Contrato da Petrobrás com a Odebrecht é investigado por roubalheira de US$ 825,6 milhões

José Gabrielli, expurgado da Petrobrás por Dilma, mesmo tendo servido ali durante todo o governo Lula, assinou o contrato com o grupo de Marcelo Odebrecht, que no RS é dono do Pólo de Triunfo, via Braskem. Odebrecht, Braskem, a turma de Marcelo, frequentemente é envolvida em escândalos com governos. A montagem ao lado é do site www.brasil247.com.br


O jornal O Estado de S. Paulo desta sextas-feira veio com uma bomba nesta sexta-feira, porque revelou que ainda o contrato fechado com a Odebrecht, dona da Braskem, proprietária dos pólos petroquímicos da Bahia e do RS,  sob suspeita, ainda está em vigor. O negócio é de  US$ 825,6 milhões fechado na gestão Gabrielli, ex-presidente da Petrobrás, atual secretário do Planejamento da Bahia e candidato a governador pelo PT. Ele inclui aluguel de três copiadoras por R$ 7,2 milhões e salário mensal de pedreiro de R$ 22 mil. Leia tudo:

A reportagem é de Sabrina Valle - Agência Estado

RIO - A Petrobrás fechou com a construtora Odebrecht, em 2010, um contrato no valor de US$ 825,6 milhões, o qual é investigado por suspeita de superfaturamento. O contrato para serviços na área de segurança e meio ambiente em dez países incluiu pagamento, na Argentina, de R$ 7,2 milhões pelo aluguel de três máquinas de fotocópias; R$ 3,2 milhões pelo aluguel de um terreno próprio e salário mensal de pedreiro de R$ 22 mil nos Estados Unidos, segundo documentos sigilosos da companhia obtidos pelo Broadcast.

. O caso é investigado por autoridades, sob sigilo a pedido da Petrobrás. O Ministério Público Federal no Estado do Rio de Janeiro (MPF) instaurou procedimento investigatório criminal em junho para apurar infrações em contratos da Petrobrás no exterior, incluindo o acordo com a Odebrecht.
O Ministério Público (MP) junto ao Tribunal de Contas da União (TCU), que já investigava a compra da refinaria de Pasadena (EUA), pediu em agosto à Petrobrás documentação referente a quatro contratos, incluindo o da Odebrecht. Entregou o caso neste mês ao MPF. O TCU, sob relatoria do ministro José Jorge, também acompanha o caso paralelamente.

. Todas as investigações sobre Pasadena e sobre o contrato com a Odebrecht foram iniciadas após reportagens do Broadcast revelarem irregularidades. A série de matérias sobre Pasadena se iniciou em julho de 2012 e da Odebrecht, em junho de 2013.


Entrevista, Leandro Rushel - Veja o dólar futuro: ele mede, neste momento, a desconfiança do mercado

Leandro Rushel, Leandro & Stormer, Porto Alegre

O que dizem analistas, políticos da oposição, economistas e políticos, é que o mercado perdeu a paciência com o governo.
A confiança, eu diria. Houve uma trégua, mas os números crescentes sobre o déficit público são irritantes.

Percebe-se muito nervosismo.
É só verificar o que ocorre com o dólar e com a Bolsa. Neste momento (16h04min) o dólar sobe 0,3%, cotado a R$ 2,344, enquanto a Bolsa despenca 0,75%.

A Standard & Poor’s avisa que não há risco e nem haverá.
Essas agências de classificação de riscos perderam bastante a credibilidade depois da crise de 2008.

Mas o governo alega que em novembro os números serão ótimos?
Já temos a contabilidade criativa do governo e agora temos declarações criativas.

O dólar mede melhor o nervosismo?
Sim, o futuro. Nos últimos sete dias, o dólar para dezembro subiu 5,4%. A cotação para dezembro é estimada em R$ 2,35.

Governo Tarso Genro mantém na obscuridade a criação de duas novas estatais na órbita do Banrisul

O governo estadual do PT do RS resolveu criar duas novas estatais, ambas na órbita do Banrisul, mas nenhum dos dois explica direito o que fará, mesmo que o governador Tarso Genro tenha encaminhado os projetos para a Assembléia em regime de urgência. O que quer criar o governo:

- Uma corretora de seguros.
- Uma administradora de cartões de crédito, incluindo Banricompras, Visa e Mastercard, e quem mais aparecer.

. Os projetos terão que ser votados a toque de caixa nos dias 16 e 17.

. O deputado Frederico Antunes tentou chamar os diretores do banco para explicações na Comissão de Finanças, mas a base aliada torpedeou tudo. Ele foi então para a Comissão de Serviços Públicos e também pediu ao presidente da Assembléia par que convite o pessoal do governo para contar o que pretende fazer.

. O Banrisul negocia ações em Bolsa, mas não divulgou nenhum fato relevante até agora.

. O banco acaba de sair de uma greve de 46 dias, muito maior do que a de qualquer banco. Sua gestão sofre forte influência política do PT, a começar pelo seu presidente, Túlio Zamin, um quadro que demonstra fidelidade carnal ao Partido, a ponto de colocar sua carreira em jogo ao ocupar o cargo inexpressivo de chefe de gabinete da prefeita cassada de Gravataí, Rita Sanco, antes de ser nomeado para o importante cargo atual. Zamin saiu junto com Sanco quando ela foi expurgada.

Nova estatal que controlará o Banricompras pode valer até R$ 4 bilhões. Entenda qual é a jogada do governo Tarso.

A nova empresa administradora de cartões, basicamente do Banricompras, que o governo Tarso Genro quer criar no âmbito do Banrisul, não poderá ser entregue para outros controladores, mas poderá começar suas operações com um ou mais sócios privados.

. É o que o mercado acha que acontecerá.

. O banco encolheu suas operações e seus lucros, buscando diversificar seus negócios. A decisão pela nova empresa é correta e corresponde ao que o mercado já faz na área para se manter competitivo e forte. 

. Por enquanto tudo não passa de especulação, porque o projeto que tramita na Assembléia não é claro e o governo não fala sobre o assunto. O próprio Banrisul fechou-se em copas.

. O editor pode assegurar que o Banrisul estima em R$ 4 bilhões o valor do Banricompras.

. O governo não poderá vender o controle do negócio, porque ele integra as operações atuais, mas poderá fazer um IPO de até 49%, o que levaria para os caixas do banco e do seu controlador, no caso o governo Tarso Genro, PT, alguma coisa como R$ 2 bilhões,

. A administradora não se limitará ao Banricompras, porque trabalhará também com os demais cartões com os quais o banco já trabalha, Mastercard e Visa, além de outros que se somarão a eles. 

CNI constata que indústria teve atividade menor no terceiro trimestre. Veja os números.

A atividade da indústria brasileira caiu no terceiro trimestre na comparação com os três meses anteriores, enquanto o faturamento real cresceu no período, segundo informou esta tarde o site do jornal Valor. Os dados a seguir são do jornal, com base em material da CNI. leia:

Dados divulgados nesta sexta-feira pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) mostraram que o número de horas trabalhadas caiu 1,5% no terceiro trimestre frente ao segundo trimestre do ano, na série com ajuste sazonal. Esse foi o primeiro resultado negativo no ano, já que o índice apresentou alta de 0,4% no primeiro trimestre e de 0,7% no segundo trimestre, quando comparados com os três meses anteriores, feitos os ajustes sazonais. Enquanto isso, o faturamento real da indústria teve um avanço de 0,4% no terceiro trimestre frente ao segundo trimestre do ano. No entanto, essa alta é mais modesta que a registrada no segundo trimestre, quando o indicador subiu 3,7% na comparação com os três primeiros meses do ano.
Para a CNI, a indústria teve um terceiro trimestre “fraco”. Na base mensal, a indústria apresentou redução de 2,7% no faturamento real e de 0,5% nas horas trabalhadas em setembro comparado com agosto na série dessazonalizada.

. Entretanto, segundo expectativa da entidade, a indústria brasileira deve registrar dados melhores nos três últimos meses do ano após um terceiro trimestre fraco.

Salários em alta
Os salários pagos pelo setor seguem aumentando, apesar do comportamento irregular da atividade industrial, mas que em algum momento essa equação não vai se sustentar. 

Segundo Marcelo de Ávila, economista da CNI, a previsão da entidade é que em 2013 a indústria vá crescer um pouco mais de 1%. Mas essa estimativa será alterada, a depender dos dados a serem divulgados do Produto Interno Bruto (PIB) no terceiro trimestre, no início de dezembro. Ele concluiu que este ano “haverá crescimento, mas não na intensidade que a indústria gostaria”.

Circo vai se armando para cerimônias fúnebres para Jango, com a presença de Lula, Sarney e Dilma em Brasília

O circo vai se armando para o espetáculo que a ministra Maria do Rosário e a presidente Dilma Rousseff querem armar para a exumação e translado do cadáver do ex-presidente Jango para Brasília, dia 13. Ele está sepultado em São Borja. O governo extraiu o caso do Ministério Público Federal e Movimento de Justiça e Direitos Humanos, RS, que chegou a formar um grupo interdisciplinar e independente para exumar os restos mortais do ex-presidente e proceder todas as perícias, tal como acaba de ser feito com o cadáver do líder palestino Yasser Arafat.

. Nesta sexta-feira, começaram a circular os detalhes de uma cerimônia fúnebre que Maria do Rosário e Dilma querem promover em Brasília, tudo com a presença de ex-presidentes e com transmissão ao vivo pela TV.

. Quem já aceitou fazer parte do espetáculo:
- Lula, padrinho político de Dilma, líder do PT, adversário feroz do getulismo desde que começou sua atividade sindical e política.

- José Sarney, golpista de 64, homem de confiança dos militares que tomaram o Poder. Não se sabe se a mulher de Jango, Maria Tereza, que não acredita em atentado, participará dos atos oficiais, como também não se sabe que papel jogarão os herdeiros partidários do getulismo, no caso PDT, PTB e PMDB do RS.

. Os outros dois presidentes vivos são FHC e Fernando Collor, mas o primeiro não participará da farsa eleitoreira e o segundo nem será convidado por razões óbvias.

Dilma entrega P-58 em Rio Grande. Ela não garante emprego para todos até novas obras. 5.000 operários são despedidos ao final das obras.

Eles sorriem, mas 5.000 deles foram demitidos hoje com o término da P-58, tudo em função do "hiato" de Dilma. 



A presidente Dilma Roussef entregou esta manhã as obras da P-58, no Estaleiro Honório Bicalho, em Rio Grande (RS), segundo informou ao editor a Petrobrás.  Dilma Rousseff e Graça Foster visitaram também as obras de construção dos cascos replicantes dos FPSOs para o pré-sal, em andamento no Polo Naval de Rio Grande

. Sobre o temor de desemprego depois da entrega da P-58 e o hiato que se formará para o início de novas plataformas, a presidente Dilma garantiu:
 - Não há a menor possibilidade de não haver empregos na #indústrianaval do Oiapoque ao Chuí.

. Mas há o que temer.

. É que  ao menos 5.000 pessoas serão demitidas . O que disse a presidente:
- Eu lamento o hiato' .É verdade, infelizmente terá esse hiato. Mas entram [no estaleiro] a P-75 e a P-77. Já estão contratadas

. O hiato ocorre agora, na construção de plataformas no RS com a conclusão da P-58, a última de uma série de plataformas de petróleo construídas na cidade de Rio Grande, no litoral sul gaúcho.

. O hiato ocorre agora e poderá ocorrer outras vezes. Os contratos da Petrobrás não saem de modo competente, evitando demissões de milhares de trabalhadores durante um bom espaço de tempo. 

. Os governos federal, estadual e municipal, todos nas mãos do PT, mais os empreendedores da área e as entidades empresariais e sindicais, ainda não conseguiram oferecer uma política de produção e emprego estável e sustentada para o Pólo Naval de Rio Grande, que volta e meia se engasga.

CLIQUE AQUI para conhecer melhor a P-58 e o Estaleiro Rio Grande.

Ativistas culturais querem ocupar esta tarde o Museu de Artes do RS. A idéia é fazer um pique-nique de protesto.

Máscaras como esta foram distribuídas para "enganar os seguranças". A imagem é do diretor Gaudêncio, afilhado político da senadora Maria do Rosário. Ele é o vilão da história. 
CLIQUE AQUI para examinar esta página do Face. Nela estão detalhes do pique-nique e do jantar de gala à luz de velas. 


O governador Tarso Genro passou a se envolver pessoalmente com os inesperados desdobramentos decorrentes do jantar à luz de velas que no dia 4 de outubro foi promovido no Museu de Arte do RS, tudo por conta da 9a. Bienal do Mercosul. Foram vendidos convites até por R$ 8 mil, com o objetivo declarado de levantar fundos para a compra de obras de arte para o museu.

. Em protesto, grupos de ativistas que apreciam o margs resolveram fazer um pique-nique na tarde desta sexta-feira n o mesmo local. Para isto resolveram "armar um plano de guerrilha", tentando "enganar e peitar os seguranças", segundo as notas postadas esta manhã no Facebook. O movimento teria o apoio dos servidores do próprio governo, inconformados com a atual gestão e com o uso do espaço do museu para jantares a luz de velas.

. O que recomendam os ativistas no Face:
- Levem pipoca, bolacha recheada, refri, frango com farofa, batata frita, suco tang, isopor com cervejinha bem gelada. Chega de passar fome enquanto visita a exposição! Como eles são meio chatos com mochilas e sacolas, o ideal é levar comidinhas menores que caibam nos bolsos ou em bolsas pequenas, tipo pacotinho de club social, barra de cereal, saco de amendoim, etc. Diria até pra gente jogar as comidas nas obras, mas é capaz de sobrar pros mediadores limparem, e coitados, eles não merecem mais isso.

Entenda por que o deputado e pastor Marcos Feliciano sumiu da mídia

Examine o teor integral da entrevista que vai no link e entenda melhor por que razão o deputado e pastor Marcos Feliciano sumiu da mídia brasileiras.

CLIQUE AQUI para ver e ouvir tudo.

Artigo, Sérgio de Paula Ramos - Serei sócio de George Soros

Ao lado, pai e mãe assassinados brutalmente em setembro, Santarém, Pará, pelo filho drogado. Nesta quinta-feira, Porto Alegre, outro drogado matou a mulher, os dois filhos e uma vizinha, depois de ter metido fogo no apartamento. Violências do gênero repetem-se a todo momento no Brasil. 

Este artigo foi publicado na edição de hoje do jornal Zero Hora. O editor recomenda que os leitores examinem, tirem cópias e passem adiante. 

Na última terça-feira, tive a honra de acompanhar o deputado Osmar Terra e o subprocurador-geral de Justiça do Estado, Dr. Marcelo Dornelles, numa visita ao Congresso uruguaio, cujos senadores quiseram saber o que pensamos sobre a legalização da maconha, que está prestes a ser votada no país vizinho.
Como médico, que trabalha há quase 40 anos com dependentes químicos, entendi que minha missão era mostrar dados científicos. Tanto os que demonstram os malefícios do uso de maconha, sobretudo em jovens, quanto os que evidenciam o que aconteceu com os países que de alguma forma afrouxaram as leis sobre o consumo dessa droga.

. Sobre os danos: o uso de maconha, já está bem demonstrado, causa declínio da produção escolar e acadêmica, aumento da evasão da escola, está associado com aumento na prevalência de esquizofrenia, depressão e acidentes de trânsito, bem como aumenta a chance, em alguns casos em até 60 vezes, de o usuário envolver-se com outras drogas. Esses dados autorizam-nos a prever que as despesas de Estado aumentarão e que o narcotráfico sairá fortalecido, pois, como acabo de informar, aumentará a chance de envolvimento com outras drogas.

. Quanto ao ocorrido nos países que, de alguma forma, liberaram seu consumo, parcial ou totalmente, os dados falam por si: Portugal, Reino Unido e alguns estados dos EUA viram o consumo de maconha dobrar. Em Portugal, aumentou também o das demais drogas.

CLIQUE AQUI para ler mais.

Veja o comentário do Editor: Estes crimes bárbaros decorrentes do uso das drogas não emocionam os defensores da maconha e da cocaína

Este argentino é o inimigo público número 1 dos produtos do Brasil


Após anos de controlar as relações comerciais da Argentina nas sombras, o secretário de Comércio Exterior da Casa Rosada, o polêmico Guillermo Moreno, assumiu formalmente o comando das negociações com o Brasil.

. Moreno é autor intelectual da política protecionista que vem sendo adotada pelos argentinos.

. Neste momento, sexta-feira, 750 mil pares de calçados gaúchos, comprados pelos argentinos, não saem das fábricas para abastecer os estoques natalinos das lojas de Buenos Aires, tudo por obra e graça do señor Moreno.

CLIQUE AQUI para ler mais.

CERVEJAS ARTESANAIS  - PARA SEU ALMOÇO,  HAPPY HOUR 
OU  JANTAR DESTA SEXTA-FEIRA  COM CLIENTES E AMIGOS
Aberto entre 10h e 20h, sem intervalo, inclusive sábado
125 rótulos para comprar e levar na hora, No Bier Markt Shop, Porto Alegre. Você também pode beber no local, que conta com 4 torneiras de chopes. 
Abre as 10h e fecha as 20h, de segunda a sábado, a nova shop-in-shop do Bier Markt dentro da loja Spirito Santo, 24 de Outubro 513, Porto Alegre, que entrega na hora qualquer quantidade das cervejas artesanais dos 125 rótulos de várias partes do mundo já disponíveis nela. Com duas casas noturnas na cidade, a empresa já abiscoitou por quatro anos seguidos o primeiro lugar de Veja. 
No local também operam 4 torneiras de chopes artesanais, que podem ser apreciados ali mesmo.

Sinduscon denuncia "indústria da dificuldade para vender facilidade" em Porto Alegre

Foi para a área de matérias pagas a disputa surda que as construtoras e os fiscais do trabalho do RS alimentam há pelo menos três anos, com foco principal em Porto Alegre.

. O caso veio a público no final da semana passada com a notícia de que a Polícia Federal desmontou um atentado que seria cometido contra a vida de um fiscal da Superintendência do Trabalho no RS, tudo por ordem de interesses contrariados em ações de fiscalização e interdição de obras.

. A Polícia Federal chegou a pedir a prisão preventiva do superintendente, o deputado Heron de Oliveira, que perdeu a sustentação política que tinha no PDT e se demitiu.

. Na nota de hoje, o Sinduscon vai direto ao ponto e faz acusações à Superintendência do Ministério do Trabalho:

- Vem a público (o Sinduscon) para manifestar total repúdio à prática da utilização do poder de interditar equipamentos ou embargar obras, com o intuito de provocar extorsão irreversível, ou simplesmente, coação arbitrária, junto à indústrias de construção civil do nosso Estado.

. A denúncia ainda não produziu escândalo no Estado.

. O novo superintendente do ministério vem atacando as construtoras desde o início da semana. Ele disse aos jornalistas que “elas querem moleza”.

. Há muito tempo as construtoras queixam-se de fiscalizações destinadas a criar dificuldades para vender facilidades.

. Este tipo de acusação nunca é formalizado, porque as empresas temem retaliações muito pesadas.

. Interdições, demoras injustificáveis, compensações absurdas, tudo isto ocorreria também em outros órgãos municipais e estaduais, tornando as empresas reféns de regras difusas, subjetivas, destinadas mesmo a criar dificuldades para vender facilidade.

CLIQUE AQUI para ler a dura nota do Sinduscon.

CLIQUE AQUI para ler a nota dos fiscais do trabalho (esta nota foi publicada como matéria paga apenas no jornal Correio do Povo)

Redes sociais ridicularizam conversa de comadres entre Dilma e jornalistas da RBS

Os jornalistas da RBS confraternizaram com a presidente, que estava de muito bom humor.



Como previa o editor, não saiu nesta quinta-feira o edital de licitação da nova ponte do Guaíba, Porto Alegre, o que desmente informação passada pela própria presidente Dilma Rousseff a quatro jornalistas que a RBS mandou a Brasília para uma entrevista no Palácio Alvorada.

. A entrevista feita pelos jornalistas da RBS foi ridicularizada durante toda a semana nas redes sociais, porque tudo se resumiu a uma conversa de comadres. A própria Dilma reclamou da falta de questionamentos sobre o programa "Mais Médicos". Ela preferiu falar sobre fugas de moto, namoros, diatribes e assuntos que não domina, como literatura. Ao conversar com o jornalista David Coimbra, disse Dilma, compenetrada:
- Você escreve muito bem. Tem que escrever mais livros.

. Há controvérsia sobre a capacidade de Dilma Roussef para encarar literatura de verdade.

CLIQUE AQUI para tirar a limpo , ver e ouvir a entre vista completa.

P-58: espera por batismo de Dilma custou R$ 1,2 milhão à Petrobrás

Somente para aguardar espaço na agenda da presidente Dilma Roussef,   a Petrobrás tomou um prejuízo de R$ 1,2 milhão, que foi o custo de manter a plataforma P-58 pronta e inativa nos estaleiros da Quip em Rio Grande durante dois meses.

. O tamanho do prejuízo foi levantado pelo jornal Zero Hora, que usou a Lei de Acesso de Informações para obter os dados.  O valor foi gasto pela estatal com serviços de montagem e locação de tenda, piso e palco, climatização, locação de equipamentos, comunicação visual e até alimentação.

. Dilma desembarcou ontem em Porto Alegre e já está no Sul do Estado.

. Esta é a sétima visita da presidente ao RS este ano.

. A plataforma a ser inaugurada é a quarta a ser concluída em Rio Grande. As anteriores, pela ordem, foram P-53, P-63 e P-55. A embarcação é do tipo FPSO (sigla em inglês para plataforma flutuante que produz, processa, armazena e escoa petróleo). Esse modelo também é chamado de navio-plataforma, porque é montado sobre um casco, diferente do equipamento anterior, que era um quadrado montado sobre quatro grandes pilares. 

Falcão será reeleito presidente nacional do PT neste domingo, mas adversários denunciam compra de votos e uso de eleitores mortos

O deputado estadual paulista Rui Falcão deve ser reeleito neste domingo na presidência nacional do PT. Os cinco candidatos que disputam o comando com Falcão questionam o Processo de Eleição Direta (PED) do Partido, levantando suspeitas de fraudes e pagamento em massa de filiados para votarem a favor do grupo já no comando, incluindo mortos e ex-petistas. No início da semana, uma nota divulgada pelo deputado Paulo Teixeira (PT-SP) também repudia o cancelamento do último debate entre os seis postulantes ao Diretório Nacional e trata como "questionável" a justificativa dada pela legenda para a decisão, de 'dificuldade técnica para sua transmissão'. O parlamentar pertence à tendência Mensagem ao Partido, a mesma do ministro da Justiça, José Eduardo Martins Cardozo, e do governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro.

Brasil chegará perto das 200 milhões de toneladas de grãos na safra 2013/2014

CLIQUE AQUI para ler o estudo completo.

A safra brasileira de grãos para o período 2013/2014 está estimada entre 192,4 e 196,6 milhões de toneladas, o que representa uma variação percentual de 3,0 a 5,3% acima da safra 2012/2013, quando foram colhidas 186,8 milhões de toneladas. Os números são do segundo levantamento realizado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e divulgado nesta sexta-feira em Brasília. O segundo estudo traz ainda a soja como o produto de maior destaque tanto em crescimento de produção quanto de área, graças aos bons preços do grão no mercado. A produção está situada entre 87,9 e 90,2 milhões de toneladas e a área, entre 28,8 e 29,5 milhões de hectares.
     
. A área total destinada ao plantio da safra deve passar dos 53,3 milhões de hectares, podendo chegar a 55,5 milhões, o que representa uma variação entre 2,0 a 4,2% em relação à área plantada em 2012/2013, que chegou a 53,27 milhões de hectares.

Valor revela que juros futuros disparam com piora de fundamentos do Brasil

 Esta reportagem do jornal Valor lança novas luzes de inquietação sobre a piora dos chamados fundamentos econômicos do Brasl, tudo decorrente da desordem fiscal e gestão errática praticada pelo governo Dilma Rousssef. O material é assinado por Antonio Perez. 

SÃO PAULO  -  O humor no mercado de juros futuros da BM&F azedou de vez. Apesar do dia morno no exterior, as taxas experimentaram uma alta expressiva, em movimento alinhado com o dólar, que ultrapassou o teto de R$ 2,30. Operadores e estrategistas de renda fixa ouvidos pelo Valor não conseguiram identificar um gatilho específico para a arrancada dos prêmios de risco ao longo da tarde, após uma manhã em que as taxas dos contratos futuros de Depósito Interfinanceiro (DI) giraram ao redor dos níveis de fechamento de ontem.

Com o corte da taxa básica de juros na zona do euro (de 0,50% para 0,25%) e os títulos do Tesouro americano (Treasuries) comportados, o cenário deveria ser de acomodação dos DIs.

No entanto, o mercado de juros entrou uma espiral de zeragem de posições prefixadas, no que parece ser uma readequação geral dos prêmios de risco. O motivo? Todos apontam para as questões domésticas: inflação elevada, crescimento modesto, buraco nas contas externas e, sobretudo, perda de confiança na gestão das contas públicas.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Saiba como será "Cenários" deste final de tarde com Percival Puggina

A partir das 17h45min, hoje, sexta-feira, o programa de IP TV "Cenários", apresentado semanalmente pelo editor, conversará com o escritor Percival Puggina, o mais novo membro da Academia Rio -Grandense de Letras. Durante uma hora, em cinco blocos, serão discutidos temas relacionados com cenários políticos deste ano e também do ano que vem. Participam da mesa de discussões os analistas financeiros Leandro Rushel e Stormer.

. No link a seguir, você poderá ter uma idéia do que será abordado. A pauta é para consumo interno, mas ela é aberta pela primeira vez para que o leitor compreenda melhor de que modo é articulado e realizado um programa do gênero.

. O programa "Cenários" é uma iniciativa de Leandro & Stormer, Escola de Investimentos que nos últimos dez anos treinou 40 mil home brokers em todo o Brasil. A empresa usa intensivamente a Internet para seus cursos e também para acompanhar durante todo o dia o desempenho do mercado financeiro, produzindo análises on line.

. O foco do programa é a questão econômica, mas eventualmente, como no caso de Percival Puggina, também é analisado o cenário político. Isto já tinha acontecido antes, quando o programa ouviu o ex-prefeito José Fogaça sobre as manifestações de junho no Brasil.

. Via site www.leandrostormer.com.br, uma ferramenta de chat permite conversação imediata entre os espectadores e a mesa, on line.

CLIQUE AQUI para examinar a pauta do programa desta tarde.

Sardengerg diz que Dilma jura fidelidade à austeridade mas só produz desordem fiscal

O artigo a seguir é de Carlos Alberto Sardenberg, intitulado "À chinesa". Ele faz uma crítica severa ao governo Dilma Roussef e sua incompetência como gestora. Leia todo o artigo publicado em "O Globo":

O governo Lula, o do primeiro mandato, foi tipo chinês. A propaganda, inclusive a eleitoral, era para mudar tudo e desmontar o regime neoliberal. Na prática, o governo aumentou o superávit primário a níveis inéditos, nomeou um banqueiro para o Banco Central que, autônomo, foi logo aumentando os juros para colocar a inflação na meta, e aplicou reformas que favoreceram o ambiente de negócios.
Já o governo Dilma parece adotar a mesma técnica, mas invertida. Jura fidelidade ao superávit primário, ao regime de metas, promete liberdade e oportunidades ao capital privado — e faz tudo ao contrário.
A questão é: faz isso de propósito ou tudo é uma grande confusão, resultado da falta de objetivos e capacidade?
Não é brincadeira. A dúvida persiste inclusive entre os aliados do governo, tanto os da esquerda quanto os da direita. Todos estes — e mais os críticos adversários — concordam com os números: as contas públicas estão se deteriorando, a despesa cresce mais que a arrecadação, o superávit primário é cada vez menor e a tendência da dívida pública é de alta. Sinais claros disso: sobe a taxa de juros, o real se desvaloriza mais que outras moedas.
Os aliados mais à esquerda, digamos, sustentam que isso não tem nada demais e que o governo deveria sair do armário e assumir que vai aumentar mesmo o gasto público e derrubar os juros de qualquer jeito.
Os amigos mais à direita, digamos, contam que há um desvio momentâneo, compreensível, que neste momento o superávit primário pode mesmo ser menorzinho, mas daqui para a frente — olhem lá, hein?! — é preciso dar uma segurada nos gastos e arrumar a contabilidade.
Os críticos e adversários sustentam que as bases macroeconômicas estão sendo destruídas, mas não se entendem se é por vontade ou por incompetência.
Aí vêm a presidente e o ministro Mantega e garantem: está tudo sob controle. Qual controle? Certamente não é do tipo chinês.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Editorial - Uma nova punhalada é preparada contra o engenheiro Oscar Coester

Em Porto Alegre, uma linha experimental foi abandonada há 35 anos. Agora, o invento de Coester já opera num projeto-piloto no aeroporto Salgado Filho, Porto Alegre. Ele foi boicotado durante toda a vida, mas agora está comprovado que a novidade veio para ficar. 



O contrato realizado entre a Trensurb (trem metropolitano de Porto Alegre) e a Aeromóvel Brasil em 2010, por inexigibilidade licitatória, teve como objeto a implantação, execução e construção do projeto piloto de ligação da estação Aeroporto da estatal federal e o Aeroporto Salgado Filho, 1,7 km, que custou aos cofres públicos o valor global de R$ 17 milhões,  com as seguintes responsabilidades por parte da contratada:

a)        Projetos intrínsecos do Sistema Aeromóvel;
b)        Gerenciamento do Projeto Piloto;
c)         Projeto executivo e fiscalização das obras civis;
d)        Fornecimento de equipamentos e subsistemas e fiscalização da fabricação dos veículos
e)        Instalação dos equipamentos e subsistemas;
f)         Integração e testes dos equipamentos e subsistemas;
g)        Colocação do Sistema Aeromóvel em Operação.

. Tata-se de um projeto-piloto que já está em operação pré-comercial. Trensurb tem projetos para disseminar o uso do Aeromovel na região metropolitana e dentro de Porto Alegre. 

. A patente registrada pelo engenheiro Oscar Coester, o inventor, resume-se ao sistema de propulsão que movimenta o veículo aeromóvel, conforme registro abaixo descriminado:
Inventor: Coester
Date Issued: June 20, 2000
Application: 08/952,573
Filed: November 10, 1997
Inventors: Coester; Oskar H. W. (Porto Alegre, BR)
Assignee: Aeromovel Global Corporation (Cayman Island, VG)
http://www.patentgenius.com/patent/6076469.html

. A direção de petistas da Tremnsurb sabe disto e em consequênciacriou um Grupo de Trabalho, determinando  que ele absorva  todo conhecimento do sistema Aeromóvel, para que possam, nos futuros projetos dispensar a Aeromóvel Brasil de qualquer participação.

. Se isto acontecer, será uma punhalada nas costas do engenheiro Oscar Coester e sua empresa, boicotados nos últimos 35 anos por interesses empresariais e políticos contrariados pelo uso maciço da nova tecnologia.É fácil perceber quem perderá com sistemas iguais implementados em toda Porto Alegre, com vias elevadas até mesmo sobre regiões como o riacho Ipiranga, ligando a Viamão, sem perturbar o tráfego de veículos e de pessoas. 

. Esta é a verdadeira razão da formação do grupo de trabalho. Daí todo o sigilo que a coisa está sendo feita.

Koutzi foi internado no Moinhos de Vento depois de atacado por AVC

O ex-deputado Flávio Koutzi, PT doRS, está internado desde esta quinta-feira na CTI do Hospital Moinhos de Vento, Porto Alegre, depois de ter sofrido AVC na casa onde mora. Koutzi, que foi secretário estadual no governo Olívio Dutra e é dirigente petista no RS, foi acudido por companheiros do seu Partido.