A foto da nota abaixo é o retrato do governo incompetente e improvisado do RS

Esta é o retrato do governo Tarso Genro. O governador não governa o governo, preferindo viajar para convescotes políticos inúteis no exterior, como faz novamente agora em Madrid. Trata-se de um governo que fala muito, age pouco e improvisa tudo de modo incompetente. Ele reestatizou as estradas concedidas, fez isto sem planejamento e entregou tudo  para as mãos improvisadas da jurássica EGR. Deu no que está na foto ao lado.  

Esta imagem aí ao lado é do leitor do jornal Zero Hora, o gestor de eventos esportivos Luís Grassel, ao publicar o flagrante que obteve terça-feira. Trata-se de uma inexistente sexta cabine de cobrança do pedágio de Venâncio Aires, montada às pressas no meio da rua. A repórter Vanessa Kannenberg, de ZH, registrou que ali existiu apenas um cobrador, uma mesinha, com computador e uma máquina registradora, e um segurança logo atrás. Luiz Grassel escreveu no seu Facebook:
— Como o governo investe bilhões em estádios, e deixa cenas como essa acontecerem? Sem falar nas péssimas condições da estrada, que deveria ser um investimento básico. 

. Isto tudo foi registrado no trecho Venâncio Aires-Santa Cruz do Sul da RSC-287, no Vale do Rio Pardo.

 Leia tudo:
 Para o jornalista Cássio Filter, 36 anos, que compartilhou a imagem, trata-se de desrespeito com o usuário.

— Lembrou uma entrada de quermesse. A gente se sente humilhado. Pagávamos R$ 7 por uma estrada ruim, agora são R$ 5,20 por uma péssima — afirma Filter.

A praça de pedágio é administrada há oito meses pela Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR). Segundo a assessoria da empresa, a situação não é permanente e é chamada de "pista manual", montada em momentos de fluxo intenso com objetivo de diminuir o tempo de fila.

Acompanhe, agora, comício contra a opressão na Venezuela

As máscaras na Venezuela não encobrem o rosto, mas realçam o patriotismo dos que protestam de cara aberta.



Acompanhe ao vivo, agora, comício em manifestação gigante na Venezuela. Neste momento está presente o governador Henrique Capriles, ex-candidato contra Maduro.Capriles pede a libertação dos presos políticos, inclusive do líder Leopoldo López. Lideranças de toda a oposição está presente, inclusive estudantis, o motor das jornadas atuais de protesto.

. Há pouco, o orador referiu-se a Dilma Roussef, que segundo ele teve que recuar diante das manifestações de junho do ano passado, fazendo concessões aos que protestavam nas ruas.

. CLIQUE AQUI para ver tudo.

Economista denuncia que nova "enxurrada de projetos" aprofunda ingovernabilidade do Estado

O artigo do economista Darcy Francisco Carvalho dos Santos, publicado na edição de hoje do jornal Zero Hora, intitula-se "Omissão Generalizada". Leia:

O governo do Estado enviou à Assembleia Legislativa uma série de projetos que a jornalista Rosane de Oliveira denominou apropriadamente de “enxurrada de projetos”. Tratam da reestruturação de carreiras, criação de cargos e concessão de reajustes para várias categorias de servidores.
Excluindo os casos de reposição da inflação, os demais são extemporâneos, para dizer o mínimo.
Mesmo que representantes do governo façam continuadamente apologia de um Estado que não sei em que planeta fica, a verdade é que o Rio Grande do Sul será praticamente ingovernável no próximo período governamental.
E não será a não repactuação da dívida que levará o Estado a essa situação. Isso porque a repactuação em causa, mesmo tendo o mérito de reduzir o saldo devedor no final do contrato, provocará maior endividamento, porque abrirá espaço para novos empréstimos. O serviço da dívida, o maior problema atual, não será reduzido e, ainda, será acrescido dos encargos das novas operações.
A ingovernabilidade do Estado estará nos altos déficits que ocorrerão no período governamental de 2015 a 2018, que se aproximarão de R$ 4 bilhões anuais, sem que o futuro governo disponha dos meios de financiamento utilizados até então, já que foram esgotados pelo atual governo. Do caixa único terá restado muito pouco. Dos depósitos judiciais foram sacados R$ 5 bilhões, dos quais ainda resta uma parcela, mas que será gasta até o final do governo, contando ainda com o aporte de R$ 1,3 bilhão que virá da CEEE, pelas razões já conhecidas. E depois?

A causa maior desses problemas foram os reajustes salariais concedidos em índices muito superiores ao da inflação, até 2018.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Nem a Vanguarda do Atraso teve coragem de votar contra a ampliação do Hospital das Clínicas

Foi aprovado por 30 votos e uma abstenção, esta do vereador Pedro Ruas, PSOL, o projeto de ampliação do Hospital de Clínicas de Porto Alegre. A execução do projeto permitirá ampliar em 70% a capacidade de atendimento da instituição.

. Como a construção de dois prédios contíguos à estrutura original infringe duas leis – do Plano Diretor e do Inventário –, caberá a apreciação dos vereadores o futuro projeto de lei complementar que abrirá uma brecha para a edificação.


. Vereadores do PT e do PT tentaram construir algum tipo de oposição, mas não tiveram coragem de levar o projeto adiante. 

Sindicato dos Professores do Ensino Privado promovem monólogo chapa branca em defesa do controle estatal da mídia

O evento é chapa branca e tem o objetivo de convencer o distinto público sobre as vantagens de garrotear a liberdade de imprensa e submeter a mídia ao controle estatal. Apesar deste viéis ideológico atrasadíssimo, o Sindicato dos Professores do Ensino Privado consegue anunciar com cinismo que se trata de um debate, quando na verdade a programação só inclui monólogos de gente jurássica e chapa branca que pensa do mesmo modo. Leia a nota do aparelho sindical:

O Sindicato dos Professores do Ensino Privado do Rio Grande do Sul (Sinpro/RS) e o jornal Extra Classe trazem a Porto Alegre o advogado e ativista argentino Damián Miguel Loreti, coautor da Lei de Serviços de Comunicação Audiovisual, conhecida como a Lei da Mídia, para o debate Democracia e Democratização da Comunicação, no próximo dia 12 de março, às 20h, no Teatro Dante Barone, Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul. Participam também o jornalista e professor Celso Schröder, um dos principais ativistas da luta pela Democratização da Comunicação Social no Brasil; a jornalista e professora Christa Berger, pós-doutora em Teorias do Jornalismo; e o deputado estadual Adão Villaverde. Entrada franca.

INSCREVA-SE AGORA
WORKSHOP "MARKETING POLÍTICO DE OPOSIÇÃO"
Dias 22 e 23 de março, Plaza, Porto Alegre.
9 especialistas contam tudo sobre montagem de comitês, captação de recursos, prestação de contas, estratégias de marketing, rádio, TV, jornal, internet, pesquisas, legislação
Informações: (051) 3061.0741 ou pelo e-mail polibio.braga@uol.com.br
CLIQUE AQUI para examinar toda a programação e saber como se inscrever.


Eduardo Campos mira Dilma Roussef: "Digam a Dilma que ela está de aviso prévio".

Em Recife, o governador Eduardo Campos aproveitou o final do carnaval e  fez seu mais duro ataque à presidente Dilma Rousseff, demonstrando estar disposto a desconstruir o governo federal em lugar de fazer o papel de adversário amistoso. "Digam a Dilma que ela está de aviso prévio".
. Eduardo Campos também atacou as raposas felpudas dos demais Partidos:
–  O Brasil precisa aposentar um bocado de raposas que hoje está assaltando o sonho do povo brasileiro.

No Rio, outro bandido é amarrado ao poste. Ele começou a ser linchado, foi levado e solto pela polícia.

Por enquanto eles ainda não começaram a ser pendurados nos postes. 


Rapaz de 16 anos foi punido porque foi acusado de arrombar um trailer na Zona Oeste da cidade. Polícia Civil interroga testemunhas para chegar aos agressores. É o que informa o site www.veja.com.br desta tarde. O justiçamento de ladrões no Rio e SP já ganhou ares de epidemia e ameaça alastrar-se. Isto tudo acontece porque não há mais segurança pública nas cidades, a impunidade de bandidos virou regra até mesmo entre ex-autoridades condenadas e presas, e a população ficou sem alternativa. O desaparecimento de policiais nas ruas é visível em cidades como Porto Alegre, onde assaltos acontecem a cada 4 horas. Leia tudo:

. Um adolescente de 16 anos suspeito de arrombar um trailer foi espancado e amarrado a um poste no bairro de Santíssimo, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, na madrugada desta quarta-feira. A informação foi confirmada pelo 40º BPM (Campo Grande). A agressão ocorreu na Estrada da Posse, nas proximidades da Praça São Vitor. Ele foi encontrado ferido por policiais militares e levado para o Hospital Estadual Rocha Faria, em Campo Grande.
. Depois de medicado, o menor foi encaminhado à 35ª DP (Campo Grande), onde o foi autuado e solto. 

Tributo a Chavez é comemorado com barricadas de protesto nas ruas. Cúmplice da opressão de Maduro, Dilma manda seu valete Gilberto Carvalho para homenagear o caudilho morto.

A manifestação ao lado começou na madrugada no bairro El Guarataro, Caracas. 



Em meio à onda de protestos que sacode a Venezuela, o governo do país promove nesta quarta-feira um dia de homenagens a Hugo Chávez, cuja morte completa um ano. A data não deve ser celebrada com a tranquilidade desejada pelo presidente Nicolás Maduro, o sucessor de Chávez. A capital Caracas amanheceu com dezenas de barricadas erguidas por manifestantes em vários pontos da cidade, o que acabou provocando o fechamento de vias e congestionamentos, de acordo com informações da imprensa venezuelana. A Guarda Nacional teve de ser chamada para retirar as tábuas, pedras e sacos de lixo que formavam as barreiras. 

. Segundo o jornal oposicionista El Universal, manifestantes e a Guarda Nacional Bolivariana (GNB) entraram em choque em Carrizal, no Estado de Miranda, quando um grupo tentou levantar uma barreira em uma das vias da cidade. Ainda de acordo com o jornal, que descreveu a situação como “um campo de batalha”, uma pessoa foi presa. Os jornais locais também estão publicando relatos de tentativas de dispersão de grupos menores manifestantes em Caracas e em Maracaibo.

. A maior das celebrações em homenagem a Chávez está prevista para o fim da tarde, próximo da hora em que sua morte foi oficialmente divulgada. Entre os convidados para a cerimônia constam quase toda a galeria de chefes de Estado alinhados ideologicamente com o chavismo. Um dos primeiros a chegar foi o ditador cubano Raúl Castro. Também vão participar das homenagens os presidentes da Bolívia, Evo Morales, e da Nicarágua, Daniel Ortega. A presidente Dilma Rousseff mandou a Caracas o secretário-geral da Presidência, Gilberto Carvalho. As cerimônias começarão com um desfile militar no setor oeste de Caracas, durante o qual o governo exibirá seu equipamento militar. Depois está prevista uma cerimônia no mausoléu de Chavéz. Ao todo, o presidente Nicolás Maduro planejou esticar a agenda de celebrações e a transformou numa espécie de “jornada de tributos” com intermináveis dez dias de duração.

Governo não paga salários e até consulado do Brasil fecha as portas na França

Ao lado, cartazete anunciando a interrupção dos serviços, e também flagrante do cônsul Gonçalves.



O serviço consular do Brasil na França fechou as portas na manhã desta terça-feira, porque segundo o Cônsul Julio Cezar Zelner Gonçalves, em conversa com jornalistas do site www.brasil247.com.br,  o pagamento dos funcionários locais de fevereiro não foi feito, após atraso também em janeiro, mas minimizou o problema: 

- A questão deve ser resolvida em poucos dias.

. A situação, no entanto, se repete em mais seis consulados e atinge também a missão do Brasil na OEA, em Washington, e na ONU, em Nova York

Repressão da milícia fascista bolivariana mostra estudante sob ataque armado dentro de casa

A reportagem que você poderá examinar no link a seguir é da CNN. Ela registra toda a ação desenvolvida por uma dezena de policiais da Guarda Nacional Bolivariana, que vem a ser a guarda pretoriana fascista de Nicolás Maduro, empenhada em prender um estudante em fuga.

. As cenas mostram o estudante entrando numa residência, invadida a seguir pela GNB.

. Os milicianos, todos armados até os dentes, prendem o jovem, levado pela força das armas para a rua.

. O mais curioso é que um dos fascistas armados ainda se deu ao trabalho de fechar o portão de saída.

. Cenas como esta ocorrem a todo momento na Venezuela.

CLIQUE AQUI para ver o registro das imagens, retransmitidas pelo blog Dolar Today.

Lula e Dilma reúnem-se hoje para definir comitês de campanha

Atual chefe de gabinete da Presidência, o gaúcho Giles Azevedo deve deixar em breve o governo para integrar o time pela reeleição da presidente.

. Lula e Dilma baterão também o martelo, em reunião agendada para hoje,  sobre o primeiro comitê da petista que ficará em Brasília.

INSCREVA-SE AGORA
WORKSHOP "MARKETING POLÍTICO DE OPOSIÇÃO"
Dias 22 e 23 de março, Plaza, Porto Alegre.
9 especialistas contam tudo sobre montagem de comitês, captação de recursos, prestação de contas, estratégias de marketing, rádio, TV, jornal, internet, pesquisas, legislação
Informações: (051) 3061.0741 ou pelo e-mail polibio.braga@uol.com.br
CLIQUE AQUI para examinar toda a programação e saber como se inscrever.

Greve dos rodoviários derrubou vendas do comércio lojista de Porto Alegre em fevereiro

Embora os dados ainda não estejam consolidados, o Sindilojas e a Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) de Porto Alegre estimam que o crescimento das vendas em relação a fevereiro de 2013 seja de apenas  5%. Como o número é nominal, isto significa que caíram as vendas em Porto Alegre. A expectativa era alcançar 10%. No ano passado, no mesmo período sobre 2012, o aumento foi de 7%, também nominal. 

. Entre os motivos apontados para o resultado está a greve dos rodoviários, que ocorreu de 27 de janeiro a 10 de fevereiro. O presidente da CDL, Gustavo Schifino, acredita que o número não foi inferior devido à ampliação do período do Liquida Porto Alegre. A data do carnaval, em março, também evitou que o percentual diminuísse ainda mais.


. Dados da CDL, publicados no Correio do Povo desta terça-feira, apontam que o comércio registrou perdas na ordem de R$ 100 milhões com a greve dos rodoviários.

Fogaça diz que disputará indicação para o Senado, caso Simon abra mão da vaga

Nesta entrevista a Fernanda Bastos, Jornal do Comércio de hoje, o ex-prefeito e ex-senador José Fogaça deixa claro que disputará a indicação da candidatura do PMDB ao Senado, caso Simon abra mão da vaga. Ele diz isto de modo oblíquo, mas basta ler nas entrelinhas. Fogaça também reitera apoio a José Ivo Sartori e manifesta oposição a qualquer tipo de alinhamento com a candidatura de  Dilma Roussef no RS, embora não diga quem é seu candidato a presidente, até porque a repórter não fez esta pergunta. Fogaça também faz uma análise lúcida sobre o mau desempenho do PMDB em 2010, ligando-o ao fato de não ter conseguido apoiar candidato algum a presidente, enquanto nacionalmente o Partido apoiava o adversário no RS. Leia trechos editados e no link a entrevista completa:

Apontado por muitos peemedebistas como um forte candidato para a Assembleia Legislativa ou à Câmara dos Deputados, o ex-prefeito de Porto Alegre José Fogaça (PMDB) é enfático ao negar os rumores de que disputará uma vaga em uma dessas casas parlamentares neste ano. Fogaça ressalta que não irá concorrer a deputado federal ou a deputado estadual. O seu papel nessa eleição será o de apoiar. No entanto, não descarta definitivamente disputar a vaga ao Senado. Nos bastidores, o comentário é de que ele é o nome preferido do senador Pedro Simon, caso não concorra à reeleição.

Jornal do Comércio – O senhor deseja concorrer à Câmara dos Deputados ou à Assembleia Legislativa? Foi convidado pelo partido?
José Fogaça – O partido não fez esse convite e, se fizesse, também não aceitaria. Candidato a deputado não serei. Não vejo espaço no partido nesse momento de tanta divisão interna. O que me cabe é ajudar o partido coletivamente, participar das atividades, ajudar os outros candidatos, incluindo, principalmente, Sartori, tentar unir ao máximo o partido dentro de um projeto para o Rio Grande do Sul e atuar como alguém que também não está só pensando em mandato, mas está pensando em um projeto. Nesse momento, é muito difícil para o PMDB definir um caminho, porque o partido está dividido. É preciso trabalhar muito para que essas questões críticas sejam superadas. E essa pode ser uma grande tarefa a ser realizada a partir de agora.

JC – Também não concorre ao Senado?
Fogaça – Não pretendo me pronunciar sobre essa questão, enquanto o senador também não se pronunciar sobre ela. Ele é o meu candidato. Caso ele se pronuncie a respeito, a gente poderá levar em conta isso. Mas, antes de mais nada, minha posição é de apoiá-lo.

JC – Apoiar Dilma, que tem como vice um peemedebista, é a melhor opção para o PMDB?
Fogaça – O PMDB tem que apoiar um candidato a presidente que o apoie. Vivi uma situação trágica na eleição passada. O partido (PMDB) apoiava uma candidata (Dilma Rousseff) que apoiava aqui (no Estado) o meu adversário (Tarso Genro, do PT). Havia uma correia de transmissão profundamente negativa, que acabava com todo o esforço que a gente fazia. Quanto mais esforço eu fizesse, mais eu anulava o meu esforço.

CLIQUE AQUI para ler toda a entrevista.





Assembléia reabre para discutir novo pacotarso. Odone acusa governo de plágio no caso do projeto do IPE-Saúde.

A Assembléia do RS reabrirá a partir de hoje, mas não há pauta para votações esta semana, embora o governo tenha enviado novo pacotarso de projetos, todos novamente em regime de urgências.

. Também foi incluído no regime de urgência um projeto que estava na Casa há mais tempo, que é o que prevê a ampliação do rol de beneficiados pelo IPE-Saúde. Aliás, este projeto está  no centro de uma disputa entre o Palácio Piratini e a oposição, porque o deputado estadual Paulo Odone (PPS) acusa o governo Tarso Genro de querer "ganhar politicamente" em cima de um projeto de sua autoria, apresentada dois anos antes e que tramita na Assembléia.

. O projeto do governo, da mesma forma que a proposta de Odone,  não apresenta um cálculo para o impacto financeiro da ampliação dos beneficiários do plano de saúde.

. Em 2013, enquanto a iniciativa do parlamentar era debatida, o Executivo estadual decidiu enviar ao Legislativo uma proposta semelhante. Na semana passada, o Piratini pediu regime de urgência para o texto, em meio a um pacote de cerca de 20 projetos. O regime de urgência é um instrumento que estabelece a votação de uma proposta em até 30 dias. Após o encerramento desse prazo, a pauta da Assembleia fica trancada até a apreciação do texto.

. Odone está contrariado:

— Meu projeto passou por todas as comissões e foi discutido em audiência pública. O governo percebeu que o texto vai ser aprovado e fez essa jogada política para ganhar em cima dele. Só que o projeto apresentado é vago.

Projeto de ampliação do Hospital das Clínicas será aprovado esta tarde pela Câmara de Vereadores de Porto Alegre

Desta vez a vanguarda do atraso poderá ficar reduzida apenas ao PSOL de Pedro Ruas na Câmara de Porto Alegre, porque hoje será aprovado o projeto de  ampliação do Hospital de Clínicas de Porto Alegre. 13 de 15 líderes de bancadas são favoráveis à proposta do prefeito Fortunati. O projeto de ampliação elevará  em 70% a capacidade de atendimento da instituição. Os adversários da proposta questionam a ocupação exagerada do espaço urbano e o abate de 240 árvores. 

Como a construção de dois prédios contíguos à estrutura original infringe duas leis – do Plano Diretor e do Inventário –, caberá a apreciação dos vereadores, a partir das 14h, de um projeto de lei complementar que abrirá uma brecha para a edificação.

Estes foram os melhores e os piores investimentos de fevereiro

A seguir,  rendimentos de fevereiro (os mais conhecidos) em percentagem, conforme tabela organizada para o editor por Leandro & Stormer:

Fundo de Investimento Imobiliário, 3,74
LTN, 2,80
Ouro, 2,50
Fundo de Renda Fixa, 1
CDI, 0,89
Poupança antiga, 0,58
Poupança nova, 0,50
Bolsa, -1,14
Dólar, -2,81




Saiba quais foram os políticos gaúchos que receberam dinheiro de Dal Agnol para suas campanhas eleitorais

No seu blog desta quarta-feira, o jornalista Leandro Mazzini, jornal O Sul e mais 21 jornais brasileiros, conta que o advogado gaúcho Maurício Dal Agnol, foragido da Polícia Federal, acusado de golpe de R$ 100 milhões em clientes, contribuiu financeiramente para a campanha de candidatos dos principais Partidos, em três instâncias.O jornalista chama de "aliados" os candidatos, embora isto seja evidente exagero. Um dos aliados, Cândida Rosseto, Barra Fundo, PT, recebeu apenas R$ 5 mil, dinheiro que não ajuda a eleger ninguém. Mas outros casos revelaram valores expressivos, como os R$ 60 mil doados ao comitê estadual do PT, dinheiro usado para eleger Tarso Genro ao Piratini. Também receberam dinheiro candidatos a deputados e prefeitos do PDT, PCdoB, PMDB, PPS, DEM e até PV. Leia tudo:

. O dinheiro da fraude foi usado para doações de R$ 280 mil a diferentes partidos nas eleições de 2010 e 2012 (veja tabelas do TSE abaixo).

. Em 2010, foram R$ 125 mil distribuídos para quatro candidatos a deputados estaduais e dois federais do PSDB, PCdoB, DEM, PV e PDT – todos perderam. Em 2012, Dal Agnol ajudou candidatos a vereadores e prefeitos do PT, PDT, PPS e PMDB, com R$ 95 mil, e deu mais R$ 60 mil para o comitê estadual do PT.

. O advogado financiou como pessoa física e só viu eleito o prefeito de Passo Fundo (RS): Luciano Azevedo (PPS) recebeu R$ 25 mil.

. Os candidatos que disputaram a Câmara Federal e receberam doação em 2010 foram Juliano Roso (PCdoB) e Patrícia Cavalcanti (DEM), e os que tentaram vaga na Assembleia do Rio Grande do Sul são Evandro Zambonato (PSDB), Edison Bilhalva (PV), Rui Lorenzato (PT) e Diogenes Basegio (PDT).

. Já em 2012 receberam depósitos de Agnol os candidatos a vereador em Passo Fundo: Luiz Scheis (PDT), Rui Lorenzato (PT), Sidnei Ávila (PDT), Pedro Lima (PMDB), Gilberto Simor (PDT). Na mesma cidade, o advogado também bancou candidatos a prefeitos Luciano Azevedo (PPS) e Osvaldo Gomes (PMDB). Em Barra Funda, a candidata derrotada Candida Rossetto.

. Com os documentos apreendidos, a PF rastreia o dinheiro e possíveis contas em paraísos fiscais. Já há indícios de que o dinheiro doado para as campanhas é oriundo do golpe. Acusado de reter dinheiro de indenizações de clientes contra telefônicas, Dal Agnol pode se entregar, porque já tenta habeas corpus. A Interpol e o FBI estão atrás dele.

- Chamou a atenção das autoridades policiais o patrimônio do foragido Maurício Dal Agnol. Indica que o golpe pode passar muito de R$ 100 milhões previstos. Além de apartamento novo em Manhattan (US$ 5 milhões), onde passava feriadões com a família, comprou há um ano um jatinho Phenom 300 da Embraer, prefixo PP-MDA. Vale US$ 10 milhões. A pujança é tamanha que não o freta, é apenas para uso pessoal. Um avião do tipo, no chão, custa por baixo R$ 50 mil por mês com hangaragem, pilotos, manutenção e taxas.

INSCREVA-SE AGORA
WORKSHOP "MARKETING POLÍTICO DE OPOSIÇÃO"
Dias 22 e 23 de março, Plaza, Porto Alegre.
9 especialistas contam tudo sobre montagem de comitês, captação de recursos, prestação de contas, estratégias de marketing, rádio, TV, jornal, internet, pesquisas, legislação
Informações: (051) 3061.0741 ou pelo e-mail polibio.braga@uol.com.br
CLIQUE AQUI para examinar toda a programação e saber como se inscrever.

Prazo para o envio da declaração do Imposto de Renda começa amanhã

O programa para preenchimento está disponível no site da Receita Federal. A previsão é de que 27 milhões de contribuintes entreguem o documento neste ano. O prazo termina no dia 30 de abril.