Só vândalos foram ás ruas para manifestações neste 7 de Setembro. Povo deixou as ruas para os baderneiros.

Em Porto Alegre, vândalo conspurcou a bandeira com a foice e o martelo - e não foi preso.


- Manifestantes entraram em confronto com a polícia durante protesto nas principais cidades como Rio, SP, Brasília, Curitiba, Recife, Belo Horizonte e Porto Alegre. O site da revista Veja viu assim o que aconteceu:

Os protestos já viraram rotina no calendário das principais cidades brasileiras. Como também passou a ser comum o quebra-quebra do patrimônio público. Neste sábado, 7 de setembro, Dia da Independência, as manifestações convocavam milhares de pessoas para sair às ruas. Mas apenas uma pequena parcela compareceu para, claro, provocar confusão. Foram os seguidores da tática black bloc, que pretendiam chamar mais atenção do que os desfiles cívicos.

. As maiores manifestações ocorreram em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. As três capitais registraram, mais uma vez, cenas de confronto entre pequenos grupos e policiais. Também ocorreram passeatas em Porto Alegre, Belo Horizonte, Recife e dezenas de outras cidades.

. O temor de confusão esvaziou as paradas militares. Em Brasília, pela manhã, o forte esquema de segurança impediu que o público acompanhasse o desfile do gramado da Esplanada dos Ministérios, como já é tradicional na capital federal. Apenas quem foi para as arquibancadas pode assistir à marcha. A Polícia Militar colocou 4.000 homens a mais e revistou bolsas e mochilas.

Artigo, Roberto Rosen - Quanto vale a sua cidade ? Porto Alegre custa R$ 23 bilhões.

As cidades têm preço ? Sim, é claro.. há modernos métodos econômicos de avaliação do preço de uma cidade. Um deles é sua marca. Uma marca de cidade é aquilo que seus habitantes consideram como infra-estrutura, condições de trabalho, qualidade de vida, oportunidades, e é claro, outras variáveis, como segurança, etc...isto compõe um ranking. Mas também é preciso considerar as reais condições dela.O estudo não levou isto em consideração. 

. Uma grande empresa inglesa de consultoria ouviu 18 mil pessoas em todo o Brasil. E fez um ranking de 40 cidades.

. São Paulo vale disparado 233 bilhões.O Rio vem depois com meros 85 bi. Depois, Brasilia, com 70 bi, Curitiba, 30 bi, Belo Horizonte, 28 bi, e Manaus com 25 bi, um pouquinho acima de Porto Alegre, que aparece mais ou menos (no gráfico), com 24 bi.Campinas com 23 bi, e logo Fortaleza e Salvador. OU seja, Porto Alegre é a sétima cidade avaliada no Brasil, com insignificantes 24 bilhões de reais.Figurativamente, poderíamos dizer que quem tiver 23 bilhões, leva a cidade. 

. O estudo tem erros? Tem, claro que sim.

. Dá até uma posição mais confortável para Porto Alegre do que ela merece.Sétimo lugar entre as cidades brasileiras é muito. Londrina é muito melhor, e tem 1 milhão de habitantes, Goiânia já está subindo no ranking de qualidade, e tem 1 milhão de habitantes.Há outras cidades chamadas de meso urbanas, com grande qualidade de vida e na faixa de 1 milhão de habitantes.

. Um um ranking mundial ultra competente sobre cidades semelhantes que inclui Sidney, Montreal e muitas outras, ,Porto Alegre nem aparece com qualquer referência em qualquer item.  A empresa inglesa mostra que recém está se aprofundando no Brasil. Pois medir percepções dos habitantes sobre suas cidades, deixa de fora o que as cidades REALMENTE SÃO neste momento. 

. Nunca esqueçamos o nosso orgulho defasado e fora do lugar - os gaúchos se comportam como se ainda vivessem em 1950 ou 1960 : em falência econômica, marginalizados do Brasil em 2013, porém crendo que são o estado mais desenvolvido e o melhor lugar do mundo para se viver. ENCAREMOS DURAMENTE a realidade e façamos o exercício de nossas próprias críticas para sair disto, como sugere Ivan Pinheiro Machado, que transferiu a sede da LP&M para São Paulo...

. Fazemos (ou por outra, os gaúchos de mentalidade tradicional ultra regionalista fazem jus ) à piada dos chilenos sobre os argentinos):"O  melhor negócio que existe é comprar um argentino pelo que ele vale e vendê-lo pelo que ele PENSA QUE VALE". Aliás, os chilenos contam uma piada ainda melhor sobre os argentinos, que pode se aplicar também sobre nós: "O melhor modo de afogar um argentino é enfiar-lhes os pés dentro d'água".

Roberto Rosen. 

CLIQUE AQUI para examinar reportagem completa do Estadão sobre o assunto.

Todos os dias, uma das notícias desta página terá comentário em áudio e video no You Tube. Saiba como acessar o arquivo completo.

Se vocês quiserem examinar meus comentários e análises no You Tube, basta clicar no endereço do link a seguir para ter acesso. O editor resolveu abrir este novo canal há um mês, depois que percebeu que algumas das notícias postadas aqui teriam melhor compreensão com áudio e vídeo.

CLIQUE AQUI para examinar.

Veja quem doou dinheiro grosso para a campanha de Dilma.

Para entender melhor de que modo ocorrem as corrosivas e até carnais relações entre alguns grupos econômicos e o governo do PT, sobretudo o caso do grupo JBS, vale a pena examinar a lista ao lado.

. Uma pequena parte das doações das empresas foi feita diretamente à campanha de Dilma (em geral, são aquelas que apresentam valores redondos). A maioria, entretanto, doou ao Comitê Financeiro para Presidente, administrado pelo PT. Dos recursos arrecadados pelo comitê, 89,4% foram redirecionados à campanha de Dilma.

. Por essa razão, a apropriação das doações das empresas não foi total pelo comitê da presidente eleita. Por isso que, na tabela, o frigorífico JBS aparece doando R$8,049 milhões à campanha de Dilma, embora o total de sua doação ao Comitê Financeiro tenha sido de R$ 9 milhões. O mesmo se repete com a grande maioria dos doadores.

Gushiken, ex-ministro de Propaganda de Lula, em fase terminal, chama para despedidas a sua turma do PT

Gushiken nos bons tempos do início do governo Lula, quando nenhum deles tinha caído por acusações de corrupção. O Japa é o primeiro à esquerda. Do seu lado estão Palocci e Zé Dirceu.



Luiz Gushiken foi ministro de Lula. Cuidou do marketing (publicidade e imprensa) e acabou denunciado no Mensalão, mas resultou absolvido pelo STF. Ele também dominava e ainda domina a área de fundos federais de pensão. 

Segundo conta neste sábado a colunista Mônica Bérgamo, Folha, Luiz Gushiken, ex-ministro da Comunicação de Lula, chamou amigos para visitá-lo no hospital Sírio-Libanês. Leia tudo:

Internado em estado grave por causa de um câncer, mas lúcido, ele próprio ministrava as doses de morfina para controlar a dor e decidia quando ficava acordado para conversar com os antigos companheiros.

JULGAMENTO
José Genoino o visitou na quarta. Na noite de quinta, Gushiken reuniu em seu quarto José Dirceu, Aloizio Mercadante e dirigentes sindicais como o presidente da CUT, Vagner Freitas. Calmo, fez um balanço de sua vida e do PT. Segundo um dos presentes, disse que o julgamento do mensalão é uma "fase heroica" do partido, que em sua opinião estaria sofrendo um ataque sem precedentes.

LIÇÃO
De acordo com a mesma testemunha, Gushiken deu uma "lição de política e uma aula sobre a vida. Demonstrou não ter mágoa, tristeza nem remorsos". No fim da visita, emocionados, todos tiraram fotos ao lado do ex-ministro. Um cinegrafista registrou toda a cena para um documentário que está fazendo sobre Gushiken.

Tarso nomeia réu no processo da quatdilha do PT de Estância Velha para cargo no governo do RS

O jornalista Vitor Vieira apresenta neste sábado o novo coordenador chefe da 1a. Coordenadoria Estadual de Saúde do RS, órgão que reúne 42 municípios da região metropolitana de Porto Alegre. Trata-se de  Luis Carlos Soares, vulgo "Carlinhos Viramato". Ele foi nomeado pelo governador do Rio Grande do Sul, o petista Tarso Genro. Este não é caso de réu aproveitado no governo de Tarso. Seu secretário de Brasília está sendo procurado por oficial de Justiça para pagar execução de R$ 1 milhão. Há mais. Leia tudo:

.  Pois bem, o tal "Carlinhos Viramato" é réu no processo criminal nº 09520900001793, que tramita na Comarca de Estância Velha. Ele é acusado de, como presidente do PT na cidade, ter participado de quadrilha que contratou o pistoleiro Alexsandro Ribeiro para matar adversários políticos (o colunista Mauri Martinelli e o então vereador João Valdir de Godoy), durante o governo do petista Elivir Desiam na prefeitura de Estância Velha. Elivir Desiam é conhecido pelo vulgo de "Toco", e hoje é presidente da estatal Fenac, da prefeitura de Novo Hamburgo. Os outros membros da quadrilha denunciados são os seguintes: Claci Campos da Silva, Jaime Dirceu Antonio Schneider e Jauri de Matos Fernandes. Jaime Schneider era secretário de Planejamento no governo de "Toco", e dono do jornal no qual operava como "laranja" Jauri de Matos Oliveira, o que serviu como fiador para alugar a casa para o bandido pistoleiro. A quadrilha petista também forneceu ao pistoleiro Alexsandro Ribeiro a arma que foi utilizada na atentado contra o colunista Mauri Martinelli, uma pistola austríaca Glock 380.

CLIQUE AQUI para saber como agia a quadrilha do PT e os termos dos processos que correm na Justiça do RS. 

Dilma conta vantagem na TV, mas seu governo registrará crescimento médio anual do PIB de apenas 2%. Será o terceiro pior da história do Brasil.

Na noite desta quinta-feira, a presidente Dilma Roussef ocupou cadeia de TV e a pretexto de comemorar o Dia da Pátria, 7 de Setembro, tocou adiante um discurso eleitoral para demonstrar as grandiosas conquistas do seu governo e do governo anterior de Lula.

. Foi uma farsa eleitoreira.

. Ela abriu o discurso sobre o estado da economia no segundo trimestre do ano, que acusou crescimento de 2,3% sobre o trimestre anterior e 3,3% sobre o mesmo trimestre do ano passado, atrevendo-se a dizer que a exceção da China, nenhum outro País conseguiu ir tão longe.

. 2,3% ou 3,3%, as taxas de expansão do PIB são mais do que medíocres.

. O que a presidente não disse e nem diz é o seguinte:

- A taxa de expansão do PIB no seu governo terá a média anual de 2%.

. Nunca, antes, neste País, um governo registrou taxas tão medíocres de crescimento do PIB, excetuando-se Floriano Peixoto e Collor, conforme você pode examinar na tabela ao lado. CLIQUE NA TABELA ao lado para ampliar e ver melhor. 

. Neste mesmo período, eis as taxas médias de crescimento do PIB para o restante do mundo, segundo o 

FMI:
Mundo - 3,5%
Países em desenvolvimento, inclusive Brics - 5,4%

. O professor da Ufrj,  Reinaldo Gonçalves, autor do livro "Déficit de Governança", conforme artigo no link a seguir, que promove ampla análise sobre o assunto, chama este período da economia sob o governo Dilma, PT, como a "apoteose da mediocridade".

CLIQUE AQUI para ler o estudo. Ele é bem enxuto e fácil de compreender. 

Dilma revela gosto oculto por charutos cubanos, motos Harley e House of Cards

O jornalista Lauro Jardim informa na sua coluna Radar, Veja, deste sábado, que para relaxar, Dilma Rousseff gosta de andar clandestinamente de Harley e agora cultiva o hábito de fumar charutos — cubanos, naturalmente. Quando morou e trabalhou no RS, Dilma não costumava pilotar motos, mas gostava de manipular e fumar charutos, embora sem fidelidade a eles. Leia mais:

Nunca no Palácio do Planalto, apenas no Alvorada. E, em geral, nos fins de semana. Não chega, porém, a ser um vício, ressaltam colaboradores próximos.


Vício mesmo é a série House of Cards. Dilma Rousseff terminou de assistir ao último dos treze episódios da primeira temporada em agosto. House of Cards é um thriller político ambientado em Washington, mas pode funcionar também como um MB A para entender Renan Calheiros, Henrique Alves, Eduardo Cunha & Cia.

Artigo, Mara Montezuma Assaf - O cálice sujo de Caetano Veloso

OPINIÃO
Mara Montezuma Assaf

Caetano Veloso sai da muda para cobrir o rosto e declarar na mídia que apoia a presença de mascarados nas manifestações " como no carnaval"...o que escancara  seu auxílio  em prol deste governo petista , de transformar as manifestações de revolta do povo em mera festa popular...em mero deboche. Que trabalho sujo! Não importa o paradoxo de que os Black Blocs sejam vândalos violentos , dispostos a tudo, a ferir,a  matar, já que estavam a fabricar artefatos com pregos para jogá-los contra o povo. Agora tenho certeza de quem está por detrás dos professores e políticos que instruem e conduzem os Black Blocs a nos incutir medo e nos afastar das ruas...a mesma curriola de intelectuais e artistas que lutavam por liberdade contra o governo militar , mas que agora não se rebelam contra este regime que submete o povo ao seu poder  ao promover mensalões, corrupção desenfreada, roubalheira, impunidade geral , dilapidando os valores morais desta nação. Volta prá muda, Caetano...você está por fora! Nem você e nem Chico vão nos fazer beber deste cálice sujo !

Artigo, José Horta Manzano - A bolsa eleição

Neste artigo publicado no jornal Correio Btraziliense de hoje, o editor do blog BrasildeLonge, José Horta Manzano replica o mantra de que não existe político honesto, para falar sobre a chamada bolsa eleição. Leia tudo:

A  frase que, de tão batida, está-se transformando, não sem razão, em lugar-comum. Em matéria de honestidade política no Brasil, é verdade que precisa levantar cedo, levar uma boa lanterna, abrir bem os olhos e procurar muito. Gente fina está cada vez mais difícil de achar. Mas toda regra costuma ter suas exceções. Quem procura acaba encontrando.

. O doutor Hélio Bicudo, jurista de formação, está entre os raros brasileiros que se encaixam no perfil estreito do homem público íntegro. Foi procurador e promotor de Justiça, secretário municipal, vice-prefeito de São Paulo. Por breve tempo, foi até titular do Ministério da Fazenda. Hoje, aos 91 anos, conquanto guarde sua visão aguda e lúcida sobre a sociedade, está menos envolvido na vida pública. Há um tempo para tudo.

. Humanista e humanitário, doutor Bicudo sempre batalhou pela defesa dos direitos humanos.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Aécio denuncia: "Dilma usou TV como candidata e não como presidente". Ele prometeu recorrer ao TSE.

A coisa fão tão acintosa, oportunista e eleitoreira, que a própria mídia parece ter resultado chocada e os jornais desta manhã tratam a fala com extrema parcimônia ou nem falam nela. Aécio bem que poderia pedir direito de resposta ou espaço eleitoral equivalente. Em nota, Aécio Neves denunciou que Dilma "transformou o espaço republicano de rede nacional de rádio e TV, prevista para finalidades específicas, em acintosa ferramenta eleitoral". O tucano afirmou "que o país tem uma candidata ocupando a cadeira de presidente da República" e prometeu bater às portas do TSE.

OPINIÃO
Do Facebook, Ângela Glavan

O Brasil assistiu, nesta sexta-feira, a um triste episódio na história da nossa democracia.
Desrespeitando o cargo que ocupa, a presidente Dilma Rousseff transformou o espaço republicano de rede nacional de rádio e TV, prevista para finalidades específicas, em acintosa ferramenta eleitoral.
Com isso, não desrespeita apenas o cargo que ocupa. Desrespeita, a data que deveria celebrar, os brasileiros que deveria representar e a legislação pela qual deveria zelar.
Na ânsia de tentar reconquistar, a qualquer custo, a popularidade perdida, a presidente diminui a si mesma ao legitimar a prática do vale tudo. E, antecipando o calendário, encarna o aviso que já havia dado ao país de que "na hora da eleição, podemos fazer o diabo".

O que se constata, a partir de mais esse pronunciamento, é que o país tem uma candidata ocupando a cadeira de presidente da República.

Protestos iniciam com prisões no Rio

Embora protestos tenham sido convocados para 149 cidades, aparentemente só no Rio ocorreram incidentes esta manhã, até o momento. Pelo menos cinco pessoas foram detidas no protesto que acontece durante o desfile cívico de Sete de Setembro, no Centro do Rio de Janeiro. Duas delas foram conduzidas à delegacia por agressão a policiais militares, uma por desacato, uma porque portava um estilingue e outra, um professor da rede pública, para fazer identificação criminal porque estava mascarado.

. Em  Porto Alegre, no início desta manhã não se perceberam grupos organizados nas ruas.

. São aguardados protestos para o final da manhã e durante a tarde, pelo menos em Brasília.


. Os cerca de 150 manifestantes estão reunidos na avenida Passos, perpendicular à avenida Presidente Vargas, por onde passa o desfile das Forças Armadas.

MP examina uso dos sindicatos para forçar criação do novo Partido de Paulinho da Força

O deputado Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da Força Sindical, vive momentos de expectativa: o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deve analisar nas próximas semanas o pedido de registro de seu novo partido, o Solidariedade. Se tudo der certo, a sigla poderá disputar as eleições de 2014. Antes disso, porém, Paulinho e seus aliados terão de responder a uma grave acusação: a de ter contado com o apoio do poderoso sindicato que representa servidores do Legislativo para falsificar assinaturas e os 491.000 apoios necessárias para a formalização da legenda.

. De acordo com a denúncia em poder do Ministério Público do Distrito Federal, três funcionárias do gabinete do deputado participaram do processo de falsificação: Francisca Gleivani Gomes Silva, Mariana de Castro Moreira e Wandernádia Chaves de Lacerda. Entre março e abril deste ano, elas bateram ponto em um escritório no centro de Brasília. A tarefa: preencher as fichas de apoio com base nos dados de funcionários do Legislativo, fornecidos pelo sindicato. O presidente do Sindilegis, Nilson Rodrigues Júnior, é aliado de Paulinho e apontado como futuro presidente do Solidariedade no Distrito Federal. 

. As irregularidades foram notadas por Sueli Celestino da Silva Marcelino, funcionária de um cartório eleitoral de Brasília. Ela percebeu que havia disparidade entre as assinaturas constantes nas fichas do Solidariedade e no banco de dados da Justiça Eleitoral. Sueli entrou em contato com alguns dos supostos autores das assinaturas. Todos negaram que tivessem declarado apoio à sigla de Paulinho.

O consultor legislativo Paulo Afonso
 é um dos servidores que tiveram o nome usado de forma indevida.

 . O que falou Paulo Afonso: "As pessoas não assinaram. Pegaram os nomes e usaram de forma errada. Eu não tenho nada a ver com isso [com a criação do partido]", diz ele. Magno Antonio Correia de Mello, ex-diretor do próprio Sindilegis, ajudou a denunciar o esquema e confirma: o Sindilegis foi usado para favorecer a sigla de Paulinho.


Dossiê – O caso chegou à mesa do juiz eleitoral Enilton Alves Fernandes, que, por sua vez, enviou o dossiê ao promotor eleitoral Mauro Faria de Lima – que decidiu pedir que a Polícia Federal (PF) abra inquérito para apurar a existência do crime de falsificação de documento.

CLIQUE AQUI para ler toda a reportagem de Veja de hoje.