Aécio tritura Dilma em pesquisa Istoé/Sensus de hoje: Aécio, 58,8%; Dilma, 41,2%.

Aécio dispara e abre 17 pontos de vantagem sobre Dilma, mostra pesquisa Istoé/Sensus. Primeiro levantamento do instituto  após divulgação de áudios da Petrobrás mostra que escândalo atingiu em cheio campanha da petista

. Leia material de Mário Simas Filho.

Primeira pesquisa ISTOÉ\Sensus realizada depois do primeiro turno da sucessão presidencial mostra o candidato Aécio Neves (PSDB) com 58,8% dos votos válidos e a petista Dilma Rousseff com 41,2%. Uma diferença de 17,6 pontos percentuais. O levantamento feito entre a quarta-feira 7 e o sábado 10 é o primeiro a captar parte dos efeitos provocados pelas revelações feitas pelo ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa sobre o detalhamento do esquema de corrupção na estatal. “Além do crescimento da candidatura de Aécio Neves, observa-se um forte aumento na rejeição da presidenta Dilma Rousseff”, afirma Ricardo Guedes, diretor do Instituto Sensus. Segundo a pesquisa, o índice de eleitores que afirmam não votar em Dilma de forma alguma é de 46,3%. A rejeição de Aécio Neves é de 29,2%. “O tamanho da rejeição à candidatura de Dilma, torna praticamente impossível a reeleição da presidenta”, diz Guedes. A pesquisa também capta, segundo o diretor do Sensus, os apoios políticos que Aécio recebeu durante a semana, entre eles o do PSB, PV e PPS.

 . As 2000 entrevistas feitas em 24 Estados e 136 municípios mostra que houve uma migração do eleitorado à candidatura tucana mais rápida do que as manifestações oficiais dos líderes políticos. No levantamento sobre o total dos votos, Aécio soma 52,4%, Dilma 36,7% e os indecisos, brancos e nulos são 11%, tudo com margem de erro de 2,2% e índice de confiança de 95%. Nos votos espontâneos, quando nenhum nome é apresentado ao eleitor, Aécio soma 52,1%, Dilma fica 35,4% e os indecisos são 12,6%. “A analise de todos esses dados permite afirmar que onda a favor de Aécio detectada nas duas semanas que antecederam o primeiro turno continua muito forte”, diz Guedes. O tucano, segundo a pesquisa ISTOÉ\Sensus, vence em todas as regiões do País, menos no Nordeste. 

. Além da vantagem regional, Aécio, de acordo com o levantamento, supera Dilma em todas as categorias socioeconômicas, o que, segundo a análise de Guedes, indica que a estratégia petista de apostar na divisão do País entre pobres e ricos não tem dado resultado.

Aécio acata parcialmente programa de Marina.

A viúva Renata e seus filhos receberam Aécio com a camisa 45.



Ao lado de líderes do PSB pernambucano e dos filhos do ex-governador Eduardo Campos, o presidenciável Aécio Neves (PSDB) se comprometeu neste sábado  a cumprir, mesmo que de forma vaga, quase todas as exigências feitas pela ex-candidata Marina Silva (PSB) em troca de seu apoio.
Em um auditório lotado de médicos e integrantes de movimentos sociais, o tucano leu documento através do qual se compromete a garantir ao Executivo o papel de demarcação de terras indígenas, a ampliar a reforma agrária e acabar com a reeleição de cargos do Executivo.Alguns compromissos foram assumidos de forma vaga. Ao se comprometer com o fim da reeleição, por exemplo, não disse que a regra já valeria para ele. Ele também prometeu conduzir a transição do país à economia de baixo carbono sem estabelecer prazos nem metas.

. O único dos principais pontos que ficou de fora do documento lido por Aécio foi a redução da maioridade penal, outra proposta feita por Marina. Ela quer que o tucano recue da proposta de reduzir a maioridade penal. Ao discursar no Recife, se limitou a dizer que buscará alternativas para afastar a juventude da violência.

. Agora espera-se que Marina anuncie formal apoio a Aécio. 

. Aécio chegou ao encontro com movimentos sociais marcado de última hora em um hotel na zona sul do Recife acompanhado do deputado Beto Albuquerque (PSB-RS) e de líderes locais tanto do PSB, quanto do PSDB.

. A fala do tucano agradou o ex-vice na chapa de Marina, Beto Albuquerque (PSB-RS). "Achei o documento muito bom. Representa grande parte do nosso programa. Nós não teríamos a pretensão de que ele adotasse tudo, mas Aécio fez hoje um compromisso muito grande com o Nordeste e com a mudança", afirmou. Albuquerque também minimizou a forma vaga como Aécio se comprometeu com o fim da reeleição. "Quem vai dar o prazo para isso é o Congresso. Não depende dele".

. Esta é a primeira visita do tucano a Pernambuco neste segundo turno. Ele teve apenas 6% dos votos em Pernambuco, mas confia nos 48% que Marina Silva atingiu no Estado. A presidente Dilma Rousseff conseguiu 44%.

O tesoureiro do PT é um velho conhecido do Ministério Público

Sob o título "O tesoureiro do esquema", a revista Istoé revela quem é João Vaccari Neto, apontado pelo delator como o operador do PT na corrupção da Petrobras. Ele também é acusado pelo MP de São Paulo de lesar uma cooperativa habitacional.

. O PT está sem saber o que fazer com seu Delúbio 2.

. No RS, o governador Tarso Genro nada fala sobre seu companheiro de Partido. 

CLIQUE AQUI para ler a reportagem. 

Istoé diz que campanha de Dilma está sob suspeita

Delator da Petrobras diz que a campanha de Dilma em 2010 foi beneficiada por dinheiro desviado. É a constatação de reportagem de capa da revista Istoé de hoje. Leia tudo:

O ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa e o doleiro Alberto Youssef afirmam que o PT foi o partido mais contemplado pela propina. As revelações estarrecedoras escancaram a falência moral do Estado nos últimos anos

Josie Jerônimo (josie@istoe.com.br)

Na quarta-feira 8, vieram à tona áudios de depoimentos feitos em regime de delação premiada na Justiça Federal em Curitiba por Paulo Roberto Costa, ex-diretor da Petrobras, e pelo doleiro Alberto Youssef – considerados hoje dois dos maiores arquivos vivos da República e detentores dos segredos mais explosivos da maior estatal do País. As declarações dos delatores descrevem uma gigantesca rede de corrupção formada por dirigentes da Petrobras, empreiteiras e partidos políticos integrantes da base de sustentação do governo Dilma Rousseff. As revelações são estarrecedoras. A corrupção estatal poucas vezes foi exposta de maneira tão crua e direta narrada abertamente por seus executores a serviço do Estado. Nos áudios, os depoentes apontam PT, PMDB e PP como as legendas beneficiadas pelo propinoduto e colocam sob suspeição a campanha de 2010 da presidenta Dilma Rousseff. “Dos 3% da Diretoria de Abastecimento, 1% seria repassado para o PP e os 2% restantes ficariam para o PT. Isso me foi dito com toda a clareza”, afirmou o ex-diretor da Petrobras. “Outras diretorias também eram PT. O comentário que pautava dentro da companhia era que em alguns casos os 3% ficavam para o PT”, acrescentou. Um dos operadores dos desvios na Petrobras, de acordo com os depoimentos, era João Vaccari Neto, tesoureiro do PT. Indicado para o cargo pelo ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, o ex-diretor de Serviços Renato Duque e Nestor Cerveró, ex-dirigente da Área Internacional da Petrobras da cota do PMDB, também recebiam propina. “Bom, era conversado dentro da companhia e isso era claro que sim. Sim. A resposta é sim”, afirmou Paulo Roberto Costa, questionado sobre o pagamento de suborno aos dois. As movimentações irregulares, segundo disseram, continuaram até 2012, quando Costa deixou a estatal, e pode ter contaminado a atual campanha de Dilma à reeleição.

CLIQUE AQUI par ler tudo. 

Aécio recebe apoio do prefeito do Recife, do governador de Pernambuco e da família de Eduardo Campos

Aécio, esta manhã, no Recife.Os animadores do palco vestiam-se como "bobos da corte do frevo", e a música de campanha de Aécio ganhou sotaque e letra específicas para o Estado. 



O  senador Aécio Neves, voltou a dizer, na manhã deste sábado no Recife, que defende o legado político deixado pelo ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos. Ele classificou a visita à capital pernambucana neste fim de semana como um dos atos “mais importantes para vencer as eleições”. O encontro desta manhã foi no em Recife.

Quem abriu os debates foi o prefeito do Recife, Geraldo Júlio, que reafirmou que a aliança com o tucano segue o projeto político do ex-governador Eduardo Campos, morto em um acidente aéreo durante a campanha presidencial no primeiro turno. Segundo Geraldo Júlio, a união entre socialistas e tucanos “tem o compromisso com os que mais precisam, conforme desejo do ex-governador Eduardo Campos”. O discurso foi reafirmado pelo governador eleito de Pernambuco, Paulo Câmara.

. Em seguida, foi a vez de Aécio Neves, que estava acompanhado por uma das filhas, Gabriela, ler uma síntese de um documento no qual reafirma compromissos de campanha e um novo projeto de gestão.

. O senador mineiro contou, ainda, com o apoio de três filhos de Eduardo Campos, João, Pedro e Maria Eduarda, além de muitos correligionários, como os deputados federais eleitos Bruno Araújo, Mendonça Filho e Daniel Coelho. Aécio Neves também estava acompanhado de Beto Albuquerque, candidato a vice-presidente na chapa de Marina Silva, do governador de Pernambuco, João Lyra Neto, de Sileno Guedes, presidente estadual do PSB.

. Depois do evento, Aécio almoçou na casa de Renata Campos, viúva de Eduardo Campos, em Dois Irmãos. Foi um encontro reservado para 15 pessoas. Esta tarde, o candidato participa de atos em Sirinhaém, onde participará de uma caminhada e um comício.

- O presidente do PSDB pernambucano, deputado federal Bruno Araújo, e o atual coordenador da campanha tucana no estado, prefeito Elias Gomes, consideram que, dada a importância do apoio do PSB a Aécio Neves, o governador eleito Paulo Câmara terá papel significativo no anúncio da agenda e, principalmente, na campanha. O governador eleito assumirá a coordenação da campanha de Aécio Neves no estado.

63% dos leitores acham que Lula é o mais detestável dos líderes do PT

63% dos leitores (797 votantes) acham que Lula é o mais detestável líderes do PT. Depois, pela ordem:

Tarso, 16%
Zé Dirceu e Dilma, 8%
Olívio, 3%

A nova enquete que já está nesta página, aí ao lado, à direita, faz a seguinte pergunta:

Qual a sua opinião sobre nortistas e nordestinos ?

As respostas possíveis são as seguintes:
Eles são tão brasileiros quanto nós
Devemos nos separar deles
Outra resposta

Folha recua de debate no SBT depois que Dilma veta perguntas de jornalistas

A “Folha de S. Paulo” anunciou nesta sexta-feira que deixou o debate que faria em parceria com o SBT, a rádio Jovem Pan e o UOL na próxima quinta-feira (16 de outubro) porque não entrou em acordo com a campanha da candidata à reeleição, Dilma Rousseff. 

. A petista não permitiu que jornalistas fizessem perguntas aos candidatos e, por isso, o jornal diz não ter visto motivos para participar. O editor-executivo da “Folha”, Sérgio Dávila, considerou a proibição “um passo atrás inaceitável”. Apesar do desacordo, o debate foi mantido, inclusive com transmissão ao vivo também pelo UOL, que pertence ao Grupo Folha.

Os debates já são bastante engessados por imposição da Lei Eleitoral e dos próprios candidatos. As regras impostas já vetam o direito à réplica para jornalistas. Proibir também as perguntas dos jornalistas é dar um passo atrás inaceitável. Assim, a Folha deixa de fazer parte da organização do evento, pois considera que não terá nenhuma influência para representar os direitos e interesses de seus leitores nele — disse Dávila.

. O presidente nacional do PT e coordenador-geral da campanha de Dilma Rousseff, Rui Falcão, afirmou que para os petistas, no segundo turno, o debate deve ser travado apenas entre os candidatos.— Se for para fazer perguntas de jornalistas, é melhor fazer uma entrevista— disse ele, que afirmou que Dilma tem dado entrevistas com frequência. (O Globo)

Miguel Rosseto delira como Dilma, Lula e Tarso no caso do Petrolão

O gaúcho Miguel Rossetto, atual coordenador da campanha de Dilma Roussefm, aponta tentativa de manipulação na eleição http://brasil247.com/+k9l79 “Há em curso uma gravíssima tentativa de manipular a eleição presidencial no Brasil. A quinze dias das eleições, justamente no dia do primeiro programa eleitoral do segundo turno, um vídeo de um criminoso investigado é vazado de forma parcial e mal intencionada”, disse Miguel Rossetto, coordenador de campanha da presidente Dilma Rousseff e ex-presidente da Petrobras Biocombustível em artigo; segundo ele, as acusações foram feitas sem provas.

. Como não houve listagem dos nomes dos golpistas, o editor nomina os responsáveis pelos vazamentos:

Juiz Federal Sérgio Moro, Curitiba, que não colocou sob segredo de justiça a audiência de quarta-feira no Paraná.
Ministro Teori Zavascki, STF, que considerou válidas as confissões e denúncias do delator Paulo Costa e por isto concordou em colocá-lo sob prisão domiciliar no Rio.
Rodrigo Janot, procurador Geral da República, que mantém nos cargos os procuradores que investigam tudo e certificam o que "vazou".

. O gaúcho Miguel Rosseto não quis discutir as rombudas confissões, denúncias e provas apresentadas contra o covil de ladrões que o PT montou e operou na Petrobrás. 

Aumento de 35% nas tarifas da CEEE é abusivo.Tarso pede que Aneel autorize o aumento só depois das eleições.

A CEEE confirmou ontem que pediu mesmo aumento de 35% para as contas de luz dos consumidores gaúchos. A Aneel poderá confirmar o aumento abusivo no dia 21, véspera das eleições.

. O governador Tarso Genro pediu que a Aneel não faça isto e adie tudo para fevereiro, quando as eleições já tiverem ocorrido e o novo governador empossado.

. Ele não quer marola neste momento. 

. Este aumento é abusivo e decorre da política errática implementada pelo governo Dilma Roussef, que há dois anos produziu redução de tarifas através de manobras equivocadas de antecipação de vencimentos de concessões.


. O governador Tarso Genro sujeitou-se ao delírio dilmista, coisa que não fizeram os governadores de Minas, São Paulo e Paraná, o que garantiu remunerações adequadas para as suas estatais estaduais, evitando este súbito e inaceitável aumento de agora, incapaz de ser suportado pelos consumidores. 

Aécio já embarcou para Pernambuco. Ele receberá apoio do governador, PSB e viúva de Campos.

Veja deste sábado prossegue light, mas capa é Aécio. 



Almoço está marcado para sábado, em Recife. Tucano irá iniciar sua incursão pelo Nordeste em busca de votos

O candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, irá se encontrar com a mulher do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, morto em um acidente aéreo no começo da campanha eleitoral. O tucano, que já marcou uma incursão pelo Nordeste, irá encontrar-se com a viúva Renata no sábado para um almoço e depois irá participar de um grande ato político. Aécio e Campos eram amigos de longa data e mesmo durante a campanha mantiveram relação amistosa. 

. A expectativa é que Renata declare seu apoio formal ao tucano. 

. Renata não antecipou a aliados se fará uma declaração formal de apoio ao tucano, mas sua aparição ao lado de Aécio tem amplo valor simbólico. Ela é hoje a figura que mais incorpora o legado de Campos. 

. Depois do almoço, Aécio visitará a cidade de Sirinhaém, no interior, onde Miguel Arraes, avô de Eduardo e ícone do Nordeste, lançou o plano Chapéu de Palha que auxilia trabalhadores rurais.

A atividade será palanque para o tucano garantir que manterá e ampliará programas sociais como o Bolsa Família. 

Crítica à fala capenga de Dilma na ONU bateu recorde nesta página

O comentário a seguir do editor, “Dilma tirou a máscara em Nova Iorque”, alcançou  neste sábado a marca de 10.329 visitas, conforme contagem do You Tube. É uma das maiores marcas desde que este tipo de ferramenta passou a ser utilizado nesta página.

. O comentário denuncia a fala capenga da presidente, que pediu negociações com os terroristas decapitadores do Estado Islâmico. Dilma, no mesmo dia, foi desautorizada pelo Conselho de Segurança da ONU, presidido pelo próprio presidente Barak Obama, que endureceu a repressão aos bandidos.

. A fala de Dilma Roussef materializou mais uma vez o vetor da política externa brasileira sob o PT, que privilegia as alianças com a escória atual da humanidade, como são os casos dos regimes ditatoriais de Cuba e da Coréia do Norte.

CLIQUE AQUI para ver de novo.

.O comentário campeão de visualizações é o seguinte, "O PT perdeu a guerra cibernética e não adianta espernear", com pontuação de 24.632.
CLIQUE AQUI para ver. 

Ao meio dia, na TV, Tarso atacará e Sartori amansará.

Recomeçou  hoje a campanha eleitoral gaúcha na TV e no rádio. Além desta programação, os candidatos passarão o final de semana visitando municípios do interior. Isto tudo precede os comícios de encerramento agendados para o final da campanha:

José Ivo Sartori – Largo Glênio Peres, dia 21, com Aécio Neves.
Tarso Genro – Largo Glênio Peres, dia 22, com Dilma e Lula.

. A propaganda eleitoral irá até o dia 24, dois dias antes da votação do segundo turno.

. Os programas saem as 7h e as 12h nas rádios e às 13h e 20h3min nas TVs. São 10 minutos pasra cada um.

. Na TV, hoje, Sartori será o primeiro, já que venceu o primeiro turno.

. O candidato Tarso Genro continuará agressivo na sua propaganda de rádio e de TV, acusando Sartori de aliado de Ana Amélia, Yeda e Britto, além de fujão (Sartori teria se negado a participar de debates esta semana). Na mão inversa irá o candidato do PMDB, que prosseguirá sua campanha de apresentação de propostas e apresentação dos aliados, inclusive Ana Amélia.

Sossela poderá ser convencido a se licenciar da presidência da Assembléia

Além de ter o mandato colocado em risco, o deputado Gilmar Sossela poderá ser obrigado a renunciar ou se licenciar da presidência da Assembléia Legislativa do RS. O indiciamento de um presidente é inétido na história do Legislativo do RS e produz constrangimento aos demais deputados.

. Na semana que vem, pelo menos um dos Partidos poderá pedir uma rápida solução para o problema. 

. O caso nem é saber se Sossela errou ou não, mas evitar a contaminação da Assembléia.

Aécio anunciará dois novos ministros por semana. Joaquim Barbosa poderá entrar na semana final.

O candidato Aécio Neves informou ontem a noite que além de Armínio Fraga para o ministério da Fazenda, pretende anunciar dois outros nomes para seu ministério. Entre os tucanos,há a convicção de que na última semana de campanha, Aécio poderá revelar mais nomes, inclusive o de Joaquim Barbosa para o ministério da Justiça.


. Caso se confirme o nome de Joaquim Barbosa, Aécio dará clara demonstração de que no seu governo haverá um farol claro para o combate à corrupção e ao fim da impunidade no Brasil.