Site de Veja está congelado

Há três dias o site da revista Veja não sai do lugar.

Ladrões tripudiam e agora furtam até radar da Brigada

Convencidos de que a Brigada e a Polícia Civil sumiram mesmo das ruas do RS, os bandidos cresceram em ousadia e depois que roubaram um carro carimbado da Polícia, ontem, em Porto Alegre, resolveram tripudiar e furtaram um radar da Brigad.

É para humilhar.

E para demonstrar para a população desprotegida quem é que manda na segurança do Estado. 

Um radar do Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM) foi furtado na tarde de sábado na RS 122, em Bom Princípio, em pleno uso. De acordo com as informações do CRBM, dois homens em uma motocicleta se aproximaram do posto policial, um deles desceu do veículo, pegou o equipamento que estava em funcionamento automático em um tripé, subiu na moto e fugiram em direção a Portão.

Santa Casa de Porto Alegre emplacou seu 500o transplante de pulmão neste Natal

Neste Natal a Santa Casa de Porto Alegre emplacou seu 500o transplante de pulmão. A marca é histórica.

A Santa Casa responde por 60% dos transplantes de pulmão feitos até hoje no Brasil.

Afinal, Dilma cometeu crime ?

Nesta reportagem deste sábado, Bruno Góes e Marco Grillo informam no jornl O Globo que juristas com pontos de vista divergentes expõem seus argumentos para defender, ou rejeitar, a tese de que a presidente Dilma cometeu crime de responsabilidade ao executar as “pedaladas fiscais” e ao autorizar créditos suplementares sem aval do Congresso, razões alegadas para pedir seu impeachment.

O mais curioso é que os juristas Michael Mohallen, Gustavo Pereira Santos e Adriana Ramos, que se encarregaram de justificar o voto "não", acabam não fazendo isto, até pelo contrário. Na linha do chamado direito alternativo, falando politicamente, o trio opõe-se ao pedido, mas reconhecem que a letra fria da lei garante a fundamentação do impeachment. Mohallen concorda que "violar qualquer aspecto da lei orçamentária pode se tornar crime de responsabilidade". Foi o que fez Dilma. Se outro presidente praticou ato igual ou não, isto não é objeto do pedido protocolado na Câmara. Além disto, um crime não justifica outro e nem é lícito invocar a torpeza alheia para justificar a sua. Isto é da natureza do princípio da inviolabilidade das penas. 

O debate em torno dos pontos que embasam o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff evidencia diferentes interpretações. A questão crucial — se as “pedaladas fiscais” e a autorização para os créditos suplementares sem o aval do Congresso configuram crime de responsabilidade — dá origem a pontos de vista divergentes e suscita de embates apaixonados de botequim a discussões técnicas, mas nenhum dos seis juristas nega que os acontecimentos ocorreram de verdade. 

Leia tudo:

Para contribuir com o debate, O GLOBO pediu a juristas que defendem claramente um dos lados que explicassem suas conclusões.

A expressão “pedalada” é usada para explicar a manobra na qual o governo atrasa o repasse a bancos públicos (responsável por pagamentos como benefícios do Bolsa Família) para melhorar artificialmente seu resultado fiscal. No orçamento familiar, seria como, na hora de aperto, adiar uma despesa para fechar as contas do mês. A dívida continuará.

No caso do governo, a discussão gira em torno da legalidade da manobra, que contribuiu para rebaixar o grau de investimento do país. Em decisão inédita, o TCU concluiu que a manobra configura uma operação ilegal de crédito, o que fere a Lei de Responsabilidade Fiscal, já que o governo é proibido de usar os bancos públicos para fazer empréstimos. Por essa razão, decidiu sugerir a reprovação das contas de Dilma, base para os pedidos de impeachment da presidente. O governo reconhece as “pedaladas”, promete abolir o mecanismo, mas alega que não há operação de crédito. A polêmica ganhou fôlego esta semana, quando o relator das contas de Dilma no Congresso, senador Acir Gurgacz (PDT-RO), apresentou parecer pela aprovação, repetindo os argumentos oficiais e desconsiderando o entendimento do TCU.

Outro argumento usado para o pedido de impeachment é a edição de seis decretos que liberaram R$ 2,5 bilhões em créditos, sem aval do Congresso, o que também violaria a lei.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Dilma fez sobrevôo sobre áreas alagadas da Fronteira Oeste do RS

A foto é de Roberto Stuckart, fotógrafo da Presidência da República. 


A presidente Dilma Roussef fez vôo de helicóptero sobre algumas das cidades gaúcjhas atingidas pelas enchentes. Já são 38. Ela viajou para Uruguaiana com o governador em exercício, Edson Brum. Depois se reuniu na cidade com prefeitos da região e autoridades federais e estaduais. A chuva que castiga parte do estado durante o feriadão de Natal já levou 12 prefeituras a decretarem situação de emergência: Liberato Salzano, Trindade do Sul , Nonoai , Santo Ângelo , São Miguel das Missões, Guarani das Missões, Roque Gonzáles, Cândido Godói, Uruguaiana, Quaraí , Passa Sete  e Não-Me-Toque .

Quanto as chuvas que têm atingido cidades da região do Sul do país, o governo federal já liberou ao menos R$ 6,6 milhões para seis municípios do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.

Segundo o Ministério da Integração Nacional, com esses recursos, as prefeituras podem fazer obras para reparar os dados causados pelas enchentes.


Ainda conforme a pasta, receberam esses R$ 6,6 milhões as cidades catarinenses de Rio dos Cedros (R$ 394 mil), Corupá (R$ 1,1 milhão) e Rio Negrinho (R$ 969 mil); além dos municípios gaúchos de Cruzaltense (R$ 2,6 milhões) e Mato Leitão (R$ 383 mil); e a cidade paranaense de São Jorge D'Oeste (R$ 1,2 milhão).

Artigo, Mansueto Almeida - O que será de 2016.

Manuseto Almeida é um dos maiores especialisas em finanças públicas do País. 

Não estou otimista com 2016. Alguns dos meus amigos me falam que as previsões são mero exercícios imprecisos de futurologia e, assim, 2016 poderia nos surpreender. Não é bem assim. Primeiro, é verdade que o PIB pode não cair 3%, mas ninguém espera crescimento algum porque o resultado ruim deste ano já leva para o próximo uma queda do PIB de perto de 2%.

Segundo, quem acha que as teses liberais venceram o debate está, na minha opinião, equivocado. É muito provável que um debate sobre ajuste estrutural no longo prazo, com temas como reforma da previdência, ocorra, simultaneamente, com a defesa de uma expansão da despesa pública e de empréstimos para estados no curto prazo. A tese é a de sempre: expansão da despesa no curto prazo ajudaria o crescimento. A mágica fácil do crescimento.  O resultado liquido disso para mim é incerto.


Terceiro, quando se olha a composição da equipe econômica do governo, as pessoas que lá estão (sem demérito algum) não têm simpatia pelas teses de ajuste do mercado, confiam excessivamente no papel indutor do Estado na economia e sofrerão enorme pressão por parte do Congresso Nacional para serem mais flexíveis. Não surpreende o debate publicado nos jornais de um possível aumento da meta da inflação para 5,5% (ver aqui), o que seria um verdadeiro desastre.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Chico, o "herói do povo brasileiro", roubava carros para "superar o tédio burguês"

CIQUE AQUI para ver e ouvir a entrevista. 

O novo "herói do povo brasileiro", segundo a lista do PT, o compositor Chico Buarque, não tem problemas sérios "apenas" por defender o PT e os governos Lula e Dilma, o que já seria grave. É que ele sempre defendeu o que existe de pior. 

Ele flerta com a bandidagem há muito tempo. 

Apoiar bandidos como os Castro, Delúbio, Zé Dirceu ou Vaccari Neto, ou o PT, Lula e Dilma, é apenas uma mudança de inflexão na patologia criminosa do compositor.

No video do link acima, Chico Buarque confessa que sempre "flertou com a marginalidade". Na entrevista, lembra que gostava de roubar carros porque se sentia entediado e queria meter mais adrenalina no sangue. Atualmente, existem drogas melhores do que adrenalina. E ele mesmo confessa que seu “passatempo” na juventude era roubar carros, ou ao menos depredá-los. Uma “brincadeira” de filhinho de papai idiota, sem limite, com o rei na barriga, sentindo-se impune e aplacando seu tédio “burguês” com adrenalina “revolucionária”, como explica bem Rodrigo Constantino:

- Atentem para o absurdo da coisa, para a naturalidade com a qual o delinquente relata suas “brincadeiras”, como se fossem a coisa mais normal do mundo. Não tem maconha ou cocaína? Então vamos roubar uns carros mesmo! O leitor acha isso razoável? Quando se sente entediado, você por acaso sai por aí quebrando propriedade alheia e roubando?

A Lei de Responsabilidade Fiscal é um golpe contra a insensatez

O título original deste editorial do Correio Braziliense de hoje é "Golpe contra a sensatez", porque ele trata das pedaladas fiscais de Dilma e o crime que ela cometeu ao violar a LRF, o que lhe custou reprovação das suas contas pelo TCU. 

Leia tudo:

É sábio e antigo o dito popular de que dinheiro não aceita desaforo. Gastar mais do que se tem é caminhar para o atoleiro das dívidas, embaralhar o presente e comprometer o futuro. Se isso vale para as famílias, mais ainda deve ser lembrado quando se trata de dinheiro público. A condição de gestor de verbas públicas não dá a ninguém o direito de administrar de modo inconsequente o que foi retirado da sociedade em forma de tributos. Engana-se, portanto, quem pensa que só prejudica o país, o estado ou o município o gestor que se vale de sua posição para desviar para o próprio bolso recursos do erário. A gestão temerosa e inepta das contas públicas, ou apenas subordinada ao interesse eleitoral, produz efeito tão ou mais danoso que a corrupção.

Não é por outra razão que respeitados especialistas em administração pública consideram a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), em vigor há 15 anos e sete meses, uma das mais importantes conquistas da história recente da sociedade brasileira. Ela não tem o charme do plano que livrou o país da hiperinflação, mas é passo fundamental para tirar o Brasil da condição de republiqueta de bananas, em que o governante pode tudo, inclusive gastar o que o país não tem, desde que isso lhe garanta aplausos e votos.


A LRF veio para impor limites. Proíbe, por exemplo, que se comprometam receitas improváveis ou inexistentes com despesas que se tornarão obrigatórias por longos anos, como as de pessoal permanente. Esse era um dos compromissos frequentemente assumidos em fim de mandato, para que o gestor ficasse com a glória, e o sucessor, com a conta para pagar. Essa e outras espertezas se tornaram, pela lei, crime de responsabilidade a serem apontados pelos tribunais de conta.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Descalabro na segurança pública produz roubo até de carro da Polícia

O roubo de veículos cresceu 30,4% até setembro no RS, um carro a cada meia hora, 24 horas por dia, sete dias por semana. Um descalabro. A falta total de policiamento ostensivo e as "encomendas" feitas por desmanches, aumentaram a ousadia dos ladrões. 

Sem brigadianos nas ruas, ladrões decidiram ousar e roubaram um carro da Polícia Civil. Foi na noite de Natal.

O Focus prata, placas IRQ-5639, no entanto, foi localizado ontem a noite no Partenon, Porto Alegre.

A Disneylândia da esquerda mundial terá sua 15a. edição dia 19, em Porto Alegre

Está confirmado para 19 a 23 de janeiro a realização da 15a. edição do Fórum Social Mundial, desta vez em Porto Alegre.

A série de eventos da chamada Disneylândia dos comunistas e seus satélites começou na Capital do RS, quando Tarso Genro era prefeito.

Edson Brum irá com Dilma para Uruguaiana

O governador em exercício do RS, deputado Edson Brum, acompanhará a presidente Dilma Roussef na viagem que ela fará daqui a pouco a Uruguaiana.

Na cidade, fronteira com Argentina, debruçada sobre o rio Uruguai, a presidente manterá reunião com autoridades federais, estaduais e municipais da região. 32 cidades foram afetadas pelas cheias e 10 decretaram estado de emergência. A reunião foi agendada para as 10h30min.

Previsão é de sábado de sol no RS

O sol poderá voltar neste sábado na maioria das regiões do Rio Grande do Sul, mas persistirão períodos de nebulosidade do Centro para o Leste do Estado.

Neste momento, 7h38min, o tempo é nublado em Porto Alegre, onde a temperatura é de 22 graus (18 graus em Gramado).

São esperadas chuvas isoladas em diversos pontos do Estado da tarde para a noite, mas serão passageiras e até fortes em setores localizados. A temperatura se eleva mais do que na sexta-feira e haverá sensação de abafamento.


As mínimas ficarão próximas dos 17°C em São José dos Ausentes. As máximas podem chegar a 32°C em Santa Rosa. Em Porto Alegre, os termômetros variam entre 20°C e 27°C.

32 municípios da Fronteira Oeste já sofrem consequências das enchentes

Até ontem a noite, a Defesa Civil já tinha contabilizado 1.795 famílias fora de casa em 32 municípios, todos na região da Fronteira Oeste, que a presidente Dilma Roussef sobrevoará neste sábado. Dilma irá de avião até Uruguaiana.

A cheia do rio Uruguai interditou ontem a ponte que liga Itaqui a Uruguaiana.

Em Porto Alegre, o nível do Lago Guaíba também tem subido, com viés de alta.