Nós, brasileiros honestos, temos o dever de exigir a demissão imediata do ministro das Empreiteiras

O ex-presidente do STF, Joaquim Barbosa, que se notabilizou por conduzir com mão de ferro o julgamento do Mensalão, escreveu no seu Twitter desta noite de sábado que o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, deve ser demitido imediatamente. O que acontece é que revistas importantes como Veja, além de jornais como a Folha de hoje, revelaram a ocorrência de reuniões entre o ministro e advogados dos empreiteiros presos no Petrolão, tudo para salvar a pele de todos eles e, por vias transversas, também as peles de Lula e de Dilma. Isto aconteceria em função de norma a ser editada a qualquer momento, dando novos poderes ao TCU, que acertaria acordos de leniência com as empreiteiras e com isto livraria a cara de todo mundo. Abaixo, o leitor poderá acompanhar melhor as notícias, inclusive o passo a passo do que tramam o ministro e a própria Advogacia Geral da União. O ministro apareceu nos noticiários de TV esta noite, admitindo as reuniões, embora negando o conteúdo revelado pelas publicações. Ele estava visivelmente nervoso. As revelações são de caráter explosivo e devem respostas imediatas e duras como as de Joaquim Barbosa, que nos últimos meses tem mantido obsequioso silêncio sobre o julgamento do Petrolão.

Entenda por que razão o ministro da Justiça disse que depois do Carnaval os empreiteiros seriam salvos do Lava Jato

Neste artigo intitulado "Luís Inácio corre para salvar Luiz Inácio", o jornalista Diogo Mainardi diz que ficou claro por que o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, disse a um advogado de empreiteira, em reunião secreta, que a Operação Lava Jato "tomaria outro rumo" depois do carnaval e, portanto, ele "desaconselhava" que os executivos presos partissem para a delação premiada. O material de Mainardi está na edição de hoje do se blog "O antagonista". Leia tudo, a seguir - 

Em conluio com Dilma Rousseff e Luiz Inácio Lula da Silva, o advogado-geral da União, Luís Inácio Adams, dirigiu-se ao Tribunal de Contas da União (TCU), com uma Instrução Normativa redigida no Palácio do Planalto. Por essa Instrução Normativa, aprovada em tempo recorde, o TCU analisará concomitantemente com a Controladoria-Geral da União (CGU) os acordos de leniência firmados com o Estado. Isso garante que os acordos feitos no âmbito da CGU não correrão o risco de serem anulados depois pelo tribunal -- mesmo com um TCU dominado por PT e PMDB, as empreiteiras temiam essa possibilidade quando lhes propunham tal saída.

A aprovação da Instrução Normativa é ótima para Lula, Dilma e os larápios associados porque:

a) Acordos de leniência podem ser feitos diretamente com a CGU, sem passarem pela Justiça

b) Dessa forma, contorna-se o juiz Sergio Moro

c) Pelos termos de um acordo de leniência, as empresas reconhecem que praticaram os crimes, pagam uma multa e não são consideradas inidôneas. Podem continuar a assinar contratos com o governo em qualquer nível

d) Ao contrário do que ocorre com a delação premiada, elas não precisam contar tudo. Ou seja, que Lula e Dilma estão implicados até o pescoço no esquema do Petrolão

e) A chance de Dilma sofrer impeachment reduz-se dramaticamente, visto que será quase impossível imputar-lhe o crime de responsabilidade

f) Sem o perigo de falência, as empreiteiras podem dar um grande cala-a-boca ou um aguenta-aí-até-chegar-no-STF aos executivos presos e aos seus sócios em cana, como Ricardo Pessoa, da UTC, que ameaçavam seguir o caminho da delação premiada. A ameaça de Ricardo Pessoa de partir para a delação foi decisiva para o Planalto armar rapidamente o golpe

Luís Inácio Adams percorreu freneticamente os gabinetes dos ministros do TCU, acompanhado do ministro Bruno Dantas, para aprovar uma Instrução Normativa, repita-se, redigida no Palácio do Planalto, e não pelo ministro Bruno Dantas, como foi noticiado. Ninguém levantou a menor objeção.


A menos que um executivo preso ache insuportável a ideia de passar anos na cadeia, ainda que com o seu futuro assegurado economicamente, ou que a sociedade esboce reação, Luís Inácio salvou Luiz Inácio -- e Dilma.

Pesquisa demonstra que gaúchos acham que Sartori começou muito melhor do que Dilma

Os eleitores gaúchos acham que Satori começou seu governo muito melhor do que Dilma. É o que aponta pesquisa que acaba de divulgar o Instituto Index. Os resultados sobre quem começou melhor:
48,3%, Sartori
34,8%, Dilma
A pesquisa mostra que Dilma está muito pior entre os eleitores de baixa renda.
Quando Index pergunta quais dos dois governantes fará melhor governo, eis as respostas:
Sartori, 50,5%
Dilma, 29,3%

Aí vão duas ou três coisas que você não sabe sobre a farsa do atendimento aeromédico do governo do RS

O Ministério Público Estadual já foi acionado para investigar a quarteirização do serviço de atendimento aeromédico instituído no governo do Tarso Genro. Simplificando, o sistema funcionava da seguinte forma: Maicon Vargas era coordenador do SAMU e quando foi firmado o convênio entre a secretaria estadual de Saúde e a Brigada Militar para o transporte e resgate aeromédico, em vez de optar por contar com profissionais do próprio quadro da SES, ele optou por fazer um contrato com a prefeitura de Imbé. Atualmente, o prefeito de Imbé é PT, mas isto é atribuído a mera coincidência. Também nunca ninguém soube que Imbé fosse um pólo de destaque médico, muito menos um destaque no ramo de qualificação profissional no resgate aeromédico.

Depois do recurso repassado para a prefeitura petista, o dinheiro seguia para o Consórcio AMLINORTE, que por sua vez contratava a empresa Futura Saúde. A empresa nem site tem.

Maicon Vargas era funcionário da empresa terceirizada, sua mulher e a médica que exigiu a transferência aeromédica da criança argentina que despencou do prédio em Capãop da Canoa, semana passada.

Os dois primeiros médicos que atenderam a criança, entenderam que não se fazia necessária a remoção aérea e que, sem prejuízo de atendimento, a criança poderia ser transportada através de ambulância.  Até porque a distância a ser percorrida não era grande. Ou seja:quem forçou a transferência foi a dra. Rossana . Uma pergunta que ninguém ainda fez é a seguinte: por que a dra. Rossana não foi uma das primeiras médicas a atender a criança? Porque ela estava na Futura Saúde, ou seja, não estava no hospital.

Tem outra incongruência para a qual a imprensa dedicou muito pouca atenção: no dia 10 de fevereiro, quando a Rádio Gaúcha, RBS, divulgou a informação sobre a demora no atendimento médico, a emissora informou que possuía um áudio que comprovaria a negativa de atendimento. Porém, horas depois, ficou omprovado que esse áudio não tinha nada a ver com a questão do atendimento médico da criança. Por acaso, a Rádio Gaúcha emitiu alguma nota em relação a isto? O anúncio sobre a gravação não foi removido até hoje. Resta saber a quem interessava entregar à imprensa uma gravação de negativa de atendimento, em momento de comoção social ? CLIQUE AQUI para saber melhor.

Foi isso mesmo o que aconteceu com o transporte aeromédico.

O Coordenador do SAMU no Governo Tarso, senhor Maicon Vargas, como funcionário público, contratava, auditava, validava e pagava o serviço que ele próprio prestava como terceirizado do Estado. Além de pagar para a sua esposa e para a médica que fez todo o escarcéu da transferência.

Existe outro item para o qual poucas pessoas dedicaram atenção: por que a equipe da Futura Saúde retirou os materiais de remoção aeromédica do helicóptero, sem avisar a Secretária da Saúde ? Isto representa quebra unilateral de contrato, pois a SES jamais comunicou de forma oficial a suspensão ou rescisão dos acertos assinados com a prefeitura de Imbé. CLIQUE AQUI para ter mais certeza sobre a informação. 

Padilha turbina SUS para parto da filha. Petista dispensou plantonistas e chamou médicos da sua confiança.

Alexandre Padilha, ex-ministro da Saúde (foto ao lado com a mulher) e candidato derrotado do PT ao governo de São Paulo, disse durante a campanha eleitoral que sua esposa, então grávida, faria o parto na rede pública do Sistema Único de Saúde (SUS), defendido pelo casal. A farsa foi desmontada nesta quinta-feira, porque o petista não cumpriu a promessa. É que nasceu a filha do casal no Hospital Municipal Vila Nova Cachoeirinha, na zona norte paulistana. Padilha é casado com a  jornalista Thássia Alves, Melissa.

. O jornalista Felipe Moura Brasil, Veja deste sábado, revela que o SUS de Padilha está longe de ser o SUS disponível à população pobre do Brasil. Na verdade, está bem mais próximo do Sírio Libanês de Lula e Dilma. 

. Leia tudo a seguir - 

“É um SUS plus. Só o endereço é igual. O resto é tudo diferente”, disse indignado a este blog um médico intensivista que acompanhou os acontecimentos de perto. O parto humanizado estava programado para março, mas Thássia foi internada na terça-feira e precisou passar por uma cesárea de urgência devido a um quadro de pré-eclâmpsia, doença que se caracteriza por alterações de pressão arterial que podem levar a gestante a crises convulsivas e até à morte.


Os mortais comuns do SUS costumam dispor de um obstetra e um pediatra e, quando o parto se complica um pouco, geralmente são dois obstetras e um pediatra. Já Padilha contou com o dobro de médicos na sala: três obstetras e três pediatras. Entre os primeiros, o próprio diretor do hospital que raramente vai à linha de frente. E os outros cinco eram todos do Hospital das Clínicas, da USP, em força-tarefa especial para o parto.

CLIQUE AQUI para mais detalhes. 

Artigo, Fernando Gabeira - Os suspeitos de sempre

Escolheram mais um suspeito de sempre. Essa frase, de um jornalista americano, sobre o novo presidente da Petrobras é precisa.

Certamente não se referia à trajetória pessoal de Aldemir Bendine. Ele ignora que o banqueiro guarda dinheiro no colchão ou que fez um empréstimo generoso à socialite Valdirene Aparecida Marchiori. Creio que queria apenas dizer que o governo arruinou a Petrobraas e dificilmente encontrará alguém, dentro dos seus quadros, capaz de reconstruí-la.

Era preciso um novo presidente com capacidade e autonomia. Se alguém com talento conseguisse sobreviver no governo, decerto seria alvejado pelos atiradores do PT ao revelar alguns vestígios de autonomia.

O PT completou 35 anos com festa. E de alguma forma lembrando a frase “cuidado com os idos de março”. É uma data do calendário, talvez o dia 15, lembrada pelo assassinato de César. Os idos de março sempre evocam momentos trágicos para um governo.

No caso brasileiro, o grande adversário do PT é sua própria visão de mundo. O partido considera manobra golpista a enxurrada de dados sobre corrupção na Petrobrás e outros órgãos do governo. Por exemplo, um ex-gerente, em delação premiada, disse que o PT recebeu mais ou menos US$ 200 milhões em propinas, na área de abastecimento. O partido nega.


Usando o senso comum, parece-me absurda a controvérsia em torno de meio bilhão de reais. Se esqueço de pagar uma água de coco no bar do Baiano, no Flamengo, ele é o primeiro a me lembrar que faltam R$ 5.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Israel já tem vacina que cura 90% de todos os tipos de câncer

O leitor desta página, Tzvi Kappel, que mora e trabalha em Israel, mandou dizer neste sábado ao editor que a empresa israelense de biotecnologia Vaxil BioTherapeutics, com sede em Nes Ziona, está desenvolvendo a “ImMucin”, uma vacina profilática que não foi concebida apenas para tratar a doença – mas para impedi-la de voltar, além de desencadear uma resposta positiva em aproximadamente 90% de todos os tipos de câncer. O editor conhece a família Kappel, que é de Porto Alegre, há pelo menos 40 anos. Leia toda a informação, a seguir - Julian Levy, diretor da Vaxil, afirma: “Estamos tentando aproveitar o poder natural do sistema imunológico para lutar contra o câncer, buscando células cancerosas e destruindo-as”. A “ImMucin” não é um substituto para os tratamentos tradicionais contra o câncer, como a quimioterapia ou a radiação. Ao invés disso, a empresa tem como alvo um cenário diferente na batalha do paciente contra o câncer, especificamente as fases iniciais da detecção, bem como durante a remissão. É por isso que, infelizmente, o medicamento não será útil para muitos pacientes com câncer – especificamente aqueles que estão em estágios avançados da doença – pois exige um corpo relativamente saudável para ser totalmente eficaz.
Embora a ImMucin seja uma vacina, ela é dada às pessoas que já estão doentes, diferente das vacinas tradicionais. Portanto, embora o mecanismo científico da “ImMucin” seja o de uma vacina, do ponto de vista do paciente ela atua exatamente como um medicamento que tem efeitos fisiológicos quando entra no corpo. “Muitas vacinas preventivas contra o câncer hoje em dia não são, de fato, vacinas contra o câncer. Mulheres jovens podem tomar uma vacina para o vírus do HPV, que não combate o câncer; é uma vacina contra um vírus que comprovadamente leva a um câncer cervical mais sério”. A “ImMucin” trabalha estimulando uma parte do sistema imunológico e ensinando-o a atacar certas células com marcadores que indicam a presença de câncer. Quando o medicamento é introduzido durante uma fase inicial do câncer, a esperança é de que enquanto o câncer de um paciente recua, o sistema imunológico é treinado adequadamente para saber quais células destruir e com quais não interferir. Esta resposta imunológica foi consistente ao longo dos testes clínicos da Vaxil com a vacina ao longo dos últimos anos. A empresa realizou testes exclusivamente em pacientes com mieloma múltiplo até janeiro de 2014, quando iniciou os testes em pacientes com câncer de mama.

CLIQUE AQUI para examinar video sobre a vacina.



Puggina diz que o PT não piorou, porque ele sempre foi assim

Neste artigo que Percival Puggina assina hoje bno seu blog, fica claro que a estratégia, agora, é apresentar o PT que vemos como deturpação do PT de outrora, honrado defensor dos mais elevados valores morais. Leia tudo:

Que papo mais furado (desculpem a vulgaridade da expressão)! Trata-se de pura mistificação, para transmitir a ideia de que esse partido, no convívio de 35 anos com os demais alinhamentos políticos, descuidou-se e absorveu os maus exemplos que estes lhe transmitiram. Quem comprar a tese, fica convencido de que o PT, ao contrário das outras siglas, teve um passado límpido, com cheirinho de talco Johnson para bebês, podendo voltar às suas boas raízes, como novo filho pródigo. Os outros estão eternamente condenados. A salvação para o Brasil, portanto, só poderia vir de um PT repaginado, saído do Photoshop. Dá-me forças para viver!


Mais uma vez, erro e falsidade. O PT sempre foi assim, como venho registrando desde 1988, quando comecei a escrever para as páginas grandes do velho Correio do Povo.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Sartori corta todas as verbas de publicidade do governo

O governador José Ivo Sartori mandou cortar todas as verbas de publicidade. A lei seca durará por 180 dias. A medida atinge até o Banrisul, o que não faz sentido, já que o banco disputa mercado extremamente competitivo e possui recursos mais do que suficientes para bancar suas promoções e publicidade. O governo admitiu que poderá rever o caso do Banrisul.

Confisco da poupança não tem fundamento ?

O ministro da Jutiça, José Eduardo Cardozo, anunciou ontem que mandou a Polícia Federal apurar a origem dos boatos sobre confisco da poupança. A notícia começou no Whats App. Não é de todo fora de propósito que alguma bobagem vá o governo fazer.  O editor conversou com advogados trabalhistas esta semana, porque foi conferir informações de que são persistentes os rumores de que o Ministério da Fazenda  não mais aceitaria como válidos acordos trabalhistas que discriminassem verbas de FGTS no cômputo do que seria pago aos reclamantes. Ao contrário disso, qualquer verba nessa rubrica deveria ser depositada na conta do FGTS do empregado.  Quem não fizer, poderia ir à execução.  Traduzindo: nada de pagar o FGTS direto ao empregado que reclama na Justiça do Trabalho, porque é para colocar no cofre da CEF. Caso contrário, haveria execução. É uma manobra sagaz que pode preceder coisas mais ardilosas ....

Serviço aeromédico foi remobilizado neste sábado em Imbé. Governo garante atendimento para o RS.

Em reunião nesta sexta-feira (13) entre a Secretaria Estadual da Saúde (SES) e o município de Imbé ficou acordada a manutenção do serviço aeromédico do Samu Estadual. A equipe de socorristas será remobilizada a partir deste sábado (14), sediada no Litoral Norte, e seguirá em atividade até o término do veraneio, em março. A partir do término da temporada, essa equipe será substituída por equipe própria da SES.
Na oportunidade, o secretário João Gabbardo dos Reis garantiu ao prefeito Pierre Emerim o pagamento do convênio pelo qual o município se encarrega de contratar a equipe de socorristas para o serviço aéreo. O pagamento de janeiro foi repassado ao município nesta sexta-feira, tendo ficado asseguradas as parcelas de fevereiro e os dias a serem atendidos em março, até o término da Operação Golfinho.
O prefeito de Imbé esclareceu que a forma de pagamento hoje em curso é feita através do recebimento dos recursos do Estado pelo município, que o repassa à Associação dos Municípios do Litoral Norte (AMLINORTE), e o consórcio contrata uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, que efetua o pagamento dos salários aos profissionais. "É uma vitória de toda a população, especialmente agora no Carnaval", comentou o prefeito Pierre Emerim. Também estiveram presentes na reunião o vice-prefeito Luís Henrique Vodovato e o deputado estadual Gabriel de Souza.
A equipe ficará de plantão das 7h às 18h, já que a aeronave não voa durante a noite. Acompanha o serviço aeromédico uma base específica do Samu, que ficará ao lado do heliponto de Imbé, com todos os equipamentos para a ambulância e o helicóptero.
Após o veraneio, o secretário Gabbardo também garantiu a continuidade do serviço. "Manteremos as atividades do atendimento aeromédico, com a transferência dessa aeronave hoje utilizada e dos novos helicópteros a serem incorporados (um deles já em Porto Alegre), não mais sediada no Litoral, mas em Porto Alegre ou num local mais central do Estado, como Santa Maria, conforme avaliação a ser feita com a nossa área técnica", afirmou.
O Samu aéreo e terrestre abrange hoje todas as regiões do Estado. O Samu está presente hoje em 160 municípios bases, que atendem um total de 264 municípios, cobrindo 9,5 milhões de habitantes ou 90% da população do Estado. Ao todo, 40 ambulâncias de Suporte Avançado e 187 de Suporte Básico estão em funcionamento, além de dez motolâncias e dez veículos de intervenção rápida.


PT-MPV é o prefixo do helicóptero que Tarso comprou para o Serviço Aeromédico. O primeiro dos dois aparelhos ()R$ 26 milhões) chegou esta semana.

O primeiro dos dois helicópteros que o governo Tarso Genro comprou por R$26 milhões nos EUA e destinados ao atendimento aeromédico do Samu chegou somente esta semana a Porto Alegre. trata-se do  modelo Augusta Westland 119 Kx.
O editor procurou saber qual o prefixo do aparelho,.
É PT-MPV
Não é coincidência.
PT é o Partido do ex-governador Tarso genro e MPV correspondem às iniciais do nome do coordenador do Samu que armou todo o rolo atual sobre o serviço aeromédico, criando constrangimentos para o governo Sartori, Maicon de Paula Vargas. 

Norueguesa Statkraft compra o controle da catarinense Desenvix (grupo Engevix)

A empresa norueguesa de energia Statkraft e sua subsidiária brasileira chegaram a um acordo com a Jackson Empreendimentos S.A para adquirir a totalidade das ações detidas pelo Caixa FIP Cevix na empresa Desenvix Energias Renováveis ​S.A, com sede em Florianópolis, Santa Catarina. Desta forma a Statkraft passará a ser a acionista majoritária da Desenvix que detém, opera e mantém usinas hidrelétricas e eólicas no Brasil.
A informação foi passada esta manhã ao editor pela Desenvix.
A Jackson concordou em vender sua participação remanescente na Desenvix, atualmente de 36,85% e detida por intermédio do Caixa FIP Cevix. A Statkraft já detém 44,45% das ações da Desenvix. O acordo está condicionado às aprovações necessárias por parte do terceiro acionista, a FUNCEF (Fundação dos Economiários Federais), com 18,7%  do capital da Desenvix,
A Desenvix é um dos braços do grupo Engevix, que também controla a Iesa, empresa que quebrou em Charqueadas. A Engevix está astolada no Petrolão e vende ativos para se salvar. Ela também está em Rio Grande, no Pólo Naval, onde constrói para a Petrobrás e ostenta contratos bilionários junto com sócios brasileiros e estrangeiros. 

140 mil carros sairão entre sexta e sábado para as praias do litoral norte e de Santa Catarina

Mesmo com o dia tendo mal começado, 8h, já há fila no pedágio de Santo Antônio da Patrulha, freeway que liga Porto Alegre a Osório, portanto às praias mais frequentadas do litoral norte e de Santa Catarinas. A concessionária da rodovia, projeta movimento de 75 mil carros. Até o momento, 24 mil veículos já deixaram Porto Alegre.

Na sexta-feira, 65 mil carros rumaram para o litoral norte e SC, mais que projetava a concessionária. 

Ministro da Justiça manda dono da UTC não fazer delação premiada. "Acordão vem aí", disse Cardozo para o advogado da UTC.

Ao lado, os três porquinhos, denominação dada aos seus companheiros de jornada da sua primeira eleição presidencial - O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, recebeu há duas semanas o advogado do dono da UTC, Ricardo Pessoa, e prometeu a ele que depois do Carnaval a Operação Lava Jato (Petrolão) não será mais a mesma. O ministro disse que oposicionistas também aparecerão como beneficiados das propinas da Petrobrás, misturando tudo e facilitando um acordão. O advogado Sérgio Renault, que trabalhou com Márcio Thomaz Bastos no governo Lula, estava acompanhado do ex-deputado e também advogado Sigmaringa Seixas. Seixas é amigo de copa e de cozinha de Lula, Dilma, Dirceu e Cardozo. O dono da UTC, que estava prestes a fechar acordo de delação premiada, recuou.
As informações são todas da Veja em circulação.A reportagem sobre o assunto tem oito páginas e não trata nada no condicional. O advogado Renault cobrou honorários de R$ 2 milhões, mais R$ 1,5 milhões em caso de sucesso, segundo cópia de contrato apreendida pela Polícia Federal na casa de Ricardo Pessoa.

CLIQUE AQUI para ler análise completa sobre a reportagem de Veja.