As mentiras de Luciana e do PSOL contra Yeda Crusius. Falta, agora, a autocrítica e o pedido de desculpas da RBS.

O jornal Zero Hora, RBS, repercutiu na edição desta segunda-feira o último depoimento do ex-vice-governador Paulo Feijó, que disse no âmbito do principal processo do caso da Operação Rodin, que os vídeos de que falaram a deputada Luciana Genro e o vereador Pedro Ruas, PSOL, eram tudo mentira – porque eles não existem.

. No seu artigo principal, a jornalista Rosane Oliveira criticou severamente Luciana Genro e o PSOL, mas não comentou que na época o seu jornal e a RBS reverberaram tudo com foros de verdade, mesmo sabendo que ninguém tinha apresentado uma só prova material ou testemunhal. O escândalo ocorrido na ocasião, inserido no contexto de outra dezena de acusações igualmente falsas, sempre reverberadas pela RBS, ajudou a desestabilizar o governo Yeda Crusius e a eleger o governador Tarso Genro, sempre os objetivos perseguidos pelo Eixo do Mal.


. O comentário a seguir trata do assunto:

Mercado de juros futuros dispara, dólar sobe de novo e já vale R$ 2,33. Bolsa também sobe (0,72%).

O mercado de juros futuros da BM&F iniciou a semana dando sequência ao movimento ascendente da semana passada, quando as taxas dos principais contratos futuros de Depósito Interfinanceiro (DI) dispararam. CLIQUE AQUI para saber detalhes. 

O dólar fechou com valorização (0,51%) pela terceira vez seguida no mercado à vista, com cotação de  R$ 2,33 — o maior valor desde 4 de setembro deste ano. No mês, a cotação já subiu 4,3%.

. Já a Bolsa de São Paulo (Bovespa) registrou ganho de 0,72%, encerrando com 52.623 pontos, o que representa perdas de 3,01% no mês e de 13,66% no transcorrer do ano.

Requião pergunta: "Que acham da minha candidatura à presidência ?"

Requião em pleno retiro na sua fazenda do Paraná.



No seu Twitter, eis o que pergunta o senador Roberto Requião, ex-governador do Paraná, também conhecido no seu Estado como Maria Louca:

Vou à convenção nacional do meu PMDB disputar a indicação para concorrer pelo partido à presidência da república. Que acham peemedebistas?

Justiça cassa passaporte diplomático ilegal de Lulinha

Três dias antes de papai sair do governo, Lulinha, esperto como Lula, levou seu passaporte diplomático para casa. A alegria ilegal durou pouco. A foto ao lado é antiga.



A Procuradoria da República no Distrito Federal considerou a emissão do documento ilegal e fora do interesse do País. 

. A história do caso é simples: a concessão do passaporte de Luís Cláudio ocorreu três dias antes do término do mandato de Lula. Lulinha diz que vai recorrer.

. Dos 328 passaportes emitidos durante o segundo governo Lula, apenas sete foram considerados irregulares e um deles é o de Lulinha. 

CLIQUE AQUI para ler toda a notícia. O material é de Veja.

Dilma muda ministério até o final do ano

No Peru, a presidente Dilma Roussef avisou que já decidiu: vai entrar 2014 com uma equipe nova, sem os ministros que saem para disputar eleições; entre os que serão substituídos estão nomes de peso como Alexandre Padilha (Saúde) para disputar o governo de São Paulo; Fernando Pimentel (Desenvolvimento), que se candidata em Minas, e Gleisi Hoffmann (Casa Civil), no Paraná.

. Do RS, sairão os ministros Pepe Vargas e Maria do Rosário, candidatos a deputado e senadora.

Comissão de Ética abre investigação contra Ideli e adverte presidente do Cade.

A Comissão de Ética da Presidência da República decidiu na manhã desta segunda-feira abrir um procedimento para investigar o uso de um helicóptero da PRF (Polícia Rodoviária Federal) pela ministra Ideli Salvatti (Relações Institucionais) e aplicar uma advertência ao presidente do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), Vinicius Marques de Carvalho.

. Segundo o presidente da Comissão de Ética da Presidência, Américo Lacombe, ainda não foi designado relator para o caso da ministra. Ideli visitou obras e participou de inaugurações em Santa Catarina, sua base eleitoral, em um helicóptero da Polícia Rodoviária Federal que era usado, entre outras coisas, para fazer atendimentos médicos.

. Responsável pela articulação política do governo, Ideli usou cinco vezes a aeronave de 2012 a 2013 para inaugurar obras rodoviárias, lançar editais, inaugurar posto da PRF e se reunir com prefeitos. O caso foi revelado pelo "Correio Braziliense".

CLIQUE AQUI para ler a notícia completa divulgada pelo UOL.

Todo o acervo da Pinacoteca Aplub, o maior em mãos privadas do RS, irá dia 13 para a prefeitura de Porto Alegre

Dia 13, quarta, 11h, o prefeito José Fortunati assinará com o presidente da Fundação Aplub, o ex-senador Nelson Wedekin, acordo que permitirá ao município assumir todo o acervo de obras de arte da Pinacoteca Aplub, a maior do gênero em mãos de empreendedores privados no RS. 

. O ato foi agendado para o mezanino da Usina do Gasômetro.

Entrevista, Arno Augustin: "Não sei o que é contabilidade criativa"

A foto é de Celso Júnior, Época.



Para o secretário do Tesouro Nacional, não há nenhum problema nas contas públicas – e os investidores estrangeiros estão ávidos por colocar dinheiro no Brasil. Foi o que ele disse ao repórter José Fucs, conforme entrevista para a revista Época desta semana. O repórter é um profissional competente, mas em alguns momentos o secretário do Tesouro Nacional conseguiu emparedá-lo porque seu entrevistador não estava suficientemente preparado para cobranças inesperadas. Nesta entrevista, Augustin, um tecnoburocrata petista ordinariamente enrustido,  não deixou pergunta sem resposta. O editor recomenda a leitura, porque o material é muito esclarecedor

O secretário do Tesouro Nacional, Arno Augustin, de 53 anos, é o artífice da “contabilidade criativa” – a irônica expressão com que vários economistas e operadores de mercado designam os truques contábeis implementados pelo governo nos últimos anos, para afirmar que cumpre as metas fiscais. Augustin aproximou-se da presidente Dilma Rousseff no governo do petista Olívio Dutra no Rio Grande do Sul (1999-2002), quando ele era secretário da Fazenda, e ela secretária de Minas e Energia. Há seis anos à frente do Tesouro, o período mais duradouro no cargo na história, Augustin se tornou um dos assessores mais influentes do Palácio do Planalto. Nesta semana, ele deu entrevista a ÉPOCA.

ÉPOCA – Como o senhor analisa a situação fiscal do país?

Arno Augustin – O Brasil é um país de fundamentos muito sólidos.

Arno Augustin: "Não sei o que é contabilidade criativa"
Para o secretário do Tesouro Nacional, não há nenhum problema nas contas públicas – e os investidores estrangeiros estão ávidos por colocar dinheiro no Brasil

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Saiba como o governo do PT vai apossar-se do cadáver de Jango no dia 13

Depois de ter escanteado o Ministério Público Federal e o Movimento de Justiça e Direitos Humanos, que promoveriam um serviço independente, a ministra Maria do Rosário conseguiu finalmente conduzir a exumação do cadáver do ex-presidente João Goulart a um inédito espetáculo midiático de repercussão nacional, porque nesta quarta-feira os governos federal e estadual estarão completamente focados nos eventos agendados para São Borja, Santa Maria e Brasília. PDT, PTB e PMDB do RS, Partidos que se intitulam herdeiros do trabalhismo no Estado, estão alijados da programação. Além da exumação, está prevista uma audiência de Maria do Rosário no CTG Tropilha Crioula, São Borja, na qual a ministra assegurará o retorno dos restos mortais ao jazigo da familia Goulart. Biógrafos de Jango e familiares que não concordam com a pantomima, também preferiram ver tudo de longe.

. Por trás dos governos estadual e federal estarão os dignitários do PT, cujos líderes sempre foram adversários ferozes do trabalhismo e portanto de Jango. Um deles, o governador Tarso Genro, irá a São Borja para as cerimônias de translado dos restos mortais de Jango para o helicóptero que leva-los-ão à base militar de Santa Maria, de onde um avião presidencial os conduzirão para Brasília.

. Será em Brasília o espetáculo principal, presidido dia 14 por Dilma Roussef, que quer receber o cadáver do ex-presidente com honras de chefe de Estado, tendo ao seu lado os ex-presidentes FHC, Lula, Collor e Sarney, todos críticos do ex-presidente Goulart. Sarney ajudou os militares a depô-lo e enviá-lo para a morte no exílio.


. Farão parte da exumação peritos convidados pelo governo federal do PT, todos da Argentina, Uruguai e Cuba. Um dos enviados da ditadura cubana será Jorge Perez, que desenterrou os restos mortais de Simon Bolívar, na Venezuela, 2010, e de Che Guevara, na Bolívia, 1997. O resultado das perícias nunca foram revelados. Che teria sido levado para um mausoléu em Santa Clara, Cuba, mas os inimigos dos Castro garantem que os restos mortais do guerrilheiro foram jogados no mar. 

Quadro clínico de Flávio Koutzi permanece inalterado na CTI do Moinhos de Vento

Permanece inalterado o quadro clínico do ex-deputado e dirigente do PT no RS, Flavío Koutzi, internado na CTI depois de AVC. Eis o boletim médico de hoje do Hospital Moinhos de Vento:

Informamos que o paciente Flávio Koutzii permanece internado no Centro de Tratamento Intensivo Adulto do Hospital Moinhos de Vento.

O estado de saúde permance o mesmo (estável); quadro inalterado.

Professor Garcia, PMDB, será o próximo presidente da Câmara de Porto Alegre

O líder da bancada do PMDB na Câmara Municipal de Porto Alegre, Idenir Cecchin, acaba de anunciar que os vereadores do partido escolheram Professor Garcia para presidência da Casa em 2014, conforme o acordo estabelecido entre os partidos. Garcia teve votação unânime na bancada incluindo seu próprio voto mais o de seus colegas Cecchim, Lourdes Sprenger e Valter Nagelstein. 

M.Grupo abrirá Shopping Gravataí no dia 21

Kátia Bacchi, gaúcha que nos últimos anos trabalhou na área paulista de shopping centers, será a CEO do Shopping Gravataí, que o M.Grupo quer inaugurar no dia 21.

Aécio faz programa de candidato no RS. Ponto alto são visitas a Simon e São Leopoldo.

 - A surpreendente visita de Aécio Neves ao senador Pedro Simon, no apartamento do líder gaúcho no bairro Petrópolis, tem efeito simbólico. Simon e o tio de Aécio, o ex-presidente Tancredo Neves, de quem o gaúcho foi líder no Senado, foram amigos íntimos durante toda a vida. A reunião poderá render alguma simpatia ao tucano dentro do PMDB do RS, Partido que aparentemente produzirá outra dissidência em relação à direção nacional.

Apesar do extraordinário mau tempo que transtorna a vida dos gaúchos nesta segunda-feira, o senador Aécio Neves vem cumprindo a precisa agenda montada pelo PSDB do RS para sua viagem ao Estado.

. Ele chegou pouco antes do meio dia a Porto Alegre e em seguida foi para uma palestra na Federasul, na zona central, onde falou para duas centenas de pessoas, muitos dos quais do PP (Celso Bernardi, presidente), DEM (deputado Paulo Borges) e PPS (deputado Paulo Odone). A ex-governadora Yeda Crusius, que estava em São Paulo, chegou quase ao final do almoço.

. Além de Pedro Simon, Aécio também fez visitas a Feira do Livro e programou conversas nas duas redes de comunicação, RBS e Caldas Júnior.

. No final da tarde, depois de viajar de trem, participará de ato público em São Leopoldo, a mais importante cidade comandada pelo PSDB na Grande Porto Alegre.

. O discurso do candidato tucano à presidência na Federasul não teve novidades. Ele manteve o tom mais duro em relação ao governo e ao PT, como também defendeu o que fez o governo FHC no campo das privatizações: "Quando o governo copiou, acertou. As privatizações foram demonizadas por muito tempo, mas agora o governo se curva a essa necessidade. Precisamos substituir o software pirata pelo original". Aécio também  criticou o excesso de intervencionismo do governo brasileiro e lamentou a crise de confiança de investidores em relação ao país. Segundo ele, o Brasil se transformou um "grande cemitério de obras inacabadas e paralisadas".

— O Brasil precisa de gestão, ousadia e coragem para construir um projeto de país, e não de um projeto de poder.

Kassab, aliado do PT no governo Dilma, reage aos ataques de Haddad, prefeito de SP, PT: "Renuncio se ele provar que sou corrupto".

Magoadinho, ainda assim Kassab avisa que não deixará de apoiar o PT e a presidente Dilma, porque "uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa". Ele gosta de apanhar e por isto manda seus correligionários ficarem quietinhos no canto.



O prefeito de SP acha que a coisa mais fácil do mundo é provar que o fundador do PSD não passa de um corrupto. Acuado diante das declarações de seu sucessor, Fernando Haddad (PT), de que teria deixado a prefeitura em situação de "descalabro", ex-prefeito de São Paulo nega relações com esquema de fraude no ISS:

- Eu me retiro da vida pública se em algum momento alguém identificar qualquer vínculo entre essas afirmações e a realidade.

. acontece que grampos de conversas de fiscais presos citam envolvimento de Kassab na máfia que desviou mais de R$ 500 milhões dos cofres públicos. Os auditores também torciam por sua volta em 2014 para garantir atuação do grupo.

. Avisou o prefeito Fernando Haddad:

- A gestão de Kassab foi um descalabro.

. O prefeito de SP quer chegar a José Serra, antecessor de Kassab, que foi seu vice e acabou ungido como candidato pelo tucano.

Já choveu o equivalente a um mês em Porto Alegre. Clima prosseguirá muito ruim durante a tarde no RS.

A chuva que cai em Porto Alegre neste momento,  superou em menos de 24 horas a média histórica para todo o mês de novembro. Até as 11h, havia acumulado de 104 mm, segundo os registros do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), que somados aos 11 mm de domingo superam o previsto para o mês, que é dos mesmos 104 mm. Há caos no trânsito e ruas alagadas, transtornando completamente a vida da cidade.

. Para a tarde desta segunda, a previsão é de mais temporais, especialmente na Campanha, Sul, Centro e Leste, incluindo a Grande Porto Alegre.

CLIQUE AQUI para acompanhar os boletins sobre o tempo no RS. 

Saiba como será a nova estatal de seguros que quer criar o Banrisul

No frigir dos ovos, o que quer o governo estadual gaúcho com o projeto 176/2013, enviado com o indicativo de discussão e votação em regime de urgência, é criar uma corretora de seguros, mas nos seus únicos dois artigos, fica claro que além de seguros propriamente dito, a nova empresa, subsidiária do Banrisul venderá também previdência aberta e capitalização.

. O governo não esclarece muita coisa no projeto, que tem apenas dois artigos, como se vê no link abaixo, mas na Justificativa é possível saber que o banco está saudavelmente preocupado com suas condições de operação num mercado cada vez mais competitivo, chamado de “novo ambiente” no documento, que fala na necessidade de “buscar receitas alternativas”.

. Não fica claro se o Banrisul irá adiante, criando uma seguradora, assunto que está sendo discutido e formatado dentro do banco, conforme informações seguras de que dispõe o editor.

. A corretora terá um capital ridiculamente baixo para o tamanho do banco, apenas R$ 1 milhão. A Justificativa do projet, informa que não serão contratados novos empregados e que os diretores poderão ser ou não os mesmos diretores do banco, o que parece pouco provável e nem seria desejável.

- O Banrisul já teve o controle de uma seguradora, a União de Seguros, privatizada pelo governo Britto porque só dava prejuízos e era um antro de ineficiência e empreguismo.

CLIQUE AQUI para ler o projeto, que deve ser votado ainda esta semana, praticamente sem discussão. O deputado Frederico Antunes, PP, batalha para que a diretoria do Banrisul seja ouvida numa das comissões permanentes, mas os deputados da base aliada querem aprovar tudo no escuro, sem discussão, a toque de caixa. 

Rabush terá rede de 40 lojas até dezembro. Ainda este ano abrirá casas em Gravataí, Natal, S. André e Floripa.

Criada em 1986 em Porto Alegre, a rede de lojas de confecções femininas Rabush chegará ao final deste ano com mais 10 lojas, completando um leque de 40 casas no RS, Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Rio Grande do Norte.

. 17 delas serão franquias.

. O editor conversou nesta segunda-feira de manhã com o diretor da empresa, Alcides Debus, que toca a rede com a mulher, a advogada Loiva Debus. A conversa ocorreu num café da manhã no Blue Three da Lucas de Oliveira.

. As confecções são de marca e fabricação próprias, tendo por foco as mulheres que trabalham fora de casa.

. Até o final deste ano, a Rabush levará su marca para o shopping do M.Grupo em Gravataí, dia 20, além do Iguatemi de Florianópolis, Natal e Santo André.

. Ao todo, são 300 empregados.

. Este ano, a empresa pretende fechar o faturamento dentro da previsão de R$ 42 milhões.

Aécio voa neste momento para Porto Alegre. Ao meio dia ele falará na Federasul e à tarde irá para São Leopoldo.

Apesar das fortes chuvas (leia nota abaixo) e o verdadeiro caos no trânsito da cidade, o senador Aécio Neves confirmou a programação de hoje para Porto Alegre e São Leopoldo e voa neste momento para o RS.

. Ele falará ao meio dia na Federasul.

. Depois da fala, Aécio visitará a Feira do Livro, evento de grandes proporções que ocorre nesta época do ano na cidade.

. Mais tarde viajará a São Leopoldo, onde haverá ato público promovido pelo PSDB do RS. São Leopoldo, 200 mil habitantes, Grande Porto Alegre, é a cidade mais importante tomada do PT pelo PSDB. 

Chove o equivalente a 1/3 do previsto para todo o mês em Porto Alegre. Há caos no trânsito.

A foto ao lado é do G1, disponibilizada no Google.



Durante a madrugada desta segunda-feira, entre meia-noite e 7h, Porto Alegre registrou volumes de precipitação de 35mm a 40mm, o equivalente a mais de um terço da média histórica de novembro – 104mm. 

. A intensa chuva do início da manhã produziu alagamentos, desligamento de sinaleiras, apagões e portanto caos em todas as ruas da cidade, provocando congestionamentos enormes e impedindo que milhares de trabalhadores chegassem no horário aos seus locais de trabalho, com atrasos de até duas horas.Em razão de alagamentos entre as estações Farrapos e São Pedro da Trensurb, os trens operam com velocidade reduzida até a estação Farrapos. Já as estações Mercado, Rodoviária e São Pedro estão fechadas.

. De acordo com o diretor-presidente da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), Vanderlei Cappellari, o trecho mais prejudicado fica na avenida Sertório nas esquinas com Souza Reis e Ceará, na zona Norte. A orientação aos motoristas que tentam sair da Capital é evitar essas vias e acessar a avenida Castelo Branco. Ainda na Zona Norte da Capital, houve rompimento do dique – que represa as águas do rio Gravataí – na Vila Asa Branca, bairro Sarandi. Já na zona Sul, uma lotação ficou em meio a água ao tentar passar pelo bloqueio na avenida Icaraí com Coronel Claudino. Um guincho da EPTC foi mobilizado para retirar os passageiros do veículo. Segundo a EPTC, pelo menos três pontos estão bloqueados pelo acúmulo de água: rua Souza Reis esquina com Sertório; avenida Padre Cacique em frente à Fundação de Atendimento Sócio-Educativo (Fase) e avendia Icaraí com Coronel Claudino. 

Opinião - No caso Yeda, a RBS jogou como jogou o News of the World

O News pelo menos teve a decência de fazer autocrítica e bater em retirada. 



OPINIÃO
Gleise Fonseca, Santa Maria, RS

Achei no mínimo tendenciosa a aposição de aspas na palavra "desconhecer", na matéria de hoje do jornal Zero Hora, quando citando manifestação do empresário Humberto Busnello, vilipendiado por Luciana Genro e PSOl em denúncias mentirosas contra Yeda Crusius. A colocação das aspas denota, como qualquer imbecil sabe, que o jornalista que fez a matéria ironizou o fato do mencionado empreiteiro efetivamente desconhecer a trama na qual foi envolvido por Feijó e aquela outra gente do PSOL. Transcrevo o trecho:
Empresário se considera vítima
Um dos proprietários da Construtora Toniolo, Busnello — que está entre as maiores do país —, Humberto Busnello se considera vítima de uma trama política com fins que ele afirma “desconhecer”.
CLIQUE AQUI para examinar o original. 
Além de ser vilipendiado pelas mentiras psólicas da filha do governador, a RBS volta a colocar sob dúvida a palavra do dr. Humberto Busnello, afrontando todas as provas em contrário novamente acostadas aos autos do processo principal da Operação Rodin, desta vez via depoimento de um dos autores da trama, o ex-vice-governador Paulo Feijó. Segundo o PSOL, o empresário apareceria em vídeo entregando um pacote com R$ 100 mil ao suposto caixa 2 da campanha de Yeda. Os videos nunca apareceram e os dois prováveis detentores deles, Ferst e Feijó, desmentem asté a existência das gravações.
A RBS reverbera novas calúnias, sem sequer ter produzido autocrítica sobre o papel vergonhoso que jogou durante as crises do governo tucano de Yeda, durante o qual agiu do mesmo modo como agiu o News of the World, tanto que foi obrigada a congelar muitos dos seus auxiliares e editar um novo Código de Ética ao final da campanha. 

. Zero Hora ou a jornalista Rosane Oliveira, sabe o que a gente não sabe?

Anteprojeto do novo Código Comercial será votado nesta segunda a tasrde

A versão final do anteprojeto do novo Código Comercial será votada nesta segunda-feira, a partir das 14h, pela comissão de juristas responsável pela elaboração de uma nova legislação para o setor. O texto, que será entregue ao presidente do Senado, Renan Calheiros, passará a tramitar como projeto de lei. Os integrantes da comissão devem votar também o relatório final e os destaques apresentados pela subcomissão de "crise da empresa", relacionados especialmente a falências transnacionais.

. O texto foi submetido a consulta pública entre 19 de setembro e 18 de outubro, quando recebeu mais de 400 sugestões. O relator, Fábio Ulhoa Coelho, se debruçou sobre essas sugestões para extrair dali o que poderia ser aproveitado, na forma de destaque ao anteprojeto.

CLIQUE AQUI para examinar o texto completo do ante-projeto.

Quase cinco anos depois, até a RBS reconhece que gravações contra Yeda Crusius anunciadas pelo PSOL eram mentirosas

Era tudo mentira, reconhece agora a RBS, que na época potencializou as denúncias sem comprovações que encorparam a Operação Rodin e ajudaram a eleger Tarso, o pai da moça loira que está na foto. A troika do flagrante foi toda processada por causa da mentira e responderá a ações mais duríssimas por parte de um dos empresários envolvidos mentirosamente na trama, o ex-vice da Fiergs, Humberto Busnello. 


A reportagem desta segunda-feira do jornal Zero Hora, intitulada "Imagem arranhada", referindo-se a Luciana Genro, Pedro Ruas e PSOL, confirma que quase cinco anos depois, gravações contra Yeda Crusius anunciadas pelo PSOL não se sustentam na Justiça. Diz o jornal: "Vídeos que comprovariam irregularidades nunca aparecereram, e depoimentos expõem contradições". A reportagem confirma todos os detalhes que o editor contou sobre o episódio no seu livro "Cabo de Guerra". A informação de hoje decorre de depoimento que acaba de fazer na Justiça Federal o ex-vice-governador de Yeda, aliado de Genro, Ruas e PSOL na época, Paulo Feijó. Em São Paulo, pronta para viajar a Porto Alegre, disse a ex-governadora ao eduitor: "Esta não é a única mentira desmascarada e nem será a última. Eu fui vítima de um assassinato de reputação e um estelionato político e eleitoral como jamais se viu antes na história deste Estado". Leia tudo:

Em entrevista, líderes do PSOL afirmaram ter assistido a gravações feitas pelo empresário Lair Ferst Foto: A foto ao lado é de Genaro Joner / Agencia RBS
Carlos Rollsing

Um dos fatos de maior repercussão no governo Yeda Crusius, a suposta existência de vídeos que comprovariam irregularidades na campanha tucana de 2006 não se sustenta na Justiça quase cinco anos depois de o caso ter sido denunciado pelo PSOL.
Em dois depoimentos — obtidos por ZH —, o ex-vice-governador Paulo Feijó, que teria sido o responsável por mostrar as gravações aos líderes da legenda, dá versões contraditórias sobre os registros, que nunca apareceram publicamente.
No primeiro testemunho, Feijó afirma ter visto e mostrado os vídeos à cúpula do PSOL. No segundo, em outro processo, negou ter assistido ou recebido o material.
A denúncia veio à tona em 2009, na esteira do escândalo da fraude no Detran. Em entrevista, líderes do PSOL afirmaram ter assistido a gravações feitas pelo empresário Lair Ferst, um dos pivôs do esquema no Detran — desbaratado pela Polícia Federal em 2007, na Operação Rodin.
Veja trechos dos depoimentos de Lair Ferst e Paulo Feijó em julho de 2013
No ano anterior, Lair havia atuado como arrecadador da campanha de Yeda. Nos vídeos, teria registrado casos de caixa 2, distribuição de dinheiro do Detran, pagamento de
Imagem arranhada11/11/2013 | 06h02

. Quase cinco anos depois, gravações contra Yeda Crusius anunciadas pelo PSOL não se sustentam na Justiça.

CLIQUE AQUI para ler tudo.