Dólar tem valor mais alto desde abril de 2009, mas Bolsa continua despencando.

Dólar - O dólar comercial registrou nova alta nesta quarta-feira. A moeda fechou com valorização de 0,84%, a R$ 2,269 na venda. É o maior valor de fechamento desde 1º de abril de 2009, quando o dólar encerrou o dia valendo R$ 2,281. A moeda norte-americana começou 2013 com uma tendência de desvalorização, mas o rumo se inverteu no final de maio. No ano, o dólar comercial acumula alta de 10,87%.

Bolsa - A Bovespa teve um dia instável nesta quarta, e acabou fechando no vermelho pelo quarto dia seguido nesta quarta-feira. O Ibovespa  recuou 0,41%, aos 45.044,03 pontos. É a menor pontuação desde 22 de abril de 2009, quando a Bolsa fechou aos 44.888,20 pontos.No ano, as perdas acumuladas já chegam a 26,1%.

Municipários de Porto Alegre recuam e aceitam proposta de reposição simples da inflação

Em assembleia geral, realizada nesta quarta-feira, os municipários de Porto Alegre debateram e aprovaram a nova proposta encaminhada pelo Executivo. A nova versão prevê o pagamento integral da reposição da inflação (6,49%) e o reajuste de 9,81% no vale alimentação, a partir de 1º de maio de 2013. Além disso, o governo recuou na proposta de estabelecer um acordo bianual (2013/2014).

Saiba quem são os melhores deputados e senadores, segundo quem cobre o Congresso. Jerônimo Goergen, PP, está na lista.

Estes são os melhores deputados e senadores que atuam no Congresso Nacional, segundo anunciou hoje o site Congresso em Foco, que ouviu os jornalistas que cobrem as atividades no Legislativo. Entre os 25 deputados, estão três gaúchos: Jerônimo Goergen, PP;  Manuela D'Ávila, PCdoB; Henrique Fontana, PT. Entre os 10 senadores, foram incluídos os três gaúchos: Ana Amélia, PP; Paulo Paim, PT; Pedro Simon, PMDB. O editor destaca Jerônimo Goergen, porque da lista é o único com quem conversa com regularidade, justamente por sua maior disposição de conversar com jornalistas e o que possui mais conteúdo relevantes para passar aos leitores. 

Chico Alencar (Psol-RJ) 75
2. Jean Wyllys (Psol-RJ) 59
3. Reguffe (PDT-DF) 48
4. Alessandro Molon (PT-RJ) 45
5. Ivan Valente (Psol-SP) 36
6. Luiza Erundina (PSB-SP) 35
7. Miro Teixeira (PDT-RJ) 27
8. Domingos Dutra (PT-MA) 23
9. Manuela D’Ávila (PCdoB-RS) 19
10. Beto Albuquerque (PSB-RS) 14
11. Carlos Sampaio (PSDB-SP) 13
12. Henrique Fontana (PT-RS) 13
13. Jandira Feghali (PCdoB-RJ) 12
14. Mara Gabrilli (PSDB-SP) 11
15. Ronaldo Caiado (DEM-GO) 11
16. Nilmário Miranda (PT-MG) 7
17. Benedita da Silva (PT-RJ) 6
18. Fernando Ferro (PT-PE) 6
19. Jerônimo Goergen (PP-RS) 6
20. Arlindo Chinaglia (PT-SP) 5
21. Glauber Braga (PSB-RJ) 5
22. Paulo Rubem Santiago (PDT-PE) 5
23. Paulo Teixeira (PT-SP) 5
24. Tiririca (PP-SP) 5

Senadores:
1. Randolfe Rodrigues (Psol-AP) 75
2. Pedro Taques (PDT-MT) 63
3. Cristovam Buarque (PDT-DF) 59
4. Pedro Simon (PMDB-RS) 49
5. Eduardo Suplicy (PT-SP) 42
6. Paulo Paim (PT-RS) 37
7. Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) 32
8. Ana Amélia (PP-RS) 31
9. Rodrigo Rollemberg (PSB-DF) 29
10. Walter Pinheiro (PT-SP) 15

PMDB amplia demagogia de Tarso e propõe emenda para dar passe livre a todos os estudantes do RS

 Os deputados do PMDB protocolaram nesta quarta-feira emenda ao projeto de lei que prevê o passe livre para estudantes no transporte intermunicipal de 63 cidades, com o objetivo de estender o benefício para todas as regiões do estado. Eis o que alegou a líder do PMDB, Maria Helena Sartori:

- Não seria justo deixar de fora uma parcela dos estudantes gaúchos, por sinal os que enfrentam as maiores distâncias para manter os estudos.

Lojistas fecharão portas, ligarão câmeras, reforçarão portas e protegerão mercadorias para evitar vândalos nesta quinta em Porto Alegre

Está marcada para esta quinta-feira, 04, manifestação popular a partir das 17 horas. A CDL Porto Alegre recomenda que os lojistas que estejam no roteiro programado pelos manifestantes, entre o Postão da Vila Cruzeiro e o Largo Zumbi dos Palmares, na Cidade Baixa, reforcem suas portas, ativem câmeras de segurança e retirem, quando possível, as mercadorias, principalmente das vitrines.

Ministério Público quer que Tarso demita imediatamente o presidente da Fase (ex-Febem)

O governo estadual do sr. Tarso Genro está com outro problemão político para resolver, porque o Ministério Público, por meio da 8ª Promotoria de Justiça da Infância e Juventude de Porto Alegre, pediu liminarmente, no dia 21 de junho, o afastamento da Presidente da Fundação de Atendimento Socioeducativo – Fase, Joelza Mesquita Andrade Pires, por descumprimento de decisão judicial. Conforme a representação, uma decisão judicial determinou que a Fase instituísse programa em caráter permanente para atendimento de adolescentes portadores de doença ou deficiência mental ou outros problemas ou transtornos psiquiátricos de natureza grave, atendimento individual e especializado, em local adequado (seja com a criação de novo espaço físico, seja com a adequação de local existente) nas unidades de Porto Alegre.

Entrevista, Caio Riela - Usaram as máquinas do Tarso e do Fortunati para me derrotar dentro do PTB

Caio Riela, ex-deputado do PTB, ex-prefeito de Uruguaiana

O senhor foi candidato à presidência do PTB do RS na convicção de que ganharia. De onde tirou a certeza?
É que o presidente eleito, deputado Luiz Carlos Busato, disse que não seria candidato. As principais lideranças do PTB também garantiram isto. Resolvi ocupar o espaço. Na última hora, uniram-se todos contra a chapa que liderei, mas assim mesmo fiz 20% dos votos.

Não é muito pouco?
Você nem imagina o poder que se levantou repentinamente contra a minha chapa. Foram convocados os CCs dos governos do Estado e de Porto Alegre, da Assembleia e da Câmara de Vereadores. Um exército de 400 pessoas, com estrutura gigantesca. Registraram uma chapa encabeçada pelo Zambiasi, que me disse pessoalmente que não concorreria. Eu tenho tudo isto gravado no meu celular.

Mas o senhor tinha bom volume de apoio antes da operação abafa?
O número de delegados aptos a votar triplicou durante a madrugada do dia da eleição. A meu ver foi uma eleição fraudulenta, com uso abusivo das máquinas montadas nos governos Tarso Genro e José Fortunati para me derrotar.

O senhor ficou chateado?
Muito. Meu movimento foi em prol do PTB. O que eles quiseram foi manter seus cargos. Infelizmente, não se faz mais política com ideias. Tudo virou negociata. O mundo mudou, o Brasil mudou, o povo está nas ruas e o PTB não percebe que precisa mudar. Eu fiz a minha parte. 

E-mail: assessoria.caioriela@gmail.com

Prefeito de São Jerônimo, PP, foi cassado hoje por corrupção eleitoral

Foi cassado esta tarde o prefeito de São Jerônimo, RS, Marcelo Schreiner, do PP. Foi junto seu vice, Fabiano Rolim, PT. A juíza eleitoral Rosângela Menezes aceitou a denúncia feita pelo promotor Lúcio Flávio Pretto. Também trabalha no caso o candidato tucano Evandro Heberle, que contratou os serviços do advogado Décio Itiberê.

. Schreiner e Rolim podem recorrer no cargo.

. Os dois políticos foram eleitos no ano passado.

. As acusações são de grossas ações de corrupção eleitoral. 

Presidente da Câmara vai devolver dinheiro por viagem da família em avião da FAB

O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), informou que vai devolver aos cofres públicos aproximadamente R$ 7 mil para cobrir os gastos da viagem de familiares em avião da Força Aérea Brasileira (FAB). O deputado e outras seis pessoas viajaram de Natal para o Rio de Janeiro para ver a final da Copa das Confederações no domingo passado, no Rio de Janeiro, segundo reportagem publicada pelo jornal Folha de S.Paulo, nesta quarta-feira.

- Em abril, o deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), também disse que iria devolver R$ 8.700 gastos com a instalação de uma cobertura ao lado da piscina da residência oficial Câmara. A pedido de Alves, foi construído no local um deck com recursos públicos. Alves afirmou que mandou construir a cobertura porque não havia nenhuma sombra perto da piscina, o que inviabilizaria sua utilização, e que decidiu devolver o dinheiro porque não era algo que já existia na casa. A Câmara gastou R$ 4.000 com a compra de nove colchas de casal, dois jogos de lençol, 5 toalhas de banho, 8 colchas de solteiro, 4 travesseiros e 7 toalhas de piso. Um único lençol custou R$ 599,00. Segundo uma loja especializada de Brasília, por esse valor é possível adquirir um lençol de "600 fios, toque acetinado e de puro algodão". Outras quatro colchas de solteiro saíram pelo total de R$ 796,00.

Servidores da saúde protestam pelo País contra "importação" de médicos

Servidores da saúde foram às ruas nesta quarta-feira em várias cidades do País para protestar contra a proposta do governo federal de trazer médicos estrangeiros para atuar no país. Manifestantes realizaram protestos no Rio de Janeiro, Pará, Florianópolis, Paraná, Piauí e Maranhão.

. Em Porto Alegre, a concentração, a partir das 16h, será em frente ao Hospital Beneficência Portuguesa. De lá, os manifestantes seguirão até o Palácio Piratini.

Militares derrubam presidente egípcio e suspendem Constituição

 Às 18h30 (no fuso horário do Cairo), as forças militares começaram a se organizar ao redor de Cairo. Tanques e tropas marchavam em direção ao palácio presidencial, embora não conseguissem confirmar a presença de Mursi. Outros soldados estavam posicionados próximo à praça onde dezenas de milhares de civis que apoiam o presidente estavam acampados, segundo o jornal norte-americano New York Times. 

. O Exército usou a agência estatal para anunciar a transição do governo, em pronunciamento na televisão, e a suspensão da constituição. As tropas convocaram uma reunião emergencial com líderes civis e religiosos para organizar um governo interino e preparar novas eleições.(Imagem da TV estatal egípcia mostra o ministro da Defesa, Abdelfatah al-Sissi fazendo pronunciamento após o anúncio da queda do presidente Mohamed Mursi, nesta quarta-feira - Egyptian Tv/AFP).

Congresso fará reforma paralela ao plebiscito

Para mostrar a insatisfação com a proposta de consulta popular, enviada ontem pelo Palácio do Planalto, oposição e parte da base aliada, liderada pelo PMDB, preparam um contra-ataque ao governo. Uma pauta de projetos de consenso sobre o sistema político pode ser colocada em votação nos próximos meses.

. A ideia é esvaziar o plebiscito, já que o TSE pediu 70 dias para realizar todo o processo, e a avaliação é que dificilmente as mudanças serão aprovadas antes de 5 de outubro, data-limite para que possam valer no pleito de 2014. Ontem, peemedebistas mandaram dois recados a Dilma: vão pedir a redução do número de ministérios e podem levar a plenário vários vetos.

Câmara arquiva projeto da ‘cura gay´

A Câmara dos Deputados aprovou ontem o arquivamento do projeto apelidado de “cura gay”. A retirada foi pedida pelo próprio autor, o deputado João Campos (PSDB-GO), depois que seu partido manifestou contrariedade com o projeto, que havia sido referendado duas semanas atrás pela Comissão de Direitos Humanos, sob a presidência do pastor Marco Feliciano (PSC-SP). A proposta perdeu apoio na Casa após ela ter sido rejeitada nos protestos que se espalharam pelo País nas últimas semanas.

Prazo do TSE e resistência de aliados dificultam plebiscito

Os prazos definidos pelo Tribunal Superior Eleitoral e a resistência imposta pelos líderes do Congresso colocaram em xeque a realização do plebiscito proposto pela presidente Dilma Rousseff para discussão de uma reforma no sistema político brasileiro.

. O governo já trabalha com a hipótese de as mudanças só valerem para as eleições de 2016, por falta de tempo para que as novas regras entrem em vigor para as eleições do próximo ano, quando Dilma deve concorrer à reeleição.

. Dilma sugeriu o plebiscito para dar uma resposta às manifestações que agitaram as ruas no início deste mês. Ontem, ela enviou ao Congresso uma mensagem propondo que a população seja consultada sobre cinco pontos.

Presidente da Câmara usou jatinho da FAB para levar e buscar noiva e parentes para o jogo do Brasil

A blogueira Laurita Arruda, noivinha do presidente da Câmara, viajou de graça no jatinho da FAB, junto com familiares de Eduardo Henrique Alves. 



- Esse tipo de gente está pedindo mais reação popular. Eles não aprenderam nada com os protestos de rua. O material todo é da Folha. Henrique Eduardo Alves, PMDB, depois de flagrado, avisou que pagará as despesas com o jatinho.

O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), informou nesta quarta-feira (3) que vai pagar à União os custos da viagem de sete pessoas que pegaram carona com ele em um avião da FAB (Força Aérea Brasileira) para assistir ao jogo da seleção no Maracanã no domingo.
Segundo a assessoria, Eduardo Alves encomendou ao seu gabinete um levantamento de quanto custariam às passagens de Natal para o Rio de Janeiro para poder pagar a viagem aos cofres públicos.

. A Folha mostrou hoje que um jato C-99 da FAB foi buscar a turma em Natal, terra do deputado. Decolou às 19h30 de sexta-feira rumo ao Rio de Janeiro e retornou no domingo, às 23h, após o jogo. Pegaram carona com o deputado sete pessoas: sua noiva, Laurita Arruda, dois filhos e um irmão dela, o publicitário Arturo Arruda, com a mulher Larissa, além de um filho do presidente da Câmara. Um amigo de Arturo entrou no voo de volta. Se tivessem que pagar pela viagem de Natal ao Rio, ida e volta, cada passageiro gastaria pelo menos R$ 1,5 mil.

. Todos aproveitaram para passear no Rio no sábado e, no dia seguinte, foram à final da Copa das Confederações, vencida pelo Brasil.

LEIA MAIS aqui.

Locaweb compra All In Mail e passa a oferecer gerenciamento de campanhas de e-mail marketing

A Locaweb anunciou hoje  a aquisição de 100% do capital da All In Mail, plataforma de envio e gerenciamento de campanhas de e-mail marketing, construída para proporcionar um melhor relacionamento entre empresas e clientes. O serviço foi adquirido para complementar o portfólio da empresa e atingir um novo segmento de clientes, aqueles que demandam maior volume de envio de e-mails, alta performance com disparos baseados em comportamento dos usuários, segmentação específica, relatórios analíticos, entre outros recursos.

. Os clientes da Locaweb passam a ter acesso ao serviço que hoje é usado pelas maiores empresas digitais do País: Sephora, FNAC, Ponto Frio, Extra, Casas Bahia, Buscapé, Hotel Urbano, Ricardo Eletro, BrandsClub, Leader, Centauro e Marisa.

Saída de estrangeiros da Bovespa em junho é a maior desde setembro de 2012

Nesta reportagem do jornal Folha de S. Paulo, fica claro que boa parte das últimas fortes quedas da Bolsa deve-se à saída líquida de recursos de investidores estrangeiros da Bolsa brasileira --diferença entre compras e vendas de ações- que foi de R$ 4,07 bilhões em junho, o maior desde os R$ 4,17 bilhões de setembro de 2012. Leia mais:

O cenário global de maior aversão ao risco, com incertezas sobre o futuro dos estímulos econômicos nos EUA, e a deterioração das perspectivas em relação à economia doméstica contribuíram para a fuga de recursos, de acordo com especialistas ouvidos pela Folha. 

. A saída poderia ter sido ainda maior não fosse a entrada de pouco mais de R$ 1 bilhão por investidores estrangeiros na Bolsa paulista apenas no último pregão do mês passado.

. Segundo os últimos dados publicados no site da BM&FBovespa, as compras feitas por estrangeiros somaram R$ 76,62 bilhões na bolsa paulista em junho, enquanto as vendas ficaram em R$ 80,69 bilhões. O Ibovespa registrou queda de 11,3% no mês.

. Para Pedro Galdi, analista da SLW Corretora, a saída é reflexo do discurso de Ben Bernanke, presidente do Fed (Banco Central americano), no final do mês passado. Na ocasião, ele definiu um cronograma para a redução de seu programa de recompra de títulos, que atualmente é de US$ 85 bilhões por mês.
"Houve um efeito psicológico que fez o dólar se valorizar frente a outras divisas e causou uma fuga de capital, principalmente nos países emergentes", afirma. Esse efeito é resultado da expectativa de que a retirada dos estímulos provoque o aumento da taxa de juros básico nos Estados Unidos, atraindo mais investidores para o mercado americano. "Em setembro, caso o Fed retire os estímulos, deve haver nova fuga de capital e novas turbulências nos mercados", afirma Galdi. No acumulado do ano, o saldo de recursos externos na Bovespa ainda estava positivo em R$ 4,23 bilhões no encerramento do primeiro trimestre. Na média de 2013, os estrangeiros respondem por 42,5% do volume negociado na bolsa paulista.
No grupo de investidores institucionais, que representam 32,8% do giro da bolsa, houve entrada de R$ 2,41 bilhões em junho. Já o saldo de recursos de pessoas físicas, que têm participação de 15,7%, ficou positivo em R$ 749,48 milhões no mês passado.

Fórum Internacional de Software Livre começa hoje na PUC do RS

A 14ª edição do Fórum Internacional de Software Livre (FISL) inicia hoje e segue até sábado, no Centro de Eventos da PUCRS (Avenida Ipiranga, 6.681), em Porto Alegre.

CLIQUE AQUI para acompanhar as melhores informações. O endereço é do Fisl no Facebook. 

Clique aqui para examinar lista com nomes e salários de servidores ativos e aposentados da Assembléia do RS

Já é possível examinar a lista completa de funcionários da Assembléia do RS, inclusive de inativos. A navegação é bastante simples. Digitando o nome desejado, é possível conhecer exatamente o salário de cada servidor em atividade ou aposentado. O leitor perceberá que a média é bastante alta, mas ainda assim inferior ao do Poder Judiciário do RS.

. A lista inclui inúmeros ex-deputados e familiares de atuais e ex-deputados.

. Um dos nomes mais pesquisados nesta manhã de quarta-feira é o do ex-prefeito Sereno Chaise, atual presidente da estatal federal CGTEE. Sereno aposentou-se com R$ 20 mil brutos.

CLIQUE AQUI para examinar tudo.

Leitores acham que manifestações voltarão com força total

Os leitores que responderam a enquete disponibilizada esta terça-feira na capa desta página, afirmaram em sua grande maioria (46%) que as manifestações darão uma parada e depois voltarão com força total. É o que está acontecendo. O editor tem percebido no seu Facebook que o tom dos ataques contra Dilma e o PT ganharam novo ímpeto e mais irritação. CLIQUE AQUI para examinar a página.  Eis o resultado da enquete: 

Você acha que as manifestações de rua vão parar ou continuarão?
Vão parar. 17%
Continuarão. 35%
Darão uma parada e depois voltarão com força total. 46%

. Nova enquete está disponibilizada aí ao lado, desta vez sobre eleição presidencial. 

Brigadianos farão manifestação nesta quinta-feira em Porto Alegre. A tropa está revoltada com projeto de Tarso sobre carreira na Brigada.

O jornalista Vitor Vieira informou no seu blog VideVersus desta quarta-feira que os soldados, praças e baixa oficialidade da Brigada Militar farão uma passeata de protesto contra o governo do governador petista Tarso Genro nesta quinta-feira, em Porto Alegre. Leia mais:

A pauta de reivindicações é grande, e o grosso da tropa está revoltado. A principal reivindicação é pelo plano de carreira. Pelo projeto em tramitação na Assembléia Legislativa, o ingresso na carreira será único, pelo posto de soldado, até o último nível, o posto de coronel. E todos os pretendentes à carreira na Brigada Militar deverão ter formação universitária. É isto que faz com que a alta oficialidade, que entrar na carreira no posto de tenente, após cursar a Academia Militar, esteja contra o novo plano de carreira. Cerca de 10 Estados brasileiros já adotam um plano de carreira similar. Nesta terça-feira transcorreu o Dia do Bombeiro. Como já era esperado, o peremptório governador petista Tarso Genro não compareceu, ao contrário do ano passado, quando encheu os bombeiros de promessas, até hoje não cumpridas. Mandou em seu lugar o comandante geral da Brigada Militar, para a solenidade de formatura no quartel central dos bombeiros. Ao final da cerimônia, ele quis conversar com as lideranças das entidades de militares, incluindo os bombeiros. Nenhum dirigente aceitou conversar com ele ali. Foi convidado a comparecer na sede da Abamf, na Avenida Aparício Borges. O coronel araponga Fábio Fernandes, notório petista, membro da DS (Democracia Socialista), foi até a sede da associação dos brigadianos, porque tinha uma missão dada a ele pelo peremptório governador petista Tarso Genro, a de tentar esvaziar a manifestação dos brigadianos nesta quinta-feira.

Fortunati reduz preços das passagens, mas prefeitura e ATP continuam com caixa preta sobre custos e não querem saber de licitação na área.

Fortunati botou Tarso numa saia justa.



- O Reitup, aprovado ontem no Senado,  terá pelo menos duas exigências saneadoras: 1) Exigirá que as empresas que se inscreverem no programa abram a caixa preta das planilhas de custos, coisa que em Porto Alegre a ATP jamais se dispôs a fazer e a prefeitura jamais exigiu. 2) As prefeituras e governos, terão que licitar os serviços, o que também nunca ocorreu em Porto Alegre, simplesmente porque ATP e prefeitura jamais quiseram. 

As passagens de ônibus e de lotações cairão para R$ 2,80 e R$ 4,20 respectivamente, amanhã, em Porto Alegre. O prefeito José Fortunati assinará esta manhã a lei aprovada pela Câmara de Vereadores.

. Fortunati confia em mais redução, por duas razões diferentes:

1) Ele quer que o governador Tarso Genro elimine a cobrança do ICMS sobre os preços do diesel, carrocerias e chassis de ônibus, o que reduziria os custos das empresas de ônibus, facilitando a redução das tarifas de ônibus. Tarso mandou avisar que não fará isto.
2) O governo federal, por força do Regime Especial de Incentivos para o Transporte Público Coletivo e Metropolitano de Passageiros, Reitup, aprovado ontem no Congresso, concederá incentivos fiscais às empresas da área, com o mesmo objetivo de diminuir seus custos e facilitar redução dos preços das passagens.

- O vereador Valter Nagelstein, PMDB, avisou nesta quarta-feira que apresentará projeto prevendo abertura total das planilhas de custos para o cálculo dos preços das passagens em Porto Alegre.

Médicos protestarão as 16h diante do Palácio Piratini. Em xeque a má saúde pública.

Em Porto Alegre os médicos farão concentração, hoje, 16h, diante do Museu de História da Medicina (ex-Beneficência Portuguesa) e depois caminharão até o Palácio Piratini, tudo para protestar contra a proposta feita pelo governo federal para importar médicos sem revalidação de diplomas no Brasil. O presidente do Simers, Paulo Argollo, avisou:

- Isto é uma mistificação.

. O governo quis inicialmente importar médicos de Cuba, mas diante da reação da classe médica e da opinião pública, decidiu abrir 6 mil vagas para profissionais de outros Países. Todos receberão salários iniciais de R$ 10 mil, segundo o governo, coisa que nenhuma entidade médica acredita.

. Ocorrerão manifestações também em Caxias, Passo Fundo, Pelotas, Rio Grande, Santa Maria e Santa Cruz do Sul.

. Os médicos avisam que o problema da saúde não é falta de médicos, mas melhoria de toda a infraestrutura da área pública da saúde, melhores salários e plano de carreira. Eles querem que os médicos sejam considerados como membros de carreira de Estado, como é o caso dos procuradores e auditores fiscais. 

Partidos da base aliada, PMDB e PSB enterram proposta de plebiscito para este ano

A bancada federal do PMDB reuniu-se ontem e decidiu que não apoiará a convocação de plebiscito sobre a reforma política para este ano, mas apenas para 2014, junto com as eleições gerais.  O próprio vice-presidente, Michel Temer, que junto com o ministro da Justiça entregou a proposta no Congresso, havia admitido a dificuldade de se cumprir o prazo de realizar a consulta e aprovar os projetos decorrentes da vontade das urnas antes de outubro deste ano para que possam vigorar em 2014.

. Os deputados federais botaram em xeque sua aliança com o PT no governo Dilma e fizeram pouco caso dos 5 ministérios que ocupam.

. O PSB também manifestou-se contrário à proposta do governo.O PSB, comandado pelo governador de Pernambuco, Eduardo Campos, provável candidato à Presidência em 2014, também se posicionou contrário à consulta plebiscitária (leia na pág. 6). "É quase impossível fazer uma consulta com perguntas claras para mudanças passarem a valer já nas próximas eleições", disse o líder do PSB no Senado, Rodrigo Rollemberg (DF).

. Sem os votos do PMDB e do PSB, ambos da base, a proposta de plebiscito não será aprovada.

.  Sem consenso, a consulta popular sugerida por Dilma deve ser empurrada para 2014 e a tendência é que uma reforma política - tema do plebiscito -, se aprovada, só comece a valer nas eleições de 2016 ou 2018.
Partidos de oposição e aliados, como o PMDB, preferem o referendo, quando a população diz sim ou não a uma proposta. Os líderes vão criar um grupo de trabalho para analisar a proposta de plebiscito a partir da próxima semana.