Caio Tomazeli derrota Mirón por um voto e será o candidato do PMDB em Gramado

- O candidato do PP, que domina há 12 anos a prefeitura de Gramado, RS, será o atual prefeito Nestor Tissot, mas setores do Partido trabalham para que ele desista, já que se submeteu às pressões do Ministério Público no caso do Natal Luz.
O ex-secretário estadual de Relações Internacionais Caio Tomazeli será o candidato do PMDB a prefeito de Gramado nas eleições de 7 de outubro. A decisão ocorreu durante pré-convenção realizada nesta terça-feira, com a participação de 45 membros do diretório municipal do partido. Em uma disputa acirrada, Caio empatou com o jornalista Miron Neto, com 20 votos cada um, enquanto o terceiro candidato, Deoclécio Moreira, obtinha cinco votos. Com o resultado, a disputa foi para o segundo turno, quando o placar foi de 23 a 22 em favor de Caio.

*Clipping do blog de Mirón Neto.

Zero Hora critica farisaísmo e cinismo do governo do PT ao manter secreto relatório sobre malfeitorias no Daer

- A nota a seguir é da editora de Política do jornal Zero Hora. Normalmente alinhada com o PT, a jornalista, nem ela mesma, aguentou o farisaísmo e o cinismo do governo do Sr. Tarso Genro, que mantém secreto um relatório da chamada comissão processante que ele mesmo nomeou para impedir a CPI do Daer. A comissão chegou a flagrar o computador de um auxiliar de confiança nomeado pelo governo do PT, contaminado de cenas de pedofilia. O mesmo sr. Tarso Genro que agora esconde relatórios, acionou a sua Polícia Federal para desestabilizar o governo da Sra. Yeda Crusius, desencadeando operações sucessivas e divulgando até o que nem foi investigado. Pior mesmo é o deputado dr. Bassegio, do PDT, que enfiou no bolso a proposta dele mesmo para convocar a CPI do Daer, manendo assim uma atitude submissa intolerável ao Piratini. Leia a nota do jornal e a resposta do Governador:

Quem te viu, quem te vê
 No tempo em que era oposição, bastava meio indício para transformar qualquer adversário em culpado. O PT acusava, julgava e condenava na tribuna ou na mídia. Os deputados petistas transformavam as CPIs em palcos de exposição de seus desafetos, faziam inquisições destruidoras, carimbavam os acusados com rótulos difíceis de remover. Quem passou pela CPI do Detran ou assistiu às sessões pela TV Assembleia sabe exatamente como os deputados petistas tratavam os que eram suspeitos de alguma coisa ou apareciam, mesmo sem falas comprometedoras, em alguma gravação da Polícia Federal.
(....)
Passou-se o tempo, o PT está no governo e tudo mudou. Com aval do Palácio Piratini, a Secretaria de Infraestrutura não vai divulgar os nomes dos 17 servidores (ou ex-servidores) que figuram no relatório da comissão processante como possíveis envolvidos em irregularidades. A ideia é encaminhar o relatório ao Ministério Público, que, se achar correto, poderá divulgar a lista, diz um dos principais assessores do governador. Até lá – a menos que alguma providência secreta tenha sido adotada –, continuarão nos cargos.
(....)
O que diriam os deputados petistas se Yeda Crusius tivesse determinado segredo sobre o relatório da comissão de sindicância que investigou irregularidades no Detran?

A resposta do Governador:
"Prezada Jornalista Rosane Oliveira:
No seu editorial "Quem te viu, quem te vê" é mencionada diretamente a postura do governo em relação à Comissão, determinada pelo próprio governo, que investigou irregularidades no DAER. Quero manifestar, em nome do governo do Estado, a nossa inconformidade com as acusações, que imputam ao governo o encobrimento de nomes. Esclareço:
(....)
3) No texto estão misturadas as posições do PT com posições do Governo do Estado, como se outorgar ao MP a decisão de divulgar os nomes, fosse uma posição contrária do Governo contrária ao resultado da investigação;
(...)
5) É no mínimo curiosa a comparação com a comissão de sindicância que apontou as responsabilidades à época do Detran e a comissão processante que agora encerrou os seus trabalhos. Ocorre que a situação é diametralmente oposta. 6) Na verdade, as acusações ao governo, no editorial referido, partem do pressuposto que uma instituição privada tem o direito de não informar, quando entende que este é o seu dever ético, e que o Estado não deve obedecer aos mesmos pressupostos.

CLIQUE AQUI para ler tudo na íntegra.

Petrobrás, sem caixa e sem dinheiro, busca, no desespero, US$ 7 bilhões em bônus no exterior

- Segue matéria sobre a Petrobrás, buscando recursos a qualquer custo para cobrir seus rombos de caixa.

A Petrobras lançou hoje (1º) um total de US$ 7 bilhões em bônus no exterior, acima da expectativa inicial de US$ 6 bilhões. As informações são do IFR, um serviço da Thomson Reuters.

. A demanda pelos papéis estava em cerca de US$ 25 bilhões, segundo o IFR. A estatal lançou US$ 1,25 bilhão em bônus de três anos, US$ 1,75 bilhão em papéis de cinco anos, US$ 2,75 bilhões na reabertura de seus títulos com vencimento em 2021 e US$ 1,25 bilhão na reabertura de bônus 2041, segundo o IFR.

. No final da terça-feira (31), a agência de classificação de risco Fitch atribuiu nota "BBB" à planejada emissão de bônus no exterior pela Petrobras.

. Os bônus da tranche de três anos foram lançados com um spread de 275 pontos-básicos sobre os Treasuries comparáveis e os de cinco anos com 290 pontos-básicos.

. Os títulos 2021 e 2041 embutem um prêmio de 295 pontos-básicos sobre os Treasuries, segundo o IFR.A operação, a ser precificada ainda nesta quarta-feira, está sendo coordenada por Santander, Morgan Stanley, JPMorgan, Itaú, Citi e Banco do Brasil.Os recursos levantados pela Petrobras com a emissão deverão ser utilizados para cobrir despesas corporativas e de investimento.

Brasileiro vencedor do Grammy só recebeu estatueta depois de pagar imposto de R$ 35,00 ao governo do Brasil

- O engenheiro de som Enrico De Paoli, no seu Facebook desta quinta-feira, registrou seu protesto contra a fúria fiscalista do governo federal do Brasil. 
 
Por mais que a gente tente amar nosso país e ter orgulho de sermos brasileiros, chega um momento que o desgosto e o nojo são inevitáveis. Acabo de receber a minha estatueta do GRAMMY, e junto com ela veio um DARF de recolhimento de 60% de impostos de importação, e mais 15% de impostos ICMS.

Definitivamente o governo brasileiro cultiva vagabundos. Para vencer no Brasil, tem que ter MUITA garra, porque o governo é SEMPRE nosso maior obstáculo.

Querido governo do Brasil, já que vocês não têm, eu tenho vergonha de vocês.

Entenda o caso, segundo iG de hoje
O engenheiro de som Enrico de Paoli conquistou o Grammy latino de melhor disco de MPB de 2011, mas só recebeu seu prêmio após a Receita Federal e o governo do Rio de Janeiro cobrarem impostos sobre a estatueta.O prêmio foi dado ao disco "Ária", de Djavan - Enrico trabalhou no álbum como engenheiro de som. Nesta segunda, Enrico recebeu o Grammy pelo correio e teve uma surpresa: junto com a estatueta, veio uma guia de recolhimento de impostos. O detalhe é que o prêmio é gratuito.
Para cobrar as taxas, os fiscais da Receita tiveram que instituir um valor ao Grammy. Qual o valor? R$ 35."Não tenho ideia de onde tiraram esse valor", disse Enrico ao iG. "É um valor aleatório, até baixo, para o Grammy. Em cima disso, foram cobrados 60% de imposto de importação e 15% de ICMS." Assim, no total, os impostos totalizaram R$ 31,24.

Obras federais intermináveis causam colapso na BR-101 (Araranguá-Florianópolis). Reação catarinense ao descaso é apenas bovina.

Os jornais desta quinta-feira, feriado em Porto Alegre mas dia de trabalho normal em Florianópolis, informaram hoje que o trânsito ficou "complicado" na BR-101, na tarde de ontem, com filas de 60 quilômetros de Sombrio a Araranguá (kms 412 a 437) e entre Tubarão e Laguna (km 334 e 315), em Santa Catarina.

. Apesar do mau estrado geral da estrada, o governo federal do PT teve o desplante de autorizar a cobrança de pedágio na altura de Palhoça.

. O editor constatou que as filas não ficaram "complicadas", porque já estavam intoleráveis desde o meio da manhã. É que as obras de duplicação da rodovia (Torres-Florianópolis) arrastam-se penosamente há 20 anos. Nos dois trechos, pouquíssimas máquinas e apenas algumas dezenas de homens estão trabalhando. Nos viadutos em construção, apenas dois a tres operários trabalham em cada um, e ainda assim com pás, picaretas e enchadas, mas sem máquinas.

. Nesta quinta-feira os problemas de tráfego tornaram-se ainda piores.

. Até vendedores já firmaram pontos ao longo da estrada para vender picolés, sorvetes, sanduíches e refrigerantes para os motoristas.

. A Polícia Rodoviária Federal não foi vista em nenhum trecho da rodovia.


- É inacreditável que as autoridades e as lideranças empresariais catarinenses - o povo e os motoristas estão totalmente anestesiados e parecem cada vez mais alienados politicamente - aceitem bovinamente a falta de ação do governo federal. A BR-101 é a principal rodovia catarinense. Os prejuízos econômicos causados pelas obras que já duram 20 anos são incalculáveis. Mas todos estão calados. Ninguém faz nada e nem reclama nada. Os próprios jornais catarinenses, preferem tratar da farra do boi do que do assunto.

OPINIÃO DO LEITOR
Posso estar enganado, mas é exatamente a situação a que estamos submetidos na atualidade sob o comando desta turba de comunistas frustrados, a partir do Fernando Henrique, passando pelo líder de boteco Lula, e agora com a Dilma.
Os tres juntos vão fazer 20 anos à frente do País e não fizeram 30 % das obras de infraestrutura que os governos militares fizeram nos 21 anos que estiveram no comado do Brasil. O que mais fizeram foi aparelhar todos os setores estratégicos do Judiciário, contaminando o próprio STF, do Executivo, com a continuidade das medidas provisórias e o Legislativo, que não é necessário siquer falar, porque é a troca do voto por cargos, a forma mais vergonhosa de falta de patriotismo e corrupção. Marina Vieira, Florianópolis,SC.

Brasil vai romper acordo automotivo com o México

O governo brasileiro decidiu romper o acordo automotivo mantido com o México, por ordem da presidente Dilma, que está incomodada com o déficit crescente no comércio de automóveis entre os dois países.

. A decisão, mais uma de uma série de medidas protecionistas tomadas sem consulta prévia ao Itamaraty, segundo admitem seus autores, deve ser oficializada nos próximos dias, com a volta ao Brasil da presidente e dos ministros do Desenvolvimento, Fernando Pimentel, e das Relações Exteriores, Antônio Patriota.

. O acordo automotivo, firmado em 2002, prevê a possibilidade de “denúncia” (anulação), desde que haja comunicação com 14 meses de antecedência. Esse prazo deve ser respeitado, o que significa que só em 2013 os automóveis, partes e peças comprados naquele país passarão a pagar tarifa de importação.

Ajuris diz que decisão do STF de suspender posse de Marcelo Bandeira é anti-democrática

A Associação dos Juízes do Rio Grande do Sul afirmou, por meio de nota divulgada nesta quinta-feira, que a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de suspender a posse da nova direção do Tribunal de Justiça do RS contraria a democracia.

. Para a associação o critério de antiguidade está ultrapassado e em desacordo com os avanços da Constutuição, inclusive no que se refere às eleições dos Tribunais. A nota também manifesta solidariedade aos magistrados que tiveram a posse suspensa.

. O desembargador Arno Werlang fez uma reclamação ao Supremo Tribunal Federal (STF) em 22 de dezembro, solicitando investigação sobre o processo de escolha dos membros, que não teria sido concebido dentro do que estabelece o artigo 102 da Lei Orgânica da Magistratura Nacional. Para ele, é uma "questão de princípios", já que a lei deve ser cumprida. "Se quiserem, que mudem a lei. Mas fica ruim para o tribunal não cumprir a lei", opinou.

. Ontem, apesar de realizada cerimônia de posse, foi suspensa por liminar no Supremo Tribunal Federal (STF) a nova administração do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul. A liminar, acolhida pelo ministro Luiz Fux, questiona o pleito que elegeu a nova composição do TJ-RS. Desta forma, o desembargador Leo Lima deverá reassumir a função que passou a Marcelo Bandeira Pereira até que seja julgada a questão. (Foto: Mario Salgado/TJ-RS)

Em carta de demissão, Negromonte diz que não há provas

O Ministro das Cidades, Mário Negromonte, entregou a carta de demissão à Presidente Dilma Rousseff nesta manhã. Segundo o jornal O Globo, no documento, ele diz que não há evidências para comprovar as denúncias que tem enfrentado e que, por isso, tem o apoio de seu partido, PP, e do governo.

. Negromonte ainda afirmou ser um aliado e apoiador de Dilma. Sua saída da pasta deve ser oficializada ainda nesta manhã. O nome mais cotado para substituí-lo é Aguinaldo Ribeiro, líder do PP na Câmara.

. Nos últimos dias, ele teria dito a amigos que "não aguentava mais o tiroteio" e que se afastaria do cargo. Em janeiro, o jornal O Globo publicou reportagem que afirmava que o Ministério das Cidades teria dado preferência a emendas da Bahia, estado de Mário Negromonte. Em novembro de 2010, o jornal O Estado de S. Paulo havia publicado matéria afirmando que Negromonte teria dado o aval para forjar um documento para mudar projeto de transportes para a Copa de 2014 em Cuiabá, no Mato Grosso.

Bafômetro poderá ser obrigatório em bares, restaurantes e boates

Bares, restaurantes, casas noturnas e outros estabelecimentos comerciais que vendam bebidas alcóolicas serão obrigados a ter um bafômetro para uso opcional dos clientes. A medida está prevista no projeto de lei 2908/11, do deputado Luciano Castro (PR-RR), em análise na Câmara.

. Pela proposta, cada teste registrará o nome e a razão social do estabelecimento em que for realizada a aferição, a data e a hora e os dados do cliente e do operador ou responsável pelo aparelho. O estado de embriaguez será acusado pela concentração de álcool igual ou superior a 0,3 mg por litro de ar expelido dos pulmões.

Blogueira cubana se diz ‘decepcionada’ com Dilma

De Havana, onde edita seu blog Generación Y, a dissidente cubana e colunista do Estado Yoani Sánchez disse ontem, à rádio Estadão ESPN, que está “decepcionada” com a atitude da presidente Dilma Rousseff de evitar o debate sobre direitos humanos em sua passagem por Cuba. “Foi uma pena, uma oportunidade perdida”, afirmou Yoani, que uma semana antes recebeu da mesma Dilma a autorização para vir ao Brasil. “Teria sido um bom momento para um gesto diplomático e solidário com os cidadãos, não só com o governo”, afirmou a dissidente.

. Na entrevista por telefone, Yoani revelou que deve sair amanhã a resposta do governo de Cuba ao pedido para viajar para o Brasil. Ela é aguardada no dia 10 em Jequié, na Bahia, onde estreará um documentário em que ela aparece como personagem.

Kassab dá área no centro de São Paulo ao Instituto Lula

Em meio às investidas do PSD para compor uma aliança com o PT nas eleições municipais de outubro, o prefeito Gilberto Kassab (PSD) enviou ontem um projeto de lei à Câmara Municipal prevendo a cessão de uma área da Prefeitura no centro da cidade ao Instituto Lula. O local fica na Rua dos Protestantes, no coração da cracolândia e dentro do perímetro da concessão urbanística da Nova Luz, que prevê a revitalização de 45 quarteirões no centro de São Paulo.

. O projeto foi apresentado ontem à tarde, em reunião entre o prefeito e vereadores da base aliada, e deverá entrar na pauta do Legislativo o mais rápido possível. Desde o ano passado, Kassab tem o apoio de 41 dos 55 vereadores e conseguiu aprovar com agilidade todos os projetos que enviou à Casa.

Ministeriável das Cidades favoreceu irmã na PB

Clipping - O Estado de S.Paulo - 2/2/2012

Favorito para assumir o Ministério das Cidades, o líder do PP na Câmara, Aguinaldo Ribeiro, favoreceu no Orçamento de 2012 o curral eleitoral da irmã, a deputada estadual paraibana Daniella Ribeiro (PP), pré-candidata a prefeito de Campina Grande (Paraíba) este ano. Ribeiro encabeça a lista para substituir Mário Negromonte, também do PP, que deve entregar sua carta de demissão hoje, conforme antecipou o Estado na terça-feira (leia texto nesta página).

Segundo maior colégio eleitoral do Estado, com forte influência política da família do ministeriável, a cidade foi brindada com três emendas individuais do deputado, que somam R$ 780 mil, para obras de saúde e educação.

Duas delas destinam R$ 450 mil do Fundo Nacional de Saúde (FNS) para serviços nos hospitais Escola e Pedro I. A terceira, de R$ 330 mil, é para a aquisição de equipamentos para o Centro de Humanidades da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), um dos nichos de campanha de Daniella, que é professora universitária.

Em seu primeiro mandato na Câmara, o deputado emplacou 12 emendas ao Orçamento de 2012, cuja soma alcança R$ 15 milhões, para programas de sete ministérios. A maioria não traz a indicação da cidade de destino, o que significa que Campina Grande pode ser beneficiada com mais dinheiro. Uma das emendas, de R$ 2,6 milhões, é para a pasta das Cidades – hoje nas mãos do PP e que possivelmente será comandada por Aguinaldo.

Ministra Miriam Belchior passa mal e é internada

- Miriam Belchior foi esposa do ex-Prefeito Celso Daniel, assassinado a mando de esbirros do PT, depois que descobriu que um esquema de propinas do qual ele mesmo participava como prefeito, desviava dinheiro para o comando nacional do Partido.

Titular do Planejamento foi atendida ontem à tarde no Incor, em Brasília, e à noite viajou para São Paulo, onde foi examinada no Hospital Sírio-Libanês. Ela teve oscilação de pressão em casa e cancelou toda a agenda de trabalho.


- O Hospital Sirio-Libanês, que é privado e caríssimo, já atende o ex-presidente Lula, atendeu Dilma, o ministro Mendes Filho e o ex-vice José Alencar. Nenhum dos homens do governo do PT aceita ser tratado pelo SUS e também por hospitais e médicos de Brasília.

OPINIÃO DO LEITOR
A Maldição de Celso Daniel

A tarefa de governar o Brasil é bastante pesada...atualmente ela mina o organismo de muitos dos  que fazem parte do governo. Agora é Miriam Belchior (ex-mulher de Celso Daniel) que busca o médico salvador das personalidades petistas, Dr.Kalil, do Hospital Sírio Libanês, o nosocômio preferido das estrelas do PT. Desconfio que Kalil poderá ser o próximo ministro da Saúde... Mas o veneninho que eu queria vertes das minhas glândulas ofídicas é sobre o fato de que os grandes beneficiados pelo silêncio imposto a Celso Daniel ,visto que sabia demais...) parecem estar sofrendo de uma praga jogada pelo próprio Celso, seja lá onde for que ele esteja...para se vingar da impunidade com a qual foram agraciados  os envolvidos e os criminosos que o "silenciaram"(viram como fugi daquela palavrinha fatal?)... Dizem mesmo que a vingança é um prato que se come frio...tarde o quanto tarde, ela sempre vem! Pois é... Mara Montezuma, São Paulo.

Juízes vão ao Supremo por reajuste

A Associação entra na Justiça para garantir 4,8% de aumento no salário dos Ministros do STF. A medida elevaria o teto do funcionalismo público para R$ 28 mil e atingiria todos os magistrados do país Derrotados no Congresso durante a votação do Orçamento de 2012, os servidores do Judiciário ainda não desistiram de obter ganhos salariais este ano e abriram nova frente de batalha. A Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe) apresentou ação no Supremo Tribunal Federal exigindo que os parlamentares votem um aumento para repor as perdas inflacionárias de 2011. Caso aprovados, os 4,8% de reajuste custariam R$ 151,5 milhões aos cofres públicos.

. A guerra prometida pelos servidores públicos foi declarada oficialmente ontem. E começou pelos magistrados. Depois de perder a batalha por reajustes salariais no Orçamento de 2012, a Associação dos Juízes Federais do Brasil.

. (Ajufe) decidiu peitar a presidente Dilma Rousseff e entrou com ação no Supremo Tribunal Federal (STF) exigindo que deputados e senadores garantam um reajuste de 4,8% na remuneração dos Ministros do STF. A mudança alteraria o teto do funcionalismo de R$ 26,7 mil para R$ 28 mil e elevaria, automaticamente, os salários dos juízes e dos ministros dos demais tribunais superiores.