMDB à candidatura do prefeito José Fortunati. O prefeito será recebido na segunda ao meio dia para a oficialização.

. O PMDB decidiu não escolher seu vice na reunião desta sexta-feira, porque quer primeiro conversar com o PTB, que também postula a posição. O que disse ao editor o presidente peemedebista:

- Vamos construir a unidade.

. No dia 14, o diretório metropolitano voltará a se reunir para resolver o caso do vice.

. A reunião do PMDB começou ao meio dia e foi até as 15h. Apenas o deputado Osmar Terra e o ex-deputado Luiz Ponte tentaram adiar a decisão pelo apoio ao PDT, mas não conseguiram um só voto para a tese. 

- Fortunati já tem o apoio de três grandes Partidos, no caso PDT, PMDB e PTB. Na sexta, ele recebeu o apoio oficial do PRB, que se somou aos apoios recebidos no dia anterior por parte do PPS, PMN, PTdoB, PRP e PRTB. 

Venda da Geração Futuro para Plural surpreendeu o mercado gaúcho

Foi de surpresa a reação do mercado, sexta-feira, com a informação de que a Geração Futuro,  corretora de ações e gestora de fundos de renda variável, foi mesmo vendida para o Banco Plural, que pertence aos ex-sócios do Banco Pactual, por R$ 150 milhões.

. A Geração Futuro trabalha com R$ 6 bilhões em ativos administrados, valor de 80 mil clientes. Seu sócio fundador, Eduardo Valadão, morreu em 2010. 

Dólar a R$ 1,90 reanima exportadores gaúchos

Os exportadores gaúchos não reconhecem publicamente, mas já reavivaram os planos de  reaquecer suas áreas de exportação.

. Ninguém esperava por um dólar de R$ 1,927, em alta no início da tarde desta sexta-feira,  nesta época do ano.

Fake de Gramado já virou produto de consumo

Personagem fake do Facebook que critica diariamente os quatro promotores que desmontaram o Natal, Moisés Rivera Costa virou produto de consumo em Gramado.

. E já estampa até camisetas.

. Os promotores reagiram irritados e com mau humor diante das postagens diárias de Moisés Rivera Costa, ordenando até buscas e apreensões – sem sucesso.

- A cada dia, Rivera Costa mais se parece com o personagem V, mas ainda não escolheu o caminho da vendetta.

Ocasionais semelhanças

As fotos ao lado replicam flagrantes que reúnem numa delas o governador Tarso Genro e o diretor da Escala Propaganda, Alfredo Fedrizzi, e na outra o governador Sérgio Cabral e o dono da Delta Construções, Fernando Cavendish.

. Nos dois casos, os registros são de encontros na Europa, no caso em Madrid, nesta quinta-feira, e em Paris, há dois anos, respectivamente.

. Os dois empresários são fornecedores dos Estados: Fedrizzi, no RS, e Cavendish, no Rio. Ambos respondem por contratos milionários com os governos.

. São flagrantes da cena destes dias atuais de denúncias sobre relações corrosivas, permissivas e pouco republicanas entre fornecedores do governo e governantes. Há menos de um ano, elas nem seriam registradas pela mídia.

- O empresário Alfredo Fedrizzi foi o coordenador de marketing da campanha eleitoral de Tarso Genro. Sua agência, a Escala, foi contemplada no ano passado com a parte do leão da conta do Banrisul, calculada em R$ 100 milhões por ano (R$ 400 milhões em quatro anos, sem contar com os 20% anuais de livre acréscimo). E isto que nem foram licitadas, ainda, as contas publicitárias da administração direta, que pode ser estimada em outros tantos R$ 100 milhões por ano. Em Canoas, onde a Escala também controla a conta do governo local, o empresário Alfredo Fedrizzi também é o marqueteiro in pectore do prefeito do PT, Jairo Jorge. Não se sabe o que pensam disto tudo o TCE e o procurador Geraldo da Camino, do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas.


CLIQUE AQUI para examinar toda a reportagem sobre a estada de Tarso em Madrid, quinta-feira.

JBS confirma aluguel e fica com opção de compra da Doux Frangosul

Após meses de sucessivos rumores e desmentidos, a JBS confirmou nesta sexta-feira  a aquisição das operações da Doux Frangosul, que tem sede em Montenegro e plantas também em Caxias do Sul e Passo Fundo, no Rio Grande do Sul, e  Caarapó, no Mato Grosso do Sul.

. A operação põe fim a uma crise que começou no início de 2009, com atrasos nos pagamentos aos criadores integrados de aves e de suínos, falhas recorrentes no fornecimento de ração para os animais e, mais recentemente, suspensão de parte da produção da empresa.

. Segundo o Valor apurou, a JBS deve confirmar a aquisição de todas as operações da multinacional francesa no país.

. Sem solução para a crise, em fevereiro a Doux havia suspendido a produção de embutidos e empanados, reduzido os abates de suínos e aves e colocado parte dos funcionários em férias coletivas no Rio Grande do Sul.

- Conforme o último balanço publicado pela empresa, referente a 2010, a receita bruta havia caído 12% ante 2009, para R$ 1,5 bilhão. O endividamento financeiro somava R$ 570,7 milhões, entre empréstimos e adiantamentos de contratos de câmbio, ante caixa de R$ 31,5 milhões. A empresa devia ainda mais R$ 250,6 milhões para fornecedores.

Tribunal de Contas reúne jornalistas da RBS para ensiná-los a investigar prefeitos do RS

Nesta segunda-feira o Tribunal de Contas do Estado e o Ministério Público junto ao TCE receberão os jornalistas da RBS que se interessaram em aprender a investigar malfeitorias de prefeitos do RS.

. Os promotores são o presidente Cesar Miola e o procurador Geraldo Da Camino.

-  A RBS não inscreveu seus auxiliares Giovani Grizotti e Marcos Caduri. A idéia do TCE é promover novas rodadas com jornalistas de outras redes. O editor tentou inscrever um dos seus repórteres para a versão de segunda-feira, mas não conseguiu nada. 


APROVEITE SEU CHOPE ARTESANAL
Bier Markt, Castro Alves 452, Porto Alegre -  1º lugar de Veja em 2010 e 2011
- Tudo harmonizado com petiscos inspirados na gastronomia alemã. Ar condicionado forte, segurança, estacionamento fácil. WWW.biermarkt.com.br  

Operação Cartola pode ter inspirado TCE e MPC

A inspiração do TCE e do MPC do RS na sua decisão de melhorar os conteúdos dos jornalistas gaúchos na faina de entender melhor malfeitorias de prefeitos, só pode ter nascido do fiasco causado pela Operação Cartola.

. Com base no depoimento do auxiliar do jornalista Giovani Grizotti, RBS, Marcos Caduri, o procurador Da Camino desencadeou uma operação espetaculosa contra oito prefeitos, nenhum dos quais do PT. O caso não deu em nada.

Opinião do (e)leitor - Ana Amélia não combinou nada disto com o eleitor

OPINIÃO DO LEITOR

A senadora Ana Amélia Lemos apenas não combinou com eleitores ou simpatizantes do PP. Estes não tem a menor possibilidade de votar em  Manuela D'Ávila. Pensar em apoio futuro para o governo do Estado é de uma infantilidade inacreditável. Para comunistas, não há ética, moral e demais valores consagrados. Querem o poder definitivo-por definição. Só Ana Amélia perde com esta atitude. Prof. Luiz Pereira Lima- Titular de Cirurgia da UFCSPA, Porto Alegre.

Nota do editor - Esta é apenas uma das três centenas de manifestações de leitores e eleitores, todas na mesma direção. Ela é publicada porque consolida numa só mensagem a opinião de todos. 

PRB anunciará apoio a Fortunati nesta sexta, 16h30m

A decisão do PT de buscar o apoio do PV e entregar-lhe a vice, acabou gerando efeito contrário no PRB, que decidiu anunciar seu apoio ao prefeito José Fortunati em ato agendado para as 16h30m.

. O PRB é vinculado à Igreja Universal. No RS, a Igreja é dona do jornal Correio do Povo, Rádio Guaíba e TV Record.

Frente PPS, PMN, PTdoB e PRTB anunciam apoio a Fortunati

Foram cinco os Partidos que nesta quinta-feira anunciaram publicamente apoio ao prefeito José Fortunati. Eles formaram um bloco intitulado Frente Política Cidadã, formada por PPS, PMN, PTdoB e PRTB. 

. O ato ocorreu na sede do PPS  e contou com a presença das principais lideranças dos partidos da Frente, além de militantes, que foram saudados por Fortunati: “Formar um bloco como esse não é tarefa fácil, mas o que constatamos hoje aqui é que é possível pensar e agir na política tendo em vista interesses maiores, no caso os da cidade de Porto Alegre. Trata-se de é um  processo em que todos ganham, mas ganha especialmente Porto Alegre com essa união de forças, que vai qualificar ainda mais a gestão da cidade”, destacou.

. Na ocasião, os Partidos da Frente divulgaram Carta Compromisso. O detalhe é que esta Carta Compromisso tinha originalmente a adesão formal do PV, que na última hora resolveu apoiar o PT.

Nomeação de Tailor Diniz por Tarso ocorreu logo no início do governo e não agora

A nota a seguir, postada na edição desta quinta-feira, resultou num equívoco quanto a data da nomeação de Tailor Netto Diniz pelo governador Tarso Genro, PT, porque na verdade a nomeação não ocorreu recentemente, mas mais exatamente no dia 14 de março do ano passado, logo depois da vitória e da posse de Tarso, conforme o leitor poderá verificar na ilustração ao lado, que reproduz a página do Diário Oficial. Ali está o ato do governo, com todos os dados.

. A nota publicada nesta quinta foi a que segue. O único erro é referente à data.

Tarso nomeia Tailor Netto Diniz para chefe de Divisão da secretaria da Cultura. O governador Tarso Genro acaba de nomear o sr. Tailor Netto Diniz para chefe de Divisão, padrão CCE-10, mais gratificação de 50%, na secretaria da Cultura.

. O ato já foi publicado no Diário Oficial.

A CPI do Cachoeira ficará mais perto dos ministros do STF?

- Há bastante tempo circulam informações nos meios políticos e da mídia, segundo as quais um dos objetivos de Lula e do PT no caso da CPI do Cachoeira, seria desestabilizar o STF e com isto melar o julgamento do Mensalão. A nota a seguir, confirma isto. Ontem, vazaram áudios sobre conversas de Cachoeira com Demóstenes, nos quais o senador afirma que Lula nomeou o ministro Luiz Fux para votar a favor dos petistas no julgamento do Mensalão.

Vital do Rego, presidente da CPI mista do Cachoeira, recebeu do procurador-geral, Roberto Gurgel, uma informação destinada a mexer com a já nervosa Brasília das últimas semanas. Gurgel informou que, na sexta-feira passada, enviou à Justiça um novo inquérito que investiga a jogatina (e, claro, Carlinhos Cachoeira) – não é nem a Operação Monte Carlo e nem a Las Vegas, ressalte-se. Nele, também por meio de grampos, sairiam chamuscados quatro ministros do STF, onze do STJ e vários deputados.

* Clipping da coluna de  Lauro Jardim, www.veja.com.br