Na república lulista, até dona Marisa fazia pedidos ao arrepio da lei

Dona Marisa queria naturalizar ilegalmente o espanhol José Lopez Feijoo, amigo de Lula, mas levou um sonoro "não" de Tuma Júnior.



A notícia de que o sindicalista espanhol José Lopez Feijoo furou a fila e obteve nacionalidade brasileira no prazo recorde de apenas duas semanas, é bastante conhecida, como também é conhecida a informação de que ele foi ilegalmente nomeado assessor da secretaria Geral da Presidência no dia 2 de maio de 2011.

. Gente há sete anos na fila para buscar a naturalização foi preterida.

. Em duas semanas, a naturalização de Feijoo percorreu a jato sete instâncias da Polícia Federal, até chegar ao gabinete do ministro da Justiça.

. O que pouca gente sabe é que o processo só caminhou depois da demissão do secretário nacional da Justiça, Romeu Tuma Júnior, que afrontou a mulher de Lula, Marisa Letícia, e o então ministro da secretaria especial dos Direitos Humanos,  Vanucchi.

. No seu livro "Assassinato de Reputações", o delegado conta como foi a prensa ilegal, indevida, indecorosa e aética que sofreu. Nas páginas 206 a 217, ele reproduz este diálogo:

Marisa Letícia - É o presidente da República que está pedindo (a imediata naturalização de Feijoo).
Vannuchi - O presidente quer nomeá-lo diretor do BNDES, mas ele precisa ser cidadão brasileiro.Lula já falou para o Tarso, e não sai..

. José Lopez foi dirigente do Sindicato dos Metalúrgicos e da CUT, como Lula.

. A resistência de Tarso e de Tuma Júnior, vencida depois que ambos saíram do governo, impediu que Feijoo fosse para a diretoria do BNDES, como impediu sua nomeação para o lugar do ministro Carlos Lupi.


. Tuma Júnior encerra o capítulo, demonstrando que as relações permissivas e as pressões indevidas, não partiam apenas da amante de Lula, Rosemary, mas também da própria esposa, dona Marisa. 

FHC investe contra Joaquim Barbosa. Ele prefere governos do tipo geléia geral, como foram os do PSDB e do PT.

Continua repercutindo a entrevista que o ex-presidente FHC concedeu ao programa Manhattan Connection, da Globonews. O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) disse que possível candidatura do presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, à Presidência "é um sinal de fraqueza institucional"; para ele, quando a sociedade enxerga em Barbosa "um salvador" é a mostra de que a democracia no Brasil ainda não está consolidada. FHC frisa também que presidente do STF "não tem traquejo" e uma candidatura do ministro ao Planalto seria uma "aventura". Ele insiste com a tese, ao avisar:

- Não creio que ele tenha as características necessárias para conduzir o Brasil.

. Não é a primeira vez que FHC erra nas avaliações que faz.

. Não se pode alegar falta de traquejo para um ministro do STF, seu presidente, que consegue levar a termo e à prisão os mais perigosos políticos da história contemporânea do Brasil, justamente os membros da organização criminosa do Mensalão, homens que ocuparam os mais altos cargos do governo em pleno exercício. 

- Aquilo que FHC chama de traquejo, que é a esperta malemolência de governantes malandros, no caso de Joaquim Barbosa chama-se gestão eficaz com autoridade. É o que precisa a sociedade brasileira. 

4 milhões de gaúchos aquecem vendas nas praias do RS

A migração recorde de cerca de 35% dos gaúchos - 4 milhões de pessoas - para as praias, resultou em um crescimento médio de 10% nas vendas dos supermercados gaúchos durante as festas de Ano-Novo, calculadas em relação à mesma festividade do ano passado.

Natal e Ano Novo empurraram vendas dos supermercados gaúchos em dezembro

Depois de atingirem um crescimento de 9% nas vendas de produtos para o Natal, os supermercados gaúchos alcançaram um incremento de 5% nas vendas, na semana anterior ao Ano-Novo, na comparação com o mesmo período do ano passado. Segundo o presidente da Associação Gaúcha de Supermercados (Agas), Antônio Cesa Longo, o calor registrado nos últimos dias contribuiu decisivamente para o resultado, que também foi puxado pelo crescimento populacional, pelo pleno emprego e pelo aumento das reuniões em família neste final de ano. “Neste mês de dezembro, os supermercados gaúchos receberam em média 3% mais clientes que em 2012”, lembra Longo.

. O item mais vendido na semana anterior ao Réveillon foi a cerveja, ainda que o produto tenha registrado um crescimento de apenas 5% nas vendas em relação ao Ano-Novo de 2012. A água mineral, como crescimento de 30% nas vendas, foi outro destaque, seguida por produtos como refrigerantes (+8%), frutas (+15%) e sorvetes (+20%). Os cortes suínos de carne, com incremento de 5% nas vendas, e os espumantes, que cresceram 15%, foram os dois produtos mais vendidos nesta segunda e terça-feiras imediatamente anteriores à festa da virada de ano. “97% das 4,8 milhões de garrafas de espumantes vendidas pelos supermercados gaúchos foram produzidas no RS, e o crescimento foi puxado sobretudo pelos moscatéis”, destaca o presidente da Agas.

. O setor supermercadista gaúcho deverá finalizar o ano com estes números:
Faturamento: R$ 24,4 bilhões
Nº de lojas: 4,3 mil
Nº de empregados diretos: 91,1 mil

Projeções para 2014 – 75% dos supermercadistas pretendem ampliar ou reformar lojas em 2014. Com o endividamento das famílias e consumidores cada vez mais atentos e cautelosos, a expectativa é de que o crescimento real do setor para 2014 varie de 3% a 5%.

Contabilidade criatriva: Tarso assume déficit "responsável" no RS

Fizemos o que chamo de déficit responsável, como é o caso desse dinheiro da CEEE. O País teve um crescimento baixo, mas o Estado se saiu bem, tanto na agricultura quanto na indústria. Temos planejamento, mas contamos com a renegociação da dívida com a União, projeto do qual eu estive à frente.” Tarso Genro, governador.


“Temos uma dívida infinita e impagável. Com o projeto que apresentamos, teremos uma dívida finita e pagável.” Também Tarso Genro.

- Tudo o que está acima reflete declarações irresponsáveis do governador Tarso Genro, que em apenas três anos de governo produziu rombos impagáveis nas contas públicas, usando de medidas voluntaristas, demagógicas, desastrosas e perdulárias. 

CLIQUE AQUI para ler o artigo do economista Darcy Francisco Carvalho dos Santos, "Rumo à ingovernabilidade".

Se Sartori pretender a dissidência, vamos contra, ameaça Eliseu Padilha, que quer apoiar Dilma e o PT

A entrevista a seguir foi feita pelo repótrer Luis Macedo, Jornal do Comércio de Porto Alegre. Eliseu Padilha investre contra José Ivo Sartori, mas esquece que com Sartori está a maioria da bancada estadual, a maioria da bancada federal e líderes expressivos como José Fogaça, Pedro Simon, Ibsen Pinheiro e Luiz Ponte. Leia:

Não são os 68 anos de idade que fazem de Eliseu Padilha, natural de Canela, ser chamado de “cacique” do PMDB. Desde 1995, o ex-prefeito de Tramandaí é deputado federal. Sendo que, em 1997, assumiu como ministro dos Transportes no governo Fernando Henrique Cardoso (PSDB). Ao longo da vida política, iniciada em 1966, no antigo MDB, Padilha acumula uma série de ações que o colocam como uma das principais lideranças do PMDB gaúcho ao lado do senador Pedro Simon. No entanto, ao contrário de Simon, Padilha tem mais trânsito no PMDB nacional por estar próximo a peemedebistas questionados no Rio Grande do Sul, como José Sarney.

Nesta entrevista concedida ao Jornal do Comércio, Eliseu Padilha chama de “incoerente” qualquer movimento interno do PMDB que se afaste do projeto nacional, que é o de reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT) e do vice Michel Temer (PMDB). O título da reportagem diz tudo, ou seja, Padilha vai trabalhar intensamente para que o candidato ao Palácio Piratini tenha disposição de apoiar o projeto nacional. Para o deputado federal, o candidato natural do PMDB ao governo gaúcho seria Germano Rigotto, ex-governador que pleiteia ser o escolhido para disputar o Senado Federal com a provável aposentadoria de Pedro Simon. Padilha frisou que, se José Ivo Sartori, defendido por alas internas para ser o candidato ao Piratini, não apoiar o projeto nacional, vai trabalhar contra a sua aclamação na convenção interna.

Jornal do Comércio – Como o senhor vê a possibilidade de dissidência no PMDB gaúcho sobre o apoio ao projeto nacional Dilma-Temer?


Eliseu Padilha - Algum estado pode querer abrir uma dissidência quanto à posição do PMDB nacional. Esta distinção tem de ser feita, pois admitirmos que qualquer estado possa votar em quem quiser, sem fidelidade e coerência política ao projeto nacional, é um absurdo. Esta hipótese não existe. Eu e quem seguir a minha posição no Rio Grande do Sul vamos votar e fazer campanha para Michel Temer (vice-presidente da República), e, circunstancialmente, para o PT, com quem estamos aliados. O PMDB tem posição, sim. As dissidências passarão por convenção. Aqui no Estado, as associações de prefeitos e vereadores acreditam que temos que manter a coerência com o projeto nacional.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

FHC repete Passarinho ao defender Lula da acusação de alcaguete da ditadura: "Às favas todos os escrúpulos"

FHC repete o coronel Jarbas Passarinho, ao defender Lula da acusação de dedo-durismo durante a ditadura:
"Às favas os escrúpulos".



O livro Assassinato de Reputações continua boicotado pelas livrarias, TVs, jornais, rádios e universo político, inclusive oposição. Aliás, a oposição nem teria por que boicotar o livro, já que nem uma só linha ataca os seus interesses - até pelo contrário.

. O que há, que justifique todo o silêncio ensurdecedor de tanta gente ?

. Certamente o que move todos eles é também o que moveu o ex-presidente FHC a dizer que não acredita na informação de Tuma Júnior, segundo quem o ex-presidente Lula foi alcagüete da ditadura. FHC foi questionado no Manhattan Connection por Diogo Mainardi e respondeu que não acreditava na história.

. FHC não leu e não acreditou. Ele não examinou as 22 páginas da denúncia pormenorizada (leia link a seguir com toda a história verdadeira) e mesmo assim não acreditou. Para quem foi comensal de Lula no Aerolula, há menos de um mês, em visita ao Papa, nem tudo o que parece é, bastando usar a dialética esperta cultivada pelas raposas felpudas da baixa política. Acontece que dialética alguma pode afrontar a verdade dos fatos. FHC e Lula foram companheiros no final da ditadura, logo que FHC voltou do exílio e nem sabia que Lula era alcaguete da ditadura, caminhando os dois em marchas pela redemocratização. Mais tarde criaram seus Partidos, PT e PSDB, mas nunca deixaram de se proteger. No caso do Mensalão, FHC evitou a cassação de Lula. FHC sequer se surpreende com o silêncio ensurdecedor de Lula e do PT. Não há reação alguma. A tática é matar as denúncias no silêncio. Ninguém fala - e o assunto acaba morrendo. Em seguida, passado o efeito, Lula e o PT voltam a atacar. 

. Essa gente toda se protege, mesmo quando o adversário passa dos limites e forja dossiês para desmoralizar a própria mulher.

. FHC não é pior do que Prestes, que subiu ao palanque de Getúlio Vargas, mesmo depois de ter sido preso por ele durante 10 anos e ter sua mulher, Olga, enviada do cárcere para a morte nas câmaras de gás de Hitler.

. Escrúpulos ?

. Vale, no caso, a célebre frase do coronel Jarbas Passarinho, ao saltar da dúvida para a rendição moral, ao assinar o Ato Institucional número 5:


- Às favas, senhor presidente, neste momento, todos os escrúpulos de consciência."

CLIQUE AQUI para ler todos os dados - personagens, locais, datas, fatos - que demonstram que Lula foi alcaguete do Dops e da ditadura militar, atuando sob o codinome Barba.

Freeshops de fronteira operarão em 2014

A Receita Federal já enviou para o Ministério da Fazenda o texto proposto para a regulamentação dos freeshops brasileiros, aqueles que ficarão do lado de cá da fronteira. A lei foi aprovada em outubro de 2012, mas ainda precisa ser regrada por meio de uma portaria.

. A informação é do deputado federal Jerônimo Goergen, que esteve reunido com o secretário da Receita Federal, Carlos Alberto Freitas.

.A abertura dos freeshops, no entanto, ficará mesmo para 2014.

A Receita Federal alerta ainda que os municípios terão que elaborar leis específicas. Já está definido, no entanto, que brasileiros poderão comprar nos freeshops e não apenas os estrangeiros. Haverá o limite de US$ 300 por mês em compras

Lojas de shopping só funcionarão até as 18h em Porto Alegre

O comércio de Porto Alegre terá horário especial nesta terça-feira, dia 31 de dezembro, véspera de Ano Novo. As lojas de shoppings poderão funcionar até as 18h. Já o varejo de rua pode atender até as 19h.


. No dia 1º de janeiro, não pode ter atendimento com funcionários. A informação é do Sindilojas de Porto Alegre, com base em convenção coletiva dos trabalhadores.

Artigo, Denis Rosenfield - O embuste ideológico

O assassinato político tornou-se uma forma ‘corriqueira’ de a esquerda resolver os seus conflitos intestinos, escreve, hoje, em O Globo, o filósofo gaúcho Denis Rosenfield. Leia tudo:

O assassinato político de Jang Song-Thaek, tio e mentor político de Kim Jong-un, Líder Máximo da Coreia do Norte, apesar de grotesco, não deixa de ser algo, digamos, “normal”, dada a característica stalinista deste regime político. Nada muito diferente do que a esquerda totalitária fez na extinta União Soviética, nos hoje amplamente conhecidos Processos de Moscou, que eliminaram a velha guarda bolchevique.
Em outro célebre episódio, Trotsky primeiro foi apagado de uma foto junto a Lênin em uma comemoração revolucionária para, depois, ser “apagado” com uma machadinha na cabeça, no México. Quem perpetrou tal assassinato foi um agente de Stálin, Ramón Mercader, que acabou placidamente os seus dias, em Cuba, com todos os privilégios da nomenclatura castrista.
Nada tampouco distinto do que Mao fez na China. Os camaradas, amigos de ontem, tornavam-se os inimigos de hoje, taxados de contrarrevolucionários a serviço do capitalismo.
No Brasil, ainda atualmente, há os que admiram Marighella e a guerrilha do Araguaia, que compartilhavam das mesmas concepções marxistas. Há, em todos esses casos, uma patológica perversão das ideias.

O assassinato político tornou-se uma forma “corriqueira” de a esquerda resolver os seus conflitos intestinos. Processos jurídicos de fachada, tortura, acusações infundadas e mortes eram características próprias da esquerda no Poder. Não há sequer uma experiência histórica de compatibilização entre socialismo/comunismo e democracia. Lá onde o socialismo vingou, a democracia jamais germinou. Cuba e Coreia do Norte são rebentos deste período.

CLIQUE AQUI para ler mais. O texto prossegue. O edito recomenda a leitura atenta de tudo.

Candidatos do PT engalfinham-se para não serem candidatos ao Piratini

Já começaram a se engalfinhar os candidatos listados pelo governador Tarso Genro para disputar pelo PT o governo do RS, já que ele admite ir para casa ao final do mandato. É que Pepe Vargas, Jairo Jorge, Raul Pontr e Henrique Fotana, não querem nem ouvir falar no caso.

. Ninguém quer ser villaverdizado, que é como é chamado o candidato cristianizado pelo próprio Partido.


. Como se sabe, Cristiano Machado, 1946, foi rifado pelo próprio Partido, da mesma forma que Adão Villaverde foi villaverdizado em 2012 em Porto Alegre.

Helibrás denuncia governo gaúcho por licitação dirigida

O governo gaúcho não reagiu até agora às acusações da maior empresa brasileira de helicópteros, a Helibrás, que o acusa de dirigir a licitação para a compra de dois aparelhos novíssimos.

. Na impugnação que fez da licitação, alega a empresa de Minas:

- A licitação visou favorecer a concorrente. Se mantidas as exigências (...) apenas a aeronave Augusta AW 119Koala (...) seria capaz de atender as exigências.

. A Helibrás também acionou o Ministério Público.

O tempo será instável durante toda esta semana, até sexta. A temperatura neste último dia do ano em Porto Alegre poderá chegar a 34 graus (27 graus as 9h).

. O Clima Tempo prevê chuvas a partir desta tarde, tempo que permanecerá chuvoso até sexta-feira, mas só na quinta-feira a temperatura começará a cair.

CLIQUE AQUI para acompanhar as previsões.

Editorial, Folha - Contra a corrupção

O jornal Folha de S. Paulo escreve em editorial, hoje, que embora tenha avançado em casos importantes de desvio de recursos públicos, a Justiça deve celeridade em episódios de menor repercussão. O jornal refere-se ao caso do mensaleiro petista Zé Dirceu, para dizer que ele não tem mais recursos e deve apenas cumprir a pena para a qual foi condenado como bandido comum. Leia mais:

Carregado de simbolismo, o julgamento do mensalão chegou ao fim para a maioria dos réus neste ano. Diversas penas até já são cumpridas pelos condenados sem direito a mais nenhum recurso --situação, por exemplo, do ex-ministro da Casa Civil José Dirceu (PT).

. Também em 2013 remeteu-se ao Supremo Tribunal Federal (STF) a investigação sobre o escândalo do cartel em licitações do Metrô e da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) durante sucessivas administrações do PSDB no Estado de São Paulo.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Conherça as críticas da musa gaúcha do Greenpeace ao Pré-Sal

A ativista brasileira do Greenpeace, Ana Paula Maciel, que retornou ao Brasil no sábado (28), após ficar presa na Rússia por cem dias, por participar de um protesto contra a exploração de petróleo no Ártico, se posicionou também contrária à exploração do pré-sal. 

. Ana Paula fez declarações duras sobre o caso em entrevista para a Rádio Guaíba. O site www.brasil247.com.br, alinhado com o governo Dilma, repercutiu a informação com o texto a seguir:

Segundo ela, "é muito profundo, desnecessário" e coloca em risco parques marítimos como Abrolhos e Fernando de Noronha. Em tom bastante alarmista, ela vê risco de um acidente ambiental de grandes proporções e critica as empresas chinesas que fazem parte do consórcio que fará a extração do óleo. "São empresas tradicionalmente desleixadas em relação ao meio ambiente", afirma.
Ainda segundo a ativista, a exploração do pré-sal gera, automaticamente, poluição. "O problema é que nós pensamos dentro de uma geração sem pensar nas próximas", disse Ana Paula, frisando que a extração do petróleo da região do pré-sal deverá contribuir para a aceleração dos prejuízos ambientais em escala global.

As declarações de Ana Paula Maciel são um espécie de afronta à tecnologia. Ao falar até em possibilidade de grandes acidentes ambientais, por causa do pré-sal, ela desconsidera os avanços da engenharia do petróleo e não enxerga a geração de recursos que serão investidos em educação e saúde com a exploração do pré-sal em mares brasileiros.

- Em Porto Alegre, a gaúcha Ana Paula também criticou o preço das passagens de ônibus e reclamou da sujeira nas ruas da Restinga.

Gasto com pagamento de servidores cresce mais que receita no RS e em mais 21 Estados

O limite prudencial, 46,55% impede os governos de tomar empréstimos, promover contratações e conceder aumentos superiores ao nível da inflação. A Lei de Responsabilidade Fiscal só admite 49%. O RS piorou no governo Tarso, saindo dos 39,4% do governo Yeda para o total atual de 43,4%. Como Tarso não paga o piso salarial do magistério e ainda remeteu para outros governos aumentos salariais extraordinários, economistas como Darcy Carvalho dos Santos estimam que dentro de dois a três anos até a LRF será desrespeitada. O governo do Paraná, que passou de 45% para 48,7%, já não tem dinheiro para pagar fornecedores e aplica calotes neste final de ano.

A reportagem a seguir é da jornalista Daniel Bramatti , de O Estado de S.Paulo. Leia tudo:

. Os gastos com pagamento de pessoal são um fardo cada vez mais pesado para a maioria dos governos estaduais. Nos últimos três anos, nada menos que 22 das 27 unidades da Federação ampliaram a parcela da receita comprometida com salários de servidores ativos e aposentados. Em termos práticos, isso se traduz em menos investimentos e contas mais engessadas.

. Não se pode culpar o desempenho da arrecadação pela situação. Na média, a receita estadual cresceu 16% acima da inflação entre 2010 e 2013. Apenas três governadores tiveram perda de recursos. Em 19 Estados, o crescimento real da receita no período foi superior a 10%.

. O problema está mesmo localizado na ponta das despesas. Os gastos com pessoal nas 27 unidades da Federação cresceram 36% em termos reais desde 2010. No governo federal, o aumento foi de apenas 3%.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Dólar valorizou 15,26% no ano. Foi o melhor investimento de 2013.

O dólar interrompeu uma série de quatro quedas seguidas e fechou em alta ante nesta segunda-feira, valorizando 15,26% ao longo do ano. Trata-se da melhor aplicação de 2013.

Ana Paulo (Greenpeace) conversa com Tarso. Ela já começa a criticar o pré-sal.

O governador Tarso Genro recebeu hoje a ativista do Greenpeace, Ana Paula, que ficou presa por mais de dois meses na Rússia. Elaagradeceu o empenho do governo gaúcho, ressaltando que sem o apoio do Brasil, o processo de libertação poderia ser mais demorado.

. O PT, Partido de Tarso, e a esquerda em geral, começaram a questionar Ana Paula, porque ela passou a fustigar as ações brasileiras de exploração de petróleo nas áreas do pré-sal. Ela avisou que batalhará contra esta política do governo brasileiro, porque a exploração prejudica a fauna e a flora marinhas.

FHC reafirma o que disse no Manhattan Conection: "Não acredito que Lula tenha sido alcaguete da ditadura

Pelo Twitter, Tuma Jr (veja ao lado) comentou a negação do tucano: "Como ex-presidente precisa manter as aparências. Fez seu papel. Ainda não leu o livro e se admitir, assumirá que foi traído" 33". É evidente que se trata disto. FHC nem tem motivos para defender Lula, porque por ordem de Erenice, chefe da Casa Civil do "Barba", foi levantado dossiê contra a mulher do ex-presidente, dona Ruth, para desmoralizá-la. FHC acovarfda-se quando precisa dizer a verdade sobre o dirigente da organização criminosa do PT.
CLIQUE AQUI para ler extrato do capítulo "Tarso em pessoa comandou a feitura do dossiê para desmoralizar Ruth Cardoso.

O ex-presidente declarou em entrevista que concedeu no domingo a noite que não possui "nenhum elemento" que lhe permita confirmar essa acusação, feita pelo delegado Romeu Tuma Júnior em seu livro 'Assassinato de reputações':

- Eu não tinha esse sentimento do Lula, ele era uma pessoa autêntica. Eu acho que é muito fácil dizer 'você foi isso, foi aquilo'. Eu não entro nessa onda não.

. Fernando Henrique Cardoso participou do programa Manhattan Connection, da Globonews. Ele foi confrontado duas vezes com a denúncia formal feita no livro, que inclusive relata o nome de Lula como dedo duro dos militares e do Dops: "Barba". Tuma Júnior conta que Lula foi recrutado pelo pai, que na década de 70 foi o todo poderoso diretor do Dops de São Paulo. Tuma Júnior conta vários episódios de traição de Lula ao movimento sindical e à oposição. "Era o nosso ganoso, o nosso alcaguete", conta Tuma Júnior, que na época era investigador do Dops. 

CLIQUE AQUI para ler excertos do livro, intitulado "Lula, alcaguete da ditadura militar".

Bolsa fecha pior dezembro deste século. No ano, perdas foram de 15,49%.

A Bolsa de Sp encerrou o último pregão do ano em alta de 0,47%, atingindo 51.507 pontos. A alta do dia, no entanto, não foi suficiente para deixar dezembro no azul, e o mês encerra com queda de 1,85%. É a pior performance em um mês de dezembro no século. 

. Segundo analistas, meses de dezembro embutem o tradicional rali de final de ano, no qual investidores ajustam e “embelezam” suas carteiras. Mas dezembro de 2013 fecha com queda. Desde 2000, todos os meses de dezembro encerraram em alta, com exceção de 2011, quando houve queda marginal de 0,21%. 

. No ano, o índice recua ainda mais: a baixa foi de 15,49%.

Shuch, PSB, avisa que votou com a oposição no caso da tunga sobre os cofres da CEEE

O deputado Heitor Schuch, PSB, mandou dizer esta tarde ao editor que votou com a oposição e com a sua bancada, contrariamente ao projeto enviado pelo governo para tungar R$ 1,3 bilhão dos cofres da CEEE, dinheiro que estava reservado para investimentos e que Tarso Genro usará para tapar rombos do caixa único e pagar salários, conforme relatou ao jornal Zero Hora na edição de domingo.

. Os três deputados do PSB - Schuch, Paladini e Miki Breier - saíram da base do governo por decisão nacional do Partido, que busca um palanque local para o governador Eduardo Campos. 

. Por falta de diálogo e de habilidade política, o governador Tarso Genro transformou sua sólida maioria numa miragem, já que perdeu o apoio dos tres socialistas e de sete deputados do PDT. Os dois Partidos desembarcaram do barco petista, que afunda a olhos vistos no RS. O governo conta, agora, com o apoio apenas do PT, 14 deputados; PCdoB e PRB, um cada um; e PTB, que perdeu dois deputados da oposição e agora conta com apenas três representantes. 

Tarso Genro abre as baterias contra Beto Albuquerque

Beto Albuquerque.



Em entrevista sem eixo, o governador Tarso Genro assestou suas baterias contra seu ex-secretário de Infrfaestrutura, o deputrado Beto Albuquerque, PSB, que ao sair do governo levou junto o Partido e seus 3 deputados estaduais, reduzindo a ficção a plácida maioria que o Pirfatini tinha na Assembléia.

. O que disse Tarso Genro, confessando sua própria culpa no caso:

- Todo governo comete erros. Acho que deveríamos ter revisado os contratos do Daer. E isto não foi feito. Naquele momento, tínhamos um secretário que entendia que os contratos deveriam ser mantidos. Estou convencido de que se tivéssemos feito naquela época o que fizemos agora, estaríamos muito mais avançados. Acho que poderíamos ter feito diferente. O erro foi não ter realizado imediatamente as revisões contratuais que o Daer necessitava. Acho que o programa RS Mais Igual, que já tirou 62 mil famílias da miséria absoluta, pode ser considerado um acerto, uma grande estratégia do nosso governo.

Aécio reage ao discurso natalino de Dilma: "Ela vive na ilha da fantasia"

O senador e pré-candidato à presidência da República pelo PSDB, Aécio Neves, declarou nesta segunda-feira 30 que a presidente Dilma Rousseff voltou a "fazer autoelogio e campanha eleitoral" na mensagem de fim de ano que foi ao ar na noite deste domingo em rede nacional de rádio e televisão.

. O texto acima e o que vai abaixo é do site www.brasil247.com.br de hoje:

. O presidente do PSDB lembra que, na mensagem, Dilma não dá "nenhuma palavra sobre as famílias vítimas das chuvas e as obras prometidas e não realizadas". O tucano cita ainda a "inflação acima do centro da meta" e um "pífio crescimento da economia", além de "crise da segurança" e "epidemia do crack que estraçalha vidas". Segundo ele, a presidente vive em uma "ilha da fantasia", onde "a qualidade do ensino tem melhorado e a criação de creches é comemorada". Na vida real, no entanto, diz ele, "os resultados dos testes internacionais demonstram o contrário". De acordo com Aécio, a "abusiva" mensagem demonstra "falta de limites de um governo que acredita que a propaganda e o ilusionismo podem demonstrar força".

. Leia a íntegra da nota:

Declaração do senador Aécio Neves sobre pronunciamento da presidente da República em cadeia de rádio e TV
"Sob o pretexto das festas de fim de ano, a presidente volta à TV para fazer autoelogio e campanha eleitoral.

Lamentavelmente, a oposição não pode pedir direito de resposta.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

DEM vai cobrar explicações de Paulo Borges por omissão na votação do caso CEEE

Causou inconformidade e estupefação entre setores da oposição e do próprio Democrata, a atitude do deputado Paulo Borges de se ausentar do plenário e colaborar com a aprovação do Projeto de Lei do governador Tarso Genro, que retira da já combalida CEEE,  R$ 1,3 bilhão,  para tapar os rombos no caixa único do Estado, causados pela gestão irresponsável do governo petista.

A indignação dentro do Democratas com a postura de seu único deputado na assembleia é tanta, que se prevê uma situação delicada para Paulo Borges na primeira reunião da Comissão Executiva Regional, logo depois do recesso.

Um dirigente do DEM manifestou-se ao editor de forma contundente em relação à atitude de Borges:

- Não é a primeira vez que Paulo Borges colabora por omissão com interesses do governo Tarso. O que ele precisa entender de uma vez por todas é que foi eleito por um partido de oposição, o mandato não lhe pertence e o DEM do RS não pode, não deve e não vai respaldar atos de um governo petista que claramente age contra o interesse público, como é o caso desta tunga bilionária na CEEE, que enfrenta a maior crise estrutural de sua história e ainda está sendo obrigada a dar suporte financeiro ao caixa do Estado, dilapidado pela má gestão de Tarso Genro. Ao agir em benefício do PT, Paulo Borges não representa o DEM.

. Segundo avaliação de integrantes do Democratas, mesmo que o voto de Paulo Borges não fosse decidir a questão, ele tinha a obrigação de estar em plenário, votar contra e externar a posição do partido e de seus eleitores.

Economistas projetam PIB menor e inflação maior para 2014

Economistas de instituições financeiras elevaram ligeiramente a perspectiva para a inflação neste ano e no próximo, mantendo ao mesmo tempo a projeção para a SELIC em 2014 em 10,5%, mostrou a pesquisa Focus do Banco Central divulgada nesta segunda-feira. Os economistas pioraram a projeção para o IPCA neste ano e em 2014 em 0,01 ponto porcentual, a 5,73% e 5,98%, respectivamente. A perspectiva para a inflação nos próximos doze meses, por sua vez, foi reduzida a 6,03%, ante 6,05% na pesquisa anterior.
Neste final de ano, a inflação tem surpreendido ao não mostrar sinais de arrefecimento, o que pode pressionar ainda mais a atual política monetária. Em dezembro, por exemplo, o IPCA-15, prévia da inflação oficial do país, surpreendeu ao acelerar a alta mensal a 0,75%, fechando o ano em 5,85%.

. Em relação ao crescimento da economia, não houve alterações nas projeções para desempenho do Produto Interno Bruto (PIB), com expansão projetada de 2,30% em 2013 e 2% em 2014.

Artigo, Paulo Brossard - O Julinho e o ensino

A charge é de Muller.



O ex-ministro Paulo Brossar resolveu entrar na discussão sobre a degradação do ensino gaúcho sob o governo do PT, com ênfase par ao caso do Julinho, o outrora exemplar Colégio Júlio de Castilhos. Leia tudo:


Um fato chocante e de inegável importância social foi divulgado por ZH dias antes do Natal ao retratar a alarmante deterioração de um dos mais conceituados colégios de Porto Alegre, o “Julinho”, como era familiarmente denominado o “Julio de Castilhos”. Ao tempo em que surgiam colégios de inspiração religiosa, logo consagrados pela excelência do ensino ministrados por notáveis educadores, o governo rio-grandense, de forte tintura comtiana, cuidou de formar seu colégio padrão, que viria a levar o nome do chefe republicano; cansei de ouvir referências respeitosas ao colégio laico destinado a cotejar com os católicos e evangélicos; o maior louvor suponho viesse daqueles que lhe houvessem frequentado. O trabalho da jornalista Letícia Duarte estendeu-se pelo ano escolar, 27 de fevereiro a 22 de novembro de 2013; registrando o colapso do que fora um colégio modelar; é impossível resumi-lo, o espaço seria insuficiente para um resumo do resumo, limito-me a dizer que, a todos os títulos, o quadro é deplorável.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Beluzzo, ex-professor e amigo de Dilma, diz que governo precisa reindustrializar para crescer

CLIQUE AQUI para ler, também, "Ano de oportunidades", de Henrique Meirelles, homem ligadíssimo ao governo, mas que faz uma análise precisa sobre as oportunidades globais que Dilma não sabe aproveitar. A revista Veja desta semana (Lauro Jardim) diz que Lula ofereceu Meirelles para substituir Mantega, mas a presidente repeliu a investida. É que Meirelles exigiu carta branca. 

LEIA também, reportagem do Estadão de domingo: "Em dois anos, setor industrial fecha mais de 200 mil postos de trabalho. CLIQUE AQUI. 

Em entrevista que concedeu para a repórter Eleonora de Lucena, da Folha, Luiz Gonzaga Beluzzo, professor e amigo de Dilma, avisa que o câmbio está muito fora do lugar e é preciso acelerar as concessões e refortalecer a indústria. Beluzo se esforça para ser condescendente, mas seu lado profissional o impede de fazer loas a um governo que fracassa visivelmente. Leia tudo:

O Brasil precisa mexer na política cambial. A valorização do real por vários anos fez com que empresários virassem importadores e a indústria encolhesse. Por isso, o crescimento patina. Se o enrosco não for resolvido, poderá haver recuo.

O diagnóstico é do economista Luiz Gonzaga de Mello Belluzzo, 71, para quem o país se meteu numa camisa de 11 varas (dificuldade extrema, da qual é difícil ou impossível sair, diz o "Aurélio").
Professor da Unicamp, foi mestre de Dilma Rousseff. Nesta entrevista, ele avalia a ex-aluna: "Está seguindo os cânones dominantes. Deu uma recuada diante da correlação de forças. Com o câmbio muito fora do lugar e essa situação internacional, haverá dificuldades de reativar a economia".

Folha - Como vai o governo Dilma?
Luiz Gonzaga de Mello Belluzzo - Dilma se deu conta de que os efeitos da crise sobre o Brasil foram maiores do que se podia pensar e duraram mais tempo. Nos metemos numa camisa de 11 varas, num enrosco. O investimento industrial foi afetado pela manutenção da taxa de câmbio valorizada. O que a maioria dos industriais fez? Eles se tornaram importadores. A indústria brasileira ficou nanica. O Brasil vai ter que corrigir a política cambial.

É por isso que o governo está fracassando na economia?

Não acho que esteja fracassando. O crescimento é ruim, comparável ao de FHC, que foi péssimo. Há esse enrosco de câmbio, crescimento e juros. O núcleo do enrosco é o desalinhamento do câmbio.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Parceria com 3DGARAGE garante e-book de Cabo de Guerra no novo site de compras Albuka

Sessão de autógrafos no lançamento, em Porto Alegre. Yeda ajudou a autografar os livros, que conta a saga do seu governo contra o Eixo do Mal.



O site de compras Albuka, que já disponibilizou para venda a versão e-book do livro "Cabo de Guerra", do editor, acaba de ser criado para ser um site de venda on line de livros, cursos, aúdios e produtos digitais.

. Ele é resultado da união do jornalista Polibio Braga com a agência de webdesigner 3DGARAGE, do jornalista Sérgio Albuquerque.

. O  Albuka.com.br contemplará seus clientes com material vasto de produção diversa.

CLIQUE em www.albuka.com.br para comprar.

A GM volta a demitir em SP. Centenas de trabalhadores receberam telegramas na véspera do Natal.

Centenas de trabalhadores da fábrica de São José dos Campos da GM foram demitidos na véspera do Natal, mas o número de demissões não foi divulgado. A empresa já havia informado que tinha um excedente de 450 pessoas na linha de produção do modelo Classic, que deve ser paralisada.

. Os funcionário receberam aviso de demissão por meio de um telegrama. Esta foi a segunda demissão em massa na planta de São José neste ano. porque em março, a GM já havia demitido 598 trabalhadores

- Muitas grandes empresas demitiram na véspera do Natal, o que também fez o prefeito José Fortunati, em Porto Alegre, que deu bilhete azul para 69 ocupantes de cargos em comissão que fizeram a sua campanha. 

COMPRE E LEVE PARA CASA. DESFRUTE NESTA SEGUNDA
HOJE, SEGUNDA-FEIRA: aberto até as 20h
Cervejas artesanais. 200 rótulos de várias partes do mundo
Bier Mark Spirito Santo
No mezanino da loja da Spirito Santo, Rua 24 de Outubro 513, 10h as 20h, inclusive sábado
Vá lá, faça sua encomenda e aproveite o ambiente para tomar um chop ou beber a cerveja da sua preferência.
Fone 3208.2300
É a primeira loja shop in shop do Bier Markt em Porto Alegre
www.biermarkt.com.br

Anatomia de uma chantagem contra o presidente da República

CLIQUE AQUI para comprar o e-book do livro, bem mais barato e com download imediato.

No comentário a seguir, o editor conta o que encontrou no corrosivo último capítulo do livro “Assassinato de Reputações”, no qual o delegado Tuma Júnior narra aquilo que ele intitula “A chantagem contra o presidente da República”.

. No livro, é narrado todo o escabroso episódio que envolveu o então chefão da Polícia Federal, o gaúcho Luiz Fernando Corrêa, homem de Tarso Genro, seu companheiro da República de Santa Maria, que teria se mantido no cargo porque tinha em seu poder fotos comprometedoras envolvendo Lula. Quem lhe contou tudo foi o ministro Luiz Paulo Barreto, o sucessor de Tarso no ministério da Justiça. EscreveTuma Júnior, página 506:

- Estas fotos do Lula o Luiz Fernando obteve quando era secretário nacional de Segurança Pública.

. Ele se pergunta:

-Quanto desse tipo de chantagem não terá contaminado o governo Dilma ?

. Mais adiante, sempre sem contar o que continham as fotos, todas obtidas durante visita de Lula à Amazônia, Tuma Júnior fornece uma pista instigante:

- Contei ao meu pai, Tumão, o que ouvi. Ele era senador e presidente da CPI da Pedofilia.

. Tumão fez silêncio por alguns segundos, perguntou se era sério o que o filho dizia, ele silenciou novamente por mais alguns segundos, e se despediu com uma frase de desalento:

- Vamos descansar filho.

CLIQUE na imagem a seguir para ouvir tudo.

Governo gaúcho comemorará fim dos pedágios privados nas estradas estaduais, hoje, 14h, em Carazinho

Será esta tarde, 14h, o ato pelo qual o governador Tarso Genro marcará o fim dos pedágios privados no RS. Será em Carazinho, com direito a foguetório. Uma das concessionárias, a Metrovias, abriu as cancelas neste domingo, esvaziando os protestos encomendados para hoje pelo governo, CUT e MST.

. Os pedágios continuarão sendo cobrados nas estradas estaduais que estavam sob concessão, mas a cobrança será estatal. Em rodovias federais como freeway, as privatizações prosseguirão. 

. O governo gaúcho vai na contramão do governo Dilma, que faz privatizações sucessivas na área, já que o setor público não tem dinheiro para novos investimentos e expansões. No RS, o Piratini criou uma estatal, a EGR, um elefante branco que não conseguiu sobreviver com o que cobra de pedágios e já cortou serviços de ambulâncias e socorros mecânicos.

- Depois da festa de hoje, o governador passará 10 dias no Uruguai, depois irá até a Venezuela, no dia 15, e no final do mês viajará a Cuba com a presidente Dilma Roussef.

OPINIÃO DO LEITOR
O governo Tarso engana os usuários das estradas, até então pedagiadas, ao dizer que teremos economia. Isso é meia-verdade:
-  PRIMEIRO QUE NÃO TEREMOS MAIS APOIO DE AMBULÂNCA E DE GUINCHO.
- SEGUNDO,  a economia poderia ser muito maior se fizesse como o governo Dilma, que entregou tudo para a inicativa privada, cujos valores dos pedágios serão muito inferiores ao estabelecido pelo PT gaúcho.

. Nas rodovias que passarão à administração da EGR, a economia para quem trafega de automóvel em dias úteis da semana (sendo um trecho de ida e outro de volta), passa de R$ 3,5 mil em um ano. Considerando a tarifa mais baixa paga atualmente (R$ 7,00 por trecho), a redução será de R$ 308 mensais e de R$ 3.696 a cada ano.

Veículos de passeio e utilitários com 2 eixos
Valor atual: R$ 7,00
Valor EGR: R$ 5,20

Veículos comerciais (2 eixos)
Valor atual: R$ 8,80

Valor EGR: R$ 6,10

Saiba como na Operação Satiagraha, Tarso queria ver o "circo pegar fogo" para minar Lula e Dilma

Protógenes sabia que a Operação Satiagraha contou com o ok de Lula, que voltou atrás depois que os acontecimentos chegaram muito perto do governo. O banqueiro Daniel Dantas tinha todo mundo nas mãos e vazou o número da conta do Mensalão em Nassau.


Estranhamente fora do mercado, passados 30 dias do lançamento, o livro Assassinato de Reputações, prossegue surpreendendo pelas revelações que faz o delegado Romeu Tuma Júnior, que durante três anos privou da intimidade do governo Lula, no comando da secretaria nacional de Justiça, trabalhando sob a liderança do então ministro da Justiça, Tarso Genro. Tuma Júnior era filho de Tumão, o mitológico chefão do Dops de São Paulo na época dura da ditadura, onde recrutou o então líder sindical Lula da Silva para ser seu alcaguete – o dedo duro que informava aos policiais e aos militares tudo o que acontecia na CUT e no PT.

. Num dos capítulos mais pormenorizados, ao contar os bastidores da Operação Satiagraha e o embate mortal entre os delegados Paulo Lacerda e Protógenes Queiroz com a troika Lula, Dirceu e Gilberto Carvalho, uns atacando e outros defendendo os interesses do banqueiro Daniel Dantas, ele explica de que modo se colocam as contradições entre as lideranças do PT:

- Tarso não gostava de Lula e Dirceu, e queria ver o circo pegar fogo. Ele era de uma facção contrária à majoritária no PT, e quando falo em facção contrária refiro-me a grupos antagônicos mais adversários do que a própria oposição. Sabia que Dantas tinha boas relações com expoentes do PT. A desgraça do banqueiro e de parte de seus Partidos, naquele momento, poderia render a Tarso novo protagonismo, como ocorrera quando do escândalo do Mensalão.

. Qual o interesse que tinha Tarso Genro em ver “o circo pegar fogo” ? Leia o que escreve Tuma Júnior na página 403 do seu livro:


- Isto lhe beneficiaria na disputa presidencial (ele postulava a candidatura a presidente e não acreditava em Dilma), ou no mínimo ao governo gaúcho. Afinal, Tarso sabia, como já dissera Protógenes, que a Operação Satiagraha era uma “missão presidencial”, que depois foi suspensa pelo envolvimento de gente do próprio Palácio do Planalto.

Entrevista de Carlos Sperotto para "Cenários" - Com regras estáveis, podemos até triplicar a produção de trigo.

Entrevista de Carlos Sperotto para "Cenários" - Com regras estáveis, podemos até triplicar a produção de trigo.

A produção de trigo, safra de inverno, foi recorde em 2013?
Sim. No RS, contrariando todas as projeções, chegamos a 3 milhões de toneladas, um número recorde. Este ano ultrapassamos o Paraná, que colheu pouco mais de 2 milhões de toneladas. Ainda assim, o Brasil produz metade do que consome. Até menos do que isto, porque o consumo é de 12 milhões de toneladas por ano.

A produção brasileira e gaúcha vai aos trancos e barrancos no caso do trigo?
Sim. Agora mesmo, quando registramos excelente safra, bem na hora que os produtores poderiam ter faturado bem, o governo afrouxou as importações, jogando os preços para baixo. Assim não dá para produzir.

O que vocês querem?
Regras estáveis, estímulos estáveis, garantias estáveis. Queremos que o governo diga se quer ou não quer ser autossuficiente na produção de trigo, grão que tem o RS como primeiro no ranking brasileiro. Podemos triplicar a produção de inverno de uma safra para outra.

CLIQUE no vídeo a seguir para ver e ouvir toda a entrevista. Ela é dividida em 5 blocos de 12 minutos cada. Participaram da mesa o editor e mais os analistas financeiros Leandro Rushel e Stormer.

http://www.youtube.com/watch?v=_Eq0jMDIJyg&list=PLJlwo2Q4Qb0x5RMKWmb2A0flymDOpBj3C

Entrevista, Osmar Terra - É descontrolado o tráfico de cocaína vindo da Bolívia e da Colômbia.

O editor ouviu nesta segunda-feira o deputado e ex-secretário da Saúde, Osmar Terra, que falou para o programa semanal “Cenários”, abordando durante uma hora os riscos que corre o Brasil diante da intensificação do tráfico de cocaína e crack produzidos na Bolívia e na Colômbia, mas sobretudo as ameaças que decorrerão a liberação da maconha no Uruguai.

. O deputado do PMDB é o autor da nova Lei Anti-Drogas, já aprovada na Câmara e em exame no Senado. A nova legislação endurece o combate às drogas, aumentando as penas de prisão para os traficantes e endurecendo as restrições ao usuário, inclusive o estabelecimento das chamadas internações involuntárias.

O que significa internação involuntária?

Hoje, o usuário só pode ser internado se ele mesmo manifestar o desejo. Com a nova lei, um familiar ou o médico podem mandar internar administrativamente, sem necessidade de apelar ao judiciário.

A repressão ficará maior?

Sem dúvida. E precisamos estar alertas, porque as coisas ficarão piores no Brasil.

A que o senhor se refere?

Há uma epidemia de drogas no País, assolado por contrabandos descontrolados de cocaína que é produzida na Bolívia e na Colômbia. A partir de abril, o Uruguai será uma plataforma de envio ilegal de maconha.

E o controle das fronteiras?

Nada é eficaz. A Polícia Federal possui apenas 900 homens para 12 mil quilômetros de fronteira.

Clique no vídeo a seguir para examinar o inteiro teor da entrevista que o deputado Osmar Terra concedeu nesta segunda-feira ao meio dia sobre o estado atual das drogas em todo o mundo, com ênfase para o caso do RS. É entrevista do programa Cenários.


http://www.youtube.com/watch?v=4SkmJWCF1co&list=PLJlwo2Q4Qb0wYTTqnT7demm5f8IgK2JwQ 

Na TV, Dilma volta a adotar discurso de candidata. É a oitava fala do ano na TV.

Dilma Rousseff: oitavo pronunciamento no rádio e na TV neste ano. Cada aparição custa R$ 90 mil aos cofres públicos. O senador Aécio Neves denunciou o uso eleitoral das redes de TV.

Em seu último pronunciamento oficial – o oitavo em 2013 – neste ano, em cadeia nacional de rádio e televisão, a presidente Dilma Rousseff evidenciou neste domingo como usa o espaço institucional na TV para fazer campanha antecipada. É o que informa Veja desta segunda-feira em seu site na web.  Leia mais:

O pretexto oficial era desejar um bom 2014 aos brasileiros. Mas, como já havia feito outras sete vezes, Dilma adotou discurso de candidata, abusou da primeira pessoa do singular e fez autoelogios nos doze minutos de discurso.

.Com a fala de hoje, Dilma soma dezoito pronunciamentos na TV em três anos de governo – média de seis por ano –, superando, na média anual, seus antecessores: Lula fez onze no primeiro mandato, e dez no segundo – média de 2,6 por ano; Fernando Henrique Cardoso fez seis em sua primeira gestão, e dezesseis na segunda – média de 2,75 por ano.

. A fala da presidente foi gravada. Ela passa férias na Bahia com a filha, Paula, e o neto, Gabriel.

COMPRE E LEVE PARA CASA. DESFRUTE NESTA SEGUNDA
HOJE, SEGUNDA-FEIRA: aberto até as 20h
Cervejas artesanais. 200 rótulos de várias partes do mundo
Bier Mark Spirito Santo
No mezanino da loja da Spirito Santo, Rua 24 de Outubro 513, 10h as 20h, inclusive sábado
Vá lá, faça sua encomenda e aproveite o ambiente para tomar um chop ou beber a cerveja da sua preferência.
Fone 3208.2300
É a primeira loja shop in shop do Bier Markt em Porto Alegre
www.biermarkt.com.br

Rosane ataca a Corsan pela falta d'água, mas avisa que a culpa é de Yeda e até de Britto

A editora de Política da RBS, escreve hoje no jornal Zero Hora que os moradores de Gravataí, Viamão e de outras dezenas de cidades (Guaíba, por exemplo) que estão enfrentando falta dágua neste final de ano tórrido andam fartos das promessas da Corsan, mas em vez de responsabilizar diretamente o governo Tarso Genro, do PT, que já cumpriu 2/3 do seu mandato, ela prefere descarregar a culpa nos governos anteriores, inclusive Yeda e Britto. Ao focar o caso de Gravataí, Rosane livra a cara de Tarso e do presidente da Corsan, Tarcisio Zimmermann, para acusar o prefeito Marco Alba e o seu secretário, Zavalon, que não têm nada a ver com a história - mas porque foram secretário estadual e presidente da Corsan. Não há mais nem pudor na editoria de Política da RBS quando se trata de blindar os governos do PT e atacar adversários que há muitos e muitos anos nem integram a administração estadual. Pior ainda: a lista dos municípios mais prejudicados, inclusive regiões de Porto Alegre, abastecidas não pela Corsan, mas pelo Dmae, ou Pelotas, também suprida por serviço municipal, revela que por trás de tudo está também o dedo da CEEE, a estatal que acaba de ser esgualepada em R$ 1,3 bi por Tarso, que usará o dinheiro para pagar pessoal, segundo a própria Zero Hora de domingo. Sobre isto, Rosane Oliveira nem fala nada. O pior dos dias para Corsan e CEEE ocorreu justamente no sábado, quando a Corsan pagou páginas coloridas inteiras nos jornais para dizer que a estatal é um exemplo mundial em matéria de saneamento. Leia:

Há anos, os partidos que se revezam no poder prometem solucionar os problemas de falta dágua, mas é só o verão começar para surgirem as desculpas de sempre, quando não a acusação de que a culpa é da população, que gasta demais nos dias de calor. A atual direção da Corsan se orgulha de estar fazendo o maior investimento da história da empresa, com verbas do PAC, mas não consegue resolver problemas como o desperdício de água tratada, que hoje é de 42%. Desse total, 20% é perda física e 22% por ligações clandestinas.

O presidente da Corsan, Tarcísio Zimmermann, garante que este é o último verão de falta d’água em Gravataí:

Estamos concluindo obras que vão aumentar em 90% a capacidade de produção. Gravataí opera no limite. Se há queda de energia ou se aumenta o consumo, temos falta d’água.

Diante dos sucessivos casos de desabastecimento, o prefeito de Gravataí, Marco Alba (PMDB), decretou estado de calamidade pública e ameaça romper o contrato;

CLIQUE AQUI para saber mais.

BMW e Toyota fazer acordo para carro esportivo

As montadoras BMW e Toyota acertaram desenvolver uma plataforma conjunta para carros esportivos, disse o chefe de desenvolvimento da BMW, Herbert Diess, a um jornal alemão.

. As empresas alemã e japonesa também disseram na época que iriam estudar o potencial de uma plataforma conjunta para um veículo esportivo de porte médio em um estudo de viabilidade a ser concluído até o final de 2013.

Gleise, sobre incompetência do governo Dilma: "Não temos como evitar chuvas"

A ministra Gleise Hoffmann, prestes a desembarcar da chefia da Casa Civil, ao justificar a recorrente falta de ações do governo Dilma Roussef no combate às tragédias provocadas pelas inundações no Rio e em Minas:

- Não temos como evitar chuvas.

. Como se sabe, o que o governo pode fazer é evitar a ocorrência de tragédias em função das chuvas.

. Gleise Hoffman é candidata ao governo do Paraná.

- Segundo o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, que comentou nesta tarde de domingo a tragédia sofrida pelo Espírito Santo com as chuvas, "não há a menor estratégia" do governo para tentar evitar os efeitos climáticos; "Este é um dos maiores problemas da velha política do Brasil: os problemas só existem quando ocorrem", escreve o pré-candidato à Presidência da República, em sua página no Facebook; ele prossegue: "Infelizmente, em Brasília ainda é regra esperar o pior acontecer para tomar alguma medida"; "este é o tipo de ineficiência administrativa que o brasileiro se cansou de ver", critica Eduardo Campos, que exalta medidas de sua gestão; "em Pernambuco, tomamos diversas ações para minimizar os danos causados pela chuva"

Clima Tempo prevê chegada de frente fria ao RS

Hoje à tarde no Litoral Norte do RS.



As 20h começou a chover na região da Campanha do RS.

O domingo é de tempo bom no Litoral, na Serra, em Porto Alegre e praticamente em todo o Estado, o que contraria as previsões dos pultimos dias. O sol brilha desde as primeiras horas da manhã e o céu é claro;

. Neste momento, 16h21min, os termômetros marcam 36 graus em Porto Alegre.

. Segundo o Clima Tempo, a previsão é de tempo firme nas praias preferidas dos gaúchos, entre Tramandaí e Torres, no Litoral Norte, com máxima de 29ºC. Nas praias mais próximas a Torres pode haver maior nebulosidade e há chance de pancadas de chuva isoladas, embora a sensação de abafamento continue. O Clima Tempo também prevê a aproximação de uma frente fria e chuvas no RS.

CLIQUE AQUI para ver e ouvir os comentários sobre o tempo para segunda.

Gaspari denuncia que privataria petista mora nos detalhes

A empreiteira de Emílio e Marcelo Odebrecht, dona da Braskem, que no RS controla o Pólo Petroquímico de Triunfo e que mantém assento cativo no Conselhão de Tarso, onde instalou seu diretor, Alexandrino Alencar,  seria, na visão do colunista Elio Gaspari, o símbolo da promiscuidade entre o público e o privado. A nota conta o caso da privatização do aeroporto do Galeão – uma enorme empulhação do governo.

. Escreve o jornalista na sua coluna de hoje, publicada em Porto Alegre pelo Correio do Povo:

-  Ganha uma passagem de ida a Davos quem sabe onde terminam os braços das empreiteiras e onde começa o Estado dos comissários.

. Elio Gaspari compara as privatizações dos governos FHC e as atuais privatizações do governo Dilma Roussef para sentenciar:

- O governo do PT faz diferente, mas faz pior. É uma casa lotérica.

CLIQUE AQUI para ler tudo.




Editorial da Folha - O governo rendeu-se

Muito a contragosto, o governo rendeu-se às críticas de que sua política econômica conduziria o país a uma crise grave. É o que escreve neste domingo a Folha de S. Paulo, num duro editorial de críticas ao medíocre governo Dilma Roussef. Leia tudo:

Premido pelo esvaziamento de seus cofres, rendeu-se ao fato de que não pode continuar a gastar como nos primeiros anos de Dilma Rousseff.
Acuado pelo risco de fracasso das privatizações de serviços públicos, rendeu-se à necessidade de reformular os leilões de concessão.
Rendeu-se ainda à necessidade de dar combate direto à inflação, e a taxa básica de juros voltou a subir. Rendeu-se ao descrédito e malogro de sua política de controlar preços, diretamente ou por meio de desonerações de impostos, embora os desarranjos ainda permaneçam, maquiando e reprimindo artificialmente a inflação.
O esgotamento do arsenal de medidas de estímulo econômico e de intervenção em preços e rendas não resultou em progresso nem segundo os critérios do governo.
A presidente e seus ministros diziam no início de 2011 que a economia cresceria a 6% ao ano; mudaram para 4,5% em 2012. No final do ano passado, acreditavam em expansão de 4% neste 2013. Na média anual, o PIB do triênio não terá avançado mais de 2%.

Seria difícil ter crescido muito mais que isso, sob qualquer governo.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Falta de energia explica falta de água no RS

A falta de água que atinge o RS desde o meio da semana deve-se exclusivamente aos sucessivos apagões de energia elétrica no Estado. É o que informam a Corsan e os serviços municipais de água e esgoto. Segundo o DMAE, Porto Alegre, o aumento do consumo por causa do calor intenso contribuiu para a redução do nível dos reservatórios. Além disso, a falta de energia na última quinta-feira provocou um retardamento no abastecimento à população.

. Os problemas de abastecimento ocorrem em vários municípios, com ênfase para Pelotas, no Sul. 

. Em Porto Alegre, mesmo com alternativas, o problema continuou. Este ano foi realizada a duplicação da capacidade de produção de água potável da Estação de Tratamento de Água Belém Novo, que passou de 500 l/s para 1000 l/s, a construção da nova adutora da Av. Juca Batista, concluída em dezembro e a construção de uma estação de bombeamento com geradores a óleo diesel.


. A situação, entretanto, retornou à normalidade nesta manhã, quando o consumo diminuiu e os reservatórios foram cheios. Mesmo assim, o DMAE alerta para o desperdício de água na estação.

Ex-marido de Dilma, Carlos Araújo, no jornal O Globo de hoje: ‘A crítica de que o PT perdeu conteúdo ideológico é correta’

Carlos Franklin Paixão Araújo, ex-marido da presidente Dilma, mantém a paixão pela política, e diz que o governo hoje não tem adversários. Ele também critica a imprensa, sem reconhecer que a maior parte dela só faz o jogo do governo e do PT, como acontece em Porto Alegre, onde os cinco jornais diários estão atrelados com o que querem Lula, Dilma e Tarso.  

. Isto tudo e mais algumas análises foram registradas pelo repórter Nabor Goulart e publicadas no jornal O Globo deste domingo.. Leia tudo:

Ex-preso político, o advogado Carlos Franklin Paixão Araújo, de 76 anos, foi casado por mais de 20 com a presidente Dilma, de quem ainda é próximo. De saúde frágil e com um enfisema pulmonar inoperável, mantém a paixão pela política. E, apesar da visão crítica sobre o PT, ele diz que o governo hoje não tem adversários.

O senhor acredita que mensalão pode atrapalhar a reeleição da presidente?
Acho que não. A crítica que se faz ao PT, de que o partido perdeu seu conteúdo ideológico, é absolutamente correta. Mas, mesmo que o tenha perdido, é um partido que sempre cresce politicamente. Essa é uma contradição interessante da política brasileira: a cada eleição, apesar de tudo, o PT faz mais e mais votos.

Por quê?
Porque o PT, de uma forma ou de outra, corresponde às aspirações das camadas brasileiras mais necessitadas. É simples assim. E também tem uma política que consegue agregar setores de várias classes sociais, desde a classe média até as elites. Parte das elites apoia o PT, compreende a sua política.

Isso é mérito de quem?
Da intuição e, principalmente, do aprendizado do Lula. Quando ele fez a “Carta aos Brasileiros”, em 2002, precisou ver como é que faria tudo aquilo que estava escrito e prometido. Então eu acho que, nesse sentido, o PT fez as alianças corretas. É impossível desenvolver o capitalismo brasileiro sem alianças com setores capitalistas, como temos. As tormentas que ocorreram, o PT soube assimilá-las perfeitamente. Veio a tormenta do mensalão, e o Lula foi reeleito. Veio a outra onda do mensalão agora, com as prisões, e a Dilma está crescendo. Como explicar isso? A mídia colabora muito com o PT.

O PT discorda.

Mas está sendo infantil ao dizer isso. Porque é a mídia que elege o PT, ao ser tão radical e sectária como tem sido. 

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Eliane Cantanhêde diz que aumento do IOF para quem viaja para o exterior foi presente de grego de Dilma

No seu artigo deste domingo na Folha, a jornalista Eliane Cantanhêde contga que os viajantes brasileiros deixaram (deixamos) mais de US$ 20 bilhões no exterior neste ano. Leia todo o artigo:

No fim das contas vai dar umas cinco vezes mais do que a compra de caças suecos para renovar a frota da FAB, a serem pagos durante décadas.
Em vez de aquecer a economia do Brasil, estamos movimentando o comércio e gerando empregos nos países alheios, sobretudo nos ricos. Miami passou a ser o principal destino da brasileirada, que volta com malas gigantescas abarrotadas de peças de grife e todo tipo de bugiganga.
Na versão cor de rosa do governo, tudo isso é resultado do sucesso: o país está bombando, e os brasileiros estão cheios de amor para dar e com montanhas de dinheiro para viajar e gastar. Mas a realidade é outra e tem um nome: preço. Os preços no Brasil estão pela hora da morte.
Numa tarde em Miami, sentei para tomar um café e me senti em casa, mas a minha casa é aqui. À mesa da direita, paulistas; à da esquerda, nordestinos. E havia três moças de Minas. Todos cheios de sacolas.
Na volta, fiquei vagando duas horas num shopping em São Paulo à procura de lembrancinhas de Natal e tudo o que comprei foram dois lencinhos de seda, só para não sair de mãos abanando. Ah! E gastei R$ 60 de estacionamento num único dia.
Os produtos nacionais viraram artigo de luxo, os importados custam três vezes mais que nos EUA. Nem as feiras e o comércio popular escapam. Imagine a aflição da maioria de trabalhadores ao procurar brinquedos, tênis e roupas para os filhos.
Não foi nenhuma surpresa saber que o comércio teve seu pior Natal em 11 anos. A surpresa ficou por conta da reação desvairada do governo: em vez de se preocupar e se ocupar com os preços internos abusivos, aumentou o IOF e penalizou os cartões de débito em moeda estrangeira. Falta pão? Suprimam-se os brioches.

Se o brasileiro ficar, o bicho preço come; se correr, o bicho imposto pega. Obrigada, presidente Dilma, pelo presente de grego no Natal.


Tarso, Lula e Mercadante usaram dados falsos do banco Julius Bauer para forjar dossiês contra Tasso Jereissati

Mercadante, o pai dos aloprados, entregou o pen drive com dados falsos para o dossiê de calúnias desfechado pelo governo Lula contra Jereissati. Tarso e Lula participaram da tramóia.



O modus operandi era o mesmo já usado por procuradores federais ligados ao PT, e denunciado tempos atrás pelo Conjur, escreve o delegado Romeu Tuma Júnior no seu livro Assassinato de reputações, página 168, ao contar esta ordem criminosa que recebeu da nomenklatura petista em janeiro de 2009:

- Fulmine o Jereissati.

. Quem falou foi o senador Aloísio Mercadante, na época líder do governo Lula no Senado, e hoje ministro da Educação de Dilma Roussef. Mercadante foi o mesmo homem sob cujas ordens os “aloprados” tentaram comprar um dossiê para desmoralizar o tucano José Serra, e também foi o mesmo homem que chamou o senador Paulo Paim, em 2008, para boicotar a aprovação do empréstimo do governo Yeda Crusius junto ao Banco Mundial, sendo repelido pelo gaúcho, conforme o editor conta em seu livro Cabo de Guerra.

. Eis o que conta Tuma Júnior:

- Lá (na liderança do governo no Senado) entregaram-me um pen drive com as “seríisimas" denúncias contra um adversário do governo que já tinham sido entregues ao ministro Tarso Genro e ainda não haviam sido apuradas. (...) A exigência era de que eu plantasse uma investigação em cima do Jereissati.

. Acontece que Tuma Júnior era amigo do senador do PSDB, desde que ele foi governador do Ceará, a um ponto tal que chegou a ser convidado para ser secretário de Segurança do seu sucessor, Ciro Gomes.

. No livro, o delegado conta que não quis tocar o caso adiante por constrangimento moral e condutra profissional, mas decidiu abrir o pen drive para ver o que estacva ali:

- O principal é que tinha sido montado em um escritório particular, documentos com cópias de contas feitas no exterior, inclusive de Tasso Jereissati.

. Tudo de origem criminosa e imprestável para procedimentos legais, mas precioso para forjar dossiês falsos contra o senador do PSDB.

. O banco que produziu o dossiê:


- Julius Baer Bank &Trust, que tem sede em Nassau e pertence a um grupo alemão.

Beto acusa Dilma: "Ela demorou demais para ajudar as regiões atingidas pelas cheias"

O líder do PSB na Câmara, Beto Albuquerque (PSB-RS), acusa o governo federal por demorar demais a editar uma medida provisória que aceleraria os repasses para as regiões atingidas.

. É o que informa a coluna Painel, publicado em Porto Alegre pelo jornal O Sul.  Segundo Albuquerque, em março de 2012, o ex-ministro Fernando Bezerra, do PSB, encaminhou um estudo à ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann. "A ministra Gleisi e a presidente Dilma devem uma explicação ao povo brasileiro sobre por que medida tão importante dormitou um ano e nove meses nos escaninhos da Casa Civil", diz ele.

Gleisi, no entanto, afirma que o estudo citado por Albuquerque não existe e que a Medida Provisória, editada na última quinta-feira, começou a ser discutida no segundo semestre deste ano.

-  Beto Albuquerque radicaliza seus ataques aos governos Dilma e Tarso Genro, no RS, mas um dos seus três deputados na Assembléia, Heitor Schuch, continua divergindo do restante da bancada e em votações decisivas vota com o PT e o governo Tarso Genro, como fez no caso do projeto que tungou a CEEE em R$ 1,3 bilhão. Ou o PSB enquadra Schuch,que precisa da legenda para ser candidato novamente, ou o Partido será acusado de fazer jogo duplo.

Ana Amélia poderá abrir palanque para Campos e Aécio

Todos querem a favorita Ana Amélia. Tarso teria que dividir seu palanque presidencial com os candidatos do PDT e do PMDB.



Tucanos e socialistas já plenejam apoiar a senadora para evitar que o PP faça uma coligação com o PT na eleição presidencial, relata o colunista Ilimar Franco, em O Globo; "objetivo de Aécio Neves e Eduardo Campos é o de ter direito de usar o palanque eletrônico do PP nos estados", diz a coluna.

. Neste caso, não apenas o PSB, mas também o PSDB apoiariam Ana Amélia, que teria dois palanques presidenciais, o de Campos e de Aécio. 

COMPRE E LEVE PARA CASA. DESFRUTE NAS FESTAS DE NATAL
HOJE, SÁBADO: aberto até as 20h
Cervejas artesanais. 200 rótulos de várias partes do mundo
Bier Mark Spirito Santo
No mezanino da loja da Spirito Santo, Rua 24 de Outubro 513, 10h as 20h, inclusive sábado
Vá lá, faça sua encomenda e aproveite o ambiente para tomar um chop ou beber a cerveja da sua preferência.
Fone 3208.2300
É a primeira loja shop in shop do Bier Markt em Porto Alegre
www.biermarkt.com.br