Governo aperta o cerco sobre médicos e estudantes de medicina, prevendo importações de estrangeiros e estágios forçados no SUS

- A partir de 2015, o governo só permitirá que médicos que estagiarem por dois anos no SUS obtenham seus diplomas nas Faculdades. A proposta é inconstitucional e além disto autoritária, discriminatória e abusiva, mas agrada os fundamentalistas e demagogos de plantão, que não atacam os problemas reais de falta de verbas, de boa gestão, de equipamentos e de plano de carreira para os médicos do serviço público.  O governo tenta empurrar para cima dos médicos a sua inaptidão para bem governar. No mesmo diapasão, o programa também prevê imediata importação de médicos. 

O governo anunciou, nesta segunda-feira, o lançamento do programa “Mais Médicos”, que totalizará R$ 15,8 bilhões em investimentos até 2014, segundo informou o Ministério da Saúde. Desse total, R$ 7,4 bilhões já estão em execução para construção de hospitais, Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e unidades básicas de atendimento.

. O programa visa ampliar a presença de médicos em regiões carentes do país, como municípios do interior e periferias de grandes cidades. O programa ofertará bolsa federal de R$ 10 mil a médicos que atuarão na atenção básica, sob a supervisão de instituições públicas de ensino.

. Serão lançados três editais de seleção: um para atração de médicos, outro para adesão dos municípios que desejam receber esses profissionais e outro para selecionar as instituições supervisoras.

Entrevista, Jerônimo Goergen - O governo não quer mais apostar no biodiesel, o que é um erro

Jerônimo Goergen, PP do RS

O que os senhores querem do governo federal?
Queremos que do governo federal a revisão da postura sobre o congelamento das negociações sobre o novo marco regulatório para o setor.

Dilma não quer discutir mais nada.
Ela está desinformada ao apostar que o melhor para a balança comercial brasileira é a importação do diesel fóssil e exportação do óleo de soja. A minuta do marco regulatório está pronta, no entanto a presidenta determinou que a proposta fosse reavaliada em cima da situação econômica que vive o Brasil.

Por que razão?
Hoje há um recuo total da política que amplia a mistura do biodiesel no diesel fóssil
O governo alega que não existem ganhos para o País. Segundo dados do setor, o diesel fóssil é 60 vezes mais poluente e está cotado a R$ 1,930/litro no porto, contra R$ 1,790/litro do biodiesel (ambos livres de impostos). Com a previsão de manutenção do dólar no patamar atual, a vantagem do combustível verde se mantém.  Sem previsão legal de aumento da mistura, o setor deixa de ter uma perspectiva de crescimento.

Como está a situação neste momento?
“Hoje, as empresas trabalham com uma ociosidade de 60%. Tem plantas de biodiesel prontas e que não devem entrar em operação. O Programa Nacional de Produção de Uso do Biodiesel (PNPB) trouxe a previsão máxima de mistura de 5% do biodiesel no diesel fóssil, índice alcançado em 2010. Desde então, o setor vem produzindo nos mesmos patamares.

Como ficará?
A segunda versão do PNPB eleva dos atuais 5% (B5) para 7% (B7) o nível de mistura do produto. O cronograma prevê um aumento gradual até chegar a 10% (B10) em 2020. Hoje, essa agenda não existe mais, mas estamos abertos a construir uma alternativa pelo diálogo”, afirmou Jerônimo.

E?
O setor vai aguardar até agosto na expectativa de que o governo possa revisar a postura contrária ao avanço do PNPB2. Depois disto, buscaremos outras formas de ação. 

Americanos já tiram gás do xisto. O que o Brasil espera para usar a mesma técnica ?

Muito pouca gente prestou atenção ao trecho da entrevista que o ex-presidente FHC concedeu ao programa Roda Viva há uma semana, quando destacou e sublinhou com insistência a nova conjuntura em que entrará os EUA com a esperada superprodução de gás.

. Gás de xisto. Os americanos descobriram formas mais eficazes e baratas para extrair gás das rochas, o que eram impedimentos anteriores. A exploração já começou de fato.

. O diretor da Brasoja, Antonio Sartori, que mantém negócios diários com Chicago, acompanha esta dramática mudança do perfil das fontes de suprimento de energia nos EUA e aconselha o Brasil a também investir em xisto, no seu próprio xisto, já que reservas monumentais do minério existem no País, com ênfase para o Paraná.

- Essa nova situação que tem nos EUA, uma situação política do governo do presidente Barack Obama apostando no gás, significa que estão conseguindo energia mais barata, o que já propicia o retorno de indústrias que estavam na China. Os EUA possuem quase a metade de todas as reservas medidas de xisto do planeta. 

. Com mais gás de xisto e com maior produção de petróleo, os EUA também passaram a importar menos petróleo do Oriente Médio, porque até 2020 serão totalmente autossuficientes.

CLIQUE AQUI para saber como tornou-se mais eficaz e barato explorar gás do xisto.
CLIQUE AQUI para entender o tamanho das reservas por continentes e países. 

Congresso só deu respostas no papel aos rugidos das ruas. Examine, aqui, cada caso em discussão.

O que espera este Congresso ? Os manifestantes, desta vez, estiveram a um passo da invasão, mas recuaram na hora "h". Foi uma advertência feroz.



No editorial que você pode ler logo a seguir (é a primeira nota a seguir), o jornal Zero Hora demonstra que as respostas concedidas até agora para os clamores da opinião pública são insuficientes.

. O que é real.

. É por isto que ganha relevância esta reportagem de Gabriela Guerreiro e Fernanda Odilla, da Folha,que demonstra claramente que embora o Congresso tenha aparentemente mostrado agilidade para dar respostas, o que ocorreu até agora, passadas duas semanas, é insuficiente.

. Leia tudo e acompanhe a situação de cada projeto:

Duas semanas após o início do esforço concentrado do Congresso para aplacar a inquietação das ruas, somente duas das mudanças aprovadas são definitivas. Apesar de a intensificação das atividades ter feito com que avançasse a análise de projetos parados há anos, na maioria dos casos as propostas ainda não estão resolvidas definitivamente. Parte dos itens continuam sendo debatidos, podem ser vetados pela presidente Dilma Rousseff ou, simplesmente, arquivados, agora que o barulho nas ruas diminuiu. Até o momento, foram oficialmente arquivados apenas a PEC 37, emenda que retirava poder de investigação do Ministério Público, e o projeto apelidado "cura gay", que previa tratamento psicológico para a homossexualidade. Ambos foram rejeitados pela Câmara e não tramitam mais. Outras três leis seguiram para sanção presidencial. Dessas, apenas a proposta que cria punições para empresas que corrompem a administração pública faz parte da lista de respostas do Congresso às manifestações.Também aprovadas no "esforço concentrado" do Congresso, seguiram para as mãos de Dilma as propostas que preveem novas regras para divisão do Fundo de Participação dos Estados e a extinção da multa de 10% do FGTS, esta com impacto anual de cerca de R$ 3 bilhões para os cofres públicos e, por isso, forte candidata a veto presidencial.

Em dez dias, o Congresso apreciou 19 projetos que estavam parados no Legislativo. Uma das pendências que esperava décadas por solução é a questão do fundo estadual.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Zero Hora avisa que as respostas oferecidas até agora pelos governos e pelos parlamentares são insuficientes

Num preciso editorial intitulado "Respostas insuficientes", o jornal Zero Hora deste domingo analisa o conteúdo das últimas manifetações e ensina que as respostas oferecidas até agora são insuficientes, o que poderá produzir novo retorno das massas às ruas. Aliás, isto acaba de acontecer no Egito. E como no Egito, será cobrado o que foi prometido e não resultou realizado.

Leia tudo:

As instituições da República reagiram ao clamor das ruas com respostas imediatas, mas ainda insuficientes. Acuada pela repentina queda de popularidade, a presidente Dilma Rousseff lançou a ideia de cinco pactos, que incluiu uma desastrada proposta de Constituinte exclusiva e um duvidoso projeto de plebiscito para a reforma política. Depois de uma longa inércia, o Congresso desengavetou rapidamente algumas soluções para antigos problemas. Rejeitou a Proposta de Emenda Constitucional nº 37, também conhecida como PEC 37 ou PEC da Impunidade, votou a destinação dos royalties do petróleo para educação e saúde, aprovou projeto que torna a corrupção crime hediondo, consagrou a Ficha Limpa para ingresso no serviço público e engavetou o surrealismo da cura gay. Até o Judiciário moveu-se um pouco, com o Supremo Tribunal Federal determinando a imediata prisão de um parlamentar condenado.

. Não é preciso, porém, ir muito além da Praça dos Três Poderes, em Brasília, para perceber que essas e outras medidas mal arranham as verdadeiras causas da onda de insatisfação popular que sacode o país. 

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Estradas do Pólo de Gramado oferecem risco de tragédia iminente. Governo foi avisado e não se move.

Prestes a devolver para o governo estadual as praças de pedágios das ERS 115, 235 e 020, a concessionária do chamado Pólo de Gramado voltou a advertir o Daer e a EGR sobre os enormes riscos  estruturais oferecidos por 15 cortinas que funcionam como vigas que impedem desmoronamentos das encostas.

. A Brita Rodovia chegou a promover obras de responsabilidade do governo estadual, confiando na promessa de que seria reembolsada, mas sofreu calote. Em juízo, não obteve êxito nem mesmo sua proposta de estender o contrato de concessão por alguns meses, visando receber de volta o que pagou.  

. O juiz do caso, sem atacar diretamente o caloteiro, quer que a Brita adote medidas paliativas, o que nem de longe é obrigação sua.

. O governo - Daer e EGR - fazem ouvidos de mercador.

. Continuarão fazendo isso, pelo menos até que ocorra alguma tragédia na estrada. 

Jornalismo do Piratini tentou patrulhar as declarações dos bombeiros no caso do Mercado Público

Neste domingo de manhã o editor conversou longamente pelo seu iPhone com o presidente da Associação dos Oficiais da Brigada, tenente-coronel Carlos Riccardi Guimarães, que desde o dia anterior vinha fustigando o governo estadual pelas más condições com que opera o Corpo de Bombeiros.

. Falta pessoal (o contingente é 5 vezes menor do que o necessário), faltam equipamentos (escadas Magirus, autoescadas mecânicas, auto-plataformas mecânicas, lanchas e helicópteros de combate a incêndios), falta fiscalização e a legislação defasada continua intocada. O presidente da associação dos oficiais também contou ao editor que enviados do governador Tarso Genro foram ao local do incêndio apenas para monitorar as declarações dos bombeiros. O comandante chegou a se irritar com um deles. A ideia do Piratini era evitar queixas e acusações contra o governador e o seu governo. 

Aécio e Serra são os preferidos dos leitores

35% dos leitores votariam em Aécio Neves caso as eleições fossem hoje. O resultado é da enquete que foi disponibilizada durante o final de semana neste site.

. Em segundo lugar, empatados, estariam José Serra e Joaquim Barbosa, cada um com 21%.

. Na rabeira estão Marina, 4%;Dilma, 3%, e Lula, 2%.

. Leia tudo:

Em qual destes candidatos você votaria para presidente?
Dilma Rousseff, PT 17 (3%)
Lula, PT 13 (2%)
Aécio Neves, PSDB 159 (35%)
José Serra, PSDB 97 (21%)
Marina Silva, Rede Sustentabilidade 19 (4%)
Joaquim Barbosa 98 (21%)
Outro 46 (10%)

Votos: 449

Legislativos do Brasil entram em recesso a partir do dia 15

Câmara dos Deputados, Senado, Assembleia do RS e Câmara de Vereadores de Porto Alegre, entrarão em recesso a partir da segunda-feira que vem, dia 15.

Resgate da história - Marcelo Tostes reagiu à bala ao ataque ao cônsul americano Curtis Cutter

Resgate da história
O fracasso de Fernando Pimentel no sequestro do cônsul Curtis Cutter

 Pois a história do sequestro, somente não deu certo, porque, também, o ex-presidente do TCE/RS, Marcelo Moreira Tostes, quando o cônsul saía de um jantar no apartamento dele, na rua Ramiro Barcelos, esquina com a Independência, reagiu atirando no grupo que pretendia o sequestro. o Marcelo, com o qual trabalhei e privei da rara amizade, seguido falava nisso.

A partir daí, onde o Marcelo ia, segurança acompanhavam-no.

Camilo Rocha Diniz, Curitiba, Paraná.

Entrevista - Não se vê obras do PAC no RS

Zilá Breitenbach, deputada, líder do PSDB na Assembléia do RS

A senhora ficou assombrada com o baixo valor dos pagamentos feitos no RS por conta das obras do PAC.
Vou até conferir diretamente com as autoridades federais, porque no Sistema de Administração Financeira, ministério do Planejamento, de R$ m,4 bilhão prometidos para o RS, ocorreram pagamentos de apenas r$ 49 milhões.

Só isto?
Isto corresponde a 3,4% do total.

E no País?
No País, o desembolso ficou em R$ 1,3 bilhão, embora as promessas tenham alcançado R$ 70 bilhões.

A senhora viaja muito pelo Rio Grande. É isto que a senhora vê?
Nas estradas? Com certeza. Não se vê nada feito. É só promessa.  

Cpers continua apoiando Tarso Genro. Sindicato chapa branca decide dia 12 se faz greve no segundo semestre.

Agora já se sabe no RS que em momento algum a direção do Cpers recomendou ao VIIII Congresso Estadual a proposta de que os professores gaúchos não votem em Tarso Genro, caso ele tente a reeleição pelo PT.

. É palavra de Rejane de Oliveira, presidente do sindicato, que é do PT.

. A proposta ocorreu, mas da parte de uma “colega da direção”.

. Nesta quinta-feira, o Cpers fará assembleia no Araújo Viana, Porto Alegre, para decidir se faz greve no segundo semestre, mas jamais contra o governo Tarso. A idéia é continuar pedindo “respeitosamente” que o governador honre a assinatura que colocou na lei do piso nacional do magistério.

. O Cpers, como se sabe, é um sindicato chapa branca, gasta como quer os R$ 55 milhões anuais que lhe repassa o Tesouro do Estado, resultado dos descontos das mensalidades pagas pelos professores,  e seus dirigentes são do mesmo gênero dos sindicalistas pelegos que serviram ao governo João Goulart. 

Ministério Público analisa 55 contratos em busca de malfeitorias do ministro Fernando Pimentel, do PT.

- Em março de 1970, com 18 anos, Fernando Pimentel veio de Minas e se juntou ao pessoal da VAR Palmares em Porto Alegre. De 45 em punho, ajudou a tentar sequestrar e assassinar o cônsul americano Curtis Cutter. Ele e seus companheiros foram surpreendidos pelo cônsul, ex-mariner, que apesar de ferido no ombro, enfrentou-os e conseguiu escapar. Esta condição de ex-guerrilheiro no mesmo grupo de Dilma, explica boa parte do prestígio que possui dentro do governo, o que não o impede de volta e meia responder por malfeitorias cabulosas. Leia a nota a seguir do site www.veja.com.br de hoje:

O Ministério Público de Minas Gerais vasculha os contratos firmados sem licitação pela prefeitura de Belo Horizonte durante a gestão do atual ministro do Desenvolvimento, Fernando Pimentel. Pelo menos 85 contratos, cujos valores somam mais de 55 milhões de reais, estão em análise. Deste total, 35 já são investigados por inquéritos instaurados pelos promotores de Defesa do Patrimônio Público.

As investigações tiveram início após a revelação, em 2011, de que a empresa do petista, a P-21 Consultoria e Projetos Ltda., recebeu 2 milhões de reais entre a saída de Pimentel da prefeitura e a nomeação para o atual cargo. A maior parte do montante foi paga pela Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg) e pela construtora Convap, que têm contratos com o município sob investigação do MP.

Os promotores apuram outras contratações feitas pelo Executivo municipal entre 2003, quando Pimentel assumiu a prefeitura no lugar de Célio de Castro (aposentado por motivo de saúde), e 2008, último ano do petista no cargo.

Trinta e dois contratos sem licitação firmados com a Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa (Fundep) da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) são alvo de inquérito civil.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Premier de Tarso chama coletiva para anunciar apoio aos permissionários do Mercado de Porto Alegre

Uma espécie de primeiro-ministro do governo gaúcho, o chefe da Casa Civil, Carlos Pestana, chamou o presidente do Banrisul, Túlio Zamin, para ajudá-lo na coletiva que concederá as 15h30min, na qual anunciarão linhas especiais de financiamento para os permissionários do Mercado Público de Porto Alegre, atacados pelo gigantesco incêndio deste final de semana.

-  Carlos Pestana assumiu o comando do Piratini porque o governador Tarso Genro está desde sexta-feira em Portugal, onde ficará até quarta no desempenho de missão de tertúlia cultura sobre os problemas do mundo. Seu substituto, Beto Grill, cumpre apenas funções típicas de uma rainha da Inglaterra, ou seja, protocolares.

Homem da Apex na China está em Porto Alegre para preparar missão gaúcha a Pequim

Está no RS o gerente do Centro de Negócios da Apex-Brasil em Pequim, na China, Cesar Yu. Ele faz uma ação preparatória à missão que o governo estadual fará à China no final de novembro.

Mitsubishi inicia recall dos carros ASX AWD 2010

 A MMC Automotores do Brasil LTDA. iniciou Campanha de Chamamento para a inspeção e eventual aplicação do aderente do vidro panorâmico do teto dos veículos ASX AWD, fabricados entre 2010 e 2011.De acordo com a empresa, a Campanha, com início em 08 de julho de 2013, abrange 449 (quatrocentos e quarenta e nove) veículos colocados no mercado de consumo, com numeração de chassi, não sequencial, compreendida entre os intervalos JMYXTGA2WBZA00186 a JMYXTGA2WBZA04797.

 . Mais informações podem ser obtidas junto à empresa, por meio do telefone 0800 702 0404, ou pelo site www.mitsubishimotors.com.br. Detalhes sobre a campanha de chamamento também estão disponíveis no site do Ministério da Justiça – www.mj.gov.br/recall.

Dilma autoriza venda do Banco Renner ao bispo Edir Macedo

- No RS, o bispo Edir Macedo, via sua igreja, a Universal, já controla o jornal Correio do Povo, a Rádio Guaíba e a TV Record.

Sem explicações convincentes, o Banco Central pediu e a presidente Dilma Rousseff autorizou o bispo Edir Macedo, da Igreja Universal do Reino de Deus, a comprar 49% do capital do Banco Renner, com sede no Rio Grande do Sul. Seria uma operação corriqueira não fossem dois pontos: 

1) Macedo foi classificado pelo BC como investidor estrangeiro, mesmo tendo nascido no Brasil.
2) O bispo não reúne os atributos necessários exigidos pela autoridade monetária para operar no mercado financeiro, entre eles, habilitação técnica. Nunca se soube que Macedo tenha atuado em um banco, corretora ou distribuidora de valores.

. A dificuldade do BC em justificar a operação é enorme. Tanto que se limitou a responder o questionamento dos jornalistas por meio de uma nota lacônica:

-  A participação no capital de instituição financeira nacional de pessoas físicas (brasileiras ou não) ou jurídicas residentes ou domiciliadas no exterior, depende de reconhecimento de interesse do governo brasileiro, se ausentes acordos internacionais ou de reciprocidade.

Projeção para o PIB cai pela oitava semana seguida

A projeção de instituições financeiras consultadas pelo Banco Central (BC) para o crescimento da economia caiu pela oitava semana seguida. Desta vez, a estimativa para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB) - a soma de todos os bens e serviços produzidos no país - passou, neste ano, de 2,40% para 2,34%. Para 2014, também houve redução na estimativa, pela terceira semana consecutiva, de 3% para 2,8%.

. A estimativa para a expansão da produção industrial foi ajustada de 2,49% para 2,34%, este ano, e de 3,2% para 3%, em 2014.

Dilma quer trocar Ideli Salvatti: "Já deu o que tinha que dar"

A presidente Dilma Rousseff disse a interlocutores que decidiu mudar sua articulação política, mas não fará a troca enquanto for mantida a pressão de aliados, principalmente dos petistas, pela demissão da ministra Ideli Salvatti (Relações Institucionais). Segundo informações do jornal O Estado de S.Pulo, Dilma avalia que Ideli "já deu sua contribuição" e será substituída para aperfeiçoamento da relação com a base aliada.

. Segundo colaboradores da presidente, há no governo expectativa de que a própria Ideli entregue o cargo durante o recesso parlamentar, a partir da semana que vem.

 . A tendência é que a troca na área política atinja, além de Ideli, os líderes do governo na Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP), e no Senado, Eduardo Braga (PMDB-AM).

Protesto de transportadores de areia prejudica acesso à Porto Alegre

Motoristas gaúchos transportadores de areia iniciaram um protesto por volta das 8 horas desta segunda-feira à capital gaúcha. Cerca de 100 caminhoneiros saíram da rua João Moreira Maciel em direção à Avenida Castelo Branco, principal entrada de veículos da cidade.

. O trânsito no local já apresenta congestionamento e a orientação aos motoristas, é que evitem a Castelo Branco. A alternativa de entrada na Capital é via Aeroporto Internacional Salgado Filho.

Isenção fiscal para estádios da Copa já soma R$ 462 milhões

Em meio à onda de protestos nas ruas, com pesadas críticas aos gastos bilionários nos 12 estádios da Copa, a presidente Dilma Rousseff negou, em rede nacional, o uso de dinheiro do Orçamento da União na construção das arenas. Dilma, porém, não fez qualquer menção à isenção fiscal concedida às construtoras. A renúncia de tributos para a construção dos estádios já soma R$ 461,7 milhões, e passou a ser investigada pelo Ministério Público Federal (MPF) e pelo Tribunal de Contas da União (TCU).

. O MPF identificou uma manobra no cálculo do custo dos estádios, que não estava levando em conta o valor da isenção fiscal, e acionou o TCU numa tentativa de evitar prejuízos aos cofres públicos. Em abril, o tribunal cobrou explicações do Ministério do Esporte, da Receita Federal e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), responsável pelo financiamento das obras. Até agora, o TCU não fez análise definitiva sobre as supostas irregularidades na concessão dos benefícios.

Cenários desta semana é com Eduardo Oltramari, que fala sobre a indústria de shopping centers

Rigotto confirma interesse no Senado

O ex-governador Germano Rigotto confirmou nesta segunda que é candidato a candidato à única vaga que o RS oferecerá no ano que vem para o Senado.

. Rigotto avisou que só disputará no caso de três pré-condições se configurarem:

1) A saída de Simon do páreo.
2) Caso o PMDB não use a vaga para alguma coligação.
3) Se o Partido indicá-lo.

Fernando Albrecht diz que jeito de ser (atrasado) imobiliza o Rio Grande

Principal colunista do Jornal do Comércio, Porto Alegre, o jornalista Fernando Albrecht escreveu hoje que os últimos acontecimentos no Estado estão a indicar que estamos deixando de crescer pelo nosso jeito de ser. Leia mais:

Perdemos uma montadora de caminhões, porque levamos oito meses negociando o que o Rio de Janeiro – governador à frente – levou três semanas. Nossa fama de complicadores já é consenso entre investidores estrangeiros. Nem areia temos...

...a lugar nenhum


Temos uma miséria de estradas duplicadas e criamos uma estatal para tapar buracos quando já existia uma autarquia. O PIB vem crescendo como cola de cavalo – para baixo – e não é de agora, justiça seja feita A única coisa que temos de sobra são os caranguejos e os contras. Daí que os bombeiros da Capital ter só uma Magirus resume a situação: somos um Estado 50%.

Força ameaça com "Fora Dilma", caso CUT e PT insistam em usar greve geral do dia 11 para apoiar Dilma

Nas redes sociais, há alguns dias todo mundo percebeu que a greve do dia 11 é políica, não tem sentido algum e visa apenas encorpar a tentativa do Partido e do aparelho sindical do governo Dilma para se infiltrar nos protestos sociais e desviar a atenção do público. Veja ao lado.



O deputado Paulinho, PTB, homem forte da Força Sindical, avisou neste final de semana que incentivará seu pessoal a ir para as ruas com cartazes de "Fora Dilma", caso vá adiante o plano dos petistas de usar o Dia Nacional de Lutas para fazer campanha pela consulta popular.

. As centrais sindicais de trabalhadores decretara greve política geral para o dia 11.

.  "O que o Rui Falcão, presidente do PT, está tentando fazer, é uma apropriação indébita da agenda dos trabalhadores. Vamos deixar bem claro: o plebiscito não está na pauta do ato das centrais sindicais, no dia 11", afirmou. Caso Partido insista na idéia, ele avisa que Força Sindical levantará a bandeira do 'Fora Dilma' 

Dilma desiste de médicos cubanos, mas insiste em "importar" médicos da Espanha e Portugal.

Na montagem do site www.brasil247.com.br ao lado, Raul Castro, o longevo ditador cubano, médicos cubanos em ação na Venezuela, e o trapalhão ministro da Saúde do Brasil, Alexandre Padilha.

Dilma desistiu de trazer 6 mil médicos cubanos e deve lançar nesta semana programa para atrair profissionais estrangeiros tratando Espanha e Portugal como países "prioritários". As informações são da Folha de S. Paulo.

. A negociação com Cuba foi aventada pelo chanceler Antonio Patriota e não pelo ministro da Saúde, Alexandre Padilha. O Ministério da Saúde informou que escolheu atrair médicos como "pessoa física", e não considerar a oferta do contingente feita pelo governo cubano, nos moldes que a ilha faz na Venezuela.
No modelo usado na Venezuela, Cuba funciona como uma empresa terceirizada que fornece profissionais. O governo contratante paga a Havana pelos serviços e os médicos recebem só uma parte.

. Médicos cubanos poderão se inscrever individualmente no programa.