Maurício Dziedricki quer disputar a prefeitura de Porto Alegre

O deputado estadual Maurício Dziedricki (PTB) pretende se lançar pré-candidato à prefeitura de Porto Alegre. A ideia do partido é que, com nome próprio à majoritária, seja fortalecida a campanha dos candidatos à Câmara Municipal, cuja bancada, hoje, tem quatro vereadores.

Paim, o autoproclamado “Pai dos Aposentados”, os deixou de lado

O senador Paulo Paim (PT-RS), que se elegeu para o primeiro mandato e durante anos usou os aposentados como bandeira de luta, foi o grande ausente no almoço e 10º Baile Estadual do Aposentado, domingo, promovido pela Federação dos Trabalhadores Aposentados e Pensionistas do RS, comemorativo ao 32º aniversário da entidade e do Dia Nacional do Aposentado.

A senadora Ana Amélia (PP-RS), ao contrário do petista, compareceu. E foi muito aplaudida.

834 leitores já subscreveram a ação popular do advogado Lagomarcino contra Evo Morales

Até o início desta noite, o total de 834 brasileiros já tinham assinado a lista dos subscritores da ação popular protocolada pelo advogado gaúcho Pedro Lagomarcino, que quer impedir que a Assembléia do RS conceda a Medalha do Mérito Farroupilha ao tiranete boliviano Evo Morales.

Até o início desta noite, 834 brasileiros já tinham subscrito a lista dos que assinarão com o advogado a ação popular já protocolada contra o autor do desatino, o deputado Edegar Preto, e o presidente da Assembléia, Edson Brum.

O editor já assinou.

CLIQUE AQUI para conhecer o texto integral da ação popular e também subscrevê-la.

Justiça põe fim no trenzinho da alegria que Tarso promoveu na Brigada Militar

O Diário da Justiça do RS publicará nos próximos dias acórdão do TJ/RS, com data de 1° de dezembro de 2015, que revoga todas as promoções de oficiais superiores da Brigada Militar ocorridas a partir de 2012. A decisão tomada Órgão Especial do tribunal considerou inconstitucionais aquelas promoções, inclusive de tenente-coronel a coronel.

O efeito desta decisão será imediato, o que determinará, em tese, a despromoção de todos os oficiais em bloco, independente de mandados de segurança que tramitam ou venham a tramitar na Justiça.

A farra das promoções, que se valia de critérios subjetivos, foi criada pelo governador petista Tarso Genro e acabou gerando um imbróglio jurídico administrativo, além de haver submetido a Brigada Militar a passar pela, talvez, maior vergonha de seus 124 anos de existência.

Clarice Lispector é destacada pelo Zaffari em sua série Dicionários

A obra da escritora Clarice Lispector é a fonte da 11ª edição da série Dicionários, do Grupo Zaffari. “Clarice Lispector – A transcendental visão do cotidiano” repete a fórmula dos livros anteriores, com mil verbetes em ordem alfabética apresentando trechos da literatura produzida pela autora.

Com criação do escritor e editor publicitário Luiz Coronel, o livro, de 336 páginas, será distribuído a bibliotecas públicas, universidades, instituições culturais e autoridades do Estado, mas também pode ser adquirido nas lojas da rede.

Projeto de Ana Amélia quer endurecer saída temporária de presos

Está sob análise da Câmara dos Deputados projeto de lei da senadora Ana Amélia Lemos (PP-RS) que torna mais rígida a lei atual sobre a saída temporária da penitenciária para presos que cumprem a pena no regime semiaberto.

O chamado "saidão" é um benefício que permite a saída por tempo determinado para visitar a família, participar de cursos e outras atividades que ajudem no retorno ao convívio social.

Pelo projeto, o benefício só será concedido para réus primários, enquanto hoje o reincidente que já tenha cumprido 1/4 da pena também pode ser beneficiado. A proposta restringe ainda o tempo de saída temporária para um único período de sete dias por ano, ao contrário da lei atual, que permite a renovação do período por outras quatro vezes.

Artigo, Henrique Meirelles, Folha - Ancorando o debate

Participo de discussões com investidores globais nas quais são analisados vários países. Anos atrás, quando falávamos do México, foi pontuado que era ano eleitoral e existia grande chance de vitória de candidato presidencial populista.

Apesar disso, os investidores mostraram tranquilidade. Como o Banco Central do país era independente e seu presidente e diretores tinham mandatos longos à frente, não havia a possibilidade de um novo chefe de governo alterar substancialmente, num único mandato, as decisões sobre política monetária ou cambial.

O ponto central no intenso debate sobre a decisão do BC brasileiro de manter a taxa de juros inalterada é a autonomia da instituição. A controvérsia foi resolvida de forma permanente e simples na maioria das economias relevantes via instituição da independência legal do BC –o que significa na prática que a sua diretoria terá mandatos estabelecidos por lei para cumprir os objetivos formulados pelo Executivo.

E por que muitos países adotaram a medida em lei? A razão é clara: embora a inflação baixa seja muito popular, medidas de combate à inflação podem ser no curto prazo impopulares.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Termina quinta prazo para lojistas obterem autorização para trabalhar no feriado de Navegantes

Os lojistas interessados em abrir suas lojas com empregados no feriado de Navegantes, dia 2, têm até o dia 28 para solicitar a declaração de opção pelo trabalho. A solicitação deve ser feita no site do Sindilojas Porto Alegre.

Para os demais feriados, o documento pode ser preenchido até o dia 31 de março. A declaração só não permitirá a abertura das lojas com funcionários no dia 1º de maio e no Natal.

Chegou a hora da verdade para Lula, para o PT e para Dilma.


Dica do leitor: um site para consultar a previsão de tempestades

Cansado das previsões furadas do meteorologista da rádio Gaúcha?

CLIQUE AQUI para consultar a previsão de tempestades com raios.

A dica é do leitor Roberval Mostardeiro de Paula, engenheiro eletricista.

Justiça se pronuncia a respeito da cobertura de Lula no Guarujá

Na primeira oportunidade de se pronunciar sobre a cobertura tríplex no litoral de São Paulo, em ação indenizatória movida pelo ex-presidente Lula da Silva contra três jornalistas do jornal O Globo, a Justiça expôs as contradições do ex-presidente: “A conduta da assessoria de imprensa do autor se revela contraditória, ora afirmando ser o imóvel de propriedade do autor e de sua família, ora negando”, escreveu o juiz Mauro Nicolau Junior, da 48ª Vara Cível do Rio de Janeiro, que julgou a ação improcedente.

O processo foi movido por Lula depois que O Globo mostrou, em reportagem publicada em agosto de 2015, que um grupo empresarial recebera R$ 3,7 milhões da GFD, empresa usada para lavar dinheiro do doleiro Alberto Youssef, e repassou quase a mesma quantia para a construtora OAS, durante a finalização das obras do prédio onde está o apartamento de Lula.

Na acusação, os advogados do ex-presidente sustentavam que O Globo intencionava atacar a sua honra ao publicar a reportagem.

A última dos juízes: querem, agora, ganhar adicional por tempo de serviço

As associações de juízes têm conversado com o presidente do STF, ministro Ricardo Lewandowski, para que ele apoie a iniciativa de se apresentar uma PEC que crie, à magistratura, o adicional por tempo de serviço, como existe no Executivo.

Seria uma maneira de aumentar gradativamente a remuneração dos juízes, temerosos que estão de que o auxílio moradia, que vem sendo questionado sistematicamente, seja revogado.

Êxito na revisão de decisões do juiz Moro é ínfimo, aponta PGR

O índice de revisão das decisões do juiz Sérgio Moro emitidas na Operação Lava Jato é inferior a 4% do total de habeas corpus e recursos de HC ajuizados pelas defesas dos réus na Justiça de segundo grau e cortes superiores. O juiz Moro é de primeiro grau.

A Procuradoria-Geral da República apurou que, desde o início da Operação, em março de 2014, até o início deste ano, 413 recursos foram apresentados, sendo que apenas 16 foram concedidos parcial ou totalmente.

No STF, de 54 recursos apresentados, somente quatro foram concedidos, enquanto que o STJ já rejeitou 97 recursos dos defensores dos réus da Lava Jato.

Esta história de O Antagonista conta as ações dos blogs sujos e dos jornalistas venais

A nota a seguir do blog O Antagonista, revela o inteiro teor de conversas grampeadas pela Polícia Federal.

Elas demonstram como agem os blogs sujos e os jornalistas venais.

Leia tujdo:

Além das mensagens entre José Dirceu e seu assessor de imprensa, o Estadão publicou também as mensagens entre José Dirceu e Breno Altman.

Breno Altman é jornalista dos sites Brasil 247 e Opera Mundi.

Ele se meteu nos pagamentos do PT a Ronan Maria Pinto, para acobertar os autores do assassinato de Celso Daniel. Ele se meteu igualmente nos pagamentos da Engevix ao Brasil 247, através de Alberto Youssef.

Numa de suas mensagens a José Dirceu, Breno Altman diz:

“Falei com Rui, propus que tocássemos o rebu. Ele acha que devemos reagir com perfil baixo… inacreditável”.

A estratégia de Breno Altman era a mesma de José Dirceu: atribuir ao PSDB e aos manifestantes de 16 de agosto a culpa pela explosão no Instituto Lula.

Foi o que eles fizeram.

Breno Altman publicou um artigo sobre o assunto no site Carta Maior, replicado pelo blog de José Dirceu. Enquanto isso, outros artigos eram difundidos na internet, como o do secretário Nacional da Juventude do PT e o de Chico Vigilante, ambos citados no relatório da PF.

Executivos da SBM fazem acordo de R$ 500 mil para escapar da Lava Jato

Segundo o Ministério Público, a empresa holandesa pagou cerca de 46 milhões de reais em propina na Petrobras entre 1997 e 2012.

A reportagem é do site Veja, hoje.

Leia tudo:

O CEO da empresa holandesa SBM Offshore Bruno Chabas e o funcionário do conselho fiscal da companhia Sietze Hepkema fecharam no final da semana passada um acordo com o Ministério Público e concordaram em pagar 500.000 reais - 250.000 reais cada. O acordo extrajudicial não inclui a admissão de culpa dos dois executivos e ainda precisa ser confirmado pela Justiça.

Em dezembro, o Ministério Público concluiu que a SBM desembolsou cerca de 46 milhões de dólares em propina para ex-funcionários e ex-diretores da Petrobras. Segundo as investigações, entre 1997 e 2012 a companhia despejou dinheiro sujo nos bolsos de dirigentes da petroleira em troca de contratos envolvendo navios-plataforma ou de informações confidenciais sobre processos e transações envolvendo a Petrobras. O nome da offshore holandesa ganhou força na Operação Lava Jato a partir de depoimentos do ex-gerente de Serviços da Petrobras Pedro Barusco, que disse que passou a receber propina da empresa ainda nos anos de 1990. Ao todo, foram 22 milhões de dólares até 2010, segundo o delator.

Antes disso, conforme revelou VEJA, um ex-funcionário da SBM Offshore apontou o empresário Julio Faerman como o lobista responsável por intermediar pagamentos de propina de pelo menos 30 milhões de dólares a funcionários da petroleira brasileira. O objetivo seria conseguir contratos, que somam mais de 9 bilhões de reais, para o aluguel de plataformas de exploração do petróleo. Uma auditoria interna da SBM mostrou que, de 2007 a 2011, a empresa subornou autoridades e políticos em Angola, Cazaquistão, Guiné Equatorial, Itália, Iraque e Malásia - até 250 milhões de dólares teriam passado por esses dutos de corrupção.

Campanha - Segundo o delator da Lava Jato Julio Faerman, a empresa holandesa SBM Offshore pagou 300.000 dólares em propina à campanha da então candidata à Presidência Dilma Rousseff em 2010. No depoimento aos investigadores, Faerman afirma que transferiu o dinheiro para uma conta do então gerente de Serviços da Petrobras Pedro Barusco, que confirmou os repasses. A transação foi feita em contas na Suíça. Também em acordo de delação, Pedro Barusco disse que "no ano de 2010, durante a campanha presidencial, quando Serra encostou em Dilma nas pesquisas, foi solicitado por Renato Duque a intermediar o recebimento de uma contribuição de 300.000 dólares para a campanha de Dilma".

Segurança pública no RS: nada está tão ruim que não possa ficar pior

A população gaúcha já sabe, por sentir na pele, diariamente, mas agora, diante dos números, a situação parece ainda mais desesperadora: cresceu em 88% o número de latrocínios (roubo seguido de morte) no Rio Grande do Sul, nos últimos cinco anos. O roubo de carros aumentou em 68%. Assaltos, 60%. Homicídios, 42%.

Este editor gostaria de dizer o contrário, mas o governador José Ivo Sartori não deixa: a situação, em 2016, vai piorar ainda mais, com o aumento das aposentadorias de policiais militares, que não serão repostos. E a bandidagem, tendo consciência disso, vai se esbaldar.

Brigada Militar nega pedido do prefeito de Pelotas, como tem negado a todos

O prefeito de Pelotas, Eduardo Leite (PSDB) pediu, mas não levou. Ele queria que a Brigada Militar repusesse ao menos parte dos 78 policiais militares que atuavam na cidade e se aposentaram ano passado.

Ouviu do comando da BM que, para ampliar o policiamento em Pelotas, outro município teria que ser desfalcado já que o governo não vai contratar novos policiais até que as finanças do Estado tenham condições de bancar esse aumento da folha de pagamento.

Pensando em voos maiores, Beto não vai concorrer à prefeitura, este ano

Depois de muita especulação em torno da possibilidade de o socialista Beto Albuquerque disputar a prefeitura de Porto Alegre, no final de semana ele bateu o martelo: ele vai se poupar para, em 2018, ser o nome do PSB à presidência da República

Mas o partido insiste em ter candidatura própria na Capital gaúcha.

O ministro da Justiça e o advogado de 11 réus da Lava Jato vão juntos a praia da Bahia

Salvador, via WhatsApp

O mais vistoso dos advogados dos bandidos da Lava jato, Kakay, e o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, cruzaram pela mesma praia e pela mesma barraca da praia de uxua, Trancoso, Bahia, no final de semana.

À noite, jantaram no restaurante Jacará, na mesma mesa.

Kakay garantiu aos jornalistas que discutiram apenas amenidades, porque são velhos amigos.

Kakay defende 11 dos réus da Lava Jato, quase todos na cadeia.

Entidades jurídicas buscam a melhor forma de derrubar a LRF gaúcha

Capitaneadas pela Associação dos Juízes do RS (Ajuris), as entidades representativas do Ministério Público, Defensoria Públicos e de auditores do Tribunal de Contas estão reunidas neste momento com o procurador-geral de Justiça, Marcelo Lemos Dornelles.

A pauta do encontro é discutir a melhor forma de propor ação direta de inconstitucionalidade (Adin) contra a Lei Complementar Estadual 14.836, que criou, no final do ano passado, a Lei de Responsabilidade Fiscal gaúcha.

No entendimento das entidades, a LRF não se aplica aos Poderes e órgãos autônomos porque interfere na sua independência econômica e administrativa, já que são instituições com autonomia.

A Lei impede novas despesas sem previsão de receitas e proíbe a concessão de reajustes salariais que vigorem a partir da troca do governo.

Vinícolas buscam lidar com alta tributação

Com vários custos em dólar, as vinícolas gaúchas buscam enfrentar, ainda, a alta dos impostos de maneira alternativa. Em uma delas, não são mais aceitos pagamentos com cartão, para reduzir custos para a empresa.  Além do ICMS, que subiu de 17% para 18%, a indústria do vinho tem que lidar com o IPI, que passou para 10%.

Darci Dani, diretor-executivo da Associação Gaúcha de Vinicultores afirma que quem mais sentiu foram os produtores de vinhos finos e espumantes, com valores acima de R$ 7,30 na indústria.  Ele diz ainda que o aumento tributário afeta a expectativa de elevar vendas com a alta do dólar. Quando a moeda norte-americana sobe, aumenta a competitividade do vinho nacional, mas os impostos estão provocando reajuste de preços.

Ajuste fiscal faz desacelerar demanda no BNDES

Com a desaceleração da demanda por novos investimentos, em decorrência da política de ajuste fiscal adotada pelo governo, os  desembolsos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) somaram R$ 136 bilhões, no ano passado. Isto revela uma queda de 28% em comparação às liberações de recursos para projetos do setor produtivo feitas em 2014. Também as aprovações e as consultas para obtenção de financiamento do banco caíram em relação ao ano anterior. Elas alcançaram, respectivamente, valores de R$ 109,5 bilhões e R$ 124,6 bilhões, mostrando retração de 47% cada sobre 2014.

Do montante desembolsado em 2015, a maior parte (R$ 54,9 bilhões ou o correspondente a 40,4% do total) foi destinada ao setor de infraestrutura. Em seguida, aparecem os setores da indústria, com  R$ 36,9 bilhões (27,1% do total); comércio e serviços (R$ 30,4 bilhões, ou 22,4%) e agropecuária (R$ 13,7 bi, ou 10,1%).

O BNDES informou que, mesmo diante do cenário econômico restritivo no país, conseguiu manter apoio para áreas consideradas essenciais, como energia elétrica e logística de transporte, que receberam R$ 21,9 bilhões e R$ 20 bilhões, com alta de 15% e 8%, respectivamente.

Nevasca mantém aviões no chão nos Estados Unidos

A forte nevasca que atingiu os Estado Unidos no final de semana ainda causa prejuízos. Cerca de 1.510 voos permanecem atrasados ou cancelados nesta segunda-feira. Os aeroportos da cidade de Nova York e nas áreas metropolitanas de Washington DC são os mais atingidos. O aeroporto Internacional de Newark, em Nova York, tem 247 voos cancelados e oito atrasaram. Enquanto isso, o aeroporto LaGuardia, também em Nova York, teve 143 cancelados .

CVM dá dicas via Linkedin

Com o objetivo de orientar o público e destacara a importância da formação de uma poupança, por exemplo, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) decidiu partir para as redes sociais. Criou um perfil no Linkedin e agora tem uma página específica para dar informações de cunho educacional.

A CVM tem apostado na educação financeira e o objetivo com a página é se aproximar do investidor, uma das prioridades do Planejamento Estratégico 2013-2027. A autarquia lembra que o conteúdo deve ser considerado unicamente como fonte de informação e orientação, não substituindo as normas, decisões e outras manifestações formais.

Para seguir, acesse www.linkedin.com/company/cvm. A CVM também tem canais no Facebook, Twitter e YouTube.

Calor extremo em Porto Alegre: temperatura fooi aos 43º no bairro Bela Vista

Mais um alerta da Prefeitura de Porto Alegre. Além da hidratação, o destaque está no texto do tuíte feito: "E até 17h vai seguir subindo!"

Em Porto Alegre, no bairro Bela Vista, 16h04min, a tremperatura registrada na rua macou 43 graus.

E tempo parcialmente nublado.

Os institutos de meteorologia estão prevendo tempo bom, sem chuvas, pelo menos até quinta-feira.

Em Florianópolis, também as 16h04min, os termômetros marcavam 34 graus, tanto na Lagoa da Conceição quanto na praia de Jurerê.

Mesmo em bairros isolados, como Trindade, a temperatura é amena para esta época do ano, sem contar a brisa marinha que perpassa toda a cidade de Florianópolis, cujas praias, hoje, segunda-feira, pareceram bem menos lotadas do que de costume.

O movimento na ilha diminuiu consideravelmente, com o que o próprio trânsito acalmou bastante.

CPF de dependentes a partir dos 14 anos já deve constar na Declaração do IR

Entre as mudanças recentes da Receita Federal está a que muda a inclusão de dependentes na Declaração de Imposto de Renda da Pessoa Física. No caso, trata-se do número do CPF daqueles dependentes com idade a partir de 14 anos.

Até a instrução normativa publicada hoje no Diário Oficial da União, apenas dependentes com 16 anos ou mais precisavam ter o CPF incluído na declaração.  A mudança já vale para a declaração deste ano, que tem prazo final em 29 de abril. O contribuinte, contudo, já pode iniciar o rascunho no sistema da Receita.

Cavalgada da Brigada Militar causa lentidão na entrada da Capital nesta manhã

É inacreditável. Quem sempre precisa atuar em manifestações que causam transtorno para a população, quem alerta que horários e locais de grande fluxo de veículos devem ser evitados, quem até precisa usar a força, diversas vezes, para fazer com que manifestantes liberem a pista de estradas e avenidas, foi quem trancou tudo nesta segunda-feira. Sim. A Brigada Militar. E não foram sindicalistas protestando contra salários parcelados ou pedindo melhores condições de trabalho. Foram integrantes da cavalaria da corporação.

A cavalgada, alusiva ao 100 anos do 4º Regimento de Polícia Montada, iniciou na sexta-feira, em Triunfo e os cavalarianos passaram por diversas cidades até chegarem em Porto Alegre, nesta manhã. O destino final é a sede do 4º RPMon, onde será realizada uma cerimônia alusiva às festividades.

Conforme o comandante da unidade, Major Armim Müller "foi um risco calculado que causou um pequeno atrapalho no trânsito". Ele ressaltou também que  qualquer atividade que se faça prejudica um pouco. "Tentamos evitar ao máximo, e procuramos manter uma fila única do lado direito da via".

Artigo, Dênis Rosenfield, O Globo - A perversão da democracia

A perversão da democracia começa pelo (mau) uso da linguagem política. Conceitos são esvaziados do seu significado, palavras são ideologicamente utilizadas, e os discursos afastam-se de qualquer relação com a verdade. Pior do que isto, ritos e procedimentos democráticos são de tal forma deturpados, que terminam por servir à própria subversão da democracia.

O caso mais extremo, tão admirado por certos setores da esquerda brasileira, é o da Venezuela, com seu “experimento” de “socialismo do século XXI”. Na verdade, trata-se de uma mera repetição do comunismo do século XX, tendo como único elemento diferenciador o fato de se dizer democrático quando, na verdade, não respeita regras democráticas ou, melhor ditas, republicanas.

O Judiciário é totalmente dominado, até recentemente o Legislativo era completamente controlado, os meios de comunicação são severamente reprimidos e cooptados por empresários laranjas do governo, a Petrobras deles é usada para objetivos nitidamente políticos, milícias aterrorizam a população e assim por diante.

Na fachada, a “democracia” lá seguiria vigorando, pelo menos no dizer do atual governo brasileiro, que tem uma relação de cumplicidade com os bolivarianos. A ideologia tomou completamente o lugar da diplomacia. Note-se que o Itamaraty seguiu fielmente as orientações do PT, que se tornou cúmplice da subversão da democracia naquele pobre país. Curiosamente, tal política é dita defensora da “democracia”.

Em certo sentido, dá para entender. O cerne da questão reside no que eles entendem por democracia. A verdade, certamente, não é a sua preocupação.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Prefeitura usa rede social para alertar população sobre forte calor

Centro de Comando da Prefeitura da Capital posta na rede Twitter o alerta para a população frente às previsões de fortíssimo calor.

Na semana passada, por conta da baixa umidade, o alerta era de não praticar exercícios físicos em horários de pico da temperatura.

Entrevista, Delfim Neto, Valor: "Ou Dilma muda ou será o caos"

O ex-ministro e ex-deputado Antonio Delfim Netto vê apenas uma saída para o governo da presidente Dilma Rousseff e para o país, cuja economia está mergulhada na recessão:

 - Ou a presidente assume a responsabilidade e vai, no dia 2 de fevereiro, ao Congresso Nacional com os projetos de reforma constitucional e infraconstitucional, ou será o caos.

Isto foi o que disse ao jornal Valor o ex-ministro da ditadura, aliado de primeira hora de Lula e de Dilma.

Leia mais:

O caos, para ele, se materializará em dois ou trêsanos de recessão e um longo período de crescimento muito baixo. O que será "uma tragédia".

Delfim esteve na semana passada com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em um almoço que contou com a presença do economista Luiz Gonzaga Belluzzo e do prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), dentre outros. Poucos dias antes desse encontro de terça-feira ele esteve também com o ministro da Fazenda, Nelson Barbosa.Dessas conversas não colheu nenhum otimismo. Ao contrário, o ex-ministro e conselheiro de Lula está muito apreensivo.

"O presidencialismo não funciona sem presidente. E acho que é tempo de a gente entender, não tem mais impeachment", avalia. Para ele, a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de transferir para o Senado a  decisão final sobre o impeachment matou a possibilidade de o processo avançar.
Resta, a partir dessa visão, Dilma reassumir o governo e emparedar o Congresso levando, na abertura do ano legislativo, dia 2, quatro projetos de reformas - da Previdência Social, do mercado de trabalho, de dexindexação e da desvinculação dos gastos orçamentários. "Em algum momento temos que saber quem é o responsável pelo Brasil", instiga

Fiesc puxa entidades empresariais de SC contra a CPMF. "Queremos um Brasil novo", diz manifesto deste domingo.

Conselho das Federações Empresariais de SC (COFEM) repudia a intenção do governo federal de elevar a carga tributária. No RS, Fiergs opõe-se de forma apenas platônica contra o novo imposto.

Com o título “manifesto contra o aumento da carga tributária”, o Conselho das Federações Empresariais de Santa Catarina (COFEM), puxado pela Fiesc, que vem a ser a Fiergs de Santa Catarina, protestou publicamente contra a recriação da CPMF. 

Diz o manifesto, publicado nos jornais de domingo:

- Enquanto o País vive uma situação de extrema gravidade, com elevados índices de desemprego, inflação alta, economia estagnada e crise política e ética sem precedentes, o bom senso exige que se afaste qualquer medida que prejudique, ainda mais, o setor produtivo e a classe trabalhadora

“Queremos um País novo, com menor carga tributária e mais desenvolvimento”, diz o manifesto. 

A Fiesc também patrocina outdoors nas estradas.

CLIQUE AQUI para ler o manifesto.

Depois da alta de sexta, preço do petróleo volta a desabar nesta segunda-feira

Londres, via WhatsApp

Os preços do petróleo, que subiram na sexta-feira, voltam a dar sinais de baixa nesta abertura de semana. Isto inquieta a OPEP,, que clama por maior união entre os produtores.
O barril brent vale, agora, US$ 31,25, queda de 3.
Nada indica que o preço do petróleo mude de sua tendência baixista, já que os Países da OPEP quebram sucessivas metas de produção, ampliando geometricamente as ofertas.

Bolsas da Ásia fecharam em alta. Londres, neste momento, opera bem.

Londres, via WhatsApp

Londres, entre sol e nuvens esta manhã, temperatura muito amena para janeiro, 13 graus.Da mesma form a que esta página informou na primeira hora, as Bolsas da Ásia fecharam com índices positivos: Tóquio, 0,90%; Xangai, 0,75%.
Neste momento, Londres opera no positivo, quase com 0,06%.

Dólar deixa de ser vilão frente ao Leão em viagens internacionais

Nem tudo é culpa do dólar alto. Ao menos não no que se refere às viagens internacionais. É que a mudança no Imposto de Renda resultou na cobrança de uma alíquota de 25% sobre remessas ao exterior para prestação de serviços.

Há uma forma de driblar a cobrança. Basta que o turista decida pagar por conta suas despesas de hospedagem e outras, com cartão, onde incide apenas o IOF de 6,38%. Isto depende, é claro, do limite do cartão de cada um. Se optar por comprar um pacote em empresa especializada, então passa a valer a nova regra. As agências de turismo pagam serviços por meio de remessa e são tarifadas pelo IR.

Por enquanto, as empresas do setor tentam segurar o aumento, que pode inviabilizar a viagem de muitos brasileiros. Segundo o presidente da Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (CLIA Abramar), Marco Ferraz, várias agências anteciparam remessas em dezembro para evitar a cobrança do imposto no começo do ano. As que não fizeram isso, no entanto, já começam a repassar aumentos para o consumidor.

Petróleo retoma baixa

Após acumularem fortes ganhos nas duas últimas sessões na semana passada, os negócios futuros de petróleo retomaram tendência de queda nesta manhã. O petróleo vem operando sob forte pressão há quase dois anos, à medida que os estoques crescem em ritmo mais rápido do que a demanda. Além disso, há a expectativa de que o Irã eleve suas exportações no curto prazo, como resultado do acordo que levantou a maior parte das sanções internacionais impostas a Teerã.

Na sexta-feira, as cotações do petróleo saltaram entre 9% e 10%, após subirem mais de 4% no dia anterior, superando US$ 32 por barril. Antes disso, mais cedo na semana, a commodity havia chegado a recuar para menos de US$ 27 por barril.

"Os estoques globais vão aumentar até pelo menos o fim do primeiro semestre de 2016, mesmo sem qualquer petróleo adicional do Irã", comentaram analistas da corretora PVM. "É difícil acreditar que qualquer rali seja sustentável."

Mercado projeta mais inflação e revê taxa Selic

As taxas de juros estão sendo revistas pelos analistas após decisão do Comitê de Política Monetária, o Copom, ter mantido a taxa Selic em 14,25% ao ano. As projeções para a inflação foram elevadas e de forma expressiva. Foi o que apresentou o Boletim Focus. Conforme o relatório, nesta segunda-feira, a mediana das estimativas para a Selic ao fim deste ano saiu de 15,25% para 14,64% e, para 2017, de 12,88% para 12,75%.

Quanto à inflação, a mediana das projeções para o aumento do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) passou de 6,83% para 6,91% em 12 meses. Para 2016 completo, a projeção saltou de 7% para 7,23% e, para 2017, de 5,40% para 5,65%.

Petição pelo impeachment bate longe a petição contra

Na sua coluna Radar, Veja, de hoje, a jornalista Vera Magalhães informa que enquanto o abaixo-assinado pelo impeachment de Dilma Rousseff alcançou até agora mais de 1,4 milhão de apoiadores na página do Change.org, a petição que pede a manutenção da presidente Dilma Rousseff no poder conta com cerca de 5 mil assinaturas.

Diretores do Twitter pulam do barco e há quem escolheu navegar no Google

Os investidores estão preocupados com as perspectivas de crescimento do Twitter, que registrou uma forte queda em sua cotação na Bolsa nas últimas semanas. O número de usuários do Twitter aumentou de maneira considerada muito lenta nos últimos trimestres. No final de setembro, o Twitter reivindicava 320 milhões de usuários em todo o mundo, apenas quatro milhões a mais que três meses antes.

A verdade é que a rede social Twitter, que vive um momento difícil, anunciou no domingo a saída de quatro vice-presidentes e do diretor de aplicativos de vídeo, que vai trabalhar no Google. Com a saída dos vice-presidentes, o Twitter perde quatro dos nove integrantes da equipe executiva da empresa.

De acordo com o Wall Street Journal, no ano passado Jack Dorsey impôs como condição para voltar a dirigir a empresa a substituição do conjunto do conselho de administração, integrado também por Evan Williams, cofundador da empresa e um dos principais acionistas individuais do Twitter.
Alex Roetter e Kevin Weil, os vice-presidentes de Engenharia e Produtos, respectivamente, estavam na empresa há cinco anos, assim como Katie Stanton, responsável pelos meios de comunicação. Brian "Skip" Schipper era diretor de Recursos Humanos.

Alta do Petróleo e estímulos ampliam ganhos das Bolsas da Ásia

A segunda-feira foi de ampliação de ganhos para as Bolsas da Ásia e do Pacífico, á medida que a valorização recente do petróleo impulsionou o setor de energia na região e os investidores continuaram especulando sobre a adoção de novas medidas de estímulo por grandes bancos centrais. Nos mercados da China continental e em Hong Kong, o dia foi de fortes ganhos também para companhias siderúrgicas e produtoras de carvão, após o governo chinês reforçar a promessa de cortar o excesso de capacidade nessas indústrias, na última sexta-feira.

Analistas também citaram comentários de porta-vozes do Partido Comunista chinês como um sinal de que Pequim está disposto a sustentar as bolsas. Em sua edição internacional, o jornal People's Daily afirmou que os investidores que vêm tomando posições vendidas em ações chinesas estão "condenados a fracassar", enquanto a agência de notícias Xinhua alertou, em artigo publicado em inglês no último dia 23, que os que estão envolvidos em "ações especulativas" deverão "sofrer enormes perdas".

O mercado australiano, o principal da Oceania, destacou-se ao registrar a maior alta em mais de um mês e fechar no azul pelo terceiro pregão consecutivo. O S&P/ASX 200, índice que reúne as ações mais negociadas em Sydney, subiu 1,8% hoje, terminando o dia na máxima da sessão, a 5.006,60 pontos. No setor petrolífero, sobressaíram-se Woodside Petroleum (+3,8%), Oil Search (+2,6%) e Santos (+4,2%), além de empresas menores, como Beach Energy (+10,8%) e Drillsearch Energy (+7,6%).

Simon não poupa Lula em entrevista para A Voz do Campo: "Lula é culpado pela corrupção"

Neste sábado o Programa A Voz do Campo a maior rede de rádios do agronegócio foi até a casa de praia do ex-senador Pedro Simon. Ele falou sobre tudo, mas foi contundente quando falou sobre Lula, seu candidato na tentativa de releição de FHC.

- Votei no ex-presidente no período de tentativa de reeleição do FHC, pois ele parecia ter um grande plano, mas se deixou levar pela corrupção e hoje é um dos grandes responsáveis por toda essa corrupção. Ele lamentavelmente é culpado. Hoje a melhor coisa que ele poderia fazer é deixar a Dilma governar por sua conta. 

 A Voz do Campo vai ao ar todo sábado das 8 as 10 da manhã apresentado pelo Comunicador Marcelo Brum com diversas emissoras de rádios no RS e Paraná.

Previsão do Tempo: calor excessivo marca a segunda-feira

O Rio Grande do Sul está sob alerta de calor excepcional para esta segunda-feira. Apesar de algumas nuvens aparecerem, o sol predomina. Chuva e até temporal localizados podem ocorrer à tarde. Os termômetros vão marcar 40°C ou mais. À noite, o calor prossegue.