Petistas tentam lavagem cerebral até nas provas do Enem

O editor recebeu várias mensagens de estudantes que fizeram a prova do Enem. A seguir, vai a mais indignada delas: 

- Fiquei abismado com o conteúdo da prova do ENEM. Alguém deveria fazer algo a respeito, pois a tentativa de lavagem cerebral é descarada! As questões apresentaram temas retrógrados e desnecessários, todos relacionados com a visão comunista. Daquelas que eu me lembro, as respostas eram tipo " os burgueses que exploram o pobre", "os comunistas que lutaram pela pátria na Espanha". Em outra questão, a resposta era a seguinte: "Todo mundo é legal, menos os EUA". E você é obrigado a marcar isso. Fora os textos de Marx e Engels. É inadmissível que isso ocorra em 2013.
 Me deu vontade de rir. Sem falar que tinha até texto de integrantes do MST. Uma verdadeira prova no PT

Silas Alves Duarte, Porto Alegre, RS. 

Kirchnerismo sairá derrotado das urnas neste domingo

Doente, afastada momentâneamente do governo, La Loca sofrerá uma derrota fragorosa neste domingo, com o que seu desejo de nova reeleição resultará sepultado.



Monica Yanakiew, correspondente da Agência Brasil/EBC em Buenos Aires, contou neste sábado que trinta milhões de eleitores argentinos irão às urnas neste domingo para renovar metade da Câmara dos Deputados e um terço do Senado.  Leia mais sobre o pleito deste domingo:]

. Os resultados da votação definirão o apoio político à presidenta Cristina Kirchner nos dois últimos anos de seu segundo mandato. A composição do novo Parlamento desencadeará o processo de sucessão presidencial nas eleições de 2015.“Essa eleição não deve provocar grandes mudanças na composição do Congresso, mas marca o princípio do fim do kirchnerismo”, disse o analista político Rosendo Fraga, em entrevista à Agência Brasil.

. A Era Kirchner começou em 2003, quando Nestor Kirchner assumiu a Presidência de uma Argentina recém-saída de uma das piores crises econômica, política e social da história recente. Ele ajudou a eleger a mulher, Cristina, em 2007, e morreu em 2010. Um ano depois, a viúva de Nestor foi reeleita com 54% dos votos mas, pela Constituição, ela não tem direito a um terceiro mandato consecutivo.“Para reformar a Constituição, a presidenta precisaria de dois terços dos votos no Congresso, o que dificilmente terá. Portanto, o que está em jogo agora é saber se ela vai ter forças para fazer sua sucessão ou se o próximo governo ficará nas mãos da oposição”, disse o analista político Roberto Bacman.

. Atualmente, o partido do governo, Frente Para a Vitória (FPV) e aliados têm a maioria no Congresso: 135 dos 257 deputados federais e 40 dos 72 senadores. É quase certo que manterão quórum próprio na Câmara. Dos 127 deputados que precisam renovar seus mandatos, 47 são governistas e 80 da oposição. O risco está no Senado. Hoje, Cristina Kirchner conta com o apoio de 40 dos 72 senadores mas, segundo as pesquisas de opinião, pode perder a maioria.

Dilma usa Twitter para apoiar coronel espancado por black blocs em São Paulo

“Presto minha solidariedade ao coronel da PM Reynaldo Simões Rossi, agredido covardemente ontem por um grupo de black blocs em SP. Agredir e depredar não fazem parte da liberdade de manifestação. Pelo contrário. São barbáries antidemocráticas. A violência cassa o direito de quem quer se manifestar livremente”, disse Dilma em sua conta no Twitter

CLIQUE AQUI para ler, também, a crítica de Rodrigo Constantino sobre a covardia que representa o silêncio dos moderados. 

Conselho Regional de Medicina constatou erro médico grave e ilicitudes no programa "Mais Médicos" em Tramandaí

Mais 133 médicos com formação no Exterio, a maioria cubanos, que atuarão em 33 municípios gaúchos, chegaram neste sábado a Porto Alegre. Também neste sábado, o Cremers divulgou os resultados da apuração sobre erros médicos graves e ilegalidades no programa Mais Médicos em Tramandaí. O Cremers denuncia que o gobverno não está indicando Tutores Acadêmicos e Supervisores para os médicos estrangeiros, o que é exigência de lei. O MInistério Público Federal do RS sabe disto por iniciativa do Cremers, mas não entra em ação. 

O Conselho Regional de Medicina do RS (CREMERS) encaminhou ao Ministério da Saúde/Coordenação do Mais Médicos e ao Ministério Público Federal, nesta sexta-feira, 25, relatório sobre um atendimento prestado pelo médico argentino Juan Pablo Cazajus (CREMERS PMM 38.128), integrante do programa Mais Médicos, lotado em Tramandaí. A ação do Cremers ocorreu a partir da divulgação de uma receita médica divulgadas pelas redes sociais, onde consta a prescrição inadequada de um antibiótico por parte de um intercambista, no dia 8 de outubro. A apuração do Cremers, que enviou uma equipe de fiscalização à Tramandaí, dia 21, constatou uma série de falhas no atendimento de um paciente, cuja família acabou recorrendo aos serviços de um hospital de Novo Hamburgo.

. O Cremers também abriu sindicância ex officio para elucidar os fatos envolvendo o médico intercambista, o diretor técnico do Posto de Saúde Zona Sul de Tramandaí, o médico Marcos Segatti, e o secretário Municipal de Saúde, o médico Mário Mitsuo Morita, além do Tutor Acadêmico e do supervisor responsável pelo intercambista, cujos nomes serão divulgados pela Coordenação do Mais Médicos e/ou pelo Secretário Municipal da Saúde.

. No caso de ausência de Tutor e Supervisor, em grave violação às exigências previstas na Lei 12.871/2013, que instituiu o Mais Médicos, o Cremers irá comunicar ao Ministério Público Federal para que tome as providências cabíveis.

Venezuela já descambou para a hiperinflação. Preços estão descontrolados.

No “câmbio paralelo”, ou “negro”, o dólar, na Venezuela ultrapassou a barreira – considerada psicológica de hiperinflação – de 50 bolívares por dólar, o que representa estar 8 vezes mais cara do que o dólar vendido pelo câmbio oficial do Palácio Miraflores, de 6,3 bolívares por dólar.
O câmbio negro ou “mercado paralelo” tem sido a única forma que a grande maioria dos venezuelanos têm de adquirir a moeda estadunidense à vontade, sem o controle do socialismo bolivariano.

Muitos estão vendendo o que têm e indo embora do país, e para isso precisam de dólares. O mercado de rua tem sido amplamente combatido pelo governo ‘bolivariano’ e a operação envolve riscos, uma vez que os dólares que não procedem da compra oficial do governo podem ser confiscados pelo regime de Caracas.

Isso, todavia, não tem diminuído a procura pela moeda americana na mão dos cambistas e doleiros do chamado “mercado paralelo” onde o dólar já é vendido a mais de 50 bolívares.

O valor alcançado pela divisa americana nas ruas da Venezuela, segundo os especialistas, já representa a transposição de uma barreira psicológica que acreditam ser o limiar da hiperinflação que é de 50 bolívares por dólar, numa demonstração do adiantado grau de deterioração econômica do país, como geralmente tende a ocorrer nos regimes socialistas.

Nesta semana, as ruas cotavam o dólar “paralelo”, em 53,51 bolívares por dólar, em Caracas, conforme o website www.dolartoday.com que acompanha as transações do mercado negro.

CLIQUE AQUI para ler mais.

Os cardeais do PMDB gaúcho querem aliança com Eduardo Campos, PSB

Na edição deste domingo, o jornal Correio do Povo, Porto Alegre, avisa que o PMDB chegará dividido à sua convenção, cuja data nem foi anunciada até agora e nem sairá tão cedo, já que as interrogações sobre candidaturas a presidente, governador e senador estão repletas de indefinições.

. O jornal alinha com precisão as duas tendências mais fortes em relação à disputa presidencial:

- Dilma, defendida apenas pelos deputados Eliseu Padilha e Mendes Ribeiro, mas com apoio da maioria dos prefeitos, segundo o jornal, porque estes querem as benesses do governo federal, cada vez mais disposto a abrir o cofre para eles.
- Eduardo Campos, PSB, posição da imensa maioria da cúpula do Partido, entre os quais estão nomes como Pedro Simon, Germano Rigotto, José Fogaça, Ibsen Pinheiro e até mesmo o candidato presuntivo ao governo estadual, José Ivo Sartori.

. Esta semana, o deputado Eliseu Padilha avisou por duas vezes que não respeitará decisão que não for por Dilma. O aviso trai a percepção de que é exatamente isto que acontecerá na convenção. Se a posição de Padilha prevalecer, o Partido poderá não ter candidato competitivo para governador e senador. 


. O PMDB está em situação parecida com a do PDT, porque bloqueou as candidaturas a governador e senador, reservadas para Sartori e Simon ou Rigotto.  Neste caso, ele teria para negociar apenas a vice. Necessariamente, mesmo no caso de aliança com Campos, o PSB não tenderia a ficar com a posição, porque o PMDB precisa de mais tempo na TV e este só poderá ser concedido pelo PSD ou pelo PSDB, que também namoram com Ana Amélia (o PSDB namora com todos). 

Maria Tereza, mulher de Jango, não acredita em envenenamento do ex-presidente

Os governos do PT levaram 12 anos para tomar a decisão de revolver o cadáver de Jango, porque há décadas existe a desconfiança de que o ex-presidente foi assassinado em seu exílio argentino. A viúva, semana passada, disse claramente que não acredita em nada disso. A entrevista que concecdeu a Zero Hora foi ignorada pelo PT e por toda a mídia nacional, simplesmente porque não interessa ouvir opinião diversas. Maria Tereza não é ouvida por Maria do Rosário e nem por ninguém do governo. E foi ela, a mulher de Jango, quem estava deitada ao lado dele, na cama, quando o ex-presidente sofreu o infarto. Por que não ouvi-la ? Só se houve a voz da ex-ministra Maria do Rosário, que nem é da família Goulart ou Brizola - e que sempre se opôs ferozmente aos legados políticos de ambas. As famílias são usadas como inocentes úteis pelo atual governo do PT.

Nesta entrevista publicada no domingo passado pelo jornal Zero Hora, a mulher do ex-presidente João Goulart revela que estava com ele quando ocorreu o infarto, ao seu lado. Ela explica que não acredita em envenenamento e alinha as razões para o que sente.

. Curiosamente, a mulher de Jango, que está bem viva, não é usada pelo governo do PT e nem faz pose ao lado de Maria do Rosário para chorar a morte do ex-presidente, prantear sua memória e encenar todo o espetáculo político e eleitoral que será patrocinado pelos cofres da república. Tudo será feito para transferir o cadáver no dia 13 de novembro,com honras de chefe de Estado, como parte de uma cerimônia fúnebre e midiática destinada a emocionar a nação e apontar os dedos acusadores para as Forças Armadas. No dia 6 de dezembro, o cadáver voltará a São Borja. A data é do aniversário da morte de Jango. Nesta sexta, Maria do Rosário tratou de reunir 10 Partidos para que mobilizem os diretórios municipais gaúchos em torno dos eventos que o governo do PT promoverá com o cadáver de Jango.

. Vale a pena ler esta entrevista completa de Juliana Bublitz:

Maria Thereza, a viúva de Jango, acompanha com dúvida e tristeza a decisão de exumar o corpo do ex-presidente. Definido na última quarta-feira, o procedimento deve ocorrer no dia 13 de novembro, em São Borja. Com o aval da família, os restos mortais do chefe de Estado derrubado pelo golpe de 1964 serão analisados por um grupo de peritos, em Brasília. 

O objetivo é buscar indícios que esclareçam as circunstâncias da morte de Jango, na estância La Villa, em Mercedes, Argentina. Afinal, teria ele padecido de causas naturais? Ou seria mais uma vítima da Operação Condor, o aparato repressivo que uniu as ditaduras sul-americanas contra seus opositores?

Maria Thereza _ Tetê, na intimidade _ não acredita na hipótese de envenenamento. Nunca acreditou. Mas também não descarta tal possibilidade.


CLIQUE AQUI para ler tudo.

Opinião - Jango, o cadáver que o PT tomou emprestado do PDT para assombrar as Forças Armadas

“Confio plenamente no governo democrático, na Polícia Federal, na ministra Maria do Rosário e na Comissão Nacional da Verdade”, declarou, em nome da família, João Vicente Goulart, filho do ex-presidente. Na foto, Maria do Rosário, compungida, comanda reunião do governo federal para tratar da exumação, que poderá ser feita ainda este ano. 

OPINIÃO
Jango, o cadáver que o PT tomou emprestado do PDT para assombrar as Forças Armadas

É triste perceber que a família de Jango foi envolvida(e usada) pelo lulo-petismo, que usará o cadáver dop ex-presidente para avançar ideologicamente sobre o aparato estatal, desconstituindo moralmente as Forças Armadas (sem entrar no mérito do golpe de 64). O fato é que houve uma anistia e há a declaração da viúva que presenciou o infarto. A ingenuidade dos jovens herdeiros políticos de Jango, alavanca o fascio-comunismo petista.

Astor Warschow, advogado, Porto Alegre. 

Sensus na corrida presidencial: Dilma, 37%; Aécio, 18%; Campos, 10%.

Pesquisa que o PSDB mandou Sensus fazer, registrada na Justiça Eleitoral, revelou esta semana o seguinte placar da campanha eleitoral para presidente:

Dilma Roussef, PT – 37%
Aécio Neves, PSDB – 18%

Eduardo Campos, PSB – 10%

Lucro da Petrobrás despenca 39% no terceiro trimestre

A Petrobras registrou lucro líquido de 3,395 bilhões de reais no terceiro trimestre, queda de 39 por cento na comparação com o mesmo período do ano passado, sendo afetada mais uma vez pelo prejuízo na área de Abastecimento. A informação e o texto são do jornal O Globo deste sábado, mas a notícia foi publicada em todos os outros jornais de importância. Saiba mais:

O resultado divulgado nesta sexta-feira veio abaixo da expectativa média de analistas ouvidos pela Reuters, de 5,84 bilhões de reais, com o impacto negativo da defasagem de preços de combustíveis em relação aos valores internacionais e por conta do dólar mais forte, que também encareceu as importações.
Na comparação com o segundo trimestre, o lucro recuou 45 por cento.

CLIQUE AQUI para saber tudo.

Magnoli denuncia no seu primeiro artigo na Folha: "O PT é o esteio de um sistema hostil ao interesse público: a concha que protege a elite patrimonialista"

- A Folha de S. Paulo decidiu contratar dois jornalistas para escrever colunistas nos eu jornal: Demétrio Magnoli e Reinaldo Azevedo. Apesar das pressões até de jornalistas, como os da Carta Capital, mas sobretudo da esquerda, a Folha não se intimidou e resolver fazer o contraditório no seu jornal, atualmente dominado por colunistas de esquerda ou simpáticos a ela. 

O mais novo colunista da Folha de S. Paulo, Demétrio Magnoli, conga no seu artigo de hoje que visitou Praga em 1989, às vésperas da Revolução de Veludo e que naquela cidade, "comunista" era estigma. Leia tudo:

No Brasil, a ditadura militar definiu a palavra "direita". "O cara é de direita." Impossibilitado de internar dissidentes em instituições psiquiátricas, o lulopetismo almeja isolá-los num campo de concentração virtual. No processo, devasta o sentido histórico dos termos até virá-los pelo avesso: eles é que são "de direita"; eu sou "de esquerda".


. Eles financiaram com dinheiro público a bolha Eike Batista. Na fogueira do Império X, queimam-se US$ 5,2 bilhões do povo brasileiro.

CLIQUE AQUI para ler mais. 

Coronel sobre enfrentamento em Lavras: "Bandido só preserva a vida se não for para o confronto"

Ao falar para jornalistas pouco depois do confronto que estabeleceram com efetivos da Polícia Militar do RS, o subcomandante da Brigada Militar, coronel Silanus Mello, disse que os três bandidos mortos poderiam ter escapado com vida:

- Se não forem para o confronto, bandidos terão a vida preservada. 

. Desde ontem o editor recebe dezenas de e-mails de moradores de Lavras do Sul, cidadezinha de 7 mil habitantes na zona Sul do RS,  onde ocorreu o enfrentamento, depois que três bandidos assaltaram um banco. As manifestações são todas de aplausos à Brigada.

.  O editor já escreveu aqui várias vezes o seguinte:

- A Brigada deve meter bala em quem confrontá-la pelas armas. É o que faz de melhor em defesa da sociedade gaúcha. 

Primeiros réus do Mensalão serão presos no dia 6 de novembro

Este tipo de protesto foi isolado nas manifestações posteriores a junho, todas elas orquestradas por grupelhos de extrema esquerda e toleradas pelos governos do PT. A voz surda das ruas e a atual omissão da imprensa, não constrange a nova maioria do STF. 



Nesta sexta-feira a noite vazaram infornmações de dentro do STF, segundo as quais no dia 6 de novembro serão expedidos os mandatos de prisão contra os réus para os quais não existe mais recurso.

. Os mandatos de prisão talvez sejam os primeiros e últimos do julgamento, porque a nova maioria do STF parece disposta a botar panos quentes no processo, revisando as penas dos principais líderes da organização criminosa montada pelo PT para corromper eleitores e parlamentares.

. Como os protestos públicos de junho para cá nunca ganharam volume para o caso do julgamento do Mensalão, a nova maioria de juizes atreve-se a revisar as penas já sentenciadas.

Muller disputará novo mandato na Fiergs. Oposição terá candidato.

Atual presidente da poderosa Fiergs, o empresário Heitor Muller decidiu enfrentar novo mandato. Sua reeleição não é pacífica. A oposição, que disputou com chances o último pleito, organiza-se para voltar com candidato próprio.


. Heitor Muller vem realizado um mandato opaco. Como seu antecessor e grande eleitor, Paulo Tigre, mantém a Fiergs alinhadíssima com os governos do PT.Seu grau de independência foi a zero.

Pressão da alemã KMW força Fepam a conceder licença em 24 horas. O processo estava parado desde 2002.

Depois de ter anunciado, quinta, que iria embora do RS por causa da burocracia da Fepam, o governo estadual agiu e em menos de 24 horas concedeu a licença prévia para o início das obras da fábrica. A KMW havia pedido a licença em agosto de 2012, mas passaram-se 14 meses para ela ser concedida

A Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) emitiu, no final da tarde desta sexta-feira, uma nota confirmando que foi liberada a licença prévia para a obra da multinacional alemã Krauss-Maffei Wegmann (KMW) se instalar em Santa Maria. A multinacional alemã prestará serviços de manutenção dos blindados Leopard 1A5, do Exército Brasileiro, nesse prédio que será construído em Santa Maria. A KMW também pretende fabricar blindados no Brasil, mas a multinacional reavaliará, na semana que vem, na Alemanha, se esse investimento futuro será mesmo feito no Rio Grande do Sul. A burocracia da Fepam pode fazer com que a empresa transfira o projeto da fábrica para outro Estado.

. A KMW ainda deverá solicitar a licença de instalação, com o devido projeto da fábrica e as informações requeridas para a atividade de manutenção de carros blindados da empresa. Só após essa nova licença, ainda sem data para ser concedida, é que a KMW poderá começar a construção de seu prédio, num terreno de 18 hectares.


.

Coser (ex-Fogo de Chão) lança rede nacional de pizzarias

Ex-dono da churrascaria Fogo de Chão que vendeu em 2011 a um grupo financeiro, o empreendedor gaúcho Arri Coser uniu-se à gestora BR Opportunities e aos sócios da pizzaria paulista Maremonti para criar uma rede  de pizzarias de alcance nacional.

. O gaúcho voltou recentemente dos Estados Unidos. Em Porto Alegre uniu-se ao cunhado, Lemir Magnani, dono da churrascaria Na Brasa para implantar no shopping Praia de Belas um novo modelo de restaurante, o Na Brasa Steak. Trata-se de um modelo sofisticado de servir churrasco, coisa que até agora não caiu no agrado do consumidor gaúcho - até porque os preços são muito caros. 

CLIQUE AQUI para conhecer o novo restaurante de Coser e Magnani em Porto Alegre. A reportagem é de Veja.

Delinquentes políticos voltam a vandalizar em Porto Alegre, São Paulo e Rio

Em SP, coronel é agredido com escudo por manifestante mascarado, que depois foi identificado e preso. A arma e o rádio do coronel foram roubados.
CLIQUE AQUI para examinar o filme da agressão.


Ativistas, vândalos e bandidos reuniram-se sob  as bandeiras dos grupos do Bloco dos Pelados, também chamado de Bloco de Luta Pelo Transporte Público, e  Largo Vivo,  foram juntos às ruas do centro de Porto Alegre pedir passe livre na noite desta sexta-feira. O protesto não terminou após a reação da Brigada Militar, que reprimiu a depredação de agências bancárias. A manifestação foi pautada por mascarados, que não foram identificados, ao contrário das promessas feitas pelos aparatos gaúchos de segurança. Eles depredara uma agência do BB, picharam prédios e agrediram policiais. Só um vândalo foi preso. Ele portava estilete, bolas de gude e estilingue, com os quais agredia os policiais. No Rio e SP também ocorreram atos de vandalismo. 

. Em São Paulo, os delinquentes políticos vandalizaram de modo muito mais intenso. Um coronel da PM foi agredido com paus, pedras e escudos e foi parar no hospital. Seu revólver e rádio foram roubados.

. Em Porto Alegre, a concentração se iniciou perto das 18h, em frente ao Paço Municipal. As20h ocorrerem os primeiros atos de depredação. Uma agência da Caixa teve a porta quebrada, um veículo da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) foi pichado e as vidraças do Banco do Brasil foram alvejadas. A tropa de choque da Brigada Militar, que acompanhava a caminhada, reagiu com bombas de gás lacrimogêneo, afastando os manifestantes.