Artigo, Gaudêncio Torquato - O ponderável e o imponderável no Volta Lula

A análise a seguir é de Gaudêncio Torquato, O Estadão de domingo. O editor selecionou os trechos abaixo, os mais relevantes, para dar maior velocidade e facilitar a leitura. O texto integral vai no link ao final.

O recado de Lula foi direto: o governo precisa partir para a ofensiva, rebater as denúncias e defender "com unhas e dentes" a Petrobrás. Como assim? Como será possível defender a estatal quando pairam sobre ela contundentes denúncias de transações mal feitas, teias de corrupção e escândalos, sob a inexorável constatação de que ela vale, hoje, cerca de R$ 175 bilhões, menos da metade dos R$ 380 bilhões estimados em 2010, quando o preço do petróleo subiu aos picos e o pré-sal vitaminava a euforia do PT? Luiz Inácio, como se diz no vulgo, quer fazer do limão uma limonada.

A sugestão dará certo? Ao menos é a mais criativa. Como se sabe, diante de uma situação embaraçosa, ao ator político resta escolher entre duas estratégias: a de negociação e a de confronto.

(...) 

 Outra versão que se pode fazer da visão de Lula é a de que a campanha eleitoral, mesmo não sendo ele candidato, será desenvolvida sob seu condão.

(...)

No fundo, o que o mandachuva começa a fazer é dar as coordenadas para a administração de fatores ponderáveis que poderão influenciar o pleito.

(...)

E a onda do "volta Lula"? É razoável? Na escala da probabilidade, está no último degrau. Só em última instância o ex-presidente toparia a parada. Como exemplo, o descontrole da inflação. A economia é a locomotiva que puxa os carros do trem da política. Saindo dos trilhos, provoca um desastre. Com a força do carisma e do gogó (que não pode estar desafinado), Luiz Inácio se esforçará para fazer o trem chegar à estação. Não será fácil apertar todos os parafusos da engrenagem. Resta aduzir que há na política um fator incontrolável, que não pede licença para entrar no saguão eleitoral e mudar o mapa dos votos. Ele poderia também puxar Lula para a candidatura. É o imponderável. Pode ocorrer a qualquer momento em qualquer lugar. Acidentes ou incidentes graves, eventos de grande impacto, borrascas inesperadas se escondem na caixa das coisas imponderáveis.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Gabeira diz que a política autoritária do PT favorece as roubalheiras nos governos do PT

No seu artigo deste final de semana para "O Estado de S. Paulo", o jornalista Fernando Gabeira conta que sonhou com o PT há poucos dias, coisa que deve fazer com frequência. É apenas a introdução do seu texto. Ele aproveita a deixa para lembrar a criminosa relação do deputado André Vargas com o doleiro Youssef, o laboratório Lagoben e o ministério da Saúde. É uma roubalheira atrás da outra nos governos do PT e no PT. Leia:

As coisas andam esquisitas. Ou sempre estiveram, não sei. Dia agradável de trabalho na Serra da Canastra, revisitei a nascente do São Francisco e vi uma loba-guará se movendo com liberdade em seu território. De noite sonhei com o PT. Logo com o PT.
Sentei-me na cama para entender como os pesadelos do Planalto invadiam meus sonhos na montanha. Lembrei-me de que no início da noite vira a história de André Vargas e do doleiro Alberto Youssef na TV, os farmacêuticos do ar que vendiam remédios dos outros ao Ministério da Saúde. Pensei: esse Vargas é vice, no ano que vem seria presidente da Câmara dos Deputados. Como foi possível a escalada de um quadro tão medíocre? A resposta é a obediência, o atributo mais valorizado pelos dirigentes, antítese de inquietação e criatividade, sempre punidas com o isolamento.
Vargas fazia tudo o que o partido queria: pedia controle da imprensa e fazia até o que o partido aprova, mas não ousa fazer, como o gesto de erguer o punho na visita do ministro Joaquim Barbosa, do STF, ao Congresso. Em nossa era, esse deputado rechonchudo, que poderia passar por um burguês tropical, simboliza o resultado catastrófico da política autoritária de obediência, imposta de cima.
Num falso laboratório, com o nome fantasia de Labogen (gen é para dar um ar moderno), Vargas e Youssef tramavam ganhar dinheiro vendendo remédios ao ministério. O deputado, que ocupava o mais alto cargo do PT na Câmara, trabalhava para desviar dinheiro da saúde! É um tipo de corrupção que merece tratamento especial, pois suga recursos e equipamentos destinados a salvar as pessoas. A corrupção na saúde ajuda a matá-las.

A catástrofe dessa política autoritária se revela também na escolha de Dilma Rousseff para suceder a Lula. Sob o argumento de que os quadros políticos poderiam abrir uma luta fratricida, escolheu-se uma técnica com capacidade de entender claramente que Lula e o PT fariam sua eleição.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Em ato pouco representativo, Tarso confirma candidatura à reeleição

Diante de um público de 500 dirigentes e militantes, qutro vezes menor do que aquele que no mesmo momento prestigiava Ana Amélia na Assembléia, o governador Tarso Genro lançou neste sábado sua candidatura à reeleição.

. Foi na igreja Pompéia.

. A chapa terá Tarso para o governo e Emília Fernandes, PCdoB, para o Senado, mas o nome do vice não está definido. O que se sabe é que será do PTB. O problema é que no PTB ninguém parece interessado na posição.

. O PT já dispõe de uma coligação que inclui PTB, PR, PST e PCdoB. PDT e PSB, que participaram do seu governo durante três anos, preferiram abandonar o barco e bandearam-se para a oposição.

PF tenta descobrir o que Cameron Diaz tem a ver com as patifarias na Petrobrás

O jornalista Felipe Patury, revista Época deste final de semana, revela que a Polícia Federal ainda não descobriu por que, mas o nome da atriz Cameron Diaz aparece com reiterada insistência nos relatórios de investigação da operação Lava Jato, aquela que ligou o doleiro Alberto Youssef a operações da Petrobras.

. Diz o jornalista que Cameron Diaz é o nome de uma conta bancária nas Ilhas Cayman para a qual a doleira Nelma Kodama remeteu US$ 63 mil. Nos relatórios, também há registro de um endereço eletrônico camerondiaz2013 usado por Nelma Kodama para se comunicar com essa – ou esse – cliente misterioso.

. A PF já identificou pelo menos uma dezena de contas existentes em paraísos fiscais e até no Itaú. 

Áreas nobres dos colégios Americano e IPA são disputadas pela Cyrella e Goldsztein

As áreas completas onde se localizam os colégios IPA e Americano, Porto Alegre, estão sendo disputadas pelos grupos Goldsztein Cyrella e Melnick.

Habib's voltará ao RS com proposta gastronômica da Ragasso

Fora do mercado gaúcho desde setembro do ano passado, a rede de esfihas Habib’s reabrirá seus restaurantes em Porto Alegre, mas desta vez com outra proposta gastronômica e outro nome, Ragasso.

. A idéia, pelo menos em Porto Alegre, é voltar com casas na avenida Goethe, além dos shoppings Bourbon e Total.

. No ano passado, a rede encrencoui com seu master franqueado no RS e não voltou a se acertar até agora.

Estas empresas investigadas pela PF faturaram bilhões em contratos suspeitos com a Petrobrás

Bilhões sob suspeita

O site de VEJA levantou os contratos fechados pela estatal com 14 fornecedores que estão sob suspeita ou comprovadamente destinaram recursos a empresas controladas pelo doleiro Alberto Youssef. Confira abaixo:

EmpresaQuanto faturaramPrimeiro contratoÚltimo contrato
IESAR$ 5.818.145.695,13fev/06dez/13
CNCCR$ 4.754.061.051,84fev/10abr/15
GALVÃOR$ 4.453.768.218,24set/08nov/13
MENDES JÚNIORR$ 3.181.884.774,87mai/07dez/12
ENGEVIXR$ 3.030.290.821,45mar/07dez/11
JARAGUÁR$ 2.901.701.441,49jul/07fev/14
HOPER$ 2.123.067.413,43out/05nov/13
UTCR$ 2.046.094.886,23set/07dez/11
TOYO SETALR$ 1.119.892.019,39mai/13set/13
RNEST EDIFICAÇÕER$ 1.005.399.261,14abr/09
ECOGLOBALR$ 472.463.795,14ago/09abr/13
OASR$ 184.808.001,00nov/13
SANKO SIDERR$ 2.990.446,96out/11ago/13
PRAGMÁTICAR$ 2.521.003,14dez/10

PT e PCdoB tentarão garrotear mais uma vez a imprensa

No artigo a seguir, Leandro Mazzini revela que num consórcio partidário contra o que chamam de mídia golpista, no bordão entre gabinetes, o PT e PCdoB preparam sem chamar a atenção projeto de lei para a quebra do monopólio de grandes grupos de mídia no Brasil, a exemplo do que fez a presidente argentina Cristina Kirchner. Leia mais:

A decisão passa pela regulamentação do Parágrafo 5º do Artigo 220 da Constituição, do Capítulo V que trata da Comunicação Social.

Para comunistas e petistas que defendem a regulação da mídia, os grandes grupos hoje atuante no País – contam cinco – devem se desfazer de redes de rádio e televisão regionais, além de jornais. ‘A Constituição terá de ser seguida’, diz a vice-presidente do PCdoB, deputada federal Luciana Santos (PE), uma das coordenadoras da ideia.

O Parágrafo 5º cita que ‘Os meios de comunicação social não podem, direta ou indiretamente, ser objeto de monopólio ou oligopólio’. Falta detalhar, aí está a brecha.


Com o apoio do PT, que não quer chamar a atenção em ano de campanha, o PCdoB tomou as rédeas.

CLIQUE AQUI para ler todo o blog "Esplanada".; 

Folha lança "Protestômetro" da Copa

A Folha de S. Paulo deste domingo lançou uma ferramenta em seu site, o "protestômetro", que irá divulgar, diariamente, manifestações em diversos pontos do território nacional. Oficialmente, o objetivo é levar informações ao público. 

. O diretor do Datafolha, Mauro Paulino, disse que a ferramenta apenas registrará o que está previsto, mas não estimula os protestos. 

Pesquisa da RBS mostra que nível geral do Estado está ruim e até muito ruim

Ao contrário do que muitos políticos, intelectuais, jornalistas e empresários imaginam, a população gaúcha percebe muito bem o modo devastador com que seus governantes administram itens fundamentais como saúde, segurança, infraestrutura, saneamento, educação, ambiente , renda e desenvolvimento do RS.

. É o que demonstra a pesquisa que o instituto Fato entregou para a RBS e que o jornal Zero Hora publicou neste domingo.

. Trata-se de um material importantíssimo para que eleitores e candidatos trabalhem em cima dele para decidir em quem vão votar e o discurso que surgirá durante a campanha.

. O gaúcho sabe que o nível geral do seu Estado está ruim e até muito ruim.

. Mesmo quando considera que algum ítem não seja ruim ou muito ruim, crava num indefinível “médio”, mas jamais fica com as opções “bom” oiu “muito bom”.

. Em percentagem, eis os números de itens considerados  baixo ou muito baixo (ruim ou muito ruim):
Saúde, 67
Segurança, 60
Infraestrutura, 53
Educação, 44

. Os itens que levam a classificação “média” (regular):
Saneamento, 46
Ambiente, 50
Renda, 46
Desenvolvimento, 57.

. Caso o leitor queira definir a responsabilidade principal de cada agente público por ítem, verificará que do pior grupo o governo estadual é responsável por três dos quatro ítens, ficando também com o item saneamento, o que foi considerado o de melhor performance, levando um voto “regular”.

. Os itens considerados melhores (regulares), são todos de iniciativa do governo federal, como ambiente, renda e desenvolvimento.

. A pesquisa mostra, além disto, que os gaúchos estão pessimistas com a situação atual.

. Os jovens são os mais críticos. 

Poeta diz que bolivarianos implantaram um Circo de Horrores na Venezuela

O texto a seguir é do poeta venezuelano Gustavo Tovar. Ele reflete bem o cenário de opressão ao mesmo tempo patética e terrível que ocorre no seu País. Leia em espanhol. O material está disponibilizado no glob Dolar Today deste domingo: 

En Venezuela, nuestros tiranos y sus comparsas no sólo han perdido sensibilidad, también han perdido el buen gusto. Se sientan sobre una mesa a debatir escalofriantes naderías, apoltronados y circunspectos, como si el país no hubiese vivido quince años de cuchilladas, disparos, golpizas y humillaciones, como si la nación no supiese que este enésimo encuentro de “diálogo”, ya no tutelado por Carter o la OEA, sino por ese mojón -en su sentido escatológico- llamado UNASUR y con la bendición de la Santa Sede, no es más que otra manera de sofocar nuestra apocalíptica realidad social, de apaciguar nuestras llamas.Han escogido el circo como política. Son malabaristas, trapecistas, tragafuegos, domadores y payasos que intentan distraer y marear una inmensa arrechera popular. Vemos a las vacas cansadas de la MUD meter la cabeza en la boca de la hiena y vanagloriarse por haber salido vivos -pese al gargajo que les cuelga el rostro- de la hazaña. Hemos visto tanto este circo, hemos presenciado tanto estos malabares y acrobacias, estas payasadas, que nos resulta triste, vergonzoso, inútil, que persistan. Ya no distraen, fastidian. La vergüenza es insoportable venga de donde venga.

Hay que rebelarse.

CLIQUE AQUI para ler outras notas.

Saiba por que São Paulo será peça-chave nas eleições deste ano no Brasil

Os quase 32 milhões de eleitores, num estado que concentra 32,5% do PIB , já seriam suficientes para que qualquer candidato a presidente cobiçasse São Paulo, analisa neste domingo o jornal O Globo. Leia mais:

. Mas, nesta eleição — a primeira desde a redemocratização a não incluir na disputa um candidato que tenha São Paulo como base política —, o cenário está mais complexo, obrigando Dilma Rousseff (PT), Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB) a voltarem suas atenções como nunca para o estado.
Desde 2002, na primeira eleição de Lula, o PT não ganha em São Paulo no primeiro turno. Tentará fazê-lo agora. Aécio Neves também aposta suas fichas no estado. Nesta semana, sua campanha escolheu a capital paulista como palco de seu comitê central, frisando que Aécio passará a metade de seu tempo no estado. Eduardo Campos também terá seu QG nacional em São Paulo, abrindo mão de Brasília. Ele já alugou um apartamento no bairro de Moema (Zona Sul) e deve trazer a família. Campos vai morar na cidade a partir de terça-feira e despachar, a partir de quarta, em uma sala na sede do PSB na capital.

CLIQUE AQUI para saber mais.

Procuradoria do TCU quer responsabilizar Dilma, Gerdau e demais Conselheiros por Pasadena

CLIQUE AQUI para ler, também, artigo de Moisés Mendes, Zero Hora, neste domingo, intitulado "A Petrobrás e o infarto de Paulo Francis". 



Os repórteres Andreza Matais e Murilo Rodrigues Alves, ambos da sucursal do jornal "O Estado de S. Paulo" em Brasília, informam hoje, domingo, que o relatório do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União (TCU) recomenda que os responsáveis pela negociação de compra da refinaria de Pasadena sejam responsabilizados por eventuais perdas da estatal. |Leia tudo:

O negócio, que contou com o aval da hoje presidente da República, Dilma Rousseff, foi iniciado em 2006 e concluído em 2012, após um longo litígio e gasto superior a US$ 1 bilhão. O documento da procuradoria de contas, ao qual o Estado teve acesso, e que subsidiará a decisão dos ministros do tribunal, afirma que a alta cúpula da Petrobrás, "incluindo os membros do

. O Conselho de Administração", respondam "por dano aos cofres públicos, por ato antieconômico e por gestão temerária", caso sejam comprovadas irregularidades. Para o MP, as falhas dos gestores da Petrobrás na condução do negócio foram "acima do razoável". Em 2006, Dilma, que era chefe da Casa Civil do governo Luiz Inácio Lula da Silva, presidia o Conselho de Administração da Petrobrás. No mês passado, ao saber que o Estado publicaria uma reportagem que revelaria seu voto favorável à compra de 50% da refinaria naquele ano, a presidente divulgou nota na qual afirmou só ter apoiado o negócio porque foi mal informada sobre as cláusulas do contrato.

. O relatório final do TCU, que usará o trabalho da procuradoria de contas como base, deve sair em julho, mês em que a campanha eleitoral será iniciada. Em entrevista no mês passado, o relator da caso de Pasadena no tribunal, ministro José Jorge, afirmou: "Como a compra passou pelo Conselho Administração e pela Diretoria, como regra geral do TCU, eles podem ser chamados a se explicar".

. Os auditores designados pelo ministro relator trabalham, ainda, com outra linha de responsabilização. A intenção dos técnicos é se basear no artigo 158 da Lei das S.A., que prevê punição aos gestores quando houver violação "ao dever de cuidado e diligência" ou "imprudência, negligência e imperícia".
A legislação impõe que "o administrador da companhia deve empregar, no exercício de suas funções, o cuidado e diligência que todo homem ativo e probo costuma empregar na administração dos seus próprios.
negócios".

CLIQUE AQUI para ler toda a reportagem, que é bem consistente, faz conexões perfeitas, conta como o governo só se manifestou depois de denunciado e explica exemplarmente o mau negócio.

José Abreu acha que PT, Lula e Dilma traem Zé Dirceu

Ao examinar o Twitter do ator José Abreu, que está em viagem por Budapeste neste final de semana, o site www.brasil247.com.br registrou um posto no qual ele  voltou a usar o Twitter para descascar a política nacional. 

. Desta vez, porém, o alvo foi o PT, Partido do qual é militante; demonstrando irritação com a situação do ex-ministro José Dirceu, que está preso  em Brasília em função da roubalheira que promoveu como chefew visível da organização criminosa do Mensalão, cujo objetivo foi desviar dinheiro dos contribuintes e de empresários ligados ao governo, tudo para corromper eleitores e parlamentares com o objetivo de se perpetuar no Poder. 

.  O  ator disse que até “até que o governo e o PT tomem uma atitude ENÉRGICA contra a prisão POLÍTICA do Zé Dirceu, não contem comigo pra mais nada!”.  Segundo Abreu, sem Dirceu, "Dilma nem existiria nacionalmente" e Lula não teria sido eleito.

Sindilojas apela por "repressão" a novas manifestações violentas de rua em Porto Alegre

Neste domningo, a Associação dos Oficiais da Brigada Militar tiraram nota para recomendar desconfiança em relação aos manifestantes que usam máscaras, mas também sobre os defensores do uso do anonimato. "Eles são cartas-bombas vivas", denuncia o presidente da AssOfBM, tenente-coronel Riccardi. 

Em razão da possibilidade de novas manifestãções em Porto Alegre, o Sindilojas de Porto Algre resolveu apelar aos órgãos de segurança parfa que "reprimam manifestações que venham a colocar em risco a atividade do comércio".

. Eis o que alega o Sindilojas neste domingo:

- J[a fomos fortemente prejudicados nas manifestações ocorridas em junho de 2013 e durante a greve dos rodoviários, inclusive com o fechamento de lojas.

. Os comerciantes não se referem apenas às manifestações previstas para o período da Copa, mas a ações que já estão em curso nas redes sociais.