Dilma mente o número de pessoas atendidas pelo Mais Médicos em mais de 30 milhões

Uma das principais bandeiras da campanha à reeleição da presidente Dilma Rousseff é o Programa Mais Médicos. A candidata já disse em debates na TV e em propagandas eleitorais que 50 milhões de pessoas passaram a ser atendidas pelos 14.462 profissionais em atuação no programa.

. A cifra é impressionante, mas irreal. Se fosse verdadeira, significaria que um em cada quatro brasileiros é atendido pelo Mais Médicos. Segundo o Ministério da Saúde, 80% dos beneficiados – 40 milhões de pessoas – consultam-se com equipes de Saúde da Família que foram criadas ou reforçadas após o início do Mais Médicos, em outubro de 2013. Os demais, 10 milhões, são atendidos pelos 2.947 médicos do programa que trabalham nas Unidades Básicas de Saúde.

. Mas os registros oficiais do Departamento de Atenção Básica (DAB) do Ministério da Saúde (veja como acessar os dados abaixo) mostram uma contradição em relação ao que se diz na propaganda eleitoral. Segundo esses dados, de outubro de 2013 a agosto de 2014, o incremento no número de pessoas cobertas pelo programa Saúde da Família foi de 9,48 milhões. “Os números foram claramente inflados. Para atingir os 40 milhões de habitantes, seriam necessárias cerca de 12.000 novas equipes de Saúde da Família e só foram criadas 3.662 no período”, diz um funcionário do Ministério da Saúde que revelou os dados a revista VEJA.

Impostômetro marcará neste sábado R$ 1,3 tri em tributos pagos

O Impostômetro da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) deve marcar neste sábado, por volta das 12 horas, R$ 1,3 trilhão em impostos, taxas e contribuições pagos pelos consumidores brasileiros desde 1º de janeiro. Neste ano, a marca de R$ 1,3 trilhão será alcançada 12 dias mais cedo do que em 2013.

. O Impôstometro é uma ferramenta que surgiu em 2005 para conscientizar o cidadão sobre a alta carga tributária e para incentivá-lo a exigir serviços públicos de qualidade. Há um painel na Rua Boa Vista, centro da capital paulista, e um site que mostram a evolução da arrecadação de tributos no País.

EUA investiga se denúncia sobre Petrobras prejudicou acionistas

O órgão que regula o mercado financeiro dos Estados Unidos está investigando se as denúncias de desvio de dinheiro da Petrobras infringiram a lei anticorrupção americana e prejudicaram os acionistas da empresa com ações em Nova York, informa relatório enviado pela consultoria brasileira Arko aos seus clientes.

. Segundo o relatório da Arko, a investigação está sendo conduzida pela SEC (Securities and Exchange Commission), que é o correspondente à Comissão de Valores Mobiliários, que regula as atividades do mercado financeiro no Brasil. Vinte o oito advogados e analistas americanos estariam trabalhando no caso.

. Os americanos apuram as denúncias de corrupção em contratos da Petrobras porque a companhia tem ações negociadas na Bolsa de Valores de Nova York e precisa seguir regras de conduta, entre as quais as normas anticorrupção.

. Se os americanos concluírem que houve desrespeito às leis de mercado e que isso causou prejuízo aos acionistas, poderão aplicar multas às empresas e também à Petrobras.

Ibope mostra que Sartori (60%) esmaga Tarso (40%) sem piedade

Tarso não consegue entender o filho de dona Elsa.



Pesquisa Ibope divulgada nesta sexta-feira aponta os seguintes percentuais de votos válidos na disputa ao governo do Rio Grande do Sul:

José Ivo Sartori (PMDB) - 60%
Tarso Genro (PT) - 40%


Votos totais:

Se forem incluídos os votos brancos e nulos e dos eleitores que se declaram indecisos, os votos totais da pesquisa estimulada são:

José Ivo Sartori (PMDB) - 52%
Tarso Genro (PT) - 34%
Branco/nulo - 8%
Não sabe/não respondeu - 6%


- No primeiro turno, Sartori teve 40,40% dos votos válidos e Tarso Genro, 32,57%.

Nova pesquisa Istoé/Sensus dá 13 pontos de vantagem para Aécio

Aécio está 13 pontos à frente de Dilma
Pesquisa ISTOÉ/Sensus mostra o candidato tucano com 56,4% das intenções de voto e a petista com 43,6%

Votos válidos
Aécio Neves: 56,4%
Dilma Roussef: 43,6%
Diferença - 13 pontos. 

Pesquisa estimulada
Aécio, 49,7%
Dilma, 38,4%
Indecisos e brancos, 12$

. O levantamento, que ouviu 2.000 eleitores de 24 Estados, revela também a liderança de Aécio Neves quando não é apresentado ao eleitor nenhum candidato. Trata-se da chamada resposta espontânea. Nesse quesito, o tucano foi citado por 48,7% dos entrevistados e a petista, que governa o País desde janeiro de 2011, por 37,8%.

Minas
. A pesquisa Istoé/Sensus divulgada no sábado 11 já apontava esse movimento, quando revelou que Aécio estava com 52,4% das intenções de voto. Na última semana, os levantamentos que são feitos diariamente pelo comando das duas campanhas também mostraram a liderança de Aécio. É com base nessas consultas que tanto o PT como o PSDB planejam a última semana de campanha. E tudo indica que o tom será cada vez mais quente. 

Artigo, José Giusti Tavares - Partidos totalitários em democracias constitucionais

José Antonio Giusti Tavares, 
cientista político e professor, RS.

Nas democracias constitucionais contemporâneas (1) a representação política e o governo são constituídos por dois procedimentos senão diferentes pelo menos independentes entre si, ambos em eleições universais competitivas periódicas e regulares e com mandato por tempo determinado (sistemas presidenciais de governo) – ou a representação política eleita pelo voto popular direto constitui o governo que, diante dela responsável, exercita suas funções enquanto dela detém a confiança, contando entretanto, com a faculdade contraposta de submetê-la a novas eleições (sistemas parlamentares de governo); (2) são instituídos e funcionam efetivamente mecanismos de separação e de contenção recíproca entre os poderes constitucionais, compreendendo, em sua forma superior, a separação entre Chefia de Governo, responsável pela execução das políticas públicas, e Chefia de Estado, responsável pelo equilíbrio da ordem constitucional, bem um Tribunal Constitucional, guardião supremo dos valores e dos preceitos constitucionais supremos; (3) toda autoridade pública detentora de poder constitucional é submetida, em princípio, a mecanismos de responsabilização pública; e, enfim, (4) os direitos individuais, incluído o direito à vida, à liberdade, à propriedade e à associação, são assegurados pela lei constitucional e pelo poder judiciário. 


. Os mecanismos institucionais da democracia constitucional são eficazes, sem serem invasivos ou ofensivos, para assegurar o equilíbrio da ordem política e, nela, a liberdade e os direitos fundamentais do ser humano, sem o que não há sequer justiça social.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Dica de Livro - Coréia do Sul

DICA DE LIVRO
Livro de Cabeceira atual do editor
Coréia do Sul, Políticaas Industriais, Comerciais e de Investimentos

Gilmar Masiero estuda há vários anos fenômenos econômicos e administrativos do Leste Asiático, mais especificamente do Japão, Coreia do Sul e China. Foi professor visitante em importantes centros de pesquisa americanos e asiáticos como David Rockefeller Center for Latin American Studies da Universidade de Harvard, IDE – Institute of Developing Economics, no Japão, e KIEP – Korean International Economic Policy, na Coreia do Sul. Além das atividades acadêmicas, Masiero participou de várias reuniões bilaterais desenvolvidas no âmbito da Comissão Brasil-Coreia para o século 21, criada quando da visita do presidente Kim Young-sam ao Brasil em 1996.

Juruá Editoras
212 páginas
ColaboramJo Hee-moon, Jung Seung-Won e Kim Won-ho

R$ 69,80 (encomenda pode ser feita na Livraria Cultura).

Aproveite o tempo ameno, as chuvas, e fá com seus
amigos, colegas e companheiros
até o Bier Markt.
O melhor no gênero segundo Veja.
100 rótulos de cervejas e chopes artesanais do globo.
www.biermarkt.com.br

Noblat diz que no debate do SBT, Aécio fez picadinho de Dilma

CLIQUE AQUI para ouvir e ver Augusto Nunes falar sobre a crítica de Lula a Aécio, a quem acusa de falta de respeito com uma mulher, Dilma. Nunes diz que Lula exige de Aécio o mesmo respeito que ele teve com sua esposa, no caso da amante Rosemary. 



No seu blog do jornal O Globo de hoje, o jornalista Ricardo Noblat informa que Aécio Neves deixou de ser tucano.

. Entenda o que ele escreve:

Na versão polít, tucano é uma ave que, apesar do bico grande, bica com delicadeza. É capaz de perder a vida para não perder a elegância. Foi assim, por exemplo, com Serra no primeiro debate do 2º turno contra Dilma em 2010.

De certa forma foi assim também com Aécio no debate da última terça-feira contra Dilma na Rede Bandeirantes de Televisão.

Quem imaginou que ele, ontem, no debate do SBT, ofereceria a outra face para apanhar, enganou-se.

O instinto de sobrevivência empurrou Aécio para cima de Dilma, e dessa vez foi ela que não estava preparada para enfrentar tamanha fúria.


Marqueteiros costumam dizer que o eleitor detesta troca de ataques entre candidatos. Lorota.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

Governo Tarso não manteve conquistas do governo Yeda e empurrou estradas para o fundo do poço. É o que revela Relatório CNT.

Estrada gaúcha no governo Tarso. A foto é de Zero Hora.


Depois do governo Yeda, que elevou o bom estado das estradas estaduais para níveis altos, tudo por conta de investimentos mais pesados e respeito às concessões (pedágios), o governo Tarso só fez piorar o que havia, já que investiu pouco e acabou com as concessões, o que resultou no abandono das rodovias. Os dados são da CNT.

A Pesquisa CNT de Rodovias 2014, divulgada ontem pela Confederação Nacional dos Transportes, CNT, deixou claro que as estradas gaúchas pioraram dramaticamente no atual governo do PT no RS.

. Os jornais de hoje repercutiram os principais dados.

. Dos 8.295 kms de estradas asfaltadas do Estado, apenas 302 foram identificados como ótimos (3,6%).

. As piores avaliações são do ranking estadual.

. Acompanhe os índices de estradas em boas condições nos governos Yeda e Tarso:

Yeda
2007 - 38,5%
2008 - 48,9%
2009 - 58,7%
2010 (último ano) - 66%

Governo Tarso
2011 -  62%
2012 - 58,7%
2013 - 48,9%
2014 - 32,4%

. Considerando-se estradas federais e estaduais, a campeã das melhores é a freeway, vindo em seguida a BR0-116 no trecho Porto Alegre a Novo Hamburgo. As duas são federais, mas a primeira é privatizada.

CLIQUE AQUI para ler o relatório completo (Brasil e RS) da CNT. 

Aproveite o tempo ameno, as chuvas, e fá com seus
amigos, colegas e companheiros
até o Bier Markt.
O melhor no gênero segundo Veja.
100 rótulos de cervejas e chopes artesanais do globo.
www.biermarkt.com.br

Saiba quais os nomes de gaúchos cotados para os ministérios de Dilma e de Aécio

Já são fartas as especulações sobre a presença de nomes de gaúchos no ministério. Eis as opções de Dilma e de Aécio:

Dilma Roussef - Seu homem forte no governo será o gaúcho Miguel Rosseto, cotado para a secretaria Geral. Não será o único gaúcho no primeiro escalão, porque Giles Azevedo iria para o ministério das Minas e Energia e Arno Augustin subiria para Assessoria Especial no Planalto.
Aécio - É certo que o deputado gaúcho Beto Albuquerque irá para o ministério. Ele é o nome mais cotado para a Agricultura.

Aproveite o tempo ameno, as chuvas, e fá com seus
amigos, colegas e companheiros
até o Bier Markt.
O melhor no gênero segundo Veja.
100 rótulos de cervejas e chopes artesanais do globo.
www.biermarkt.com.br

Licitação do transporte coletivo de Porto Alegre vai melar de novo

Será novamente declarada deserta a licitação aberta pela prefeitura para a exploração do transporte coletivo de Porto Alegre, como aconteceu na primeira tentativa feita por Fortunati.

. A ATP já se encarregou de melar tudo.

Aproveite o tempo ameno, as chuvas, e fá com seus
amigos, colegas e companheiros
até o Bier Markt.
O melhor no gênero segundo Veja.
100 rótulos de cervejas e chopes artesanais do globo.
www.biermarkt.com.br

Fortunati assiste na Europa, de camarote, o embate sangrento pelo Piratini e pelo Planalto

O prefeito José Fortunati viajou com a mulher para Paris e só voltará na véspera da eleição, semana que vem. Os convescotes de que participa na Europa foram só cortina de fumaça para encobrir a verdadeira razão da viagem.

. É que ele quer ser candidato ao Piratini em 2018 e não quer desgaste com uma eleição com a qual nada tem a ver.

Aécio fará campanha amanhã em Porto Alegre

Está confirmada a vinda de Aécio Neves ao RS neste sábado. Ele concederá coletiva no Sheraton , 8h, e depois irá com Sartori a um ato público na Escola de Samba Império da Zona Norte.

Líderes bolivarianos já se assustam com virtual eleição de Aécio.

Segundo o colunista Clóvis Rossi uma eventual vitória de Aécio Neves à Presidência assusta os líderes da Unasul. Ele destaca que Evo Morales, reeleito na Bolívia, explicita o 'nervosismo' com que os governos de esquerda veem eventual vitória da 'direita'. "Claro que é uma preocupação que a direita possa voltar", disse Evo a "El País".

. O presidenciável tucano já anunciou interesse em se aproximar da Aliança do Pacífico (Chile, Peru, México e Colômbia), considerada pelo grupo de “instrumento dos Estados Unidos” e que serve "para privatizar a água, a luz, o telefone".

CLIQUE AQUI para ler todo o artigo de Clóvis Rossi na Folha. 

Saiba como Dilma Rousseff ajudou a privatizar a CRT no RS

Ao lado, Nelsinho com a mulher, chegando para o casamento de Paula, a filha de Dilma. Depois de trabalhar para a RBS na privatização da CRT, eles ficaram amigos par sempre. Na festa do casamento, também esteve o então diretor da Petrobrás, Paulo Costa, o delator do Petrolão. 


Bem ao contrário do que trombeteiam seus programas eleitorais na TV, a candidata do PT a presidente, Dilma Roussef, trabalhou durante toda a sua primeira administração como secretária gaúcha das Minas e Energia (1/12/1993 a 2/1/1995) no governo do PDT, para privatizar a CRT, a Companhia Riograndense de Telecomunicações.Quando saiu do governo, foi contratada pela RBS para ajudar a conceber a aliança com a Telefônica de Espanha para privatizar a CRT.
. Durante o governo do PDT, que foi de 1991 a 1994, a mando de Dilma Roussef, seu então subordinado, o presidente da CRT, Milton Zuanazzi, homem que ela levaria no governo Lula para a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), fez várias viagens a Santiago para afivelar o negócio com a CTC, a Companhia Telefônica do Chile, então controlada pela Telefônica de Espanha.
. O negócio não saiu.
. É que o governador Alceu Collares, também do PDT, como Dilma Roussef, já tinha assinado um protocolo intenções com a Stet, na época a estatal telefônica da Itália, mais tarde privatizada e transformada em TIM.

Se for para comprar a CRT,
eu compro sozinho, disse Nelson Sirotsky

. O governo chegou a iniciar negociações com a RBS para interessá-la a se associar à Stet e assumir a CRT, mas o presidente Nelson Sirotsky tinha outros planos e disse ao interlocutor que o procurou, logo após farto almoço que ambos mantiveram na própria sede do grupo gaúcho (o interlocutor tinha acabado de regressar de Havana, onde verificou de que modo a Stet passara a operar uma fração dos serviços telefônicos locais, por concessão do governo comunista de Fidel Castro):
– Se for para comprar a CRT, eu compro sozinho e não preciso dos italianos — disse Sirotski.
Ao bater de frente com o próprio governador Alceu Collares, Dilma Roussef e o presidente da CRT pagaram caro pela ousadia. Zuanazzi foi demitido com desonra da CRT.
. O negócio que o governo pensava tocar com a Stet era complicado, envolvia emissão de debêntures conversíveis em ações e acordo de acionistas, porque a Lei de Privatizações ainda não tinha sido editada, o que só aconteceu no governo FHC [1995-2003].
. Terminado o governo, Dilma Roussef, de posse de toda a memória das negociações com a Telefônica de Espanha, via CTC, mais informações privilegiadas sobre a CRT, foi trabalhar para a RBS, a convite do então diretor Jurídico, Afonso Motta (deputado federal eleito pelo PDT este ano).
Motta, brilhante advogado, era do PDT como Dilma Roussef. Nem uma só vírgula de qualquer contrato ou acordo da RBS saía do grupo sem o seu aval.
. A ex-secretária de Minas e Energia foi ajudar na área de Projetos Especiais da RBS. Um deles, o mais ambicioso e brilhante, foi o que levou ao acordo com a Telefônica de Espanha. Nelsinho, o dono da RBS, e Juan Villalonga, no dia 16 de dezembro de 1996, dois anos depois do final do governo do PDT, venceram o leilão de privatização da CRT.

. Na data da privatização da CRT, a composição acionária da Telefônica do Brasil era: Telefônica Internacional, 30%; RBS, 30%; e o restante das ações dividido entre a Portugal Telecom, 23%; a Iberdrola (empresa de energia espanhola), 7%; e o Banco Bilbao Vizcaya [espanhol], 7%.

As 18h45min, enésimo debate da semana entre Sartori e Tarso

Hoje, entre 18h45 e 19h15, a emissora recebe, ao vivo, os candidatos: Tarso Genro (PT) e José Ivo Sartori (PMDB), sob o comando do jornalista e apresentador do SBT Rio Grande, Marcelo Coelho, com a presença do convidado Felipe Bächtold (correspondente da Folha de São Paulo).

. O debate também será transmitido pelo site da emissora: www.sbtrs.com.br. 

Safra de trigo gaúcho apresenta quebra forte. Produção será menor do que a do Paraná.

Após um início de safra prejudicado pelo excesso de chuva, com atraso na semeadura e difícil estabelecimento da cultura, na reta final de desenvolvimento o trigo gaúcho volta a ser prejudicado pelo clima. Em pleno florescimento, no mês de setembro, as precipitações afetaram a maioria das lavouras do Rio Grande do Sul. Os dias quentes e úmidos favoreceram o surgimento de manchas foliares, oídio e doenças de espiga, como giberela e brusone, sendo esta mais comum em regiões quentes do Paraná.

. De acordo com a coordenadora da unidade de cultivos de inverno da Fundação Pró-Sementes, Kassiana Kehl, muitos produtores se queixam da alta do custo de produção causado pelo aumento no número de aplicações de fungicidas. “Este acréscimo de investimento não está sendo viável, já que o cereal está desvalorizado”, acrescenta a pesquisadora. Segundo ela, nem mesmo o preço mínimo estipulado pelo governo (R$ 28,67, a saca de 60 kg) está sendo praticado no mercado.

Ao contrário de 2013, quando a safra de trigo gaúcha superou a paranaense, neste ano, as estimativas apontam que a produção do Paraná deve ser maior que a do Rio Grande do Sul. No sudoeste, os produtores estão em plena colheita, privilegiados pelo tempo seco.

Marina Silva muda o visual para primeiro encontro com Aécio Neves

Um encontro histórico para a política nacional". Com essa frase, o candidato do PSDB a presidente da República, Aécio Neves, classificou nesta sexta-feira, em entrevista à imprensa, em São Paulo, o encontro com a ex-ministra Marina Silva (PSB). De acordo com Aécio, Marina confirma nesta reunião de hoje adesão “a um projeto para o Brasil”. É a primeira vez que os dois se reúnem após Marina anunciar, no último domingo,  apoio à candidatura do tucano.

. A ex-senadora e que concorreu à Presidência pelo PSB, chegou para a reunião com o candidato do PSDB com um novo visual. Para Aécio Neves, o encontro de hoje foi "histórico". Pela primeira vez nesta campanha, Marina abandonou o tradicional coque e adotou um rabo de cavalo para prender os cabelos. A ex-senadora usou uma gripe para justificar a surpreendente mudança no visual.

. Na abertura da entrevista à imprensa, Aécio destacou também que o encontro é o exercício "da boa política e de postura ao desafio que temos pela frente".  O candidato enfatizou ainda que nesta disputa eleitoral “o que está em jogo é a nossa libertação desse modelo político que está aí”, acrescentando ainda que “o Brasil quer uma mudança qualificada “. Presentes ao evento correligionários e apoiadores do PSDB, PSB, Rede e PPS, entre outros representantes de lideranças partidárias.

CLIQUE AQUI para examinar comentário de Lauro Jardim, Veja, hoje: "Dilma escorregou nas cascas de banana que jogou para Aécio". 

Infraero libera aeroporto fechado no Acre para jato de Lula

O governo federal deu permissão para que o ex-presidente Lula pousasse nesta quinta-feira em um aeroporto fechado em Rio Branco, no Acre, para um evento de campanha, segundo reportagem do jornal Folha de S. Paulo.

. Desde a semana passada voos estavam proibidos de pousar ou decolar do aeroporto entre 8 horas e meia-noite, em razão de obras para manutenção da pista. Na véspera da visita do ex-presidente à capital do Acre, contudo, um aviso no sistema interno da Infraero liberou as pistas nesse horário - apenas a aeronave de Lula, contudo, utilizou-se do espaço entre 9h40 e 11h15 do horário local, de acordo com o jornal.

. Questionada, a Infraero informou que foi aberta uma “janela” de três dias para suprir a demanda do tráfego aéreo regional. Afirma que a medida não foi tomada em razão da chegada do ex-presidente e que há outras janelas previstas até dezembro - mas não informou em quais datas.

Jornal diz que Paulo Costa teria sido convidado para ministério no governo Dilma

O ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa teria sido convidado para assumir o Ministério das Cidades em março deste ano, poucos dias antes de ser preso pela Polícia Federal (PF) na Operação Lava Jato. A informação consta de uma troca de mensagens entre o doleiro Alberto Youssef e o deputado federal Luiz Argôlo (SD-BA) de 13 março – mesmo dia em que foi anunciada a substituição de seis ministros, entre eles o das Cidades, pela presidente Dilma Rousseff (PT).

. A conversa foi interceptada pela PF e estava sob sigilo até o início deste mês. Os diálogos não deixam claro se o convite teria sido feito pela própria presidente ou pelo PP, partido que controla o ministério.

. Na primeira mensagem, enviada às 19h34, Argôlo pergunta para Youssef: “Vc sabia q chamaram PR pra assumir o Ministério?? E ele n quis. Aguinaldo [Ribeiro, o ministro] saiu hoje” (sic). Segundo as investigações, a sigla PR era usada para citar Paulo Roberto Costa. Youssef responde: “Sabia. Ele já tinha me contado”. E em seguida completa: “Foi a melhor coisa q ele fez [não ter aceitado]” (sic). 

. A troca de mensagens ocorreu exatamente uma semana antes de Costa ser preso por ocultar provas da Operação Lava Jato – que foi deflagrada em 17 de março. À época, Dilma promovia uma reforma ministerial que tinha dois objetivos: liberar ministros que seriam candidatos e pacificar a tensão com o “blocão dos insatisfeitos” do Congresso indicando aliados dos partidos da base.

CLIQUE aqui para ler toda reportagem no jornal "Gazeta do Povo", de Curitiba.

GVT vai contar o que investe no RS

A GVT reunirá pequeno grupo de jornalistas para um café da manhã, na terça-feira, no Le Bistrot Gourmet, das 9h às 10h30.

. Será um bate-papo informal com o vice-presidente de Vendas, Fabiano Ferreira e com a presidente do Instituto GVT, Heloísa Genish. A pauta principal tratará dos investimentos das tele no RS. 

Jornais destacam dureza do debate e mal-estar de Dilma. Em Porto Alegre, mídia ignora o que aconteceu no SBT.

 Ao lado, o jornal A Tarde, de Salvador.



Os principais jornais brasileiros abriram manchete para o mais duro duelo presidencial televisivo dos últimos tempos no Brasil. O tom do noticiário foi a desenvoltura do senador Aécio Neves, que resolveu reagir aos ataques diários da propaganda petista e encurralou a presidente com denúncias até mesmo de caráter pessoal.

. As capas dos principais diários destaca o mal estar que acometeu Dilma ao final do combate, demonstrando claramente que não suportou o duelo e foi a nocaute.


. O médico Walter Feldman, também deputado, um dos principais interlocutores de marina Silva, que estava presente no debate, arriscou um diagnóstico sobre o que chamou de "doença do PT", que teria produzido o mal estar de Dilma: "O desejo do poder é uma doença social no PT e ai eles perdem os parâmetros. Vocês já viram alguém usando crack? É lamentável. Eu passei um tempo na cracolândia, o indivíduo perde a a capacidade de raciocínio. Acho que o PT perdeu, o PT está intoxicado".

. Nem todos os diários conseguiram capturar no título o conteúdo explosivo do debate e o nocaute de Dilma.

- Os jornais de Porto Alegre, todos com polpudas verbas de anúncios do governo federal e estadual,  ignoraram a importância do debate e o mal-estar de Dilma. 


Aécio desconcerta Dilma ao falar de irmão que trabalhou como funcionário fantasma

Acusações de corrupção e nepotismo foram os temas centrais no segundo debate entre os presidenciáveis Aécio Neves (PSDB) e Dilma Rousseff (PT), transmitido no início da noite de ontem pelo SBT/TV Alterosa. Mais uma vez, eles se acusaram de mentirosos, desinformados e de manipular dados sobre suas administrações. O tiroteio verbal começou já nos primeiros minutos do encontro, quando o tucano questionou a petista sobre o relatório do Tribunal de Contas da União (TCU) que apontou irregularidades em obras do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj).

. “A denúncia de hoje aponta irregularidades de R$ 18 bilhões. Não bastaram Abreu Lima, Pasadena, mas agora temos a Comperj. A senhora sempre diz que não sabe de nada. De quem é a responsabilidade sobre esses atos?”, questionou Aécio, em referência a obras da Petrobras em Pernambuco e a uma refinaria comprada nos Estados Unidos.

. O clima esquentou quando eles trocaram acusações sobre atos de nepotismo envolvendo familiares do adversário. Aécio desconcertou a presidente ao trazer à tona a nomeação do irmão de Dilma, Igor Rousseff, para trabalhar na Prefeitura de Belo Horizonte na gestão de Fernando Pimentel (PT), eleito governador de Minas Gerais no dia 5. “Agora nós sabemos por que a senhora disse que não nomeou parentes no seu governo. A senhora pediu que os seus aliados o fizessem, candidata Dilma Rousseff”, ironizou. “O seu irmão foi nomeado por Fernando Pimentel e nunca apareceu para trabalhar. A diferença é que minha irmã trabalha muito e não recebe nada. O seu irmão não trabalha nada e recebe muito.” A presidente nada falou sobre o caso.

Veja de novo, aqui, todo o debate histórico do SBT TV. Dilma foi a nocaute ao final do embate.

Se você perdeu o debate de ontem a noite na Band, que foi um acontecimento histórico, daqueles que daqui a 10 ou 20 anos as pessoas ainda comentarão, clique no link a seguir e veja tudo.

. Vale a pena.

. É possível que Dilma Roussef esquive-se de futuros debates, porque ela teve uma crise gleucêmica ao final do embate, o que levou-a a interromper uma entrevista de balanço do que aconteceu, sendo amparada pela repórter do SBT e socorrida por assessores.

. A vantagem de Aécio Neves sobre Dilma Roussef foi algo só comparável à desconstrução promovida por Fernando Collor sobre Lula em debate na Globo, o que o levou à vitória.

CLIQUE AQUI para ver todo o debate.

Mais de 44 mil pontos estão sem luz no RS

O alerta de temporais em todas as regiões do Estado prossegue nesta sexta-feira. As chuvas ocorrem no decorrer do dia com pancadas, risco de vendavais, até intensos, e de granizo, que não se descarta.

. Há pelo menos 44,3 mil pontos sem luz no Estado nesta quinta-feira em razão do mau tempo. Na área da CEEE, foram afetadas a região Metropolitana e alguns bairros de Porto Alegre.

. As cidades mais atingidas são Arroio dos Ratos, Barra do Ribeiro e Eldorado do Sul, que estão às escuras por problemas em uma subestação. Em Porto Alegre, parte dos bairros Boa Vista, Camaquã, Higienópolis, Ipanema, Partenon e Sarandi foi afetada.Todas as equipes da CEEE trabalham para minimizar os transtornos.

TSE veta propaganda do PT e proíbe ataques em horário eleitoral

O plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu nesta quinta-feira que as propagandas eleitorais gratuitas em cadeia nacional de rádio e TV não podem servir para "atacar" candidato adversário, mas sim para debater propostas. A proibição não abarca outros meios pelos quais a propaganda pode ser realizada nem atinge debates, entrevistas e outras manifestações dos candidatos em campanha.

.  A decisão ocorreu no julgamento de um pedido da coligação do candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, para que fosse suspensa propaganda de rádio da candidata do PT à reeleição, Dilma Rousseff.

. A propaganda, veiculada no rádio em 15 de outubro, traz o depoimento de uma ex-presidente do sindicato dos jornalistas de Minas Gerais em que ela acusa Aécio Neves de "ameaçar" o emprego de profissionais que publicavam reportagens críticas ao governo de MG.

Debate na Band: Tarso debocha de dona Elsa, Sartori não gosta e o caso vira briga de família

Debochado, Tarso Genro tentou desqualificar obliquamente dona Elsa. Sartori não gostou. O governador nunca apresentou sua mãe ao público e não pode sequer apresentar a filha, o genro e o neto, que não votam nele. A rigor, nem o vice de Tarso vota nele



A dez dias das eleições, o debate realizado entre os candidatos ao governo do Rio Grande do Sul inaugurou uma batalha para além das propostas de governo e foi parar dentro de casa: mais especificamente, nos conselhos dados pelas mães dos políticos. É a avaliação que faz hoje o site www.veja.com.br Leia tudo:

 Durante encontro realizado pela TV Bandeirantes nesta quinta-feira, o governador Tarso Genro (PT), candidato à reeleição, e seu adversário José Ivo Sartori (PMDB) protagonizaram uma sequência de alfinetadas ao relacionarem algumas decisões políticas às dicas dadas pelos familiares.

. Tarso Genro deu início à confusão: ao afirmar que o peemedebista fugia às perguntas, o petista evocou as palavras da mãe: “Ela aconselhou que eu não debatesse só o futuro, mas também o passado. Eu tenho orgulho de ter sido ministro da Justiça e da Educação. Mas o senhor, a cada vez que a gente fala que seu partido é responsável por algo, se sente ofendido”, disse o governador gaúcho.

. A referência familiar foi propositada. Sartori colocou a mãe para encerrar a primeira propaganda eleitoral do segundo turno, veiculada no último sábado. Na televisão, ‘Dona’ Elsa apareceu dando conselhos: “Faz como eu te ensinei: não brigar, não falar mentira, não criticar os outros. Te mando um beijo e boa sorte pra ti”, afirmou.  Sartori rebateu a provocação do petista: 

- Nós apresentamos um programa de governo e agora me cabe fazer perguntas. Eu nunca dissimulei nada. Se a minha mãe me ensinou alguma coisa, ela não foi induzida a fazer nada. Ela disse para eu responder todas as perguntas, mas eu não acho que tenho que transmitir ao Rio Grande do Sul todas as culpas dos problemas do passado.

Datafolha: Aécio lidera no RS e DF. Dilma no RJ e CE

Aécio Neves (PSDB) e Dilma Rousseff (PT) estão tecnicamente empatados no segundo maior colégio eleitoral do país, mostram dados da pesquisa Datafolha nacional divulgados nesta sexta-feira pelo jornal Folha de S. Paulo. A petista, contudo, aparece numericamente à frente, com 51% do total de votos válidos, ante 49% do tucano.

. No Rio Grande do Sul, Aécio tem 51% dos votos válidos, ante 49% de Dilma - novamente, empate técnico.

. No Distrito Federal, Aécio está dez pontos porcentuais à frente de Dilma, com 65% dos votos válidos, ante 35% da petista, segundo o Datafolha. Ao analisar a intenção de votos totais, Aécio aparece com 57% e Dilma, 31%. Já no Ceará, Dilma tem 73% dos votos válidos, contra 27% do tucano.