Eduardo Cunha sinaliza com encaminhamento favorável ao pedido de impeachment contra Dilma

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), disse a aliados nesta terça-feira que já está quase pronto um parecer da área técnica da Casa, recomendando que seja aceito o pedido de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff formulado pelos juristas Hélio Bicudo e Miguel Reale Júnior e apoiado pela oposição, segundo fontes consultadas pela Reuters.

O documento foi entregue na semana pasada; segundo uma dessas fontes, Cunha ainda "deu a entender" que poderá acatar o parecer caso o Ministério Público peça o seu afastamento do cargo diante das denúncias de corrupção envolvendo seu nome; o deputado não tem a obrigação de seguir a recomendação da área técnica.

Yeda obteve uma, duas, três vitórias seguidas na Justiça Federal do RS

Os procuradores do MPF que há seis anos insistem em criminalizar as ações da governadora Yeda Curius foram novamente derrotados hoje no TRF4.

Yeda conseguiu cautelar que truncou ação de improbidade movida contra ela em Santa Maria, mas os procuradores ajuizaram embargos declaratórios, perderam, e agora entrou com pedido de reconsideração, perdendo mais uma vez.

A perseguição contra a ex-governadora não cessa.

Lideranças marginais de caminhoneiros pregam a deposição do governo

Lideranças marginais dos caminhoneiros inundam as redes sociais com convocatórias para greve geral no dia 1o de novembro.

O discurso é de deposição do governo.

42 Movimentos Democráticos entregarão carta ao PMDB nesta quarta em Brasília

São Paulo, via Whats App

Amanhã, quarta-feira, 10h, os líderes de 42 movimentos democráticos que defende o imediato impeachment de Dilma Roussef enrtregarão carta pública ao PMDB, tudo com o objetivo de atrair a adesão do Partido.A carta traz a assinatura da Aliança Nacional dos Movimentos Democráticos.

Em seguida sairá coletiva de imprensa.

Tudo no Salão Verde da Câmara

A leitura da carta será feita por Nilton Caccaos, membro do Conselho Executivo da Aliança e porta-voz do Avança Basil-Maçons.

A Polícia Federal já chegou na casa de Lula.

Assembléia não consegue votar novamente o projeto das RPVs

Pela terceira vez consecutiva, a Assembléia do RS adiou a votação do projeto da nova RPV. Não houve quorum.

O quorum foi retirado pela oposição, que é contra a proposta, mas o governo, dividido, também não conseguiu emplacar todas as suas bancadas no plenário.

TRF4, Porto Alegre, absolve Ziraldo do crime de improbidade administrativa

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) deu provimento, na última semana, à apelação do cartunista Ziraldo e reformou sentença que havia condenado o escritor por  improbidade administrativa. Proferida em março de 2011, a decisão considerava que o escritor teria registrado indevidamente marca cedida em contrato para utilização no "1° Festival Internacional de Humor Gráfico das Cataratas do Iguaçu" e FANTUR - "Iguassu dê uma volta por aqui".

Segundo o relator do processo, desembargador federal Cândido Alfredo Silva Leal Júnior, da 4ª Turma, os fatos evidenciaram apenas uma questão contratual que pendia de solução e que foi resolvida com a cessão definitiva da logomarca para o evento ocorrida em 2013.

Festival de humor
O 1º Festival Internacional de Humor Gráfico das Cataratas do Iguaçu" ocorreu no final de 2003 e reuniu cartunistas de todo o mundo, distribuindo 20 mil dólares em prêmios. Promovido pela Fundação Iguassu de Turismo e Eventos e a Embratur, a contratação do evento foi denunciada pelo MPF por diversas irregularidades, tais como contratações sem licitação e pagamentos em duplicidade. Junto com Ziraldo, responderam por improbidade administrativa outros 10 réus.

 

Vôos diários para Uruguaiana começaram hoje pela Azul

O aparelho que aparece em primeiro plano é o que fez o percurso de hoje. - 

Com o batismo do turboélice ATR 72-600 – La Ville Rose, nas cores do Outubro Rosa – sob os tradicionais jatos d’água do Corpo de Bombeiros, a Azul Linhas Aéreas Brasileiras desembarcou, hoje,  pela primeira vez em Uruguaiana. 

Os vôos serão diários.

O voo da Azul para Uruguaiana parte de Porto Alegre de segunda a sexta por volta do meio-dia, com decolagem do interior gaúcho logo após as 14h00. Aos domingos, a aeronave deixa a capital gaúcha às 13h00 e retorna às 15h23. Os destinos com conexão possível aos clientes de Uruguaiana são: São Paulo, por meio dos aeroportos de Viracopos, Congonhas e Guarulhos, Belo Horizonte (Confins), Curitiba, Foz do Iguaçu, Joinville, Maringá, Navegantes, Pelotas, Rio de Janeiro (Santos Dumont), Campinas, Chapecó, entre outras cidades.

As tarifas estão disponíveis a partir de R$ 139,90 ou 5.000 pontos do TudoAzul o trecho para a nova operação da Azul em solo gaúcho.

Dez entidades de engenheiros, advogados e conomistas do RS propõem a criação imediata da CEEETelecom

Um grupo consistente de 10 sindicatos e associações de administradores, advogados, economistas, contabilistas, engenheiros, técnicos e jornalistas do RS assinou carta entregue ao secretário de Minas e Energia, Lucas Redecker, propondo a imediata criação da CEEE Telecom.

A idéia é seguir o exemplo do governo do Paraná, que criou a Copel Telecom.

Proposta igual foi entregue ao governador Ivo Sartori pelo grupo de transição.

O atual presidente, Paulo de Tarso, recebeu proposta formal das mãos da diretoria de Planejamento da CEEE, mas sentou em cima.

A Copel tem procurado o governo gaúcho e a CEEE há vários anos com propostas de associação, de olho no mercado gaúcho, mas sobretudo mirando nos mercados vizinhos do Uruguai e da Argentina.

No ano passado, a empresa do Paraná faturou R$ 263 milhões e alcançou lucro de R$ 58 milhões.

Em Minas, a Cemig também trablha com transmissão de dados, tudo através da Cemig Telecom.

Na carta, as entidades defendem o uso das atuais linhas de distribuição e transmissão da CEEE para a instalação de fibras óticas de altíssimo desempenho e a operação do novo sistema pela futura CEEE Telecom.

O investimento previsto, algo como R$ 300 milhões, viria da Copel Telecom e outros parceiros privados que se dispõem a fazer negócio com a CEEE.  

CCJ divide-se na Assembléia e não cassa mandato do deputado Bassegio

A Comissão de Constituição e Justiça da Assembléia do RS não conseguiu votos suficientes para cassar o mandato do deputado Diógenes Bassegio, PDT.

Houve empate.

O presidente, Gabriel Souza, desempatou pela nomeação de novo relator, o deputado Ciro Simoni, PDT, que é contra a casação e tende ficar com a maioria e aplicar uma pesada pena de suspensão do mandato, mas não de cassação.

O parecer pela cassação do mandato recebeu votos contrários de Ciro Simoni (PDT), Gilmar Sossella (PDT), Alexandre Postal (PMDB), João Fischer (PP) e Gabriel Souza (PMDB), que ainda deu voto de minerva, e votos favoráveis de Elton Weber (PSB), relator, Luiz Fernando Mainardi (PT), Stela Farias (PT), Maurício Dziedricki (PTB), Stela Farias (PT) e Juliano Roso (PCdoB). Jorge Pozzobom (PSDB) absteve-se de votar, declarando-se impedido.

CEEE faz acordos de dívida que só beneficiam um dos lados

A CEEE tem praticado negociações bastante herotodoxas na atual administração, como foi o caso mais recente do acordo de parcelamento da dívida de fornecimento de energia elétrica para a Cia. Semeato de Aços, que devia e não pagava R$ 437 mil. O acordo estipulou dois pagamentos de R$ 133 mil e o saldo em seis parcelas iguais.

Os juros cobrados foram de pai para filho. 

Até aí nada a opor.

Acontece que a CEEE também deve para a Semeato, mas seus débitos não foram objeto do acordo de parcelamento.

Só um dos lados ganhou. 

Juros do cartão de crédito sobem a 414,3% ao ano

Essa foi a taxa de juros que mais subiu para as famílias; já a do cheque especial, chegou a 263,7% ao ano. A taxa do cheque especial subiu 10,5 pontos percentuais e a do rotativo do cartão de crédito, 10,8 ponto percentual, de agosto para setembro.

Qualquer candidato tucano derrota Lula, mas só Aécio livra grande vantagem

A pesquisa é da CNT?MDA e foi divulgada hoje. CLIQUE AQUI para ler todo o relatório. 

Os resultados a seguir refletem posições de segundo turno, em pesquisa estimulada, portanto com apresentação de nomes:

CENÁRIO 1: Aécio Neves 45,9%, Lula 28,3%
CENÁRIO 2: Geraldo Alckmin 36,4%, Lula 30,2%
CENÁRIO 3: José Serra 35,2%, Lula, 30,9%
CENÁRIO 4: Aécio Neves 37,7%, Marina Silva, 32,9%
CENÁRIO 5: Marina Silva 39,7%, Geraldo Alckmin 25,9% 
CENÁRIO 6: Marina Silva 39,6%, José Serra 26,8% 

O resultado a seguir é espontâneo, portanto nenhuma lista é apresentada ao eleitor, que faz a sua escolha como bem entende. Tudo sobre o primeiro turno.

Aécio Neves: 13,7%
Lula: 7,9%
Marina Silva: 4,7%
Dilma Rousseff: 1,8%
Geraldo Alckmin: 1,2%
José Serra: 1,1%
Jair Bolsonaro: 0,9%
Joaquim Barbosa: 0,4%
Luciana Genro: 0,2%
Branco/Nulo: 17,3%

Indecisos: 47,9%

John Deere resolveu aderir ao Programa de Proteção ao Emprego

A John Deere confirmou hoje que vai aderir ao Programa de Proteção ao Emprego, lançado pelo governo federal este ano. A adesão foi aprovada por 76% dos empregados do grupo que tem sede em Horizontina, RS.

O PPE prev}ê redução de 30% na jornada do trabalho e 15% nos salários, mas estes serão compensados pelo governo federal. Durante o período de vigência do programa e mais um terço dele, não poderão ocorrer demissões. A John Deere quer implementar o programa em dezembro e loevá-lo até abril.

Shopping Total abre quiosque para pessoas com deficiência que buscam emprego

Pessoas com deficiência que estão em busca de emprego podem visitar o Espaço Oportunidades Especiais do shopping Total, Porto Alegre, que conta com um quiosque aberto até 8 de novembro, em frente à loja Confraria Masculina no 2º. Piso..

O projeto acontece em um stand adaptado para todos os tipos de deficiência e com atendimento realizado por intérprete de libras.

As oportunidades de trabalho são de grandes empresas como Extra, Pão de Açucar, Supergasbras, Walmart e Tim. Há vagas para diferentes níveis de formação: ensino médio, técnico e superior.

Mais informações www.oportunidadesespeciais.com.br

Serviço:
Evento: Espaço Oportunidades Especiais
Local: Shopping Total (Av. Cristóvão Colombo, 545 - Floresta, Porto Alegre - RS)
Data: 24 de Outubro até 08 de Novembro.
Horário: Seg. a Sáb: 10h às 22h – Dom 14h às 20h

Entrada Franca

Artigo, Arnaldo Jabor, O Globo - O boi

A ilustração é do jornal O Tempo, Minas, hoje. -

CLIQUE AQUI para ler, também, "O ocaso de um Partido", de Dione Kuhn, editora de Notícias do jornal Zero Hora. -

Faltam-me palavras para dar conta do que está acontecendo no Brasil. Eu nunca vi o país assim. Já vi crises violentas como a morte de Getúlio ou o golpe militar, mas esta tem uma característica diferente; é pastosa, uma areia movediça que engole tudo.

O que é uma crise? Digamos que um projeto político ou empresarial quisesse chegar a determinado objetivo. Corria um risco. Se não desse certo, teríamos uma crise. Era a época dos riscos. Hoje, vivemos na incerteza, porque não sabemos como agir.

Hoje, a crise é sonâmbula – como chegar e aonde chegar? O grave é que esses impasses estão eliminando os instrumentos institucionais da democracia.

O Congresso brasileiro é chefiado por dois sujeitos investigados com provas e recibos por crimes na Lava Jato, e também o Renan quando fugiu para não ser cassado pela evidência de suas jogadas. E hoje preside o Senado. Conta isso para um alemão, um inglês, e eles não acreditarão.

O Brasil está se esvaindo em sangue por causa de um cabo de guerra entre Dilma e Cunha, em amor e ódio, em busca de proteção mútua: “Você me salva do impeachment, e eu tento evitar sua cassação”. O Brasil está paralisado porque Cunha está mandando no país, porque detém o poder de chantagear todo mundo, mesmo denunciado até pela Suíça (que chique!). Como pode o Legislativo estar nas mãos desses caras? Parece não haver um só lugar onde não haja roubo. Na saúde, na merenda escolar, na educação.

O Brasil está encurralado entre uma flébil tentativa de ajustar as contas públicas e o ajuste sendo usado como moeda de troca. O Congresso está bloqueando nossa recuperação. O Brasil está sendo chantageado. “Se o Brasil não me atender, eu destruo o Brasil”.
Antigamente, o segredo era a alma dos negócios espúrios. Hoje, os mais sujos interesses são expostos à luz fria de um bordel. Está tudo a nossa cara.


Sempre houve roubalheira, considerada apenas um “pecado”, e era uma roubalheira setorial, descentralizada, e não esta coisa sólida, extensa, onipresente. 

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Lula está furioso com ataques ao filho Lulazinho. Ele culpa Dilma pelo caso. E não quer nem comemorar seus 70 anos, hoje.

O jornal O Estado de São Paulo de hoje revela em reportagem que um dos amigos que conversaram com Lula contou que ele não quer nem comemorar seus 70 anos, completados hoje.

Lula  estava "furioso" ontem e chegou a chamar a delação premiada feita em outras operações, como a Lava Jato, de "mentirão premiado". Disse, ainda, que o governo Dilma "perdeu o controle" das investigações e que ilações são vazadas, sem prova, para enfraquecê-lo e impedir uma nova candidatura dele, em 2018.

O ex-presidente disse ter perdido até mesmo o ânimo para comemorar seu aniversário. O Instituto Lula, porém, vai organizar uma reunião para lembrar a data. Os amigos queriam promover uma festa para Lula na quinta-feira, no restaurante São Judas, em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, mas ele pediu para que a confraternização fosse cancelada.


Em nota, o Instituto Lula afirmou que "não têm qualquer fundamento" as informações de que o ex-presidente responsabilizou Dilma pela ação da Polícia Federal.

FHC quer que Dilma renuncie "com grandeza"

Começou a repercutir no meio da manhã a entrevista que o ex-presidente FHC concedeu ontem a noite ao programa Roda Viva, TV Cultura, retransmitido em Porto Alegre pela TVE.

O que disse FHC:

 — A situação econômica é desesperadora. Ela (Dilma) não tem que ir lá nos Estados Unidos e dizer que o Brasil está mal porque a democracia é adolescente. Vai mal porque está sem rumo.

O ex-presidente referia-se a entrevista de Dilma para a CNN. 

O ex-presidente, que lança o livro "Diários da Presidência" na próxima quinta-feira, sugeriu que Dilma renuncie à Presidência em razão da "situação econômica desesperadora":


— Ela tinha que dizer: "eu saio, eu renuncio, mas eu quero que o Congresso aprove isso, isso e isso..

Só 8,8% da população aprova o governo Dilma, diz pesquisa da CNT

Pesquisa divulgada nesta terça-feira pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) aponta que o governo da presidente Dilma Rousseff tem avaliação negativa de 70%. 

Eis os números:

Atual mandato
Negativo, 70%
Positivo, 8,8%

Desempenho pessoal
Desaprovam, 80,7%
Aprovam, 15,9%

Caminhoneiros programam nova paralisação nacional

É iminente nova paralisação dos caminhoneiros do Brasil. O aviso é do Comandoo Nacional do Transporte.

Prefeitos de Sao Leopoldo e Uruguaiana aderem ao PSDB Democrático. Manifesto do grupo reclama eleições no RS.

O grupo PSDB Democrático, que no RS insurgiuç-se contra a intervenção federal no Partido e nomeou o deputado Marchezan Júnior para o cargo de interventor, encorpou-se ontem a noite com a adesão dos prefeitos de São Leopoldo, Aníbal Moacir, e de Uruguaiana, Luiz Augusto Schneider.

A ex-governadora Yeda Crusius também fez aparição pública para apoiar o movimento, que também conta com o apoio da bancada estadual, no caso os deputados Jorge Pozzobom e Adilson Troca.

O manifesto divulgado ontem pelo PSDB Democrático, reclama por imediata convocação de convenção estadual e eleição de novo diretório.

Vereador Cássio Trogildo poderá ser cassado hoje em Porto Alegre

O vereador do PTB de Porto Algre, Cássio Trogildo, poderá ser cassado hoje pela Mesa Diretora da Câmara.

Vai cumprir decisão doTSE, que em setembro cassou o vereador.

O suplente de Trogildo é Roni Casa da Sopa, PTB.

Assembléia vota hoje projeto de Villaverde que tripudia sobre os loucos gaúchos

A deputada Stela Farias, que é professora, também assinou o desprezível projeto. -

Está na pauta de hoje da Assembléia do RS o projeto do deputado Adão Villaverde, PT, que é engenheiro, propondo a oficialização da Parada do Orgulho Louco.

As seis mais importantes entidades médicas gaúchas tiraram nota, ontem, espinafrando este tipo de evento, considerado manifestação de enorme desrespeito com doentes incapazes de decidir por si mesmos e com suas famílias.

CLIQUE AQUI para entender a selvagem justificativa do projeto apresentado por Villaverde.

CDL promove Zoom do Varejo para ensinar a driblar a crise

O Zoom do Varejo – Detonando a Crise, promovido pela CDL Porto Alegre, será realizado na manhã de 10 de novembro, no Teatro CIEE, na Capital.
           
Cases bem-sucedidos servirão de inspiração para superar as dificuldades nos negócios, independentemente do cenário de recessão que se desenha para o ano que vem. O jovem empresário Rony Meisler, um dos donos da marca de roupas masculina Reserva, contará como driblou as adversidades ao ponto de projetar crescimento de 12% neste ano. 
            
Outra história de sucesso será compartilhada por Ronaldo Pereira, presidente das Óticas Carol. O executivo foi responsável por reconstruir o modelo de negócios da companhia, tornando as franquias o core business da empresa. Entre suas ações nesse período, destacam-se a implementação do programa de incentivo “Carol Mais”, plataforma que gerencia todas as promoções realizadas na rede e a criação de marcas exclusivas e licenciadas.
            
A fim de refletir sobre o momento atual e traçar alternativas para prosperar, foram convidados ainda o economista Marcelo Savino Portugal e o titular da Cátedra Insper e Palavra Aberta, Fernando Schüler.

Serviço:
O quê? Zoom do Varejo – Detonando a Crise
Quando: 10 de novembro
Palestrantes: Rony Meisler, Ronaldo Pereira, Marcelo Portugal e Fernando Schüler
Horário: das 8h30min às 12h30min
Local: Teatro CIEE (Rua Dom Pedro II, 861 - Higienópolis, Porto Alegre)

Novo RPV poderá ser votado esta tarde na Assembléia do RS

Vinte e duas matérias estão aptas a serem votadas em plenário, nesta terça-feira (27). A principal delas é o PL 336 2015, que propõe redução no enquadramento das Requisições de Pequeno Valor (RPVs) de 40 para sete salários mínimos. A matéria já tranca a pauta de votações da Casa desde o dia 8 de outubro.

CLIQUE AQUI para ler todo o projeto.

Se prevalecer acordo já costurado com líderes da base, a redução ficará em 10 mínimos.

Caso a matéria seja aprovada, o governo Sartori gastará R$ 750 milhões a menos de RPV no ano que vem, já que segundo a secretaria da Fazenda os dispêndios poderão chegar a R$ 1 bilhão este ano. Esta economia ajudará terrivelmente as depauperadas finanças estaduais. 

Há forte mobilização contra e a favor do projeto. A Assembléia distribuirá 145 senhas para cada lado. Só elas permitirão acesso ás galerias.

Após a apreciação deste PL, deve ser retomada a apreciação do Projeto de Decreto Legislativo (PDL) 11 2015, que aprova a apresentação à Câmara dos Deputados de proposta de emenda à Constituição Federal para modificar a composição do Fundo de Participação dos Estados e do Distrito Federal, e do Fundo de Participação dos Municípios. A matéria teve sua apreciação interrompida na sessão do dia 6 de outubro, após verificação de quórum.

A pauta da sessão desta terça será definida em reunião de líderes no mesmo dia, às 11h30.

Governo Sartori nega seletividade nos salários em dia

O secretário gaúcho da Fazenda, Giovani Feltes, negou hoje que o governo vá pagar em dia apenas os professores, brigadianos e policiais civis.

#Lula Forever já está em campanha na Web

O deputado gaúcho Paulo Pimenta quer aproveitar o bom momento político para lançar a campanha #Lula Forever, pela Web.

É o começo da campanha Lula 2018.

Se até lá ele não estiver cumprindo pena na carceragem de Curitiba.

Conheça as agruras do pai de família Gilberto Carvalho

O que disse o ex-ministro Gilberto Carvalho, ontem, ao depor na Polícia Federal:

- Eu tenho uma chácara, um apartamento para pagar em vinte anos e uma filha falida, a quem tenho de ajudar. Quero que comprovem se recebi um tostão.

CLIQUE AQUI para ler reportagem completa de O Globo de hoje e entender melhor que papel jogou Gilberto Carvalho no caso das MPs compradas pela indústria automotiva. 

Ação da PF sobre Lulazinho azeda relações de Lula com Dilma

Da mesma forma que percebeu ontem a tarde ao conhecer a notícia sobre a realização dos mandados de busca e apreensão nos escritórios de Lulazinho (foto ao lado), também os principais colunistas de hoje sugerem que a Operação Zelotes abriu caminho para que a Operação Lava Jatos passe a frequentar a casa de Lula.

O site do jornal Zero Hora desta manhã, chegou a publicar nota de capa, informando que as relações de Lula com Dilma azedaram de vez com as ações de ontem da PF.

Na Folha, a colunista do influente Painel, avisa que a crise assumiu um viés "emocional' muito grande e isto transpareceu no ambiente, ontem, no Instituto Lula.

Lula passou a culpar Dilma diretamente pelo caso.

Aumento salarial de 10% acaba com greve dos bancários no País

A greve dos bancários acabou em 19 Estados, inclusive RS. Os banqueiros concordaram em conceder aumento salarial de 10%.

Gerdau vê coalizão em curso para sair da crise.

CLIQUE AQUI para ler com atenção a análise de Valor. Ela é elucidativa sobre o que acontece nos bastidores do chamado poder real. -

O empresário gaúcho Jorge Gerdau parece muito animado com as articulações em curso para a atual crise política e econômica, que julga muito parecidas com as que viveu o governo Itamar Franco.

Eis o que registrou o jornal Valor, a partir de uma recente fala pública do industrial:

- Estamos chegando muito perto de encontrar uma coalizão em que o país se una para resolver seus problemas.

O jornal adverte que Jorge Gerdau provavelmente não se referia à substituição de Dilma Roussef.

O fato é que o afastamento - renúncia - de Dilma, vem sendo discutido há algum tempo por algum tipo de "coalizão" a que se refere Jorge Gerdau. Nela estão incluidos líderes políticos e empresariais de alto coturno. Aparentemente, apenas Lula, pelo lado político, e os banqueiros, pelo lado empresarial, ainda resistem.

Cunha diz que decidirá em novembro sobre pedido de impeachment

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha, disse ontem a noitinha que o pedido de impeachment protocolado pela oposição preenche os requisitos legais.

Ele tomará uma decisão sobre a matéria no mês que vem, novembro.

Entenda como Sartori buscará parcerias privadas para estradas, saneamento, presídios e escolas

Nesta entrevista a Fernanda Nascimento, Jornal do Comércio, o secretário gaúcho do Planejamento, Cristiano Tatsch, esclarece pela primeira vez os principais detalhes dos planos que faz o governo Sartori para buscar parcerias privadas para tocar prioritariamente estradas, saneamento, presídios e escolas, tudo no âmbito das chamadas PPPs, as Parcerias Público Privadas e também via concessões.

Leia a entrevista completa:

Nesta entrevista ao Jornal do Comércio, o peemedebista diz acreditar que as privatizações ficaram no passado e que o governo deve investir em parcerias com o setor privado para melhorar a qualidade dos serviços prestados. Sem antecipar quais projetos serão apresentados e qual o prazo para a realização das parcerias, Tatsch diz que o Rio Grande do Sul seguirá os projetos já desenvolvidos em âmbito internacional, nacional e em outras unidades da federação. "O mundo inteiro se deu conta de que serviços de infraestrutura são melhor ofertados à comunidade através de concessões bem-feitas ao setor privado", sustenta o secretário.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Comissão da Assembléia vota, hoje, fim da pensão de ex-governadores.

A Comissão de Constituição e Justiça da Assembléia do RS votará hoje os dois projetos que extinguem as pensões vitalícias de ex-governadores.

Serão 12 votos.

A tendência é pela rejeição.

Terça feira será dia de garoa, nuvens, pouco sol,alguma chuva e temperatura amena no RS

A terça-feira amanheceu nublada e fria em Porto Alegre, cenário parecido com o que se percebe em todo o RS, segundo a MetSul. Neste momento, 7h50min, há garoa em algumas regiões da Capital e a temperatura é de 19 graus. Em Gramado, Serra, o tempo é igual, 17 graus agora. 

O sol aparecerá de modo esporádico.

A chuva desta vez tende a se concentrar em cidades do Norte gaúcho e da Metade Leste, porém deve ser muito irregular e com baixos volumes na maioria dos pontos. Mais ao Norte do Estado, perto de Santa Catarina, é que algumas localidades podem registrar volumes maiores, mas ainda assim não elevados.

Em Porto Alegre, em um dia com sol e nuvens, mas com chance de chuva, a mínima será de 17°C e a máxima chega a 25°