Mujica virá quarta ao RS para apoiar Tarso

O presidente do Uruguai, José Pepe Mujica, Uruguai cumprirá agenda no Estado na próxima quarta-feira. A viagem visa dar apoio oblíquo à candidatura de Tarso Genro, que o acompanhará numa agenda sem importância alguma, como, aliás, são as relações com os uruguaios. 

Às 10h, Mujica visitará o polo de catadores em Novo Hamburgo. Às 14h, , será concedida entrevista coletiva no Salão Alberto Pasqualini, no Palácio Piratini, quando Mujica poderá falar sobre a mais nova estatal que criou, destinada a produzir e vender maconha.  Às 18h, no salão de atos da UFRGS, Mujica será painelista da 5ª edição do Seminário Internacional Universidade, Sociedade, Estado, que traz o tema "Desenvolvimento Sustentável para a Integração Regional do Cone Sul", um debate que perdeu a importância depois que a região deixou de saber o que queria.  

Vendas da Expointer fracassam fragorosamente em 2014

Despencaram as vendas na Expointer, encerrada neste domingo em Esteio. A venda de animais somou R$ 12,419 milhões até o início da tarde de domingo, e a de máquinas, R$ 2,713 bilhões – quedas de 29,3% e 20,66%, respectivamente, em relação ao ano anterior.

. A assessoria econômica da Farsul apontou os vultosos investimentos realizados nos últimos dois anos pelos produtores, a alta nos custos de produção com tendência de queda de preço das commodities, e o ambiente macroeconômico ruim para justificar a redução na venda de máquinas. 

Tereza Cruvinel informa que Aécio ganha com a delação, que prejudica Dilma e Marina

A jornalista Tereza Cruvinel é muito próxima do PT e do Governo Dilma, do qual foi diretora da Empresa Brasil de Comunicação, que ajudou a implantar.

. Na sua coluna desta tarde no site www.brasil247.com.br, ela escreve:


O vazamento das acusações feitas pelo ex-diretor da Petrobrás Paulo Roberto Costa aumenta a imprevisibilidade na campanha. Pode afetar um bom número de candidaturas governistas e até a da presidente Dilma Rousseff, e não só por haver petistas na lista dos supostos favorecidos por propinas mas, principalmente, porque ela o manteve como diretor por dois anos em seu governo.  Com a inclusão de Eduardo Campos na lista, pode sobrar também para Marina Silva.  O que confere um cheiro estranho ao “timing” do vazamento é sua natureza de bomba de efeito antecipado: todo o estrago eleitoral já terá acontecido quando o Ministério Público, cotejando acusações e provas, aceitar ou não a delação premiada, mitigando as penas do acusador e processando os acusados.

(...)

Mas o jogo está feito, afeta Marina e Dilma e dá novo alento ao candidato tucano Aécio Neves. Com o PSDB preservado e o PT e PSB envolvidos, o escândalo pode  reinseri-lo na disputa polarizada entre Marina e Dilma ou funcionar apenas como um canto do cisne para sua candidatura.

Aécio avisa que Dilma "sempre soube de tudo sobre as propinas na Petrobrás".

O candidato à Presidência da República pelo PSDB, Aécio Neves, cobrou uma manifestação mais contundente da presidente Dilma Rousseff sobre a delação premiada do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, que denunciou um esquema de propinas envolvendo políticos do PT e da base do governo na Câmara e no Senado em obras da Petrobras. Aécio voltou a chamar o episódio de "mensalão dois".

. Aécio vem subindo o tom e poderá usar o tema no seu programa de terça-feira:

- Não dá para a presidente Dilma dizer que não sabia o que vinha acontecendo. A marca mais perversa do governo do PT é o aparelhamento do Estado. Eles têm um plano para se perpetuar no poder, causando situações como esta da Petrobras.

Dilma diz que quer ver "provas concretas" antes de decidir se demite seu ministro de Minas e Energia

A presidente Dilma Rousseff reafirmou, neste domingo que aguardará informações oficiais dos órgãos de investigação sobre o teor do depoimento do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, para só então decidir se demite ou ministro Edison Lobão.

. A presidente diz que não há informação do que ele foi acusado:

- A revista “Veja”, que deu essa matéria, ela mesma diz, e depois toda a imprensa diz que o depoimento foi criptografado e colocado num cofre. Eu gostaria muito de ter acesso a essas informações de forma oficial. Eu preciso dos dados que digam respeito, ou que tenham alguma interferência no meu governo. Enquanto não me derem os dados oficialmente, não tenho como tomar uma providência. Ao ter os dados, eu tomarei todas as providências cabíveis, tomarei todas as medidas, inclusive se tiver de tomar medidas mais fortes.

. Dilma está sendo apenas esperta, porque o caso não atinge apenas seu ministro das Minas e Energia, mas parlamentares e govrnadores da sua base aliada, inclusive o tesoureiro do seu Partido, o PT, João Carlos Vaccari. 

. O caso só está começando. 

Bateu o desespero no governo do PT. Gilberto Carvalho diz que é "tudo boataria". Dilma é vaiada no desfile do dia 7.

Nas fotos, PC e Carvalho.


No desfile do dia 7, quando o nome de Dilma foi anunciado, parte da plateia vaiou a presidente mas a maioria a aplaudiu.

Logo depois do desfile do 7 de setembro em Brasília, o ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República rebateu as acusações de que parlamentares, ministros e governadores do PT, PMDB e PP, todos da base do governo, teriam se beneficiado de suposto esquema na Petrobras.

. Isto tudo tem caráter eleitoreiro. Estão tentando usar a notícia de delação premiada para, no desespero, mudar o rumo da campanha

. Sobre as revelações atribuídas do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa também falou o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. Ele lembrou que o inquérito corre em sigilo e que a Polícia Federal e o Ministério Público estão apurando dentro do que “a lei determina”.

Dilma e Marina desconversam, mas ambas sabem que Paulinho Costa tem prova de tudo que diz na PF

A seguir, leia o editorial completo do jornal O Estado de S. Paulo deste domingo.

. O ex-presidente Lula já está se queixando da sua criatura, que "não é do ramo". Dilma começa a ser cristianizada dentro da nomenklatura do PT.

. Também vale a pena ler a colunista Dora kramer. Neste domingo, ela destaca que a delação virá acompanhada de provas. Depois serão conferidas, para que o benefício seja concedido ou não. 
Isto é muito importante, porque Paulinho Costa não está falando por falar. 

. Marina e Dilma tentam desconversar, fazendo de conta que não têm nada a ver com o caso, quando o caso as atinge em cheio. 

. Paulo Costa certamente está apresentando as provas, condição para o êxito do que se propôs. 
Inúmeras reportagens comprovadas deixaram claro que ele tinha as anotações pormenorizadas nas suas cadernetas. Nelas estão os rastros de onde foi entregue o dinheiro depois de lavado.

. Ele era operador do Mensalão II, uma espécie de Delúbio+Marco Valério.

CLIQUE AQUI para ler o editorial do Estadão. 

El PaÍs diz que denúncias abalam a campanha eleitoral

O jornal El País diz nste domingo que Paulo Roberto Costa, ex diretor de abastecimento da estatal petroleira Petrobras, onde trabalhou por 35 anos, começou a ser chamado de “homem bomba” nos bastidores da política brasileira. O jornal diz que as denúncias abalaram a campanha eleitoral.

. Leia mais:

Preso em março na operação Lava Jato, da Polícia Federal, que apurava lavagem de dinheiro, Costa é acusado de desvios de dinheiro da estatal, e de destruição e ocultação de documentos que ajudariam na investigação. Foi detido inicialmente em março, e desde então suas informações passaram a ter peso de ouro.

. Quando saiu da Petrobras, em 2012, o engenheiro criou a empresa Costa Global, uma consultoria que intermediava negócios entre a Petrobras e seus fornecedores. Por isso, teria os nomes de personagens que estariam envolvidos em pagamentos de propina para facilitar obras da empresa. Nesta sexta-feira, foram conhecidos alguns dos nomes que supostamente estariam pagando propinas. De Eduardo Campos, do PSB, ao presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB de Alagoas), além de deputados do PT estariam envolvidos no esquema, segundo a revista semanal Veja. Ao todo, seriam dezenas de políticos de cinco partidos, dos quais três integram a base aliada da presidenta Dilma Rousseff: além do PT, o PMDB, o Partido Progressista (PP), e o Partido da República (PR).

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Nova crise pode destronar Dilma no primeiro turno

A opinião a seguir é do ex-deputado e ex-secretário Nacional da Justiça no governo Lula/Tarso, PT. Está no Twitter e corrsponde ao que 10 entre 10 politólogos pensam neste momento:

Romeu Tuma (@tumaoficial)
01/09/14 19:04

Se o Aécio tiver peito, partir pra cima e o PSDB tiver humildade p aceitar parcerias e opiniões certas, a Dilma cai no 1º turno!

Tarde do 7 de setembro será de tempo bom em Porto Alegre

A previsão de tempo para Porto Alegre neste feriado de 7 de Setembro, de acordo com a Somar Meterologia, é de pancadas de chuva pela manhã, com melhoria do tempo a partir da tarde.
Na segunda-feira, a frente fria se afasta do Rio Grande do Sul, e haverá predomínio de sol em todo o Estado. À tarde, os termômetros se elevam. Na Capital, mínima de 19°C e máxima de 26°C. Em Caxias do Sul e Santa Maria, as máximas devem atingir os 29°C.

. A partir de quarta-feira, uma nova frente fria deve atuar sobre o RS e provocar chuva por vários dias, com melhoria prevista somente para o próximo fim de semana.

Morreu prefeito da cidade gaúcha de São José do Hortêncio

Morreu ontem, sábado, o prefeito de São José do Hortêncio, RS, Clóvis Luiz Schaffer. Ele faleceu as 23h45min no hospital Regina, em Novo Hamburgo.


. Schaeffer estava internado há três semanas no hospital.

. A revsita Exame classificou a cidade como a menos desigual do Brasil. 

"O governo do PT patrocinou um assalto à Petrobrás", denuncia Aécio Neves

A mais nova vaca leiteira do PT e seus aliados do governo Dilma, segundo Sponholz.


O site deste domingo da revista Veja esclarece que menos de 30 dias do primeiro turno, as campanhas da petista Dilma Rousseff e da ex-senadora Marina Silva (PSB) tentam estancar a todo custo a sangria provocada pelos depoimentos do ex-dirigente da Petrobras e controlar uma possível fuga de votos das candidatas. 

. A revista ouviu o terceiro colocado nas pesquisas de intenção de votos na corrida presidencial, o senador Aécio Neves (PSDB-MG), que  avalia que as revelações do ex-diretor de Refino e Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, sobre a montagem de um balcão de distribuição de propina a deputados, senadores, governadores e até um ministro de Estado aliados ao Palácio do Planalto podem mudar o resultado das eleições de outubro:

- O governo do PT patrocinou um assalto à Petrobras. No momento em que esse governo assaltava o país, eu fazia oposição.

Leia tudo:


Os nomes de autoridades citados por Paulo Roberto Costa como participantes do esquema de propina são essencialmente da base de sustentação do governo da presidente Dilma Rousseff. O senhor acha que houve conivência por parte dela? 
Não dá mais para vir com essa história de que não sabia de nada. Nós estamos falando de algo talvez ainda mais grave do que o mensalão 1, que é o mensalão 2, que coexiste há mais de nove anos no poder. Continua a haver um processo, desde o início, que não foi interrompido: utilização de dinheiro público, empresas públicas, superfaturamento de obras para beneficiar um grupo político que quer se manter a qualquer custo no poder. O PT perdeu, a meu ver, a autoridade sequer para apresentar um projeto de continuidade desse modelo que está aí. É vergonhoso o que acontece.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Empreiteiras organizam inédito "pool" de advogados para se defender

O jornal Folha de S. Paulo deste domingo diz que nunca as empreiteiras se juntaram em "pool" para usar uma estratégia comum de defesa. Só esse fato já demonstra como consideram grave o episódio atual.

. O ex-ministro Márcio Thomaz Bastos integra o "pool".

. O juiz Sérgio Moro, Paraná, tem demonstrado firmeza e determinação no caso Lava Jato e está disposto a ir até o fim.

. Ele é uma espécie de Joaquim Barbosa da Justiça Federal.

Artigo, Eliane Cantanhêde - O novo mensalão

A jornalista da Folha diz que o novo Delúbio do PT
é o atual tesoureiro do Partido, João Vaccari Neto.
CLIQUE AQUI para ler, também, "O fato novo!", de Merval Pereira, O Globo de hoje. 

BRASÍLIA - Se a Petrobras entrou na eleição de 2010 para aniquilar as chances do PSDB, ela já entrava na de 2014 para enfraquecer a posição do PT e se torna agora um canhão contra o governo e os governistas.

O ex-diretor da empresa Paulo Roberto Costa, que sabe das coisas, aproximou-se do PT, mas está longe de ser um quadro do partido como Delúbio Soares, que aguentou o tranco e foi para o abatedouro sem entregar o resto da boiada.


Com a delação premiada, o ex-diretor deixou claro que sua prioridade é salvar o que for possível da própria pele. Joga uma profusão de nomes e siglas nas páginas da Justiça e nos ares da eleição. Aliás, já que falamos de Delúbio, uma peça-chave nas denúncias é o novo tesoureiro do PT. Está um salve-se quem puder.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Donos e executivos de empreiteiras viajam para não serem presos

As principais construtoras do País serão os alvos da Operação Lava-Jato, da Polícia Federal, tão logo o segmento relacionado com os políticos do PT e da base aliada for esgotado.

. Paulo Roberto Costa as identificou como fomentadoras de um grande esquema de corrupção, em sua delação premiada. A lista inclui pesos-pesados como Camargo Corrêa, Queiroz Galvão, OAS e Odebrecht. Elase formaram um pool e contrataram o ex-ministro Marcio Thomaz Bastos para tentar evitar a delação de Costa, mas isto não deu certo e no fim de semana, donos e executivos das construtoras viajaram para não ser presos. 

Nomes das empreiteiras ainda não vazaram. Esta semana, Paulinho falará sobre Pasadena. Ele delata por temas.

Paulinho fala por partes, seguindo
o esquema de Jack, o Estripador. 

Até o início deste domingo, a revista Veja e as demais publicações que vazaram trechos dos depoimentos do ex-diretor da Petrobrás para a Polícia Federal e ao MPF, não divulgaram o nome sequer de uma só empreiteira que alcançou dinheiro de contratos com a Petrobrás para corromper parlamentares, membros do governo Lula e Dilma, tudo visando manter o PT e seus aliados no Poder.

. O que saiu até agora é apenas a parte inicial. PC fala por temas. O caso da refinaria Pasadena, que envolve Dilma diretamente, será abordado esta semana. 

. A organização criminosa envolve funcionários da Petrobrás, grandes empreiteiras, doleiros e políticos importantes, conforme lista inicial publicada abaixo

. O dinheiro sujo jorrou entre 2004 e 2012 pelas mãos do diretor Paulo Costa, o Paulinho, como o chamava Lula, seu amigo, que o nomeou. Paulinho cuidava das decisões sobre gasodutos e construção de refinasrias, alugujel de plataformas e navios.

. A ampla rede de corrupções que atravessou os dois mandatos de Lula e dois anos do governo Dilma. Dilma esteve o tempo todo acompanhando a movimentação de Paulinho, ora como presidente do Conselho das Petrobrás e ora como ministra e presidente.

. O juiz do caso no Paraná, pediu acompanhamento do procurador-geral da República e do STF deve ter pedido autorização ou comunicado, e o ministro Teori Zavascki, que cuida do caso no Supremo, deve ter deprecado a um juiz federal (ou ao próprio) o acompanhamento, pra evitar nulidades.


- Paulo Roberto começou a prestar seu depoimento no dia 29 de agosto. Já gravou 42 horas de conversa. E, tudo indica, está apenas no começo. O Ministério Público Federal e o STF acompanham a operação, já que a denúncia envolve uma penca de autoridades com direito a foro especial. O esquema que ele denuncia é gigantesco.