Dilma promove medida eleitoreira ao liberar R$ 45 bilhões para os bancos

Ao injetar mais dinheiro nos bancos, o governo rejeita sua própria política de restrição ao crédito, o que quer dizer que a medida tomada hoje tem caráter claramente eleitoreiro.
CLIQUE AQUI para examinar a análise detalhada que faz sobre o tema o colunista de Veja, Rodrigo Constantino. 

O BC fez ajustes no recolhimento compulsório dos bancos e nos fatores de ponderação de risco (FPR) para o crédito ao consumo. As medidas têm impacto potencial de R$ 45 bilhões ao longo do tempo, sendo R$ 30 bilhões da mudança nos compulsórios. 

. O Banco Central (BC) afirmou que as medidas de incentivo ao crédito anunciadas hoje “em nada” alteram suas projeções de inflação. "O BC acabou de divulgar a ata onde consta a descrição do cenário de inflação. Além disso, cabe destacar que, como está claro na ata, neste cenário leva-se em conta a evolução esperada para o mercado de crédito", diz a declaração da autoridade monetária, lida por um assessor de imprensa.
"Em suma, essas medidas em nada alteram as projeções de inflação do Banco Central do Brasil", consta do texto.

Andrade Gutierrez socorre Iesa para evitar falência do Pólo Naval do Jacuí em véspera de eleições no RS

A Andrade Gutierrez, um dos maiores grupos empresariais da América Latina, deve iniciar operações na indústria naval pelo Rio Grande do Sul. Pelo acordo fechado ontem à noite, que ainda depende do aval da Petrobras, a Andrade Gutierrez se associará à Iesa Óleo e Gás no Polo Naval do Jacuí, que detém contratos de US$ 720,4 milhões. Em nota, a empresa admitiu a conclusão das negociações, mas só se pronunciará “após a assinatura final do contrato". A previsão é que ocorra na próxima semana.

Polo Naval do Jacuí
O Polo Naval do Jacuí soma US$ 720,4 milhões em encomendas, referente a 24 módulos de compressão para plataformas de petróleo da Petrobras. O Polo abrange os municípios de Charqueadas (que abriga as empresas Iesa Óleo e Gás e Metasa), Taquari (onde já opera a Intecnial), São Jerônimo, Triunfo e General Câmara.

Devido à crise financeira da Iesa, agravada em março deste ano, a Petrobras assumiu compromissos com fornecedores da empresa, que passou a buscar um novo investidor para assumir o contrato, no caso a Andrade Gutierrez.

Queima de arquivo - Doleiro da Operação Lava Jato sofre infarto na prisão

O doleiro Alberto Yousseff foi encaminhado ao hospital depois de sofrer um infarto na superintendência da Polícia Federal em Curitiba, onde estava preso. De acordo com informações do site Bem Paraná, ele teria passado mal e foi encaminhado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência a um hospital da capital paranaense. Yousseff é acusado de participar de um esquema de lavagem de dinheiro que teria movimentado R$ 10 bilhões que foi desarticulado pela Operação Lava Jato da Polícia Federal.

O Santander tem razão: se não mudar em outubro, a economia irá para o brejo.

O Banco Santander tem ou não razão em advertir seus clientes a respeito do desastre que seria prosseguirmos com um governo como o de Dilma Roussef ?O banco baseou sua advertência em números sobre o desempenho do PIB.

. Este ano, o PIB do Brasil beira a recessão.

. Nos quatro anos do atual governo, a economia brasileira cresceu na média anual de 2,1%.

. Pior do que isto, só os governos Floriano e Collor.

. A média com Lula foi de 4% e com FHC foi de 2,3%, calculados sobre oito anos de governos.

. Se Dilma pudesse mudar a rota, já teria feito isto, mas seu governo é incapaz e ineficiente, até porque seus quadros são incompetentes.

. É sobre isto o comentário do editor, intitulado O Santander tem razão: se não mudar em outubro, a economia irá para o brejo.

Déficit em transações correntes foi a US$ 3,3 bilhões em junho

O Brasil registrou déficit em transações correntes de 3,345 bilhões de dólares em junho, informou o Banco Central nesta sexta-feira, ao mesmo tempo em que os investimentos estrangeiros diretos no país somaram 3,924 bilhões de dólares.

. A notícia foi divulgada ainda há pouco pela Reuters. Leia mais:

No acumulado em 12 meses encerrados no mês passado, o déficit em conta corrente do país ficou em 3,58 por cento do Produto Interno Bruto (PIB).

.Economistas consultados pela Reuters previam saldo negativo da conta corrente de 3,9 bilhões de dólares no mês passado, pela mediana de 19 estimativas variando entre déficit de 1,4 bilhão a 4,7 bilhões de dólares.

. A pesquisa também indicou que as expectativas eram de que o IED ficaria em 3,925 bilhões de dólares no mês passado.

Santander recua sem recuar e diz que o que disse é o que disse

Como as corujas, também os bancos conseguem esconder-se sob sofisticada camuflagem.

Depois da divulgação de texto de críticas ao governo Dilma pela imprensa, o Santander pediu desculpas aos clientes e afirmou que o comentário não reflete o posicionamento da instituição. Veja a seguir a nota do banco.

“O Santander vem a público esclarecer que o texto enviado a um segmento de clientes, que representa apenas 0,18% de nossa base, em seu extrato mensal, e repercutido por alguns meios de imprensa hoje, não reflete, de forma alguma, o posicionamento da instituição. O referido texto feriu a diretriz interna que estabelece que toda e qualquer análise econômica enviada aos clientes restrinja-se à discussão de variáveis que possam afetar a vida financeira dos correntistas, sem qualquer viés político ou partidário. Sendo assim, o banco desculpas aos clientes que possam ter interpretado a mensagem de forma diversa dessa orientação, e reitera sua convicção de que a economia brasileira seguirá sua bem-sucedida trajetória de desenvolvimento”.

Ex-frei Leonardo Boff apóia Tarso, candidato do PT na coligação Unidade Popular pelo Rio Grande

O ex-frei e o candidato do PT ao governo do RS. 

“Faço votos que os gaúchos se decidam por ele porque será bom para o Rio Grande", disse o teólogo Leonardo Boff nesta sexta-feira , em ato de apoio ao candidato à reeleição pela Unidade Popular Pelo Rio Grande, Tarso Genro. A conversa entre Tarso e Boff durou cerca de meia hora e foi compartilhada com a esposa de Boff, Marcia Miranda e a prefeita de Torres, Nilvia Pinto Pereira.

. Tarso Genro é governador do RS e representa o PT na coligação. 

. O reforço de peso foi anunciado antes de palestra proferida por Boff na Ulbra de Torres, cidade do litoral norte em que Tarso cumpriu agendas de campanha.

. Ao lado do governador, Leonardo Boff afirmou que Tarso "une dois pontos importantes: é um dos melhores intelectuais do Brasil e ao mesmo tempo tem raízes populares". E demonstrou conhecimento das realizações do atual governo. "Ele desenvolveu políticas sociais, como o importante programa RS Mais Igual, abriu o diálogo com os jovens quando eles foram às ruas e promoveu o desenvolvimento com igualdade e justiça", afirmou Boff.

. Tarso relatou a experiência da Justiça Restaurariva na Lomba do Pinheiro em Porto Alegre, coordenada pelo Frei Luciano. "Está num nível extraordinário de organização e reconhecimento pela comunidade. Essas coisas são as que permanecem, porque elas se integram ao dia a dia da comunidade", disse Tarso.

Ministério Público revela nova ação de improbidade administrativa contra o prefeito Jairo Jorge, PT, Canoas

 - Jornais, rádios e TVs da grande mídia protegem o prefeito do PT e nada publicam sobre as ações de improbidade movidas pelo MPE contra ele. A notícia a seguinte, exclusiva, é um novo caso. 

Além da ação de improbidade administrativa que já tramita nas 5ª. Vara Civel de Canoas, referente as irregularidades nas compras de uniformes escolares, também vai em fase adiantada demanda de igual teor protocolada pelo Ministério Público Estadual, mas desta vez relacionadas a ilegalidades na contratação dos serviços da agência de publicidade Publi Up Propaganda.

. Os promotores pediram o afastamento do prefeito Jairo Jorge e a suspensão dos seus direitos políticos por oito anos.

. A ação civil pública fala em prejuízos de R$ 176 mil, exigindo a devolução do dinheiro.

. Nas eleições de 2008, a Publi Up foi doadora da campanha eleitoral de Jairo Jorge, que é do PT.

. A questão toda está relacionada a contratações feitas sem licitação, tudo por tomadas de preços consideradas viciadas, visando o fornecimento de serviços e produtos para festas como “Prefeitura na Rua”, “Brechó ndo MACA” e “Festa dos Navegantes”.

. O promotor José Nilton Souza de Costa, que assina a petição inicial, encontrou contratações e pagamentos irregulares para Publi Up, Hesch Editora, Impressul e Centeno. Alega o promotor que orçamentos “frios” foram apresentados, apenas para justificar a existência de três propostas. Em relação aos orçamentos, irregularidades enormes foram encontradas:

- Ausência de dados das empresas nos orçamentos, como CNPJ, uso sistemático das mesmas empresas proponentes, ausência de empenho prévio, múltiplos contratos para a aquisição do mesmo tipo de bens.

. Embora a lei proíba, a agência Publi Up foi contratada, mesmo sabendo o prefeito Jairo Jorge que a empresa era devedora de débitos tributários.

. Na ação de improbidade administrativa, denuncia o MPE o seguinte:

- Os demandados, em comunhão de esforços e convergência de vontades, incorreram em atos que importaram prejuízos ao erário público, ensejando enriquecimento ilícito de terceiros.

. O inquérito Civil que instruiu as petição inicial tem o número 93/2009 e foi realizado pela 1ª. Promotoria de Justiça Especializada de Canoas. 

Marqueteiros replicam na Guaíba os melhores momentos do debate entre Tarso, Ana Amélia e Vieira da Cunha

Os marqueteiros dos três principais candidatos ao governo do RS reeditaram os momentos mais quentes do debate de ontem dos seus postulantes ao governo, pela ordem:

Ana Amélia, Cado Bottega
Tarso Genro, João Ferrer
José Ivo Sartori, Marcos Martinelli

O marqueteiro de Vieira da Cunha, PDT, não foi e justificou-se com a explicação de que seu contrato não admite este tipo de exposição.

. Foi no programa Esfera Pública, 13h, esta tarde, na Rádio Guaíba, que está ousando mais do que qualquer outro jornal, rádio ou TV.

Ana Amélia falará no "Tá na Mesa!" de quarta-feira na Federasul

A senadora Ana Amélia Lemos falará na quarta-feira ao meio dia na Federasul, no “Tá na Mesa”. A Federasul já ouviu o deputado Vieira da Cunha e ainda abrirá espaço para Tarso Genro e José Ivo Sartori.


. São todos candidatos ao governo do Estado.

Artigo, Folha - Gestão de erros no governo Dilma

Veja já tinha demonstrado que o problema não é só a presidente Dilma.



De certa forma, trata-se de uma proeza: o governo da presidente Dilma Rousseff (PT) chega ao período eleitoral com a pior combinação entre crescimento (pífio) e inflação (alta) dos últimos anos.
Políticos de variados matizes sabem que a eles convém, embora não seja do interesse público, apertar os cintos no início do mandato com vistas a fomentar a economia no ano do pleito. Devido a seu intervencionismo atabalhoado, e não por causa de elevadas considerações morais, nem isso a administração petista conseguiu fazer.
Economistas estimam que o PIB avançará menos de 1% em 2014; os preços dão pouca trégua; a indústria se retrai; a confiança de empresários e consumidores despenca. Não era difícil antever esse cenário, mas só agora a equipe da presidente emite sinais de que ela reconhece equívocos e pretende corrigi-los se for reconduzida ao cargo.
Se o mea-culpa tardio for sincero, que seja bem-vindo. Com o país à beira da recessão, porém, a estratégia não parece denotar súbito arroubo de lucidez. Antes, soa como uma tentativa quase desesperada de reconquistar apoios ou, no mínimo, reduzir a rejeição a Dilma.
Tenta-se passar a impressão de que as intenções, sempre boas e corretas, foram comprometidas na fase da execução. O caso mais citado é o do setor elétrico. Segundo a narrativa oficial, o governo apenas queria reforçar a competitividade da indústria e errou na mão.
A realidade, contudo, é menos rósea. Num gesto populista, a presidente decidiu que as tarifas deveriam cair 20%. Todas as decisões subsequentes tiveram de se adaptar a essa premissa.
O "erro" desorganizou o setor e deixou a Eletrobrás em situação falimentar. A conta, que já chega a dezenas de bilhões de reais, um dia será repassada aos consumidores.
Até a desoneração da folha de pagamento começa a ser vista como um benefício excessivo. Estendida a uma infinidade de segmentos, pesou demais para o Tesouro. Se o governo se arrepende da iniciativa, no entanto, por que a presidente decidiu torná-la permanente a poucos meses do pleito?
Perdeu-se, ademais, muito tempo em debates ideológicos sobre regras dos leilões de concessões. Disso resultou a estagnação dos investimentos em infraestrutura –que deveriam ter sido fonte importante de dinamismo econômico.
Longe de ser acidental, o acúmulo de problemas decorre da falta de compreensão acerca dos reais desafios a enfrentar. Evidenciou-se, há muito, que o governo nunca teve um plano; perdeu-se nas emergências do dia a dia.

Mais do que se desculpar, Dilma Rousseff precisa mostrar que tem algo de novo a dizer –e a fazer. 

Refugiados africanos e haitianos procuram empregos que não existem mais em Caxias do Sul

Em Caxias do Sul, segundo mais importante município do RS, ninguém sabe o que acontecerá com os 400 ganeses, senegaleses e haitianos que se refugiram ali.

. A prefeitura vem garantindo assistência social, inclusive moradia e alimentação, serviço que é complementado por facilidades propiciadas na forma de agilização de documentação e mobilização do Sine.

. O problema de médio e longo prazos é buscar e garantir empregos para todos.

. As autoridades locais enfrentam dificuldades enormes neste quesito, porque a desaceleração da economia,puxada por quedas continuadas da produção industrial, começou a produzir desemprego em Caxias do Sul.

. Grandes indústrias como Randon e Marcopolo reduziram drasticamente a produção, eliminaram horas trabalhadas e suprimiram postos de trabalho, o que quer dizer que estão sem vagas para os refugiados.

. A região oferece empregos, mas ganeses, senegaleses e haitianos querem permanecer em Caxias do Sul.


- A onda de imigração para Caxias do Sul é inédita e inusitada. O governo federal não investiga, mas na cidade há a percepção clara de que "gatos" foram usados para promover tráfico humano. 

Falta de nafta no Pólo põe em risco investimento de R$ 380 milhões da polonesa Synthos

O investimento de R$ 380 milhões anunciado pela empresa polonesa Synthos no Pólo de Triunfo corre grave risco de vida, porque a Braskem, controladora do Pólo, até agora não conseguiu garantir o suprimento de butadieno que será necessário para a produção de borracha sintética no Estado.

. O aumento da produção da matéria-prima básica depende da renovação do contrato de fornecimento de nafta por parte da Petrobrás, que não garante o abastecimento.

Inflação avança em São Paulo na terceira quadrissemana de julho.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), na cidade de São Paulo, medido pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) subiu de 0,04% para 0,11%, entre a segunda e a terceira quadrissemana de julho. O maior avanço ocorreu no grupo despesas pessoais (de 0,33% para 0,98%).

. Em saúde, a taxa teve alta de 0,6% ante 0,43%. No grupo habitação, o índice avançou 0,33% ante 0,22% e em educação, houve elevação de 0,16% ante 0,05%. Já no grupo alimentação, que sempre pesa mais no orçamento familiar, os preços tiveram queda mais acentuada ao passar de -0,49% para -0,69%.


. No grupo vestuário também foi constatada redução de preços com variação de -0,33% ante -0,22%. Em transportes, foi verificado um leve decréscimo com a taxa passando de 0,1% para 0,07%. (Agência Brasil)

Artigo, Reinaldo Azevedo, Folha de hoje - O PT contra o eleitor, o Congresso e o capital

Haverá eleição presidencial em outubro. É evidente que se trata de algo muito importante, e não serei eu a subestimá-la. Se atentarem, no entanto, para a inflexão dos meus textos neste espaço, ocupo-me menos das disputas entre A, D ou C do que de alguns choques que se estabelecem em camadas mais profundas, dos quais os embates eleitorais são só uma reverberação. Candidatos me interessam muito pouco; candidaturas me interessam muito mais.

. As promessas se escrevem na água com o vento, como disse o poeta sobre o amor. Os valores duram no tempo e fazem história, boa ou má. É por isso que não dou bola, reparem, para o que diz ou pensa Dilma Rousseff. Ela é só carona de um modo de entender a sociedade cuja extensão talvez ignore. Dentro ou fora do governo, Gilberto Carvalho, por exemplo, o secretário-geral da Presidência, é personagem bem mais relevante. Ele andou se referindo a mim de modo nada lisonjeiro. Ingratidão! Poucos, como eu, reconhecem a sua real estatura. Desde os tempos em que ambos trabalhávamos em Santo André…


. O PT está se organizando para se livrar do eleitor, do Congresso e do capital, e Carvalho lidera a batalha.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Consultorias projetam vitória de Aécio

A charge é de Sponholz


Duas consultorias, a MCM e a Nomura, trabalham abertamente com projeções segundo as quais Dilma Roussef será derrotada inapelavelmente em outubro. Leia o resumo de notícia do Estadão:

1. A MCM Consultores passou a atribuir uma probabilidade de 60% de derrota de Dilma Rousseff na eleição presidencial em outubro. Desde abril, a consultoria trabalhava com um cenário de probabilidade equivalente à reeleição e à vitória da oposição. Em relatório distribuído na quarta-feira, 23, os analistas da MCM rebaixaram as chances da presidente e agora trabalham com uma probabilidade de 60%-40% contra a reeleição.


2. A consultoria é a segunda instituição financeira a divulgar relatório a clientes apostando publicamente na derrota da presidente Dilma nas eleições presidenciais. A primeira instituição foi a corretora japonesa Nomura Securities, que na quarta-feira, após a pesquisa Ibope/Estadão, aumentou a probabilidade de vitória do candidato tucano Aécio Neves para 70%. No dia 11 de junho, a Nomura Securities já havia atribuído uma probabilidade de 60% de vitória do tucano num segundo turno da eleição presidencial

Paulista é o novo gerente de Jornalismo da Record RS

O paulista Fábio Behrend é o novo gerente de Jornalismo da Record RS.

Os Felice farão dobradinha na disputa deste ano

O ex-prefeito de Uruguaiana, Sanchotene Felice, fará dobradinha com a sua mulher, Elizabeth Felice, que é deputada estadual pelo PSDB. Elizabeth irá a Federal e Sanchotene disputará uma vaga na Assembléia.

. O PSDB espera elevar sua bancada federal de um para até três deputados, sendo Elizabeth uma delas.


. A expectativa dos tucanos poderá resultar frustrada, porque o Partido fará de novo coligação com o PP, o que na eleição passada custou-lhe uma vaga. É que o PP tem uma nominata fortíssima, ao contrário do PSDB. 

- São comuns as dobradinhas de familiares no RS. O caso mais conhecido é o dos Moraes, PTB, e dos Covatti, PP.

Expointer abrirá dia 30 em Esteio, RS

Dia 30/08 abrirá a 37a. Expointer, a mais importante feira de agropecuária do Brasil, Esteio, RS.

CLIQUE AQUI par saber tudo sobre o evento.

Ex-diretores Ildo Sauer e Cerveró usam defesa para dizer que toda culpa por Pasadena é de Dilma e do Conselho da Petrobrás

Cerveró e Ildo Sauer queimaram o filme e acusam Dilma e o Conselho de Administração. Ele sabe mais do que parece. Até quando pagará a conta como bode expiatório ? A charge é do mineiro Aroeira.

A presidente Dilma Rousseff será o alvo da defesa dos ex-diretores da Petrobrás Nestor Cerveró e Ildo Sauer em sua argumentação contra a decisão do Tribunal de Contas da União (TCU) de responsabilizar a antiga diretoria pela compra da refinaria de Pasadena em condições desfavoráveis à estatal.

Presidente do conselho de administração da empresa na época da decisão de compra da usina, Dilma foi inocentada de qualquer responsabilidade pelo Tribunal, que considerou que a presidente não teve o acesso devido às informações sobre as condições do contrato. Em contrapartida, o TCU responsabilizou, na quarta, os diretores pela aquisição e decidiu pelo bloqueio dos seus bens.

O argumento do advogado de Cerveró, Edson Ribeiro, é que, pelo estatuto da empresa, o conselho de administração é o único responsável por qualquer aquisição. Ele cita trechos do estatuto que exigem do presidente do conselho tomar conhecimento dos detalhes das negociações. "O presidente do conselho pode pedir esclarecimentos sobre os contratos. O resumo executivo é meramente uma apresentação, um suplemento ao que é obrigatório", afirmou.

"O ministro relator foi induzido ao erro. Ele partiu de um pressuposto falso, que inúmeras vezes repetido, passou como se fosse verdadeiro. É falsa a declaração de Dilma de que o resumo executivo das condições de compra de Pasadena era técnica e juridicamente falho. Essa argumentação acabou responsabilizando quem não deveria ser responsabilizado, os diretores", argumentou Ribeiro. Ele diz que a diretoria, na época, encaminhou documentação sobre as condições do contrato à secretaria-geral da Petrobrás, que tem como obrigação encaminhá-la ao conselho para apreciação. "Se a secretaria não encaminhou, os conselheiros não poderiam ter decidido pela compra", contestou.

Além de atacar o conselho de administração da estatal, o advogado de Cerveró focou também no ministro José Jorge, relator do processo no TCU. Por meio de petição apresentada nessa quarta, ele tentará invalidar a decisão do Tribunal de responsabilizar os diretores com o argumento de que o ministro não poderia ocupar a posição de relator por já ter sido membro do conselho da Petrobrás. "Ele foi presidente do conselho de administração da Petrobrás em 2001 e 2002, tem interesses em sua decisão. Não basta o julgador ser um homem honesto e íntegro. Ele precisa parecer. Para isso, não deveria ser julgador", disse Ribeiro.

Nesta sexta ao meio dia, almoço expresso a R$ 27,50.
À la carte ao meio dia e no jantar.
Localização inédita em Porto Alegre: antigos túneis da Cervejaria Continental, shopping Total.
www.famigliafacin.com.br

Banco Santander diz a clientes que reeleição de Dilma afundará a economia do Brasil

O Banco Santander acaba de enviar aos seus clientes de alta renda, Porto Alegre e todo o País, um texto afirmando que o eventual sucesso eleitoral da presidente Dilma Rousseff irá piorar a economia do Brasil. A análise foi impressa na última página do extrato dos clientes na categoria “Select”, com renda mensal superior a R$ 10 mil. Diz que se Dilma melhorar nas pesquisas de intenção de voto, os juros e o dólar vão subir e a Bolsa, cair.

O texto vem sob o título “Você e seu dinheiro” e orienta os clientes do Santander: um cenário eleitoral favorável à petista reverterá “parte das altas recentes” na Bolsa.

. O Santander confirmou a autenticidade do documento ao qual o Blog teve acesso. Em nota, disse adotar critérios “exclusivamente técnicos” em suas análises econômicas, “sem qualquer viés político ou partidário”.

Leia o texto do comunicado do banco:
 O Santander esclarece que adota critérios exclusivamente técnicos em todas as análises econômicas, que ficam restritas à discussão de variáveis que possam afetar os investimentos dos correntistas, sem qualquer viés político ou partidário. O texto veiculado na coluna ‘Você e Seu Dinheiro’, no extrato mensal enviado aos clientes do segmento Select, pode permitir interpretações que não são aderentes a essa diretriz. A instituição pede desculpas aos seus clientes e acrescenta que estão sendo tomadas as providências para assegurar que nenhum comunicado dê margem a interpretações diversas dessa orientação.

Dica de livro - "18 dias", o livro que conta o encontro Bush e Lula

Dica de livro - 18 Dias

"18 Dias", o livro de Matias Spektor, que acaba de ser lançado pela Objetiva,tem 287 páginas. O editor começou a ler. Você pode comprar quantos volumes quiser na Livraria Cutura, Porto Alegre, que faz entrega em casa ou no escritório mediante peqena taxa adicional.Matias conta a história secreta de como Lula e Fernando Henrique trabalharam juntos para quebrasr a resistência do governo Bush ao PT nas eleioções de 2007. Lula chegou a viajar para os EUA antes mesmo da posse, sendo recebido por Bush, tudo para prometer que não atingiria os interesses americanos no Brasil. O autor, Matias Spektor, é professor da FGV e colunista da Folha. Ele possui doutorado em Relações Internacionais pela Universidade de Oxford.
O livro é de leitura muito fácil e agradável, além de extraordinariamente bem fundamentado.

18 dias
Matias Spektor
Objetiva

R$ 36,90

PSDB denuncia selvagem crescimento do endividamento do governo do RS

O Rio Grande do Sul está na contramão dos demais Estados brasileiros no âmbito do controle da dívida pública.

Segundo análise da Bancada do PSDB na Assembleia Legislativa, a dívida consolidada do Estado atingiu R$ 56,9 bilhões no primeiro semestre do ano. O valor representa 208% da receita corrente líquida, de acordo com dados obtidos junto ao sistema de gestão financeira da Secretaria Estadual da Fazenda. 

No levantamento feito pela bancada tucana estão números comparativos sobre a evolução do endividamento dos Estados da Região Sul do país, comparativamente à receita corrente líquida:

SC, 39,2%
Paraná, 54,7%
RS, 208%.

. O líder da Bancada do PSDB, deputado Jorge Pozzobom, enfatizou que o PSDB vem alertando os gaúchos desde 2011 sobre a irresponsabilidade do governo na gestão das finanças públicas.

. Os tucanos lembram que em 2010, último ano do governo Yeda Crusius (PSDB), a dívida consolidada estava em R$ 43,4 bilhões e vinha apresentando trajetória de queda desde 2004, na gestão de Germano Rigotto (PMDB). A análise produzida pela Bancada do PSDB ressalta que a interrupção no processo de avanço do endividamento do Estado reflete diretamente nos investimentos, em especial nas áreas mais sensíveis à população, como saúde, segurança, educação, habitação e rodovias.

. Adverte o deputado Jorge Pozzobom:

. Um exemplo está na execução orçamentária de 2013. No ano passado, o governo liquidou apenas 37% dos R$ 2,1 bilhões que havia prometido investir nesses setores.

Tarso volta a usar recursos públicos para fazer campanha eleitoral, desta vez no interior

CLIQUE AQUI para saber o que tem a dizer
o padre Paulo Ricardo sobre o sr. Leonardo Boff.

O governador Tarso Genro, que passou toda a tarde desta quinta-feira em plena campanha eleitoral em Porto Alegre, repetirá a dose nesta sexta-feira, desta vez no interior, usando sempre tempo, veículos, dependências, pessoal e recursos financeiros do governo, vantagem que nenhum dos seus adversários possuem. Os atos de governo são deixados de lado. Tarso não está de licença. Um dos compromissos desta tarde é com Leonardo Boff, ativista afastado das suas funções sacerdotais pela Igreja Católica. Os demais compromissos são de estrita campanha eleitoral. 

. Não se sabe o que pensa disto o Ministério Público Eleitoral.

. Eis a programação de hoje:

Tarso Genro
Torres/Tramandaí
13h45 - Encontro com Leonardo Boff
Local: Ulbra, Torres 
16h30 - Atende a imprensa local
Local: a definir
18h - Concede entrevista para as rádios Tramandaí AM e Itaramã FM
Local: Av. Fernandes Bastos, 1683
18h30 - Plenária de campanha
Local: Restaurante Twister, Av. Emancipação, 500 - Centro Tramandaí.

. Onem a tarde, além do debate de três horas na Rádio Guaíba, o candidato à reeleição pela Unidade Popular Pelo Rio Grande, Tarso Genro, estreou uma nova forma de contato com os gaúchos e gaúchas pelo Facebook. Logo após do fim do debate entre os candidatos promovido pela Rádio Guaíba, o governador respondeu perguntas de internautas através da rede social. "Pretendemos repetir essa experiência e ampliar os nossos canais de diálogo", prometeu ele, ao fim da conversa. A programação a seguir foi toda dedicada à campanha. 

Governo alega atraso do fornecedor para cancelar entrega dos RoboCopa para a Brigada

A foto é de brigadiano (PM) de São Paulo. 


A área gaúcha de segurança pública gaúcha recebeu ontem a confirmação de que os exoesqueletos para proteção de policiais em protesto, o RoboCopa, que deveriam ter chegado antes do Mundial, não vai ser mais entregue.

. A promessa do governo federal não será cumprida.

. O RoboCopa iria para 15 cidades.

. Alega o governo de Dilma Roussef que o fornecedor não cumpriu os prazos.

. A valer este tipo de critério, nenhuma obra pública federal sairá mais no Brasil.

- A empresa, Centro de Treinamento de Técnicas e Táticas Especiais e Sistemas Integrados de Seguranças, Porto Alegre, negou qualquer atraso. A empresa avisou que 300 exoesqueletos da Brigada serão entregues na semana que vem. 

Rosane Oliveira informa que Olívio, Judith e Fontana almoçaram na cozinha do apê de Olívio

O casal recebeu Fontana na pequena cozinha do seu pequeno apartamento na zona Norte de Porto Alegre. 

A editora de Política do jornal Zero Hora, Rosane Oliveira, informa na edição de hoje que o candidato ao senado pelo PT, Olívio Dutra, e sua senhora, Judith Dutra, almoçaram na cozinha da seu pequeno apartamento da zona Norte com o deputado Henrique Fontana, que busca a reeleição.

. No cardápio, além dos pratos preparados pela própria dona Judith, foi colocada uma nova discussão sobre a reforma política, proposta por Fontana e repelida por Dilma.

Artigo, Adão Paiani - Diplomacia brasileira: a habilidade de se colocar do lado escuro da força.

Se o governo brasileiro estivesse preocupado em manter um mínimo de respeito e credibilidade no cenário diplomático internacional, deveria ser enfático na denúncia contra terroristas que, covardemente, atacam o Estado de Israel e seu povo, escondidos atrás de escudos humanos compostos por civis palestinos não combatentes, principalmente mulheres, idosos e crianças inocentes, e não apenas classificar como “desproporcional” a ação de legítima defesa do povo israelense. Além de se manifestar sobre um conflito que não diz respeito ao Brasil, uma vez que aqui árabes e judeus sempre conviveram de forma pacífica, a chancelaria brasileira consegue se posicionar da forma errada, deixando claro que está ao lado não de um Estado democrático ameaçado de extermínio por terroristas sanguinários, mas destes últimos que, indignamente, sacrificam o próprio povo pelo qual dizem lutar, sem outro objetivo a não ser destruição e morte. Ao contrário do que afirma a diplomacia brasileira - que tem se notabilizado por se aproximar de regimes tendentes ao autoritarismo, como da Bolívia e Venezuela; claramente ditatoriais como Cuba; notadamente corruptos, como de alguns países africanos dos quais o Brasil tem perdoado dívidas milionárias; ou abertamente terroristas, como o Irã - a reação de Israel é legítima, proporcional e amparada pelo Direito Internacional.A nota do Itamaraty é carregada de uma vergonhosa cegueira política e ideológica, e, o que é pior, de indisfarçável antissemitismo, sem paralelo na diplomacia brasileira; além de não colaborar para o estabelecimento de uma paz justa para uma região onde vivem em conflito povos amigos dos brasileiros.

. Mas tudo isso é apenas reflexo das posições ideológicas de um governo que, internamente, não cumpre o seu dever de proteger seus cidadãos contra a criminalidade e os desarma, impedindo-os de exercer o direito a legitima defesa, deixando-os à mercê dos criminosos; e ainda quer ter a pretensão de querer ensinar a Israel como defender o seu povo e garantir sua própria existência como Estado e como nação.  

* Adão Paiani é advogado gaúcho.
Ele trabalha em Brasília/DF.

Convention & Visitors de Porto Alegre foi para o shopping Total

A Casa das Idéias, do professor Voltaire Shilling, não está mais no shopping Total, Porto Alegre. Para a área foi a Porto Algre, Convention & Visitors Bureau, fundação em fins lucrativos que capta eventos para Porto Alegre. Foio o caso do Mundial de Atletismo Master. Segundo Eduardo Oltramari, CEO do Total, o shopping é uma das 189 empresas mantenedoras do Bureau. Foi o que ele informou ontem a tarde ao editor.