Governo Sartori socorre fundos de previdências dos servidores militares e civis do RS

Passou batido da mídia a aprovação unânime de dois projetos do governo Sartori (PMDB e PT votaram juntos) que buscam reequilibrar os regimes financeiros de capitalização dos regimes próprios de previdência social dos servidores civis e militares do RS. O governo socorrerá os planos através de dinheiro ou ativos, ao longo de 35 anos. 

Sartori buscou corrigir a improvisação e a desordem praticada por governos anteriores, em prejuízo dos servidores. 

O socorro não fala em valores e deverá ocorrer de forma mensal, juntamente com a contribuição obrigatória de custeio previdenciário, atualizados de acordo com a meta atuarial estabelecida para o plano capitalizado, tendo como data-base janeiro de 2015. 

Os fundos contemplados são o Fundoprev/Militar e o Fundoprev.

CLIQUE AQUI para examinar o texto do projeto no caso dos militares (o projeto que trata dos civis é igual). 
CLIQUE AQUI para ler a justificativa.

Campanha eleitoral esquenta em Porto Alegre

O debate eleitoral em Porto Alegre pegou fogo, tudo por conta da campanha mais acesa do candidato do PMDB, Sebastião Melo, já que a campanha do tucano Marchezan Júnior não mudou de linha.

Artigo, Astor Wartchow - Alegria e tristeza

Retorno de Rondônia, mais precisamente da acolhedora e planejada cidade de Rolim de Moura, de pujante comércio apesar de seus apenas 55 mil habitantes. 
      
Rondônia é um estado de grandes áreas de mata e campo, com intensa produção de gado de corte e leiteiro. Também cresce na região a produção intensiva de peixes em açudes. 
      
Conhecer e conviver no nordeste e norte brasileiro é sempre uma experiência gratificante, educadora e elucidadora. Mesclam-se de forma comovente a simplicidade, generosidade e alegria de nosso povo, especialista em bem receber conterrâneos e estrangeiros.
      
Tanto no norte quanto no nordeste fica muito evidente a dependência social dos recursos estatais federais e estaduais. A pobreza é majoritária.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Cerqueira Leite + Folha x Sérgio Moro

Neste feriado nacional de Nossa Senhora Aparecida de poucas notícias, ganhou repercussão desmedida o conteúdo do artigo do físico Rogério Cezar de Cerqueira Leite contra o juiz Sergio Moro.

Saiu tudo na Folha de S. Paulo, que tem abrigado opiniões de muitos outros celerados do mesmo gênero.

Blogs e sites ligados ao PT repercutiram as diatribes do físico. CLIQUE AQUI para ler o que publicou o site Brasil247.

O juiz viu-se na contingência de responder:

"Lamentável que um respeitado jornal como a Folha conceda espaço para a publicação de artigo como o 'Desvendando Moro', e mais ainda surpreendente que o autor do artigo seja membro do Conselho Editorial da publicação. Sem qualquer base empírica, o autor desfila estereótipos e rancor contra os trabalhos judiciais na assim denominada Operação Lava Jato, realizando equiparações inapropriadas com fanático religioso e chegando a sugerir atos de violência contra o ora magistrado. A essa altura, salvo por cegueira ideológica, parece claro que o objeto dos processos em curso consiste em crimes de corrupção e não de opinião. Embora críticas a qualquer autoridade pública sejam bem-vindas e ainda que seja importante manter um ambiente pluralista, a publicação de opiniões panfletárias-partidárias e que veiculam somente preconceito e rancor, sem qualquer base factual, deveriam ser evitadas, ainda mais por jornais com a tradição e a história da Folha.

Sergio Fernando Moro, juiz federal (Curitiba - PR)"

Entrada de venezuelanos em Roraima já é vista como crise humanitária

Estima-se que mais de 30 mil venezuelanos tenham entrado em Roraima em busca de refúgio e insumos. Estado reluta em declarar emergência

A crise de abastecimento na Venezuela, que tem provocado o êxodo de milhares de venezuelanos para o Brasil já é tratada no estado de Roraima como uma crise humanitária. De acordo com o jornal Estado de S. Paulo, cerca de 30 mil venezuelanos já entraram na pequena cidade de Pacaraima, norte do estado e fronteira com o país vizinho.

Leia toda a reportagem do jornal:

A falta de produtos essenciais que vêm se agravando no governo do presidente Nicolás Maduro levou muitos venezuelanos a pedir asilo no Brasil. Segundo autoridades de Boa Vista, capital de Roraima, somente no primeiro semestre deste ano já foram registrados mais de 900 pedidos de refúgio no estado, enquanto no mesmo período do ano passado o número foi de 320. Os números não consideram os que chegam sem fazer o pedido formal de refúgio ou permanência regular.


Além disso, há filas que se formam de madrugada na superintendência da Policia Federal no estado para regularização de documentos e entrevistas com venezuelanos para a permanência no país já estão sendo marcadas para o início de 2018.

CLIQUE AQUI para ler mais.,

Brigada quer FNS no RS até o final do ano

A Brigada Militar informou hoje que pediu ao governador Sartori que as tropas da Força Nacional de Segurança permaneçam no RS até o final do ano.

Nossa Senhora Aparecida precisa socorrer os filhos do Brasil

Do leitor Genaro Faria

- Que Nossa Senhora Aparecida abençoe o Brasil e socorra seus filhos.

Canadá expulsa Bové, o delinquente político francês que se uniu ao MST para destruir laboratórios em Não-me-Toque

A escuimalha da França e do MST veio cometer crimes ambientais no RS.


José Bové, que atualmente é deputado na França e era convidado no Canadá, foi impedido de entrar naquele país e está sendo expulso. 

CLIQUE AQUI para saber mais.

O ativista expulso ficou 3 horas no aeroporto de Montreal, e depois foi mandado embora para a França.

O motivo da expulsão é que lá não pode entrar e permanecer quem tem antecedentes criminais. O jornal menciona o ataque e destruição do McDonalds  em 1999 (pelo qual cumpriu pena) e a destruição de um campo transgênico da Monsanto no Brasil. A notícia informa que os ataques na Monsanto froram em 2008, mas tudo aconteceu  no RS, em 2001, quando ele atuou com o MST, durante o Forum Social Mundial, governo Olívio Dutra. O deputado Frederico Antunes apresentou queixa-crime na Polícia Federal ele foi expulso do Brasil. O governo Olívio "tolerou" tudo.

Bové também foi expulso de Israel, 2003.

CLIQUE AQUI para saber mais sobre o caso.
CLIQUE AQUI para informação sobre a condenação na França.
CLIQUE AQUI para o ataque dos delinquentes políticos gaúchos do MST e mais Bové, em Não-me-Toque, RS.
CLIQUE AQUI para resgatar a notícia sobre a reação do deputado gaúcho Frederico Antunes.
CLIQUE AQUI para informações sobre o ataque ao McDolnalds.

Bradesco falha completamente na data fatal da incorporação do HSBC

O Bradesco demonstra desde terça-feira de que modo um banco não deve incorporar o outro, porque os correntistas do HSBC passaram a enfrentar problemas inesperados para fazer a transição sem trauma.

Quase nada funciona.

Eis os principais problemas apurados pessoalmente pelo editor:

Pagamentos e recebimentos de boletos - A carteira de cobrança do HSBC apresenta problemas de toda ordem e os clientes não conseguem sequer quem fez os pagamentos. Existem casos em que o dinheiro nem entra nas contas.
Cartões - É impossível examinar faturas dos cartões de crédito administrados pelo HSBC. Os programas de fidelidade nãor egistram mais nada.
Atendimento ao público - Os clientes estão sendo atendidos por funcionários desnorteados, que não sabem o que fazer para resolver os problemas.
Telefones - Os telefones de atendimento nem sequer atendem os correntistas e clientes.

Este conjunto de desordem administrativa foi registrado na terça-feira.

O feriado de quarta-feira dará fôlego ao Bradesco, que teve um ano para se preparar e não parece ter conseguido fazer o dever de casa.

Juros de cartões são de novo os mais altos do mundo

As taxas de juros dos cartões de crédito subiram para 463% ao ano. São os mais altos do mundo.

Tarso libera petistas para que façam o que acharem melhor em Porto Alegre

CLIQUE AQUI, também, para ler entrevista na qual Tarso Genro
demonstra pouco apreço pelo estado de direito. 

O ex-governador Tarso Genro reafirmou hoje que não votará em Sebastião Melo ou Marchezan Júnior.

Mas liberou sua turma para que faça o que cada um achar melhor.

O candidato do PMDB já começou a procurar lideranças locais petistas para conseguir apoio e votos.

Fuja, Lula, fuja

O Antagonista, hoje, parodiando "Corra, Lola, corra":

Fuja, Lula, fuja !

Rogério Uberti é o novo diretor geral do Daer, RS

O engenheiro Rogério Uberti é o novo diretor Geral do Daer, Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem do RS.

Ele é servidor de carreira há 36 anos e atualmente é diretor de Operações Rodoviárias.

Saiou o engenheiro Ricardo Nunez.

Opinião do editor - Os ricos empresários também têm direito de escolha

O editor lê com atenção todas as opiniões de leitores postadas ao pé de cada notícia deste blog. É por isto que percebeu muita incompreensão em relação à análises que faz diariamente sobre as origens das doações eleitorais feitas para os candidatos Marchezan Júnior e Sebastião Melo, nas quais destaca o caráter inédito das contribuições de ricos empresários ao tucano. O que há de inédito ? Ora, os ricos empresários sempre permaneceram ocultos por trás das doações feitas por suas empresas e sempre distribuíram verbas entre candidatos de vários Partidos. Em eleições anteriores, grupos como Gerdau e Taurus, apenas para exemplificar, doaram equivocadamente (ou interesseiramente, como quiserem) para candidatos do PMDB, PP, PMDB, PT e até PCdoB e Psol. A nova legislação eleitoral, ao acabar com as doações dos CNPJs, tornou tudo muito mais transparente, mas não foi apenas ela que permitiu que os ricos exponham seus nomes na lista dos candidatos com os quais mais identificam-se ideológica e pessoalmente, o que é altamente democrático e salutar. A onda azul que oxigena esta parte do continente, inclusive o Brasil, tornou até isto possível. O editor sempre defendeu que as elites mostrassem a sua cara e a sua preferência ideológica e pessoal, porque isto ajuda a decantar as demandas pelos interesses de todos diante do que cada um espera do setor público - e até melhora tudo. A busca pela riqueza só não é perseguida por idealistas equivocados e pela grande maioria que não demonstra conhecimento, esforço e talento para ir adiante.

Os ricos de Porto Alegre começaram a apostar suas fichas também em Sebastião Melo

Da esquerda para a direita, os irmãos Jorge, Frederico e Klaus.

Os nomes das empresas que se encontram entre parênteses são apenas referência para melhor compreensão do leitor, embora não signifique que os doadores ainda estejam necessariamente ligados a elas neste momento. 

Os Gerdau finalmente apareceram na lista de doadores do candidato do PMDB, Sebastião Melo, mas não foram os R$ 250 mil que Frederico Gerdau, mais mulher e filho, entregaram para o tucano Marchezan, já que Klaus Johanpeter, irmão de Frederico, doou apenas R$ 100 mil. De qualquer maneira, é a maior contribuição individual da lista.

As doações para Sebastião Melo são muito mais numerosas, de pessoas físicas pouco conhecidas, mas de baixos valores.

A direção do Partido, ao contrário do que contam as más línguas, é a principal fonte de receita da campanha do PMDB. Foram R$ 408 mil até agora, quase a metade dos R$ 1,1 milhão arrecadados.

Muitos ricos empresários de Porto Alegre constam agora na lista de Melo: Klaus Johannpeter (Gerdau), Álvaro Alves Sobrinho (ex-Beralv), Henrique Vontobobel (Vontobel), Luiz Ponte (Pelotense), Juliano e Milton Melnick (Melnick).

CLIQUE AQUI para examinar a lista de doadores (com valores).

Artigo, Josias de Souza, UOL - Na Lava Jato, BNDES é transparente como breu

Dê o Sol ao governo brasileiro e, em poucos meses, o país estará importando luz. Tome-se o exemplo do BNDES. Incomodado com a denúncia da Procuradoria sobre o uso de suas arcas nas traficâncias de Lula com a Odebrecht em Angola, o bancão oficial soltou uma nota na segunda-feira. 

O texto trombeteou novidades:

“Sobre denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal no Distrito Federal nesta segunda-feira, 10, em que o BNDES é citado, o banco informa que divulgará esta semana novos critérios e procedimentos para futuras operações de financiamento à exportação de bens e serviços de engenharia…”

Decorridas 24 horas, o BNDES informou, nesta terça-feira, que decidiu rever as regras dos financiamentos de obras tocadas por construtoras brasileiras no exterior. 

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Artigo, Carlos Brickmann - Manda quem pode, mas tem de querer

O Governo de Michel Temer obteve sua primeira grande vitória: os 366 votos a 111 que aprovaram a emenda constitucional 241, limitando o aumento dos gastos oficiais nos próximos 20 anos, foram um 7x1 na oposição. Temer se jogou abertamente na batalha, de tal modo que, se perdesse, teria de repensar todo o seu Governo. Ganhou - e mostrou para o mercado, para os investidores, para os bancos estrangeiros, que tem cacife para reformar a economia e enfrentar vitoriosamente os grupos de pressão.

É ótimo que os estrangeiros voltem a acreditar no Brasil como polo de investimento. E, para isso, uma emenda constitucional aprovada por imensa maioria do Congresso é essencial, mostra que o clima econômico mudou, melhorou, e que daqui pra frente tudo vai ser diferente.

CLIQUE AQUI para ler mais.

Eletrobrás contabiliza R$ 300 milhões em perdas por corrupção

A estatal Eletrobras entregou nesta terça-feira nos Estados Unidos informações financeiras de 2014 e 2015, que estavam atrasadas devido a investigações internas que apontaram irregularidades em pelo menos quatro empreendimentos da companhia, disse a elétrica em comunicado ao mercado.


Nos documentos enviados à reguladora do mercado norte-americano de ações (SEC), a estatal estimou impactos financeiros de cerca de R$ 300 milhões devido às irregularidades, que teriam incluído propinas de entre 1% e 6% do valor de alguns contratos, além de 10% em uma contratação específica, alvo de cartel.

CLIQUE AQUI para saber muito mais. A reportagem é de O Globo de hoje.

Governo punirá 'traições' na PEC do Teto

Os integrantes da base aliada que votaram contra a aprovação do projeto de emenda constitucional (PEC) que limita o crescimento dos gastos públicos devem ser punidos pelo governo. 

Apesar de o discurso oficial não falar em retaliação, o Planalto já elabora um mapa dos "traidores" que podem ser punidos com retirada de cargos, emendas e diminuição de espaço no governo, de acordo com interlocutores do presidente. A ameaça de represália do governo chegou a lideranças da Câmara com o recado de que os deputados serão tratados "de forma proporcional ao voto".

A avaliação no Planalto é de que cerca de 15 deputados precisam dar justificativas para terem se ausentado ou votado contra o governo, já que o próprio Temer se envolveu pessoalmente nas negociações para aprovar a PEC que pretende tornar uma "marca e um legado" de seu governo. "Não podemos fingir que nada aconteceu, pois essa era 'a votação', a marca e o símbolo do governo", observou um interlocutor.

Custo das campanhas cai 71% no 1º turno

O gasto das campanhas eleitorais deste ano despencou 71% em relação ao registrado em 2012, segundo levantamento divulgado ontem pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). De acordo com a corte, o custo das campanhas para vereador e prefeito no primeiro turno caiu de R$ 7,7 bilhões em 2012 - valor corrigido pela inflação acumulada no período, conforme o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) para R$ 2,2 bilhões em 2016.
As mudanças implantadas na legislação eleitoral, com a proibição de doação de empresas, e os efeitos da crise econômica são apontados como motivos que levaram à queda expressiva nos gastos. Sancionada em setembro de 2015, a nova legislação proíbe o financiamento empresarial, além de reduzir o tempo de campanha de 90 para 45 dias. O período de propaganda dos candidatos no rádio e na TV também diminuiu de 45 para 35 dias.
De acordo com o TSE, o valor global das doações no primeiro turno destas eleições teve queda de 64,36%, ficando em R$ 2,5 bilhões na campanha deste ano, ante R$ 7,2 bilhões em 2012 (número já corrigido pela inflação acumulada no período, que foi de 34,98%.

Direção petista aprova trenzinho de alegria na Trensurb

A demora do governo Michel Temer em emplacar novos administradores para estatais e órgãos federais estaduais, continua permitindo que antigos dirigentes petistas permaneçam nos cargos.]

É o caso de quase toda a direção da Trensurb, onde só mudou o presidente. Ali, semana passada, assumiu Francisco Horbe, indicação do PTB.

O novo presidente terá que examinar a decisão corporativa do diretor de Administração e Finanças, Francisco Jorge Vicente, que é empregado da estatal, na qual define regras para a incorporação de função gratificada ao salário. Com estas regras, ele beneficia a si mesmo e dará este tipo de benefício a muitos gestores petistas da empresa. 

É um típico trenzinho da alegria de fim de festa.

Quem é  Francisco Jorge Vicente.

Ele entrou na empresa como operador de trem, mas logo depois começou a fazer parte do sindicato, quando foi presidente. Quando Lula ganhou as eleições. passou a fazer parte da direção da Trensurb. Ficou algum tempo e o presidente da época o destitui porque eram de correntes diferentes do PT. Então foi cedido e começou a presidir a CUT regional. Agora, retornou à empresa como diretor Administrativo Financeiro. Durante sua estada no sindicato, graduou-se em Geografia.

PV cassa direitos partidários de Chiodo por ter apoiado Melo

Sétimo colocado na disputa eleitoral de Porto Alegre, o verde Marcelo Chiodo foi posto para fora da direção do PV em Porto Alegre, tudo porque resolveu apoiar o candidato Sebastião Melo.

Agora, o PV da Capital, que está sob intervenção da direção nacional, apoiará o candidato do PSDB, que também está sob intervenção da direção nacional.

Ricos gaúchos engordam ainda mais a lista de doações ao tucano Marchezan Júnior. Valor total já é de R$ 1,9 milhão.

Os nomes das empresas citadas pelo editor nada têm a ver com as doações. Elas foram colocadas entre parênteses para exemplificar algum tipo de ligação que os doadores tiveram ou têm com elas.

O editor voltou a pesquisar no TSE as totalizações de doações para as campanhas eleitorais de Porto Alegre - Sebastião Melo e Marchezaqn Júnior. 

O faturamento do candidato tucano continua crescendo e agora chega a R$ 1,9 milhão, contra R$ 1,1 milhão do candidato do PMDB.

A lista de doadores de Marchezan Júnior é um bom retrato da elite empresarial gaúcha, cujos novos nomes engordaram o ranking entre o primeiro e o segundo turno. Ele também está conseguindo mais dinheiro com a direção nacional. Aécio Neves depositou na conta de campanha mais R$ 100 mil, que se acrescentam aos R$ 50 mil iniciais.

Os ricos de Porto Alegre estão em peso na lista. Eles são ligados aos maiores grupos empresariais do RS, com destaque para os Gerdau, R$ 250 mil. Também estão os Estima (Taurus), Bolivar Moura (ex-Ipiranga), Ling (Petropar), Alexandre Grendene (Grendene), Jorge Logemann (SLC e Ferramentas Gerais) e os Vontobel.

Outros dois nomes também chamam a atenção:

Heitor Muller, presidente da Fiergs, e Maurício Sirotsky Neto (RBS).

CLIQUE AQUI para ler todos os nomes e saber todos os valores doados.

Exército e Brigada foram às ruas para reprimir o crime em Porto Alegre

O Exército e a Brigada foram ás ruas na Serraria, ontem a noite, em Porto Alegre.

Bandidagem recrudesce em Porto Alegre e assassina três na Vila Maria da Conceição

A bandidagem recrudesceu na madrugada desta quarta-feira na violenta Vila Maria da Conceição, zona Leste de Porto Alegre, onde três pessoas foram assassinadas de uma só vez. O crime foi registrado em um local suspeito de ser um ponto de tráfico de drogas, na rua Mário de Aragão.

A Polícia, que chegou depois do massacre, informou aos jornalistas que um grupo de homens armados com pistolas, que estaria usando roupas da Polícia Civil, chegou a uma casa e atirou contra uma das vítimas, de 24 anos. Outras duas pessoas, de 22 e 28 anos, que estavam nas proximidades da residência também foram mortas.

Um jovem de 18 anos foi detido com uma pistola 9 mm próximo ao local dos homicídios. O caso será investigado pela 1ª Delegacia de Homicídios.

Na virada do ano, Schirmer poderá ir para a Casa Civil e Beltrame para a Segurança

Agora fora do governo do Rio, o gaúcho José Maria Beltrame poderá ser aproveitado pelo governador Ivo Sartori para a secretaria de Segurança Pública do RS.

Isto poderia acontecer na virada do ano, quando vários secretários voltarão para Câmara e Assembléia.

Na dança de cadeiras, Márcio Biolchi, Casa Civil, seria substituído por Cesar Schirmer, abrindo espaço para Beltrame.

Onyx vai conversar com Moro sobre as 10 medidas anti-corrupção

O deputado Onyx Lorenzoni disse ontem ao editor que esta semana irá a Curitiba para conversar com o juiz Sérgio Moro e com os procuradores da Lava Jato.

Ele quer ouvi-los sobre o relatório final da Comissão Especial das "10 Medidas contra a Corrupção".

Não será a única conversa do deputado gaúcho, relator da matéria. Ontem a tarde ele visitou Claudio Lamachia, presidente nacional da OAB.

Onyx quer apresentar o relatório até o final deste mês.

Delcídio do Amaral confirma denúncia sobre uso de dinheiro desviado de Belo Monte para campanha de Dilma

Em 2014, Delcídio era líder do governo Dilma no Senado.

Em depoimento prestado ao Tribunal Superior Eleitoral nesta terça-feira, ontem, o senador cassado Delcídio do Amaral confirmou que a campanha vitoriosa de Dilma Rousseff à Presidência da República em 2014 foi abastecida com dinheiro desviado da construção da usina hidrelétrica de Belo Monte, segundo apurou o jornal O Estado de São Paulo. O Estado apurou que o senador cassado disse ter certeza de que recursos oriundos de propina abasteceram a campanha da chapa Dilma/Temer em 2014 e que seria pouco provável que a petista não tivesse conhecimento do esquema. Ainda de ac

A fala de Delcídio reitera a acusação do executivo Otávio Azevedo, ex-presidente da Andrade Gutierrez, que já havia afirmado em depoimento que houve pagamento de propina disfarçado de doação oficial à campanha de 2014.

O processo contra a chapa Dilma/Temer que tramita no TSE foi oriundo de uma ação proposta pelo PSDB que apura se houve abuso de poder político e econômico na última eleição presidencial.

Se os ministros do TSE entenderem que houve desequilíbrio nas eleições, podem tornar Dilma inelegível – já que o Senado, no processo de impeachment, manteve a aptidão da petista para concorrer em eleições. Já para o presidente Michel Temer, as investigações podem causar ainda a cassação do mandato. Os advogados do peemedebista defendem na Corte Eleitoral que as condutas de Temer e Dilma sejam analisadas de forma separada.

MetSul diz que choverá muito nos próximos sete dias no RS

A MetSul Meteorologia informou ontem que vai chover muito no RS, pelo menos durante uma semana, a partir desta quarta-feira. Choverá em volumes entre 100 mm a 200 mm, o equivalente a três meses de chuva em apenas sete dias.

É o que já acontece em quase todas as regiões, como a Serra. Em Gramado, chove desde a madrugada neste feriado.

Após um período longo com precipitação escassa e abaixo da média, o Estado vai ter acumulados de chuva a partir desta quarta-feira em algumas regiões na metade desta semana e durante a próxima, com intervalos de melhoria, como na próxima sexta. 

O Rio Grande do Sul, além de chuva excessiva, estará sujeito a temporais isolados de vento ou granizo, alguns localmente fortes e com potencial até de danos.